Eu te quero tanto - Um bilhete de José à Maria.

-->

"Bom dia meu amor!
 

Eu sei que as letras descritas não vão traduzir o que eu realmente sinto por você. É um privilégio poder te amar e te cuidar. Você sabe que seu nome significa "Mulher que ocupa o primeiro lugar" e realmente é verdade, porque é isso que você é para mim.
 

Eu quero estar ao seu lado para sempre, para deitar com você, ouvir você respirar e ver você dormir. Você é tão linda! Nunca me canso de admirar o seu belo sorriso. Sua beleza me fascina. E nossos futuros filhos serão tão lindos, pois eles terão uma mãe como você.

Eu te amo e decidi me casar com você, para partilhar a minha vida inteira ao seu lado, acordar todo dia e ver a mulher mais linda que eu já conheci. Minha melhor parceira, minha namorada e minha futura esposa. Não sei como você ficou gravida, pois és virgem. Mas saiba que você é a única que eu vejo no meu futuro.

Estava pensando sobre o porvir da nossa relação, e eu imaginei que segurávamos o bebê durante a noite, tentando fazê-lo dormir. Você estava cantando para ele. E eu percebi que é isso que eu quero, é isso o que eu realmente quero do fundo do meu coração.

Obrigado por ser tão atenciosa, carinhosa e paciente.

Obrigado por ser minha parceira de todos os momentos.
Eu te amo".

Este é um bilhete que recebi de José, esta manhã, e eu queria compartilhar com o mundo porque eu quero que eles saibam que o verdadeiro amor realmente existe, não é apenas uma coisa feita a partir de cenas do cotidiano. É real e acontece.
 

Maria, mãe de Jesus (Uma História de Ficção)
Texto Base: Mt: 1.23-25       
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

7 Milhões de Confessos:

  1. Olá Hubner!

    Lindo recado!

    Concordo contigo.
    O amor verdadeiro existe sim... eu vivo um amor assim...:=)

    Um beijo e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  2. Olá Alminha...

    Que ótimo você aqui. Fico feliz em saber que este amor está sendo vivênciada na sua vida.

    Isso prova que ele ainda existe.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Fala Hubinho, uma coisa me incomoda:

    Como você faz para seu textos não ter erros de português, tendo em vista que você é semi-analfabeto?

    E mais, de onde vem as idéias, partindo do pressuposto que sua cabeça é tão pobre das mesmas que se a abrissemos, e gritássemos dentro dela...até sairia um eco?

    Hubner, uma aviso:

    Não incomode o Noreda, e não o confunda com o Edson. O Edson é boa gente...amigo dos amigos...tolerante...e crente!

    Já o Noreda é crítico...vingativo e altamente capacitado para destruir sua reputação, sem contar com a mente psicopata que possui, e por ser ateu, não gosta do que você escreve e de suas fantasias religiosas.

    Portanto, fique quieto no seu cantinho e submeta-se à sua insignificância como escritor, e não terá problemas posteriores.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Noreta aqui, que previlégio.

    Sabia que um dia você iria aparecer... fico feliz com a sua presença. E dou graças a um grande professor que você é... pois com você tenho aprendido a bondade.

    É como Gibran falou: "Aprendi silêncio com os falantes, tolerância com os intolerantes, e gentileza com os rudes ; ainda, estranho, sou ingrato a esses professores".(Gibran)

    Por isso quero ser grato.

    ResponderExcluir
  5. Ironias não me afendem tanto quanto ofendem a você Hubner. Sou vacinado contra suas artimanhas.

    ResponderExcluir
  6. Ok amigão. Postarei um texto em sua homenagem.

    Até breve...

    ResponderExcluir
  7. ...lindo post...me vi nele...bjks doce no ♥

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.