Não consigo explicar! - Confissões de Lídia a Paulo - em apenas 5 segundos.


Não consigo explicar. Amanheceu, fui a feira de Tiatira passear. Parecia um dia igual aos outros, sem surpresas, sem pressa e sem perfeição. Foi quando "aquela rua" revelou-me algo que mexeu com a minha estrutura, algo inexplicável floriu do mais intimo do meu ser.

Não consigo explicar. Por um instante fiquei imóvel, estava perdida em seu olhar tentando me encontrar. Nem pensava na eminência de perder quase tudo o que tenho. Parecia que as cores ganharam vida e a vida passava a ter sentido.

Não consigo explicar. Uma passada, um olhar e uma aproximação como nunca antes..., percebi minha respiração mudar um pouco e a dele... Bem, a dele tinha um notável controle.

Não consigo explicar. Ele não parava de olhar-me e eu fazia o mesmo com ele. Era um sentimento estranho, hipnotizante. Parecia que conhecíamos a tempo, parecia que já partilhamos do mesmo amor intimo entre os lenços da vida, parecia tudo estranho.

Não consigo explicar. Ele dominava-me sem perceber, a temperatura do meu corpo subia sem ver. Neste emaranhado de sentimentos aflorados em apenas 5 segundos declaro que nunca senti algo assim antes, com tamanha magnitude. Como alguém é capaz de levar-me a um sentimento tão profundo, com reações adversas e incontroláveis, com desejos de parar o tempo.

Não consigo explicar. Em 5 segundos, a cor da minha pele mudou, meu lábio com a língua molhou, minha mão suou, meu coração disparou e sentia milhares de borboletas saírem entre minhas pernas. Foram os segundos mais perfeitos que passei e quem sabe para ele, mas passados os 5 segundos cai na real. Sou casada...

Não consigo explicar. Senti-me culpada por admirar um homem que estava "nAquela rua", confesso que não consegui me conter, esse sentimento foi inexplicável, até hoje é inexplicável.

Att. Lídia, vendedora de tecidos coloridos. (Uma Historia de Ficção)
Texto Base: (Atos 16:13-15.)
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 Milhões de Confessos:

  1. Lídia era uma comerciante. Ela era natural da cidade de Tiatira. Os tecidos tingidos, que Lídia vendia eram bastante caros, coisa fina, comprados apenas pela elite política e militar de Filipos. Por isso não é difícil imaginar que ela era um mulher bem relacionada na alta sociedade filipense. Quem sabe uma espécie de Daslu, aquela loja chique de São Paulo.

    Lídia era uma comerciante bem sucedida em seus negócios. Ela havia prosperado financeiramente, era respeitada na sociedade, andava sempre bem vestidda e tinha amigos influentes. Precisa mais?

    Precisa! Lídia descobriu que nada disso fazia realmente sentido sem que o vazio existência que ela levava no peito fosse preenchido.

    Quando ela ouviu Paulo falar sobre Jesus o filho de Deus. Aquele cujo amor por nós foi maior que amor por sua própria vida, Lídia entregou-se por inteira e tornou-se a primeira pessoa da Europa, que se tem registro, a aceitar a Salvação através de Cristo Jesus.

    Esse comentário é apenas um pitaco da vida desta jovem... mais o texto foi uma inspiração de uma experiência que uma amiga minha passou esses dias no centro da cidade.

    Ótimo FDS para você.

    BJs e Abçs

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.