O Mais Fiel dos Seguidores - Relatos Secretos de Judas Iscariotes.

"Eis o relato secreto da revelação que Jesus fez num diálogo comigo. Uma semana antes de celebrar a Páscoa", o Mestre puxou a orelha de todos nós sobre não orarmos por vontade própria, mas apenas por acreditar que assim agradaria ao Pai. Olhei para os apóstolos, todos estavam ofendidos com a bronca levada e “começaram a blasfemar contra Jesus em seus corações”. No momento, fui o único a entendê-Lo. Eu era o seu discípulo favorito, o seu tesoureiro, o servo fiel.

Jesus me chama em particular e diz: “Afasta-se dos outros e eu poderei falar-lhe sobre os mistérios do Reino. É possível você alcançá-lo, mas padecerás de extremo sofrimento.” Indaguei a mim mesmo, “quais serão essas revelações?” Como um flash Ele leu o meu pensar e disse: “Você tem a tarefa maior: sacrificará o corpo que carrega o meu espírito. E há conseqüências. Você cairá em desgraça por gerações, mas um dia estará acima disso. Mostrarei um mundo superior, você estará lá...”. Para mim, as palavras eram como punhaladas que penetravam em minha alma.

É difícil aceitar está decisão, é como um rio que não pára de correr. Dá saudades das nascentes do batismo, dos riachos das parábolas e das corredeiras vinda das aulas do Mestre onde me fazia pensar dias a fio. Por isso que ele avisou, pelo menos três vezes, a sua morte era certa. Inclusive revelou que a traição surgiria no meio de nós. E os apóstolos incluindo a mim, muitíssimo contristados, começaram um por um a perguntar-lhe: Porventura, sou eu, Senhor?

De imediato, uma luz surgiu em minha mente e clareou a idéia que o Mestre revelou. O seu ministério completou aqui na terra e sua volta ao céu era urgentíssima. Para tanto, era necessário dar um fim no seu corpo carnal que aprisionava o espírito divino. Tomei coragem e cumpri à risca as ordens. Imediatamente procurei os sacerdotes para entregá-lo, e pedi uma ninharia de trinta moedas.

Por um momento pensei que estava traindo-O, era quase certo que estaria louco, e, portanto, mereceria compaixão, ou pelo menos uma cura. E pela loucura me precipitei de alto a baixo.

Textos base ou Fonte: Mt 26.1-49; 27.3-10; Mc 10.10-12; 14.18-21; Lucas 22.3-6; Jo 13,26-27; Atos 1.18; Zc 11.12-13; Jr 18.1-4; 19.1-3; 32.5-16 e por último “O Evangelho de Judas Iscariotes" em que os trechos retirados estão entre as aspas.
(Uma História de Ficção)

Autoria do texto: Hubner Braz
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

10 Milhões de Confessos:

  1. Documentário na revista época fala do "O evangelho segundo Judas"

    Por dois milênios, Judas foi apontado como o maior traidor de Jesus. Agora, documentos sugerem que ele pode ser sido o mais fiel de seus seguidores. por Ana Paula Chinelli

    Essa é a última palavra sobre Judas Iscariotes: ele não traiu Jesus. Não é, necessariamente, a verdadeira. Nem a mais correta. Mas é a última versão da história mais polêmica do cristianismo. A revelação faz parte de um manuscrito redigido há cerca de 1,7 mil anos e que passou a maior parte desse tempo perdido em uma caverna no deserto egípcio. Escrito em copta, o idioma usado na redação de manuscritos no Egito antigo, o texto não deixa qualquer dúvida sobre os segredos que promete revelar. Na linha que abre a primeira das 13 folhas encontradas está grafado em destaque: Evangelho de Judas.

    ResponderExcluir
  2. A tradução do manuscrito foi apresentada em abril de 2006, após 5 anos de trabalho.

    Autenticação, restauração e decodificação foram feitas pela Fundação Mecenas, da Suíça, e bancadas pela National Geographic Society.

    O resultado deixou historiadores e arqueólogos eufóricos. Afinal, descobertas como essa são raras e têm poucos precedentes – em termos de valor histórico, o evangelho pode ser comparado ao encontro dos Pergaminhos do Mar Morto, em 1947, que nos trouxe a mais antiga Bíblia conhecida, ou dos Manuscritos de Nag Hammadi, em 1948, que revelou ao mundo a existência dos evangelhos apócrifos.

    Juntos, todos esses textos estão permitindo que pesquisadores reconstruam a história do nascimento da religião que mais tem fiéis no mundo.

    “Por 2 mil anos, acreditamos que as únicas fontes sobre a vida de Jesus eram os 4 evangelhos canônicos: Mateus, Marcos, Lucas e João. Mas, nos últimos 50 anos, vimos que eles são apenas um pequeno exemplo entre vários textos que foram escritos nos primeiros séculos após a crucificação”, diz Elaine Pagels, professora de religião na Universidade de Princeton.

    Não que o Evangelho de Judas fosse exatamente um desconhecido. Estudiosos da religião já sabiam de sua existência por causa de uma carta escrita em 178 d.C. pelo então bispo de Lyon, santo Irineu – o homem que decidiu que apenas os evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João entrariam na Bíblia. Em seu texto, Irineu citava nominalmente o Evangelho de Judas em meio a outros textos que o desagradavam pelo conteúdo “herético”.

    O manuscrito recém-traduzido afirma que o único apóstolo a entender todo o significado dos ensinamentos de Jesus foi Judas.

    Ele mesmo, o homem cujo boneco é espancado anualmente na Páscoa brasileira. Cujo uso do nome é proibido na Alemanha. O sinônimo definitivo de traição. E, goste ou não, a última chance de rever esse estigma sobre o apóstolo é o evangelho.

    “Desconhecemos a existência de qualquer outro documento que relate a vida de Judas”, afirma Stephen Emmel, professor de estudos coptas da Universidade de Münster, na Alemanha, e um dos primeiros estudiosos a entrar em contato com o manuscrito.

    Estamos, portanto, diante da última palavra sobre Judas Iscariotes.

    Mas não podemos esquecer que o que está proposto no texto acima é apenas uma historia de ficção.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante do seu blog e virei com certa frequencia (a mesma das minhas postagens, o que né muito, mas realmente gostei da sua forma de escrever). Acho que estou cansada de textos clichês e o seu vem trazer um visão de Judas muito curiosa e de forma interessante. Enfim, nem tudo e todos são o que aparentam ou pensamos ser...

    Ta. Enfim. Parabéns =D


    julianamgoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Pois é Hubner daqui a pouco vão dizer que ele Judas é uma espécie de Co-Salvador pois teve participação na morte do Cristo RSRS , mas só falta isso, eu não duvido de mais nada, do jeito que as coisas estão. Pessoas não aCreditando em Deus, muitos a favor do aborto que não deixa de Ser uma pena de morte para bebês inocentes e doentes,e falam disso que uma tranquilidade que só vendo, e ainda dizem que é para o bem estar das mães e que estão lutando para a melhoria do país rsrs agora vc ver uma coisa desta, um país que mata seus filhos isso é melhoria onde?? e por aí vai srsrs
    como diz um amigo meu do orkut , irmã só a "graxa" rsrs
    Ah! olhe só meu amigo fiquei feliz pacas http://www.ubeblogs.net/ meu blog ganhou um livro legal!

    ResponderExcluir
  5. E mais uma vez, parabéns pelo texto. Vc esta cada vez melhor!

    ResponderExcluir
  6. "Eu sou Judas. Voltei para cumprir a minha missão!" é o nome do meu livro, que dentro de 30/60 dias será publicado. O livro pretende devolver ao sal o seu sabor. Ele é um projeto de vida, um testemunho de fé em Jesus Cristo, que foge disto que aí está. Nele Jesus é o Salvador do mundo,não por um toque de mágica, mas dentro de um plano inteligente, sem milagres. Vou correr o Brasil inteiro, para divulgar este projeto e o objetivo é encontrar novamente doze que voltam para se reunir por um reino justo. Como eu sou o último da lista, sou o primeiro a voltar, pois conforme as Escrituras "os últimos serão os primeiros".
    Penso que a hisória vai colocar algum dia tudo em pratos limpos. Independente dos documentos, quem ler o livro, terá de reavaliar a sua postura em relação a este discípulo e principalmente o conceito de fé em Jesus Crito.

    ResponderExcluir
  7. Ju,

    Seja bem vinda neste espaço da blogosfera, já estou te seguindo também.

    BJs linda

    ResponderExcluir
  8. Rô,

    Primeiro, quero parabenizar pelo livro que você ganhou no sorteio.

    Segundo, você estava falando de Judas, olha só, ele chegou.

    Terceiro, o mundo está cheio de explicações mirabolantes dos evangelhos, mais os únicos que sabem a verdade, são aqueles que viveram naquele tempo. E nós, bem.. cremos por vista.

    Bjs linda

    ResponderExcluir
  9. Seja bem vindo ONG,

    Gostaria de ler este livro sim... se puder mandar pra mim, ficaria muito satisfeito e feliz.

    Volte sempre...

    ResponderExcluir
  10. Eu gostaria que todos os 85 comentários que este texto recebeu no Blog CPFG fosse parar aqui, mais infezmente não sei fazer isso.

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.