A Última Noite - Confissões de Áquila à Priscila

-->
Ainda me lembro daquela noite como se fosse à última.

Foi à primeira noite que você me viu despir, enquanto eu trocava de roupa. A primeira noite que eu escorreguei debaixo das cobertas com você. A primeira noite que estávamos passando juntos. O quarto estava tão escuro, que era quase preto – só salvava a luz do luar que dançavam por entre as cortinas da janela.

Nós estávamos em Jerusalém - a cidade da adoração. E não conseguimos dormir.

Você não sabia, mas naquele momento eu estava tão nervoso. Você não foi à primeira menina que eu compartilhei na cama, mas por algum motivo, eu me senti como se meu coração estivesse prestes a pular fora do meu peito. Em um movimento suave, eu te apertei em meus braços. Você olhava para mim como eu ansiosamente olhei para você.

Você dizia que ainda não estava pronta... Eu não queria que se afastasse de mim. Então esperei.

Eu coloquei minha mão no seu coração. Você prendeu a sua respiração, segurou-a pelo que pareceu uma eternidade. E então me inclinei e beijei-a suavemente e continuei abraçando-a por toda a noite.

Eu ainda não tinha certeza se eu te amava. Mas, naquele momento, eu sabia que você era diferente. Você não era como as outras meninas. Você não me apressou ou me fez sentir mal. Nem me fez sentir obcecado.  Eu queria aproveitar cada segundo ao seu lado, aquele dia foi mágico.

Pacientemente, esperei por você até que você estivesse pronta. Pronta em todos os sentidos. Eu ansiava tee-lá em minha vida eternamente...
 
De: Áquila o judeo. 
Para: Priscila à italiana. 
Texto Base: Atos: 18.2 (Uma história de ficção) 


Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.