Como Sou Uma Pessoa Má... - Confissões da Rainha de Sabá à Salomão

“Eu tenho alguém que amo muito. Mas esta história não é sobre ele.”

Está história é sobre um homem que morava cerca de 1935 milhas de distância que de alguma forma acabou a poucos metros de mim no seu palácio real. Inteligente, atraente, divertido, tinha um jeito impar com as palavras, falava coisas que eu nunca ouvi antes. Torcendo palavras e frases para pintar belas imagens do mundo que eu bem conhecia. Eu via em minha mente as imagens que eu sempre imaginei, mas era muito mais colorido do que nunca. Eu sou uma menina inteligente e não sou facilmente impressionada, mas esse cara me capturou. Ele é tão especial, mas não posso tê-lo. Ele me diz que sou especial, mas não é a mesma coisa e eu não posso concordar com ele. Eu provavelmente nunca vou encontrar alguém como ele, mesmo se eu viver cem anos.

Um dia, encontrei-o em seu dormitório, ele me beijou. E eu não o impedi. A única coisa que eu disse foi: “Como sou uma pessoa má...” Ele perguntou “por quê?” E eu respondi que tenho alguém que me importo muito. Ele diz “não mente pra mim!” e eu não tive força de vontade para impedir o intenso amor que tivemos naquela noite. Isto aconteceu por mais quatro dias consecutivos. Eu finalmente disse que eu não podia continuar com isso, porque eu estava traindo a pessoa que eu me importo muito, muito, muito... Ele chorou e me senti a pior pessoa que já caminhou sobre este planeta.

Dias depois, Ele insistiu. Eu lhe disse que eu não conseguia mais enganá-lo, e a magia que ele sentia sobre mim se quebrou. Ele culpou as regras da sociedade e o jeito do meu pensar. Ele não me queria mais para sempre. Ele simplesmente queria uma paixão para compartilhar. Poder-nos-íamos até compartilhar, se eu não tivesse um namorado, enquanto isso a paixão acendia intensamente até a minha volta à Etiópia, que para mim duraria mais um ano. Mas tive que apressar a minha volta e abandonar este sentimento doentio que me consumia a cada dia.

Esta atitude egoísta e juvenil que tomei, foi como receber um tapa na minha cara. Eu sinto que este foi o meu teste. Muito parecido aos grandes romances juvenis, eu sabia que não passaria eternamente com ele, mas não deixei passar a oportunidade dos “instantes insanos” que me entreguei de corpo e alma.

Para o resto da minha vida, esta será uma lembrança, minha sina. Eu nunca pensei antes que trairia alguém, nunca se passou por minha cabeça. Essa lição me mostrou uma coisa, nem todos são de ferro, e sei que não existirá outra pessoa que me capture e me envolva tão perfeitamente como ele fez. Eu não vou encontrar semelhante a ele, mesmo que eu procure pelo resto da minha vida.

Eu o encontrei. Eu sei disso. E eu sei que falta loucura para agir, mas talvez eu morresse agindo, ele é o homem que um dia casará e não quero atrapalhar a sua decisão.

Eu nunca...
Nunca...
Levarei comigo...
Mas nunca esquecerei...
Só me restou, as marcas que ele deixou, para sempre...
Como testemunhas ocultas nos locais mais íntimos e delicados do meu corpo.

Essa é minha Confissão Insana...

Magda (Rainha de Sabá – Etiópia)
(Uma História de Ficção)
  
Referência: 1Rs: 10.1-13

1- E ouvindo a rainha de Sabá a fama de Salomão, acerca do nome do SENHOR, veio prová-lo com questões difíceis.
2- E chegou a Jerusalém...; e foi a Salomão, e disse-lhe tudo quanto tinha no seu coração.
13- E o rei Salomão deu à rainha de Sabá tudo o que ela desejou...; então voltou e partiu para a sua terra...
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

21 Milhões de Confessos:

  1. Mais um texto: Vou deixar algumas curiosidades sobre o local exato que veio a Rainha de Sabá...

    Há duas sugestões mais aceitas quanto à localização do reino de Sabá:

    * Sul da Arábia, no atual Iêmen e ao
    * Nordeste da África, localizada na Etiópia.


    A primeira opção foi por muitos anos a mais aceita entre os arqueólogos, pois ali se encontraram registros de uma civilização próspera cuja principal atividade comercial era as especiarias. Os livros dos Reis e Crônicas de Israel narram que um dos presentes trazidos do Reino de Sabá para Salomão quando da visita da Rainha de Sabá foram especiarias cuja sua quantidade jamais foi superada por outro reino (I Rs 10.10).

    Segundo esta hipótese o Reino de Sabá encontrava-se a cerca de 2.000 km de distância de Jerusalém, a 2.000 metros de altura nas cordilheiras arábicas. Segundo o Werner Keller em seu livro “... e a Bíblia tinha razão” ele refere-se da seguinte forma a este reino: “Sabá foi noutro tempo o país das especiarias, toda ela um jardim florido fabuloso, recendendo a todos os aromas mais deliciosos deste mundo.”
    O segredo de ostentar o título de “país das especiarias” se dá ao fato de que as águas captadas do rio Adhanat e das águas pluviais eram direcionadas a um dique onde ali eram distribuídas entre canais fazendo com que os jardins fossem regados de forma eficaz.

    A segunda opção, de que o reino de Sabá tenha sido na Etiópia é também uma hipótese bem aceita. Recentemente uma equipe de arqueólogos alemães liderados pelo conceituado professor Helmut Zierget descobriu o que seria o palácio da Rainha de Sabá. Neste palácio que data do século 10 antes de Cristo teria sido guardada durante algum tempo a Arca da Aliança segundo diz a nota da Universidade de Hamburgo. Este palácio fora construído por Menelik I, rei da Etiópia, filho da rainha de Sabá e do rei Salomão. Os restos da construção foram encontrados por um acaso debaixo de um palácio de um rei cristão localizado na cidade de Axum-Dungur na Etiópia.

    Fato é que as duas localidades citadas como o suposto Reino de Sabá, que originalmente tinha por nome Shebá, preservam as características bíblicas de ter sido uma cidade imponente e próspera durante o mesmo período que viveu o rei Salomão.

    Continua...

    ResponderExcluir
  2. Agora sobre a Rainha:

    A rainha de Sabá na Bíblia não registra o seu nome porém para os etíopes o nome desta rainha era conhecida com o nome de Makeda, Magda, Maqda ou Makera, que tem como significado grandeza. Para os islâmicos era chamada de Balkis ou Bilkis, o historiador Flavio Josefo a chamou de Nicaula ou “Nikaulis”, a rainha da Etiópia.

    Mas o que me chama atenção da rainha de Sabá é quanto à motivação dela em ir a Jerusalém para encontrar-se com o rei Salomão. No primeiro livro dos reis capítulo dez e respectivamente o segundo livro das crônicas no capítulo nove registram a visita desta rainha a Jerusalém e a sua motivação. O que poderia ter levado aquela rainha a se deslocar de sua terra longínqua e próspera a encontrar-se com o Rei de Jerusalém? O texto nos informa que não foi apenas à fama das riquezas do reino que fizeram “brilhar os olhos” daquela rainha, não foram os feitos do rei daquela nação, não foi à beleza do rei, mas sim, a relação entre Salomão e o Senhor (I Rs 10.1). O texto demonstra que além de próspera materialmente (ela presenteia com ouro, especiarias e pedras preciosas) a rainha de Sabá tinha o interesse de conhecer não apenas o efeito, mas a causa para tanta prosperidade daquele reino.

    Muitas especulações envolvem um possível romance entre o Rei de Israel e a Rainha Sabá onde segundo a lenda, desta união teria sido gerado um filho. Mais vale lembrar que este texto é uma Ficção...

    Ótimo feriado pra você e volte sempre...

    ResponderExcluir
  3. Hubner,

    Eu ainda estou digerindo seu texto..
    Sabe quando você "Sorve" cada palavra, e tenta fazer dela o melhor entendimento??
    Perfeito seu modo de escrever, perfeito, sempre digo que isso é um DOM!

    To lendo tudoooo com calma!

    Um grande abraço, e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Hubner.

    Prazer em conhecê-lo!
    Seu espaço é muito interessante. Gostei dos textos!

    Obrigada pela presença em meu blogue. É uma alegria recebê-lo, viu?

    Sigo-te tb! :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. adorei seu blog! Obg pela visita que fez ao meu e os comentarios sobre os desenhos.
    Vc escreve muito bem ;)

    seguindoo =D

    ResponderExcluir
  6. Olá querido, que dom, Deus do Céu.
    Vou ler tudo aos poucos.

    Algumas pessoas conseguem mecher com nosso-intimo-tão-profundamente.
    Que tu continue tocando em almas.

    Te seguindo, obrigada pela visita ao meu.
    Não percamos o contato.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Que belo é o modo como escreve, caro amigo. Gosto das tuas palavras, parecem expressar algo íntimo nos textos que escreve, isso é incrível.

    Seguirei você, e voltarei sempre, beijos.

    ResponderExcluir
  8. Sil,

    Obrigado pelos elogios, estou com o rosto vermelho... Fico feliz em saber que sempre voltará...

    Bjxxx

    ResponderExcluir
  9. Colecionadora de Silêncio,

    Prazer em conhecer o seu blog também... amei aquele espaço... voltarei sempre...

    BJss

    ResponderExcluir
  10. Bruna,

    Você desenha muito bem, fiquei maravilhado com tamanho talento.

    BJss

    ResponderExcluir
  11. Theroly Rodrigues

    Não perderemos o contato... Seu blog estará em destaque...

    BJss

    ResponderExcluir
  12. Altos Sussurros

    O Confessionario foi feito para confessar e aquele que ouve guarda o segredo...

    Aqui os segredos mais intimos são revelados... E isso que sente a minha alma...

    BJss

    ResponderExcluir
  13. Maravilhosos seus escritos!!

    parabéns!!

    obrigada pela visita!!

    virei fã daqui beijo

    ResponderExcluir
  14. vou anotar seu email e deixar o meu na pagina ,acho melhor, tenho medo que mandem apagar meu blog, eu provoquei umas pessoas no twitter e elas vigiam meu blog...mas vou decidir o q fazer,quem sabe com o fim das eleições tudo se resolva, mas brigada, vou anotar seu email!Paz

    ResponderExcluir
  15. Gostei dos seus textos e do seu blog!
    parabéns!

    beijos e obrigada pela visita
    =)

    ResponderExcluir
  16. Ow ! Grata *-*


    confesso : amei !

    paz pra você .. bjoones ;*

    ResponderExcluir
  17. Oi Hubner,
    Obrigada por está me seguindo no blog e por ter gostado dos meus escritos. Tbm gostei dos seus falei de uma paz que poucos tem, interessantes demais. Vou voltar várias vezes por aqui e nos outros blogs que vc escreve tbm.
    É prazer tê-lo por aqui.
    Um beijo,
    Fé Fraga.
    http://mefaltaumpedacoteu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Lindamente, é assim que escreves!

    Parabéns, você tem o dom!

    beijo :*

    ResponderExcluir
  19. Obrigada pela visita,
    volte mais vezes!
    (:

    Seguindo-te!

    Beijo meu.

    ResponderExcluir
  20. Moço,
    que alegria sua visita no meu Inventário. E que maravilha de casa vc tem aqui!
    Volte mais, sempre!
    Também te sigo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Siga-nos agora:

    KURTIÇÃO SOROCABA & REGIÃO

    http://kurticao-sorocaba.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.