A Reconciliação – Confissões de Oséias à Gômer

Eu costumava esperar por você. Dias passariam até eu vivenciar a sua presença e ouvir as suas desculpas..., mas eu estava tão contente por finalmente ouvir de você um “eu te amo” que eu ignorei todos os seus deslizes.

Ignorei a ponto de esquecer que eu merecia uma pessoa melhor. Ignorei a ponto de esquecer que eu realmente precisava de alguém que iria valorizar-me, admirar-me, respeitar-me, amar-me completamente, assim como eu amei você. Sinto que eu nunca vou conseguir isso de você.

Eu nunca vou conseguir deliciar-se por inteiro na doçura que tu és, ou trocar caricia mutuas fazendo jorrar rios de suor nos nossos corpos, ou explorar as suas curvas infinitas com as minhas mãos hábeis. Eu nunca vou poder te abraçar novamente, te beijar e passar meus dedos ao longo do caminho da perdição, você foi simplesmente cruel, você foi demasiadamente rude. Eu não posso lidar com a insensibilidade e as piadas que fazem de mim por causa de você. Eu não posso lidar com o seu comportamento degradante que está patente perante mim.

Você está arrependida? Bem, isso é maravilhoso, mas eu não quero desculpas. Quero uma mudança de comportamento, uma mudança no caráter, e eu não vou forçá-la a mudar, porque eu a conheço muito bem. Trata-se de quem você é, é assim que você é, e eu não tenho que tentar mudar isso. Eu estou tentando aceitar o seu jeito, esperando a mudança e seguir em frente.

A verdade é que eu estou caído de amor por você.

Oséias (O Profeta)

(Uma Historia de Ficção)
Referência “Tradução NVI”: Oséias 3.1 - O SENHOR me disse: “Vá, trate novamente com amor sua mulher, apesar de ela ser amada por outro e ser adúltera. Ame-a como o SENHOR ama os israelitas, apesar de eles se voltarem para outros deuses e de amarem os bolos sagrados de uvas passas”.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

19 Milhões de Confessos:

  1. É muito triste amar um traidor e impossível não perdoar por amor.

    Beijos de passarinho!!!

    ResponderExcluir
  2. Interessante é querer a mudança de caráter, mas sem forçar a situação, pois a pior coisa é tentar mudar o outro. Paz Hubner, muito bom o texto, como sempre. dez!

    ResponderExcluir
  3. muito bom seu blog, :)
    Obrigada pela visita!
    tô te segundindo, :D

    ;***

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tudo bem? Fiquei muito feliz com seu comentário. E, após conhecer seu blog, posso dizer que a declaração é recíproca. Amei!!!!
    Você conseguiu trazer as profundas verdades bíblicas para o contexto social da atualidade.
    O que mais posso dizer? Parabéns!!!!!
    E agora tenho muita leitura pela frente por aqui, rs. Forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. Olá

    Seja bem vindo ao meu blog.
    Adorei aqui.

    Beijos meus

    ResponderExcluir
  6. Nossa Hubner!
    Que lindas coisas vc escreve!
    E achei mais interessante ainda por se tratar de referencias de personagens bíblicos.
    Bem, além de amigos blogueiros, somos irmãos em Cristo!
    Já colokei na lista de prediletos e estarei aki sempre!
    Passa lá de vez em qdo tb!
    BeijO*-*
    http://www.evesimplesassim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oiiee

    obrigada pela visita e por seguir.

    Volte sempre.

    Estou te seguindo tb.


    bjss

    bom FDS

    http://antene-semakeup.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Valéria,

    É dificil amar e perdoar um traidor... Imagine a cabeça de Oséias???

    Como ele superou isso tudo??? Só poderemos explicar através do amor!!!

    Volte sempre, BJss

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Rô, sua presença é uma honra.

    BJss

    ResponderExcluir
  10. Andrea Pacheco

    Que ótimo saber que estas me seguindo e ainda continuará lendo alguns dos meus textos que entre os mais polêmicos estão:

    - Jesus, porque fez isso comigo? - Lázaro e a Ressurreição
    - Confissões de um "aborto" ao Mestre Jesus.
    - O Mais Fiel dos Seguidores - Relatos Secretos de Judas Iscariotes
    - O Desejo da Eutanásia - Confissões da filha de Jairo.
    - Serei Uma Eterna Virgem - Confissões da filha de Jefté
    - Minha Anorexia Santa - Confissões da Filha de Jairo
    - Abstinência Sexual- Confissões de Marcos a uma jovem

    Entre outros...

    Pode ler a vontade e volte sempre.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  11. Fernanda,

    Fique a vontade.

    ObrigadoOoOo!!!

    ResponderExcluir
  12. Evelin Pinheiro,

    Que bom que achas lindo, tem um texto sobre a confissão de Maria Madalena à Jesus que nós comentarios falará sobre os objetivos.

    BNjaa

    ResponderExcluir
  13. Hubner, lindo seu nome, "um garoto moderno, cheio de atitudes e questionamentos sobre a sociedade atual. Um cara cheio de princípios éticos."
    Muito legal.

    Lindo o que vc dita por aqui.
    Obrigada pelo carinho lá na minha alma.
    Virei mais.

    xero na alma.

    ResponderExcluir
  14. Olá! Como encontrou meu blogger? É um recém-nascido, não imaginei que alguém de tão longe pudesse se interessar por ele.
    Amei seu comentário!
    Te sigo!
    Bjbj,
    TL.

    ResponderExcluir
  15. A única coisa que nos leva a perdoar é o amor.
    Lindo texto!
    Te sigo também,
    beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi Hubner
    Interessante a mecãnica como desenvolves a ideia bíblica. Atual e contextualizada. Gostei muito.
    Obrigada pela visita e por tuas palavras.
    Somos seguidores recíprocos agora.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Olá Hubner.
    Parabéns pelo ótimo texto. Você trouxe à tona os sentimentos mais intimos do profeta. Geralmente quando lemos tais história temos por vício pensar apenas no todo e acabamos nos esquecendo das personagens presentes em tais narrativas. Muito bom!

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.