Talvez Um Dia - Confissões de Potifar sobre sua mulher e José


Quando ela mandou o bilhete me dizendo que realmente queria me ver, acendeu aqui dentro uma chama de esperança. Pena que quando recebo os bilhetes dela os momentos juntos são sempre fugazes. Eu apenas a imagino dizendo, que realmente quer me ver, sabendo que existe outro que ela não pode ter. Ela colocou o “outro” em segundo plano, pois sabia que não precisava dele agora por ele está preso.

Por isso que precisa de mim, porque não pode tê-lo. Eu sou uma distração. Faço-a sentir quente por dentro, eu alivio sua dor, e quando ela está em torno de mim ela não fica mal-assombrada e consumida por pensamentos dele. Sou capaz de confortar e tirar sua dor, mas são sempre momentos fugazes. Depois que ela encontrar com “ele”, ela não vai precisar de mim. Eu sou dispensável e isto dói. E esta é a forma injusta do amor.

Sei que ela precisa de mim...

E eu quero ter ela...

Todo mundo quer se sentir importante...

Tudo o que ela me diz: cada pensamento, cada sonho, cada sentimento já foi dito. Ela me conhecia como a palma da sua mão. Ela me amava. Ela me ama. Ela precisa de mim. Temporariamente. Eu penso nela, e só posso pensar nela. Eu não sou ele. Será que ela quer que eu seja? Eu serei como ele? Será que ela gostaria de ser como ele? Será que ela nunca deixará de amar ele?

Eu não sei se eu quero continuar com ela se eu não posso ter tudo dela... Mesmo que eu fale isso, considero uma mera mentira da minha parte, pois é claro que eu a quero. Eu só não quero o que ela quer. Quando ela olha para o lado e está distante, é bem provável que ela está pensando nele. Por isso, eu não consigo ver nós dois juntos. Quando penso nela e ouço seu nome, sinto apertos em meu coração, mas não é certo. Eu não consigo ver nós dois juntos. É como se o mundo deveria tê-la e eu não. Como ela estava certa. Ela está certa. Não é apenas no momento certo.

Temos liga. Temos química e estamos confortáveis. Nós sentimos anestesiados e no mundo da lua.

O que acontece que ela insiste que ele volte?

Mas eu já sei a resposta para isso.

Talvez um dia ela vá me amar. Talvez um dia ela não vá querer ele, nem que eu seja ele para ser seu. Talvez um dia ela vá pensar que eu sou realmente lindo e olhe para mim da maneira que eu olho para ela toda vez que eu a vejo. Mas, novamente, quem sabe um dia eu vou chegar à cima dela. Talvez um dia eu possa olhar para ela e dizer: "Você não vale tanto quanto eu pensava", e realmente acredito nisso. Talvez um dia eu vá ser capaz de pensar em alguém que mereça...

Potifar (Oficial do faraó e capitão da guarda)
Texto Baseado em: Gn: 39.5-10 (Uma História de Ficção)
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 Milhões de Confessos:

  1. Gostaria de deixar uma informação sobre o significado da palavra "Fugazes".

    Sig: Que dura pouco; fugidio; transitório; a todo vapor; muito rápido; veloz.

    Ótima dia pra ti...

    ResponderExcluir
  2. Queria que durasse pouco o meu sofrimento como o de Potifar, não sei o que ele fez pra merecer uma mulher desapaixonada, talvez nada, talvez sim, eu porém não queria e não tive culpa.Mas "durar pouco, fugidio,muito rápido e veloz é meu maior sonho, queria ter amnesia para esquecer o que não me pertence,e nunca pertenceu e nunca lutei pra ter, nem lhe arranquei a capa tampaouco,muito menos o acusei inocentemente,pelo contrário meu José nunca foi íntegro, de caráter, nem fiel a Deus,foi o contrário de tudo isso e muito mais, eu fui a vítima.Mas sei o que significa :amor proibido.Como somos cristãos façamos a vontade do Senhor, e que dure bem pouco essa paixão transitória (3 anos ..pra ser sincera..rsss)Platônicamente....
    Mas meu Potifar sabe que ele causou tudo isso.E meu José sabe que é um canalha. José de Jacó-Israel, é um dos meus personagens favoritos da bíbilia, homeme fiel a Deus e a sua natureza, amo demais ele.
    Ah brigada por me incluir em suas insipirações, fiquei lisonjeada,Hubner!!
    Feliz Natal!!!

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.