A Ausência do seu Olhar - Confissões de Agar á Abraão

Há muito não te vejo, nem sinto teu olhar a me observar.

O tempo passou, e com ele passaram-se meses, dias, horas e segundos, e para mim, é como se tivesse congelado o mundo porque simplesmente, não sinto mais, teu olhar a me observar.

Hoje to sofrendo a ausência desse olhar, to nostálgica sei lá, porque amava quando ficavas a me observar, amava tanto que sentia meu corpo transir e queimar, somente com teu olhar.

É bem verdade que dizia que teu olhar de mim jamais iria tirar, pois eu era jóia rara, difícil de encontrar, mas não foi bem assim, porque tirou teu olhar de mim? Por quê?

Creio que nem sempre somos culpados pelas adversidades a que somos expostos, nem sempre, e com nós dois tenho certeza que fiz tudo que pude para permanecer sob teu olhar.  Com o passar do tempo, é que pude perceber que a ausência de teu olhar é simplesmente a prova de não me amar. Mas e se... Tudo isso for um sonho? E se... Quando eu acordar... Não mais me lembrar de teu olhar? Será esse o mistério que o destino me reservou?

Sinceramente, seria a grande jogada, pois o destino facilitaria tudo, tudo mesmo.

E se eu estiver errada? E se... Não for um sonho, e tudo que existiu entre nós não puder ser quebrado com essa ausência de teu olhar, com a distância ou com o tempo.

Meu... Seria hilário, maravilhoso!  Mais infelizmente, entre o sonho e a realidade, tua jogada foi melhor, pois sem razão, nem explicação, tirou teu olhar de mim. Simples assim...

E meus olhos não conseguem se acostumar com a ausência desse olhar, é esse o problema... Eles não conseguem, não mesmo.

Talvez eu esteja sendo egoísta, porque durante todo esse tempo tudo que eu queria e precisava, era ficar sob teu olhar, somente sob teu olhar.

Vivo então a alternar os opostos e sigo sempre amando e sofrendo, amando e sofrendo...

Não dá para entender, é difícil de aceitar, razão, emoção, sabe lá, de repente eu sofro tanto, por não colocar a razão á frente da emoção. Tudo bem simples não?  Olhando pela razão claro, porque pela emoção, porra, não é bem assim, não é não.

Olhando por dentro, dói em mim, dói tanto que tenho que fazer algo para parar essa dor, e esquecer de vez a ausência de teu olhar, que durante todo esse tempo tem feito é me machucar e me machucar.

Então usarei toda minha dor para lapidar meu prazer, usarei de todos os obstáculos para abrir uma janela para a vida. E como “jóia rara que sou” tenho que parar de sofrer pela ausência desse olhar e continuar, Pois estou viva, e essa, é a grande verdade! Não posso mais esperar pelo teu olhar, que sem razão aparente, resolveu deixar de me observar e certamente não voltará.

Insistir nisso... É me machucar. E meu coração precisa continuar mesmo sem teu olhar ele precisa continuar, precisa continuar.
 
Agar (Serva egipcia de Sara e Abraão)
(Uma História de Ficção)

Referências: (Gênesis 16:2) “E disse Sarai a Abrão: Eis que o SENHOR me tem impedido de gerar; entra, pois, à minha serva; porventura, terei filhos dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai”. E Agar gerou de Abraão, a Ismael passando Agar a desprezar sua senhora trazendo com isso tormentos na vida de Abraão que teve de mandar Agar e Ismael irem embora, com certeza isso fez Abraão com grande tristeza. No deserto Deus prometeu para Agar que de Ismael, (Gênesis 21:17 e 18) “E ouviu Deus a voz do menino, e bradou o Anjo de Deus a Agar desde os céus e disse-lhe: Que tens, Agar? Não temas, porque Deus ouviu a voz do rapaz desde o lugar onde está. Ergue-te, levanta o moço e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação”. (Dele descende os árabes).
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 Milhões de Confessos:

  1. Olá... Tudo bem?

    Você está agora dentro de um confessionário, onde tudo que acontece contigo poderá ser contado em segredo...

    E seguindo a idéia da Cris, estou maquinando meu próximo texto que será relacionado ao Bulling's e envolve a infância de mefibosete.

    Abraços e bjs,

    Volte sempre!!!

    ResponderExcluir
  2. Amei esse texto.. É tão intenso, tão real... Consigo ver um pouco de mim em cada linha... Amei mesmo. Deus abençoe!

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.