Querido Coração - Confissões do Autor

Querido coração,

Você está estranho.

Primeiro você deu uma chance ao amor, amando a pessoa errada por muito tempo.

Você se abriu e deu tudo que tinha. Entregou-se por completo, sem pensar que você jamais iria se machucar. Entregou-se por dois longos anos. Você amou com tudo o que tinha direito mesmo sabendo que o outro coração não te amava tanto.

Você se manteve amando e amando, esperando que o outro coração se entregasse no meio do caminho. Você dizia: Não me dou pela metade, não sou teu quase amor, nem meio amigo, sou tudo ou nada!

Então, realmente o tempo veio... O tempo em que você se machucou. O sofrimento, não foi por um curto período de tempo, você ficou ferido durante um semestre. Durante meio ano... Você ficou completamente quebrado e despedaçado. Tão quebrado que todo mundo percebeu isso.

Você nunca vai querer dar uma chance ao amor novamente, nunca mais. Por que você iria dar outra chance ao amor se você tem passado por tantas traições e mentiras?

Um dos meus velhos amigos uma vez me disse: “Ela rasgou o seu coração; Ela pisou em cima dele descarregando tudo o que queria, esmagando-o em pedaços e então o abandou, apenas deixou-o lá, ao relento, sujo com as marcas das pisadas” e, honestamente, estou muito arrependido. Tão, tão, tão, tão, tão triste por deixar você passar por tanta dor, a dor do amor não correspondido.

É por isso que desejo mantê-lo preso. Eu nunca iria colocá-lo novamente em meio a rodeios românticos passiveis de sofrimentos e dores. Então, até aquele momento eu não conseguia mais me encantar por ninguém... Por ninguém mesmo. Até a vida me pregar uma de suas peças.

Um rosto novo surgiu do nada. Era incrível, o rostinho delicadíssimo que passou por minhas pálpebras e foi em sua direção, fiquei trancado, paralisado. Para piorar, ouvia duas vozes. Uma era a sua me dizendo para ir atrás dela, enquanto o outro, o da minha cabeça me dizia "não" porque assim o manteria protegido.

Mas você continuou tentando sobressair ao poder da minha mente. Fiquei espantado. Quer dizer que depois de todas as coisas que você passou você ainda queria se abrir para esse rosto novo que surgiu do nada... Talvez ela seja algo especial, que mereça você, pois você quer tentar outra vez, e somente com ela.

Então, finalmente, você sobressaiu além da minha mente. E minha cabeça teve que aceitar o seu sim. E agora sou o homem mais feliz do mundo, só porque ouvi o meu coração, sinto que você está curado. Está muito melhor.

Você me ajudou a afastar-se daquela garota que te deixou partido e amargurado, para se unir a esta menina que te deixa feliz e sorridente. Depois de seis meses, você decidiu. Dará mais uma chance ao amor. Por isso, obrigado. Eu tenho um bom pressentimento acerca dela. Uma sensação muito boa. Obrigado por me dizer através dos apertos o desejo de ir ao encontro dela.

Estou tão feliz porque apesar de eu ter-te submetido a tanta dores, mágoas, lágrimas, mentiras, sofrimentos e torturas, você ainda está disposto a dar mais uma chance ao amor.

Eu posso até fechar os olhos para coisas que eu não quero ver, mas eu não posso fechar o meu coração para as coisas que eu não quero sentir. As pessoas nunca vão entender o que está se passando no seu coração, por mais que elas falem que entendem.

Atenciosamente,
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.