Isso Me Assusta – Confissões de Marta ao seu Amado


Eu acho que, "se poderia dizer que estou com medo".

1) Eu estou com medo de amar e se machucar.

2) Eu tenho medo de perder minha independência.

3) Eu tenho medo de coisas novas e desconhecidas. De como ter um namorado.

1) Existem algumas coisas que eu realmente amo na vida. Minha mãe e meu pai, meu irmão, minha irmã, meu melhor amigo, música e boa comida. Esses são meus verdadeiros amores. Eu sei que nenhum dos meus afetos jamais irá me ferir.
Além do mais as vezes que a vida colocou uma pessoa com real interesse em mim a minha reação imediata era virar a cara devido ao medo de ser colocada em uma posição vulnerável.
A única vez que eu realmente gostei de um cara, ele simplesmente me conduziu ao abismo e acabou me fazendo sentir como merda através de muitos atos juvenis.
Se eu não tivesse um motivo maior e suficiente antes de conhecer a oferta do seu inteiro amor, certamente eu estaria atrás daquele idiota, que como relâmpago veio e deixou a minha vida.
A questão que permeava o meu coração por milhões de vezes era: será que o amor vale à pena quando existe uma grande dor gerada por ele? Claro, tudo é uma doçura no início, mas o que irá acontecer após a fase da lua de mel? Ultimamente estou muito atarefada, muito ansiosa acerca dele.

2) Eu tenho quase 26. E nunca fui uma dessas meninas enlouquecidas. Nunca me permiti agir inconscientemente sem se preocupar com o futuro.
Mas agora que há outra chance para eu chegar perto de um homem, eu estou com medo de perder minha independência.
Estou com medo de perder a força que eu tenho como pessoa.
Onde estou, nos braços da família, sinto-me confiante sobre mim e minhas habilidades, e agora me encontro tão assustada, pois esse alguém poderá me colocar numa posição onde eu duvidaria de mim mesma.
Será que devo permitir-me se apaixonar por ele?

3) As novas experiências são assustadoras.
A primeira vez que ouvi sua voz, eu estava literalmente molhada.
A primeira vez que fui tomada pela sua atenção, eu pensei que estava indo ao céu.
A primeira vez que fui beijada, o mundo parecia girar ao meu redor e eu me senti completamente fora de controle – e isso não é bom.
Começar um relacionamento com uma pessoa é complexo demais e ao mesmo tempo torna um desconhecido território para mim.
Eu não saberia como agir ou o que fazer. Eu nem sei, se eu estaria disposta a beijar ou ser beijada em intervalos de tempo ao longo do dia.
Se pudessem ver os meus lábios trêmulos por está assustada o que iriam pensar de mim...
Estou com medo de ser vista, sem maquiagem, no raia da luz do dia.
Estou com medo de nem sempre estar cheirando bem, e também de não estar bem fisicamente.
Estou com medo de qualquer tipo de toque, vai que ele toque de uma maneira que eu não tenha sido tocada antes.
Estou com medo de ter que desempenhar um papel que eu não sei como fazer, porque tudo que eu posso ser, é eu mesma e eu não uma simples namorada.

Eu tento me justificar com a possibilidade de tudo isso me deixar pra baixo, dizendo a mim mesma que se leva muito tempo para pensar é porque não é pra ser.
Mas nem todo romance começa com o amor à primeira vista.
Nem todo casal começou em condições ideais.
No entanto..., eu não sei o que fazer.
A coisa mais fácil seria simplesmente continuar fazendo o que eu tenho feito toda a minha vida - nada.
Ou eu poderia colocar tudo aos cuidados do destino, dar uma chance, realizando as minhas fantasias, os meus sonhos, os meus desejos, tin-tin por tin-tin como o vento que leva a semente voadora para uma terra misteriosa.

Eu não tenho noção de quantas horas eu perdi de sono para escrever este texto sobre ele.  E... Isto me preocupa. Isso me assusta.

Marta (Irmã de Maria e Lazaro)
Referência: Lucas 10:41 “E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;”
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 Milhões de Confessos:

  1. Simplesmente intenso... fico sem palavras. Vc simplesmente consegue transmitir coisas e sentimentos reais...

    ResponderExcluir
  2. Camilinha,

    Obrigado pelos comentários que deixas neste espaço.

    Sabe de uma coisa linda, eu defino o sentimento como algo que todos seres vivos tem... animais, microorganismos, os humanos, etc.

    E até os corações de pedras são susentiveis ao sentimento expresso de uma maneira que só ela(e) consegue.

    Volte sempre, bjss...

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.