Nunca é Tarde - Confissões de Eric à Carla

Pensei que te encontrei.

Todos os dias, tudo era mais ou menos a mesma coisa para mim. Tudo era genérico. Eu costumava não acreditar no amor, e todo esse material vago.

Falo com propriedade, pois desde o envolvimento com a primeira moça, e depois a próxima e a próxima eu finalmente encontrei-me perdido no amor, é, me perdi lentamente em todas as coisas relacionadas com o amor. Foi difícil aprender, mas agora que aprendi não vou mais chorar por quem me magoou.

Tudo isso aconteceu no tempo da minha adolescência, que me fez a adaptar-se a qualquer decepção que poderia vim das pessoas do sexo feminino. Tornei-me incondicional com as meninas, sem amarras, eliminando qualquer chance de se machucar.

No início as coisas foram boas, eu era capaz de estar com as "meninas más" que sempre quis, sem ser ferido com a bagagem do “fora” que levavam consigo. Por isso, não perco tempo fazendo planos. Seria muita ingenuidade pensar que somos donos do nosso destino.

E então eu encontrei.

Você brincou comigo sobre as coisas que eu falava e ao mesmo tempo eu brincava contigo. Eu sabia que os seus milhares de casos com os meninos era verdade eu também esperava que você sentisse ciúmes pelo que eu dizia.

Começamos a falar após o primeiro encontro da praia, ocasionalmente, o primeiro lugar, que em seguida, tornariam o lugar dos encontros. Uma vez, duas vezes e, eventualmente, a cada instante para ficarmos juntos.

Mas o problema é que você e sua má reputação estavam começando a me massacrar. Não eram apenas os meus amigos que me alertavam contra suas ações no passado, mais o seu jeito. Então eu escondi dos meus amigos o fato do nosso encontro, na esperança de que finalmente eles esqueceriam você. Quando o assunto em questão é o amor, nunca é tarde demais.

Ao seu lado, tudo era mágico, surreal, surpreendente. Você não faz falta como pensei que faria... Faz muito mais do que eu poderia ter imaginado. Pouco a pouco eu vou ficando sem idéias, idéias de como esconder a falta que você tem feito.

Quando eu encontrei você tudo mudou.

Comecei a passar cada segundo da vida pensando em você, imaginando o que você estava fazendo e o que você estava pensando. E quando eu te via tudo parecia tão fora de controle, mas no fim, ao mesmo tempo controlável.

Nós dois não pareciam como aqueles que normalmente se amarram. Ambos tínhamos sido pessoas que tinham seu próprio quinhão para cuidar, e foi por isso que nós dois tínhamos dificuldades de se abrir.

Eu tão desesperadamente queria dizer as enamoradas, mas não queria que você pensasse que eu era galinha, eu acho que é bobagem dizer a ti sobre o passado, porque ambos sabemos que não importava o que eu iria falar porque você já estava comigo.

Quando eu te encontrei eu me tornei do tipo ciumento.

Este é o tipo de pessoa que eu sempre odiei. A idéia de que alguém pudesse ficar com ciúmes de uma moça que não era a dele ainda, parecia estranho e um tanto difícil de compreender. Até agora..., até o momento em que te encontrei.

Tudo é tão fácil para nós, aquela sensação de borboletas no meu estômago era constante e os sentimentos que começava quando seu nome aparecia no meu celular é o tipo de sentimentos que nunca pensei sentir. Então, agora eu espero, eu espero por você para me dizer como se sente, a confessar tudo, deixe-me saber tudo se abra pra mim.

Quando eu te encontrei Eu mudei e você me mudou.

Você realmente me mudou, e eu sei que no momento em que você me disser que tudo será maravilhoso para nós. Eu sentirei a sua mudança também.

Por enquanto eu vou esperar, eu vou agarrar no nosso primeiro, segundo, terceiro e vigésimo beijo. O pior não é errar e se arrepender, é não fazer e pensar como seria se tivesse feito.

Falar de amor não significa carência, falar de amor requer mais que apenas experiência, o amor é único, pra mim e pra você, é igual sempre.

Para sempre,

Eric, Vagabundo Confesso
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

6 Milhões de Confessos:

  1. Belo texto!
    Fico com este fragmento:

    "O pior não é errar e se arrepender, é não fazer e pensar como seria se tivesse feito"

    Isso é um fato...

    Bjs

    Mila

    ResponderExcluir
  2. nunca imagino um homem amando, somente mulheres....ainda mais dessa forma que vc escreve, mas quero crer que os homens se apaixonam e amam , quero crer...preciso me esforçar

    ResponderExcluir
  3. Mila,

    Este fato é verdadeiro... temos que tentar sempre!

    Volte sempre

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Cris,

    Existe, mais está em extinção.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  5. 'Falar de amor não significa carência, falar de amor requer mais que apenas experiência.'

    Homens que 'amam de verdade' é tão liindo
    *_*

    ResponderExcluir
  6. Lilly,

    Obrigado por acreditar no verdadeiro amor.

    BJss

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.