Não há nada comparado ao primeiro amor! – Confissões de Urias para Bete-Seba antes de partir!



Não há nada comparado ao primeiro amor. E antes de isso acontecer, o meu coração estava como uma tela em branco, um céu sem estrelas, uma história não escrita; Sem cor, sem luz, sem palavras. Isso era o estado do meu coração, até que te conheci e despertou este primeiro amor.

Você sacudiu partes de mim que eu nem sabia que existia. Você me mostrou uma felicidade que eu não tinha ideia de que era capaz de atingir. Você me fez sentir querido, você me fez sentir útil, você me fez necessário. Você me ensinou, você explodiu meu mundo. Foram poucos meses de caminhada contigo, simples assim, para estar completamente perdido em seu olhar...


E agora acabou, eu estou do outro lado do mundo, no meio de uma guerra. Minha tela está uma bagunça, salpicada de manchas vermelhas por toda parte. Minhas páginas estão transbordando com palavras aprisionadas em frases, rabiscada por falta da coordenação motora, amassada e rasgada. Esfregando com uma borracha poderá até liberar algum espaço em branco na folha, mas a folha nunca vai se livrar dos vestígios. Cada marca terá efeito para o resto da minha vida.

Não me ajuda ao pensar sobre as maneiras que você me machucou. Não me ajuda ao pensar que eu me matava para te deixar feliz, mesmo você não se importando comigo. Quantas vezes as pessoas me diziam que você não merecia o meu amor e eu ficava indiferente. Meu coração discordava das opiniões de meus amigos.

Eu não posso simplesmente voltar ao tempo sem lembrar o calor da sua presença, o conforto de seus braços, os seus olhos castanhos derretendo minhas geleiras, sua silenciosa risada, e as batidas do seu coração.

Nada vai corresponder à forma de como eu me sentia seguro ao seu lado, pois só agora eu entendo que não estava tão seguro assim e que nossa vida somente a Deus pertence.

O amor exige coragem. E você é forçado a se tornar vulnerável, para enfrentar e entregar as peças mais frágeis de si mesmo ao seu amor. Mas percebo que é impossível ser ingênuo novamente, é temerário sentir o mesmo amor pela segunda ou terceira vez.

Eu não sei o que este verão vai trazer, mas tudo o que posso esperar é a força para lidar com isso. Quando chegar a hora de amar novamente, não haverá aquele poder como o do primeiro amor. Talvez, este amor que eu sentia, não era o mesmo sentido por ti, e por isso eu sei que vou sempre, sempre amar você.

Adeus minha Bete-Seba...

Urias, o heteu.


1°Samuel 11: 2 Ora, aconteceu que, numa tarde, Davi se levantou do seu leito e se pôs a passear no terraço da casa real; e do terraço viu uma mulher que se estava lavando; e era esta mulher mui formosa à vista.
3 Tendo Davi enviado a indagar a respeito daquela mulher, disseram-lhe: Porventura não é Bate-Seba, filha de Eliã, mulher de Urias, o heteu?
4 Então Davi mandou mensageiros para trazê-la; e ela veio a ele, e ele se deitou com ela (pois já estava purificada da sua imundícia); depois ela voltou para sua casa.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.