Pr. Mário de Oliveira Deputado Federal e Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular envolvido em mais um escândalo. Diz Revista Veja!

A revista VEJA edição 2.260 de março/2012 relata o lado obscuro do Deputado Federal e Pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular Mário de Oliveira, acusado de mandar matar desafetos.

As acusações foram feitas formalmente, em 19 de fevereiro passado, na Superintendência da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul. Partiram do pastor Osvaldeci Nunes, que privou da intimidade do deputado Mário de Oliveira durante cerca de quatro anos. Num depoimento que durou sete horas, Osvaldeci Nunes contou que, em 2009, o presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular lhe pediu para contratar um pistoleiro para matar Maria Mônica Lopes, ex-cunhada do parlamentar...
O assassinato seria encomendado porque Maria Mônica, ao se separar de um irmão de Mário de Oliveira, ficou com metade de uma fazenda que, na verdade, pertenceria ao deputado. As terras, localizadas em Miranda (MS), foram vendidas e Mônica ficou com uma parte do dinheiro. Mário de Oliveira não gostou, pois considerava a ex-cunhada apenas um laranja. "Ele tem um ódio mortal dela, que ainda corre risco de morrer", afirmou Osvaldeci Nunes. Para comprovar o que disse, o pastor anexou ao depoimento fotos e informações levantadas por um detetive sobre a rotina de Maria Mônica. Era, segundo ele, a preparação para o crime que acabou não acontecendo.

Em 2007, a polícia de São Paulo prendeu um pistoleiro supostamente contratado por Mário de Oliveira para matar o então deputado federal Carlos Willian, ex-integrante da igreja. O deputado também é investigado no Supremo Tribunal Federal por formação de quadrilha, estelionato e falsidade ideológica.

Trata-se de uma apuração iniciada no Ministério Público de Minas Gerais sobre irregularidades na execução de convênios públicos destinados à recuperação de dependentes químicos - um inusitado e instigante caso de milagre remunerado. Os pastores prometiam curar viciados em drogas apenas com orações. Não curaram ninguém, evidentemente, mas embolsaram uma fortuna destinada ao programa. O dinheiro foi parar na conta de alguns pastores, em propriedades da igreja e em bancos no exterior. O relatório do processo aponta indícios de que Mário de Oliveira tinha - plena ciência do esquema fraudulento que envolvia os milagrosos convênios da Quadrangular. "Eu já fui inocentado disso", garantiu o deputado.

Fonte: Revista Veja
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP... Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

7 Milhões de Confessos:

  1. Deus como pode existir pessoas assim!!!! Pessoas que envergonham o seu Nome. Tenha misericordia deles porque são conhecedores da palavra e ficam escandalizando o Seu Nome.

    ResponderExcluir
  2. nao conheço o pr pessoalmente ,porem nao foi provado nada contra ele,se realmente ele foi capaz disso,provavelmente se a justiça dos homens nao fazer a parte dela,pode ter certeza que a de Deus caíra sobre ele e se realmente quem tiver envovido nisso,sofreram consequencias q so eles mesmos iram saber oque é o reprendimento de Deus,pois o Senhor nao castiga ninguem ,corrige da maneira dele ...

    ResponderExcluir
  3. por que vcs so publicam quando incentiva falar mal do Pr.

    ResponderExcluir
  4. Porque é verdade uai...

    ele sabe que é verdade.

    ResponderExcluir
  5. Ninguéma está envergonhando o envangelho na quadrangular, estes vermes ,que se dizem pastores, na verdade são mafiosos infiltrados na igreja para e tão somente ganhar dinheiro.
    SÃO O PIOR QUE EXISTE NA HUMANIDADE!
    Se

    ResponderExcluir
  6. Eu tive a infelicidade de conhecer esse crápula de perto, e não duvido de nada do que o acusam... Pena que a justiça brasileira é tão mole com quem tem dinheiro e status...
    Ele não foi inocentado de nada, pois na verdade o que houve foi que ele pagou para a testemunha sumir, e o caso está parado...
    Mas se a justiça humana não cuida dele, pode deixar que da de Deus ele não escapa...
    Já tá lá tendo de colocar ponte de safena...

    ResponderExcluir
  7. BOA TARDE! PASTOR MARIO DE OLIVEIRA QUERO AQUI FAZER UMA GRANDE RECLAMAÇÃO ,ME AJUDE POR FAVOR,FUI JULGADO PELO MEU PASTOR REGINALDO GOMES DE CASTRO DE FAZER FACÇAO DENTRO DA IGREJA ISSO É MENTIRA,FUI CHAMADO DE MENTIROSO,E DE CACHORRO MORTO..REVERENDO QUANDO O PASTOR REGINALDO VEIO DE JUARA-MT PARA SINOP-MT,ACOLHI ELE , LEVEI PARA MAIS DE VINTE FAMILIA PARA FAZER VISITA,NÃO ENTRA EM MINHA CABEÇA COMO UM PASTOR POSSA MATAR SUA PROPRIA OVELHA,SERA QUE NÃO AMA AS ALMAS OU VIVE NA DESOBEDIENCIA,,CONFLITO NÃO FOI SO COMIGO FOI COM SEU SUPRITENDENTE REGIONAL,COM MAIS IRMÃOS,,POR TIRA ESSA PESSOA DA CIDADE PORFAVOR ESTA DANDO MAL TESTEMUNHO......

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.