William P. Young, autor de A Cabana, Lança outro livro polêmico que chegará no Brasil em dezembro com o título de A Travessia


Autor de A Cabana lança outro livro polêmicoAutor de A Cabana lança outro livro polêmico
Sucesso de vendas estimulou William Paul Young, autor de A Cabana a retomar o tema da espiritualidade cristã não convencional. Seu primeiro livro tornou-se um best-seller internacional, com mais de 18 milhões de cópias vendidas no mundo todo desde seu lançamento, em 2007.
A polêmica envolvendo uma visão teologicamente questionável da Trindade ajudou a promover A Cabana, considerado por muitos seguimentos evangélicos como “blasfêmia” e “heresia”. R. Albert Mohler Jr., presidente do conceituado Seminário Teológico Southern Baptist Theological Seminary   chegou a dizer que “A popularidade do livro entre os evangélicos só pode ser explicada pela nossa falta de conhecimento teológico básico”.
Agora, a editora FaithWords está anunciando como o seu maior lançamento para a temporada de compras de Natal, o livro “Cross Roads” [Encruzilhadas]. O novo romance de Young sai com uma tiragem inicial de 1 milhão de cópias.
Inevitavelmente o novo livro será comparado com o fenômeno de A Cabana. Embora a história seja diferente, alguns temas são repetidos, incluindo a questão da morte, a luta para compreender o caráter de Deus e as “manifestações não tradicionais” da Santíssima Trindade.
A história de Cross Roads é Anthony Spencer, ou Tony para seus amigos, um homem de negócios de 45 anos, implacável e paranoico, e de sua ex-mulher. Ele se divorciou, mas voltou a casar com ela mais tarde, não por amor, apenas “para experimentar a satisfação de deixá-la uma segunda vez”. No entanto, Tony, que nunca teve família e cresceu nos abrigos do governo, teve um filho, que morreu aos 6 anos. Em sua dor, ele se fechou para o mundo e rejeitou a filha do casal.
Conforme o tempo passa, um tumor é descoberto no cérebro de Tony e, sofrendo de um traumatismo craniano, ele acaba em coma. É então que Deus dá a ele outra chance de se arrepender. Num estado intermediário entre este mundo e o além, Tony se encontra com Jesus, que lhe dá um tapa no rosto para mostrar que Ele é real. O Espírito Santo é descrito como uma “avó índia”, da tribo Lakota. Ela recomenda “exercícios e dieta” para Tony perder peso.
Também há um encontro com alguns demônios e, curiosamente, com um irlandês chamado Jack. Sim, o apelido do teólogo C. S. Lewis, que ficou famoso por usar histórias fantásticas para comunicar as verdades do Evangelho.
Após visitar esse “estado intermediário”, Tony volta à Terra e tem a oportunidade de repensar as escolhas que fez na vida, incluindo coisas que ele lamenta e decide reverter. Curiosamente, ele recebe também o poder de curar apenas uma pessoa. Assim, precisará decidir se usa a oportunidade para curar a si mesmo ou outras pessoas com diferentes necessidades: uma mulher idosa com Alzheimer ou uma adolescente com leucemia.
Enquanto seu corpo repousa na unidade de cuidados intensivos, de alguma forma Tony passa a ocupar a mente de pessoas diferentes, incluindo um adolescente com problemas mentais e uma enfermeira negra, algo transmitida de uma pessoa para outra através de um beijo.
Na jornada de vida de Tony, cheia de ressentimento, e seu encontro com Deus, o leitor será convidado a repensar sua relação com o divino e as consequências das escolhas feitas nessa vida.
Em uma entrevista recente, Willian Paul Young afirmou: “Parte da minha jornada terrena é tentar mostrar que a alma humana é uma criação muitíssimo intrincada e maravilhosa de Deus… que nós ainda deixamos uma enorme parte dela para ser explorada… Jesus não veio ao mundo iniciar uma nova religião. Jesus não é o” fundador do cristianismo”. Ele veio destruir o pensamento religioso através da introdução do conceito de relacionamento. E são os relacionamentos que sempre nos deixam sem ter o controle, isso é o tema mais importante tanto de A Cabana quanto em Cross Roads - A Travessia”. Traduzido de Charisma News e Christian Post.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 Milhões de Confessos:

  1. Se você gostou do Livro A CABANA, ou se odiou o livro, mas mesmo assim leu, então você não pode deixar de ler o Livro RABISCOS DE DEUS-de Aluisio Nogueira-Editora Ágape: É sem dúvida um livro muito mais consistente e aborda as mesmas questões com uma história que prende o leitor do início ao fim, mas devo admitir que do meio em diante a história me conquistou, fiquei muito surpresa, admirada por ler um livro tão profundo sobre a existência humana. A história é envolvente e você embarca completamente naquela cidade e na vida da protagonista Celina que é uma mulher radiante! Além dos demais personagens fortes e vibrantes como o Vilão Navarro e Márcio um ativista social pouco religioso, mas com fé suficiente para transformar a vida de muita gente nessa história que tem Romance, Ação, Fé e todos os ingredientes de um Livro de suspense que mais parece um filme, um longa metragem maravilhoso que não consigo esquecer, já li diversas vezes. Foi um presente na minha vida! Assista ao Booktrailer: http://www.youtube.com/watch?v...

    Na mídia: http://www.dino.com.br/release...

    Na Saraiva: http://www.livrariasaraiva.com...

    Na Livraria Cultura: http://www.livrariacultura.com...

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.