Como lidar com o fim de um namoro? - Lidando com as mágoas - 1º Parte


Eu sempre quis fazer uma postagem sobre esse assunto, mas até pouco mais de um ano atrás eu NUNCA nem havia namorado alguém, muito menos "ficado" (sobre isso leia Ficar ou namorar?). Exatamente, eu tinha 20 anos e  jamais havia tido qualquer relacionamento amoroso. Eu até cheguei a comentar isso aqui, nas postagens que eu escrevi antes disso, sobre namoro cristão. Como falar de algo que eu não havia vivido?

Então no início do ano passado comecei a namorar a pessoa que eu acreditava ser aquela com quem eu dividiria o resto da minha vida, quem eu havia esperado por tanto tempo. Porém   o namoro acabou não dando certo, durou pouco mais de um mês e a forma como terminou foi uma das coisas mais doloridas que já passei na minha vida e não desejo para ninguém.

Não venho aqui hoje para discutir os motivos desse meu relacionamento não ter dado certo (falaremos disso no futuro) mas para dizer biblicamente como é lidar com o fim de um namoro. 

Como não quero sobrecarregar vocês como uma postagem tamanho extra GG hahaha, vou dividir nossa mensagem em partes. A de hoje, a Parte I, vamos papear um pouco de como nos sentimos no fim de um relacionamento e comentar biblicamente essa salada de sentimentos.

Quero pedir que depois de lerem,  deixem como comentários o que acharam e sugestões para a Parte 2. Preciso saber o que vocês precisam para que eu possa continuar, ok?

                                                                                                                                                                           


NÃO É FÁCIL

Quando um relacionamento acaba, ambos os lados saem machucados. Talvez um sempre mais que o outro, mas ambos saem feridos.  Quando você começa namorar alguém a última coisa do mundo que você pensa é que aquilo irá acabar. Você faz planos e passa a incluir a pessoa neles. Então, certo dia simplesmente puft! você não está namorando mais e você vê todo um futuro desmanchar-se diante dos seus olhos.

Mesmo que no andamento do namoro as coisas estivessem abaladas de forma que você já se preparava para um possível fim, mesmo que você que tenha terminado, mesmo que para alguns seja um alívio que tenha acabado, não importa, creio que é muito difícil o fim de um relacionamento chegar sem deixar sequelas em nós.

Fica ainda mais complicado quando os dois costumam frequentar os mesmos lugares (como a mesma igreja, por exemplo) e possuem amigos em comum. Alguns casais se cumprimentam ao menos, outros já nem se olham mais. Independente de como os dois estão lidando com a situação, em um primeiro momento fica um clima estranho, desconfortável e pelo menos nesse princípio as coisas não são como antes no sentido amizade. Parece que simplesmente algo se quebrou.

E realmente algo pode estar quebrado: o coração.

Consegue reconhecer algum desses sentimentos?

1) Sentir-se traída
2) Sentir-se injustiçada
3) Sentir como se parte da vida perdesse o sentido
4) Sentir que não conseguirá viver sem aquela pessoa
5) Sentir que não conseguirá confiar em alguém de novo
6) Sentir medo de encontrar a pessoa certa


Talvez você tenha sentido todos eles, talvez um, talvez tenha sentido ainda outros. Não importa, o fato de eu tê-los colocado aí não significa que sejam uma regra para todo mundo (eu mesma senti apenas o "injustiçada"), mas são sentimentos nada incomuns em quem termina um relacionamento e que costumam levar uma garota a uma "depressão pós-namoro" como eu costumo chamar.

Para que nos sintamos traídas não é necessário que tenha existido um envolvimento do namorado com outra pessoa. Ser traído tem muito mais a ver com a confiança que depositamos em alguém. Você confia na pessoa, acredita que ela vai cuidar de você, entrega parte de si para ela e depois tudo parece dar errado ou ela não é quem você acreditou que fosse (quase uma "propaganda enganosa" haha). Esse sentimento às vezes é tão forte que pode te impedir de confiar em alguém de novo, como se todos os homens do mundo fossem te machucar.

Você pode também se sentir injustiçada, ter ouvido coisas que não merecia ouvir (e dito também), acusada de coisas que não fez.

Talvez você também sinta-se como acordando de um grande sonho ou imersa em uma realidade paralela, como se as coisas tivessem se tornado mais devagares depois disso. Em um momento você tinha planos e planos com alguém e no outro todo esse futuro some de diante dos seus olhos e você fica meio perdida, sem saber como proceder agora. Será que você conseguirá viver sem ele?

O seu sentimento ainda pode ser o de abandono. Como se nunca as coisas dessem certo na sua vida, como se jamais você fosse encontrar a pessoa certa... Sim, este pode ser o seu maior medo: jamais encontrar alguém.

Quantas e quantas meninas já não tiveram sentimentos como esse? Sem falar da frase clássica "Eu não sei o que fazer, ainda gosto dele!".

A maior parte das vezes garotas sentem-se assim e afundam-se cada vez mais nas próprias mágoas por estarem focando na coisa errada.

Como assim, Bruna? Você pode perguntar. Bom, acabamos de chegar exatamente onde eu queria.

                                                                                                                                                                           


QUAL É O SEU FOCO?

Foco é um ponto, uma direção, um lugar para onde olhamos. Talvez você prefira trocar essa palavra, por ALVO. Onde mesmo essa palavrinha está na Bíblia?
 Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mimProssigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. (Filipenses 3:13-14)

Nosso alvo deve ser Cristo em todas as situações de nossa vida. Muitos casais, durante um relacionamento esquecem-se  que devem olha para Ele e ficam olhando um para o outro.

Muitas garotas entregam totalmente o seu coração para um garoto quando estão apaixonadas, quando  na verdade isso não deveria estar sendo feito.

ESPERA, ESPERA, ESPERA! - Você vai gritar - Você está dizendo que não devo entregar o meu coração ao meu namorado? Ficou maluca? Está faltando um parafuso nessa sua cabeça!

Não, não. Meus parafusos ainda permanecem na minha cabeça. Vamos entender uma coisa: Quando entregamos totalmente o nosso coração a uma pessoa, o estamos entregando a uma pessoa falha, pecadora como nós, que por mais que tenha as melhores intenções do universo ainda é imperfeita. Mesmo que você encontre a pessoa certa, vai existir momentos em que ela vai te machucar, vai te chatear, vai fazer algo que você não gosta e temos que estar preparadas para isso. O único perfeito é Cristo e não dá para exigir que a outra pessoa seja, se nem nós mesmo somos!

Portanto uma pessoa humana não é a melhor indicada para guardar o seu coração. Não estou dizendo que você não deve amá-la, não deve se doar a ela, ou algo do tipo. Entendam bem o que eu quero dizer. 

Estou dizendo que o seu coração, suas emoções e tudo aquilo que te mantém não pode estar depositado em uma pessoa, mas em Deus. Ele é o único que não te decepciona, que não te desampara, que não erra com você. Deus é a pessoa certa ao qual você deve depositar sua confiança.

Sabe porque saímos tão machucadas e desestruturadas de um namoro, como se nada mais fizesse sentido? Porque o nosso foco, o nosso alvo não estava em Deus, mas em outras coisas. 

Isso não significa que você vai terminar um namoro ultra mega power feliz, mas que sua vida continua apesar disso. O sentido, a razão de nossa existência deve ser Cristo e não outra pessoa.

Quando sentimentos de auto-piedade, como esses que eu citei, invadem o nosso coração, devemos olhar para o alvo com ainda mais certeza, esquecer as coisas que para trás ficaram e avançar para as que estão diante de nós.

Mais uma vez eu repito que isso não é fácil, eu sei. Mas o que deve nos manter em pé é Cristo.

                                                                                                                                                                           


DEIXANDO AS MÁGOAS

Prosseguir para o alvo exige que deixemos muitas coisas para trás. Entre elas as mágoas.
Independente de estarmos certos ou errados, é comum em um fim de relacionamento muitas mágoas no nosso coração.

Porém não há como seguir em frente se essas mágoas ainda estiverem lá. Isso porque a mágoa te prende e não te deixa prosseguir. Te faz recordar inúmeras vezes daquele momento de dor e te faz sofrer de novo, de novo, de novo e de novo com a mesma coisa.

Não é algo que costume acontecer do dia para noite, mas é um processo que deve ser iniciado. Esquecer as coisas que para trás ficam faz parte de seguir em frente. 

Não dá para continuar caminhando e olhando para trás ao mesmo tempo. Se eu andar na rua de costas o que vai acontecer? No mínimo, vou trombar em poste, ser atropelada, cair em buraco e por aí vai. A mesma coisa acontece na vida espiritual. Devemos seguir em frente sem olhar para aquilo que está atrás e usar aquela experiência ruim que tivemos para não cometer os mesmos erros no futuro.

E valendo um milhão de reais (só que não =P) adivinhem quem é aquele que vai ajudar a curar as suas mágoas? Observem as alternativas:

a) um novo namorado
b) Jesus Cristo

Adivinharam?

Bem se vocês disseram que é a alternativa "a", então eu acabo de descobrir quem é que tem um parafuso a menos aí.

Quantas meninas acham que arrumar um novo namorado vai resolver seus problemas amorosos? Pois não é preciso procurar muito para encontrar alguém que pense assim.  Investir em novo relacionamento, sem ter se desligado completamente do anterior, é machucar a si mesma e machucar a pessoa com que você se envolveu agora.

Ainda é um mistério para mim, do porque entre essas duas opções, a maioria escolhe a letra "a".


Só Ele cuida do seu coração quebrantado e cuida das suas feridas (Salmos 147.3)

Preciso falar mais? SÓ DEUS pode curar um coração e cuidar de suas feridas, mais ninguém. 

Se você está passando por um período difícil como esse, de fim de namoro, está na hora de entregar o coração para quem realmente entende do negócio =)


E agora que tal ouvirmos uma canção que fala bastante disso?

Romance com o céu

(Henrique Cerqueira)


Eu não sei,

Ainda dói quando eu te vejo
Ainda não superei
Quem me vê não sabe que por trás do meu sorriso
O tanto que eu chorei por você


Mas cansei, decidi,

Se não rola não dá mais
Vou viver sem fingir
Aprender a não olhar pra trás
Eu tô de pé e o meu sorriso tem um segredo
Eu descobri um jeito de superar o medo
Entreguei a chave do meu coração
A quem sabe tudo de amor, tudo de mim
Nos seus braços eu encontro a cura para o meu coração partido
E o remédio pra qualquer loucura de um romance falido
Eu me sinto amado enfim, sem jogos ou mentiras
Foi num deserto de fel
Que num romance com o céu eu descobri
O verdadeiro amor da minha vida

Eu tô de pé e o meu sorriso tem um segredo

Eu descobri um jeito de superar o medo
Entreguei a chave do meu coração
A quem sabe tudo, tudo, tudo...
Nos seus braços eu encontro a cura para o meu coração partido
E o remédio pra qualquer loucura de um romance falido
Eu me sinto amado enfim, sem jogos ou mentiras
Foi num deserto de fel
Que num romance com o céu eu descobri
O verdadeiro amor da minha vida


JESUS!!!


Texto Cedido do Papo de Garota Cristã
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 Milhões de Confessos:

  1. sua sabedoria é admiravel bruna, se todos pensassem assim, de certo evitariamos mts tragedias na igreja, confesso que tou passando por algo semelhante mas ja entreguei nas mãos do grande e claro vai ar td certo ;)

    ResponderExcluir
  2. Bruna, estou passando por algo parecido, mas tudo é para honra é Glória do Senhor. Acho q o pior de tudo isso e que vc cria uma expectativa, no final de tudo vc pergunta do pq n dar certo ou até mesmo questiona a Deus.

    ResponderExcluir
  3. Poxa bruna foi de Deus eu ter lido o seu texto,Eu orei 8 meses pro meu namoro ser realizado,depois desses meses foi realizado,aii eu e minha ex namorada ficamos 6 meses namorando e depois desse 6 meses ela terminou comigo pelo telefone e não saber mais de mim.
    Sempre ajudei ela e fiz planos futuros com ela,mas tudo foi por agua baixo..
    Eu gosto muito dela ainda,mais eu não entendi pq foi tão rapido..
    Eu sofri muito e ainda sofro.

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.