Porque caímos sempre nos mesmos pecados? Parte 2



Vire para seu irmão do lado e diga: Hoje é SEXTA maluco!!!!
E chegamos na parte 2 (leia a parte 1 aqui). Você deve ter percebido que agora são 3 partes… pois é… sorry manos e manas… mas acabou ficando maior que imaginava. Vou ter que dividi-lo em 3 partes. Se você perdeu o da semana passada, clica aqui, se você já o leu, dá um joia!
Continuemos!
Digamos que a pessoa pecou, então chegamos ao próximo estágio, onde ela fica constrangida por ter cometido tal ação.
2- A tristeza
Agora folgo, não porque fostes contristados, mas porque fostes contristados para arrependimento; pois fostes contristados segundo Deus; de maneira que por nós não padecestes dano em coisa alguma. Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte.
2 Coríntios 7:9-10
Após cometer o pecado é normal nos sentirmos tristes pois o Espirito Santo nos constrange. Este é o ponto crucial de escolha de caminho, ou se arrepende ou sente remorso.
Já falei em um post: Remorso está para Judas assim como arrependimento está para Pedro.
O arrependimento precisa gerar frutos.
Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, e não comeceis a dizer em vós mesmos: Temos Abraão por pai; porque eu vos digo que até destas pedras pode Deus suscitar filhos a Abraão. - Lucas 3:8
Este é um momento crucial nesses passos, pois é aqui que você corre pra Deus ou corre de Deus. Mas vamos continuar a seguir pelo caminho do que se afasta de Deus. Porque a pessoa faz isso? por causa do próximo passo

3- Sente-se indigno (O acusador)
É agora que o tinhoso, unhudo, cara do subsolo ou simplesmente diabo, começa a tocar o terror.
O nome “satanás” é uma transliteração do hebraico satan, indicando um acusador no sentido legal, um queixoso que tem uma acusação a apresentar. Em Zacarias 3:1 lemos “Deus me mostrou o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do Anjo do SENHOR, e Satanás estava à mão direita dele, para se lhe opor.” Numa palavra, Satanás se opõe a nós, trabalha contra nós, ou “nos persegue”, na tentativa de nos derrotar espiritual e moralmente. Ou seja, é o mala que fica nos atormentando de algum jeito.
acusador
Após cometer o pecado, ele chega na tua face e começa: “Ahhaaaaa!! Quer dizer que você pecou? O santo adorador, aleluia-amém caiu!!! Hahahahaha!! Seu lixo! Fica ai tentando enganar os outros falando que quer buscar a santidade mas não passa de um podre! E agora? Vai ter coragem de falar com Deus que é santo? Tem coragem de levantar essa mão suja de pecado na hora do louvor? Vai querer bater no peito e dizer “vou levantar”? Hahahahahaha!! Vai continuar caindo sempre porque você é um fraco!”
Bla, bla, bla! O cara é um mala! Ele faz isso para nos colocar uma canga para que façamos as coisas conforme ele guia, através do sentimento de acusação.
Como assim Fê? Uma canga? Aquelas paradas que usa na praia?
Não! Vamos explicar o que é uma canga:
CANGA:
Jugo, peça de madeira encurvada, simples ou dupla, que se coloca no cachaço dos bois de carro.
Chapa, aparelho perfurado por buracos nos quais se introduziam a cabeça e os braços de um condenado.
Esse suplício chinês.
Fig. Opressão, domínio.

canga-ou-jugo-
Isso é uma canga. É também conhecido como “jugo”.
Atente-se a uma coisa: Os dois bois estão praticamente grudados por esse pedaço de madeira. Sabe por que isso é utilizado? Digamos que somente um dos bois sabe o caminho a seguir e o outro seja o novato da fazenda. Aquele que sabe para onde ir, forçará o novato a trilhar o seu caminho. Se o novato quiser ir para um lado, o outro vai forçá-lo a seguir o seu caminho. Na própria imagem dá pra ver algo assim. O da direita olha para o lado, como se tivesse a intenção de ir naquela direção, mas o da esquerda continua seguindo reto.
jugo-diabo
As vezes a gente é meio vacilão….
Trazendo para nossa realidade, o diabo faz exatamente a mesma coisa, após pecarmos, ele vem com suas acusações que são como uma canga (ou jugo) sobre nós. Quando pensamos em pedir perdão, ou orar (olhar para o lado), ele vem falando “vai orar seu falso? Depois de cometer pela milésima vez o mesmo pecado, você tem coragem de pedir perdão de novo???” – Isso muitas vezes nos leva a desanimar e continuar seguindo pelo caminho que o cabra do pé preto quer que sigamos, ou seja o passo 4:

 4- Se mantém longe de Deus
O peso dessa canga (jugo) é tão grande, que tira nossas forças de reação. Muitos acham que somente com uma “poção mágica” podem ser livres. O pior é que o cálice da ceia é essa “poção mágica”. Pensam que “Somente após tomar a ceia é que zero todos os pecados e posso começar novamente….” – O capeta é fogo….. (e vai pra lá também!).
Leia a parte final e tem um vídeo para esclarecer melhor: Porque caímos sempre nos mesmos pecados? Parte 3!

Volte para a 1 Parte Aqui
Deus abençoe poderosamente!
VITÓRIAS!
Abração queridones!
Fim de semana abençoado!
Sobre o autor: Fernando Ortega
Criador, colunista e administrador do NMM. Crente doido, luto contra eu mesmo todos os dias. As vezes eu ganho, as vezes eu perco... Fascinado e apaixonado por DEUS!!! Absurdamente feliz por ter a Fran ao meu lado. Salmo 24 na veia!
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.