Deus me Libertou do Crack - Testemunho do Cadu.

Olá, me chamo Carlos Eduardo Prado Nogueira, tenho 25 anos e sou natural de Barretos - SP, hoje me encontro em Goiás e agora vou contar um pouco sobre mim... Desde o dia em que nasci até hoje.

Eu sou fruto de uma gravidez indesejada (pelos meus pais da terra, meu PAI ETERNO NAO), meu pai conheceu minha mãe em uma "casa noturna" o que chamou a atenção do meu pai foi o pé da minha mãe, pois meu pai tinha fetiche por pés... la eles se conheceram, não passou muito tempo para ela perceber que estava grávida. Logo ao saber avisou para o meu pai.

Quando soube a noticia, meu pai de imediato queria abortar e dizia que eu não era filho dele, mas quando nasci ele me pegou no colo e disse: "deixa que eu cuide desse bebe" e ficamos morando eu minha mãe e meus dois irmãos (ambos filhos de outro pai), ai certo dia meu pai achou as ferramentas que minha mãe usava para tomar droga injetável e assim a colocou para fora de casa, minha mãe levou meus irmãos e fiquei com meu pai.

Visitava minha mãe apenas final de semana, meu pai era uma pessoa muito culta, mas era ateu e eu o tive como referencia sendo assim me tornei uma pessoa incrédula.

A ausência da minha mãe me fez uma pessoa muito carente e um vazio eu sentia (maior causa do vazio a falta de DEUS), e por isso procurava "objetos anestesiantes" jogos de videogame, PC e também RPG foram minhas válvulas de escape.

Meu pai fumava maconha na minha frente, meus tios irmãos do meu pai viviam internados por droga. Meu avo alcoólatra e minha avó viciada em calmantes, na família da minha mãe a unica diferença eram que eles estavam em outro estado. Família completamente desestruturada.

Quando eu era mais novo sofri abusos sexuais de um primo e um cara que trabalhava para o meu avô. Aos 12 anos eu morava com a minha mãe em Goiás e tinha relações com meu irmão mais velho.

Certo dia eu estava na sala, deitado assistindo TV e ele sentou-se à mesa e levantou a toalha, eu disse: "O que você vai fazer Danilo?" Ele respondeu com uma carta na mão: "Lembra que a mamãe fazia isso quando éramos crianças?" Então ele esticou uma carreira de cocaína e cheirou e eu também, não senti nada apenas o nariz coçando nessa época ele já havia me ensinado a fumar cigarro, passado alguns dias ele suicidou, exatamente no dia 13 de maio 2000, dia das mães e 4 dias antes do meu aniversario. Ai eu voltei pra Barretos Sp, e fui morar com meu pai.

Em Maio de 2002 eu experimentei lança-perfume, em uma festa ai em agosto eu estava com duas caixas de lança-perfume morava com meus avós tinha roubado 5 mil do meu avô, ai ele me pegou usando no banheiro e me internou.

Nessa época eu fumava maconha e cheirava lança e raramente cheirava cocaína, ai fui internado em uma clinica em que meu Tio era o coordenador, chegando lá só ouvia o pessoal falar em crack, fiquei lá por 6 meses ai resolvi abandonar o tratamento. Fugi com um carinha e fui parar em uma favela onde conheci o verdadeiro crack...

Neste momento meu caro a coisa mudou. Tudo que eu não tinha feito eu fiz. Comecei a vender coisas de dentro de casa, comecei a manipular tudo e a todos, me prostitui e fui assaltar.

Aos 16 anos fui internado de novo dessa vez fui expulso, pois levava tudo na brincadeira, aos 19 anos fui preso por dirigir bêbado fiquei 1 mês preso, também essa época fui levado a um canavial e espancado e deixado no chão jogado, só levantei pois me afogava no próprio sangue.

No ano seguinte eu peguei o "treixo" e fui morar na rua. Cheguei a brigar com um cachorro por um prato de comida.

Aos 23 anos fui preso mais uma vez pelo mesmo motivo de antes (dirigir sem carteira), sai da cadeia depois de dois meses. Já na rua, em uma semana, meu pai morreu. No seu velório eu fui fumar crack, depois de dois dias fui para Goiás e vivia para usar crack e usava crack para viver. Culpava-me pela morte do meu pai.

Passados alguns dias, mudou um traficante para o lado de casa e eu contei a ele que ia sair uma herança pra mim, em dois meses fiquei devendo a ele Seis mil cheguei e a pesar menos de 50kg, imagine, eu tenho 1m e 75.

O problema seguinte foi com a demora do dinheiro, o traficante ficou muito bravo. Eu corri pra fazenda do meu padrinho e o traficante me ligava todos os dias me ameaçando, e ameaçando minha mãe que continuava ao lado da casa dele.

Eu vivia desesperado, sem chão, com medo, raiva, culpa e arrependimento. Um dia na fazenda fui ao lixao eu e o caseiro. O lixão ficava ao lado da fazenda fomos buscar comida para os porcos "lavagem" e ao voltarmos encontrei uma BIBLIA de bolso jogada no chão. Peguei-a na intenção de ler ela para me fazer dormir, pois tinha insônia com as preocupações (leitura sempre me fez dormir).

Chegando lá na fazenda antes de dormir acendi um cigarro de maconha dei dois tragos e fui ler a BIBLIA, quando abri ela fui ler a apresentação, antes do livro do gênesis e dizia mais ou menos assim: A BÍBLIA CONTÉM A MENTE DE DEUS, A CONDIÇÃO DO HOMEM, O CAMINHO DA SALVAÇÃO, A CONDENAÇÃO DOS PECADORES, E A FELICIDADE DOS CRISTÃOS.

CRISTO É O SEU GRANDE TEMA, NOSSO BEM O SEU INTENTO, E A GLÓRIA DE DEUS A SUA FINALIDADE. DEVE ENCHER A MENTE, GOVERNAR O CORAÇÃO E GUIAR OS PÉS. LEIA -A LENTA E FREQUENTEMENTE E EM ORAÇÃO. É UMA MINA DE RIQUEZA, UM PARAÍSO DE GLÓRIA É UM RIO DE PRAZER. E LHE DADA EM VIDA, SERÁ ABERTA NO DIA DO JULGAMENTO E LEMBRADA PARA SEMPRE. ELA ENVOLVE A MAIS ALTA RESPONSABILIDADE, RECOMPENSARÁ O MAIS ÁRDUO LABOR E CONDENARÁ A TODOS QUANTO MENOSPREZAM SEU SAGRADO CONTEÚDO.

(pensei “pô vai abrir as portas do inferno???” ai eu saquei.. “cara eu to no inferno e isso vai me resgatar”) falava essa é a bússola do piloto o mapa do viajante o cajado do peregrino e a espada do soldado com ela o mais árduo será contemplado com a vida eterna e os que a desprezam prestaram conta com Deus. Virando a pág estava escrito "ONDE E QUANDO PROCURAR AUXILIO" na dor, angustia, medo, doença, preocupação...

Cara, pensei, esse livro é diferente. Eu fiquei fascinado apaixonado na palavra de Deus por eu sendo um cara que fazia tudo errado vivia no erro e Deus tão maravilhoso me ofereceu o perdão e me chamou para uma vida nova o mínimo que posso fazer é renunciar a tudo por Cristo. Pois isso é certeza de vitória certeza de lucro.

Amados meu testemunho não termina por aqui, depois de um certo tempo eu desviei e tive recaio, mais pra frente eu conto essa segunda etapa.


A Paz do Senhor.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.