LIÇÃO Nº 4 – A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PÁSCOA - 26 DE JANEIRO DE 2014 - EBD - CPAD


HINOS SUGERIDOS 244, 282, 289.

TEXTO ÁUREO

[...] Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós” (1 Co 5.7b).

VERDADE PRÁTICA

Cristo é o nosso Cordeiro Pascal. Por meio do seu sacrifício expiatório fomos libertos da escravidão do pecado e da ira de Deus.

PEQUENA INTRODUÇÃO

A Páscoa foi instituída pelo Senhor para que os israelitas celebrassem a noite em que Deus poupou da morte todos os primogênitos hebreus. É uma festa repleta de significados tanto para os judeus quanto para os cristãos. Os judeus deveriam comemorar a Páscoa no mês de Abib (corresponde à parte de março e parte de abril em nosso calendário), cujo significado são as “espigas verdes”. Hoje estudaremos a respeito desta festa sagrada e o seus significados para nós, cristãos.

LEITURA DIÁRIA

Segunda        - Êx 12.5       Um cordeiro sem mácula deveria ser morto
Terça             - Êx 12.7        Sangue foi aspergido nas portas
Quarta           - Êx 12.29-33 Morte nas famílias egípcias
Quinta            - Jo 1.29        O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo
Sexta             - 1 Jo 1.7       O sangue purificador do Cordeiro de Deus
Sábado          - Hb 11.28      Pela fé, Moisés celebrou a Páscoa

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Êxodo 12.1-11
1 - £ falou o SENHOR a Moisés e a Ar ao na terra do Egito, dizendo:
2 - Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano.
3 - Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês, tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada casa.
4 - Mas, se a família for pequena para um cordeiro, então, tome um só com seu vizinho perto de sua casa, conforme o número das almas; conforme o comer de cada um, fareis a conta para o cordeiro.
5 - 0 cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras
6 - e o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.
7 - E tomarão do sangue e pô-lo-ão em ambas as ombreiras e na verga da porta, nas casas em que o comerem.
8 - E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães asmos; com ervas amargosas a comerão.
9 - Não comereis dele nada cru, nem cozido em água, senão assado ao fogo; a cabeça com os pés e com a fressura.
10 - E nada dele deixareis até pela manhã; mas o que dele ficar até peia manhã, queimareis no fogo.
11 - Assim, pois, o comereis: os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a Páscoa do SENHOR.

INTERAÇÃO

Na lição de hoje, estudaremos uma das festas mais significativas para Israel e a Igreja — a Páscoa. Deus queria que seu povo nunca se esquecesse desta comemoração especial. Por isso, esta data foi santificada. No decorrer da lição, procure enfatizar que a Páscoa era uma oportunidade para os israelitas descansarem, festejarem e adorarem a Deus por tão grande livramento, que foi a sua libertação e saída do Egito. Hoje, o nosso Cordeiro Pascal é Cristo. Ele morreu para trazer redenção aos judeus e gentios. Cristo nos livrou da escravidão do pecado e sua condenação eterna. Exaltemos ao Senhor diariamente por tão grande salvação.

OBJETIVOS

Após a aula, o aluno deverá estar apto a:
Analisar o significado da Páscoa para os israelitas, egípcios e para os cristãos.
Saber quais eram os elementos principais da Páscoa.
Conscientizar-se de que Cristo é a nossa Páscoa.

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Professor, para iniciar a lição faça a seguinte pergunta: “O que significa a palavra Páscoa?” Ouça os alunos com atenção e explique que o termo significa “passar por”. Diga que este vocábulo tornou-se o nome de uma das mais importantes celebrações do povo hebreu. Diga que a festa da Páscoa acontece no mês de abibe (março/abril).
Utilizando o quadro da página seguinte, explique aos alunos o significado desta celebração para os egípcios, judeus e cristãos. Conclua, enfatizando que a Páscoa nos fala do sacrifício de Cristo, o nosso Cordeiro Pascal.

PALAVRA-CHAVE

Páscoa: Uma das mais importantes festas do povo hebreu em que comemoravam a saída do Egito.

ASSISTA OS 9° VÍDEO PRÉ-AULA PARA A ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

1º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O AD Londrina ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


2º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor Caramuru ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


3º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor Fábio Segantin ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


4º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor da CPAD ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


5º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O TV Escola Dominical ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


6º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor da CNPTVHD ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


7º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor Natalino das Neves ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


8º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor Luiz H. Silva ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.



9º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor EBD FORA DA CAIXA ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.



ESBOÇO Nº 4
LIÇÃO Nº 4 – A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA PÁSCOA
                        A Páscoa era o sinal eloquente de que o resgate do ser humano vem através do sangue do Cordeiro.
INTRODUÇÃO
- Na sequência do estudo do livro de Êxodo, analisaremos os capítulos 11 a 13, que nos falam da instituição e da celebração da Páscoa, como também da décima praga, a morte dos primogênitos.
- A instituição da Páscoa é o início da formação de uma cultura própria em Israel e o sinal eloquente de que o resgate do ser humano vem através do sangue do Cordeiro.
I – DEUS ANUNCIA A MOISÉS A MORTE DE TODOS OS PRIMOGÊNITOS
- Em prosseguimento ao estudo do livro de Êxodo, estudaremos hoje os capítulos 11 a 13, que nos trazem a décima e última praga sobre o Egito, a morte dos primogênitos, bem como a instituição e celebração da primeira Páscoa.
- Faraó estava endurecendo cada vez mais o seu coração, a ponto de, mesmo estando o Egito em ruína, ter ameaçado Moisés de morte caso fosse ter com ele uma vez mais (Ex.10:28).
Após ter saído da presença de Faraó, Moisés recebe uma nova palavra da parte do Senhor. Como é bom servirmos a Deus! Ele nunca nos deixa desorientados. Moisés, ao sair da presença de Faraó, deve ter imaginado que haveria de fazer, agora que o relacionamento com Faraó havia se deteriorado por completo, mas o Senhor não deixou Seu servo sem qualquer orientação.
O Senhor, então, anuncia a Moisés que ainda ocorreria mais uma praga, que seria a última, quando, então, o povo seria libertado. Além de anunciar que ainda haveria uma praga, o Senhor fez questão de deixar claro a Moisés que o povo deveria sair com toda pressa do Egito, pois sabia Deus, em Sua onisciência e presciência, que Faraó se arrependeria rapidamente de permitir a partida dos hebreus (Ex.11:1).
- Neste conselho que o Senhor dá a Moisés, aprendemos, também, que devemos sempre aproveitar o “tempo de Deus”, ou seja, o momento oportuno. Quando temos a possibilidade de fazer algo para Deus, quando nos vem uma oportunidade, não devemos desperdiçá-la, não deixando para amanhã o que podemos fazer hoje, até porque o tempo não está sob nosso controle e é sempre dotado de um propósito (Ec.3:1).
O Senhor, então, mandou que Moisés fosse ao encontro do povo de Israel e falasse com ele para que pedisse cada varão a seu vizinho e cada mulher a sua vizinha vasos de prata e vasos de ouro (Ex.11:2).

Confira a Resenha do Livro que auxiliará na EBD deste 4° Trimestre - Click na Resenha abaixo.


Colaboração para o Site Pecador Confesso.

- Ev. Dr. Caramuru Afonso Francisco
- Presbítero Eudes L Souza
- Ev. Natlino das Neves
- Luciano de Paula Lourenço
- Fábio Segantin
- TV Escola Dominical
- EBD Fora da Caixa
- AD Linhares
- AD Londrina
- Portal CPAD

Texto Editado e Postado por Hubner Braz - Twitter @PecadorConfesso – Facebook www.facebook.com\pecadoresconfessos
COMPARTILHE ESSE POST NO FACEBOOK E TWITTER - BOTÕES EM BAIXO...
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.