Lição 06 – Elias e a Batalha dos Deuses - 09 de novembro de 2014 - EBD Editora Betel

Texto Áureo

“Eis que eu sou o SENHOR, o Deus de toda a carne; acaso haveria alguma coisa demasiado difícil para mim?” Jr 32:27

Verdade Aplicada

O mal só pode triunfar enquanto os bons estiverem calados, a missão da luz sempre será o extermínio das trevas.

Objetivos da Lição

Apresentar a vida espiritual da nação e a necessidade de uma voz profética para despertá-la;
Ensinar sobre o trabalhar de Deus na vida do profeta, e a maneira como realizou tal proeza;
Mostrar como a aliança entre Acabe e Jezabel tornou legal a atuação de Satanás na nação.

Textos de Referência

I Rs 18:30, 32, 35, 35, 39.


Introdução

A batalha de Elias contra Baal e seus profetas prefigura a luta do bem contra o mal. De todos os milagres retratados aqui, esse pode ser considerado singular, porque não é um milagre pessoal, mas um sinal que desmascara um governo espiritual dominante.


1. A crise espiritual e o surgimento de Elias

Deus tem seus elementos surpresas. Elias é um profeta que surge do nada, sem referência, sem genealogia, mas com uma palavra fulminante, que tornou inerte o “deus” da chuva e da fertilidade numa época em que ser profeta era passar pelo fio da espada.

1.1 A crise espiritual e a união de Acabe e Jezabel
1.2 A necessidade de uma luz em dias de trevas
1.3 Elias, o perturbador de Israel


2. Elias, uma luz em meio às trevas

Durante muitos anos Israel viveu sob a égide da descrença e da impiedade de seus governantes. Como se não bastasse, Acabe e Jezabel, sua parceira dominadora, eram os piores da turma. Naquele instante, surge no cenário um profeta sem referências, que não marca audiência, e entra na presença do rei com dedo em punho dizendo: a partir de hoje não chove mais em Israel (I Rs 17:1).

2.1 Elias um profeta declarado
2.2 Três anos de treinamento e disciplina
2.3 O desafio e a resposta Divina


3. A verdade por trás da batalha

Quando a situação da nação era de declínio espiritual e o povo estava em cima do muro, Deus encontrou coragem em um homem para confrontar o que era errado. Todavia, a verdadeira batalha não era no campo físico, mas sim, no espiritual. Vejamos algumas lições importantes:

3.1 Uma aliança demoníaca
3.2 O duelo dos deuses
3.3 Deus precisa de um homem na brecha


Conclusão

Assim como Deus fez através de Elias, o Senhor Jesus confirmará sua Palavra dada a nós, mesmo que para isso Ele mande fogo dos céus. Esse fogo será uma resposta não apenas para o seu povo acuado, mas também aos seus inimigos, para que temam e se convertam de seus pecados.


Fontes:

Bíblia Sagrada ARC/ARA/ACF/TB/BV/RV/NTLH

Milagres do Antigo Testamento (revista EBD professor) – Editora Betel – 4º Trimestre 2014 – Lição 06
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.