AS CONTRADIÇÕES DOS ESCRITORES DA CPAD OU DIFENÇA DE IDÉIAS BÍBLICAS


Durante toda vida observei todas as igrejas, e vir que nenhuma delas tinha uma verdade tão clara como os ensinos da Assembléia de Deus, isto é segundo minha análise, seus ensinos, suas doutrinas, seus ministros, homens respeitados, verdadeiros servos de Deus o qual aprendemos a conhecer pelos seus livros, DVD, e principalmente pelas lições Bíblicas da escola dominical, ao longo dos anos fui me aprofundando com todo apetite pelos escritos da CPAD, e vir que entre os escritores e teólogos da CPAD, há muitas divergências nos seus escritos, tudo bem, até concordo quando essa divergência teológica é entre outras denominações, mais não da mesma denominação, foi isso que comecei a observar, e é, isso que está acontecendo, o ponto onde eu quero chegar é sobre alguns escritos publicados pela CPAD, que está deixando muita divergência segundo alguns que ler, sabemos que a nossa única regrar de fé é a Bíblia sagrada, mais assim como o apóstolo Paulo nós também precisamos de bom livros para nos auxiliar, como está escrito, (2 Timóteo 4.13). Porque eles nos ajuda a esclarecer nossas dúvidas.
Nesse pequeno relato quero mostrar algumas diferencia que precisa de esclarecimento, porque através desses livros, artigos, revistas, e jornais, que são publicados pela CPAD, do qual esperamos extrair uma boa leitura, um bom trabalho, do qual esperamos dá também um bom ensinamento, tanto para nós, como para aqueles que nos houve, espero que todos entendam isso não como critica, e si entender, entenda como construtiva, portanto os temas que eu vou mostrar já estão sendo taxado de heréticos, algo que só nos resta os ministros de Deus nos esclarecer, vejamos.
“O Senhor Jesus, na sua morte, desceu as partes mais baixas da terra” (Ef 4.9). “E tomou de Satanás as chaves do inferno”: manual de Apologética Cristã. P.278, CPAD. Pr. Ezequias Soares.
“No inferno: Satanás após haver sido despojado”, (Cl 2.15). “Viu-se repentinamente sem as chaves da morte e do inferno”, (Ap 1.18). Lições Bíblicas, maturidade cristã, 2º trimestre de 1992.p.20, Pr. Geziel Nunes Gomes.
“Quem falou que o inimigo um dia teve chaves? Além de alguns cantores, os pregadores triunfalistas tem anunciado isso. As escrituras afirmam apenas que Jesus tem as chaves da morte e do inferno, isto é, do Hades” (Ap 1.18). E não que estas foram tomadas de Satanás. Erros que os pregadores devem evitar. P.42, CPAD, Pr. Ciro Sanches Zibordi.
Observou que contradição, o Pr. Esequias Soares diz, que “Jesus tomou as Chaves de Satanás”, vem o pr. Geziel Nunes Gomes diz, que “Satanás viu-se repentinamente sem as chaves da morte e do inferno”, daí o pr. Ciro saches Zibordi, rebate essas contradições é diz, “quem falou que o inimigo um dia teve chaves? Além de alguns cantores, o pregadores triunfalista tem anunciado isso”, por isso concluímos que os consultores doutrinários e teológicos, da CPAD, nada examina alem de sua conta bancaria preenchida com a venda desses livros cheios de contradições e textos heréticos.
“Jesus 100% homem e 100% Deus é comum, por exemplo, vemos crentes que pensam que Jesus era 50% homem e 50% Deus, tal assertiva, a primeira vista, para um crente não familiarizado com a doutrina Bíblica, pode parecer normal, mas não é, afirmar isso é dizer que Jesus era meio homem e meio Deus, quando as sagradas escrituras afirmam que cristo era, ao mesmo tempo, 100% homem e 100% Deus, isto é, plenamente humano e absolutamente divino, ou seja, 100% do homem Cristo era 100% Deus, Mestre 5, juvenis, 15 a 17 anos, a história da igreja, comentário, Silas Daniel.
“Cristo é verdadeiro homem e verdadeiro Deus, Jesus não é mais ou menos humano e 100% divino, ele também não é 100% humano e mais ou menos divino, ele também não é 50% homem e 50% Deus, a Bíblia diz, que somente um messias 100% homem e 100% Deus poderia efetuar a salvação” (Is 7.14; 9.6; Ml 4.2; Mt 1.21-23).
(...). “A pessoa cristo não era 50% homem e 50% Deus, não era meio homem e meio Deus, mas 100% homem e 100% Deus, o Deus Cristo é aquele homem Cristo é o verdadeiro Deus, Deus feito homem, resposta fiel, ano 6-nº 22- Dez-Jan-fev /2007, PP.29.31.32. Silas Daniel
Jesus 100% homem e 100% Deus
“Jesus Cristo não somente era pleno Deus, como pleno ser humano, ele não era em parte Deus e em parte homem, antes, era 100% Deus, e ao mesmo tempo100% homem”, lições Bíblicas mestre jovens e adultos 2º trimestre de 1995. P. 23, pr. Elienai Cabral.
Cem por centro homem?
“há uma expressão teológica que precisa ser entendida à luz da palavra de Deus: Jesus é 100% homem”, a Bíblia sagrada não afirma isso, mas diz, que ele se fez (...) “semelhante aos homens”, (Fp 2.7). Erros que os pregadores devem evitar, p. 108, pr. Ciro Sanches Zibordi.
Observou, mais uma vez o pr. Ciro Sanches Zibordi, vai contra os escrito dos pastores Silas Daniel, e Elienai Cabral, afirmando que não passa de contradição teológica dos demais escritores da CPAD, com a expressão, “A Biblia sagrada não afirma isso, que Jesus é 100% Deus e 100% homem, mas diz, que ele se fez (...) semelhante aos homens, Mais uma vez perguntamos na verdade qual é a fusão e o interesse dos consultores doutrinários e teológicos da CPAD?. 
Jefté e o sacrifício de sua filha”
“A Bíblia diz, em outros lugares que o sacrifício humano é abominável diante de Jeová, logo se puder ser confirmado como literal o sacrifício da filha de Jefté, somos obrigados a admitir que foi uma profanação, e como tal foi recusado por Jeová, como há uma dúbia interpretação do texto, ninguém pode dar a palavra final. Manual de Apologética Cristã, p.36.37, CPAD, pr. Esequias soares
O voto de Jefté”
“Essa passagem fica ainda mais compreensível na (ARA). “Daqui veio o costume em Israel das filhas de Israel saírem por quatro dias, de ano em, ano a cantar em memória da filha de Jefté, o giliadita”, você já viu alguém cantar em memória de quem está vivo?.
Portanto, reitero que a polêmica em torno dessa passagem é teológica, e não bíblica, é categórica sobre o assunto, porém algo que deve ficar muito claro é que Deus jamais aceitaria sacrifício humano, Jefté ofereceu sua filha em holocausto por que “ele quis”, e não porque “o senhor o aceitaria”, como condição para abençoar o seu povo. Erros que os pregadores devem evitar, pp.99.101, CPAD, pr. Ciro Sanches Zibordi.

                                                                     Jefté e sua precipitação”
“Alguns argumentam que Jefté não sacrificou sua filha, afirmando que a interpretação correta de Juízes 11.34, é “este será do Senhor” e não “eu o oferecerei em holocausto” dando, assim, por esta sutil alteração imaginaria, a opção de também ser a pessoa consagrada para o serviço de Deus, então, no caso da filha de Jefté, ela seria consagrada ao serviço do Senhor, vivendo o resto de sua vida como solteira e virgem, porém, o contexto bíblico nos mostra que realmente ele cumpriu o voto do sacrifício da filha. Lições bíblicas mestre jovens e adultos 2º trimestre de 1996.p 42, CPAD, comentário: Valdir Bicego.
Observou que contradição enquanto os pastores Valdir Bicego e Ciro Sanches Zibordi afirmam com todas as letras que Jefté sacrificou sua filha em holocausto, o pastor Esequias soares afirma no seu Manual de Apologética Cristã, p.36.37, que ninguém pode dar a palavra final. Mais uma vez concluímos que o que está em jogo é vender o peixe e não seu conteúdo.
“Em Gênesis 1, o nome Elohim ocorre 32 vezes, é o único nome de Deus nesse capitulo, este nome aparece no texto original da Bíblia, 2.701 vezes, lições bíblicas jovens e adultos 3º trimestre 28 de Setembro de 1986, lição 13.p.44, CPAD, comentário: pr. Geziel Gomes.
“Elohim é o plural de Eloah, tanto um como outro é traduzido por, “Deus” esse nome no singular ocorre 57 vezes no velho testamento; ao passo que no plural cerca de 2.500, manual de Apologética cristã, p.61, CPAD, pr. Esequias Soares.
Observou mais uma vez que contradição, o pr. Geziel Gomes, diz que o nome Elohim ocorre 32 vezes, enquanto o pr. Esequias Soares, diz que o nome Elohim ocorre 57 vezes, e ainda mais enquanto o pr. Geziel Gomes, diz, que este nome aparece no texto original da Bíblia, 2.701 vezes, o pr. Esequias Soares, diz, que ele aparece no texto original da Bíblia, 2.500 vezes. Mas uma vez o que eles querem é vender seu peixe não importa que ele esteja estragado ou não.
“E não somente esses temas que estão em contradições, mais outros como por exemplo, alguns pastores ensinam que não ser devem falar contra os ministros de Deus, porque eles são ungidos do Senhor, baseados nos textos de (1 Samuel 24.6-12; 26.11). Enquanto que o pr. Paulo Romeiro na revista resposta fiel, ano 5-nº 17-set - out-Nov/ 2005 p.11 CPAD, “diz, que na Bíblia não existe unção para pastores, na Bíblia as pessoas eram ordenadas ao ministério por imposição de mão, e não ungidas”.
“Outro tema que eu sempre excuto os pastores pregarem é que o apóstolo Paulo não era casado, baseado em (1 Coríntios 7.7-9). Enquanto que no livro história Eclesiástica de Eusébio de cesárea, p.108, CPAD, diz, “E Paulo não se nega em certa epistola a mencionar a própria esposa, a quem não levava consigo, a fim de facilitar seu ministério”.
“Outro tema que é pregado por alguns pastores nas nossas igrejas é a teologia da prosperidade, enquanto que o pr.Claudionor de Andrade, nas lições bíblica jovens e adultos 1º trimestre de 2003, PP.64-67, CPAD, diz, “a idéia de que a salvação traz consigo riquezas materiais não tem fundamento bíblico (...). “A teologia da prosperidade é diabólica perversa e mentirosa, porque induz os filhos de Deus a buscar a riqueza”.
São enumerável as contradições entre eles, vamos há outras, por exemplo, na lições bíblicas jovens e adultos 3º trimestre de 1999. P.52, Malaquias contra o formalismo e as iniqüidades na casa de Deus, que diz, “homens santos e piedosos que adoravam a Deus com as suas ofertas e dízimos: Caim, Abraão, e Jacó, (Gn 145.20; 28.22). (Claudionor de Andrade).
“Já nas lições bíblicas jovens e adultos 1º trimestre de 2011, p.30, Atos dos apóstolos até aos confins da terra, “uma oferta como a de Caim”, nossa atitude diante do Senhor é sempre mais importante do que a nossa oferta, vejamos a história de Abel e Caim, ambos trouxeram o fruto do seu trabalho a Deus, o primeiro teve a sua oferenda aceita, pois justo era seu coração, enquanto ao segundo, por ser iníquo, foi rejeitado, (Gn 4.6.7). (Claudionor de Andrade).
Observe também o que diz, o pastor Antonio Gilberto, “Sempre existiram dois tipos de adoradores: os bons e os maus. Por exemplo: Abel e Caim, (Gn 4). Mensageiro da paz, Fevereiro de 2004. P.15,
“afirma também o comentarista inglês Matthew Henry, em nada diferem dos três mais notáveis criminosos do antigo testamento, Caim, Coré, e Balaão, Lições Bíblicas jovens e adultos 1º trimestre de 2002. P. 57, Judas Batalhando pela genuína fé cristã, Claudionor de Andrade.
Assim também diz as lições Bíblicas jovens e adultos 3º trimestre de 1996. Atos o padrão para a Igreja da última hora. P.40, “Caim e Abel, todavia, um era crente e o outro incrédulo”. Pr. Esequias Soares.
Observe ainda em outras nas lições Bíblicas jovens e adultos para as escolas dominicais e cultos domésticos, Janeiro a março de 1976, PP.20.21, que diz, “A Bíblia diz que Caim era do maligno”, “Deus não se agradou de Caim e de sua oferta”, (Gn 4.5). Pr. João de Oliveira
Em outra lição também diz, “Deus rejeitou a oferta de Caim”, lições Bíblicas jovens e adultos 4º trimestre de 1995, Gênesis o principio de todas as coisas. P.33. Pr. Elienai Cabral.
Também encontramos em outra lição Bíblica outro equivoco, observe, “Ao rejeitar o que ofereceu Caim, Deus observou que seu coração estava cheio de maldade”, lições Bíblicas jovens e adultos, maturidade cristã 3º trimestre 6 de julho de 1986. P.19. Pr. Geziel Gomes.
Isso é a aberração do absurdo chamar, “Caim”, de santo e piedoso, porque a Bíblia nunca o tratou como santo e muito menos de piedoso, mais sim de mentiroso e filho do diabo, e sempre o declarou que ele em toda sua vida sempre foi mal e impiedoso, (Hebreus 11.4; 1 João 3.12; Judas v.11). Aquele que é taxado de criminoso, invejoso, e cheio de ódio, não pode ser exaltado como, santo e piedoso, “A Bíblia diz que Caim era do maligno”, “Caim era mau”, Observou, uma diz, que ele era “Santo e piedoso”, e outros que ele era “iníquo”, “criminoso”, “mau”, “incrédulo”, e filho do maligno”, dai concluímos que o que está em vigor entre os escritores da cpad, não é o conteúdo, mais sim o dinheiro que esse conteúdo trás mesmo com tantas contradições, para seu bel prazer, por isso o apóstolo Paulo falou que muitos homens são mais amigos dos deleites do que amigos de Deus. (2 Timóteo 3.4). São mercenários contratados por denominações e não servos do Senhor chamados para trabalhar na seara de Cristo.
Outra contradição está nas Lições bíblicas jovens e adultos 3º trimestre de 1996, p.83, Esequias Soares, CPAD, que diz, “corinto era a capital da Grécia, naqueles dias, com uma população de aproximadamente, 500, mil habitantes”, (...). De Corinto em 54. d.C. ele escreveu 1 Tessalonicenses, (Ts 3.6).
“Paulo esteve pela primeira vez em Corinto provavelmente no ano 54. A.d (...). Corinto era a capital da Acaia (...). Contava com uma população de cerca de 600, mil habitantes”, lições bíblicas jovens e adultos Abril a Junho de 1977, p.4, comentário de João de oliveira.
Observou mais uma vez que contradição o pr. Esequias Soares, diz, que “corinto era a capital da Grécia, naqueles dias, com uma população de aproximadamente, 500, mil habitantes”, enquanto o pr. João de oliveira, diz que. “Corinto era a capital da Acaia” (...). “Contava com uma população de cerca de 600, mil habitantes”. Será com tantas contradições, essa editora a inda tem a audácia de chamar alguém de seita?
“No mensageiro da paz p. 27, diz, “oferta”, lembra-nos as muitas ofertas oferecidas no antigo testamento, a propósito não é correto o uso da expressão “oferta alçada” em relação aos dias atuais. Manoel Jatobá
“Já nas lições bíblicas jovens e adultos 3º trimestre de 2000, evangelismo e missões.p. 83, diz, “convém lembrar que oferta alçada não é o mesmo que dizimo, (Ml 3.10). Ambos são bíblicos e atuais. Esequias Soares.
“O pastor Paulo césar lima, no livro dizimista eu? Diz, “Cristo não veio anular a lei e os profetas, mais cumpri-La o dizimo é ensinado tanto na lei como nos profetas.
“Já o pastor Manoel Jatobá, no mensageiro da paz de 2007.p. 27, diz, “dizimo na Bíblia é mencionado primeiro em, Gênesis 14.20, muito antes da lei, para que ninguém venha relacioná-lo a esta que só durou até João, (Lc 16.16).
Outro tema contraditório encontramos nas lições Bíblicas jovens e adultos, abril a junho de 1977.p. 59, que diz, “por isto que a palavra “santos”, aqui refere-se aos que trabalhavam na “seara do Senhor” constantemente eram tiradas ofertas especiais para ele (1 Co 16.1.2). Comentário de João de Oliveira.
Enquanto que nas lições Bíblicas jovens e adultos 2º trimestre de 1998. P. 91, que diz, “Paulo, sabendo dessa necessidade, levantou oferta na Macedônia, na Acaia (v.26; 2 Co 8.1). Em Corinto e na Galacia (1 Co 16.1-3; 2 Co 8.6-11; 9.1-5). Para suprir as necessidades dos irmãos pobre de Jerusalém, Comentário, Esequias Soares.
Observou que contradição, enquanto um diz, que os santos necessitados de Jerusalém eram só o ministério, o outro diz, que era em geral todos os irmãos pobres de Jerusalém, daí concluímos que esse que afirmou que os santos eram só o ministério é mais um mercenário em busca de seu bel prazer, não fazendo caso dos irmãos, mais sim, de si mesmo.
Portanto esses são alguns temas contraditórios, bom é que essa igreja da qual essa editora faz parte olhe com muita atenção esses assuntos, porque os críticos já estão ensinando que esses escritores só estão preocupados com suas contas bancaria se tornaram uma seita contradizentes, que seus teólogos já não sabe mais o que escrevem, seus pastores que há tanto tempo atacaram as demais denominações, com seus livros, com seus belos destaques de capa, como, “Guias de seitas e religiões, Bruce Bickel e Stan Jantz, CPAD”, Resposta as seitas, Norman Geisler & Ron Rhodes, CPAD”, “Desmascarando as seitas, Natanael Rinaldi e Paulo Romeiro CPAD”, “seitas e Heresias, Raimundo F. de Oliveira CPAD”, “Porque Deus condena o espiritismo, Jefferson Magno Costa,CPAD”etc.
Agora estão delirando nas letras correndo no mesmo erro que se enquadra as seitas, que eles tanto atacaram, as seitas estão crescendo, e vocês estão na mesma pisada, prevalecendo e tomando o cálice da mesma contradição, que em hipótese alguma podem existi, porque a Bíblia diz, “porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?”, (Tiago 3.11).
Hoje a igreja de nosso Senhor Jesus Cristo, é conhecida pelas suas qualidades, seguindo as tradições, dogmas, e costumes da igreja primitiva que foi fundada pelo próprio Jesus, qualidade essa que é balanceada, e regida pela própria Bíblia, e não por livros elaborados por homens que todos os anos o modificam, não é uma igreja que vive além do que está escrito, como o Apóstolo Paulo falou (1 Timóteo 6.3). A igreja de nosso Senhor não vive em cima de teólogos contradizentes, a igreja de nosso Senhor Jesus Cristo não é conhecida pela contidades de livros ou de membros que ela tem, nem pelos anos que ela possui, o por ter os melhores Pastores, melhores pregadores, melhores cantores, melhores escritores, o por ser a maior do pais, por ter a melhor editora, por ter a melhor gravadora, mais sim, ser ela tem seus ensinamentos baseados na Bíblia, e se seguem a doutrina dos Apóstolos, como está escrito (Atos 2.42-46). São essa as qualidades que afirma se ela é, o não de Cristo.
Hoje no Brasil tem milhares de igrejas que ser dizem Evangélicas, uma atacando a outra, chamando-a de seita, e essa luta vem há anos, só levando os fanáticos a destruição espiritual.
Porém hoje quando examinamos a Bíblia, ela nos manda comparar a igreja primitiva que foi fundada por Jesus, e as que são fundadas pelos os homens, dizendo que foram inspirados pelo Espírito Santo.
Mais segundo a Bíblia nos dias atuais as igrejas que se dizem inspiradas pelo Espírito Santo tem que andar na mesma pisadura, da igreja primitiva que vivia no mesmo parecer (1 Coríntios 1.10). Na mesma coisa (1 Coríntios 1.10). No mesmo pensamento (1 Coríntios 1.10). Sem dissensões (1 Coríntios 1.10). Na unidade (1 Coríntios 1.10).Não contenciosa (1 Coríntios 11.16). Que é unânime (Romanos 12.16). Que participa das promessas do Evangelho (Efésios 3.6). Que não busca glória de homem (1 Tessalonicenses 2.6). Que é exemplo para os fieis (1 Tessalonicenses 1.7). Que não anda com engano (1 Tessalonicenses 2.3). Que não anda segundo a carne (Romanos 8.1). Que é salva antes da fundação do mundo (2 Timóteo 1.9). Que é o bom perfume de Cristo (2 Coríntios 2.15). Que faz parte da Assembléia dos primogênitos (Hebreus 12.23). Que é selada com o Espírito Santo (Efésios 1.13). Que confessa sua fé em Jesus publicamente (Mateus 10.32; 2 Timóteo 2.11.12). Que lavou suas vestes no sangue do cordeiro (Apocalipse 7.14). Que é chamada para participar da ceia do Senhor (Apocalipse 19.9). Que é testemunha de Cristo até os confins da terra (Atos 1.8). Que é batizada com o Espírito Santo (Atos 1.5). Que passou da morte para a vida (1 João 3.14). Que é uma serva boa é fiel (Mateus 25.23). Que não é órfã (João 14.18). Que é lavada de todos seus pecados (Apocalipse 1.5). Que é uma igreja de Rei e sacerdote (1 Pedro 2.9). Que é casa de Deus (Hebreus 3.6). Que prática a justiça (Salmo 15.2). Que se manifesta quando surgem as heresias (1 Coríntios 11.19). Que perdeu sua vida para salvá-La (Marcos 8.35). Que anda com ordem, e decência (1 Coríntios 14.40). Que em nada dá escândalo (2 Coríntios 6.3). Que é membro do mesmo corpo (1 Coríntios 12.27). Que anda num só espírito (Efésios 4.4). Que não ajunta tesouro nesse mundo (Mateus 6.19). Que nada trouxe para esta terra, e nada pode levar dela (1 Timóteo 6.7). Que foi comprada por bom preço (1 Coríntios 6.20). Que é sal e luz da terra (Mateus 5.13). Que é remida, especial, zelosa de boas obras (Tito 2.14). Que é templo e morada do Espírito Santo (1 Coríntios 3.16). Que é ovelha do único Pastor (Hebreus 13.20; 1 Pedro 2.25). Que têm a mente de Cristo (1 Coríntios 2.16). Que é formada de um povo Santo (1 Pedro 1.15). Que guardar a unidade do Espírito Santo, pelo vinculo da paz (Efésios 4.3). É essa igreja que foi fundada pelo Senhor Jesus Cristo, E não um grupo de teólogos contradizentes, preocupado com dinheiro, e não com o conteúdo.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.