Lição 8 - Abigail, um Caráter Conciliador - 21 de Maio de 2017 - EBD Adulto - CPAD



TEXTO ÁUREO

VERDADE PRÁTICA
"A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira." (Pv 15.1)

A mulher sábia, além de edificar a sua casa, contribui para apaziguar os ânimos dos que vivem ao seu redor.

LEITURA DIÁRIA
Segunda - Nm 12.3
Moisés era manso e equilibrado
Terça -  Gl 5.22
A temperança é fruto do Espírito
Quarta -   Pv 16.32
O longânimo governa o seu espírito

Quinta - Mt 11.29
Jesus, o Mestre da mansidão e da humildade
Sexta - Mt 5.9
Os pacificadores são chamados filhos de Deus
Sábado -  Tg 3.18
O fruto da justiça é para os que exercitam a paz


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
1 Samuel 25.18-24,27,28
18 Então Abigail se apressou, e tomou duzentos pães, e dois odres de vinho, e cinco ovelhas guisadas, e cinco medidas de trigo tostado, e cem cachos de passas, e duzentas pastas de figos passados, e os pôs sobre jumentos.
19 E disse aos seus moços: Ide adiante de mim, eis que vos seguirei de perto. O que, porém, não declarou a seu marido Nabal.
20 E sucedeu que, andando ela montada num jumento, desceu pelo encoberto do monte, e eis que Davi e os seus homens lhe vinham ao encontro, e ela encontrou-se com eles.
21 E disse Davi: Na verdade que em vão tenho guardado tudo quanto este tem no deserto, e nada lhe faltou de tudo quanto tem, e ele me pagou mal por bem.
22 Assim faça Deus aos inimigos de Davi, e outro tanto, se eu deixar até amanhã de tudo o que tem, até mesmo um menino.
23 Vendo, pois, Abigail a Davi, apressou-se, e desceu do jumento, e prostrou-se sobre o seu rosto diante de Davi, e se inclinou à terra.
24 E lançou-se a seus pés, e disse: Ah, senhor meu, minha seja a transgressão; deixa, pois, falar a tua serva aos teus ouvidos, e ouve as palavras da tua serva.
27 E agora este é o presente que trouxe a tua serva a meu senhor; seja dado aos moços que seguem ao meu senhor.
28 Perdoa, pois, à tua serva esta transgressão, porque certamente fará o SENHOR casa firme a meu senhor, porque meu senhor guerreia as guerras do SENHOR, e não se tem achado mal em ti por todos os teus dias.

HINOS SUGERIDOS: 268, 302,477 da Harpa Cristã.

OBJETIVO GERAL

Mostrar que a mulher sábia, além de edificar sua casa, contribui para apaziguar os ânimos.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.
• Apresentar um resumo da história de Abigail;
• Mostrar aspectos do caráter de Abigail;
• Explicar quais foram os resultados do caráter de Abigail.

INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Estudaremos, na lição deste domingo, a respeito do caráter de Abigail. Ela foi uma mulher sábia que edificou sua casa e demonstrou ter habilidade para lidar com os conflitos. Embora fosse uma mulher inteligente, teve a desventura de se casar com um homem tolo. A insensatez de Nabal fez com que ele ofendesse Davi e seus liderados, suscitando ira e desejo de vingança. Eles estavam prestando um favor a Nabal ao proteger seus rebanhos. Se não fosse a intervenção sábia de Abigail, toda a família de Nabal teria perecido. Quando a crise familiar chegou, Abigail com coragem e sabedoria, soube tomar as atitudes certas e na hora certa. Que nos momentos de crise, venhamos buscar em Deus sabedoria para agirmos com prudência, coragem e deforma pacífica.

COMENTÁRIO
INTRODUÇÃO
Abigail era esposa de Nabal, um rico fazendeiro, proprietário de grandes rebanhos de ovelhas e de cabras, que vivia nas proximidades do Carmelo, em Maom, não muito distante do deserto de Para. Ali, os pastores de Davi travaram contato com os pastores de Nabal. Necessitando de alimento para seus homens. Davi mandou pedir víveres a Nabal. Ao ouvir o pedido, Nabal encolerizou-se e afrontou Davi diante dos mensageiros, negando qualquer apoio (1Sm 25.10,11). Irado, Davi ajuntou homens para atacar Nabal e toda a sua casa. A tragédia foi evitada pela pronta intervenção de Abigail, que soube aplacar a ira de Davi.[Comentário: Samuel morreu, e todos os israelitas se juntaram e choraram a morte dele. Então o sepultaram na sua casa, em Ramá. Depois disso Davi saiu e foi para o deserto de Parã. Havia um descendente de Calebe, chamado Nabal, da cidade de Maom (1Sm 25),a atual Maim, situada a 11 Km a sudeste de Hebrom, e ganhava a vida na cidade de Carmelo. Ele era muito rico. Tinha três mil ovelhas e mil cabras. A sua mulher se chamava Abigail. Ela era bonita e inteligente, mas ele era mau e grosseiro. Durante as suas vagueações, Davi chegou ao local onde Nabal morava e, ouvindo que ele estava prestes a tosquiar as suas ovelhas, enviou-lhe dez dos seus homens a pedir-lhe "o que achares à mão para os teus servos". O tempo da tosquia era uma ocasião de mostrar hospitalidade e generosidade, quando os envolvidos eram servidos com muita comida e bebida. Sendo assim, esta era a ocasião certa para Davi pedir uma ajuda a Nabal. Foi o que fez. Enviou a Nabal dez homens, com o objetivo de solicitar-lhe ajuda material para suprir as necessidades daqueles que o acompanhavam. O pedido de Davi era apenas o que qualquer xeique árabe teria solicitado, mesmo nos tempos modernos, para proteção dos rebanhos de outrem. Nabal, entretanto, fiel ao significado de seu nome ("louco") insultou os mensageiros de Davi. Amontoou insultos contra Davi, como se fosse um ninguém. Não admira, pois, que Davi tenha ficado indignado e tenha marchado contra Nabal com 400 homens armados de espadas (12-13). Nabal ofendeu-se com o pedido e disse de um modo insultuoso: "Quem é Davi e quem é o filho de Jessé?" (expressão idiomática da época para se referir a um João-ninguém). Em 1Sm 25, informou-se Abigail do fato e logo se deu conta do perigo que o seu lar estava correndo.]Dito isto, vamos pensar maduramente a fé cristã?

PONTO CENTRAL
Abigail era sábia e possuía um caráter conciliador.

I - ABIGAIL, UM POUCO DE SUA HISTÓRIA

1. Nabal, um homem de Belial. Nabal significa "insensato", "tolo". O texto bíblico diz que ele era "homem mui poderoso, e tinha três mil ovelhas e mil cabras" (1Sm 25.2). Além de insensato, "era duro e maligno nas obras, e era da casa de Calebe" (1Sm 25.3). Era um homem dominado por um espírito mal, arrogante, que não se relacionava bem, nem mesmo com sua esposa. Era considerado um "tal filho de Belial", com o qual não se podia falar pacificamente (1Sm 25.17). Seu coração estava focado em seus bens materiais. Era homem de mau relacionamento, principalmente com seus servos ou empregados. [Comentário:Há pessoas que são especialistas em construir muros: vivem erguendo barreiras entre aqueles com os quais convivem, com os quais trabalham, com os quais estudam, com os quais congregam. Fazem isto promovendo discórdias, semeando contendas, espalhando fofocas, denegrindo a imagem de outro, inventando histórias. Não é sem razão que, de um modo geral, tantas crises façam parte das relações humanas.http://www.pcamaral.com.br/2010/01/abigail-uma-mulher-pacificadora-serie.html. Nabal (Insensato, sem juízo) era um descendente de Calebe, que vivia em Maon por volta de 1000 a.C. Era muito rico, possuía grandes rebanhos de ovelhas (3.000) e de cabras (1.000) no Carmelo. Nabal era um homem de difícil convivência, maligno em suas ações, inacessível, descontrolado e tolo. Cometeu a insensatez de destratar Davi e recusar-se a dar assistência a ele com seus homens. Nabal morreu de forma melancólica. Após saber do risco que havia corrido, sofreu um mal súbito (talvez um infarto ou derrame) que o deixou por dez dias como uma pedra (talvez em coma). Só então faleceu. Nabal tornou-se um triste exemplo para todos nós. Seus atos servem de lição que jamais deverão ser repetidas..]


2. Davi recorre a Nabal e é desconsiderado. Como a tropa de Davi dependia de ajuda para alimentar-se no deserto, ao saber que Nabal, um homem riquíssimo e muito próspero, estava tosquiando ovelhas, mandou Davi dez jovens para lhe saudar, desejando paz a ele e à sua casa, e solicitou que enviasse o que pudesse para seus homens. Com seu temperamento colérico, Nabal sequer agradeceu a saudação. E respondeu de forma grosseira e irônica aos criados de Davi: [...] "Quem é Davi, e quem é o filho de Jessé? [...] Tomaria eu, pois, o meu pão, e a minha água, e a carne das minhas reses que degolei para os meus tosquiadores, e o daria a homens que não sei de onde vêm?" (1Sm 25.10,11).[Comentário: Como a cidade de Maom fica localizada no deserto de Parã, e Nabal tinha suas posses no monte Carmelo, fora da cidade, e pelo fato que haviam muitos povos nômades que saqueavam os lugares por onde passavam, em certa ocasião, os homens de Davi (ele tinha na época uns seiscentos homens de guerra), alguns deles, ajudaram a proteger as terras de Nabal, protegendo seus pastores e as ovelhas, o rebanho de Nabal. Passou-se algum tempo, e Davi estava com dificuldades para alimentar o seu exército no deserto de Parã. Então ele envia alguns de seus homens para pedirem a Nabal uma ajuda. Nabal os trata muito mal, e nega ajuda a Davi e seus homens..]

3. Davi resolve vingar a afronta. A resposta dura de Nabal foi uma grande afronta a Davi e a seu grupo de guerreiros dispostos a lutar por Davi, por si próprios e por suas famílias. Ele tomou quatrocentos homens para ir em direção a Nabal. A intenção dele era atacar Nabal e tudo o que ele tinha, com extrema vingança, disposto a destruir tudo (1Sm 25.22). A reação de Davi foi carnal, carregada de ressentimento e vingança, contrária à vontade de Deus (1Sm 25.10-13,21,22). [Comentário: Quando os homens retornam até Davi contando a resposta negativa de Nabal, Davi fica muito bravo, e resolve ir até o Carmelo com quatrocentos homens e matar Nabal e todos os seus empregados. Nabal pagou o bem de Davi com o mau. Agora, pois, Davi iria pagar o mal de Nabal com o mal. Nabal e toda a sua casa seriam brutalmente assassinados por aquele exército movido pela vingança imediata. Perseguido por Saul, Davi não foi vingativo; antes, entregou tudo a Deus. No caso de Nabal, porém, ficou irado, e dispôs-se a vingar-se dele. As Escrituras Sagradas condenavam abertamente esta reação rancorosa e esta atitude vingativa. Davi sabia que o seu Deus era favorável à realização da justiça, mas contrário à manifestação da vingança. Isto estava registrado em Levítico, capítulo dezenove, versículo dezoito: "Não se vingue, nem guarde ódio de alguém do seu povo, mas ame os outros como você ama a você mesmo. Eu sou o SENHOR" (Lv 19:17 – NTLH). Não se podia mesmo esperar uma reação diferente daquela mostrada por Nabal. Que outra reação teria um filho de Belial? A reação dele era, portanto, condizente com seu caráter autoritário e com sua natureza dominadora. Mas a reação de Davi é espantosa e assustadora. Por quê? Porque Davi tinha o Espírito do Senhor. Desde que fora ungido por Samuel, o Espírito do SENHOR se apossara de Davi (I SM 16:13). Por isso, a sua reação poderia e deveria ser diferente.http://www.pcamaral.com.br/2010/01/abigail-uma-mulher-pacificadora-serie.html.]

SÍNTESE DO TÓPICO I

Abigail era esposa de Nabal, um homem rude e tolo.


SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO
A solução de Abigail
A irritação de Davi foi compreensível, mas não justificada. Abigail demonstrou grande sensibilidade em ajudar Davi em sua ira. Observe:
1 - Ela trouxe comida para Davi e com esse ato corrigiu a situação que o irritou. Onde uma injustiça foi cometida, necessitamos tentar corrigi-la.
2 - Ela pediu desculpas a Davi. Esta é uma piedosa alternativa para cancelar um tentativa de obter vingança.
3 - Ela apontou as consequências de agir sob irritação. Davi seria culpado do derramamento desnecessário de sangue. E mais tarde, quando Davi se tornou rei, seu ato poderia desgastar a confiança e o apoio do povo de Judá.
4 - Ela também apressou Davi a deixar a vingança nas mãos de Deus. Deus, que corrige todo os erros, se importaria com Davi — e cuidaria de todos os seus inimigos. Impressionado pelas palavras dessa humildade, contudo segura mulher, Davi a abençoou por afastá-lo de agir precipitadamente" (RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia: Uma análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por capítulo.9.ed. Rio de Janeiro: CPAD, p. 196).

II - ABIGAIL DEMONSTRA O SEU CARÁTER

1. Uma mulher prudente. O nome Abigail significa "pai da alegria" ou "exultação". Seu nome também corresponde ao seu caráter pacificador e humilde. Ela era uma mulher dotada de beleza física e entendimento (1Sm 25.3). Ao tomar conhecimento da terrível ameaça à sua casa, Abigail resolveu agir com prudência, sabedoria e diligência, para evitar um grande mal que seria perpetrado por Davi, o ungido de Deus. Diante de tamanho perigo, foi que Abigail teve oportunidade de demonstrar quem era ela. Abigail deu uma lição para todos os que servem a Deus: saber agir nos momentos de crises e ameaças. [Comentário:Abigail é um nome de origem hebraica composto pela junção de “ab” (pai) e “gil” (regozijar-se), significando “alegria de meu pai" ou possivelmente “aquela cujo pai é alegria”. Os servos de Nabal não conseguiam conversar com ele, por isso foram falar com Abigail, que não sabia o que tinha acontecido. Quando ela ouviu o que seu marido tinha feito, Abigail juntou rapidamente muita comida. Sem contar para Nabal, ela foi entregar a comida pessoalmente a Davi (1 Samuel 25:18-19). Abigail encontrou Davi na estrada, já a caminho para destruir sua família! Ele estava muito irado mas Abigail se prostrou diante dele, assumiu a culpa e pediu perdão. Ela explicou que seu marido era insensato e pediu a Davi para mudar de ideias e aceitar a comida (1 Samuel 25:26-28). Abigail cria que Deus iria castigar Nabal. Davi não precisava se vingar. Isso seria errado e apenas iria lhe causar mais problemas no futuro. Davi ficou impressionado com a sabedoria de Abigail. Ele reconheceu seu erro de querer se vingar e abençoou Abigail, perdoando Nabal (1 Samuel 25:32-34). Davi aceitou o presente de Abigail e se foi embora. Abigail tinha salvado sua família! https://www.respostas.com.br/abigail/]

2. O caráter diligente e sábio. Ao saber do mal que estava arquitetado contra seu esposo e sua casa, Abigail atuou de forma rápida e eficiente. Preparou uma carga de cereais, frutas e vinho e os colocou sobre alguns jumentos, e os levou a Davi. Em sentido contrário, vinha Davi com seus quatrocentos homens, respirando raiva e sentimento de vingança, com desejo de não deixar com vida nem mesmo um menino (1Sm 25.18-22). Que diferença do que Jesus ensinou com seu evangelho. Jesus mandou amar os próprios inimigos, bendizendo-os e orando por eles (Mt 5.44). [Comentário: Abigail voltou para casa mas Nabal estava bêbado, por isso ela só lhe contou o que tinha feito no dia seguinte. Quando Nabal ouviu o que tinha acontecido, ele ficou paralisado! Dez dias depois, Deus tirou a vida de Nabal. Ela agiu com extrema prudência. O momento inspirava cuidado, pois a sua missão era salvar vidas e não destruí-las. Qualquer gesto ou qualquer fala fora de lugar poria tudo a perder. Mas, além de bela, Abigail era muito sábia. O seu gesto de enviar a sua frente algo para Davi e sua gente comerem e beberem serviria para apaziguar aqueles homens dominados pela cólera e pela amargura. Assim que os servos dela foram, Abigail partiu, em cima do seu animal. "De repente, numa curva, na descida, encontrou Davi e os seus homens, que vinham na sua direção" (I Sm 25:20 – NTLH). De novo, Abigail se mostrou sábia. Tão logo viu Davi, desceu do animal, prostrou- se com o rosto em terra e pediu uma chance para lhe falar. Primeiramente, Abigail pediu perdão a Davi: "Ah! Senhor meu, caia a culpa sobre mim (...) eu, porém, tua serva, não vi os moços de meu senhor, que enviaste" (I Sm 25:24a,25b). A seguir, Abigail pediu a Davi que deixasse seus inimigos com o Senhor, que os jogaria longe, "como um homem que atira pedras com a sua funda" (I Sm 25:29b). Depois, após afirmar que, no tempo certo, o Senhor poria Davi no trono de Israel, Abigail frisou: "E, quando isso acontecer, o senhor não terá motivo para se arrepender, ou sentir remorso por haver matado sem razão, ou por ter se vingado por si mesmo" (I Sm 25:31a).http://www.pcamaral.com.br/2010/01/abigail-uma-mulher-pacificadora-serie.html]

3. O caráter conciliador de Abigail. Davi cavalgava com a fúria dos homens de coração ferido. Mas em sentido contrário, vinha Abigail, montada em seu jumento. Em seu coração, ela levava sentimento de paz, de humildade, de amor e de perdão. Ao ver Davi, ela desceu de seu animal e prostrou-se com o rosto em terra, diante daquele que ia destruir sua família. "E lançou-se a seus pés e disse: Ah! Senhor meu, minha seja a transgressão; deixa pois, falar a tua serva aos teus ouvidos e ouve as palavra da tua serva" (1Sm 25.24). Abigail exortou Davi para que não fizesse justiça com as próprias mãos, pois Deus haveria de julgar seus inimigos (1Sm 25.25-31). Davi nunca imaginou que a sua sede de vingança e fúria contra um desafeto fossem anuladas pela sabedoria e pela força de uma mulher de caráter pacificador. [Comentário: “Vendo, pois, Abigail a Davi, apressou-se, desceu do jumento, e prostrou-se sobre o rosto diante de Davi, inclinando-se até a terra” (1Sm 25.23). Abigail não tinha feito nada a Davi, mas mesmo assim foi concertar o estrago de Nabal, do seu marido, foi acertar as contas com Davi, foi arrumar a sua casa, mesmo não tendo culpa, mesmo sem ter feito mal algum. Devemos nos adiantar e gerar concertos nos relacionamentos que estão acontecendo à nossa volta, devemos ser apaziguadores, devemos agir para somar, para alcançar a harmonia e o bem estar das pessoas a nossa volta. Abigail evitou com este gesto um grande derramamento de sangue. O Espírito de Deus tomou as palavras de Abigail como espada afiada de dois gumes e enterrou diretamente no coração de Davi. O valente guerreiro ficou profundamente comovido. Ele passou a pesar todos os acontecimentos, consultar a consciência, considerar o preço daquela decisão pecaminosa, pensar no futuro. Davi, então, voltou atrás no seu voto (1Sm 25.22). Abigail apressou-se para apaziguar o irado Davi. Uma tragédia foi evitada!]


SÍNTESE DO TÓPICO II

Abigail demonstrou ter um caráter prudente e pacificador.


SUBSÍDIO DIDÁTICO
Professor procure ressaltar algumas das características de Abigail. Enfatize o fato de que seus sábios conselhos foram eficientes para aplacar a fúria de Davi, impedindo que ele agisse com ira e de forma impensada, e para a preservação da vida de seus familiares. Utilize o quadro abaixo para, juntamente com os alunos, analisarem as realizações e exemplos que podem ser extraídos do caráter de Abigail.
ABIGAIL
QUALIDADES E REALIZAÇÕES
LIÇÕES DE SUA VIDA
ESTATÍSTICAS VITAIS
Sensível e capacitada.
As situações difíceis da vida podem fazer aflorar o melhor que as pessoas possuem em si mesmas.
Local: Carmelo. Ocupação: Dona de casa.
Oradora persuasiva, capaz de ver além de si mesma.
Nãé preciso ter um título prestigioso para ser importante.
Parentes: Primeiro esposo: Nabal. Segundo esposo: Davi. Filho: Quiliabe.



CONHEÇA MAIS
Nabal e Saul

"Alguns comentaristas observam uma semelhança entre Nabal e Saul. Os dois são hostis ao leal e honesto Davi. Os dois vão contra o conselho da família e partidários. Os dois são finalmente derrubados por Deus, não por Davi. Samuel disse que Saul agira tolamente, usando as mesmas letras hebraicas que compõem o nome de Nabal. O mal de cada um fez Davi voltar para condená-los. Que lição! Deixemos os próprios atos de nossos inimigos condená-los, ao invés de lançarmos mão da vingança." Para conhecer mais leia. Guia do Leitor da Bíblia, CPAD, p. 196.



Ill - O RESULTADO DO CARÁTER DEABÍGAIL

1. Davi foi aplacado por Abigail. Ao encontrar-se com Abigail, Davi foi vencido pela palavra sábia e prudente de uma verdadeira mulher de Deus. Cumpriu-se o que diz Salomão: "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira" (Pv 15.1). A atitude humilde e conciliadora de Abigail foi uma resposta à atitude agressiva de Davi. Certamente ele aprendeu uma grande lição para a sua vida. Ele era corajoso e provou isso quando enfrentou Golias. Mas faltava-lhe a lapidação do caráter para enfrentar situações adversas e oposições. [Comentário:Abigail não tinha somente senso de urgência, mas tinha também senso de prudência. A sua prudência pode ser vista, principalmente, no seu jeito de falar. Seis vezes chamou a si mesma de “tua serva” (I Sm 25:25,27,28,31,41), e oito vezes chamou a Davi de “meu senhor” (I Sm 25:25-27,31,41). A sua fala era humilde e tranqüila. Não havia ira em sua fala. Que aula de prudência! Não foi à toa que Davi a louvou. Há pessoas que não sabem falar sem elevar o tom da voz. Assim foram criados: obedeciam no grito; agora, também, tudo se resolve no grito. Às vezes, até nas igrejas é assim: tudo é gritado. Vence quem fala mais e alto. Há alguns cujas palavras são como pontas de espada (PV 12:18). Todavia, o falar prudente evita uma sucessão de erros que podem aumentar ainda mais o conflito. Por meio da prudência conserta-se o conflito. http://www.pcamaral.com.br/2010/01/abigail-uma-mulher-pacificadora-serie.html]

2. Deus feriu Nabal. Quando Abigail relatou os acontecimentos a Nabal, "[...] se amorteceu nele o coração, e ficou ele como pedra" (1Sm 25.37). A Bíblia diz de forma bem simples e direta: "E aconteceu que, passados quase dez dias, feriu o Senhor a Nabal, e este morreu" (1 Sm 25.38). Se Davi tivesse feito justiça com suas próprias mãos, as coisas teriam tomado outro rumo, imprevisível e perigoso. Mas como a sábia mulher agiu com presteza e eficiência, ele foi poupado de manchar suas mãos e sua história com o sangue de Nabal. "Minha é a vingança e a recompensa, ao tempo em que resvalar o seu pé; porque o dia da sua ruína está próximo, e as coisas que lhes hão de suceder se apressam a chegar" (Dt 32.35). [Comentário: A Bíblia de Estudo King James traz a seguinte nota comentando o capítulo 25:”O nome hebraico Nabal, tem o sentido de ‘néscio, mau’, A Septuaginta, LXX (a mais antiga e notável tradução do AT para o grego), traduz desta forma a pessoa de Nabal: ‘um homem como um cão’, que descendia da Casa de Calebe, o quenezeu, companheiro de Josué, que recebeu a sua herança na região de Hebrom (Js 15.13-19)”. Pág 575. Ele sofreu um derrame ou um ataque cardíaco vindo falecer dez dias depois. Davi teria errado se tivesse liquidado o caso com suas próprias mãos, mas não porque Nabal fosse inocente. Quando recebeu a notícia da morte de Nabal, Davi louvou ao Senhor por tê-lo impedido de cometer pessoalmente um crime sem, porém, deixar de apoiar sua causa.]

3. Davi toma Abigail por sua esposa. Logo após a morte de Nabal, Davi agradeceu a Deus por ter-lhe livrado de cometer um grave erro diante do Senhor; "E mandou Davi falar a Abigail, para toma-la por sua mulher" (1Sm 25.39). E o fez, mandando seus criados falar com Abigail, transmitindo o honroso convite, que ela aceitou com muita humildade (1Sm 25.39-42). Ela se apressou, certamente mudou suas vestes, "montou num jumento com as suas cinco moças que seguiam as suas pisadas: e ela seguiu os mensageiros de Davi, e foi sua mulher" (1Sm 25.42). [Comentário: É interessante notar que Abigail não usou sua beleza, talvez como Bate-Seba tenha feito, Ela agiu sabiamente, em favor do seu marido, de sua casa, de sua família. Davi ficou impressionado com a sabedoria daquela mulher, que soube mudar o propósito do coração dele. A beleza dela também impressionou o futuro rei de Israel, não tenha dúvidas. Quando Davi soube da morte de Nabal fez duas coisas. Primeiro louvou ao Senhor que tomou vingança por ele e depois, mandou um mensageiro a Abigail pedindo que ela se casasse com ele. Ela aceitou e se apressou a juntar suas coisas e seguiu com os mensageiros de Davi, ela e suas cinco servas. E foram felizes para sempre? Não foi bem assim. Poligamia era a regra e Davi, ao mesmo tempo que casou com Abigail, também casou com Ainoã de Jizreel. Mais tarde casou-se também com Bate-Seba, que foi o grande amor do Rei Davi. http://sombradoonipotente.blogspot.com.br/2012/06/sabedoria-de-abigail.html.]


SÍNTESE DO TÓPICO III

O caráter pacificador de Abigail contribuiu para que sua família fosse salva da ira de Davi.



SUBSÍDIO BIBLIOLÓGICO
"Tanto os servos de Nabal (cujo o nome em hebraico significa 'tolo', insensato intelectualmente e moralmente) quanto sua esposa concordavam quanto à maldade de seu senhor. Quando retornou à sua fazenda, Abigail encontrou seu marido comendo e bebendo como um rei. Ele estava tão bêbado, que ela não lhe contou sobre sua pequena escapada até o dia seguinte, quando estava sóbrio. Após ouvir sobre o perigo que estava exposto, alguns entenderam que Nabal sofreu um ataque cardíaco ou talvez uma congestão e ficou 'como pedra'. Dez dias depois 'feriu o Senhor a Nabal, e este morreu'. Davi considerou sua morte como um ato de Deus, pelo qual foi vingado e protegido de derramar sangue por si mesmo.
Pouco tempo depois, Davi enviou servos para pedirem a mão da viúva em casamento. Abigail graciosamente e sem hesitar consentiu, dizendo: 'Eis aqui a tua serva servirá de criada para lavar os pés dos criados de meu senhor.' Em sua segunda viagem ao campo de Davi, ela foi acompanhada de seus bens pessoais e cinco servas a fim de permanecer com Davi como sua segunda esposa. Mais tarde ela foi com Davi para Hebrom e Jerusalém, como sua rainha" (Dicionário Bíblico Wycliff. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2009, p. 1324).

CONCLUSÃO
Nabal era um homem insensato, dotado de um temperamento duro e violento. Mas Deus permitiu que Davi dele precisasse, para que uma mulher sábia e prudente protagonizasse um exemplo marcante para seus servos e suas servas, em todo o mundo, ao longo dos séculos. Viúva de um homem irascível, que era bem-sucedido em suas atividades produtivas, mas um tolo e insensato, no relacionamento humano, Abigail jamais imaginou ser esposa do rei Davi, o mais afamado monarca de Israel. O Deus de Davi é o nosso Deus, que provê tudo para os que nEle confiam. [Comentário: Como já vimos seu nome significa “sem juízo”. Rico, tinha terras, ovelhas, muitos servos e principalmente uma mulher fantástica, mas era insensato, não reconhecia o valor dessas coisas, não reconhecia o valor de sua mulher, não reconheceu nem o favor que Davi fez aos seus empregados. Os próprios servos de Nabal descrevem seu mestre como "tão mal-humorado que ninguém pode falar com ele." O incidente mostra que as pessoas precisam responsabilizar os seus líderes, embora isso possa acontecer com o custo de um grande risco pessoal. Você não tem que ter status de autoridade para ser chamado para exercer influência. Mas você precisa de coragem, que felizmente é algo que você pode receber de Deus a qualquer momento. A intervenção de Abigail também demonstra que demonstrar respeito, mesmo fazendo uma crítica pontiaguda, fornece um modelo para desafiar a autoridade. Nabal transformou um pequeno argumento em uma situação de risco de vida envolvendo uma pequena disputa em um insulto pessoal. Abigail resolve uma crise com risco de vida, vestindo uma reprimenda maior em um diálogo respeitoso. De que maneiras Deus pode estar chamando você para exercer influência para manter as pessoas em posições de autoridade superior responsáveis? Como você pode cultivar uma atitude piedosa de respeito, juntamente com um compromisso inabalável de dizer a verdade? Que coragem você precisa de Deus para realmente fazê-lo? https://www.theologyofwork.org/old-testament/samuel-kings-chronicles-and-work/from-tribal-confederation-to-monarchy-1-samuel/davids-rise-to-power-1-samuel-17-30/abigail-defuses-a-crisis-between-david-and-nabal-1-samuel-25] “Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória. Ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém”. (Judas 24-25),
Francisco Barbosa
Campina Grande-PB
Maio de 2017

PARA REFLETIR

A respeito de Abigail, um caráter conciliador, responda:
• Que significa o nome Nabal?
Nabal significa "insensato", "tolo".
• Que significa o nome Abigail?
Significa "pai da alegria" ou "exultação".
• Que exortação Abigail deu a Davi?
Para que não fizesse justiça com as próprias mãos, pois Deus haveria de julgar seus inimigos.
• Qual era o plano vingativo de Davi?
Destruir tudo que Nabal tinha, até mesmo um menino.
• Que fez Davi a Abigail, depois da morte de Nabal?
Mandou falar com ela para ser sua esposa.


Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.