Minha Casa Parece Um Hotel - Confissões de Rode à Pedro.


(~Toc Toc~)
- Esperem pessoal, vou abrir a porta... Ah, é você Pedro! ٩(•̮̮̃̃)۶ (A porta se fecha) Mamãe, papai Pedro está lá fora!
- Você está louca Rode, deve ser seu anjo...
- Não papai, Eu sei que é Pedro... (E Pedro insistia em bater, Toc, Toc)

Quando abriram a porta todos se espantaram... Pedro entrou e cada um contará as maravilhas de Deus. Enquanto isso Rode chamou Pedro de canto e desabafou...

[Pedro, eu tenho por pai um homem célebre, que realiza uma esplendida carreira. Mas, ai de mim! Nunca se encontra em casa. Tenho inveja de seus clientes que podem conversar com ele quinze minutos ou até mesmo meia hora...
Por seu lado, mamãe se entrega de corpo e alma à vida social e às obras de caridade. Suas ocupações absorvem-na de tal modo, que não dispõe, praticamente, de um minuto para mim. Invejo as amigas que ela encontra pelas festas. Invejo até os pobres que ela visita em seus casebres. Quanto a mim, fui educada: em casa, pelas criadas; no colégio, pelos sacerdotes; nas colônias de férias, pelas respectivas monitoras. Moro, por assim dizer, num hotel. Suntuoso, é verdade, e até dourado! Dentro dele, meu coração morre de frio!].


Pedro vendo a situação deu palavra de ânimo a Rode, disse que iria confessar com seus pais e que Jesus é o maior morador da melhor casa, ela é uma casa de Deus. Depois ele relatou um pouco sobre a sua infância.

[Rode, eu passei minha mocidade, num verdadeiro lar, eu agradeço muito a Deus. Nós nos amávamos de verdade. Se meu pai e minha mãe discutiram algum dia, não foi nunca em nossa presença. Nós podíamos contar a todos instantes com a compreensão e simpatia de ambos. A disciplina que nos impunham, sabíamos que era inspirada pelo desejo de fazer de nós verdadeiros homens e verdadeiras mulheres. Ensinaram-nos, com seu exemplo, a nos sacrificamos pela felicidade dos outros. Fazer os outros felizes é o melhor modo de conquistarmos também a felicidade, eis o que aprendi em casa. Guardarei sempre a lembrança do nosso cantinho. Era um lar, verdadeiro lar].

Depois desta história de ficção, eu indago a você; sua casa é um lar ou um hotel?
Um hotel é um lugar onde se vive como estranho. Só mantemos relações superficiais. “Bom dia, doutor”. “Bom dia, dona fulana”. Tão depressa o dizemos, tão depressa esquecemos.
Um lar é o “cantinho” gostoso, onde é bom viver-se. A mãe cria, no mesmo, um ambiente acolhedor. O pai sente-se feliz de descansar ali de suas fadigas, de recuperar ali as suas forças, de curar-se ali dos ferimentos recebidos na implacável luta pela vida. Os filhos ali florescem tornando lidas flores ao sol.

Atos 12:13-16 - E, batendo Pedro à porta do pátio, uma menina chamada Rode saiu a escutar; E, conhecendo a voz de Pedro, de gozo não abriu a porta, mas, correndo para dentro, anunciou que Pedro estava à porta. E disseram-lhe: Estás fora de ti. Mas ela afirmava que assim era. E diziam: É o seu anjo. Mas Pedro perseverava em bater e, quando abriram, viram-no, e se espantaram.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 Milhões de Confessos:

  1. Fiquei atônita com a essência desse post.

    =)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Luna,

    Obrigado pelos comentários... Você é sempre presente aqui, e isso me alegra muito.
    Vou visitar seu blog agora!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde :D
    Amei o seu blog!!! Te adicionei me adiciona também !!
    http://lettymorenaa.blogspot.com/

    Abração pra você!!

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.