Resenha: O Vinho Novo é Melhor - Robert Thom

“Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em mim, esse também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas; porque eu vou para o Pai;”


          Através da leitura deste livro da Editora Vida , mais uma vez pude vislumbrar o sobrenatural de Deus, ou melhor, o natural de Deus. Com uma linguagem fácil e dinâmica Robert Thom nos conduz por suas experiências miraculosas com o Deus vivo, contando-nos sobre como Deus o tirou do alcoolismo, restaurou seu casamento, sua família, o levou a conhecê-lo e o usou poderosamente em seu ministério e foi arrebatado em sentido. Passando por uma série de experiências sobrenaturais como ser agraciado com dons espirituais, ter o privilégio de ministrar sobre pessoas e bruxos, e estas serem salvas, curadas e libertas, Thom nos faz refletir sobre que tipo de relacionamento nós temos com Deus. Toca em pontos importantes da fé cristã, como a necessidade da leitura das Escrituras para o amadurecimento espiritual que deve ser a base da vida cristã e a prática da oração. No livro há uma única infeliz colocação onde se fala em “dom de expulsar demônios” que a bíblia deixa claro que é um sinal e não um dom (Marcos 16:17) que acompanhará aos que crerem. Colocação que talvez possa ser atribuída a um erro de tradução do original de 1974, publicado pela Whitaker House. Ele tambem conta as experiencias de conhecer o pastor que converteu Billi Grahm, Katherine Kulmam, Jim Wilson, entre outros.

          Na passagem bíblica de João 2:1-11, após um certo vinho ter sido oferecido aos convidados de uma festa de casamento em Caná da Galiléia, este acaba e Jesus entrando em cena transforma água em vinho. Este milagre marca o início do ministério de Jesus na Terra. Este segundo vinho é o vinho novo apresentado por Jesus aos homens. Vinho que não pôde passar desapercebido pelo mestre-sala ao que este relata junto ao noivo “todo homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho.”. O vinho novo representa o ministério de Jesus na terra, algo que marcou a história a dividindo ao meio, ministério de poder, de unção, de graça, e também de misericórdia, compaixão e doação aos necessitados. Dá-se início a uma constante inversão de valores, a começar pelo novo vinho que é melhor que o velho. Como cristãos, o mesmo Espírito que habitou Cristo tem de levantar a voz através de nossas vidas e marcar esta geração pois como disse Thom: O Vinho Novo é Melhor.

Hubner Braz
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.