Um Dia Após O Outro - Confissões de Salomão a Sulamita (1°Parte)

Voltei para casa. Fiquei surpreso. Descobri que fui traído. Os dois anos de namoro foram por água abaixo. E tudo isso aconteceu durante minhas férias. Voltei para casa e infelizmente descobri este desgosto, estava solteiro novamente, liberto, pronto para voar... Mas aí você apareceu.

É bem verdade que você sempre esteve lá, meio no canto, e eu nunca lhe dei muita atenção. Mas de repente você tornou à única pessoa a me ouvir, minha confidente. E falei tudo. Desabei todas as minhas angustias, desabei como avalanche porque doía, desabei para você ouvir. Cheguei ao ponto de falar que minha vida estava uma bagunça irreversível. Confesso que aquele desabafo foi à melhor coisa que fiz na minha vida. O dia trágico ficou no passado, tão no passado que sobreveio uma amnésia em mim. Eu simplesmente não conseguia lembrar os dois anos de namoro que passei com ela.

Nada melhor que um dia após o outro. Havia passado dois dias desde o ocorrido daquele momento trágico. E neste instante, eu me encontrava na varanda, moldurada por tijolos de barros avermelhadas vinda de Belém, eu pensava em você, e era a todo instante. Foi quando um passarinho surgiu do além e me contou que o seu namorado terminou contigo. Não sabia como reagir diante desta noticia, não sabia se chorava ou se alegrava. Dava passos sobre a corda bamba para não cair. Mesmo assim fui grato ao passarinho. Derrepente, como um flash, veio ao meu coração uma voz dizendo que era à gota da água que faltava para transbordar as chances de conquistá-la.

Um mês se passou, finalmente, naquela noite fatídica do mês de agosto, fomos ao nosso primeiro encontro oficial, e depois daquela noite, tudo mudou. Seguimos a risca as admiráveis fases do namoro. Nunca conseguimos pular as etapas e de forma natural me achava todo desajeitado, um principiante de primeira viagem. Eu me lembro quando peguei em suas mãos delicadas, fitei nos seus olhos incandescentes pela chama do amor e disse com os meus lábios inchados desejando-a: “Fica comigo!” Você retribuiu os meus gestos e disse: “Sim”, mais ai, por um relance, você mudou de opinião dizendo: “De jeito nenhum”. Como se estivesse aplicando um teste. Pensei que você tinha tirado todas as possibilidades de namorá-la, e sei que fizeste isso para ver do que eu era capaz de fazer.

O outono chegou, e os dias ficavam ainda melhores. Você deitou-se na rede, eu procurei as beiradas para sentar-me ao seu lado. Quando encontrei olhei pra ti, os seus olhos brilhavam, e que brilho. Pareciam que o universo era ali, as galáxias, as estrelas, as constelações, os planetas, os cometas. Todos reunidos em um mesmo lugar, reunidos por uma causa, reunidos para demonstrar o amor. Meu coração pulava descaradamente de prazer, senti-me que iria ter um infarto quando disse que te amo. Mas me acalmei entre os seus braços macios.

Você era tímida e eu também. Aproximei o meu corpo do seu. E pude sentir a sua respiração forte, sentir as suas veias saltarem na passagem do sangue bombeado pelo coração rebelde que não obedecia a sua voz e o desejo de acalmá-lo. O seu nervosismo era o meu também. Tudo era mágico. Por um instante, molhei o dedo no tinteiro e iniciei uma escrita no seu pulso. A primeira letra foi “E” depois coloquei um “U”, ai você molhou o seu dedo no tinteiro e escreveu a letra “T”, logo em seguida veio à letra “E”, realmente era um momento mágico, você me deu a chance de concluir, e aproveitei a oportunidade que tive para escrever a letra “A”, em seguida veio a letra “M”, acompanhado com a letra “O”. E na mesma junção de palavras, na mesma simplicidade, no mesmo tempo, com a mesma fonética e o mesmo tom. Nós líamos sussurrando um para o outro “Eu te amo”.


Os sussurros estremeceram as nossas estruturas e ficamos...

Salomão - Filho de David (Continua...)

Referências: Ecl: 1.4-11 "Gerações vêm e gerações vão, mas a terra permanece para sempre. O sol se levanta e o sol se põe, e depressa volta ao lugar de onde se levanta. O vento sopra para o sul e vira para o norte; dá voltas e voltas, seguindo sempre o seu curso. Todos os rios vão para o mar, contudo, o mar nunca se enche; ainda que sempre corram para lá, para lá voltam a correr. Todas as coisas trazem canseira. O homem não é capaz de descrevê-las; os olhos nunca se saciam de ver, nem os ouvidos de ouvir. O que foi tornará a ser, o que foi feito se fará novamente; não há nada novo debaixo do sol. Haverá algo de que se possa dizer: “Veja! Isto é novo!”? Não! Já existiu há muito tempo, bem antes da nossa época. Ninguém se lembra dos que viveram na antigüidade, e aqueles que ainda virão tampouco serão lembrados pelos que vierem depois deles".

1 Cor: 13.1-7 "Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, se não tiver amor, nada serei. Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me valerá. O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta".
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

6 Milhões de Confessos:

  1. Estar ao lado de quem amamos é tão maravilhoso... intenso mesmo é quando, verdadeiramente, podemos dizer TE AMO!

    Bela confissão!

    Bjs

    Mila

    ResponderExcluir
  2. O amor, tão fantástico!
    Sua forma de escrever, meu caro, surpreende-me, encanta-me ler suas produções, elas me fazem divagar e dizem mais coisas do que as meras palavras são capazes de descrever!

    Você consegue fazer confissões insanas... porque nós faz vagar no espaço e ver o que não pode ser visto!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Muitas vezes, parece bobo dizer tais palavras, mas todos têm consciência de que são as mais significaticas de toda a história da humanidade.

    Beijos de passarinho!!!

    ResponderExcluir
  4. Mila,

    É sempre bom estar do lado da pessoa que amamos

    bjss

    ResponderExcluir
  5. Camila,

    Seus elogios são D+... Obrigado

    Bjss

    ResponderExcluir
  6. Valéria,

    Amo a sua presença neste espaço, você está certa sobre as simples coisas que as vezes são imperceptiveis.

    Bjsss

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.