Cartas ao Tempo

O tempo que nos trouxe aqui é o mesmo que nos permitir reverenciá-lo por o temos. Resgata-nos, do passado, da dor sentida, de nossas misérias, e também nos devolver a ele, a esse mesmo tempo que nos envolve em seus laços de segundos, minutos e horas. Transforma-nos, e nos dá força pra seguimos, para nos aventura em novos sonhos e anseios. Eterniza aquilo que tanto amamos, ontem e hoje, e quem sabe amanhã!

Amiga Edjane

Tenho saudades daquele tempo... O tempo em que quase todas as tarde, nós nos encontrávamos para sentar e conversar ou ir e brincar nas vielas da rua florestal. Ficávamos andando, fazendo planos para o fim de semana, lembrando os momentos bons e alegres que já vivenciássemos juntos. 
 
Éramos considerados como pão e manteiga ou poderia dizer... Café com leite. As pessoas admiravam nossa amizade. Todos os dias estavam lá sempre juntos, brincadeiras eram jogadas fora. Dávamos muitas risadas, eram momentos mágicos de uma amizade...

Mas muito tempo se passou, nossos sonhos se tornaram reais, e então percebemos que nossa alma amadureceu. Raramente nos encontramos, e quando isso acontece não é igual à antes. São apenas algumas palavras trocadas, pois o tempo é curto, e os compromissos inadiáveis.

Aqueles momentos bons ficaram na lembrança. Ainda somos amigos, mas é uma amizade meio imaginária, distante. Gostaria que aquela amizade voltasse à tona, pois só resta pra nós Saudade... Daquele tempinho bom...

Amigo Hubner

Também sinto saudades daquele tempo, o qual nos permitiu criar laços de amizade, a mesma que nos trouxe hoje aqui. Houve um tempo primordial, onde a pureza e doçura se faziam presente em nosso coração de criança, onde a palavra responsabilidade era desconhecida em nosso mundo! Agora estamos aqui, vivendo um novo tempo, fazendo essa parceria. Crescemos isso é um fato do tempo. 
 
E o tempo de hoje é o que temos, e muitas vezes estamos nos desencontramos nesse mesmo tempo, o qual nos levou a fazer escolhas, as quais nos dissiparam, por assim ser quem sabe necessário por ele. Então o que ele nos deixou? Saudades daquele tempo que fomos muitíssimos felizes. 
 
Há encantos no tempo que ainda não conhecemos, pois vivemos correndo contra o mesmo, ao invés de caminhamos juntos com ele, seria tão mais fácil, mas insistimos em dizer que ele está contra nós, com isso não nos damos conta do mal que nos fazemos, do tempo que perdemos, depois jogamos essa mesma culpa no tempo. Então penso: É o tempo que nos faz, ou somos nós que fazemos o tempo? O que estou fazendo com o tempo que tenho? 
 
O tempo que tenho é pouco, mas posso fazer muito nesse pouco tempo que tenho. E assim levantamos muitas outras questões, que estão presentes no nosso tempo. Esse nos trás duvidas, mas também nos trás resposta. Nos trás lembranças da nossa infância, de como riamos juntos sem perceber que o tempo passava. Faço minhas suas últimas palavras! (risos).

Autoria do Texto: Hubner Braz e Edjane Oliveira
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

12 Milhões de Confessos:

  1. O que fazer se não ser apurados pelo tempo? Há que se cuidar da vida, há que se cuidar do amor!

    Grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  2. Eita saudade boa de ser sentida.
    Lembranças recheadas de experiências desejadas e vividas de um momento lindo que ficou para trás.
    A distância causa tristeza também mas longe ou perto o que importa é saber que a amizade não se acaba so fica distante na lembrança.
    É só questão de tempo para revê-las. Ainda bem...

    ResponderExcluir
  3. Eis me aqui.

    Com sorrisos bailando em meus lábios, transbordando de emoção o coração, sentindo aquela criança que brincava contigo, pois ela está aqui dentro de mim, grande, forte e terna, é ela quem purifica meu viver hoje, assim como a criança que tens dentro de ti. Sim, somos amigos desde crianças e nem o tempo, nem a distância mudou isso, pois ficou eterno em nossos corações. Ah, esse tempo, nos mostra que a saudade também é uma forma de fica. Hoje te vejo adulto, mas há algo que não muda, a beleza daquela criança viver em você, e o que demarcou em mim, era o jeito como sorria.

    A verdadeira amizade tudo suporta, tudo vence.

    Saudades...

    ResponderExcluir
  4. Valéria,

    Realmente, o que fazer? O tempo não espera, o que temos que fazer é ser amigo do tempo.

    Estou devendo uma visita no seu blog, obrigado por está aqui, bjss...

    ResponderExcluir
  5. Rô,

    Ainda bem que existe lembranças, as lembranças realça as memórias...

    A letra dos compositores Pedro Lucas e koba da banda restart fala sobre lembraças que ficam... lembraças boas e não maus.

    É assim...

    Naquela tarde era você e eu
    Parece estranho mas não sei bem o que aconteceu
    Passou tão rápido eu mal podia respirar
    Com tanta coisa na cabeça e nada pra pensar

    E eu quero te levar (te levar daqui)
    Pra outro lugar (não sei pra onde ir)

    E são lembranças que o tempo não pode mudar
    Foram promessas que a gente fez sem pensar
    E no final é de você que eu vou lembrar

    Se eu te dissesse que o mundo não pode parar
    E mesmo longe é com você que eu quero estar
    E no final é com você que eu quero estar

    Veio outra noite e eu sem saber o que fazer
    Eu já não durmo contando as horas pra te ver
    Só mais um dia só
    Só mais um beijo e não perco a esperança de te ter de novo em minhas mãos
    (te ter de novo em minhas mãos)

    São lembranças que o tempo não pode mudar
    Foram promessas que a gente fez sem pensar
    E no final é de você que eu vou lembrar

    Se eu te dissesse que o mundo não pode parar
    E mesmo longe é com você que eu quero estar
    E no final é com você que eu quero estar

    Mais uma noite só, mais uma noite
    Mais uma noite só, mais uma noite
    Mais uma noite só, mais uma noite
    Mais uma noite só, mais uma noite
    Mais uma noite só, mais uma noite
    Mais uma noite (só mais uma noite)

    E são lembranças que o tempo não pode mudar
    Foram promessas que a gente fez sem pensar
    E no final, é de você que eu vou lembrar

    Se eu te dissesse que o mundo não pode parar
    E mesmo longe é com você que eu quero estar
    E no final é com você que eu quero estar

    E são lembranças que o tempo não pode mudar
    Foram promessas que a gente fez sem pensar
    E no final é de você que eu vou lembrar

    Se eu te dissesse que o mundo não pode parar
    E mesmo longe é com você que eu quero estar
    E no final é com você que eu quero estar

    Essa musica é tipico do primeiro amor na adolescência jovial.

    BJs e obrigado Rô por comentar.

    ResponderExcluir
  6. Tudo bem Rô que não é gospel, mais temos que considerar a letra,

    Abraços fraternais.

    ResponderExcluir
  7. Edjane,

    Sou recíploco as suas palavras...

    "A verdadeira amizade tudo suporta, tudo vence.

    Saudades..."

    ResponderExcluir
  8. Hubinho...já lí seu texto e gostei muito. Linda a amizade que ainda vive nos corações de vocês dois. Espero que nunca se acabe.

    Agora:

    Estou esperando você para debater o tema que o seu "Tio Noreda" colocou lá no blog dele. Ele já me prometeu que não vai pegar no seu pé...desde que você pense...reflita...pondere...delibere e pesquise bastante antes de comentar.

    Abraços menino!

    ResponderExcluir
  9. Querido HUBNER,

    QUE LINDO TEXTO!

    Tempo ...tempo...tempo....este se desfaz como neblina ao primeiro raiar do sol....

    Passa tão rápido o tempo, que só nos resta aquela lembrança...aquela vontade e desejo em querermos fazê-lo voltar...

    Mas infelizmente, muitas coisas não voltam...e muitos momentos que foram reais, passam a ser nuances de lembranças, onde cada detalhe(imagem) vai se apagando com o passar dos tempos...

    Ahhhh!! se pudéssemos guardar aquele beijo em um frasco, e se pudéssemos sentir novamente aquele abraço....mas o tempo, é como a vida.....um ciclo em constante movimento, que literalmente não pára ......então, cabe somente a nós, aproveitarmo-nos cada momento, como um único momento.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Hubner é linda eu amei,adorei, meu querido eu nem ouço mais gospel a muito tempo deixei de escutar rs se vc fosse ao meu orkut vc viria como falo a verdade srsr
    Meu amigo, ainda bem que temos lembranças, e isso ninguém pode nos tirar. Paz!

    ResponderExcluir
  11. Ainda bem que somos livres nas lembranças rssr
    bjs querido!

    ResponderExcluir
  12. EDSON, obrigado pela presença... manda um abraço para o Tio Noreda, vou visita-lo em breve.

    PAULINHA, Você falou bonito, ehn... que inspiração o pretinho te dar.

    Rô, amo quando você aparece por aqui, faz com que aumente o valor das postagens. E que bom que somos livres, né.

    Bjkasss

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.