Pr. Silas Malafaia comenta a indicação de Dilma para STF advogado que defende aborto e gays


Luís Roberto Barroso
Luís Roberto Barroso
A presidenta Dilma Rousseff indicou nesta quinta-feira (23) o advogado constitucionalista Luís Roberto Barroso para o Supremo Tribunal Federal (STF). Barroso vai ocupar a vaga do ex-ministro Carlos Ayres Britto, que deixou o tribunal em novembro de 2012.
A indicação de Barroso foi encaminhada ao Senado Federal, onde o futuro ministro passará por sabatina.
Barroso é o quarto indicado por Dilma para o Supremo Tribunal Federal – os três primeiros indicados por ela foram os ministros Luiz Fux, Rosa Weber e Teori Zavascki.
O que pouco se comenta é que Barroso defendeu o ex-ativista político italiano Cesare Battisti, as uniões estáveis homoafetivas e o aborto de anencéfalos (fetos com comprometimento total ou parcial do cérebro).
Jornalista renomado, Reinaldo Azevedo comentou esta indicação em sua coluna no site da revista Veja. Confira alguns trechos do artigo:
“Cumpre lembrar, antes de tudo, que Barroso foi a estrela da advocacia que atuou em favor do terrorista Cesare Battisti, “convocado” que foi para auxiliar Luís Eduardo Greenhalgh. Barroso faturou a causa por um voto, e o Brasil ficou com um bandido a mais à solta em suas plagas”, afirmou o jornalista.
“Barroso atuou ainda em favor da pesquisa com células-tronco embrionárias, união civil de homossexuais e do aborto de anencéfalos. Estivéssemos nos EUA, ele seria apontado como “um liberal”, segundo o vocabulário que se emprega lá. Aqui, o sinônimo é “esquerda”, eventualmente “progressista” na novilíngua que se passou a usar por aí”, destacou Azevedo.
“Ao nomeá-lo, Dilma certamente procurou dar uma resposta àquilo que as esquerdas chamam “onda conservadora no Brasil” — que, de resto, não existe. Mas agora existe um ícone para combatê-la…”, finalizou o colunista.
LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA: CLIQUE AQUI.
Imagem: divulgaçãoPr. Silas Malafaia comenta
É importante o povo evangélico ver as convicções ideológicas da presidente da república. Não adianta durante o período eleitoral aparecer na foto com pastores, sei que o povo é livre para votar em quem quiser. Nós, evangélicos, temos que amadurecer no processo eleitoral e exercer a nossa cidadania aqui na terra como o próprio Jesus falou, com inteligência e justiça. Uma coisa é o discurso, outra é a pratica. Gostaria até de ficar calado, mas as minhas convicções e princípios não me permitem. Como podemos votar em alguém onde a sua pratica sinaliza seus princípios que são totalmente contrários aos nossos? O advogado indicado para a mais alta corte no país defende o aborto e a causa gay. Assim como a presidente tem o direito de fazer esta indicação, nós temos o direito de dizer com o nosso voto que não concordamos com esta ideologia.
FONTE: Verdade Gospel

Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.