Pastora é bíblico? - Um Breve Comentário - Pr. Marcelo Cintra


A ordenação de mulheres ao pastorado (bem como, ao diaconato e presbiterado) não é uma unanimidade entre as igrejas evangélicas, em algumas denominações há sérias restrições quanto ao ministério feminino, proibindo-as de exercerem cargos de liderança. É uma visão que destoa dos princípios bíblico.

É fato que o Apóstolo Paulo em sua epístola, faz algumas restrições às manifestações das mulheres na igreja, mas, antes de generalizarmos estas recomendações Paulina é preciso que façamos uma analise da situação feminina diante da cultura oriental, ainda hoje, as mulheres são vista como um ser inferior sem voz ativa, eram comercializadas, proibidas de estudarem, saírem às ruas ou mesmo se mostrarem. Esta visão cultural justifica por completo a ação do Apostolo, a igreja carecia de credibilidade diante da sociedade constituída por gentios, a instituição de mulheres como líderes não seria uma atitude sábia à obra missionária.

Na Bíblia encontramos as mulheres exercendo uma série de atividades eclesiais, por exemplo: Servindo na igreja (diaconisas), evangelistas, profetisas, pregadoras, obreiras, etc. Diante de tantos exemplos, é impossível negarmos o chamado e a unção de mulheres ao pastorado. Inclusive, o mover do Senhor é uma realidade em nossos dias, mesmo que não houvesse nenhuma citação na Bíblia endossando o chamado feminino, ainda assim seria aceitável, desde que revelado pelo Espírito Santo de Deus, o verdadeiro edificador da igreja. 

Exponho a seguir uma série de atividades exercidas pelas mulheres, veja:

1- Serviram ao Senhor e a Sua igreja: 

LC 1.30-38 “ Então o anjo continuou: —Não tenha medo, Maria! Deus está contente com você. Você ficará grávida, dará à luz um filho e porá nele o nome de Jesus. Ele será um grande homem e será chamado de Filho do Deus Altíssimo. Deus, o Senhor, vai fazê-lo rei, como foi o antepassado dele, o rei Davi. Ele será para sempre rei dos descendentes de Jacó, e o Reino dele nunca se acabará. Então Maria disse para o anjo: —Isso não é possível, pois eu sou virgem! O anjo respondeu: —O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Deus Altíssimo a envolverá com a sua sombra. Por isso o menino será chamado de santo e Filho de Deus. Fique sabendo que a sua parenta Isabel está grávida, mesmo sendo tão idosa. Diziam que ela não podia ter filhos, no entanto agora ela já está no sexto mês de gravidez. Porque para Deus nada é impossível. Maria respondeu: —Eu sou uma serva de Deus; que aconteça comigo o que o senhor acabou de me dizer! E o anjo foi embora.”

Rm 16.1-6 “Recomendo-vos a nossa irmã Febe, que está servindo à igreja de Cencréia, para que a recebais no Senhor como convém aos santos e a ajudeis em tudo que de vós vier a precisar; porque tem sido protetora de muitos e de mim inclusive. Saudai Priscila e Áqüila, meus cooperadores em Cristo Jesus, os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios; saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles. Saudai meu querido Epêneto, primícias da Ásia para Cristo. Saudai Maria, que muito trabalhou por vós.”

Fp 4.3 “E a você, meu fiel companheiro de trabalho, peço que ajude essas duas irmãs. Pois elas, junto com Clemente e todos os outros meus companheiros, trabalharam muito para espalhar o evangelho. Os nomes deles estão no Livro da Vida, que pertence a Deus.”

2Rs 4.9,10 “Ela disse ao seu marido: —Tenho a certeza de que esse homem que vem sempre aqui é um santo homem de Deus. Vamos construir um quarto pequeno na parte de cima da casa e vamos pôr ali uma cama, uma mesa, uma cadeira e uma lamparina. E assim, quando ele vier nos visitar, poderá ficar lá.”

Mt 26.12,13 “O que ela fez foi perfumar o meu corpo para o meu sepultamento. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: em qualquer lugar do mundo onde o evangelho for anunciado, será contado o que ela fez, e ela será lembrada.” 

2- Profetizas:

Miriã: Ex 15.20 “A profetisa Míriam, que era irmã de Arão...”
Débora: Jz 4.4 “Débora, mulher de Lapidote, era profetisa...”
Hulda: 2Rs 22.14 “Então, os sacerdotes... foram ter com a profetisa Hulda.”
Noadia: Ne 6.14 “... profetisa Noadia e dos mais profetas ...”
Ana: Lc 2.36 “Havia uma profetisa, chamada Ana...”
Filhas de Felipe: At 21.9 “Ele tinha quatro filhas solteiras que profetizavam.”

3- Juíza Instituída por Deus em Israel:

Débora: Jz 4.4 “...Era também juíza dos israelitas naquele tempo.”

4- Obreiras:

Priscila: At 18.26 “Ele começou a falar com coragem na sinagoga. Priscila e o seu marido Áquila o ouviram falar; então o levaram para a casa deles e lhe explicaram melhor o Caminho de Deus.” Rm 16.3 “Mando saudações a Priscila e ao seu marido Áquila, meus companheiros no serviço de Cristo Jesus.”

5- Diaconisa:

Febe: Rm 16.1,2 “Eu recomendo a vocês a nossa irmã Febe, que é diaconisa da igreja de Cencréia.”

6- Evangelistas:

Jo 4. 27-29 “Naquele momento chegaram os seus discípulos e ficaram admirados, pois ele estava conversando com uma mulher... Em seguida, a mulher deixou ali o seu pote, voltou até a cidade e disse a todas as pessoas: —Venham ver o homem que disse tudo o que eu tenho feito. Será que ele é o Messias?”

Fp 4.3 “E a você, meu fiel companheiro de trabalho, peço que ajude essas duas irmãs. Pois elas, junto com Clemente e todos os outros meus companheiros, trabalharam muito para espalhar o evangelho.”

7- Pregando aos judeus no templo:

Ana: Lc 2.37,38 “e que era viúva de oitenta e quatro anos. Esta não deixava o templo, mas adorava noite e dia em jejuns e orações. E, chegando naquela hora, dava graças a Deus e falava a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém.”

8- Presente na primeira reunião de oração:

At 1.14 “Eles sempre se reuniam todos juntos para orar com as mulheres, a mãe de Jesus e os irmãos dele.”

9- Pastor é um dom:

Ef 4.11 “E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres.”

Fica claro que o ofício de pastor é um dom, semelhante ao de profeta, portanto, não há conotação quanto a pessoa ser homem ou mulher. O que realmente é necessário é uma vida santa e pura diante de Deus.

As restrições determinadas por algumas igrejas às atividades das mulheres como líderes, são frutos de entendimento humano. O que Deus quer para a Sua igreja verdadeiramente são homens santos, puros e cheios do poder do Espírito, independente do sexo. 

“Vocês, porém, não vivem como manda a natureza humana, mas como o Espírito de Deus quer, se é que o Espírito de Deus vive realmente em vocês. Quem não tem o Espírito de Cristo não pertence a ele.” Rm 8.9

Por Pr. Marcelo Cintra (Dirigente da Assmbleia de Deus ministério do Belém - local CEAD)

Postado por Hubner Braz (Adm. PecadorConfesso)
Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

6 Milhões de Confessos:

  1. Mas, a pergunta foi: PASTORA É BÍBLICO? Definitivamente, NÃO É.

    ResponderExcluir
  2. Não existe em nenhum lugar da bíblia a unção de mulheres. O que existe são atribuições.

    ResponderExcluir
  3. A resposta está em 2 João 1;9, 1 Timóteo 2;12 e Apocalipse 2;18

    ResponderExcluir
  4. Primeiro, deixo meus parabéns pela postagem,foi de muito bem colocado alguns fatores sobre a descriminação feminina, mas, sabemos que os tempos mudam, as culturas são diferentes, os costumes também, mas creio que a palavra de Deus continua infalível, imutável, e atual, e que não devemos acrescentar nem diminuir nada do que está escrito, sem preconceito nenhum, acredito que não está claro na Bíblia que mulheres devam exercer uma função ministerial, nem tão pouco de Pastorear Igrejas.

    ResponderExcluir
  5. Há uma coisa a ser esclarecida: Há discípulas, não "apóstolas", Priscila e Áquila eram "companheiros" de Paulo no serviço (Rm 16.3) e não "pastores'. Deus não é machista, contudo Ele se apresenta como ELE e não ELA. Ele é a Cabeça da Igreja como Ele (Marido) é a cabeça de Ela (Mulher). Como pois poderia "Ela" (mulher) ser "pastora" "Dele" (marido)? Devemos tomar cuidado com nossas posições modernas, que embora sejam mais aceitáveis, podem ser errôneas: "Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina;" 2 Timóteo 4:3

    ResponderExcluir
  6. Realmente o tema é um e a resposta é outra.
    Os tempos mudam, mas Cristo e a sua Palavra serão sempre os mesmos.
    Alegar que os tempos mudaram nos direcionam ao tendencionismo. Assim como muitas coisas eram proibidas (ex: divórcio) até a década de 70, e que a igreja não abria mão, contudo após estabelecidas as leis, a igreja passou a permitir e para mostrar que está na Bíblia alteraram as versões.
    É como as versões atuais que não condenam mais diretamente o homossexualismo, dando abertura para a normalidade desses atos.
    Concordo com todas as exposições bíblicas sobre a função da mulher na igreja, mas Pastora, me perdoe, não é possível.
    Muitos líderes passaram a ungir mulheres por serem suas esposas, tratando a igreja como uma herança passada de pai para esposa e depois para filhos... A igreja é de Deus e se Saul e seus filhos não tem capacidade de reinar, Deus levanta outro e ungi para a obra prosseguir.
    Quem adota tal prática segue a linha da revelação: "Sou pastora pq Deus revelou"
    Deus vai contra a sua Palavra?
    Deixo a resposta livre a todos.
    Acredito nas revelações de Deus, todavia se contradizem a Palavra, fico com a Palavra - A maior de todas as revelações.
    Saúde e Paz!

    Meu Blog:

    http://pastordanielaguiar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.