LIÇÃO Nº 8 – O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA – 25 DE MAIO DE 2014 – EBD – CPAD


INTRODUÇÃO

O ministério de evangelista é dado por Deus à igreja como um dom valioso. Por isso, o estudaremos procurando vislumbrar como o Senhor Jesus o considerou, e como esse dom ministerial por Deus concedido é tratado em o Novo Testamento, bem como sua destacada operação nas igrejas de Corinto e Éfeso. Temos de Jesus a ordem para pregar o Evangelho, e em sua multiforme sabedoria Deus dispõe para a igreja o poder necessário para proclamar o Evangelho com ousadia.

 HINOS SUGERIDOS 18, 129, 224.

TEXTO ÁUREO

“Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério" (2 Tm 4.5).

VERDADE PRATICA

O evangelista proclama o pleno Evangelho de Cristo com ousadia; é um arauto de Deus no mundo.

LEITURA DIÁRIA

Segunda       - Lc 4.18                   Jesus - o maior evangelista
Terça             - 2 Tm 4.5                 A obra de um evangelista
Quarta           - At 21.8                    Filipe, o evangelista
Quinta            - 1 Co 1.17               Enviado para evangelizar
Sexta             - 1 Co 9-18               O prêmio do evangelista
Sábado         - Lc 4.18,19              O evangelista apregoa a libertação do mal

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Atos 8.26-35; Efésios 4.11
Atos 8
26 - E o anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te e vai para a banda do Sul, ao caminho que desce de Jerusalém para Gaza, que está deserto.
27 - E levantou-se e foi. E eis que um homem etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros e tinha ido a Jerusalém para adoração,
28 - regressava e, assentado no seu carro, lia o profeta Isaías.
29 - E disse o Espírito a Filipe: Chega-te e ajunta-te a esse carro.
30 - E, correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías e disse: Entendes tu o que lês?
31 - E ele disse: Como poderei entender, se alguém me não ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se assentasse.
32 - E o lugar da Escritura que Ha era este: Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, assim não abriu a sua boca.
33 - Na sua humilhação, foi tirado o seu julgamento; e quem contará a sua geração? Porque a sua vida é tirada da terra.
34 - E, respondendo o eunuco a Filipe, disse: Rogo-te, de quem diz isto o profeta? De si mesmo ou de algum outro?
35 - Então, Filipe, abrindo a boca e começando nesta Escritura, lhe anunciou a Jesus.
Efésios 4
11 - E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores.

INTERAÇÃO

A grande tarefa da igreja no mundo é pregar o Evangelho de Jesus de Nazaré.
O ministério de evangelista foi concedido por Deus para que, com graça e paixão, as pessoas fossem tocadas pela mensagem do Evangelho. É um carisma de ordem ministerial que o nosso Pai do Céu dispensou ao seu povo. É urgente que a igreja no Brasil proclame o Evangelho simples aos quatro cantos deste país, apontando para temas acerca da salvação, do perdão do pecado em Jesus e do amor ao próximo. É bem possível haver frequentadores de uma igreja evangélica que nunca ouviram faiar desses temas.

OBJETIVOS

Após a aula, o aluno deverá estar apto a:
Estudar sobre o envio dos setenta.
Refletir sobre a tarefa inacabada da Grande Comissão.
Compreender o papel do evangelista em o Novo Testamento.

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Prezado professor, para concluir a aula desta semana, reproduza o esquema da página seguinte. Utilize-o para falar um pouco a respeito da vida de John Wesley, Jonathan Edwards e David Wilkerson. Naturalmente, houve muitos outros homens e mulheres de Deus que igualmente impactaram a própria nação e o mundo com a proclamação do Evangelho e o testemunho de amor ao próximo. Mas queremos neste pequeno espaço refletir um pouco sobre como Deus usou pessoas de forma poderosa para executar o chamado da Grande Comissão. Conclua enfatizando que Deus conta conosco também para dar continuidade a esta tão nobre tarefa.

PALAVRA-CHAVE

Evangelista: Obreiro especialmente vocacionado, a fim de proclamar o Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.


1º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor EBD FORA DA CAIXA ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


2º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O AD Londrina ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


3º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor Fábio Segantin ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


4º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor Caramuru do Belemzinho ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


5º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor da CPAD ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


6º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: AGNALDO BETTI ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


7º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor Natalino das Neves ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.



8º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor Luiz H. Silva ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.



9º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor LUCAS NETO ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


10º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor LOCOMOTIVA EBD ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.



11º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor CANAL DA TV ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


12º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor MARCOS HENRIQUE ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


13º Vídeo Pré-Aula - Dicas da CPAD para que o professor possa dar uma boa aula: O pastor PAULO MENESES ajuda você na preparação da sua aula de Escola Dominical.


ESBOÇO Nº 8
LIÇÃO Nº 8 –  O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA
                                          O evangelista é aquele que foi escolhido pelo Senhor para dirigir a busca de almas para o reino de Deus.
INTRODUÇÃO
- Na sequência do estudo dos dons ministeriais, hojeestudaremos o ministério de evangelista.
- O evangelista é aquele que foi escolhido pelo Senhor para dirigir a busca de almas para o reino de Deus.
I – EVANGELIZAÇÃO – A TAREFA PRIMORDIAL DA IGREJA
- Na continuidade do estudo dos dons ministeriais, estudaremos hoje o ministério de evangelista, que é o terceiro a ser indicado pelo apóstolo Paulo na relação de Ef.4:11.
A sequência que Paulo apresenta em Ef.4:11 não é casual, mas reflete a própria ordem em que se dá a edificação da Igreja. Como vimos em lição anterior, Jesus, por primeiro, instituiu os apóstolos, que complementassem a base da Igreja, que servissem como fundamentos deste edifício de Deus (I Co.3:9), que tem a Cristo como pedra fundamental (Ef.2:20). Por isso, o apóstolo, em I Co.12:28, diz que Deus pôs “primeiramente” os apóstolos.
- Mesmo no sentido de “desbravadores”, de “pioneiros”, os apóstolos também vêm em primeiro lugar, visto que a eles incumbe a implantação de igrejas locais em lugares ainda não evangelizados.
- Em seguida, o Senhor instituiu na Igreja os profetas (I Co.12:28), que foram postos “em segundo lugar”, como um complemento do fundamento, que é o fundamento dos “apóstolos e profetas” (Ef.2:20), porquanto os profetas, como vimos na lição passada, são aqueles que fazem recordar os ensinos do Senhor, que aplicam as Escrituras, testemunha fiel do Salvador (Jo.5:39), à realidade de cada membro em particular do corpo de Cristo.
- Após ter instituído apóstolos e profetas, o Senhor, então, escolhe dentre os Seus servos, o evangelista, que é aquele que é usado para pregar a Palavra no intuito de ganhar almas para o reino de Deus. Como bem afirma o autor do artigo “Dons ministeriais – cargos hierárquicos ou funções carismáticas?”, os evangelistas são “…homens e mulheres que fazem parte do corpo, mas que têm suas vidas e sua mente voltada para fora da igreja local. Seu único interesse é acrescentar de forma estratégica, mais almas ao corpo de Cristo que precisa terminar de ser completo. São os que vão em hospitais, presídios, praças, favelas, sua vida é totalmente voltada para o campo missionário.…” (Disponível em:http://umnovoodre.blogspot.com.br/2012/06/ministerio-quintuplo-efesios-411-13-pra.html Acesso em 12 mar. 2014).
O evangelista é, portanto, alguém que é posto pelo Senhor para se dedicar ao crescimento quantitativo do reino de Deus, mediante a pregação do Evangelho, com o fim de buscar almas para o reino de Deus. É alguém que é escolhido para se voltar para o mundo sem Deus e sem salvação, visando trazer novas vidas para a comunhão com Cristo Jesus.

CONCLUSÃO

O dom ministerial de evangelista é concedido por Deus a algumas pessoas conforme o propósito do Espírito Santo para o fortalecimento e a edificação lidas igrejas locais. Isto, porém, não significa desobrigar os crentes individualmente do labor da evangelização. Todo seguidor de Cristo, isto é, todo aquele que se acha discípulo de Jesus, tem em sua caminhada cristã o firme compromisso de propagar a mensagem do Evangelho. E deste compromisso não pode se apartar um único milímetro. Que Deus levante mais evangelistas para a S sua grande seara!

AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO I

Subsídio Teológico
“A palavra [evangelista] é encontrada três vezes no Novo Testamento. Os evangelistas estão relacionados junto com os apóstolos, profetas, pastores e doutores, como aqueles que são chamados para compartilhar a construção da igreja (Ef 4.11ss). Filipe foi chamado de evangelista' (At 21.8). Embora fosse um dos sete escolhidos para aliviar os apóstolos da tarefa de distribuir alimentos (At 6.5), ele foi especialmente notado por sua atividade evangelizadora. De Jerusalém, ele foi até Samaria e pregou com grande sucesso (At 8.4ss). Dali, foi enviado para evangelizar um oficial da corte etíope, que estava viajando para casa depois de visitar Jerusalém (At 8.26ss). Então pregou o Evangelho desde Azoto até Cesárea, onde tinha sua casa (At 8.40; 21.8)” (PFEIFFER, Charles F.; REA, ohn; VOS, Howard F. (Eds,). Dicionário Bíblico Wycliffe. 1 ed. Rio de janeiro: CPAD, 2009, pp.725,26).

AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO II

Subsídio Teologia Pastoral
“O Evangelho do Reino
A mensagem de Jesus inclui um chamado ao arrependimento, semelhante ao de João Batista (Mc 1.4). Donald English adverte quanto ao perigo de entender o arrependimento de uma forma estreita demais, como os pregadores evangélicos o fazem geralmente* Ele declara: ‘Fundamentalmente isso significa uma mudança de direção, dar meia volta, mudar a mente’. Quando respondemos ao evangelho, mudamos a direção da nossa vida em que deixamos de confiar no ‘eu’ e outros ídolos para confiar em Deus.
Contudo, tanto João Batista quanto Jesus foram bem específicos em relação às coisas das quais as pessoas precisam se arrepender. João disse a distintas categorias de pessoas as diferentes maneiras como podiam expressar seu arrependimento. Ele disse para as multidões: ‘Quem tiver duas túnicas, que reparta com o que não tem, e quem tiver alimentos, que faça da mesma maneira’. João Batista pediu aos publicanos para não coletar mais do que estavam autorizados a pegar. Disse aos soldados: 'A ninguém trateis mal, nem defraudeis e contentai-vos com o vosso soldo’ (Lc 3.7-14). Jesus disse ao jovem rico para vender tudo o que tinha e dar o dinheiro aos pobres, para depois disso vir e segui-lo (Le 1 8.22-25). As coisas específicas ajudam as pessoas a entender o que o arrependimento envolve.
Tanto João Batista quanto Jesus também foram diretos em advertir seus ouvintes das consequências de não se arrepender. Sabemos que a maioria das declarações da Bíblia sobre o inferno saiu dos lábios de Cristo. [Como] Paulo disse [...] (1 Co 6.9,10).
Hoje, muitos de nossos ouvintes reagiriam de modo muito negativo se falássemos da maneira que Jesus e Paulo falavam. Desenvolvemos uma atitude em relação à nossa vida privada que quando os pregadores mencionam especificamente pecados que exigem arrependimento, eles são acusados de ser intrometidos e de estar, de algum modo, fazendo algo inapropriado” (FERNANDO, Ajith. Ministério dirigido por Jesus. 1 .ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2013, p.128).

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

ARAÚJO, Carlos Alberto R. A Igreja dos Apóstolos. l. ed. Rio de janeiro: CPAD, 2012.
FERNANDO, Ajith. Ministério dirigido por Jesus. l. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2013.
NORTON, Stanley M. A Doutrina do Espirito Santo: no Antigo e Novo Testamento. 12. ed. Rio de janeiro: CPAD, 2012.

EXERCÍCIOS

1. Segundo a lição, qual a consequência para quem proclama o Evangelho num mundo contrário ao Reino de Deus?
R: Os arautos de Cristo serão perseguidos.
2. De acordo com a lição, qual o verdadeiro significado de desfrutar da alegria no Espírito?
R: O verdadeiro significado de alegria no Espírito não é ver milagres, mas saber que através da exposição do Evangelho temos os nossos nomes escritos nos céus (v.20).
3. O que é a Grande Comissão?
R: É o apelo de Jesus para os discípulos anunciarem o Evangelho até as últimas consequências.
4. Qual é o papel dos evangelistas?
R: O evangelista exerce o papel de pregador das boas novas de salvação. Através do seu anúncio, vidas são alcançadas e reconduzidas a Deus.
5. Qual a finalidade do ministério de evangelista?
R: Preparar os santos do Senhor para uma vida de serviço, bem como à edificação do Corpo de Cristo (Ef 2.20-22).

Compartilhar no Google Plus

Sobre Hubner Braz

Criador, colunista e administrador do Pecador Confesso. Fascinado e apaixonado por DEUS!! Formado Bacharel em Teologia pela FATESP e F. Mêcanica pela FATEC-SP e Presbítero na A.D. Belem-Missão em Sorocaba, onde o Pastor Presidente é o Rev. Osmar José da Silva - CGADB, Tenho 1João 1:7-9 injetado na veia!.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Milhões de Confessos:

Postar um comentário

Não deixe de participar, a sua opinião é de extrema importância!

Críticas são bem vindas quando a pessoa se identifica.