Lição 1 - As Cartas de Pedro: vivendo em esperança e firmados na verdade - 7 de Julho de 2019 - EBD JOVEM - CPAD

Introdução I-Servo e apóstolo de Cristo; II-A Primeira Carta de Pedro: Alegria e Esperança em Tempos de Provação; III- A Segunda Carta d...


Introdução

I-Servo e apóstolo de Cristo;
II-A Primeira Carta de Pedro: Alegria e Esperança em Tempos de Provação;
III- A Segunda Carta de Pedro: Crescimento Espiritual e Firmeza na Verdade.
Conclusão
Professor(a), a lição deste domingo tem como objetivos:
Apresentar o perfil de Simão Pedro, autor das Epístolas;
Expor sobre a ocasião e o conteúdo da Primeira Carta;
Apresentar o conteúdo da Segunda Carta.
Palavras-chave: Esperança, alegria, crescimento e firmeza.
Para ajudá-lo(a) na sua reflexão, e na preparação do seu plano de aula, leia o subsídio de autoria do pastor Valmir Nascimento:
Por volta dos anos 60-67 d.C, o apóstolo Pedro direcionou duas importantes cartas para as igrejas espalhadas por cinco regiões da Ásia Menor. Apesar do curto espaço de tempo entre uma e outra, os contextos eram distintos. Pedro escreve a primeira numa época em que os crentes estão enfrentando diversas provações, de sorte que o seu propósito é reavivar neles a alegria na esperança da salvação, além de instruí-los sobre como viver em diferentes contextos sociais, enquanto cidadãos, empregados, membros de uma família e da Igreja de Cristo. O segundo documento foi elaborado para advertir os cristãos acerca das heresias que estavam sendo ensinadas entre eles pelos falsos mestres. O apóstolo conclama os crentes a recordarem o que haviam aprendido; crescerem no conhecimento de Deus e a se manterem firmes na Palavra da Verdade. 
As duas cartas, portanto, complementam-se de uma forma extraordinária, pois formam um todo coerentei. Numa, somos instruídos a viver com esperança, alegria e santidade em tempos de provação; na outra, advertidos a não esquecer a vocação e as verdades da Palavra de Deus numa época de falsidade religiosa. Uma prepara e inspira, a outra diz: agarre-se à verdade e mantenha-se firme nela. Juntas, elas ensinam que esperança e verdade devem andar abraçadas no caminho da fé. A esperança sem a verdade é mero otimismo humano, e verdade sem esperança é religiosidade vazia. É exatamente essa junção que faz com que tenham um propósito comum: despertar o ânimo sincero dos crentes (2 Pe 2.1).
Apesar do tempo e da distância, o conteúdo de ambas continua relevante como nunca. Seus conselhos e exortações compõem uma mensagem poderosa e revigorante para os cristãos do tempo presente, e deixam transparecer o sentido da esperança cristã; uma esperança viva e eficaz que, além de nos preparar para o porvir, nos fortalece, encoraja e nos orienta para vivermos plenamente a fé cristã nesta Era de descrença e desespero, enquanto esperamos o retorno do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Isso porque, o mesmo Espírito que as inspirou é o mesmo que sopra ainda hoje entre nós, razão pela qual continuamos comprometidos com a fé cristã como eles lá o foram.
Autenticidade e Autoria
O autor se identifica na primeira carta como “Pedro, apóstolo de Jesus Cristo” (1 Pe 1.1), na segunda, apresenta-se como “Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo” (2 Pe 1.1). Inegavelmente, trata-se da mesma pessoa, Pedro, também chamado Cefas, homem de reconhecida influência dentro da Igreja Primitiva, a quem Jesus chamou para ser um dos seus discípulos originais. Apesar da declaração de autoria que constam das cartas e da sua ampla aceitação na história da igreja cristã, desde a comunidade primitiva de crentes, com base nas evidências tanto internas quanto externas, questionamentos minoritários sobre a autoria petrina têm sido levantados. 
Uma das objeções reside na linguagem culta empregada na primeira carta. Conforme alguns críticos, não poderia ter sido redigida pelo apóstolo, um homem de poucos estudos e iletrado (At 4.13). Contudo, como bem observa Wayne Grudem, apesar do bom vocabulário e do grego excelente, é um exagero dizer que a primeira carta se trata de “uma obra prima da literatura” em termos de estilo e linguagem. Além disso, a palavra agrammatos utilizada em Atos 4.13, segundo Grudem, pode significar “iletrado, incapaz de ler ou escrever”, mas também pode indicar uma pessoa “sem instrução formal”, alguém que não tenha passado pelo ensino judaico da elite religiosa sob a orientação dos rabinosii. Esta é a melhor interpretação ao caso, visto que os membros do Sinédrio não poderiam supor, com base simplesmente na exposição oral dos discípulos, que eles não sabiam ler ou escrever.  Aliás, o termo “simples e sem erudição” também poderia significar que não eram treinados na retórica grega (oratória)iii, de sorte que o motivo do espanto dos líderes religiosos é que eles falavam com coragem e eloquência, mesmo não pertencendo à aristocracia sacerdotal. 
Portanto, longe de fundamentar uma postura anti-intelectual por parte dos primeiros discípulos, como se fossem ignorantes e sem inteligência, como supõem algunsiv, o verso em questão simplesmente revela que a elite religiosa da época ficou perplexa com o pronunciamento dos apóstolos. Apesar de considerados leigos aos olhos dos membros do Sinédrio, sabiam ler e escrever, inclusive no grego, pois este idioma era bem conhecido e normalmente utilizado na Palestina do primeiro séculov.
Ali, em verdade, estava se cumprindo o que disse o apóstolo Paulo: “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes” (1 Co 1.27).
Outro ponto a ser considerado é que Pedro possivelmente recebeu o apoio de Silvano, também chamado Silas, o companheiro das viagens de Paulo (At 15.40; 17.15), como escriba ou amanuense na escrita da sua carta (1 Pe 5.12), algo comum à época. Cidadão romano (At 16.37), tudo indica que Silvano vinha de uma família próspera e tinha boa formação cultural. Nas palavras de Craig Keener: “É possível que Pedro lhe tenha dado algum grau de liberdade com as palavras na composição da carta”vi, o que presumivelmente explicaria a diferença de estilos entre as cartas do apóstolo.
O fato é que a não aceitação da autoria petrina é precária. A Primeira Epístola de Pedro foi “o livro mais antigo e mais unanimemente aceito como autêntico”vii. Charles Bigg declara: “Não há livro do Novo Testamento que possua um testemunho melhor, mais primitivo e mais forte do que 1 Pedro”viii. Eis o motivo pelo qual sua autenticidade foi reconhecida por muitos pais da igreja, a exemplo de Irineu, Tertuliano, Clemente de Alexandria e Orígenes. 
Mais ainda que a primeira carta, a autoria de Segunda Epístola de Pedro é frequentemente questionada. Todavia, os argumentos também não se sustentam. Além da diferença de estilo decorrente do auxílio de Silvano, conforme dito anteriormente, Norman Geisler e Thomas Howe apresentam outras evidências da autenticidade: 1) diferenças de estilo e de tom seriam de se esperar em duas cartas escritas com dois diferentes propósitos, em épocas distintas; o versículo 1 apresenta uma evidência interna da escrita petrina, que rememora as palavras de Jesus concernentes à sua morte (cf. Jo 21.18,19). O autor dessa carta foi testemunha ocular do que ocorreu no Monte da Transfiguração (cf. Mt 17.1-8; 2 Pe 1.16-18). Pedro refere-se a esta como sendo sua “segunda carta” (3.1), pressupondo uma primeira; 2) apesar das diferenças, há muitas semelhanças entre as cartas: ambas põem ênfase em Cristo: 1 Pedro no seu sofrimento e 2 Pedro na sua glória. Ambas se referem a Noé e o Dilúvio (1 Pe 3.20; 2 Pe 2.5; 3.5,6); 3) há uma boa evidência externa sobre a autoria de Pedro, ainda no primeiro século. O arqueólogo William F. Albright datou 2 Pedro de um tempo anterior ao ano 80 d.C. O livro foi citado como autêntico por numerosos pais da igreja, inclusive por Orígenes, Eusébio, Jerônimo e Agostinhoix.
Pedro, o Autor das Cartas
Para entendermos a importância dessas epístolas, vale destacar que o seu autor foi uma das principais personagens do Novo Testamento, comparável em número de citações e pujança ministerial somente ao apóstolo Paulo. Ao analisar o livro de Atos dos Apóstolos o erudito pentecostal Roger Stronstad concluiu que, “se Paulo foi três vezes cheio do Espírito Santo (9.17; 13.9,52), Pedro também o foi antes dele (2.4; 4.8,31). Se Paulo foi chamado para ser o apóstolo dos gentios (9.15), Pedro já havia inau¬gurado um precedente desse ministério quando foi à casa do gentio Cornélio (10.1-11,18; 15.6-11). O ministério de Paulo era itinerante e peripatético (13.1-28,31), da mesma forma como fora o de Pedro antes dele (9.32-41)” . Segundo Stronstad, Pedro foi um profeta carismático, poderoso em palavras e em obras, e pela descrição de Lucas foi ele, e não Paulo, o herói da Igreja Primitiva . Não obstante, só não podemos considerá-lo o primeiro papa, o Sumo Pontífice da igreja, como acreditam os católicos...
Mas nem sempre Pedro foi um exemplo de liderança e caráter. Sua vida foi marcada por altos e baixos, da mesma forma que era o seu temperamento: instável. Mas quem era este homem, e como tudo mudou? 
A Bíblia o apresenta como Simão Barjonas, um homem simples e de temperamento forte que com seu irmão André vivia da pesca no mar da Galiléia, também chamado mar de Tiberíades e lago de Genesaré (Mt 4.18; Mc 1.16). Eram companheiros de Tiago e João, filhos de Zebedeu, igualmente pescadores (Lc 5.10). Jonas, seu pai, era provavelmente um pescador (Jo 1.42).
Nos Evangelhos, Pedro e André são os primeiros discípulos vocacionados por Jesus, chamados para serem “pescadores de homens” (Mc 1.16), numa alusão ao trabalho de ganhar almas para o Reino de Deus. Posteriormente, a chamada foi confirmada quando Jesus escolheu os Doze (Mc 3.13-19). Em hebraico, Simão (Shimon) significa “aquele que houve”. Ao conhecê-lo, o Senhor o chamou de Cefas (em aramaico) ou Pedro (em grego), que quer dizer pedra (Jo 1.42). Todavia, para que fizesse jus a este nome, seria necessário aprender muito com os ensinamentos do Nazareno, e experimentar o trabalhar de Deus em sua vida.
Desde o início, Pedro assumiu certa proeminência e liderança entre os demais discípulos. Atuava regularmente como o interlocutor deles, e é mencionado em primeiro lugar em todas as listas (Mt 14.28; 15.15; 18.21; 26.35,40; Mc 8.29; 9.5; 10.28; Jo 6.68). Apesar das virtudes e boas-intenções, Cefas era também impulsivo e instável. Às vezes falava sem pensar (Cf. Mt 16.22), e estava sempre pronto para revidar com violência (Jo 18.10). Num instante mostrava certa maturidade espiritual sobre o Reino de Deus (Mt 16.16), no outro, fazia revelar sua ignorância acerca dos desígnios divinos (v.22). Nos bons momentos parecia ser proativo (Mc 9.5), porém, sob pressão, reagia mal, a ponto de adormecer quando o seu Mestre mais precisava (Mt 26.40,41).
A sua derrota mais amarga ocorreu na ocasião do julgamento e suplício de Jesus. Temendo ser condenado e morto ao lado do seu Mestre, negou-o veementemente por três vezes (Mt 26.69-74). Lawrence Richards descreve a cena da seguinte maneira: “Quando Pedro se assentou junto ao fogo que ardia no átrio do Sumo Sacerdote, amaldiçoando e negando ser um dos seguidores ‘de tal homem’, parecemos ver a figura entristecida de Jesus assentado junto à mesa, anteriormente, e ouvir a sua voz carregada de tristeza, dizendo a Pedro, ‘nesta mesma noite... três vezes me negarás’(v.34). Sentimos uma sensação esmagadora da presença de Jesus, inclusive quando Pedro falava. E, repentinamente, Pedro também a sentiu! Ele percebeu o que tinha feito, e ‘saindo dali, chorou amargamente’ (v.75)”xii.
O canto do galo fez-lhe lembrar das palavras de Jesus que, conhecendo as suas fraquezas, previra o acontecimento (Mt 26.34). Pedro havia chegado ao “fundo do poço”. Sem o seu Mestre, e tendo na consciência o peso da sua falha, sentiu naquele curto instante um profundo pesar pelo que havia feito. Era o momento mais amargo da sua vida. Mas o seu choro foi de arrependimento; eram lágrimas de alguém que sabia que havia errado, e estava disposto a se redimir. 
Todos nós, afinal, estamos suscetíveis ao erro, mas a forma como reagimos às nossas falhas define o nosso futuro. Podemos seguir nossas vidas como se nada tivesse acontecido, sem aprender nada, ou podemos chorar como o fez Pedro, dispostos a nos arrepender e a tomar o curso correto da vida.
Felizmente, Pedro tomou a decisão certa, e por isso a sua história não termina aqui. Fortalecido e encorajado pela ressurreição de Cristo, Pedro iria reafirmar posteriormente o seu amor por Jesus, que o perdoaria (Mc 16.7; Jo 21.15-19). De um pescador simples, temperamental e inconstante, Deus o transformou em um destemido líder da Igreja Primitiva e um dos principais da história do cristianismo. 
A sublime mudança faz-se evidente no Dia de Pentecostes (At 2), ocasião em que o apóstolo pregou o seu primeiro sermão no poder do Espírito. French Arrington diz: "Inspirado pelo Espírito, o sermão e caráter de Pedro ficam em contraste com suas negações ao Senhor (Lc 22.54-62). Depois do derramamento do Espírito, ele se torna corajoso e ousado. Seu primeiro sermão reflete suas convicções claras. Ele já não tem dúvida sobre o Salvador e a missão do Salvador e interpreta o significado da vida e ministério de Jesus"xiii.
Fica evidente que 1 e 2 Pedro foram escritas por um homem com rica experiência com Deus. Sua mensagem é afetuosa, seu tom é humilde e sua preocupação é legítima. Expressa a ternura e zelo de um pastor com o seu rebanho de ovelhas, que buscava pôr em prática a ordem direta que recebeu de Cristo (Jo 21.15). Sua experiência de arrependimento e renovação espiritual é um aspecto que inspira esperança na vida daqueles que, por um motivo ou outro, não se acham capazes de vencer suas fragilidades e superar seus reveses. 
Da mesma forma que Pedro teve a sua vida restaurada após um fracasso espiritual, Deus também é suficientemente capaz de prover uma cura interior e mudar o rumo da história daqueles que fraquejaram na caminhada.
1 Pedro: alegria e esperança em tempos de provação
Os destinatários da carta
Pedro direciona sua primeira carta aos estrangeiros dispersos no Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia; cinco províncias da Ásia Menor à época pertencente ao Império Romano, atualmente parte da Turquia. É consenso que a sua audiência era formada pelas comunidades cristãs espalhadas nesta região, incluindo não somente judeus convertidos como também cristãos de origem gentílica. 
Embora Pedro utilize várias referências judaicas, a exemplo de diáspora – termo usado para os judeus que viviam fora da Terra de Israel, e apelar às profecias do Antigo Testamento que haviam se cumprido (1.16), a carta também contém uma linguagem que fala diretamente aos gentios convertidos. O apóstolo afirma que foram "resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais" (1.18), e que "em outro tempo, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia" (2.10).
Pedro chama os destinatários da carta de “eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo...” (v.2). Apesar de estarem numa condição social desfavorável, eles são eleitos de Deus. O texto deixa evidente que tal eleição não se deu por um decreto, pelo qual Deus escolheu um grupo específico de pessoas, rejeitando outras. A eleição é segundo a presciência de Deus. Ou seja, Deus conhece de antemão, pela sua onisciência, aqueles que aceitarão a Cristo como Senhor e Salvador (Cf. Rm 8.28,29). Logo, a eleição é cristocêntrica, “O Eleito” ou “O Escolhido” (Is 42.1; Mt 12.18). A partir da eleição de Cristo, segue-se a eleição de Israel, através da qual o Messias viria e que seria também o canal de Deus para transmitir a mensagem divina ao mundoxiv. Depois, a eleição da Igreja como o corpo eleito de crentes em Cristo e, por fim, a eleição de indivíduos que aceitarão a graciosa oferta do evangelho para fazerem parte do corpo eleito de Cristoxv.
Sobre esta passagem, Ênio Muller destaca que o termo “eleitos” é comum nas Escrituras, e deve ser analisado a partir da ideia da escolha da nação de Israel dentre os demais povos.  Assim, “como 1 Pedro foi endereçada a grupos de origem predominantemente gentia, transparece que o autor não hesitava em aplicar para a igreja, o novo povo de Deus, os títulos e privilégios que pertenciam até então ao povo da antiga aliança”xvi. Não obstante, ao que tudo indica, a menção do termo na primeira carta de Pedro tem o propósito de encorajar os seus leitores, com ênfase no serviço, no ministério, visto que, conforme Muller, “a eleição é eleição para alguma coisa”xvii.
Ocasião e propósito
Não é possível saber com exatidão a data em que a carta foi escrita, por isso os estudiosos a situam entre 60-63 d.C. Percebe-se claramente que os cristãos da época não viviam em condições favoráveis; as circunstâncias e o tom da epístola deixam transparecer que os crentes estavam padecendo provações e sofrimentos em inúmeros contextos. A religião dos cristãos ainda era uma pequena seita, composta de uma minoria que vivia oprimida e à margem da sociedade. 
Por diversas razões, o padrão de vida dos crentes não era aceito pelos costumes da época; não se adequava nem ao judaísmo, muito menos ao paganismo grego-romano, por isso os cristãos eram injustiçados e até mesmo acusados de serem ateus, pois rejeitavam os deuses pagãos e adoravam um Deus Único. Todavia, ao que tudo indica, não se tratava ainda de uma perseguição oficial, notadamente aquela que viria a ser promovida pelo imperador Nero a partir de 64 d.C, após atribuir a causa do grande incêndio em Roma aos seguidores de Cristo. 
Na verdade, Pedro parece estar preparando a comunidade cristã para esta prova ardente que estava por vir (4.12), na qual ele próprio viria a ser martirizado. Assim, diante desse contexto difícil, Pedro escreve esta epístola com a intenção de encorajar os cristãos a manterem a esperança em tempos de provações e desfrutar alegria nas adversidades.  Não é de estranhar que Pedro seja chamado de o "apóstolo da esperança", pois ele insiste que a despeito de tudo, em Cristo temos uma esperança viva, que nos ensina a viver o tempo presente e a descansar em Deus na jornada para o céu.
Inspiradora, doutrinária e instrutiva
A primeira carta de Pedro é um documento único e abrangente. Ela é devocionalmente inspiradora, teologicamente doutrinária e ricamente instrutiva. Roy Richolson afirma que a Primeira Epístola de Pedro tem sido descrita como “Epístola da Esperança”, “Epístola da Coragem” e “Epístola da Esperança e Glória”; também pode ser chamada de “Epístola da Vida Santa”, pois enfatiza o fato de que “a santidade de vida é mais importante do que o livramento do sofrimento”xviii.
Ensina sobre vários princípios fundamentais da fé, e ao mesmo tempo contém valiosos conselhos para o viver diário. Pedro se dirige a grupos específicos dentro da comunidade cristã, dentre os quais servos, esposas, esposos, jovens, idosos e líderes, fazendo surgir um guia abrangente sobre diversos assuntos éticos e doutrinários. Os temas tratados englobam, além de outros, a obra da salvação, graça, perseguição, sofrimento de Cristo, santidade, integridade, vida familiar, relacionamento conjugal, relação com o governo, convivência cristã e liderança. Ufa! Certamente será muito proveitoso e enriquecedor estudar cada um desses temas no decorrer do trimestre, não acha?
2 Pedro: crescimento espiritual e firmeza na verdade
Os destinatários da carta
No início de sua segunda epístola, Pedro registra quem são os seus destinatários: "(...) aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa pela justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo" (1.1). É provável que estes crentes em Cristo fossem os mesmos a quem a primeira carta fora destinada, conforme se depreende do que o autor registra em (3.1). 
Portanto, Pedro está escrevendo para uma comunidade cristã heterogênea, composta de judeus e gentios convertidos ao Evangelho, incluindo escravos, esposas com maridos pagãos, jovens e anciãos (1 Pe 2.13;3.1;5.5). Conquanto não tivessem visto o Senhor (1 Pe 1.8), e embora tivessem passado por diversas provações, estes irmãos haviam alcançado uma fé preciosa. 
Ocasião e propósito
Quando foi escrita a segunda carta de Pedro? Considerando que Nero, o algoz do apóstolo, morreu em 68 d.C, a maioria dos estudiosos colocam a data da escrita entre 65-67 d.C. Embora o público seja o mesmo da primeira epístola, as circunstâncias e propósitos são bastante distintos. Na primeira, a comunidade cristã passa por severa provação advinda de fora da igreja, na ocasião da segunda epístola os perigos são internos, por causa dos ensinos heréticos que estavam sendo disseminados dentro dela. 
Chegou ao conhecimento do apóstolo que falsos mestres havia se introduzido entre os irmãos e estavam distorcendo a verdade do Evangelho, produzindo heresias de perdição (2 Pe 2.1). Entre outros ensinamentos insidiosos, os falsários da fé negavam a divindade e a volta gloriosa de Cristo. Além da falsa doutrina, apregoavam também o falso comportamento, pelo qual induziam os crentes a abandonarem o padrão de vida santa e piedosa. 
Diante disso, com coragem e tenacidade Pedro escreve esta segunda carta com a intenção de advertir os cristãos sobre os falsos ensinadores e incentivá-los a crescerem na fé e no verdadeiro conhecimento de Deus. Pedro está dizendo para os cristãos ficarem firmes na chamada de Deus, para agirem com diligência e empenho, aguardando confiantemente o cumprimento da promessa do retorno do Filho de Deus!
A segunda epístola de Pedro tem uma profunda ênfase teológica, com destaque para a Transfiguração de Cristo, a veracidade da Palavra de Deus e das profecias, a depravação do homem e a volta de Jesus. É preciso assentir com as palavras de Hernandes Dias Lopes quando afirma: “Mesmo com todas as lutas que esta carta enfrentou para ser aceita no cânon sagrado, temos plena convicção de que estamos lidando com um livro inspirado pelo Espírito Santo”.                                                                            
*Adquira o livro do trimestre. NASCIMENTO, Valmir. A Razão da Nossa Esperança: Alegria, Crescimento e Firmeza nas Cartas de Pedro. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2019.
Que Deus o(a) abençoe.
Telma Bueno

i Cf. CARREZ, Maurice (et al.). As cartas de Paulo, Tiago, Pedro e Judas. São Paulo: Paulus, 1987, p. 273.
ii GRUDEM, Wayne. Comentário bíblico de 1 Pedro. São Paulo: Vida Nova, 2016, p. 28.
iii KEENER, Craig S. Comentário histórico-cultural Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2017, p. 390.
iv  Cf. NAÑES, Rick. Pentecostal de coração e mente: um chamado ao dom divino do intelecto. São Paulo: Editora Vida, 2007, p. 80.
v GRUDEM, 2016, p. 31.
vi  KEENER, 2017, p. 822.
vii NICHOLSON, Roy.  A Primeira Epístola de Pedro. Em: Comentário Bíblico Beacon – vol. 10 – Hebreus a Apocalipse. Rio de Janeiro: CPAD, 2016, p. 205.
viii Idem.
ix GEISLER, Norman; HOWE, Thomas. Manual popular de dúvidas enigmas e “contradições” da Bíblia. São Paulo: Mundo Cristão, 1999, pp. 543-544.
x STRONSTAD, Roger. Comentário Bíblico Pentecostal – Novo Testamento – Vol. 2. Rio de Janeiro: CPAD, 2015, p. 1692.
xi Idem.
xii RICHARDS, Lawrence. Comentário devocional da Bíblia. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, pp. 590, 591.
xiii ARRINGTON, French. Comentário Bíblico Pentecostal – Novo Testamento – Vol. 1. Rio de Janeiro: CPAD, 2015, p. 635.
xiv Ver DANIEL, Silas. Arminianismo: a mecânica da salvação. Rio de Janeiro: CPAD, 2017, p. 428. 
xv TITILLO, Thiago. Eleição condicional. São Paulo: Editora Reflexão, 2015, p. 24.
xvi MUELLER, 1988, p. 65.  Idem.
xvii NICHOLSON, 2016, p. 205.



Prezado professor, aqui você pode contar com mais um recurso no preparo de suas Lições Bíblicas de Jovens. Nossos subsídios estarão à disposição toda semana. Porém, é importante ressaltar que os subsídios são mais um recurso para ajudá-lo na sua tarefa de ensinar a Palavra de Deus. Eles não vão esgotar todo o assunto e não é uma nova lição (uma lição extra). Você não pode substituir o seu estudo pessoal e o seu plano de aula, pois o nosso objetivo é fazer um resumo das lições. Sabemos que ensinar não é uma tarefa fácil, pois exige dedicação, estudo, planejamento e reflexão, por isso, estamos preparando esse material com o objetivo de ajudá-lo. 

COMMENTS

BLOGGER

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor e blogueiro. Formado Bacharel em Teologia pela FATESP, graduando em Mecânica pela FATEC. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras para jovens, casais, obreiros e missões urbanas.

Doações Missionárias Aqui!!


Nome

#desafio42dias,2,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,1º Trimestre,2,1º Trimestre 2018,1,2º Trimestre,2,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,24,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,9,A Raça Humana,1,Abuso Sexual,4,AD em BH,2,Adolescente,1,Adoração,3,Adulto,49,Agostinho,1,Air,1,Ajuda do Alto,2,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,alegria,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,2,Amar,14,Amasiado,1,Amém,1,Amigo,6,Amizade,12,Amnon e Tamar,2,Amor,44,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,9,amostra grátis,1,Ana,3,Ananias,1,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,1,Anjo de Luz,2,Anjos,2,Anonimo,1,Anrão,1,Antigo Testamento,1,Ao Vivo,1,Apaixonado,1,Aplicativo,1,Apocalipse,5,Apologia,3,Apostasia,1,Apostolo,3,apóstolo Paulo,5,App,1,Apple Store,1,apreço imenso,1,Arrebatamento,3,Arrependimento,1,Artesão,1,As 95 Teses,1,As Bases do Casamento Cristão,2,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,4,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Ataque,1,Ateísmo,2,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitute,1,Atos,2,atriz,1,Auto Escola,1,autoajuda,2,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avó,1,bailarina,1,Balada Gospel,1,Balzac,1,Bangu,1,Barack Obama,2,Base Bíblica,1,Batalha Espirítual,4,Batismo,3,Batista,1,Batom Vermelho,1,BBB,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Benhour Lopes,1,best-seller,4,BETEL,7,Bíblia,15,Bíblia Diz,1,Bíblias,1,Bíblica,25,biblicas,1,Bienal do Livro,1,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,1,Bispa,1,BléiaCamp,1,BLOG,5,BlogNovela,9,Boaz,1,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,bom-humor,6,Bombom,1,Bons Sonhos,1,Borboleta,1,Brasil,1,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,1,Briga,1,Brincadeira,1,Busca,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,canal,1,Canção,1,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantor,2,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,Carência,4,Carismático,1,Carne,1,carreira,1,Carta de Amor,14,Cartas,1,Cartaz,3,Casa,1,Casa Branca,1,Casamento,9,Catarina Migliorini,1,CD,1,CDHM,1,Cesto,1,CGADB,2,Chamada,1,Champions League,1,Charges,8,Cheios,1,Chuva,1,Cinco,1,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,1,Cláudia,1,Clipe Oficial HD,2,Cocaína,1,com Pedro Bial,1,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,2,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,1,Compreender,1,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,10,Conhecer,2,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conselhos,8,Contra Mão do Mundo.,1,Conversão,3,Copa America,1,Copimismo,1,Coreografia,1,Cortinas,1,CPAD,94,Crack,1,Cracolândia,3,crescimento,2,Cristão,12,Cristianismo,1,Cristo,1,Cronograma da Bíblia,2,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,1,Cuide do Coração,4,Culto,2,Culto da Virada de Ano Novo,1,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,1,Dalila,1,Dança,1,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,3,Davi e Bate-Seba,2,Davi e Jônatas,1,Davi e Mical,3,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Decisão,1,declaração,5,Degeneração,1,Delírios,1,demissão,1,demônio,1,Denominação,1,Denúncias,5,Deputado Federal,1,Desabamento,1,Desafio,8,Desafio Insano,2,Desapaixonar,3,Descobertas,1,Desculpas,1,Desejo,1,Despedida,1,Deus,22,Deus está Morto,1,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,Devaneios,3,Devocional,57,Dez passos,6,Dia dos Namorados,11,Dia dos Pais,2,Diabo,1,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,1,Dicas,1,Diferente,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinheiro,4,Discernimento,1,Discipulado,1,Discipulos,1,Discípulos,1,discussão,1,Distância,1,Divino,1,divórcio,1,Dízimos,2,Doação,1,Doação de Bebê,1,Doença,3,doença física,1,Dom,1,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,1,Dons de Maravilhas,1,Dores,1,Download,7,Download Livros e E-books,60,Doze,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,6,EBD,96,Ecumenismo,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,Elcana,3,Eleição,5,Elizabeth Gilbert,1,Ellan Miranda,6,Elogios,1,Email,2,empresa,1,Empresa.,1,Enchente,1,Encontro,7,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensinos,1,entender Deus,3,Entrevista,4,Epístolas,1,Esboço Pregação,1,Escatologia,2,Escola,32,Escola Bíblica Dominical,177,Escolha,4,Escritor,1,Espaço,2,esperança,1,esperança. razão,1,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,1,Espírito,1,Espírito Santo,7,Espiritual,3,Estado de São Paulo,1,Estevão,1,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estudo Bíblico,16,Estudos Bíblicos,159,Estupro,1,Eternidade,1,Eu ainda te amo,1,evangelho,3,EVANGÉLICA,4,Evangélicos,1,Evangelismo,2,Evento,2,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exílio,2,Experiência de vida,25,Exupéry,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,1,Falecimento,1,Falsos,1,familia,4,Fat Family,1,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,2,Felipe,1,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,8,Festa Junina,1,Festividade,1,Fiel,1,Filho de Deus,1,Filho do Homem,1,Filho Pródigo,2,Filhos,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim de Relacionamento,2,Fim do Mundo,4,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,2,Firme,1,firmeza,1,Firmino,1,Fletar,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Fúnebre,1,funk,1,gadareno,1,Galaxy,1,Galileu,1,Ganhe Um Livro,1,Gay,8,genro,1,Geração,1,Gestos,1,Gideões,12,Gideões Missionários da Última Hora,9,Gilberto Carvalho,1,GLBS,2,Globo,1,Glória,1,GMUH,9,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Grátis,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,2,guerra,1,Halloween,1,Haxixe,1,Hedonismo,1,Heresia,3,Historia Real,1,Holocausto,1,Homenagem,1,Homens,1,Homofobia,14,homosexualismo,10,Homossexual,8,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Hubner Braz,23,Humanas,1,Humor,9,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,idioma,1,Igreja,4,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,1,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Imoral,1,Impressora,1,Incas.,1,Infantil,1,Inferno,2,inglês,1,Inicio,1,injustiça,1,Insegurança,1,Instituição,1,Internação,1,Internacional,1,intertestamentários,1,Intimidade,2,iPad,1,iPhone,1,Irmã Zuleide,1,Islâmismo,1,Israel,2,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jeito,1,Jerusalém,1,Jesuíta,1,Jesus,6,Jesus Cristo,4,Jesus de Nazaré,1,João,2,João Batista. Ossada,1,John Piper,1,Joquebede,1,Jornal da Record,1,José,2,Josh McDowell,1,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,96,Jovens,36,Judá e Tamar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,1,Justiça,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,1,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,1,Léia e Jacó,1,Leilão,2,Leis,1,Leitora,1,Leitura,2,LeNovo,1,Ler a Bíblia em 42 dias,1,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Libertinagem,1,Lição,14,Lições Bíblicas,3,Lições Bíblicas da BETEL,179,Lições Bíblicas da CPAD,392,Lições de Vida,26,Líder,1,Líder Adolescente,20,Líder Jovem,21,Liderança,1,Lídia,1,Lino,1,Lista,1,Litoral,1,Liverpool,1,Livre Arbítrio,2,Livres,1,Livros - Comentarios,78,Livros Evangelicos,37,Logos,1,Loide,1,Loira,1,Louco,1,Louvor,9,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,1,Lucifer,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,4,Luz do mundo,1,Lya Luft,1,MacBook Air,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,1,‪Magia,1,Maias,1,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,2,Mãos,1,Maquiagem,2,Marcas,1,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,1,Mardoqueu,1,Maria Madalena,1,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,1,Mártires Cristãos,2,Massacre,1,Masturbação,6,Matrimonio,2,maturidade cristã,7,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,3,Melhores Blogs,1,Melhores Sites,1,Meninos de Rua,1,Mensagem,3,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Milagres,2,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério Público Federal,1,Miriã,1,Misericórdia,1,Missão,3,Missões,4,Mitologia,1,MMA,1,Mobilização,2,Moisés,1,Monarquia,2,Monte,1,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,8,Mordomo,1,morte,4,Motivos,1,Mulçumano,1,Mulher de Potifar,1,Mulheres,2,multiplicação,1,Musica,8,Nacional,1,Namorado,9,Namorar,22,Namoro,46,Não Prometeu,1,Nascimento,1,Negar,1,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,1,NetFlix,1,Nigéria,1,No Fundo Do Poço,1,Noruega,1,Nota,1,Notícia gospel,15,Notícias Gospel,153,Nova,1,Novas Lições,1,Novela,2,Novo,2,Nuvem,1,NX Zero,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,1,O Bom Travesti,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obede-Edom,1,Obras,2,Odio,1,Ofertas,2,Oficial,1,Olhar,1,Onde Estiver,1,ônibus,1,Online,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oração,11,Orar,1,Orfanato,1,Origem,2,Os Melhores Livros,19,Oséias,1,Oséias e Gomer,1,Outra Chance,3,Pai,1,Paixão,3,Palavra,1,Pânico,1,pão,1,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papo,1,Paquera,1,Paradoxo,1,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,1,Pastor,7,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,1,Pastores,1,Patrick Greene,1,Pb. Renan Pierini,1,PDF,1,Pecado,13,Pecador Confesso,10,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedras,1,Pedro,2,peixe,1,Pensamento,3,Pentecostal,1,Perda,3,Perdão,4,Perigos,1,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Pesquisa,2,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Planeta Terra,2,Play Back,1,playboy,1,Poder,1,Poema,3,Poesia,3,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,3,Posse,1,Posto,1,Pr Napoleão Falcão,1,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Praia,1,Praticar,1,Preço,1,Predestinação,1,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,10,Pregadores,1,Premier,1,Preocupar,1,presidente,4,Presídio,1,previdência,1,primeiro,1,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,1,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,1,Profecia,3,Profeta,2,Profeta Jeremias,1,Profética,1,Profético,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Projeto Cura Gay,2,Promoção,4,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,2,Prosperidade,1,Prostituta,2,Protesto,1,PSDB,1,Pv 4.23,1,Queda,1,Quem Sou?,1,Querer,2,Racismo,1,Rainha de Sabá,3,Rainha Ester,1,Raquel,2,Rebeldia,1,Receber,1,Reconciliação,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,1,Redenção,1,reflexão,21,Regininha,1,Rei,1,Rei Xerxes,1,Reino de Deus,1,Rejeição,1,Relacionamento,18,Relatos,5,Relógio da Oração,3,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,72,Reservado,2,Resplandecer,1,Responde,1,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,1,Restauracionismo,1,Resumo,6,Rev. Augustus Nicodemus,1,Revista,24,Rezar e Amar,1,Riscos,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Rubem Alves,1,Rute,1,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sacerdócio,1,Sacerdotal,1,Sacrifício,2,Safira,1,Salomão,9,Salvação,7,Samuel,3,Samuel Mariano,1,Sangue no Nariz,1,Sansão,2,Santa Ceia,1,Sarah Sheva,1,Saudades,3,Saul,2,Saulo,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Segundos,1,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Seleção Brasileira,1,Sem Garantia,1,Seminário,1,Senhor,1,Sentido da Vida,4,Sentimentos,2,Separação,2,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Dicas de Como Liderar,19,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,1,Sex,1,Sexo,5,Sexual,2,Sidney Sinai,1,Significados,1,Silas Malafaia,4,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Sistema,1,Slide PC,2,Slider,464,slides,2,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Sofrimento,1,Sogra,1,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,1,Sonhos de Valsa,1,Sorrir,3,Sorteio,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Submissão,1,Subsídio,18,Sujeição,1,Sulamita,5,suprema,1,Surface Pro 2,1,Tabernáculo,2,Tablet,1,Talentos Cristãos,1,Tarado,1,Tatuagem,3,Tecido,1,Tecnologia,1,Tela Cinza,1,Temas,1,Tempo,2,Tempo de Viver Coisas Novas,1,Tentação,1,Teologia,6,Termino de Namoro,3,Término do Namoro,1,Terra,2,Terremoto,1,Testemunho,20,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,1,Timna,1,Timóteo,2,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,Tomas de Aquino,1,Top,1,Top Blogs,1,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,1,Top5,2,TPM,1,Trabalho,1,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transfer,1,Tratando de uma leucemia,1,Trimestre,2,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Uma História de Ficção,78,Unção,1,Ungido,1,Universo,1,Urias,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,3,Velho Testamento,1,Velório,1,Vendedor de Droga,1,Vento,1,Ver Deus,1,Verdade,1,Verdadeira História,1,verdades,1,Viagem,1,Vício,1,Vida depois da morte,3,Vídeo,24,vinda,1,Violência,1,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,You Tube,1,youtuber,1,
ltr
item
Pecador Confesso: Lição 1 - As Cartas de Pedro: vivendo em esperança e firmados na verdade - 7 de Julho de 2019 - EBD JOVEM - CPAD
Lição 1 - As Cartas de Pedro: vivendo em esperança e firmados na verdade - 7 de Julho de 2019 - EBD JOVEM - CPAD
https://1.bp.blogspot.com/-EAnH_ZF0MXE/XSK42CU4EKI/AAAAAAAAS0I/Wz-jnA-zYJQOMSnhqvlrMypTqDawpHN1ACLcBGAs/s320/licao-1-jovem-pedro.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-EAnH_ZF0MXE/XSK42CU4EKI/AAAAAAAAS0I/Wz-jnA-zYJQOMSnhqvlrMypTqDawpHN1ACLcBGAs/s72-c/licao-1-jovem-pedro.jpg
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2019/07/licao-1-as-cartas-de-pedro-vivendo-em.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2019/07/licao-1-as-cartas-de-pedro-vivendo-em.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy