LIÇÃO 4 - O RELACIONAMENTO DO CRISTÃO COM O ESTADO E COM OS SUPERIORES - 28 de julho de 2019 - EBD JOVEM - CPAD

TEXTO DO DIA “Sujeitai-vos, pois, a toda ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; quer aos governadore...


TEXTO DO DIA
“Sujeitai-vos, pois, a toda ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores e para louvor dos que fazem o bem” (1Pe 2.13,14).

SINTESE

As Escrituras ensinam que o cristão deve se submeter às autoridades constituídas, porque toda autoridade provém de Deus, com o propósito de punir o mal e beneficiar a vida em sociedade.

AGENDA DE LEITURA

SEGUNDA – Rm 13.1-6: Obedecendo às autoridades superiores
TERÇA – Lc 20.19-25: Jesus e a questão do tributo romano
QUARTA – 1 Tm 2.1,2: Orando pelas autoridades
QUINTA – At 5.27-29: Importa obedecer a Deus
SEXTA – Rm 7.15-25: A luta interna do ser humano
SÁBADO – Mt 5.44: Amando os inimigos

TEXTO BIBLICO

1 Pedro 2.11-23.

11 Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma,
12 tendo o vosso viver honesto entre os gentios, para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no Dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem.
13 Sujeitai-vos, pois, a toda ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior;
14 quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores e para louvor dos que fazem o bem.
15 Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo o bem, tapeis a boca à ignorância dos homens loucos;
16 como livres e não tendo a liberdade por cobertura da malícia, mas como servos de Deus.
17 Honrai a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. Honrai o rei.
18 Vós, servos, sujeitai-vos com todo o temor ao senhor, não somente ao bom e humano, mas também ao mau;
19 porque é coisa agradável que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente.
20 Porque que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas, se fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus.
21 Porque para isto sois chamados, pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas,
22 o qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano,
23 o qual, quando o injuriavam, não injuriava e, quando padecia, não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente,

OBJETIVOS
I - CONSCIENTIZAR de que a conduta exemplar do cristão requer a abstinência das paixões carnais;
III - CONHECER a maneira adequada de se relacionar com o Estado e com as autoridades constituídas;
III - MOSTRAR o padrão bíblico do relacionamento do crente com os seus superiores.


INTERAÇÃO
   
A Primeira Epístola de Pedro contém recomendações para a vida devocional, mas também para a vida pública. Nesta segunda parte de sua Carta, ele oferece verdadeiros princípios sobre como o cristão, enquanto cidadão deste mundo, deve se relacionar com as autoridades e superiores hierárquicos. Tais princípios são atemporais, oferecendo hoje diretrizes valiosas para a participação política e interação dos seguidores de Cristo com o Estado. Saber aplicar corretamente tais princípios é essencial para o

testemunho público da Igreja, pois, do contrário, a Igreja corre o risco de adotar um modelo de envolvimento inadequado com o poder público, seja de completa subordinação ou de tentativa de dominação a ele. Desse modo, considerando que a desilusão com a política e com o poder público são características do tempo presente, assim como a secularização – que visa afastar os crentes da esfera pública, esta lição é propícia para conscientizar os jovens crentes sobre temas como engajamento político, cidadania cristã, democracia e participação profética no processo eleitoral.

Orientação Pedagógica

Prezado (a) professor(a), o que você acha de usar no Tópico II desta lição a dinâmica “tempestade de ideias”? Para tal, peça que os alunos opinem a respeito dos desafios do relacionamento do cristão com o Estado. Registre as ideias em um painel ou lousa, sem censurá-las. Essa atividade deve demorar aproximadamente 5 a 10 minutos. Na sequência, à luz do conteúdo da lição, e com base em outras pesquisas sobre o tema, explique como tais desafios podem ser vencidos segundo os princípios bíblicos.

INTRODUÇÃO
   
Nesta seção de sua carta, Pedro passa a tratar de aspectos práticos da vida cristã, especialmente sobre deveres e responsabilidades sociais. Nitidamente, a epístola petrina demonstra a dupla cidadania dos discípulos de Cristo. Ao mesmo tempo que somos chamados de peregrinos por causa de nossa cidadania celestial, Pedro conclama os crentes a se submeterem livremente a todas as autoridades legítimas, numa clara alusão à cidadania terrena. A mensagem que o apóstolo está transmitindo é que, não importa o tipo de governo humano, seja monarquia ou república, toda autoridade provém de Deus. Desse modo, o governo civil, assim como o tudo mais na vida, está sujeito à lei do Criador. Este é o tema da presente lição. - Há quem pense que o cristianismo não tem nada que ver com Estado - nem com política; que a religião não tem nada a ver com política. Não no sentido de que a religião não se mescle com a política, pois isso sim, acontece sempre, mas no sentido de que a religião não deveria se misturar com a política nem se intrometer em coisas de Estado. Alguns mais radicais sustentam, inclusive, que a verdadeira política é incompatível com a religião. A vida cristã não é uma mera doutrina ou teoria, pelo contrário, ela está repleta de aspectos práticos que afetam o nosso dia a dia. Na Palavra de Deus podemos encontrar direção clara e específica sobre vários aspectos práticos que norteiam o cristão no seu caminhar diário diante de Deus e dos homens. “Exercita-te pessoalmente na piedade" (1Tm 4.7) é a exortação do apóstolo Paulo. Que nossos corações sejam trabalhados pela Palavra de Deus de forma que o Espírito Santo tenha a oportunidade de aperfeiçoar a nova criação. – Dito isto, convido-o a pensar maduramente a fé cristã!

I. A CONDUTA EXEMPLAR DOS PEREGRINOS
  
1. Abstendo-se das paixões carnais. Em tom amoroso, Pedro se dirige aos crentes como peregrinos e forasteiros. Enquanto cidadãos de uma pátria distante, os crentes precisam abster-se das paixões carnais que guerreiam contra a alma (v.11). Abster-se aqui tem o sentido de manter-se continuamente longe, afastado dos desejos pecaminosos. Por causa da sua natureza pecadora, o homem se encontra numa luta interna da carne contra o Espírito (Gl 5.17). Se por um lado, queremos obedecer a lei moral de Deus, por outro, somos inclinados a cumprir os desejos da nossa velha natureza, conforme Paulo descreve em Romanos 7.15-25. Não obstante, isso não significa que tais desejos sejam absolutamente incontroláveis e que estejamos sujeitos somente aos nossos institutos naturais. A vitória contra o pecado começa, primeiramente, com o reconhecimento de nossas fraquezas morais. O cristão não pode se esquecer das armadilhas do seu coração (Jr 17.9,10) e que as suas percepções não são plenamente confiáveis. Somente com a ajuda do Santo Espírito o crente é capaz de vencer essa guerra interna. O segredo para vencermos os desejos pecaminosos está em andarmos segundo o mover e o poder do Espírito (Gl 5.16). - Nessa seção, Pedro conclama seus leitores a uma vida reta num mundo hostil. Os cristãos são estrangeiros numa sociedade secular porque eles são cidadãos do céu. Os cristãos podem observar suas obrigações por três perspectivas:
1)como peregrinos (vs. 11-12);
2) como cidadãos (vs. 1.3-17);e
3) como servos (vs. 18-10).
Nos vs. 21-25, Pedro mostra corno Cristo estabeleceu o exemplo ao viver uma vida perfeita em meio a um cenário hostil. Nesse ambiente avesso à cultura bíblica, a recomendação do apóstolo é ‘vos absterdes das paixões carnais’. Uma tradução mais literal talvez fosse "vos afastardes das paixões carnais". Para exercerem um impacto no mundo para glória de Deus, os cristãos devem ser disciplinados de um modo intimo e particular, evitando os desejos da natureza caída. No texto de Gl 5.19-21, as "obras da carne” incluem muito mais do que tentações sexuais, que fazem guerra contra a alma. "Guerra", ou seja, uma campanha militar. As paixões carnais são personificadas como se fossem um exército de rebeldes ou guerrilheiros que tentam incessantemente destruir a alegria, a paz e a utilidade do cristão (1Pe 4.2-3).

2. Abstinência cristã. A abstinência é uma virtude cristã. Uma vez exercitada, ela leva o cristão a abdicar não somente do consumo de bebidas alcoólicas e de substâncias entorpecentes, mas de toda atividade que provoque algum tipo de dependência. Numa era caracterizada pela sensualidade e por vários tipos de compulsão, inclusive de smartphones, jogos, seriados e mídias sociais, saber se privar de algumas condutas e práticas é crucial para que tenhamos uma vida de acordo com a vontade do Senhor. Recomendado pelas Escrituras, o jejum é um importante hábito de abstinência (Mc 9.29; At 10.30). Apesar de negligenciado por alguns crentes e desconhecido por outros, o jejum é disciplina espiritual sadia, pela qual nos concentramos nas coisas espirituais em detrimento da vontade do nosso corpo físico. - Na Bíblia o jejum não aparece como um mandamento mas é assumido como prática normal do cristão. Deve ser voltado para Deus, não para o reconhecimento dos outros. Jesus de fato jejuou em pelo menos uma ocasião (Mt 4.2), mas em particular, de acordo com o seu próprio ensino (Mt 6.16-18). A lei também prescrevia um jejum no Dia da Expiação (Lv 16.29-31; 23.27), mas todos os outros jejuns deveriam ser voluntários, por razões especificas como penitência e oração fervorosa. O fato de esses fariseus terem feito a pergunta mostra que eles achavam que o jejum era um exercício público para demonstrar a espiritualidade de uma pessoa. Contudo, o Antigo Testamento também repreendia o jejum hipócrita (Is 58.3-6; Mt 6.16-17; 9.15). O jejum muitas vezes está ligado com oração fervorosa e vigilante (Ne 1.4; SI 35.13; Dn 9.3; Ml 17.21; Lc 2.37) e inclui a perda de desejo por alimento ou abstenção voluntária de alimento para concentrar-se em questões espirituais (Mt 6. 16 17). Assim, Jejuar é não comer e/ou não beber durante um certo período de tempo. Também pode ser acompanhado por outros atos de renúncia, como abstinência de relações sexuais (1Co 7.5). O jejum aparece na Bíblia como uma coisa boa, ligada sempre à oração.

3. Exemplos de conduta. Pedro prossegue instando os cristãos a manterem uma conduta exemplar no meio dos descrentes (v.12). Naquela altura, os discípulos de Jesus eram falsa e injustamente acusados de diversos crimes e delitos. Em vez de argumentar com palavras, eles deveriam provar a sua inocência e integridade moral por meio de uma vida exemplar, relevada nas boas obras. Afinal, ações valem mais que palavras, e do verdadeiro cristão espera-se que seja exemplo em tudo (1Tm 4.12) e em todos os ambientes da sociedade. - A palavra grega traduzida por "exemplar" é rica em termos de sentido e implica o tipo mais puro, mais sublime e mais nobre de bondade. Significa amável, gracioso, nobre e excelente. Tendo sido disciplinado em sua vida interior e privada, o cristão deve viver entre os não cristãos de uma maneira que reflita essa disciplina interior. Os primeiros cristãos foram falsamente acusados de rebelião contra o governo com acusações falsas tais como: terrorismo (o incêndio de Roma), ateísmo (sua aversão aos ídolos e ao culto ao imperador), canibalismo (rumores acerca da Ceia do Senhor), imoralidade (por causa de seu amor uns para com os outros), prejuízo ao comércio o ao progresso social, e incitação dos escravos à rebelião (At 16.18-21; 19.19,24-27). Apesar das dificuldades enfrentadas pelos crentes do primeiro século, Paulo enumera cinco áreas nas quais o jovem pastor Timóteo deveria ser um exemplo para toda a igreja:
• "palavra" (maneira de falar; cf. Mt 12.34-37; tf 4.25,29,31),
• "procedimento" (uma vida justa; cí. Tt 2.10; 1Pe 1.15; 2.12; 3.16),
• "amor" (servir aos outros de modo altruísta; cí. Jo 15.13),
• "fé" (não crença, mas fidelidade ou compromisso; cf. 1Co 4.2),
• "pureza" (especialmente a pureza sexual; 1Pe 3.2).
A vida exemplar de Timóteo nessas áreas compensaria as desvantagens de sua juventude.

II. O CRISTAO E O ESTADO
   
1. Submissão às autoridades. Seguindo o raciocínio do tópico anterior, uma importante maneira de o cristão ser exemplo é submetendo-se às autoridades constituídas. Assim como o apóstolo Paulo (Rm 13.1-3), Pedro igualmente enfatiza que toda autoridade foi estabelecida por Deus (vv.13,14). As autoridades constituídas, reis, governantes, legisladores, magistrados e outros detentores de poder, portanto, receberam de Deus delegação para exercerem suas atividades, seja para promover o bem (instituir políticas públicas, por exemplo), seja para coibir o mal (aplicar a justiça, condenar os criminosos etc). O ensino subjacente é que Deus domina sobre toda a sua criação e o objetivo desse poder é o bem de todos. Afinal, sendo um Deus amoroso, Ele zela pela ordem das coisas criadas (1Co 14.33), pela boa convivência entre os homens (Hb 12.14) e pela obediência à sua própria lei (Jz 2.16,17). - Uma palavra grega era usada para falar da obediência absoluta do soldado ao seu superior: ‘esteja sujeito’. A Escritura faz uma exceção a essa ordem: quando a obediência à autoridade civil exigir desobediência à Palavra de Deus (Êx 1.17; Dn 3.16-18; 6.7,10; At 4.19). Toda posição de autoridade civil sem considerar competência, moralidade, racionalidade ou qualquer outra condição (1Ts 4.11-12; 1Tm 2.1-2; Tt 3.1-2) - uma vez que somente ele é o governador soberano do universo (Sl 62.11; 103.19; 1Tm 6.15). Ele instituiu quatro autoridades na terra:
 1) o governo sobre todos os cidadãos;
• 2) a igreja sobre todos os cristãos:
• 3) os pais sobre todos os filhos; e
• 4) os senhores sobre todos os empregados.
A autoridade do governo humano procede de Deus e é por ele definida. Ele instituiu o governo humano para recompensar o bom e reprimir o pecado em um mundo mal e caído. Assim, devemos obedecer as autoridades não para sermos exemplo, mas por que desobedecê-las seria resistir à ordenação de Deus. Uma vez que toda autoridade é ordenada por Deus, a desobediência é uma rebeldia para com Deus. Os cidadãos obedientes à lei e pacíficos não precisam temer as autoridades. Poucos governos prejudicarão aqueles que obedecem às suas leis. Na verdade, as autoridades elogiam tais pessoas.

2. Obediência ao Estado. Em nossos dias, vivendo sob um regime democrático de direito, a Igreja submete-se à autoridade e às leis emanadas do Estado. O que é o Estado? É o povo organizado política e juridicamente, que exerce sua soberania dentro de um território. Disso se denota que é incompatível com a fé cristã uma conduta de rebeldia, revolução e desrespeito à ordem pública. Por princípio, o cristão é um cidadão exemplar, pois, além de exigir os seus direitos, é cônscio dos seus deveres com a sociedade e com o poder público. Em sua conduta diária, é dever do crente atentar para o cumprimento das leis e regras impostas, não somente as de natureza penal, mas também as civis, trabalhistas, fiscais, trânsito, ambientais, eleitorais etc. Todavia, considerando que a autoridade do Estado é delegada e derivada, a obediência a ele não é cega e sem limites. Jesus disse que devemos dar a César o que é de César e a Deus, o que é de Deus (Lc 20.25). A única autoridade absoluta é Deus. Logo, sempre que o governo confrontar os princípios morais e espirituais contidos nas Escrituras, o cristão deve se preocupar em obedecer mais a Deus que aos homens (At 5.27-29). Nas Escrituras e ao longo da história muitos servos de Deus foram presos ou morreram exatamente por desobedecerem a leis e a ordens injustas de reinos e governos perversos. “A lealdade ao reino de César é condicional, mas a lealdade ao Reino de Deus é absoluta” (Bíblia de Estudo Pentecostal). O seguidor de Cristo honra ao Rei, mas teme a Deus (v.17). - As autoridades (os que exercem poder) são (ou deveriam ser!) ministros (instrumentos, servos) de Deus para ajudar as pessoas, inclusive as pessoas cristãs, a fazerem o bem (Rm 13.4). Como homens e mulheres livres (Gl 5.1), devemos respeitar as “autoridades”, honrando a todos, amando o próximo, temendo a Deus e respeitando o rei (1Pd 2.17), sem abrir não do caráter ou da consciência cristã colocados em nós pelo Espírito Santo. Assim, sujeição e consequente obediência às autoridades estão condicionadas à prática da justiça, da misericórdia, do amor, da santidade cristã.
Por isso vemos Pedro e João afirmarem por duas vezes às autoridades do Sinédrio (que os perseguem, prendem e os proíbem de testemunhar Jesus como Senhor e Salvador ressurreto): “Importa obedecer a Deus do que a homens” (At 4:19 e At 5:29). Vemos que não se trata de um caso isolado de desobediência religiosa e civil, pois os verdadeiros homens e mulheres de Deus, particularmente os verdadeiros profetas do Antigo Testamento, desobedecem e confrontam às autoridades idolátricas que os fariam desobedecer a Deus. Os jovens Hananias, Misael e Azarias, escravizados com os nomes babilônicos de Mesaque, Sadraque e Abede-Nego desobedecem às ordens do rei Nabucodonosor para se curvarem diante de uma estátua que ele erigiu (Dn 3). Daniel desobedece a lei injusta chancelada pelo rei Dario que o impedia de orar a Deus (Dn 6:8-16). O profeta Micaías desobedece à solicitação do rei Acabe transmitida por seu mensageiro (II Cr 18:12-13 e 17). Os profetas Jeremias e Urias profetizam dura e sistematicamente contra o reino de Judá (Jr 23:1-4; Jr 20:1-2; Jr 26:20-24). O próprio Senhor Jesus desobedece às leis equivocadas e injustas e às autoridades religiosas da religião judaica. Jesus cura no sábado como por exemplo em (Mt 12:1-14), come com pecadores, se torna amigo de gentios, não apedreja a mulher adúltera, chama os fariseus de hipócritas e pede que seus seguidores(as) se afastem de seus ensinos. O poder das autoridades sobre os cristãos e a sujeição dos cristãos às autoridades (familiares, religiosas, civis, militares, políticas, etc) estão condicionadas a não transgredirmos a vontade de Deus, o Senhor dos senhores. Como cremos e afirmamos que só há um Deus (I Tm 2:5; Jd 1:25; Sl 86:10) e um único Senhor legítimo e Todo-Poderoso (Ef 4:5; 1Tm 6:15), todos os demais poderes, existem e se manifestam porque Deus os permite existir e manifestar. Mas certamente nem todo poder que existe é emanado de Deus e tem a legitimidade divina para existir; não cumprem os propósitos de Deus, não têm a aprovação de Deus, não representam a vontade de Deus. Deveriam ser instrumentos de justiça de Deus, mas não o são. Por isso precisam ser questionados, desobedecidos, confrontados, denunciados e combatidos. As “autoridades” (cônjuges, pais, educadores, pastores/as, bispos/as, juízes, administradores, patrões, governantes, etc) que não usam o poder que têm para servir como despenseiros da justiça de Deus, mas que se servem do poder que dispõem e cometem abusos ou omissões que impedem a justiça, serão severamente julgados por Deus. “...Aquele que conheceu a vontade do seu senhor... nem fez segundo a sua vontade será punido com muitos açoites. ...Àquele que muito foi dado, muito lhe será exigido; e àquele a quem muito se confia, muito mais lhe pedirão” (Lc 12:47-48.” Homens e mulheres livres devem usar de discernimento e consciência crítica (I Jo 4:1) para distinguir o que é de Deus e o que é “de César”(Mt 22:21), pois o Reino (e governo e autoridade) de Deus não se confunde com esse mundo (Jo 18:36), não se confunde com nenhuma estrutura, autoridade, instituição desse mundo, inclusive a própria igreja. “César” e Deus são duas autoridades diferentes e geralmente se conflitam e se opõem. Sujeição e obediência acríticas não são de Deus: “Vede que ninguém vos engane!” (Mt 24:4), exorta-nos Jesus. Além do mais, não custa lembrar, a sujeição às autoridades bem como a sujeição de uns aos outros (sujeição mútua), é “no temor do Senhor” (Ef 5:21), para testemunho do bem, para honra e respeito ao próximo (I Pd 2:17), para tratarmos com humildade e generosidade as pessoas que estão ao nosso redor, em nosso caminho e sob o nosso cuidado ou ao alcance de nossas mãos e orações para lhes fazermos o bem. Qualquer ideologia, filosofia, teologia ou doutrina que queiram quebrar a nossa comunhão de irmãos e irmãs, firmadas pelo Senhor Jesus, e nos hierarquizar como acontece no mundo que jaz no maligno, todas elas devem ser rejeitadas e denunciadas em nome de Jesus. No mundo sem Deus, no mundo de “César”, uns mandam e oprimem os demais, mas no povo de Deus não é assim. O maior, o que tem mais riquezas deste mundo, o que tem poder de qualquer tipo, “as autoridades”, são servos dos demais (Mt 20:25-28). Toda submissão e obediência precisam ser críticas e fruto de consciência de alguém que seja livre, para a honra e glória de Deus. Sujeição absoluta e obediência inquestionável somente a Deus e a ninguém mais. Realmente importa obedecer sempre e em todo tempo a Deus. O resto a gente olha, reflete à luz dos evangelhos... (METODISTAVILAISABEL)

3. Liberdade do cristão. Independentemente da forma de governo, o cristão é livre (v.16). A liberdade é um princípio essencial no Cristianismo, e serviu de base para a formatação dos valores do mundo Ocidental. Assim, ao se submeter à autoridade do Estado, o cristão não o faz na condição de escravo, mas de pessoa livre. Todavia, a liberdade não pode ser utilizada como pretexto para a prática de atos maliciosos. Ela jamais pode conduzir ao escândalo ou como justificava para dar lugar à carne (1Co 8.9, Gl 5.13). Ainda que sejamos livres, nem tudo nos convém (1Co 10.23). – A liberdade para qual nós formos tornados livres é aquela do domínio do pecado e de Satanás, da devoção religiosa e do velho ‘eu’ (nossa carne – Gl 2.4). A liberdade que os cristãos têm não é uma base a partir da qual eles podem pecar livremente e sem conseqüências. A liberdade do cristão não é para satisfação própria, mas para servir a outros (Rm 14.1 -13). Paulo dá quatro princípios para a liberdade cristã:
• 1) a edificação acima da gratificação (v. 23);
• 2) os outros acima de nós mesmos (v. 24);
• 3) a liberdade acima do legalismo (vs. 25-27); e
• 4) a condescendência acima da condenação (vs. 28-30).

III. O CRISTAO E OS SEUS SUPERIORES
   
1. A submissão aos senhores. Tendo tratado do relacionamento do salvo com as autoridades, o apóstolo passa agora ao âmbito dos relacionamentos privados. Ele admoesta os servos cristãos a se submeterem aos seus senhores (v.18). Pedro emprega o termo grego oiketai, que designava o escravo doméstico, uma espécie de empregado ou servente da casa. A menção deles nas páginas do Novo Testamento é um claro indicativo da posição de igualdade humana que eles ocupavam na comunidade de fé (Ef 6.5; Fm 16; Gl 3.28). Enquanto a sociedade os tratava com desprezo, para os cristãos eles são irmãos em Cristo, dignos de receberem ensinamentos. Numa época em que havia no Império Romano mais de 60 milhões de escravos, dentre os quais muitos cristãos, o conselho era para que eles se portassem com respeito aos seus superiores, tanto em relação aos bons quanto aos maus. Tal conselho somente pode ser compreendido pelo verdadeiro súdito do Reino de Deus, cujo padrão de comportamento é completamente inverso ao do mundo. Qualquer pessoa pode obedecer a um superior justo e humano, mas somente o cristão, por amor a Cristo, é capaz de respeitar alguém perverso e ímpio. Por certo, hoje as relações de trabalho são muito diferentes. Os empregados gozam de maior liberdade e possuem uma série de direitos trabalhistas assegurados. Assim, ao aplicarmos o ensinamento de Pedro para a vida contemporânea, devemos ter em mente o princípio ali contido: submissão por amor ao Senhor (Ef 6.5). Portanto, o empregado cristão submete-se ao seu patrão ou chefe principalmente porque teme e ama a Deus. - 6.5 servos, obedecei. Veja nota em Cl 3.22-41. Os escravos, tanto na cultura helênica como na romana, não tinham direitos legais e eram tratados como mercadorias. Havia muito abuso e raramente os escravos eram bem tratados. A Bíblia não fala contra a escravidão em si, mas contra o abuso dela (cf. Êx 21.16,26-27; Lv 25.10; Dt 23.15-16). A admoestação de Paulo aplica-se igualmente bem a todos os empregados. O termo "obedecei" diz respeito à submissão contínua e ininterrupta ao senhor e patrão de alguém na terra, a única exceção sendo a uma ordem que envolva uma clara desobediência à Palavra de Deus, como ilustrada em At 4.19-20 (1Tm 6.1-2; Tt 2.9-10; 1Pe 2.18-20). Os patrões ou chefes humanos merecem ser tratados com temor e tremor. Não é medo, mas respeito à autoridade deles. Mesmo que um patrão não mereça respeito por direito (1Pe 2.18), este deve, contudo, ser dado a ele com sinceridade genuína, como se a pessoa estivesse servindo ao próprio Cristo. Servir bem ao patrão é servir bem a Cristo (Cl 3.23-24). Paulo sustenta as obrigações do escravo para com o seu senhor, das quais o paralelo moderno são as obrigações do empregado para com o patrão. A Escritura nunca defende a escravidão, mas a reconhece como um elemento da sociedade antiga que poderia ser mais benéfico se escravos e senhores se tratassem da maneira apropriada. Paulo segue o exemplo de Cristo e utiliza a escravidão como tema para a instrução espiritual, comparando o cristão com alguém que é escravo e empregado de Jesus Cristo, visualizando o serviço ao senhor terreno como uma maneira de servir ao Senhor.

2. Seguindo os passos de Jesus. Por que devemos ter esse tipo de comportamento? Porque temos em Jesus o melhor modelo de conduta diante do sofrimento e da perseguição. Mesmo tendo sido ultrajado, maltratado e injustiçado em nosso lugar, não revidou ou ameaçou seus algozes. É Ele quem o cristão deve imitar e seguir os passos. O seu ensinamento é claro: “[…] Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem!” (Mt 5.44). A lógica do seu Reino é diferente da dos homens, mas vale a pena trilhar os passos do Mestre! – “amai os vossos inimigos... para que vos tomeis filhos do vosso Pai celeste” (Mt 5.44-45) - Isso ensina claramente que o amor de Deus se estende até mesmo aos seus inimigos. Esse amor universal de Deus é manifesto em bênçãos que Deus concede a todos de maneira indiscriminada. Os teólogos chamam isso de graça comum. Deve ser diferenciada do amor eterno de Deus pelos seus eleitos (Jr 31.3), mas trata-se, de qualquer maneira, de boa vontade sincera (cf. SI 145.9). Lembrando, ainda, que o termo ágape – amor, não necessita de sentimento favorável; é mais um amor de serviço. É não desejar o mal daqueles que nos odeiam e perseguem, devemos querer o bem até mesmo de quem nos maltrata. Precisamos aprender a perdoar e a largar o rancor. Os filhos de Deus não retribuem mal por mal mas vencem o mal com o bem (Rm 12.21).

3. A crise de autoridade. Vivemos um tempo de verdadeira crise de valores e referenciais. Uma característica nociva da pós-modernidade é exatamente a perda da noção de autoridade, com alunos que não respeitam professores, filhos que se insurgem contra os pais e jovens que confrontam diretamente os mais velhos. Esse tipo de rebeldia fragiliza os relacionamentos e provoca verdadeiro caos na sociedade. Por essa razão, o princípio da submissão à autoridade que se extrai da mensagem da carta em estudo é muito atual, servindo como valiosa diretriz para a vida em comunidade. Temos em Jesus o melhor modelo de conduta diante do sofrimento e da perseguição. Mesmo tendo sido ultrajado, maltratado e injustiçado em nosso lugar, não revidou ou ameaçou seus algozes. – “Desde o triste dia em que Caim se levantou contra seu irmão e o matou, a perseguição tem se espalhado sobre a Terra. Do ponto de vista espiritual, os ataques são ainda anteriores aos eventos do Jardim do Éden, remontando ao tempo em que o orgulho de Satanás o fez desejar ser igual a Deus. Nos dias de hoje, a batalha histórica entre o bem e o mal continua de maneira incessante e a injustiça se acumula, muitas vezes chocando qualquer observador da perseguição ao cristianismo”.(Este texto é parte do livro Resistência cristã, de Johan Companjen, São Paulo, Missão Portas Abertas, 2002.)
- Para mais sobre esse tema, leia aqui o Artigo ‘Família 6 - A Família E A Crise De Autoridade’, de autoria do Pr Josué Ebenézer de Sousa Soares

CONCLUSÃO
   
É marca indelével do verdadeiro cristão o exercício da boa cidadania. O crente honra a Deus respeitando as leis do governo civil e contribuindo para o bem comum. O testemunho cristão começa em Jerusalém, mas alcança os confins do mundo (At 1.8). Assim como os cristãos primitivos abalaram o mundo de sua época, chegando a Roma, a capital política do mundo de então, ainda hoje os seguidores de Cristo tem a incumbência de agirem como sal da terra e luz do mundo, como uma religião verdadeiramente profética na esfera pública.- A Igreja é peregrina nessa terra, nosso alvo é o céu de glória. Porém, não se obtém a cidadania celestial sem primeiro apresentarmos os requisitos necessários. No Salmo 15 encontramos preciosas lições sobre o caráter do verdadeiro cidadão do céu. "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no REINO DOS CÉUS, mas AQUELE QUE FAZ A VONTADE DE MEU PAI, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; APARTAI-VOS DE MIM, VÓS QUE PRATICAIS A INIQUIDADE". (Mt 7.21-23). Ser cidadão do céu, ao mesmo tempo em que se é cidadão da terra, não é coisa fácil. contudo, conhecendo as qualidades do verdadeiro cidadão do céu devemos esforçar-nos pedindo que deus nos ajude.

HORA DA REVISAO
   

1) Por que a abstinência pode ser considerada uma virtude?
Porque, uma vez exercitada, ela leva o cristão a abdicar não somente do consumo de bebidas alcoólicas e de substâncias entorpecentes, mas de toda atividade que provoque algum tipo de dependência.

2) Segundo a lição, o que é o Estado?
É o povo organizado política e juridicamente, que exerce sua soberania dentro de um território.

3) Qual a postura do cristão se o governo confrontar os princípios morais e espirituais contidos nas Escrituras?
Deve se preocupar em obedecer mais a Deus que aos homens (At 5.27-29).

4) De que modo o cristão não pode usar a liberdade?
Não pode ser utilizada como pretexto para a prática de atos maliciosos.

5) Na sua opinião, qual o maior desafio do relacionamento do cristão com o Estado, hoje?
Resposta pessoal.

COMMENTS

BLOGGER

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor e blogueiro. Formado Bacharel em Teologia pela FATESP, graduando em Mecânica pela FATEC. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras para jovens, casais, obreiros e missões urbanas.

Doações Missionárias Aqui!!


Nome

#desafio42dias,2,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,1º Trimestre,2,1º Trimestre 2018,1,2º Trimestre,2,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,24,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,10,A Raça Humana,1,Abuso Sexual,4,Acepção,1,AD em BH,2,Adolescente,1,Adoração,3,Adulto,50,Agostinho,1,Air,1,Ajuda do Alto,2,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,alegria,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,2,Amar,14,Amasiado,1,Amém,1,Amigo,6,Amizade,12,Amnon e Tamar,2,Amor,44,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,9,amostra grátis,1,Ana,3,Ananias,1,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,1,Anjo de Luz,2,Anjos,2,Anonimo,1,Anrão,1,Antigo Testamento,1,Ao Vivo,1,Apaixonado,1,Aplicativo,1,Apocalipse,5,Apologia,3,Apostasia,1,Apostolo,3,apóstolo Paulo,5,App,1,Apple Store,1,apreço imenso,1,Arrebatamento,3,Arrependimento,1,Artesão,1,As 95 Teses,1,As Bases do Casamento Cristão,2,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,4,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Ataque,1,Ateísmo,2,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitute,1,Atos,2,atriz,1,Auto Escola,1,autoajuda,2,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avó,1,bailarina,1,Balada Gospel,1,Balzac,1,Bangu,1,Barack Obama,2,Base Bíblica,1,Batalha Espirítual,4,Batismo,3,Batista,1,Batom Vermelho,1,BBB,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Benhour Lopes,1,best-seller,4,BETEL,7,Bíblia,15,Bíblia Diz,1,Bíblias,1,Bíblica,25,biblicas,1,Bienal do Livro,1,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,1,Bispa,1,BléiaCamp,1,BLOG,6,BlogNovela,10,Boaz,1,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,bom-humor,6,Bombom,1,Bons Sonhos,1,Borboleta,1,Brasil,1,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,1,Briga,1,Brincadeira,1,Busca,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,canal,1,Canção,1,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantor,2,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,Carência,4,Carismático,1,Carne,1,carreira,1,Carta de Amor,14,Cartas,1,Cartaz,3,Casa,1,Casa Branca,1,Casamento,9,Catarina Migliorini,1,CD,1,CDHM,1,Centurião,1,Cesto,1,CGADB,2,Chamada,1,Champions League,1,Charges,8,Cheios,1,Chuva,1,Cinco,1,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,1,Cláudia,1,Cleycianne Ferreira,1,Clipe Oficial HD,2,Cocaína,1,com Pedro Bial,1,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,2,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,1,Compreender,1,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,10,Conhecer,2,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conselhos,8,Consequências,1,Contra Mão do Mundo.,1,Conversão,4,Copa America,1,Copimismo,1,Coração,1,Coreografia,1,Cortinas,1,Coxo,1,CPAD,100,Crack,1,Cracolândia,3,crescimento,2,Cristão,12,Cristianismo,1,Cristo,1,Cronograma da Bíblia,2,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,1,Cuide do Coração,4,Culto,2,Culto da Virada de Ano Novo,1,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,1,Cura,2,Dalila,1,Dança,1,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,5,Davi e Bate-Seba,2,Davi e Jônatas,1,Davi e Mical,3,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Decisão,1,declaração,5,Degeneração,1,Delírios,1,demissão,1,demônio,1,Denominação,1,Denúncias,5,Deputado Federal,1,Desabamento,1,Desafio,8,Desafio Insano,2,Desapaixonar,3,Descobertas,1,Desculpas,1,Desejo,1,Despedida,1,Deus,23,Deus está Morto,1,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,Devaneios,3,Devocional,57,Dez passos,6,Dia dos Namorados,11,Dia dos Pais,2,Diabo,1,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,1,Dicas,1,Diferente,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinheiro,4,Discernimento,1,Discipulado,1,Discipulos,1,Discípulos,1,discussão,1,Distância,1,Diva do Senhor,1,Divino,1,divórcio,1,Dízimos,2,Doação,1,Doação de Bebê,1,Doença,3,doença física,1,Dom,1,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,1,Dons de Maravilhas,1,Dores,1,Download,7,Download Livros e E-books,60,Doze,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,6,EBD,102,Ecumenismo,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,Elcana,3,Eleição,5,Elizabeth Gilbert,1,Ellan Miranda,6,Elogios,1,Email,2,empresa,1,Empresa.,1,Enchente,1,Encontro,7,Eneias,1,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensinos,1,entender Deus,3,Entrevista,4,Epístolas,1,Esboço Pregação,1,Escatologia,2,Escola,32,Escola Bíblica Dominical,184,Escolha,4,Escritor,1,Espaço,2,esperança,1,esperança. razão,1,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,1,Espírito,1,Espírito Santo,7,Espiritual,3,Estado de São Paulo,1,Estevão,1,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estudo Bíblico,16,Estudos Bíblicos,159,Estupro,1,Eternidade,1,Eu ainda te amo,1,evangelho,3,EVANGÉLICA,4,Evangélicos,1,Evangelismo,2,Evento,2,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exílio,2,Experiência de vida,25,Exupéry,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,1,Falecimento,1,Falsos,1,familia,4,Família,1,Fat Family,1,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,2,Felipe,1,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,8,Festa Junina,1,Festividade,1,Fiel,1,Filho de Deus,1,Filho do Homem,1,Filho Pródigo,2,Filhos,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim de Relacionamento,2,Fim do Mundo,4,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,2,Firme,1,firmeza,1,Firmino,1,Fletar,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Fúnebre,1,funk,1,gadareno,1,Galaxy,1,Galileu,1,Ganhe Um Livro,1,Gay,8,genro,1,Geração,1,Gestos,1,Gideões,12,Gideões Missionários da Última Hora,9,Gilberto Carvalho,1,GLBS,2,Globo,1,Glória,1,GMUH,9,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Grátis,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,2,guerra,1,Halloween,1,Haxixe,1,Hedonismo,1,Heresia,3,Historia Real,1,Holocausto,1,Homem,1,Homenagem,1,Homens,1,Homofobia,14,homosexualismo,10,Homossexual,8,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Hubner Braz,23,Humanas,1,Humor,9,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,idioma,1,Igreja,4,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,1,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Imoral,1,Impressora,1,Incas.,1,Infantil,1,Inferno,2,inglês,1,Inicio,1,injustiça,1,Insegurança,1,Instituição,1,Internação,1,Internacional,1,intertestamentários,1,Intimidade,2,iPad,1,iPhone,1,Irmã Zuleide,1,Islâmismo,1,Israel,2,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jeito,1,Jerusalém,1,Jesuíta,1,Jesus,6,Jesus Cristo,4,Jesus de Nazaré,1,João,2,João Batista. Ossada,1,John Piper,1,Joquebede,1,Jornal da Record,1,José,2,Josh McDowell,1,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,100,Jovens,40,Judá e Tamar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,1,Justiça,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,1,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,1,Léia e Jacó,1,Leilão,2,Leis,1,Leitora,1,Leitura,2,LeNovo,1,Ler a Bíblia em 42 dias,1,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Libertinagem,1,Lição,16,Lições Bíblicas,3,Lições Bíblicas da BETEL,183,Lições Bíblicas da CPAD,395,Lições de Vida,26,Líder,1,Líder Adolescente,20,Líder Jovem,21,Liderança,1,Lídia,1,Lino,1,Lista,1,Litoral,1,Liverpool,1,livre,1,Livre Arbítrio,2,Livres,1,Livros - Comentarios,78,Livros Evangelicos,37,Logos,1,Loide,1,Loira,1,Louco,1,Louvor,9,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,1,Lucifer,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,4,Luz do mundo,1,Lya Luft,1,MacBook Air,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,1,‪Magia,1,Maias,1,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,2,Mãos,1,Maquiagem,2,Marcas,1,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,1,Mardoqueu,1,Maria Madalena,1,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,1,Mártires Cristãos,2,Massacre,1,Masturbação,6,Matrimonio,2,maturidade cristã,7,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,3,Melhores Blogs,2,Melhores Sites,1,Meninos de Rua,1,Mensagem,3,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Milagres,2,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério Público Federal,1,Miriã,1,Misericórdia,1,Missão,3,Missões,4,Mitologia,1,MMA,1,Mobilização,2,Moisés,1,Monarquia,2,Monte,1,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,8,Mordomo,1,morte,4,Motivos,1,Mulçumano,1,Mulher de Potifar,1,Mulheres,2,multiplicação,1,Musica,8,Nacional,1,Namorado,10,Namorar,22,Namoro,47,Não Prometeu,1,Nascença,1,Nascimento,1,Negar,1,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,1,NetFlix,1,Nigéria,1,No Fundo Do Poço,1,Noruega,1,Nota,1,Notícia gospel,16,Notícias Gospel,154,Nova,1,Novas Lições,1,Novela,2,Novo,2,Nuvem,1,NX Zero,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,1,O Bom Travesti,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obede-Edom,1,Obras,2,Odio,1,Ofertas,2,Oficial,1,Olhar,1,Onde Estiver,1,ônibus,1,Online,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oração,11,Orar,1,Orfanato,1,Origem,2,Os Melhores Livros,19,Oséias,1,Oséias e Gomer,1,Outra Chance,3,Pai,1,Paixão,3,Palavra,1,Pânico,1,pão,1,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papo,1,Paquera,1,Paradoxo,1,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,1,Pastor,7,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,1,Pastores,1,Patrick Greene,1,Pb. Renan Pierini,1,PDF,1,Pecado,16,Pecador Confesso,10,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedras,1,Pedro,3,peixe,1,Pensamento,3,Pentecostal,1,Perda,3,Perdão,4,Perigos,1,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Pesquisa,2,pessoas,1,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Planeta Terra,2,Play Back,1,playboy,1,Poder,1,Poema,3,Poesia,3,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,3,Posse,1,Posto,1,Pr Napoleão Falcão,1,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Praia,1,Praticar,1,Preço,1,Predestinação,1,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,10,Pregadores,1,Premier,1,Preocupar,1,presidente,4,Presídio,1,previdência,1,primeiro,1,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,2,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,1,Profecia,3,Profeta,2,Profeta Jeremias,1,Profética,1,Profético,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Projeto Cura Gay,2,Promoção,4,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,2,Prosperidade,1,Prostituta,2,Protesto,1,PSDB,1,Pv 4.23,1,Queda,1,Quem Sou?,1,Querer,2,Racismo,1,Rainha de Sabá,3,Rainha Ester,1,Raquel,2,Rebeldia,1,Receber,1,Reconciliação,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,1,Redenção,1,reflexão,21,Regininha,1,Rei,1,Rei Xerxes,1,Reinado,1,Reino de Deus,1,Rejeição,1,Relacionamento,19,Relatos,5,Relógio da Oração,3,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,72,Reservado,2,Resplandecer,1,Responde,1,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,2,Restauracionismo,1,Resumo,6,Rev. Augustus Nicodemus,1,Revista,24,Rezar e Amar,1,Riscos,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Rubem Alves,1,Rute,1,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sacerdócio,1,Sacerdotal,1,Sacrifício,2,Safira,1,Salomão,9,Salvação,7,Samuel,3,Samuel Mariano,1,Sangue no Nariz,1,Sansão,2,Santa Ceia,1,Sarah Sheva,1,Saudades,3,Saul,2,Saulo,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Segundo,1,Segundos,1,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Seleção Brasileira,1,Sem Garantia,1,Seminário,1,Senhor,1,Sentido da Vida,4,Sentimentos,2,Separação,2,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Dicas de Como Liderar,19,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,1,Sex,1,Sexo,5,Sexual,2,Sidney Sinai,1,Significados,1,Silas Malafaia,4,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Sistema,1,Slide PC,2,Slider,464,slides,2,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Sofrimento,1,Sogra,1,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,1,Sonhos de Valsa,1,Sorrir,3,Sorteio,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Submissão,1,Subsídio,18,Sujeição,1,Sulamita,5,suprema,1,Surface Pro 2,1,Tabernáculo,2,Tabita,1,Tablet,1,Talentos Cristãos,1,Tarado,1,Tatuagem,3,Tecido,1,Tecnologia,1,Tela Cinza,1,Temas,1,Tempo,2,Tempo de Viver Coisas Novas,1,Tentação,1,Teologia,6,Termino de Namoro,3,Término do Namoro,1,Terra,2,Terremoto,1,Testemunho,20,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,1,Timna,1,Timóteo,2,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,Tomas de Aquino,1,Top,1,Top Blogs,2,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,1,Top5,2,TPM,1,Trabalho,1,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transfer,1,Tratando de uma leucemia,1,Trimestre,2,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Uma História de Ficção,78,Unção,1,Ungido,1,Universo,1,Urias,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,3,Velho Testamento,1,Velório,1,Vendedor de Droga,1,Vento,1,Ver Deus,1,Verdade,1,Verdadeira História,1,verdades,1,Viagem,1,Vício,1,Vida depois da morte,3,Vídeo,24,vinda,1,Violência,1,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,You Tube,1,youtuber,1,
ltr
item
Pecador Confesso: LIÇÃO 4 - O RELACIONAMENTO DO CRISTÃO COM O ESTADO E COM OS SUPERIORES - 28 de julho de 2019 - EBD JOVEM - CPAD
LIÇÃO 4 - O RELACIONAMENTO DO CRISTÃO COM O ESTADO E COM OS SUPERIORES - 28 de julho de 2019 - EBD JOVEM - CPAD
https://1.bp.blogspot.com/-5iYCC03oWbA/XTxn6Ychh3I/AAAAAAAAS5I/zOVqBwwwDNodYAXNXJ1GZ9mNeJEIgi5wgCLcBGAs/s320/Lic%25CC%25A7a%25CC%2583o-4-O-Relacionamento-do-Crista%25CC%2583o-com-o-Estado-e-com-os-Superiores.png
https://1.bp.blogspot.com/-5iYCC03oWbA/XTxn6Ychh3I/AAAAAAAAS5I/zOVqBwwwDNodYAXNXJ1GZ9mNeJEIgi5wgCLcBGAs/s72-c/Lic%25CC%25A7a%25CC%2583o-4-O-Relacionamento-do-Crista%25CC%2583o-com-o-Estado-e-com-os-Superiores.png
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2019/07/licao-4-o-relacionamento-do-cristao-com.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2019/07/licao-4-o-relacionamento-do-cristao-com.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy