Lição 01 - Daniel – Uma Inspiradora Jornada de Fidelidade | 3° Trimestre de 2024 | EBD JOVENS

TEXTO PRINCIPAL “E disse o rei a Aspenaz, chefe dos seus eunucos, que trouxesse alguns dos filhos de Israel, e da linhagem real, e dos nobre...

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O livro de Daniel é situado durante o exílio babilônico (aproximadamente 605-538 a.C.), quando o povo de Israel foi levado cativo por Nabucodonosor, rei da Babilônia. Daniel 1:3 introduz o relato sobre a escolha de jovens israelitas para servirem no palácio real babilônico.


Contexto Imediato

Versículos 1-2:

  • Nabucodonosor conquista Jerusalém e leva os utensílios do templo de Deus para a casa do seu deus em Sinear.

Versículos 4-5:

  • Os jovens escolhidos deveriam ser "sem defeito, de boa aparência, instruídos em toda a sabedoria, doutos em ciência, e versados no conhecimento, e que tivessem habilidade para viver no palácio do rei", para serem educados na língua e na cultura dos caldeus por três anos.

Análise das Palavras e Frases Chave

Aspenaz (Hebraico: אַשְׁפְּנַז, 'Ashpenaz'):

  • O nome Aspenaz é de origem babilônica, e ele é identificado como o chefe dos eunucos. Este título implica uma posição de alta responsabilidade e confiança no governo babilônico, sendo encarregado de selecionar e cuidar dos jovens cativos.

Filhos de Israel (Hebraico: מִבְּנֵי יִשְׂרָאֵל, mi-benei Yisra'el):

  • Refere-se aos descendentes de Jacó (Israel), o patriarca que deu nome à nação. No contexto, os "filhos de Israel" indicam jovens nobres e de linhagem real, capturados durante a conquista.

Da linhagem real (Hebraico: מִזֶּרַע הַמְּלוּכָה, mi-zera' ha-melukhah):

  • "Zera" significa semente ou descendência, e "melukhah" refere-se à realeza. Esses jovens eram descendentes diretos da casa real de Judá, provavelmente de famílias ligadas ao rei Jeoaquim.

Nobres (Hebraico: וּמִן־הַפַּרְתְּמִים, u-min ha-partemim):

  • A palavra "partemim" é traduzida como nobres ou príncipes. Indica jovens da elite social de Judá, pessoas de status e educação que poderiam ser moldadas para servir no governo babilônico.

Análise Teológica

A narrativa de Daniel 1:3 destaca o tema da soberania de Deus mesmo em tempos de exílio e opressão. Deus permite que Seu povo seja levado cativo, mas ainda assim, Ele tem um plano para usar indivíduos fiéis como Daniel para Sua glória.


Escolha e Preparação

A escolha dos jovens israelitas para serem treinados na cultura babilônica tem paralelos significativos:

  • Assimilação Cultural: Nabucodonosor busca assimilar os jovens nobres de Judá na cultura babilônica, esperando que eles sirvam fielmente ao império.
  • Preservação da Identidade: Apesar dos esforços para transformá-los, Daniel e seus amigos permanecem firmes na sua identidade e fé em Deus.

Lições para a Igreja

  1. Fidelidade em Meio à Adversidade: A história de Daniel ensina que é possível permanecer fiel a Deus mesmo em circunstâncias adversas. A fé e a integridade dos jovens hebreus são exemplos para os crentes de todas as épocas.
  2. Soberania Divina: Deus está no controle mesmo quando seu povo está em exílio. Ele pode usar situações difíceis para Seus propósitos soberanos.

Aplicação Pessoal

Os crentes podem aprender com Daniel e seus amigos a importância de manter sua fé e identidade em Cristo, mesmo quando enfrentam pressão para se conformar aos padrões do mundo. Como Daniel, somos chamados a ser luz em um mundo que muitas vezes está em oposição aos valores do Reino de Deus.

Conclusão

Daniel 1:3 introduz uma narrativa poderosa de fé e fidelidade. Através da análise do texto e do contexto histórico, vemos a mão soberana de Deus trabalhando através dos jovens exilados para trazer Sua vontade. A lição para a Igreja é clara: devemos permanecer firmes na Palavra de Deus, sabendo que Ele está no controle e pode usar qualquer situação para Seu propósito maior.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

A história de Daniel oferece uma poderosa lição de fé e integridade. Capturado e levado ao exílio na Babilônia, Daniel se encontra em um ambiente que tenta assimilá-lo à sua cultura e valores. No entanto, Daniel e seus amigos permanecem fiéis a Deus, resistindo à pressão de se conformar aos costumes babilônicos. Eles se destacam por sua sabedoria e devoção, demonstrando que é possível viver uma vida de fé mesmo em meio à adversidade.

A narrativa de Daniel nos ensina que:

  • Fidelidade em Adversidade: Daniel e seus amigos mantiveram sua fé em Deus, recusando-se a comprometer seus princípios, mesmo sob a ameaça de severas consequências. "Daniel, porém, propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar." (Daniel 1:8)
  • Soberania de Deus: A história revela que Deus está no controle, mesmo em tempos de exílio e opressão. Ele usa Daniel e seus amigos para cumprir Seus propósitos. "E Deus deu a esses quatro jovens conhecimento e inteligência em toda cultura e sabedoria; e Daniel, além disso, sabia interpretar todo tipo de visões e sonhos." (Daniel 1:17)
  • Impacto da Fé: A devoção de Daniel impacta não apenas sua vida, mas também o ambiente ao seu redor, influenciando até o rei e o reino babilônico. "O rei falou com eles, e entre todos não foram achados outros como Daniel, Hananias, Misael e Azarias; portanto, ficaram assistindo diante do rei." (Daniel 1:19)

Daniel é um exemplo inspirador para os crentes de todas as épocas, demonstrando que é possível ser fiel a Deus e manter a integridade em um mundo que frequentemente se opõe aos valores do Reino de Deus.

SEGUNDA – Mt 24.15 Jesus testifica de Daniel
TERÇA – Jr 46.2 Nabucodonosor vence o Egito
QUARTA – Jr 36.20-26 A impiedade do rei
QUINTA – 2 Cr 36.14 Um povo infiel
SEXTA – Hb 12.6 O Senhor corrige quem Ele ama
SÁBADO – 2 Co 10.5 Destruindo os conselhos contrários

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Leitura Semanal

SEGUNDA – Mateus 24:15 "Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo (quem lê, entenda)"

Neste versículo, Jesus confirma a profecia de Daniel sobre a "abominação da desolação", apontando para eventos futuros e destacando a importância das profecias de Daniel no contexto escatológico.

TERÇA – Jeremias 46:2 "Quanto ao Egito, acerca do exército de Faraó Neco, rei do Egito, que estava junto ao rio Eufrates em Carquemis, ao qual Nabucodonosor, rei de Babilônia, feriu no quarto ano de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá."

Este versículo descreve a vitória de Nabucodonosor sobre o Egito, situando os eventos no período em que Daniel e seus amigos foram levados para Babilônia. Isso demonstra o poder e a influência de Babilônia naquela época.

QUARTA – Jeremias 36:20-26 "E foram à presença do rei, ao átrio; porém depositaram o rolo na câmara de Elisama, o escriba, e contaram aos ouvidos do rei todas aquelas palavras. Então enviou o rei a Jeudi, para que trouxesse o rolo; e ele o tomou da câmara de Elisama, o escriba, e leu-o Jeudi aos ouvidos do rei e aos ouvidos de todos os príncipes que estavam em torno do rei. E o rei estava assentado na casa de inverno, no nono mês, e estava aceso um braseiro diante dele. E sucedeu que, havendo Jeudi lido três ou quatro folhas, cortou-o o rei com um canivete de escrivão e lançou-o no fogo que estava no braseiro, até que todo o rolo se consumiu no fogo que estava no braseiro. E não temeram, nem rasgaram as suas vestes, nem o rei, nem nenhum dos seus servos que ouviram todas aquelas palavras. E, posto que Elnatã, e Delaías, e Gemarias tivessem rogado ao rei que não queimasse o rolo, ele não lhes deu ouvidos. Antes deu ordem o rei a Jerameel, filho de Hameleque, e a Seraías, filho de Azriel, e a Selemias, filho de Abdeel, para que prendessem a Baruque, o escrivão, e a Jeremias, o profeta; mas o SENHOR os tinha escondido."

A impiedade do rei é evidente na sua atitude em relação à palavra de Deus, ilustrando o contraste com a fidelidade de Daniel e seus amigos.

QUINTA – 2 Crônicas 36:14 "Também todos os chefes dos sacerdotes e o povo aumentaram mais e mais as suas transgressões, segundo todas as abominações dos gentios; e contaminaram a casa do SENHOR, que ele tinha santificado em Jerusalém."

Este versículo destaca a infidelidade do povo de Israel e seus líderes, contextualizando a necessidade de correção e a importância de figuras fiéis como Daniel.

SEXTA – Hebreus 12:6 "Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho."

Este versículo enfatiza a disciplina divina como uma expressão do amor de Deus, refletindo a experiência de Daniel e seus amigos que, apesar das dificuldades, foram usados por Deus para cumprir Seus propósitos.

SÁBADO – 2 Coríntios 10:5 "Destruindo os conselhos e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo entendimento à obediência de Cristo;"

Este versículo nos lembra da importância de submeter todo pensamento à obediência de Cristo, assim como Daniel permaneceu fiel a Deus em um ambiente hostil e idólatra.

Conclusão

Estudar a vida de Daniel e os versículos relacionados fornece uma compreensão mais profunda da importância da fidelidade, da soberania de Deus e da obediência à Sua palavra. Daniel é um modelo de como permanecer firme na fé e na integridade em qualquer circunstância, demonstrando que Deus é soberano e está no controle, independentemente das adversidades que enfrentamos.

ENTENDER o panorama geral do livro de Daniel;
COMPREENDER o contexto histórico da vida do profeta;
REFLETIR a respeito da chegada dos jovens hebreus na Babilônia.

Professor(a), ao iniciar um novo trimestre, é fundamental ressaltar a importância e a atualidade do tema que será estudado. Isso não apenas demonstra a relevância da lição, mas também desperta o interesse dos jovens e incentiva sua participação ativa. Para isso, comece a aula solicitando que os alunos compartilhem suas expectativas em relação ao estudo do livro de Daniel. Isso permite que eles expressem suas ideias e se envolvam desde o início. Aproveite para apresentar o esboço de todo o livro, conforme esquema abaixo:
I- A HISTÓRIA DO EXÍLIO DE DANIEL, 1.1-21
Prelúdio Histórico, 1.1-2
Jovens Provados, 1.3-16
Integridade vindicada, 1.17-21
II- APOCALIPSE CALDEU, 2.1 – 7.28
O Sonho de Nabucodonosor, 2.1-29
A Estátua Colossal de Nabucodonosor, 3.1-30
O Julgamento Pessoal de Nabucodonosor, 4.1-37
A Queda do Império Caldeu, 5.1-31
O Reinado de Dario, o Medo, 6.1-28
Impérios Ascendem e Minguam até a Consumação, 7.1-28
III- O APOCALIPSE HEBRAICO, 8.1 – 12,13
A Visão de Daniel de Impérios em Guerra, 8.1-27
A Intercessão de Daniel por Israel, 9.1-27
(Extraído de Comentário Bíblico Beacon. Vol. 4. Rio de Janeiro: CPAD, 2016, p. 501.)

Daniel 1.5-14
5 E o rei lhes determinou a ração de cada dia, da porção do manjar do rei e do vinho que ele bebia, e que assim fossem criados por três anos, para que no fim deles pudessem estar diante do rei.
6 E entre eles se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias.
7 E o chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel pôs o de Beltessazar, e a Hananias o de Sadraque, e a Misael, o de Mesaque, e a Azarias
o de Abednego.
8 E Daniel assentou no seu coração não se contaminar com a porção do manjar do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto, pediu ao chefe dos eunucos que lhe concedesse não se contaminar.
9 Ora, deu Deus a Daniel graça e misericórdia diante do chefe dos eunucos.
10 E disse o chefe dos eunucos a Daniel: Tenho medo do meu senhor, o rei, que determinou a vossa comida e a vossa bebida; por que veria ele os vossos rostos mais tristes do que os jovens que são vosso iguais? Assim, arriscareis a minha cabeça para com o rei.
11 Então, disse Daniel ao despenseiro a quem o chefe dos eunucos havia constituído sobre Daniel, Hananias, Misael e Azarias:
12 Experimenta, peço-te, os teus servos dez dias, fazendo que se nos dê em legumes a comer e água a beber.
13 Então, se examine diante de ti a nossa aparência e a aparência dos jovens que comem a porção do manjar do rei, e, conforme vires, te hajas com os teus servos.
14 E ele conveio nisso e os experimentou dez dias.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Daniel 1:5-14 - Análise Bíblica e Teológica

Versículo 5: O rei determinou que os jovens israelitas recebam uma ração diária do manjar real e do vinho, com a intenção de prepará-los por três anos para que possam servir diante dele. Esta prática reflete a estratégia babilônica de assimilação cultural e espiritual, na tentativa de substituir a identidade e os valores dos cativos com os da cultura babilônica.

Versículo 6: Entre os jovens cativos de Judá estavam Daniel, Hananias, Misael e Azarias. A escolha desses indivíduos não foi aleatória; eles foram selecionados por suas qualidades e potencial. Eles representam a elite de Judá, que seria moldada para servir ao império babilônico.

Versículo 7: Os nomes dos jovens foram mudados para nomes babilônicos: Daniel tornou-se Beltessazar, Hananias tornou-se Sadraque, Misael tornou-se Mesaque, e Azarias tornou-se Abednego. Esta mudança de nomes simboliza a tentativa de romper com suas raízes culturais e religiosas, impondo-lhes a identidade babilônica. Os novos nomes têm significados que invocam deuses babilônicos, contrastando com seus nomes hebraicos que honram o Deus de Israel.

Versículo 8: Daniel resolve firmemente não se contaminar com o manjar do rei e o vinho que ele bebia. Este ato de determinação reflete um compromisso profundo com a sua fé e leis dietéticas judaicas. Daniel sabia que aceitar o alimento do rei significaria comprometer sua identidade religiosa e moral. Ele pede permissão ao chefe dos eunucos para não se contaminar, demonstrando coragem e fé.

Versículo 9: Deus concede a Daniel graça e misericórdia diante do chefe dos eunucos. Esta intervenção divina mostra que Deus está com Daniel, abençoando sua decisão de permanecer fiel. O favor de Deus é uma constante que capacita Daniel a manter sua integridade.

Versículo 10: O chefe dos eunucos expressa medo de que desobedecer as ordens do rei resultaria em sua execução, caso os jovens apresentem uma aparência pior que os demais. Este versículo ilustra o rigor do regime babilônico e os riscos envolvidos na decisão de Daniel.

Versículo 11: Daniel propõe um teste ao despenseiro, que foi colocado sobre ele e seus amigos. Ele sugere uma alternativa que permita uma comparação justa sem comprometer as convicções religiosas deles. Esta abordagem mostra a sabedoria e a fé de Daniel ao buscar uma solução que respeita tanto a autoridade quanto sua fé.

Versículo 12: Daniel pede que ele e seus amigos sejam testados por dez dias, recebendo apenas legumes e água. A escolha de legumes (ou vegetais) e água reflete uma dieta que eles acreditam ser mais pura e conforme às leis dietéticas judaicas. O período de dez dias é curto o suficiente para ser um teste prático, mas suficientemente longo para demonstrar uma diferença significativa.

Versículo 13: Daniel sugere que, ao final dos dez dias, a aparência deles seja comparada com a dos jovens que comem o manjar do rei. Ele deixa a decisão final ao despenseiro, mostrando confiança no resultado e respeito pela autoridade. Esta proposta mostra a fé de Daniel de que Deus honrará sua obediência.

Versículo 14: O despenseiro concorda com o teste e os experimenta por dez dias. Esta anuência demonstra a confiança que Daniel conseguiu ganhar e a intervenção divina que abriu portas para que eles possam seguir suas convicções.

Análise Geral

A passagem de Daniel 1:5-14 destaca temas importantes, como a fidelidade a Deus, a coragem diante da pressão cultural, e a intervenção divina em favor daqueles que permanecem fiéis. Daniel e seus amigos são exemplos de como é possível manter a integridade espiritual mesmo em um ambiente hostil. Eles mostram que a verdadeira sabedoria e força vêm de um compromisso inabalável com Deus, que honra e protege aqueles que O servem com fidelidade.

Contexto Histórico e Cultural

  • Contexto Babilônico: A Babilônia era conhecida por sua riqueza e opulência. O manjar do rei representava o melhor da culinária babilônica, mas também estava possivelmente associado a práticas idólatras e impuras segundo a lei judaica.
  • Assimilação Cultural: A prática de mudar os nomes dos cativos e treiná-los na cultura local era comum para fortalecer a lealdade ao novo governante e enfraquecer os laços com suas raízes originais.
  • Desafios Religiosos: Os judeus exilados enfrentavam a tentação de comprometer sua fé para se conformar às expectativas e normas do novo ambiente. Daniel e seus amigos são modelos de resistência a essa assimilação.

Aplicação Pessoal

A história de Daniel desafia os crentes a permanecerem firmes em sua fé, mesmo quando confrontados com pressões para se conformar. Ela também encoraja a confiança na provisão e intervenção divina ao tomar decisões difíceis em prol da obediência a Deus.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O Livro de Daniel, composto por 12 capítulos, está dividido em duas partes principais: os capítulos 1-6 são predominantemente históricos, enquanto os capítulos 7-12 são proféticos. Daniel foi escrito durante o período do exílio babilônico, que começou em 605 a.C. com a primeira deportação de judeus para Babilônia. Este exílio foi um momento de crise espiritual e cultural para Israel, mas também um tempo de revelações profundas e transformadoras dadas a Daniel.

Daniel: O Apocalipse do Antigo Testamento

O título "Apocalipse do Antigo Testamento" refere-se às revelações apocalípticas e visões escatológicas contidas no livro, que se assemelham ao estilo e conteúdo do Livro de Apocalipse no Novo Testamento. Estas visões incluem a interpretação de sonhos e visões que revelam os planos soberanos de Deus sobre a história das nações e o estabelecimento do Seu reino eterno. Daniel 7.13-14, por exemplo, apresenta a visão do "Filho do Homem", uma figura messiânica que recebe domínio eterno, uma imagem amplamente referenciada por Jesus em Seu ministério.

Exemplos de Fidelidade em Terra Estrangeira

Os primeiros seis capítulos de Daniel relatam as experiências de Daniel e seus três amigos, Hananias, Misael e Azarias (renomeados Sadraque, Mesaque e Abednego), que foram levados cativos à Babilônia. O texto sublinha a sua fidelidade a Deus, mesmo diante de uma cultura pagã e hostil. Por exemplo, Daniel 1.8 narra a decisão de Daniel de não se contaminar com a comida do rei, um ato de fidelidade e obediência às leis dietéticas judaicas. Este episódio ilustra a importância da santidade e da lealdade a Deus em circunstâncias adversas.

Relevância Contemporânea

A história de Daniel e seus amigos tem uma aplicação direta e poderosa para os cristãos de hoje, especialmente os jovens que enfrentam uma sociedade secularizada e pluralista. A coragem de Daniel em permanecer fiel a Deus, mesmo quando pressionado a se conformar, é um exemplo inspirador de integridade e resiliência. Em uma cultura que muitas vezes rejeita os valores bíblicos, o testemunho de Daniel nos encoraja a manter nossa fé e viver de acordo com os princípios da Palavra de Deus (Rm 12.2).

Opinões de Livros e Comentários

Sarah Cavalcanti, no seu livro "Uma Escola para Todos" (Editora Betel, 2018), destaca a importância do ensino bíblico contínuo e sistemático, como exemplificado por Daniel. Ela argumenta que a dedicação ao estudo da Palavra de Deus é fundamental para o crescimento espiritual e a capacidade de enfrentar desafios culturais. Cavalcanti enfatiza que o ensino da Bíblia deve ser uma prioridade na igreja, assim como foi na vida de Daniel.

Eurico Bergsten, em seu comentário sobre o crescimento e desenvolvimento da igreja primitiva ("Lições Bíblicas", 3º trimestre de 1978), observa que a igreja primitiva, como Daniel, baseava suas ações e decisões na Palavra de Deus. Ele aponta que em todas as situações críticas, desde a defesa contra críticas (At 2.16) até a resolução de controvérsias (At 15.15-16), a igreja se firmava nas Escrituras, demonstrando a centralidade da Palavra na vida dos primeiros cristãos.

Conclusão

O estudo do Livro de Daniel nos oferece não apenas uma compreensão histórica e profética do período do exílio babilônico, mas também lições práticas e espirituais para a vida cristã contemporânea. Daniel e seus amigos nos mostram que é possível viver de maneira fiel e íntegra em meio a uma cultura hostil, mantendo-se firmes nos princípios da Palavra de Deus. O testemunho de Daniel nos desafia a buscar a santidade, a coragem e a perseverança, confiando que Deus é soberano e está no controle de todas as coisas.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Contexto Histórico e Cultural

O Livro de Daniel abrange um período significativo da história de Israel e da Mesopotâmia, começando com a primeira invasão babilônica ao Reino de Judá em 605 a.C. e terminando com a queda da Babilônia para Ciro da Pérsia em 536 a.C. Este período foi marcado pela transição de poder de uma das maiores potências mundiais da época, a Babilônia, para o império persa. A conquista de Jerusalém e o exílio subsequente foram eventos devastadores para o povo de Judá, forçando muitos, incluindo Daniel e seus amigos, a viverem em uma cultura estrangeira e pagã.

Desafios Culturais e Espirituais

Daniel e seus amigos enfrentaram desafios culturais e espirituais significativos na Babilônia. Eles foram educados na língua e literatura dos caldeus (Dn 1.4), receberam novos nomes babilônicos (Dn 1.7) e foram submetidos a um regime alimentar que ia contra suas leis dietéticas judaicas (Dn 1.8). Estes desafios testaram sua fidelidade a Deus e a Sua Lei. A decisão de Daniel de não se contaminar com a comida do rei (Dn 1.8) exemplifica sua firmeza em manter-se puro e fiel aos preceitos divinos, mesmo sob pressão.

Interpretação de Sonhos e Visões

Daniel é frequentemente chamado de "Apocalipse do Antigo Testamento" devido às suas visões e interpretações proféticas que se assemelham ao estilo apocalíptico encontrado no Livro de Apocalipse no Novo Testamento. Ele interpreta sonhos e visões que revelam o curso da história mundial, a ascensão e queda de impérios, e eventos escatológicos. Por exemplo, no capítulo 2, Daniel interpreta o sonho de Nabucodonosor sobre uma grande estátua representando diferentes reinos que seriam sucedidos pelo reino eterno de Deus (Dn 2.31-45).

No capítulo 7, Daniel tem uma visão de quatro animais simbólicos representando quatro reinos que seriam destruídos pelo "Filho do Homem", que receberia um domínio eterno (Dn 7.13-14). Estas visões apocalípticas são centrais para a mensagem de Daniel, oferecendo esperança e segurança de que Deus está no controle da história e dos reinos do mundo.

Teologia da Fidelidade e Soberania Divina

O Livro de Daniel destaca a fidelidade de Daniel e seus amigos a Deus, apesar dos desafios e perseguições. Eles permaneceram firmes em sua fé e convicções, exemplificando o princípio de que a verdadeira sabedoria e poder vêm de Deus (Dn 2.20-23). Daniel é descrito como alguém que "propôs no seu coração" não se contaminar (Dn 1.8) e que confiou plenamente na providência divina, mesmo quando enfrentava leões (Dn 6) ou fornalhas ardentes (Dn 3).

A soberania de Deus é outro tema teológico central. Deus é apresentado como o controlador último da história, que estabelece e remove reis (Dn 2.21) e que revela os mistérios do futuro a Seus servos (Dn 2.28-29). Esta soberania divina oferece conforto e segurança ao povo de Deus, especialmente em tempos de tribulação e exílio.

Espiral Hermenêutica

A espiral hermenêutica é um processo de interpretação que envolve mover-se continuamente entre o texto bíblico e o contexto do leitor, aprofundando-se na compreensão de ambos. Aplicando este método ao Livro de Daniel, podemos observar como a experiência de exílio e resistência de Daniel oferece lições relevantes para os cristãos de hoje que enfrentam uma cultura secular e pluralista.

Ao refletir sobre a fidelidade de Daniel, os leitores são desafiados a manter sua integridade e fé em um mundo que muitas vezes é hostil aos valores cristãos. A visão de Daniel sobre a soberania de Deus sobre as nações oferece esperança de que, apesar das aparências, Deus está no controle e Seu reino prevalecerá.

Referências Bíblicas e Comentários

A interpretação de sonhos e visões em Daniel é comparável às revelações apocalípticas em Apocalipse. O conceito de um reino eterno estabelecido por Deus, conforme visto em Daniel 2.44 e 7.13-14, é ampliado em Apocalipse 11.15, onde se proclama que "os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre".

Comentadores como John F. Walvoord em "Daniel: The Key to Prophetic Revelation" destacam a precisão histórica das profecias de Daniel e a sua relevância escatológica. Walvoord observa que as visões de Daniel fornecem uma estrutura para entender o plano de Deus para a história e o fim dos tempos.

Em "Daniel: The Apocalyptic Imagination" de John J. Collins, a análise literária e teológica de Daniel revela como o livro usa imagens e símbolos para comunicar verdades profundas sobre a luta entre o bem e o mal e a eventual vitória de Deus.

Conclusão

O Livro de Daniel é uma rica tapeçaria de narrativa histórica, profecia apocalíptica e teologia da soberania divina. A fidelidade de Daniel e seus amigos em uma cultura hostil serve como um modelo para os crentes de todas as épocas. A soberania de Deus, revelada através das visões e sonhos interpretados por Daniel, oferece esperança e segurança de que, em última análise, Deus está no controle e Seu reino eterno triunfará sobre todos os poderes terrenais.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Análise Exegética e Teológica sobre a Autoria e Mensagem do Livro de Daniel

Autoria do Livro de Daniel

A questão da autoria do Livro de Daniel tem sido objeto de intenso estudo e debate entre estudiosos. Tradicionalmente, tanto judeus quanto cristãos têm atribuído a autoria a Daniel, uma figura histórica que viveu durante o exílio babilônico. Essa atribuição é suportada por evidências internas dentro do próprio texto bíblico. Daniel 8.15 e 27, 9.2 e 10.2 referem-se diretamente a Daniel como o autor das visões e dos eventos narrados. Além disso, a referência de Jesus ao "profeta Daniel" em Mateus 24.15 reforça essa posição tradicional.

O contexto histórico e cultural em que Daniel foi escrito também corrobora a sua autoria. Durante o exílio na Babilônia, Daniel e seus amigos enfrentaram uma cultura hostil e desafios que testaram sua fé e fidelidade a Deus. A precisão histórica e a riqueza de detalhes nos relatos sugerem um autor que estava intimamente familiarizado com os eventos e a vida na corte babilônica.

Mensagem do Livro de Daniel

A mensagem do Livro de Daniel é multifacetada, abrangendo temas de fidelidade, soberania divina e escatologia. A estrutura narrativa e apocalíptica do livro oferece uma visão profunda do relacionamento entre Deus e Seu povo em tempos de tribulação.

  1. Fidelidade em Tempos de Adversidade: O livro de Daniel enfatiza a necessidade de manter uma fé inabalável em meio às adversidades. Daniel e seus amigos exemplificam essa fidelidade ao recusarem-se a comprometer suas convicções, mesmo quando confrontados com a possibilidade de morte (Dn 3.17-18). A decisão de Daniel de não se contaminar com a comida do rei (Dn 1.8) é uma manifestação de sua dedicação à Lei de Deus. Esse exemplo de integridade é um chamado aos crentes para manterem-se fiéis, independentemente das circunstâncias.
  2. Soberania de Deus: Um tema central no Livro de Daniel é a soberania de Deus sobre os reinos e a história. As visões de Daniel, como a interpretação do sonho de Nabucodonosor (Dn 2.37-38) e a visão dos quatro animais (Dn 7.3-7), demonstram que Deus controla o curso dos eventos mundiais. Daniel 7.27 afirma que "o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão e lhe obedecerão." Isso reforça a certeza de que, apesar das aparências temporárias, o plano divino prevalecerá.
  3. Escatologia e Esperança: As visões apocalípticas de Daniel oferecem uma perspectiva escatológica que aponta para a vinda do reino de Deus. A visão do "Filho do Homem" vindo com as nuvens do céu (Dn 7.13) é um prenúncio da vinda de Cristo, que é mais tarde referido em Apocalipse 1.7. Essas visões apocalípticas não só revelam o futuro, mas também oferecem esperança ao povo de Deus, assegurando-lhes que a justiça e a retidão triunfarão no fim dos tempos.

Exegese dos Versículos Chave

Daniel 8.15, 27; 9.2; 10.2: Esses versículos destacam a autoria de Daniel, apresentando-o como receptor e intérprete das visões. O uso da primeira pessoa nos relatos ("Eu, Daniel") e a especificação dos tempos e circunstâncias das visões reforçam a autenticidade dos escritos como provenientes do próprio Daniel.

Mateus 24.15: Jesus refere-se explicitamente ao "profeta Daniel," autenticando a posição de Daniel como profeta e confirmando a relevância e veracidade das suas visões e escritos para a compreensão escatológica cristã.

Daniel 7.27: Esse versículo encapsula a mensagem de soberania divina, mostrando que todos os reinos terrenos, apesar de sua aparente grandeza, são temporários e subordinados ao reino eterno de Deus. Isso sublinha a certeza de que Deus está no controle último da história e que o Seu reino é inabalável.

Conclusão

O Livro de Daniel, com sua rica combinação de narrativa histórica e profecia apocalíptica, oferece uma mensagem poderosa de fidelidade, soberania divina e esperança escatológica. A atribuição da autoria a Daniel é suportada por evidências internas e confirmada pela referência de Jesus, enquanto a mensagem central do livro ressoa com temas de grande relevância teológica. Os exemplos de fidelidade de Daniel e seus amigos, juntamente com as visões de um futuro determinado por Deus, fornecem um fundamento sólido para a fé e a esperança dos crentes através dos séculos.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Análise Bíblica e Teológica sobre a Estrutura e Peculiaridades do Livro de Daniel

Estrutura do Livro de Daniel

O Livro de Daniel é único no cânone bíblico, distinguindo-se por sua divisão em duas partes distintas, cada uma com seu próprio estilo e propósito. Essa estrutura não apenas organiza o conteúdo, mas também facilita a compreensão dos temas e mensagens do livro.

  1. Parte Histórica (Capítulos 1-6): Os primeiros seis capítulos do Livro de Daniel são narrativos e históricos, descrevendo eventos significativos na vida de Daniel e seus companheiros enquanto estavam no exílio babilônico. Esses capítulos incluem histórias conhecidas, como a recusa de Daniel e seus amigos a se contaminar com a comida do rei (Dn 1), a interpretação dos sonhos de Nabucodonosor (Dn 2 e 4), a história da fornalha ardente (Dn 3), a escrita na parede durante o banquete de Belsazar (Dn 5) e Daniel na cova dos leões (Dn 6). Essas narrativas não apenas relatam a fidelidade de Daniel e seus amigos, mas também destacam a soberania de Deus e Seu poder de proteger e exaltar aqueles que são fiéis a Ele.
  2. Parte Profética (Capítulos 7-12): A segunda metade do livro contém visões e profecias reveladas a Daniel. Essas visões incluem a dos quatro animais (Dn 7), a do carneiro e do bode (Dn 8), a oração de Daniel e a visão das setenta semanas (Dn 9), e as visões detalhadas dos eventos futuros que culminam com o fim dos tempos (Dn 10-12). Essas visões são altamente simbólicas e apocalípticas, fornecendo uma perspectiva escatológica e revelando o controle soberano de Deus sobre a história e o futuro.

Peculiaridades do Livro de Daniel

O Livro de Daniel possui várias características únicas que o diferenciam dos outros livros proféticos do Antigo Testamento.

  1. Uso de Duas Línguas: O livro é escrito em duas línguas: hebraico (capítulos 1 e 8-12) e aramaico (capítulos 2-7). O uso do aramaico, a língua franca do Império Babilônico, nos capítulos que tratam de eventos públicos e cortes imperiais, reflete a audiência mais ampla e o contexto babilônico dessas narrativas. Por outro lado, os capítulos escritos em hebraico, que contêm visões mais diretamente relacionadas ao futuro de Israel, enfatizam a relevância dessas mensagens para o povo de Deus. Essa mudança linguística também destaca a distinção entre as partes histórica e profética do livro.
  2. Papel de Daniel: Ao contrário de outros profetas, Daniel não profetiza diretamente ao povo de Israel. Em vez disso, ele serve como um conselheiro e intérprete de sonhos e visões para os reis da Babilônia. Sua posição na corte real o coloca em uma posição única para influenciar os governantes pagãos e demonstrar a supremacia do Deus de Israel sobre os deuses babilônicos. As visões e interpretações de Daniel, embora direcionadas aos reis, têm implicações profundas para o povo de Deus e para a história da redenção.
  3. Temática Escatológica: Daniel é muitas vezes chamado de "Apocalipse do Antigo Testamento" por causa de suas visões detalhadas e simbólicas do futuro. Essas visões abrangem eventos históricos, como a ascensão e queda de impérios, e se estendem até o tempo do fim, oferecendo uma perspectiva escatológica que ressoa com o livro de Apocalipse no Novo Testamento. A visão do "Filho do Homem" em Daniel 7.13-14, por exemplo, é uma antecipação da vinda de Cristo, o que conecta o Antigo e o Novo Testamentos e reforça a continuidade da revelação divina.

Contexto Histórico e Cultural

O contexto histórico do Livro de Daniel é crucial para entender suas mensagens. Daniel viveu durante o exílio babilônico, um período de grande crise para o povo de Israel. A conquista de Jerusalém por Nabucodonosor em 605 a.C. e o subsequente exílio foram momentos de desolação e questionamento para os israelitas. Em meio a esse cenário, as narrativas de fidelidade de Daniel e seus amigos serviram de inspiração para os exilados, mostrando que a lealdade a Deus poderia ser mantida mesmo em circunstâncias adversas. Além disso, as visões proféticas de Daniel ofereciam esperança e a certeza de que Deus estava no controle da história e que o reino de Deus triunfaria no final.

Conclusão

A estrutura e as peculiaridades do Livro de Daniel não apenas organizam seu conteúdo, mas também enriquecem sua mensagem. A combinação de narrativas históricas e visões proféticas, o uso de hebraico e aramaico, e o papel único de Daniel como conselheiro na corte babilônica, tudo isso contribui para a profundidade e relevância do livro. O Livro de Daniel nos chama a uma fé inabalável, demonstra a soberania de Deus sobre a história e nos aponta para a esperança escatológica do reino eterno de Deus. Essas lições são tão relevantes hoje quanto foram para os exilados israelitas na Babilônia, encorajando-nos a viver com fidelidade em um mundo que muitas vezes é hostil à nossa fé.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Para compreendermos o contexto histórico dos primeiros capítulos do Livro de Daniel, é essencial situarmos os eventos dentro do cenário político e militar do Antigo Oriente Próximo, especialmente em relação ao domínio babilônico e suas consequências para o Reino de Judá.

Contexto Histórico do Livro de Daniel

  1. Ascensão da Babilônia como Potência Mundial: Em 605 a.C., a Babilônia, sob o comando de Nabucodonosor II, emergiu como uma grande potência após derrotar o Egito na Batalha de Carquemis. Esta vitória consolidou a Babilônia como a principal força no Antigo Oriente Próximo, desafiando o controle egípcio sobre a região.
  2. Invasões Babilônicas a Jerusalém:
    • Primeira Invasão (605 a.C.): Após a derrota do Egito, Nabucodonosor sitiou Jerusalém no terceiro ano do reinado de Jeoaquim, rei de Judá. Este evento marca o início das incursões babilônicas contra Judá.
    • Segunda Invasão (597 a.C.): Após uma revolta em Judá, Nabucodonosor novamente invadiu Jerusalém, levando muitos cativos, incluindo o próprio rei Jeoaquim.
    • Terceira Invasão (586 a.C.): Esta foi a invasão mais devastadora, resultando na destruição de Jerusalém, incluindo o Templo de Salomão, e no exílio em massa da população judaica para a Babilônia. Este evento marca o fim do Reino de Judá como uma entidade política independente.
  3. Consequências do Exílio: O exílio babilônico teve profundas repercussões para os judeus. Além da perda de sua terra e identidade nacional, os exilados enfrentaram desafios culturais e religiosos significativos. Estar em uma terra estrangeira, subjugados por um poderoso império pagão, exigiu que eles reafirmassem sua fé em Deus e sua identidade como povo escolhido, mesmo em meio à adversidade.

Implicações Teológicas e Espirituais

O contexto histórico de opressão e exílio reflete uma importante dinâmica teológica no Livro de Daniel:

  • Fidelidade em Meio à Adversidade: Daniel e seus amigos se destacam como modelos de fidelidade a Deus em um ambiente hostil e pagão. Suas decisões de não se contaminarem com a comida do rei (Dn 1) e sua recusa em adorar ídolos (Dn 3) mostram como eles mantiveram sua integridade espiritual e moral mesmo sob pressão.
  • Soberania de Deus sobre a História: O Livro de Daniel sublinha repetidamente que Deus é soberano sobre os reinos e impérios da terra. As visões proféticas de Daniel não apenas preveem o curso da história, mas também revelam o controle divino sobre eventos futuros, culminando na vinda do Reino de Deus (Dn 2, 7-12).

Relevância Contemporânea

A mensagem de Daniel ressoa profundamente nos dias de hoje, especialmente em contextos onde os cristãos enfrentam desafios culturais, políticos e espirituais. A necessidade de manter uma fé inabalável em Deus, mesmo em meio a tempos de incerteza e adversidade, é um tema central que continua a inspirar e desafiar os crentes em todo o mundo.

Portanto, o contexto histórico do Livro de Daniel não apenas enriquece nossa compreensão das narrativas e visões apresentadas, mas também nos convida a refletir sobre nossa própria fé e compromisso com Deus em todas as circunstâncias da vida.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Jeoaquim, também conhecido como Conias, foi um rei de Judá que reinou por um período breve e tumultuado durante os anos finais do reino antes do exílio babilônico. Sua história revela um retrato sombrio de liderança e espiritualidade desviada:

O Reinado de Jeoaquim

  1. Sucessão e Contexto Político: Jeoaquim sucedeu seu pai Josias como rei de Judá aos vinte e cinco anos de idade (2 Reis 23:36). Ele governou durante um período crítico em que o poder babilônico estava ascendente e Judá enfrentava ameaças externas e internas.
  2. Impiedade e Rejeição de Deus: Infelizmente, Jeoaquim não seguiu os passos justos de seu pai Josias. Ele é descrito como um rei ímpio que não andou nos caminhos do Senhor (2 Reis 23:37). Em vez de liderar o povo em retidão, ele se envolveu em práticas idolátricas e injustas que provocaram a ira de Deus.
  3. Confronto com o Profeta Jeremias: O profeta Jeremias foi enviado por Deus para confrontar Jeoaquim e o povo de Judá com suas transgressões. Jeremias proclamou advertências severas sobre o juízo iminente de Deus devido à idolatria e à injustiça social que permeavam a sociedade judaica naquele tempo.
  4. Rejeição da Palavra de Deus: Em um ato de flagrante desafio a Deus, Jeoaquim não apenas ignorou as palavras de Jeremias, mas também destruiu fisicamente o rolo onde a Palavra de Deus estava escrita. Quando o rolo profético foi lido diante dele, Jeoaquim cortou as páginas com um canivete e queimou-as no fogo, demonstrando sua rejeição e desprezo pela mensagem divina (Jeremias 36:20-26).

Lições Teológicas e Práticas

  • Consequências da Desobediência: A história de Jeoaquim serve como um lembrete poderoso das consequências da desobediência a Deus. Sua rebelião e indiferença espiritual não apenas afetaram sua própria vida e reinado, mas também tiveram impactos devastadores sobre a nação de Judá como um todo.
  • Poder da Palavra de Deus: A reação de Jeoaquim à Palavra de Deus ilustra a resistência humana à autoridade divina. Mesmo diante das advertências claras de juízo, ele escolheu seguir seu próprio caminho, mostrando a fragilidade e a dureza do coração humano diante da verdade revelada por Deus.
  • Chamado ao Arrependimento: A mensagem de Jeremias a Jeoaquim não era apenas de condenação, mas também de oportunidade para o arrependimento e a restauração. Deus sempre oferece uma saída através do arrependimento genuíno, mesmo em face do juízo iminente.

Aplicação Contemporânea

A história de Jeoaquim nos lembra da importância de uma liderança piedosa e responsável, tanto no contexto político quanto no pessoal. Também nos desafia a examinar nossa própria resposta à Palavra de Deus e ao chamado ao arrependimento, reconhecendo que a obediência traz bênçãos, enquanto a rebelião tem consequências sérias.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O contexto histórico descrito em 2 Crônicas 36:14 e a situação de Israel refletem um período de apostasia e desobediência generalizada entre o povo escolhido por Deus. A nação de Israel, ao invés de seguir os estatutos e mandamentos de Deus, voltou-se para a idolatria e práticas pecaminosas. Os líderes, ao invés de liderarem o povo no caminho da retidão, contribuíram para a decadência espiritual e moral da nação.


A Disciplina de Deus

  1. Apostasia e Endurecimento do Coração: Israel, ao longo de sua história, frequentemente se desviou da adoração exclusiva a Yahweh, o Deus verdadeiro. Esse desvio levou a um endurecimento progressivo do coração do povo, resultando na rejeição da correção divina e na persistência no pecado (2 Crônicas 36:14).
  2. Disciplina e Juízo: Como um pai amoroso disciplina seu filho, Deus disciplina seu povo para chamar sua atenção ao arrependimento e restauração. A disciplina divina inclui permitir que o povo sofra as consequências de suas ações, como o cativeiro e a destruição de Jerusalém pelos babilônios.

A Soberania de Deus

  1. Controle Soberano: Mesmo em meio ao juízo e à disciplina, Daniel reconhece que é o próprio Senhor quem está no controle de todas as coisas. Deus permitiu que Nabucodonosor conquistasse Jerusalém e profanasse o Templo como parte de seu plano soberano para corrigir seu povo e restaurar sua adoração verdadeira.
  2. Uso dos Ímpios para Cumprir Sua Vontade: A soberania de Deus se estende ao uso de nações e líderes ímpios para executar seus propósitos. Nabucodonosor, um rei pagão, foi usado por Deus como instrumento de juízo sobre Israel, demonstrando que até mesmo os atos dos ímpios estão sob o controle e a permissão de Deus.

Aplicação Teológica

O exemplo de disciplina divina sobre Israel e a soberania de Deus sobre os eventos históricos têm implicações teológicas profundas:

  • Arrependimento e Restauração: A disciplina de Deus visa trazer seu povo ao arrependimento genuíno e à restauração da comunhão com ele. Mesmo em momentos de juízo, há esperança para aqueles que retornam à fidelidade e ao serviço de Deus.
  • Confiança na Soberania de Deus: Os crentes podem confiar na soberania de Deus sobre todas as coisas, incluindo os eventos políticos e históricos. Ele trabalha em conformidade com seu plano divino, mesmo através de circunstâncias adversas.
  • Lições para os Dias Atuais: A história de Israel serve como um lembrete para as igrejas e indivíduos hoje sobre a importância da obediência a Deus e a seriedade de suas advertências. Devemos permanecer fiéis ao Senhor em tempos de prosperidade e adversidade, confiando em sua justiça e misericórdia.

Em suma, a disciplina divina sobre Israel e a soberania de Deus sobre os eventos históricos revelam sua natureza amorosa, justa e controladora sobre toda a criação, demonstrando que seu plano redentor transcende as circunstâncias humanas e os erros do povo.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O Livro de Daniel possui uma relevância atemporal que transcende os séculos e ainda ressoa poderosamente nos dias de hoje. A vida de Daniel oferece lições profundas e inspiradoras que são aplicáveis a qualquer contexto cultural, político ou espiritual. Vamos explorar algumas das razões pelas quais o Livro de Daniel continua tão relevante para os nossos dias:

Exemplo de Integridade e Fidelidade

  1. Perseverança na Fé: Daniel, desde tenra idade, enfrentou adversidades imensas ao ser levado ao exílio babilônico. Ele não apenas manteve sua fé em um ambiente estrangeiro e hostil, mas também se recusou a comprometer seus princípios diante das tentações e pressões do mundo ao seu redor (Daniel 1:8).
  2. Liderança em Tempos de Crise: Ao longo de sua vida, Daniel não apenas se destacou como um profeta e intérprete de sonhos, mas também como conselheiro e líder íntegro diante de reis e governantes. Sua sabedoria e confiança em Deus foram fundamentais para enfrentar crises e desafios políticos e espirituais (Daniel 2, 6).

Mensagens Proféticas e Escatológicas

  1. Visões Proféticas: Os capítulos finais do Livro de Daniel apresentam visões detalhadas que abrangem eventos desde seu tempo até o cumprimento final dos propósitos divinos. Essas visões incluem interpretações de sonhos, visões de animais simbólicos e previsões sobre o tempo do fim, fornecendo uma perspectiva profunda sobre o plano de Deus para a história humana (Daniel 7-12).
  2. Relevância Escatológica: As profecias de Daniel não apenas descrevem eventos históricos futuros, mas também alertam sobre desafios e crises que o povo de Deus enfrentará até a consumação dos tempos. A mensagem de preparação espiritual e vigilância continua crucial para os cristãos que aguardam o retorno de Cristo e vivem em um mundo cada vez mais secularizado e desafiador.

Aplicações Práticas para Hoje

  1. Testemunho de Vida em Meio à Adversidade: Assim como Daniel, os cristãos modernos enfrentam desafios diários em um mundo cada vez mais hostil à fé cristã. A integridade de Daniel nos ensina a permanecer firmes em nossos princípios éticos e morais, mesmo quando confrontados com pressões culturais contrárias.
  2. Fidelidade na Prática Profissional e Pessoal: A vida de Daniel também ilustra a importância de manter uma consciência limpa diante de Deus e dos homens em todas as áreas da vida, incluindo o trabalho, a família e a comunidade.

Conclusão

O Livro de Daniel, além de ser uma narrativa histórica fascinante, é um tesouro espiritual repleto de lições práticas e proféticas que transcendem o tempo e têm aplicação direta para os desafios enfrentados pelos cristãos contemporâneos. Sua mensagem de fé inabalável, esperança escatológica e compromisso com Deus continua a ressoar e a inspirar aqueles que buscam viver uma vida cristã autêntica em um mundo em constante mudança. Assim como Daniel foi um exemplo de integridade e confiança em Deus, sua história continua a ser uma fonte de encorajamento e orientação para todos os que buscam seguir a vontade de Deus em suas vidas.

2- Um mundo transtornado. O período do profeta foi um dos mais turbulentos em termos de mudanças geopolíticas na região do Oriente Médio e no Mundo Antigo. Ele viveu em um mundo cujas características se repetem hoje:
a) Mundo frágil e cheio de incertezas. Estudiosos têm caracterizado o período recente, principalmente pós-pandemia, como um mundo frágil, ansioso, não-linear e incompreensível. A Babilônia era palco das transformações e agitações globais da sua época. Daniel viu impérios desmoronarem e reis caírem, enquanto as pessoas sobreviviam com expectativas aterrorizantes. A sua trajetória irá nos ensinar a encontrar resistência e coragem em dias ruins além de esperança numa época de desespero.
b) Mundo com constante transição de poder. Daniel serviu nos impérios babilônico e medo-persa com a mesma fé e fidelidade. Nenhum soberano o fez mudar suas convicções, tampouco o poder o seduziu. Com ele, somos lembrados de que os reis, presidentes e governantes desta terra passam, mas o Senhor permanece para sempre. Não importa quem esteja no poder político, o cristão mantém sua esperança sempre em Deus.
c) Mundo de conflitos e violência. Daniel viu de perto os horrores da destruição provocada pelas guerras entre nações e sentiu na pele o sofrimento decorrente do exílio. Semelhantemente, o mundo contemporâneo continua a ser palco de conflitos internos e internacionais, ações terroristas e violências de todas as formas, provocando dor e migração forçada. Isso nos faz recordar das pessoas que se encontram nessas situações, que precisam da nossa oração, apoio e busca por soluções.
d) Mundo hostil aos valores judaico-cristãos. É possível traçar um paralelo da época de Daniel com o panorama da cultura contemporânea, essencialmente hostil à visão de mundo judaico-cristã. Da mesma forma que aquele jovem hebreu foi pressionado a abandonar sua crença em razão das pressões culturais e religiosas dentro da Babilônia, os cristãos de hoje estão enfrentando ataques severos da cultura anticristã, a exemplo do Relativismo e do Secularismo, dentre outras correntes filosóficas. Como veremos no decorrer do trimestre, o Livro de Daniel nos ensinará a ter sabedoria e inteligência espiritual para combater as estratégias do inimigo no tempo presente.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O contexto histórico e cultural em que Daniel viveu é crucial para compreendermos não apenas sua vida e ministério, mas também a relevância do Livro de Daniel para os dias atuais. Vamos explorar cada ponto mencionado:

a) Mundo frágil e cheio de incertezas

  1. Transformações Geopolíticas: Daniel testemunhou mudanças dramáticas no cenário geopolítico de sua época, com a ascensão e queda de impérios. A Babilônia era um centro de poder e influência, mas também era instável e sujeita a mudanças repentinas. Da mesma forma, nosso mundo moderno é caracterizado por incertezas políticas, econômicas e sociais, intensificadas por eventos globais como pandemias e crises internacionais.
  2. Esperança em Meio à Adversidade: A vida de Daniel nos ensina que, mesmo em tempos de desespero e incerteza, a fé em Deus oferece resistência e coragem. Daniel permaneceu fiel a Deus em todos os momentos, confiando que o Senhor estava no controle, não importando quão turbulento fosse o mundo ao seu redor.

Transformações Geopolíticas: Daniel testemunhou a ascensão e queda de impérios como a Babilônia e a Pérsia (Daniel 2:36-43; 5:25-31), refletindo a instabilidade política de seu tempo.

Esperança em Meio à Adversidade: A vida de Daniel é um testemunho de confiança na providência divina, mesmo em tempos turbulentos (Daniel 3:17-18; 6:10, 22-23).


b) Mundo com constante transição de poder

  1. Fidelidade a Deus acima de Poderes Terrenos: Daniel serviu fielmente sob diferentes impérios sem comprometer sua fé. Ele reconhecia que, embora os reinos e governantes mudassem, Deus permanecia soberano sobre toda a história humana. Essa perspectiva é crucial para os cristãos hoje, lembrando-nos de que nossa lealdade deve estar primeiramente a Deus, independentemente das circunstâncias políticas ou sociais.
  2. Permanência do Senhor: Assim como Daniel reconheceu a transitoriedade dos poderes humanos, os cristãos contemporâneos são lembrados de que nossa esperança não está no poder político, mas na eternidade com Deus. Isso nos encoraja a viver com integridade e confiança, independentemente das mudanças que ocorram ao nosso redor.

Fidelidade a Deus acima de Poderes Terrenos: Daniel e seus amigos recusaram comprometer sua fé, mantendo-se leais a Deus acima de qualquer influência política (Daniel 1:8; 6:10).

Permanência do Senhor: A soberania de Deus sobre os reinos humanos é uma mensagem central em Daniel (Daniel 2:21; 4:34-35), enfatizando que Ele permanece no controle mesmo durante mudanças de poder.


c) Mundo de conflitos e violência

  1. Conflitos e Sofrimento: Daniel experimentou os horrores da guerra e do exílio, testemunhando de perto o sofrimento humano causado por conflitos internacionais. Da mesma forma, o mundo moderno ainda é marcado por conflitos, violência e deslocamento forçado, o que exige uma resposta cristã de compaixão, oração e ação em prol da justiça e da paz.
  2. Chamado à Solidariedade: Como cristãos, somos chamados a orar pelos aflitos e agir em solidariedade aos necessitados, seguindo o exemplo de Daniel que, mesmo em circunstâncias adversas, manteve sua fé e compromisso com Deus.

Conflitos e Sofrimento: Daniel experimentou o exílio e os desafios de viver em um contexto de guerra e opressão (Daniel 1:1-7), refletindo os horrores do conflito naquele tempo.

Chamado à Solidariedade: A oração e a ação de Daniel em favor de seu povo demonstram uma resposta cristã ao sofrimento e à injustiça (Daniel 9:3-19).


d) Mundo hostil aos valores judaico-cristãos

  1. Pressões Culturais e Religiosas: Daniel enfrentou pressões intensas para comprometer sua fé diante da cultura e religião dominantes da Babilônia. Da mesma forma, os cristãos contemporâneos enfrentam desafios significativos em uma cultura secularizada que muitas vezes rejeita os valores judaico-cristãos em favor de filosofias relativistas e secularistas.
  2. Sabedoria e Discernimento Espiritual: O Livro de Daniel oferece um modelo de como os cristãos podem resistir às pressões culturais e manter uma fé robusta e comprometida com Deus. A sabedoria e inteligência espiritual demonstradas por Daniel em suas interações com a cultura babilônica são exemplos de como podemos enfrentar os desafios contemporâneos com firmeza e discernimento.

Pressões Culturais e Religiosas: Daniel resistiu às tentativas de assimilação cultural e religiosa babilônica, mantendo sua identidade judaica e sua fé em Deus (Daniel 1:8; 3:16-18).

Sabedoria e Discernimento Espiritual: A sabedoria e o discernimento de Daniel em interpretar sonhos e visões revelam uma compreensão profunda da vontade de Deus (Daniel 2:19-23; 7:15-28).


Conclusão

O Livro de Daniel não apenas narra eventos históricos fascinantes, mas também oferece uma rica fonte de ensinamentos teológicos e práticos para os cristãos de todas as épocas. A vida de Daniel nos desafia a permanecer fiéis a Deus em tempos de incerteza, a reconhecer a soberania divina sobre a história humana e a resistir às influências adversas de uma cultura hostil aos valores cristãos. Ao estudarmos Daniel, somos equipados não apenas para compreender melhor o passado, mas também para viver com propósito e convicção no presente, mantendo nossa esperança no Deus que é eterno e imutável.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Daniel é de fato um exemplo inspirador de devoção e testemunho público de fé. Suas experiências registradas no Livro de Daniel ilustram como ele não apenas manteve sua integridade pessoal diante das pressões externas, mas também se destacou por seu testemunho público inabalável. Aqui estão alguns pontos que corroboram essa ideia, com base nas Escrituras:

  1. Integridade Pessoal e Fé Inabalável:
    • Daniel recusou-se a se contaminar com a comida do rei (Daniel 1:8-16), mantendo sua fidelidade aos princípios alimentares judaicos, o que demonstra sua devoção pessoal a Deus desde o início de seu cativeiro.
    • Mesmo sob a ameaça da fornalha de fogo ardente, Daniel e seus amigos preferiram enfrentar a morte a adorar ídolos (Daniel 3:16-18), evidenciando sua firmeza na fé em um contexto público.
  2. Testemunho Público de Fé:
    • A interpretação dos sonhos e visões de reis babilônicos não era apenas um serviço pessoal, mas um testemunho público da intervenção e soberania de Deus na história humana (Daniel 2:27-30; 4:19-27).
    • A experiência na cova dos leões, onde Daniel foi jogado por sua fé em Deus, resultou em um testemunho poderoso de como Deus protege aqueles que confiam nele (Daniel 6:16-23).
  3. Sabedoria e Conhecimento Divino na Sociedade:
    • Daniel não apenas serviu como conselheiro nos tribunais dos reis babilônicos, mas também usou sua sabedoria e conhecimento divino para influenciar a política e a sociedade (Daniel 2:46-49; 5:10-12).
    • Sua capacidade de interpretar sonhos e visões não apenas beneficiou os reis, mas também destacou a supremacia de Deus sobre os poderes terrenos e as crenças pagãs (Daniel 2:27-28; 4:8-9).

Daniel, portanto, não apenas viveu uma vida de devoção pessoal a Deus, mas também exemplificou como essa devoção pode e deve ser expressa publicamente, influenciando positivamente sua sociedade e apontando para a soberania divina em todas as circunstâncias. Seu testemunho ressoa através dos séculos como um modelo de coragem, fidelidade e confiança em Deus em meio às adversidades e desafios da vida.


Existem várias obras que oferecem insights profundos sobre o testemunho de Daniel e sua relevância para os cristãos modernos. Aqui estão algumas opiniões de livros que exploram esse tema:

  1. "Daniel: A Commentary" por John E. Goldingay: Este comentário oferece uma análise detalhada e profunda do Livro de Daniel, destacando não apenas os aspectos históricos e literários, mas também a relevância teológica para os crentes contemporâneos. Goldingay explora como os desafios enfrentados por Daniel podem iluminar as dificuldades e oportunidades para os cristãos em um mundo secularizado e pluralista.
  2. "Daniel: An Introduction and Commentary" por Ernest C. Lucas: Lucas fornece uma abordagem equilibrada e acessível ao Livro de Daniel, focando tanto nos aspectos históricos quanto nas implicações teológicas. Ele discute como as narrativas e visões proféticas de Daniel oferecem esperança e orientação para os cristãos que enfrentam desafios semelhantes de compromisso com sua fé em uma sociedade cada vez mais secular.
  3. "Daniel: God's Control over Rulers and Nations" por John F. Walvoord: Este livro enfatiza a soberania de Deus sobre os assuntos humanos, conforme exemplificado na vida de Daniel. Walvoord examina como as profecias de Daniel não apenas prenunciam eventos futuros, mas também demonstram a fidelidade de Deus em cumprir suas promessas e manter seu povo mesmo em tempos de adversidade.
  4. "The Book of Daniel: Composition and Reception" editado por John J. Collins e Peter W. Flint: Esta obra coletiva reúne contribuições de diversos estudiosos sobre o Livro de Daniel, explorando sua composição, contexto histórico, interpretação e recepção ao longo dos séculos. É uma leitura essencial para quem deseja entender como Daniel foi percebido e aplicado ao longo da história da igreja e além.

Esses livros não apenas oferecem uma visão acadêmica e exegética do Livro de Daniel, mas também inspiram os leitores a refletir sobre como podem aplicar os princípios de fé, coragem e testemunho público em suas próprias vidas, à luz das experiências de Daniel em um mundo hostil.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O Livro de Daniel realmente oferece uma mensagem poderosa e atual para a Igreja contemporânea. A vida de Daniel na Babilônia é um testemunho de coragem, fé inabalável e integridade em meio a um ambiente hostil e secularizado. Sua disposição de confiar em Deus em todas as circunstâncias, mesmo enfrentando pressões culturais e políticas intensas, inspira-nos a seguir seu exemplo.

  1. Coragem e Integridade em Tempos Hostis:
    • O exemplo de Daniel na Babilônia ilustra coragem e integridade diante de um ambiente estrangeiro e hostil (Daniel 1:8-16). Ele e seus amigos recusaram comprometer sua fé, mesmo enfrentando pressões para conformar-se à cultura dominante (Daniel 3:16-18).
  2. Fé Inabalável em Deus:
    • Daniel confiou plenamente em Deus, demonstrando que a verdadeira fidelidade envolve confiança contínua no Senhor, independentemente das circunstâncias (Daniel 6:10). Mesmo diante da ameaça de ser lançado na cova dos leões, sua fé permaneceu inabalável.
  3. Testemunho Público de Fé:
    • Daniel não apenas manteve sua devoção pessoal, mas também testemunhou publicamente sua fé, enfrentando consequências severas por se opor às práticas pagãs (Daniel 6:10-23). Seu testemunho desafiou diretamente a cultura e as leis do império, mostrando a importância de uma fé vivida de forma visível e pública.
  4. Soberania de Deus sobre a História:
    • O Livro de Daniel enfatiza a soberania de Deus sobre todas as nações e reinos da terra (Daniel 2:21; 4:34-35). Mesmo em meio às mudanças geopolíticas e incertezas do mundo, Deus continua sendo o Senhor da história, cumprindo seus propósitos soberanos através de seus servos fiéis.
  5. Relevância Contemporânea e Aplicação Prática:
    • Os desafios enfrentados por Daniel encontram eco nos tempos atuais, onde a cultura secular frequentemente entra em conflito com os valores cristãos. Assim como Daniel, somos chamados a manter nossa fé e integridade, buscando a vontade de Deus em todas as situações (Colossenses 3:23-24).
  6. Esperança e Confiança na Providência Divina:
    • Estudar o Livro de Daniel não apenas fortalece nossa fé pessoal, mas também nos capacita a viver com esperança e confiança na providência divina (Jeremias 29:11). Daniel nos lembra que Deus está no controle, mesmo em meio às adversidades e desafios da vida.

Este livro não apenas oferece um relato histórico fascinante, mas também uma profunda fonte de ensinamentos teológicos e práticos para os cristãos hoje. Ele nos desafia a viver com coragem, integridade e fé inabalável, confiando plenamente em Deus em todos os aspectos de nossa vida.


SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

📩 Receba rápido o acesso Vip | Saiba mais pelo Zap. 

ADQUIRA O ACESSO VIP 👆👆👆👆👆👆 Entre em contato.


Os conteúdos tem lhe abençoado? Nos abençoe também com Uma Oferta Voluntária de qualquer valor pelo PIX: E-MAIL pecadorconfesso@hotmail.com – ou, PIX:TEL (15)99798-4063 Seja Um Parceiro Desta Obra. “Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. Lucas 6:38

Clique aqui para Download das:

COMMENTS

BLOGGER

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor, blogueiro, batista. Vivendo para o Reino de Deus. Trabalhando incansavelmente para deixar o blog sempre atualizado abençoando e evangelizando as vidas que acessam este espaço de aprendizado cristão. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras e cursos para jovens, casais, obreiros e missões urbanas | (Tecnologia WordPress).

Nos abençoe pelo PiX pecadorconfesso@hotmail.com

A Contribuição financiará os Projetos: • Mais Ferramentas para o Site. • Melhorar visual. • Manter o Site ativo e funcionando. • Ajudar nas compras de cestas básicas • Fazer parte das Missões Urbanas. • Comprar e distribuir Bíblias Impressas Grátis. • Discipular Novos Convertidos. • Adicionar Slides e Subsídios para EBD. • Trazer mais Conteúdos para ajudar a ministrar as aulas. ••••Contribua pelo PiX•••• || pecadorconfesso@hotmail.com || •• ou pix: •• (15) 99798-4063 (WhatsApp)

NOVOS COMENTÁRIOS$type=list-tab$com=0$c=4$src=recent-comments

Nome

#desafio42dias,6,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,10 Sites,3,1º Trimestre,121,1º Trimestre 2018,1,2023,1,2024,20,2º Trimestr,1,2º Trimestre,165,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,123,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,195,A igreja local e missões,29,A Intervenção de Cercília,1,A Mensagem,1,A multiforme sabedoria de Deus,3,A Raça Humana,12,A volta do homem sem rosto,1,Abençoa,6,Abençoadas,6,Abominações,1,Abraão,6,Absalão. EBD,6,Abuso Sexual,5,Acabe,1,Ação de Graça,6,Acazias,1,Acepção,1,Achados,2,AD em BH,2,Adão,16,Adolescente,92,Adolescentes,34,adolescer+,8,Adoração,11,Adulto,166,Aflição,2,Ageu,3,Agonia,1,Agostinho,2,Air,1,Ajuda,2,Ajuda do Alto,3,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,Alcoólica,1,alegria,2,Ali,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,11,Alto,2,Amar,14,Amasiado,2,Amém,1,Amigo,7,Amizade,14,Amnon e Tamar,2,Amor,61,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,10,Amós,1,amostra grátis,2,Ana,4,Ananias,2,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,2,Angular,1,Aniquilacionismo,1,Anjo de Luz,2,Anjos,4,Anonimo,1,Anrão,1,AntiCristo,3,Antiga,1,Antigo Testamento,7,Ao Vivo,2,Apaixonado,1,Aparece,1,Aplicativo,1,Apocalipse,25,Apologia,12,Apostasia,2,Apostolo,27,Apóstolo dos pés sangrentos,1,apóstolo Paulo,42,Apóstolos,3,App,2,Apple Store,1,apreço imenso,1,Aprendendo,3,aprender,1,APRENDER+,1,Aprendizagem,1,Aprovação,1,aprovado,1,aquecimento,1,Arca da Aliança,3,Arqueologia,2,Arrebatamento,13,Arrebatar,2,Arrependimento,11,Artesão,1,Artista,1,As 95 Teses,2,As Bases do Casamento Cristão,14,As Bodas do Cordeiro,2,Asera,1,Aserá,1,Aspectos,1,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,5,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,ASSISTIR,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Atalaia,2,Ataque,3,Ataques,3,Ateísmo,3,Atenção,1,Atender,1,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitudes,1,Atitute,1,Atividade,1,Atos,16,Atributos,17,atriz,1,Audio Book,8,Auto Escola,1,autoajuda,2,Autoridade,1,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avivado,8,Avivamento,13,Avó,1,Baal,1,Babel,14,bailarina,1,Baixar,38,Balaão,9,Balada Gospel,1,Balzac,1,Banalização,1,Bangu,1,banner,1,Barack Obama,2,Barato,1,Barnabé,2,Base Bíblica,64,Batalha Espirítual,38,Batismo,17,Batismo nas Águas,4,Batista,2,Batom Vermelho,1,Baxterismo,1,BBB,1,Beber,1,Bebês,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Bençãos,6,Benhour Lopes,1,Berçário,5,Bernhard Johnson Jr,1,best-seller,5,Bestas,1,Betânia,1,BETEL,167,Betel Adulto,102,Betel Jovem,40,Bíblia,89,Bíblia Diz,24,Bíblias,7,Bíblica,28,biblicas,5,Bíblico,5,Bíblicos,4,Bibliologia,3,Bienal do Livro,10,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,6,Bispa,1,bissexual,1,BléiaCamp,1,Blíblica,1,BLOG,7,BlogNovela,20,Boaz,10,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,Bom,8,bom-humor,6,Bombom,1,Bondade,2,Bons Sonhos,4,Borboleta,1,Brasil,2,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,2,Briga,1,Brincadeira,1,Brother Bíblia,10,Budismo,1,Bullying,1,Busca,9,C. S. Lewis,1,Cadelabro,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Cam,1,Caminho,18,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,Canaã,1,canal,1,Canção,2,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantar do Galo,1,cantares de salomão,14,Cantor,2,Cantora,1,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,capacitação,1,Capítulo 1,1,capítulo 10,1,Capítulo 2,1,capítulo 3,1,capítulo 4,1,capítulo 5,1,capítulo 6,1,capítulo 7,1,capítulo 8,1,capítulo 9,1,Caráter,7,cardapio,1,Carência,4,Carismático,7,Carne,2,carreira,1,Carta,18,Carta de Amor,14,Cartas,5,Cartaz,5,Casa,15,Casa Branca,4,Casamento,19,Casamento Misto,6,Catarina Migliorini,1,Cativeiro,3,Cautela,1,CD,1,CDHM,1,Central Gospel,28,Centurião,1,Cerebral,1,Certificados,1,Cessacionismo,1,Cesto,1,CETADEB,1,Céu,13,Céus,10,CGADB,3,Chama,1,Chamada,1,Chamado,2,Champions League,1,Charges,8,Charles Darwin,1,Chegando,1,Cheios,1,CHIPRE,1,Chuva,1,Ciência,7,ciência de dados,1,Ciência vs Bíblia,10,Cinco,2,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Circuncisão,3,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,3,Civilização,1,Clara Tannure,1,classificação,1,Cláudia,1,Cleycianne Ferreira,11,Clipe Oficial HD,2,Coach,2,Código,1,Cólera,1,Colesterol,1,Colorida,1,com Pedro Bial,1,Combater,4,Comentários,9,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,3,Como ser um missionário,12,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,6,Compreender,1,comunhão,7,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concerto,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Condição,1,Conectar,6,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confirmando,2,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,12,Conhecendo,16,Conhecer,4,CONHECER+,1,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conquista,7,Conquistas,6,Conselhos,14,Consequências,1,Conservador,1,Contra,1,Contra Mão do Mundo.,2,Contraria,1,Conversão,6,Copa America,1,Copimismo,1,Coração,6,Coragem,1,Coreografia,1,Cores,1,Coríntios,6,Corona Vírus,1,Corpo,10,Correios,1,Cortinas,1,Covid-19,1,Coxo,1,CPAD,519,CPAD Adolescentes,75,CPAD Jovem,131,Crack,1,Cracolândia,3,Crente,9,crescimento,4,Creta,1,Criação,24,Cristã,14,Cristão,29,Cristianismo,3,Cristo,38,Cronograma da Bíblia,4,Cronologia,1,Crucificação,8,Cruz,11,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,2,Cuide do Coração,5,Culto,20,Culto da Virada de Ano Novo,6,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,4,Cultura,4,Cura,13,Curado,2,Curso,5,Cuxe,1,D. A. Carson,1,Dalila,1,Dança,1,Daniel,11,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,22,Davi e Bate-Seba,9,Davi e Jônatas,9,Davi e Mical,7,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Débora,2,Decisão,1,declaração,6,dedicação,1,deep learning,1,Degeneração,1,Deidade,1,Delírios,1,demissão,2,demônio,12,Demônios,14,Denominação,1,Dentro,1,Denúncias,5,Depressão,2,Deputado Federal,1,derrotando,1,Derrubar,1,Desabamento,1,Desafiando,10,Desafio,10,Desafio Insano,7,Desafio4x4,3,Desapaixonar,3,Descobertas,2,Desculpas,1,Desejo,2,Desenho Bíblico,8,Deserto,17,Desigrejados,3,Despedida,1,Despertamento,1,Destinatários,1,Desunião,1,Deus,106,Deus é Amor,28,Deus está Morto,3,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,deuses falsos,12,Deuteronômio,1,Devaneios,3,Devocional,106,Dez Mandamentos,1,Dez passos,6,Dia,1,Dia da Independência do Brasil,1,Dia de Missões,28,Dia do Evangelista,2,Dia dos Namorados,18,Dia dos Pais,9,Diabetes,1,Diabo,3,Diáconos,12,Diante do Trono,3,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,3,Dias,2,Dicas,12,Dicionário,3,Diferente,1,Diferentes,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinâmica,11,Dinheiro,8,Discernimento,2,Discipulado,32,Discipulos,32,Discípulos,34,discussão,1,Distância,1,Diva do Senhor,1,Divina,4,Divino,4,divórcio,3,Dízimos,11,Doação,4,Doação de Bebê,2,Dobrada,1,Doença,4,doença física,7,Dom,9,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,17,Dons de Maravilhas,23,Dores,1,Doutrina,35,Doutrinas Fundamentais,46,Download,92,Download Livros e E-books,156,Doze,1,Drink de Baygon,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,DST,1,Duas,1,Duelo,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,39,EBD,797,EBF,1,Eclesiastes,15,ecológico,1,Ecumenismo,1,Éden,8,Edificados,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,editora crista evangelica,1,Educação,1,Efatá,1,Efésios,3,Egito,6,Elcana,3,Ele,1,Eleição,6,Eleita,1,Eli,2,Elias,11,Eliasibe,1,Eliseu,2,Elizabeth Gilbert,1,Elizeu,4,Ellan Miranda,6,Elogios,1,emagrecer,1,Email,2,empresa,2,Empresa.,1,Encerramento,1,Enchente,1,Enciclopédia,1,Encontrar,1,Encontro,11,Encorajamento,4,Eneias,1,ENFRAQUECIMENTO DA IDENTIDADE PENTECOSTAL,1,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensina,1,Ensinar,4,Ensino,4,Ensinos,2,Entendendo,1,entender Deus,3,Entrevista,5,Envia,1,Envio,1,Epidemiologia,1,Epístolas,20,Época de Cristo,3,Esaú,3,Esboço Pregação,5,Escala de Professores da EBD,4,Escape,1,Escatologia,45,Escavação,1,Escola,33,Escola Bíblica Dominical,991,Escola Dominical,89,Escolha,5,Escravo,1,Escritor,1,Escrituras,4,Esdras,2,Espaço,2,esperança,8,esperança. razão,2,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,2,Espírito,28,Espírito Santo,42,Espirituais,4,Espiritual,14,Espiritualidade,4,Estado de São Paulo,2,Ester,14,Estevão,2,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estrutura,1,Estuda,2,Estudo Bíblico,260,Estudos Bíblicos,546,Estupro,1,Eterna,4,Eternidade,5,Eterno,3,Ética,2,Eu,1,Eu ainda te amo,1,Eufrates,1,Eva,15,evangelho,26,EVANGÉLICA,5,Evangelico,1,Evangélicos,2,Evangelismo,3,Evento,2,Evidências,1,evolução,1,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exegese bíblica,2,Exemplar,2,Exemplo de Tensorflow,1,Exemplos,1,exílio,3,Êxodo,2,Experiência de vida,26,Expositiva,2,Expressando,1,Extra,62,Exupéry,1,Ezequias,1,Ezequiel,4,F.F Bruce,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,7,Falecimento,1,Falsos,13,Falta,1,familia,52,Família,51,Fat Family,2,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,22,Feirinha,1,Felipe,1,Feminina,7,feminista,7,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,12,Festa Junina,3,Festividade,4,Ficar,1,Fidelidade,9,Fiel,4,Filha,6,Filho de Deus,9,Filho do Homem,6,Filho Pródigo,5,Filhos,17,Filipenses,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim,2,Fim de Relacionamento,7,Fim do Mundo,14,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,3,Firme,5,firmeza,2,Firmino,1,Fletar,1,Fogo,1,Fora,1,Forma,1,Formação,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Free The Nipple,1,Friedrich Engels,1,Frutifica,6,Fundamentalismo,1,Fundamentos,1,Fúnebre,1,funk,1,futuro,1,G-JJHNKFDSCM,7,gadareno,1,Gálatas,1,Galaxy,1,Galileu,1,Galo,1,Game Of Crentes,7,Ganhe Um Livro,21,gastando pouco,1,Gay,8,Gênesis,20,Gênesis.,8,genro,1,Gentios,1,Geografia,1,Geográfica,1,Geração,2,Gestos,1,Getsemani,1,Gideões,16,Gideões Missionários da Última Hora,20,Gigante,3,Gilberto Carvalho,1,Gileade,1,Gilgal,1,Giom,1,GLBS,2,global,1,Globalismo,1,Globo,1,Glória,7,Gloriosa,2,GLOSSÁRIO,2,Glossolalia,1,Glutonaria,1,GMUH,13,Gogue,2,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Graça,5,Grande,5,Grande Tribulação,4,Grátis,3,Greta,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,3,guerra,6,Guia,2,Habacuque,4,Halloween,1,Haxixe,1,Hebraica,2,Hebreus,7,Hedonismo,4,Helena Tannure,1,Hematidrose,1,Herdeiros,1,Heresia,22,Hermenêutica,3,Hernandes,3,Hilquias,1,Hinduísmo,1,hipócrita,1,Hissopo,1,História,21,Historia Real,1,Holística,1,Holocausto,1,Homem,9,Homenagem,1,Homens,3,Homilética,3,Homofobia,15,homosexualismo,12,Homossexual,9,Honestas,1,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Horebe,1,Hubner Braz,23,Hulda,3,Humana,4,Humanas,1,Humanidade,2,Humano,12,Humanos,2,Humildade,2,Humor,11,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,Icabô,1,Identidade,2,Ideologia,1,idioma,1,Ídolos,3,Igreja,46,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,6,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Iluminação,1,ilustração bíblica,9,Imanência,1,imersos,1,Imoral,1,Imoralidade,1,ímpio,1,Importa,1,Impostor,1,Impresso Normal,1,Impressora,1,Imutabilidade,2,Incas.,1,indenização,1,Individual,1,indústria,1,Inerrancia,1,Infantil,55,Inferno,7,infiéis,1,inglês,1,Inicio,1,Início,1,inimigo,2,injustiça,1,Insano,2,Insegurança,1,Inspiração,1,Instituição,1,Instrução,3,Integral,1,inteligência artificial,1,Intercessão,1,Internação,1,Internacional,1,Interpletação,2,interpretação,1,intertestamentários,1,Intimidade,4,Introdução,1,iPad,1,iPhone,1,Ira,1,Irmã Zuleide,1,Isaias,2,Isaque,8,Islâmico,1,Islâmismo,1,Israel,11,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jardim de Infância,22,Javé,1,Jeito,1,Jejuando,1,Jejum,2,Jeroboão,1,Jerusalém,6,Jesua,1,Jesuíta,1,Jesus,63,Jesus Cristo,61,Jesus de Nazaré,13,Jezabel,1,Jó,18,João,22,João Batista. Ossada,2,Joás,1,JOEL,1,John Piper,1,John Stott,1,Jonas,2,Joquebede,2,Jornada,9,Jornal da Record,1,José,9,José Wellington,1,Josh McDowell,1,Josias,2,Josue,8,Josué,9,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,235,Jovens,202,Judá,1,Judá e Tamar,1,Judas,1,Juízes,2,Juízo,1,Juízo Final,7,Julgamento,5,Julgamento Final,2,julgar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,43,Juramento,1,Justiça,4,Justo,1,Juvenis,25,Karkom,1,Karl Marx,1,Karma,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,3,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,7,Lei,5,Léia e Jacó,7,Leilão,3,Leis,2,Leitor,1,Leitora,1,Leitura,9,LEITURA BÍBLICA,3,Lembrancinhas,1,LeNovo,1,Lepra,1,Ler a Bíblia em 42 dias,3,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Liberdade,2,Libertação,1,Libertador,1,Libertinagem,1,Libertos,2,Lição,25,Lição 5,1,Lições,1,Lições Bíblicas,11,Lições Bíblicas da BETEL,424,Lições Bíblicas da CPAD,610,Lições de Vida,28,Líder,8,Líder Adolescente,29,Líder Jovem,26,Liderança,16,Líderes,3,Lídia,1,LinkedIn,1,Lino,1,Lista,2,Litoral,1,Liverpool,1,livre,5,Livre Arbítrio,7,Livres,2,Livro,45,Livro do Trono,3,Livro em Audio,7,Livro Selado,2,Livros - Comentarios,99,Livros Evangelicos,49,livros poéticos,13,Localização,1,Logos,1,Loide,3,Loira,1,Longanimidade,1,Lopes,1,Louco,1,Louvor,10,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,14,Lucifer,1,Lutando,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,7,Luz,1,Luz do mundo,2,Lya Luft,1,MacBook Air,1,machine learning,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,8,‪Magia,1,Magogue,2,Maias,1,Mal,4,Malala,1,Malaquias,3,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,3,Manifestação em Cristo,2,Manual de missões,22,Mãos,2,Maquiagem,2,Marcador de Páginas,1,Marcas,3,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,2,Mardoqueu,7,Maria Madalena,2,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,2,Mártires Cristãos,4,Massacre,1,Masturbação,7,Materialismo,1,maternal,17,Mateus,2,Matityáhu,1,Matrimonio,7,maturidade cristã,8,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,11,Melhores Blogs,3,Melhores Sites,4,Meninos de Rua,1,Menor,1,Mensagem,5,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Messias,3,Mestre,4,Mesulão,1,metaverso,1,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Mídias Sociais,2,Milagres,15,Milênio,3,Milionário,1,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério,23,Ministério Público Federal,2,Miqueias,2,Miriã,2,Misericórdia,6,Missão,44,Missiologia,30,Missionário,28,Missões,24,Mistério,1,Mitologia,1,Mitos,1,MMA,1,Mobilização,2,Moda Bíblica,2,Moda Cristã,2,Moda Evangélica,2,Modelo,3,Modelos,1,Moisés,21,Monarquia,3,Monte,4,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,9,Mordomo,1,Morrer,2,morte,13,Mortos,2,Motim,6,Motivos,1,Movimento,1,Muda,1,Mulçumano,1,Mulher,19,Mulher de Potifar,1,Mulheres,20,multiplicação,1,Mundo,9,Muro,1,Muros,1,Musica,8,Naama,1,Nacional,2,Namorado,18,Namorar,34,Namoro,109,Não,1,Não Prometeu,1,Nascença,2,Nascimento,3,Natureza,6,Naum,1,Necessidade,2,Neemias,4,Negar,2,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,2,NetFlix,1,Nigéria,1,Ninrode,1,No Fundo Do Poço,1,Noadia,1,Noé,1,Nome,2,Nome de Bebê,1,Nomes,2,Nora,2,Normalização,3,Norte,1,Noruega,1,Nota,2,Notícia gospel,83,Notícias Gospel,229,Nova,16,Novas Lições,2,Novela,2,Novo,5,Novo Testamento,6,Novos Céus e Nova Terra,12,Novos Convertidos,14,Novos Valores,2,nutricionista,1,Nuvem,1,NX Zero,1,O adeus,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,2,O Bom Travesti,1,O casamento negro,1,O Exército de Cleycianne,1,O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA,6,O MINISTÉRIO DE PASTOR,18,O Quarto da Porta Vermelha,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obadias,1,Obede-Edom,1,Obediência,17,Obesidade,1,Obra,4,Obras,3,obreiro,2,Obstáculos,1,Odio,1,Ofertada,8,Ofertas,9,Oficial,1,Olhando para direção errada,1,Olhar,3,Onde Estiver,1,ônibus,1,Onipotente,1,Onipresente,6,Onisciente,1,Online,1,Onri,1,ONU,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oposição,1,Opressão,1,Oração,29,Orando,1,Orar,4,Orfanato,1,Organização,2,Origem,6,Os Melhores Livros,30,Os Valores do Reino de Deus,2,Oséias,5,Oséias e Gomer,5,Osiel Gomes,5,Outra Chance,3,Ovelha,8,Padrões,1,Paganismo,1,Pagãos,1,Pai,6,Paixão,3,Paixão e Cura,1,Palavra,6,Palavra de Deus,8,Palavras,1,Pandemia,5,Pânico,1,pão,2,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papai,6,Papo,1,Paquera,2,Paquistanesa,1,Paquistão,1,Para Sempre,1,Parábolas,33,Paradoxo,2,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,4,Pastor,27,Pastor Paul Mackenzie Nthenge,1,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,2,Pastores,4,Paternidade,2,Patrick Greene,1,patristicas,2,Paulo,31,Pb. Renan Pierini,1,PDF,84,Pecado,43,Pecador Confesso,14,PECC,69,Pedindo,1,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedra,1,Pedras,1,Pedro,9,peixe,1,Pelos,1,Pensamento,3,Pentateuco,6,Pentecostal,11,Pentecostes,3,Perda,3,Perdão,14,Perdidos,6,Perfeito,2,Perigo,9,Perigos,7,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,3,Perseguidor,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Perspectiva,1,Pesquisa,2,Pessoa,2,pessoas,5,Peter Moosleitner,1,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Pirralha,1,Pison,1,Planeta Terra,2,Plano de Aula,7,PLANO DE LEITURA BÍBLICA,15,Planos,6,Plantador de Igrejas,2,Play Back,1,playboy,1,Plenitude,7,Poder,4,Poema,3,Poesia,4,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,Porção,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,8,Portões,1,Posse,1,Possível,1,Posto,1,Povos,15,Pr Gilmar Santos,1,Pr Napoleão Falcão,3,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Pragas,2,Praia,1,Prática,2,Praticar,3,Pré-Adolescentes,20,Preço,1,Predestinação,4,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,14,Pregadores,4,Premier,1,Premium,1,Preocupar,1,Preparado,8,Preparativos,1,Presbíteros,1,presidente,4,Presídio,1,Prevenção,2,previdência,1,Primário,29,Primeira,2,primeiro,4,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,2,Primogênitos,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,4,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,3,Profecia,21,Professor,21,Profeta,35,Profeta Jeremias,3,Profetas,25,Profetas Menores,23,Profética,4,Profético,9,Programa de Educação Cristã Continuada,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Progressista,1,Projeto,2,Projeto Cura Gay,2,Promessa,9,Prometida,2,Promoção,5,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,4,Prosperidade,1,Prostituta,2,Proteção,1,Protesto,1,Provai,1,Provê,1,Proverbios,15,PSDB,1,Pura,1,Purifica,2,Puro,1,Pv 4.23,1,Qualidades,1,Quando Deus diz não,9,Queda,10,Quem segue a Cristo,3,Quem Sou?,1,Querer,2,Querite,1,Raça,1,Racismo,1,Rainha de Sabá,4,Rainha Ester,16,Raptare,1,Raquel,2,Realidade,8,Rebeldia,3,Rebelião,1,Receber,1,Reconciliação,2,Reconstrução,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,2,Redenção,1,Redentora,1,redes neurais,1,reflexão,21,reformado,1,regime,1,Regininha,1,Registro Módico,1,regras,1,Rei,3,Rei Xerxes,1,Reinado,15,Reino,19,Reino de Deus,21,Reino dividido,8,Reino do Messias,6,Reis,2,Rejeição,1,Relacionamento,71,Relativismo,3,Relatos,5,Relógio da Oração,4,Remida,1,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,76,Reservado,2,Resguardar,1,Resistir,1,Resplandecer,1,Responde,1,Responsabilidade,2,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,6,Restauração,3,Restauracionismo,1,Resumo,9,Retorno de Cristo,3,Retribua,1,Reuel Bernardino,1,Rev. Augustus Nicodemus,3,Revelação,5,Revelado,1,Revista,118,revolução industrial,1,Rezar e Amar,1,Richard Baxter,1,Rico,4,Rio Tigre,1,Riqueza,3,Riscos,1,Roboão,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Roupas,3,Rubem Alves,1,Ruins,1,Russel Shedd,1,Rute,23,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sabedoria,17,SABER+,1,Sacerdócio,5,Sacerdotal,5,Sacrifício,4,Sadhu Sundar Singh,1,Safira,2,Safra,1,Sal da Terra,1,Salmos,32,Salomão,12,Salvação,30,Salvador,23,Sambalate,1,Samuel,16,Samuel Mariano,1,Sangue,3,Sangue no Nariz,1,Sansão,2,Santa Ceia,4,Santidade,16,Santificação,17,Santo,4,sapienciais,1,sapiências,1,Sara,2,Sarah Sheva,1,Satanás,7,Saudações,2,Saudades,5,Saul,10,Saulo,2,Savífica,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Seguidor,1,Seguir,1,Segunda,2,Segundo,1,Segundos,1,Segurança,1,Seita,2,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Selada,1,Seleção Brasileira,1,Sem,1,Sem Garantia,1,Semeador,9,Semente,2,Sementes,2,Seminário,1,Senhor,4,Senhorio. Jesus,1,Sensibilidade,1,Sentido da Vida,6,Sentimento,2,Sentimentos,4,Separação,2,Separar,2,Ser,3,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Chá Com Professores,4,Série Dicas de Como Liderar,23,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,4,Sermão do Monte,4,Sex,2,Sexo,5,Sexual,4,Sexualidade,11,Sidney Sinai,1,SIFRÁ e PUÁ,1,Significados,4,Silas Malafaia,5,Silêncio no Céu,10,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Simples,1,Sinal,1,Sincero,1,Sistema,2,Sites,3,Slide PC,2,Slider,462,slides,8,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Soberania,1,Sofonias,3,Sofrimento,4,Sogra,3,Soldados,5,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,5,Sonhos de Valsa,1,Sono,1,Sono da Alma,10,Sorrir,3,Sorteio,2,Sou,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Sublimidade,1,Submissão,5,Subsídio,110,Sucessor,1,Sueca,1,Sujeição,1,Sul,1,Sulamita,5,suprema,2,Surface Pro 2,1,Suspenção,1,Sutiã,1,Sutileza,11,Sutilezas,1,tabela,1,Tabernáculo,4,Tabita,1,Tablet,1,Talentos Cristãos,4,Tarado,1,Tarso,1,Tatuagem,3,TCC,1,Teatro,1,Tecido,1,Tecnologia,2,Tela Cinza,1,Telegram,1,Temas,2,Temática,2,Temor,8,Temperamento,1,Tempestade,2,Templo,3,Tempo,5,Tempo de Viver Coisas Novas,3,Tempos,2,tensorflow,1,Tentação,10,Teologia,17,Teologia da Libertação,3,Termino de Namoro,7,Término do Namoro,2,Termos,1,Terra,4,Terra Prometida,7,Terremoto,1,Testamento,1,Testemunho,21,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,3,Tigres,1,Tim Keller,1,timidez,2,Timna,1,Timóteo,13,Timothy Keller,1,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,tisbita,1,Títulos,1,Tomas de Aquino,1,Top,2,Top Blogs,4,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,3,Top5,2,Torá,1,TPM,1,Trabalho,4,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transcendência,2,Transfer,1,Transforma,2,Tratando de uma leucemia,1,treinamento,1,Trevas,1,Tribunal de Cristo,2,Tribunal de Justiça,1,Trimestre,2,Trindade,3,Trino,2,Triunfal,1,Trono Branco,2,Tudo vê,1,Túnica,1,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Ultimos Dias,1,Últimos Dias,1,um trono e um segredo,1,Uma crente,1,Uma História de Ficção,79,Unção,2,Ungido,1,Unidade,9,Universo,2,Uno,1,Urias,1,Utensilios,1,Uzá,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,4,Valores,1,Vanilda Bordieri,1,Velhice,3,Velho Testamento,1,Velório,1,Vem,2,Vencendo,2,Vencer,2,Vendedor de Droga,1,Vento,5,Ver Deus,1,Veracidade,12,Verdade,10,Verdadeira,8,Verdadeira História,1,Verdadeiro,4,verdades,1,Versículos,4,Viagem,5,Vício,1,Vida,29,VIDA CRISTÃ,2,Vida depois da morte,13,Vida Pessoal,3,Vidas,1,Vídeo,24,Vigilância,2,vinda,4,Vindouro,3,Vinho,1,Violência,2,Virá,2,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Visão,2,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Vivendo,1,Viver,5,Voca,1,vocacionados,1,Volta,2,Volta de Cristo,5,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,webdevelops,2,Yehoshua,1,Yeshua,1,YOSHÍA,1,You Tube,2,youtuber,2,Zacarias,2,Zaqueu,1,Zelo,5,
ltr
item
Pecador Confesso: Lição 01 - Daniel – Uma Inspiradora Jornada de Fidelidade | 3° Trimestre de 2024 | EBD JOVENS
Lição 01 - Daniel – Uma Inspiradora Jornada de Fidelidade | 3° Trimestre de 2024 | EBD JOVENS
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiDFAozR9yr7aVUNsk6imM2TXis2SAGVQiQpLrzuxywcbinEPQP5ilyhnOafwuAw_-MiBMsfKCm6s1nL1ClspkozrjH8uQFua0uW7sRuduqOrigTR1S6oOzicNT3vMEFWczP_0YrtXE3kMBH_AWL9a3U3NkKXvyR_wROs1OzrrjAm9bdkhMNXTLzeNIVSe_/w640-h360/3-trim-2024-CPAD-Jovens-Licao-01-DANIEL-COVA-LEOES.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiDFAozR9yr7aVUNsk6imM2TXis2SAGVQiQpLrzuxywcbinEPQP5ilyhnOafwuAw_-MiBMsfKCm6s1nL1ClspkozrjH8uQFua0uW7sRuduqOrigTR1S6oOzicNT3vMEFWczP_0YrtXE3kMBH_AWL9a3U3NkKXvyR_wROs1OzrrjAm9bdkhMNXTLzeNIVSe_/s72-w640-c-h360/3-trim-2024-CPAD-Jovens-Licao-01-DANIEL-COVA-LEOES.webp
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2024/07/licao-01-daniel-uma-inspiradora-jornada.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2024/07/licao-01-daniel-uma-inspiradora-jornada.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy