Lição 08 - Confessando e Abandonando o Pecado | 2° Trimestre de 2024 | EBD ADULTOS

TEXTO ÁUREO “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.” (Pv 28.13) COMENTÁ...



COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O versículo de Provérbios 28:13 é uma das passagens mais poderosas e ricas em sabedoria prática e espiritual. Vamos analisar o texto em profundidade, considerando as palavras em hebraico, o contexto e a conexão com outras partes da Bíblia.

Texto Áureo

“O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.” (Pv 28.13)


Análise das Palavras Hebraicas (Fonte Bíblia Palavra-Chave)

  1. Encobre (מְכַסֶּה - mekasseh)
    • A raiz hebraica da palavra "encobre" é כָּסָה (kasah), que significa "cobrir" ou "esconder". No contexto bíblico, a ideia de encobrir transgressões sugere uma tentativa de esconder pecados, evitando a confissão e o arrependimento genuíno.
  2. Transgressões (פְּשָׁעִים - pesha'im)
    • A palavra usada para transgressões é פֶּשַׁע (pesha), que indica rebelião ou pecado deliberado contra Deus. Esta palavra transmite a gravidade das ações que são intencionalmente contra a vontade divina.
  3. Prosperará (יַצְלִיחַ - yatzliach)
    • "Prosperar" é traduzido da raiz צָלַח (tsalach), que significa "ter sucesso" ou "ser bem-sucedido". Aqui, a ideia é que quem esconde os seus pecados não terá sucesso verdadeiro ou duradouro.
  4. Confessa (מוֹדֶה - modeh)
    • Confessar vem da raiz יָדָה (yadah), que significa "admitir" ou "dar graças". Confessar, nesse contexto, implica em reconhecer os pecados diante de Deus com um coração sincero.
  5. Deixa (יַעֲזֹב - ya'azov)
    • Deixar ou abandonar, derivado de עָזַב (azav), significa "desistir" ou "abandonar". Implica em um afastamento ativo do comportamento pecaminoso, além da confissão verbal.
  6. Alcançará (יְרֻחַם - yerucham)
    • Alcançar misericórdia vem da raiz רָחַם (racham), que significa "ter compaixão" ou "mostrar misericórdia". A misericórdia de Deus é prometida àqueles que reconhecem e se afastam de seus pecados.

Contexto e Conexões Bíblicas

Este provérbio faz uma clara distinção entre aqueles que tentam esconder seus pecados e aqueles que os confessam e abandonam. A sabedoria de Salomão aqui está alinhada com a compreensão bíblica mais ampla de arrependimento e perdão.

  • Salmo 32:3-5
  • "Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia... Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não encobri. Dizia eu: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado." Este salmo reflete a mesma verdade: esconder o pecado traz sofrimento, mas a confissão traz perdão e alívio.
  • 1 João 1:9
  • "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." A promessa de perdão mediante a confissão é uma verdade central tanto no Antigo quanto no Novo Testamento.
  • Lucas 15:11-32
  • A parábola do filho pródigo ilustra a mesma verdade: o filho que se afasta de seu pecado e retorna ao pai com arrependimento genuíno é recebido com misericórdia e celebração.

Aplicação Teológica e Prática

  1. Confissão e Transparência
    • A confissão dos pecados é um passo crucial na vida cristã. Reconhecer nossas falhas e buscar o perdão de Deus nos liberta do peso do pecado e nos aproxima do Senhor.
  2. Arrependimento Genuíno
    • Abandonar o pecado é tão importante quanto confessá-lo. Arrependimento verdadeiro envolve uma mudança de comportamento e uma determinação em viver de acordo com os princípios divinos.
  3. Misericórdia Divina
    • A misericórdia de Deus está disponível para todos que se aproximam dEle com um coração arrependido. Esta promessa de misericórdia deve inspirar confiança e esperança em cada crente.

Conclusão

Provérbios 28:13 oferece uma lição vital sobre a honestidade espiritual e o poder da confissão e do arrependimento. Aquele que esconde seus pecados não prospera, mas aquele que os confessa e abandona recebe a misericórdia de Deus. Esta verdade ressoa por toda a Escritura, reforçando a importância de viver uma vida de integridade e sinceridade diante de Deus.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

A verdade prática apresentada encapsula uma das mais profundas e centrais doutrinas do cristianismo: a necessidade de confissão e arrependimento para a restauração e reconciliação com Deus. Vamos explorar esta verdade à luz das Escrituras e com apoio de opiniões encontradas em livros cristãos renomados.

Base Bíblica

A base bíblica para esta verdade pode ser encontrada em várias passagens do Antigo e do Novo Testamento:

  • 1 João 1:9: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."
  • Provérbios 28:13: "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia."
  • Salmo 32:5: "Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não encobri. Dizia eu: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado."

Esses versículos destacam a importância da confissão (admitir nossos pecados diante de Deus) e do arrependimento (abandonar o pecado e mudar de comportamento).

Opiniões em Livros Cristãos

  1. "Posso saber se sou salvo?" de R. C. Sproul
    • R. C. Sproul, em seus escritos, enfatiza que a confissão não é apenas um ato isolado, mas parte de um estilo de vida cristão. Ele argumenta que a confissão genuína leva ao arrependimento, que por sua vez, é evidenciado por uma mudança real na vida da pessoa. Sproul também destaca que a confissão nos leva à humildade e ao reconhecimento da santidade de Deus e da nossa própria pecaminosidade.
  2. "A Cruz de Cristo" de John Stott
    • John Stott, em sua obra clássica, explora a conexão entre a confissão de pecados e a obra redentora de Cristo na cruz. Stott sugere que a confissão é um reconhecimento da nossa necessidade da graça salvadora oferecida através do sacrifício de Jesus. Ele ressalta que, sem a confissão e o arrependimento, não podemos experimentar plenamente a restauração que Cristo oferece.
  3. "Celebração e Disciplina" de Richard Foster
    • Richard Foster aborda a disciplina espiritual da confissão, afirmando que é um meio pelo qual Deus nos transforma. Foster destaca que a confissão verdadeira nos liberta da culpa e nos conduz à paz e à renovação espiritual. Ele vê a confissão como um processo contínuo e necessário para manter nossa caminhada com Deus vibrante e autêntica.

Análise Teológica

A confissão e o abandono do pecado são essenciais porque:

  1. Reconhecimento da Pecaminosidade
    • Confessar nossos pecados é reconhecer nossa falibilidade e a necessidade constante da graça de Deus. É admitir que somos incapazes de viver uma vida justa sem a ajuda divina.
  2. Restauração do Relacionamento com Deus
    • O pecado cria uma barreira entre nós e Deus. A confissão remove essa barreira, permitindo que experimentemos a plenitude da comunhão com Ele.
  3. Transformação e Santificação
    • O processo de abandonar o pecado é parte da santificação — a obra contínua do Espírito Santo que nos transforma à imagem de Cristo. Sem abandonar o pecado, nossa santificação é impedida.

Aplicação Prática

  1. Viver uma Vida de Confissão
    • Incorporar a prática da confissão em nossa vida diária. Isso pode ser feito através da oração pessoal, meditação e, em algumas tradições, através da confissão comunitária ou auricular.
  2. Buscar Apoio e Responsabilidade
    • Encontrar comunidades ou grupos de apoio onde a confissão pode ser feita de forma segura e onde há encorajamento mútuo para abandonar o pecado.
  3. Praticar o Perdão e a Misericórdia
    • Assim como Deus nos perdoa, devemos estar prontos a perdoar os outros. A confissão nos lembra de nossa própria necessidade de perdão e nos capacita a ser misericordiosos.

Conclusão

Para desfrutar de um caminho de restauração e reconciliação com Deus, é crucial que confessemos nossos pecados e os abandonemos. Esta prática não só nos libera do peso do pecado, mas também nos leva a uma vida de maior intimidade com Deus e a um testemunho mais poderoso do Seu amor e graça em nossas vidas. Como visto nos ensinamentos bíblicos e apoiado por renomados autores cristãos, a confissão e o arrependimento são fundamentais para a vida cristã autêntica e frutífera.

Segunda – Sl 12.5 Confessando as nossas transgressões ao Senhor
Terça – Rm 3.10-12 Reconhecendo a nossa natureza pecaminosa diante de Deus
Quarta – Gn 3.8;14-19 O pecado de nossos primeiros pais, Adão e Eva
Quinta – 2 Sm 12.1-4; 7-9 O pecado do rei Davi, o ungido do Senhor
Sexta – Mt 6.12 Em primeiro lugar, nos dirigimos a Deus para o perdão dos pecados
Sábado – 2Co 5.18 Deus investiu homens para o ministério

📥ADQUIRA O SLIDE DA AULA => CLIQUE AQUI(se quiser bem mais slides, diferentes, tops, dessa lição, adquira o acesso vip)

📩 Receba rápido a sua revista em PDF  | ou tenha o acesso VIP 2ºTRIM 2024 ou 3ºTRIM 2024, saiba mais:  

👆ADQUIRA O ACESSO VIP | Pelo zap ou e-mail: hubnerbraz@pecadorconfesso.com



DINAMICA EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Dinâmica sobre o Tema: "Confessando e Abandonando o Pecado"

Objetivo:

Refletir sobre a importância de reconhecer, confessar e abandonar os pecados, promovendo a introspecção e o compromisso com a transformação espiritual.


Material Necessário:

  • Papéis e canetas
  • Uma caixa ou cesta
  • Um recipiente com água
  • Esponjas
  • Bíblias
  • Velas pequenas (opcional)

Passos da Dinâmica:

1. Introdução (10 minutos):

  • Leitura Bíblica: Inicie com a leitura de 1 João 1:9 ("Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.").
  • Discussão Inicial: Explique brevemente a importância de reconhecer e confessar os pecados, e como isso leva à purificação e ao perdão divino.

2. Reflexão Pessoal (15 minutos):

  • Distribua um pedaço de papel e uma caneta para cada participante.
  • Peça para que eles reflitam sobre seus pecados e escrevam em seus papéis aqueles que desejam confessar e abandonar. Reforce que ninguém verá o que eles escreverem.
  • Dê alguns minutos para essa reflexão pessoal e escrita.

3. Confissão Simbólica (15 minutos):

  • Coloque uma caixa ou cesta no centro da sala.
  • Peça para que, um por um, os participantes venham até a caixa e depositem seus papéis, simbolizando a confissão dos seus pecados.
  • Explique que este ato é uma representação do desejo de se livrar dos pecados e buscar o perdão de Deus.

4. Purificação Simbólica (15 minutos):

  • Coloque um recipiente com água no centro da sala e distribua esponjas para os participantes.
  • Peça para que, após depositarem seus papéis na caixa, cada participante mergulhe a esponja na água, simbolizando a purificação que vem após a confissão.
  • Se desejar, você pode acender velas pequenas ao redor do recipiente, representando a luz de Cristo que ilumina e purifica.

5. Reflexão e Compromisso (10 minutos):

  • Leitura Bíblica: Leia Provérbios 28:13 ("O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.").
  • Discussão em Grupo: Conduza uma discussão sobre a importância de não apenas confessar, mas também abandonar os pecados. Como isso se aplica na vida cotidiana?
  • Compromisso Pessoal: Peça para que cada um pense em um passo prático que podem dar para abandonar um pecado específico e compartilhem (se estiverem confortáveis) com o grupo ou em duplas para apoio mútuo.

6. Encerramento (5 minutos):

  • Oração: Faça uma oração pedindo a Deus força e sabedoria para reconhecer, confessar e abandonar os pecados. Peça também por purificação e transformação espiritual.
  • Despedida: Agradeça a participação de todos e encoraje-os a continuar essa prática de reflexão, confissão e transformação em suas vidas diárias.

Dicas:

  • Crie um ambiente acolhedor e seguro, para que os participantes se sintam à vontade para refletir e participar.
  • Reforce que a dinâmica é um momento de introspecção e que o julgamento não faz parte do processo.
  • Incentive a honestidade pessoal e a busca contínua pelo crescimento espiritual.

Essa dinâmica visa promover a introspecção, o arrependimento genuíno e o compromisso com a transformação pessoal, elementos centrais para uma vida cristã saudável e plena.

Salmos 51
1- Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.
2- Lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado.
3- Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.
4- Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que a teus olhos é mau, para que sejas justificado quando falares e puro quando julgares.
5- Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.
6- Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria.
7- Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve.
8- Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.
9-Esconde a tua face dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades.
10- Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto. 11- Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo.
12- Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário.

1 João 1
8-Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.
9- Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.
10 Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Comentário e Exploração da Raiz das Palavras

Salmos 51:1-12

  1. "Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias."
    • Misericórdia: Em hebraico, "חֶסֶד" (chesed) refere-se à bondade amorosa e à fidelidade de Deus.
    • Transgressões: A palavra hebraica "פֶּשַׁע" (pesha) significa rebelião ou violação de um pacto.
  2. "Lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado."
    • Lava-me: Em hebraico, "כַּבְּסֵנִי" (kabeseni) implica uma lavagem intensa, como de roupas muito sujas.
    • Purifica-me: "טַהֲרֵנִי" (tahareini) significa tornar limpo, cerimonialmente puro.
  3. "Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim."
    • Conheço: "יָדַע" (yada) implica um conhecimento íntimo e profundo.
    • Pecado: "חַטָּאָה" (chatta'ah) refere-se ao ato de errar o alvo, transgressão moral.
  4. "Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que a teus olhos é mau, para que sejas justificado quando falares e puro quando julgares."
    • Pequei: "חָטָאתִי" (chatati) é a forma de confissão pessoal do verbo pecar.
    • Justificado: "צָדַק" (tsadak) significa ser declarado justo, estar correto.
  5. "Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe."
    • Iniquidade: "עָוֹן" (avon) refere-se à perversidade, distorção moral.
    • Concebeu: "יֶחֱמַתְנִי" (yechematni) implica ser concebido, trazendo a ideia de pecaminosidade desde a concepção.
  6. "Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria."
    • Verdade: "אֱמֶת" (emet) refere-se à firmeza, estabilidade, verdade.
    • Sabedoria: "חָכְמָה" (chokmah) implica habilidade, discernimento.
  7. "Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve."
    • Hissopo: "אֵזוֹב" (ezov), uma planta usada em rituais de purificação.
    • Mais alvo: "לְבֶן" (leben) implica a brancura pura, simbolizando limpeza total.
  8. "Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste."
    • Júbilo: "שָׂשׂוֹן" (sason) refere-se a alegria intensa, regozijo.
    • Ossos: "עֶצֶם" (etsem) aqui representa o ser interior, a vitalidade.
  9. "Esconde a tua face dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades."
    • Esconde: "הַסְתֵּר" (haster) implica ocultar, desviar o olhar.
    • Apaga: "מָחָה" (machah) significa obliterar, eliminar completamente.
  10. "Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto."
    • Cria: "בָּרָא" (bara) usado para a criação divina, indicando uma nova criação.
    • Espírito reto: "רוּחַ נָכוֹן" (ruach nachon) refere-se a um espírito firme, estável.
  11. "Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo."
    • Espírito Santo: "רוּחַ קָדְשְׁךָ" (ruach qadshecha) refere-se ao espírito consagrado de Deus, Sua presença ativa e purificadora.
  12. "Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário."
    • Alegria: "שִׂמְחָה" (simchah) implica uma alegria profunda e duradoura.
    • Espírito voluntário: "רוּחַ נְדִיבָה" (ruach nedivah) refere-se a um espírito generoso, disposto.

1 João 1:8-10

  1. "Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós."
    • Pecado: Em grego, "ἁμαρτία" (hamartia) refere-se ao erro moral, falhar o alvo.
    • Enganamo-nos: "πλανῶμεν" (planōmen) implica ser enganado, desviado do caminho correto.
  2. "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."
    • Confessarmos: "ὁμολογῶμεν" (homologōmen) significa admitir, concordar, declarar abertamente.
    • Purificar: "καθαρίσῃ" (katharisēi) implica tornar limpo, purificar moralmente.
  3. "Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós."
    • Mentiroso: "ψεύστην" (pseustēn) refere-se a alguém que mente, que falseia a verdade.
    • Palavra: "λόγος" (logos) refere-se à palavra, ensino ou mensagem de Deus.

Estas passagens bíblica enfatiza a importância da confissão e do arrependimento genuíno. O Salmo 51 reflete um profundo clamor de Davi por purificação e renovação espiritual, destacando a misericórdia e a fidelidade de Deus. Em 1 João 1:8-10, a ênfase está na necessidade de reconhecer a própria pecaminosidade e a promessa do perdão divino para aqueles que confessam seus pecados. O conhecimento das palavras hebraicas e gregas enriquece a compreensão do texto, revelando a profundidade do apelo à transformação espiritual e à sinceridade na busca pelo perdão divino.

1- INTRODUÇÃO
Todo cristão em sua jornada vai ter que lidar, em algum momento, com o pecado. Isso se deve a natureza humana que herdamos de Adão e Eva. No entanto, não temos mais prazer no pecado, ou seja, não pecamos de modo deliberado. Errar o alvo, para o cristão, é um triste acidente de percurso. Quando pecamos, a atitude correta é o arrependimento, a confissão do pecado a Deus e o abandono da transgressão. Não podemos também nos esquecer de que o pecado confessado e abandonado é pecado perdoado por Deus (1 Jo 1.9). O Inimigo sempre vai tentar nos acusar dos erros que cometemos, mas precisamos lembrar de que “o sangue de Jesus Cristo nos purifica de todo o pecado” (1 Jo 1.7).
2- APRESENTAÇÃO DA LIÇÃO
A) Objetivos da Lição:
I) Compreender o que significa confissão de pecado;
II) Mostrar o perigo do pecado não confessado;
III) Compreender que a confissão de pecado é um caminho para a cura e a restauração.
B) Motivação: Converse com os alunos explicando que atualmente, muitos não acreditam em certo ou errado. O pecado passou a ser relativizado e o que é errado para uma pessoa pode não ser considerado errado para a outra, pois não acreditam mais em verdades absolutas. Entretanto, para o cristão o pecado não pode ser relativizado, pois nosso conceito de errar o alvo está firmado nas Escrituras Sagradas.
C) Sugestão de Método: Sugerimos que você coloque uma cesta (ou uma caixa de papelão) em um canto da sala. Providencie algumas bolinhas de papel amassado. Diga aos alunos que a cesta ou caixa será o alvo do dia. Em seguida, dê uma bolinha de papel a um aluno(a) e peça que, há uma certa distância, tente acertar o “alvo” (a cesta). Cada aluno(a) terá somente uma tentativa. Aqueles que errarem, pergunte como eles se sentiram, assim como os que acertaram. Diga que pecado significa “errar o alvo”. Ninguém quer errar nada. Quando erramos, seja em uma prova ou em qualquer situação, sentimos vergonha e ficamos constrangidos. O pecado tem como consequência a tristeza, o constrangimento e a culpa. É o que veremos nesta lição.
3- CONCLUSÃO DA LIÇÃO
A) Aplicação: A lição de hoje é uma oportunidade ímpar para que os alunos reflitam a respeito do pecado e da importância da confissão. Mostre que o pecado tem nome, como por exemplo, mentira, fofoca, inveja etc. Temos que confessar para Deus as nossas atitudes, pensamentos e sentimentos, nomeando-os. Em seguida conclua lendo Provérbios 28.13: “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.”
4- SUBSÍDIO AO PROFESSOR
A) Revista Ensinador Cristão. Vale a pena conhecer essa revista que traz reportagens, artigos, entrevistas e subsídios de apoio à Lições Bíblicas Adultos. Na edição 97, p.40, você encontrará um subsídio especial para esta lição.
B) Auxílios Especiais: Ao final do tópico, você encontrará auxílios que darão suporte na preparação de sua aula:
1) A orientação bíblica, localizada no primeiro tópico, destaca importantes conceitos a respeito de confissão de pecados contidos no Salmo 51;
2) O texto ao final do terceiro tópico, mostra o caminho da cura e da restauração para aqueles que confessam e abandonam o pecado.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

A Bíblia descreve o pecado não apenas como um comportamento inadequado, mas como uma ofensa contra a santidade de Deus. Em 1 João 1:8-10, o apóstolo João confronta a negação do pecado, afirmando que a confissão é essencial para a purificação e perdão divino. Este ensino é consistente com outros textos bíblicos, como Salmos 51, onde Davi clama a Deus por misericórdia e purificação após seu pecado.

  • 1 João 1:8-10: "Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós."
  • Salmos 51:3-4: "Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que a teus olhos é mau, para que sejas justificado quando falares e puro quando julgares."

Comentário Teológico

Teologicamente, o pecado é uma condição universal que afeta toda a humanidade (Romanos 3:23). A confissão de pecados é um reconhecimento da santidade de Deus e da nossa necessidade de Sua graça. O conceito de arrependimento e confissão está enraizado na ideia de que Deus é justo e misericordioso, disposto a perdoar aqueles que sinceramente buscam Sua purificação.

  • Romanos 3:23: "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus."
  • 1 João 1:9: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."

Comentário Soteriológico

Do ponto de vista soteriológico (doutrina da salvação), a confissão e o abandono do pecado são cruciais para a experiência de salvação do crente. A salvação é vista como um processo que envolve arrependimento, confissão e uma transformação contínua na vida do crente. A confissão é um passo vital que demonstra reconhecimento do pecado e dependência da graça redentora de Cristo.

  • 1 João 2:1-2: "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo."

Comentário Expositivo

Ao expor o texto, vemos que João enfatiza a necessidade da verdade em nosso relacionamento com Deus. Negar o pecado é enganar a si mesmo e rejeitar a verdade de Deus. A confissão é apresentada como um ato que nos alinha com a verdade de Deus, permitindo que Sua justiça opere em nossas vidas para nos purificar.

  • 1 João 1:8-9: "Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."

Opiniões de Livros

  1. John Stott, "Série Introdução e Comentário - João 1, 2 e 3": Stott destaca que a confissão de pecados é um passo fundamental para a comunhão com Deus. Ele argumenta que a negação do pecado leva ao autoengano e à alienação de Deus.
  2. D. A. Carson, "O Comentário de João": Carson observa que a compreensão correta do pecado e da confissão é essencial para a vida cristã autêntica. Ele enfatiza que a confissão traz à luz a graça e a fidelidade de Deus.
  3. Wayne Grudem, "Teologia Sistemática": Grudem discute a doutrina do pecado e a necessidade do arrependimento e da confissão. Ele destaca que esses atos são evidências do verdadeiro arrependimento e transformação.

Conclusão

A confissão e o abandono do pecado são práticas indispensáveis para a vida do crente. Elas não apenas alinham o crente com a verdade de Deus, mas também permitem que a graça e a justiça de Deus operem na vida daqueles que sinceramente buscam Sua purificação. A negação do pecado impede a comunhão com Deus e perpetua o engano, enquanto a confissão abre o caminho para o perdão e a renovação espiritual.

Palavra-Chave – Confissão

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

A confissão é um elemento crucial na teologia cristã, representando o reconhecimento de pecados diante de Deus e dos homens. A Bíblia enfatiza a confissão como um passo necessário para a reconciliação com Deus, purificação e santificação. Vamos explorar a raiz das palavras hebraicas e gregas usadas para "confissão" e examinar exemplos bíblicos que ilustram sua importância.


Raiz das Palavras

  1. Hebraico: יָדָה (yadah)
    • Significado: Confessar, dar graças, louvar.
    • Uso Bíblico: Aparece frequentemente no contexto de confissão de pecados e louvor a Deus.
    • Exemplo: "Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado." (Salmos 32:5)
  2. Grego: ὁμολογέω (homologeo)
    • Significado: Confessar, concordar, professar.
    • Uso Bíblico: Utilizado no Novo Testamento para denotar confissão de fé e reconhecimento de pecados.
    • Exemplo: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." (1 João 1:9)

Exemplos Bíblicos

  1. Confissão de Davi (Salmos 51)
    • Contexto: Após seu pecado com Bate-Seba e o assassinato de Urias, Davi é confrontado pelo profeta Natã. Davi confessa seu pecado a Deus com um coração quebrantado.
    • Versículo-chave: "Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias." (Salmos 51:1)
    • Análise: Davi utiliza a palavra "פֶּשַׁע" (pesha) para transgressões, reconhecendo a gravidade de seu pecado. Ele busca a misericórdia de Deus e a purificação total, simbolizada pela lavagem com hissopo.
  2. Confissão de Neemias (Neemias 1:6-7)
    • Contexto: Neemias, ao saber da situação deplorável de Jerusalém, confessa os pecados dos israelitas e os seus próprios pecados a Deus.
    • Versículo-chave: "Estejam, pois, atentos os teus ouvidos, e os teus olhos abertos, para ouvires a oração do teu servo, que eu hoje faço perante ti, de dia e de noite, pelos filhos de Israel, teus servos, e faço confissão pelos pecados dos filhos de Israel, que pecamos contra ti; também eu e a casa de meu pai pecamos." (Neemias 1:6)
    • Análise: Neemias usa "יָדָה" (yadah) para expressar confissão, demonstrando um reconhecimento coletivo e pessoal do pecado, crucial para a restauração da nação.
  3. Confissão de Pedro (Mateus 16:16)
    • Contexto: Jesus pergunta a seus discípulos quem eles acreditam que Ele é. Pedro confessa a fé em Jesus como o Messias.
    • Versículo-chave: "E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo." (Mateus 16:16)
    • Análise: Pedro utiliza "ὁμολογέω" (homologeo) em uma confissão de fé, estabelecendo uma declaração fundamental da identidade de Jesus.
  4. Confissão em 1 João 1:9
    • Contexto: João escreve sobre a importância da confissão de pecados para receber o perdão e purificação de Deus.
    • Versículo-chave: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."
    • Análise: O termo "ὁμολογέω" (homologeo) implica uma admissão sincera e plena dos pecados, com a confiança na fidelidade e justiça de Deus para perdoar e purificar.

Importância Teológica da Confissão - A confissão é vital na teologia cristã por várias razões:

  1. Reconhecimento do Pecado: A confissão é o primeiro passo para reconhecer a necessidade de redenção. Sem a admissão do pecado, não pode haver verdadeira reconciliação com Deus.
  2. Purificação e Santificação: Através da confissão, os crentes são purificados e santificados. Deus promete perdoar e purificar de toda injustiça (1 João 1:9).
  3. Restauração da Comunhão: A confissão restaura a comunhão com Deus e com outros crentes. É um ato de humildade e honestidade que fortalece a comunidade de fé.
  4. Transformação Espiritual: Confessar e abandonar o pecado é evidência de um coração transformado. Isso demonstra um verdadeiro arrependimento e desejo de viver uma vida santa.

A confissão é uma prática essencial no cristianismo, profundamente enraizada na Escritura e teologia. Tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, a confissão é vista como um passo necessário para receber o perdão de Deus e experimentar a transformação espiritual. A compreensão das palavras hebraicas e gregas para "confissão" enriquece nossa apreciação da profundidade e significado desta prática vital.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Definição

  1. Confissão no Antigo Testamento
    • Verbo Hebraico: יָדָה (yadah)
      • Raiz Verbal: Deriva de "הָדָה" (hadah), que significa "estender a mão".
      • Uso e Significado: Utilizado aproximadamente 900 vezes no Antigo Testamento, tem os significados de "jogar", "atirar", "lançar" (1 Reis 8:33) e também "tomar conhecimento", "saber", "reconhecer".
      • Contexto de Confissão: A palavra yadah é empregada no contexto de confissão de pecado, como em Salmos 32:5: "Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado."
  2. Confissão no Novo Testamento
    • Verbo Grego: ὁμολογέω (homologeo)
      • Significado: "Concordar com", "consentir", "conceder".
      • Composição: Formado por "homou" (junto de pessoas reunidas) e "lógos" (palavra, fala).
      • Uso: Aparece 25 vezes no Novo Testamento, usado para confessar fé ou pecado (Mateus 7:23; Romanos 10:9-10; Tiago 5:16).
      • Contexto de Confissão: Romanos 10:9-10: "Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação."
    • Verbo Grego: ἐξομολογέω (exomologeo)
      • Significado: "Professar", "reconhecer aberta e alegremente", "prometer publicamente".
      • Uso: Empregado em Mateus 3:6: "E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados."

A confissão, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, envolve uma dimensão profunda de reconhecimento e declaração. A raiz hebraica yadah encapsula um ato físico de estender a mão, simbolizando a admissão e o reconhecimento de pecados diante de Deus. Este gesto físico implica um movimento de abertura e entrega, essencial na relação entre o ser humano e o divino.

No Novo Testamento, o verbo homologeo enfatiza a concordância e a declaração verbal daquilo que é acreditado ou reconhecido como verdadeiro. A confissão aqui não é meramente uma admissão de falha, mas um alinhamento com a verdade de Deus, implicando um compromisso com a transformação e a renovação espiritual. O verbo exomologeo vai além, sugerindo uma confissão pública e alegre, indicando uma mudança interna que se manifesta externamente de maneira visível e celebrativa.


Aplicação Pessoal

  1. Reconhecimento e Admissão do Pecado
    • A prática de yadah nos ensina a importância de reconhecer nossos pecados de maneira honesta e aberta. Este reconhecimento é o primeiro passo para a restauração espiritual. Ao confessar nossos pecados, estamos "estendendo a mão" para Deus, buscando Sua misericórdia e perdão.
  2. Concordância com a Verdade Divina
    • Usando homologeo, somos chamados a alinhar nossas palavras e ações com a verdade de Deus. A confissão não é apenas sobre admitir erros, mas também sobre declarar nossa fé e confiança na justiça e misericórdia de Deus. Este ato de confissão fortalece nossa relação com Deus e nos ajuda a viver de acordo com Seus mandamentos.
  3. Professão Pública de Fé e Arrependimento
    • A prática de exomologeo nos desafia a ser testemunhas públicas da transformação que Deus opera em nossas vidas. Confessar nossos pecados e nossa fé de maneira aberta e alegre não só honra a Deus, mas também serve como testemunho para outros, encorajando-os a buscar a mesma transformação.

A confissão de pecados, tanto no contexto do Antigo quanto do Novo Testamento, é um ato de humildade e reconhecimento diante de Deus. Através de yadah, homologeo e exomologeo, aprendemos que a confissão é um ato integral que envolve reconhecimento, concordância e profissão pública. Este processo não só nos reconcilia com Deus, mas também fortalece nossa caminhada espiritual e nossa comunidade de fé. É através da confissão sincera e contínua que experimentamos a renovação e a purificação que Deus oferece a cada um de nós.


2- A confissão bíblica de pecado.
 O ensino bíblico geral da confissão de pecado traz a ideia de reconhecê-lo e fazer a sua confissão, pois o perdão depende desse ato (Sl 32.5; 1 Jo 1.9). Essa confissão pode ser no momento da conversão; ou depois dela, quando pecados cometidos podem ser contra Deus ou contra um irmão (Mt 5.21,22). Importante ressaltar, porém, que, segundo o ensino bíblico, era tão somente depois da confissão de pecados que se poderia viver verdadeiramente uma vida de oração e comunhão com Deus (Ne 1.6; SI 66.18; Lc 18.9-14).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Os Pais da Igreja, os teólogos e líderes cristãos dos primeiros séculos, discutiram extensivamente a questão da confissão de pecados. Suas ideias formaram a base de muitos conceitos teológicos que influenciam o cristianismo até hoje. Aqui, veremos algumas perspectivas importantes, especialmente à luz de uma visão tendente ao pentecostalismo e as respostas às controvérsias associadas.

  1. Tertuliano (c. 160-220)
    • Perspectiva: Tertuliano foi um dos primeiros a enfatizar a importância da confissão pública de pecados. Ele via a confissão como um ato necessário de penitência que trazia cura e restauração espiritual.
    • Impacto: Sua visão contribuiu para a prática da confissão pública na Igreja primitiva, onde pecadores arrependidos eram restaurados à comunhão com a comunidade cristã.
  2. Cipriano de Cartago (c. 200-258)
    • Perspectiva: Cipriano enfatizou a necessidade de confessar os pecados antes de receber a comunhão eucarística. Ele acreditava que a confissão era essencial para a purificação espiritual.
    • Impacto: Cipriano influenciou a prática litúrgica da confissão sacramental, que mais tarde evoluiu para a prática da confissão auricular na Igreja Católica.
  3. Agostinho de Hipona (354-430)
    • Perspectiva: Agostinho destacou a confissão de pecados como um reconhecimento necessário da condição humana caída e da necessidade contínua da graça de Deus. Ele também reconheceu a importância da confissão pública e privada.
    • Impacto: A teologia de Agostinho sobre a confissão influenciou profundamente a teologia ocidental, enfatizando a necessidade contínua de arrependimento e busca de perdão.

Embates e Polêmicas

  1. Confissão Pública vs. Confissão Privada
    • Controvérsia: Nos primeiros séculos, houve um debate significativo sobre a necessidade e a forma da confissão pública. Enquanto alguns, como Tertuliano, defendiam a confissão pública, outros começaram a reconhecer a importância da confissão privada para proteger a dignidade e a reputação dos penitentes.
    • Resposta Pentecostal: A visão pentecostal contemporânea geralmente aceita a confissão privada diretamente a Deus, destacando a relação pessoal com Cristo e a obra do Espírito Santo na convicção e perdão dos pecados. No entanto, também valoriza a confissão pública em contextos apropriados para testemunho e edificação da comunidade.
  2. Confissão Sacramental
    • Controvérsia: A prática da confissão sacramental (auricular), onde os pecados são confessados a um sacerdote, evoluiu na Igreja Católica. A Reforma Protestante, liderada por figuras como Lutero, rejeitou essa prática, enfatizando a confissão direta a Deus.
    • Resposta Pentecostal: A teologia pentecostal tende a rejeitar a confissão sacramental em favor da confissão direta a Deus, alinhando-se com a doutrina protestante. A confissão é vista como um ato pessoal entre o indivíduo e Deus, facilitado pelo Espírito Santo.
  3. Necessidade de Intermediários
    • Controvérsia: A ideia de que intermediários humanos (sacerdotes) são necessários para a absolvição dos pecados foi contestada durante a Reforma. Reformadores argumentaram que Cristo é o único mediador entre Deus e os homens.
    • Resposta Pentecostal: A tradição pentecostal enfatiza a mediação de Cristo e o papel do Espírito Santo como consolador e guia. A confissão é entendida como um processo direto entre o crente e Deus, sem a necessidade de um intermediário humano.

Aplicação Pessoal na Visão Pentecostal

  1. Arrependimento e Transformação
    • A confissão de pecados é vista como um passo crucial para o arrependimento genuíno e a transformação espiritual. É através da confissão que os crentes reconhecem sua necessidade de perdão e purificação.
  2. Vida de Oração e Comunhão
    • A prática regular da confissão promove uma vida de oração mais profunda e uma comunhão mais íntima com Deus. Isso é essencial para o crescimento espiritual e para a manutenção de uma vida cristã vitoriosa.
  3. Comunidade e Testemunho
    • Embora a confissão seja pessoal, o testemunho público de arrependimento e transformação pode edificar a comunidade de fé. Isso também serve como um testemunho poderoso para os incrédulos sobre o poder restaurador de Deus.

A confissão de pecados, desde os tempos bíblicos até os ensinamentos dos Pais da Igreja e as tradições pentecostais contemporâneas, é um elemento central na caminhada cristã. A prática da confissão, seja pública ou privada, reconhece a necessidade contínua de perdão e graça de Deus. Na visão pentecostal, a confissão direta a Deus, facilitada pelo Espírito Santo, é fundamental para a vida espiritual, promovendo arrependimento genuíno, transformação e comunhão contínua com Deus.


3- O símbolo da confissão de pecado. 
No ato da confissão de pecados, a pessoa reconhece de maneira autônoma os pecados cometidos e que, por isso, se encontra indigna de estar na presença de Deus. Ela reconhece a sua natureza pecaminosa diante do Altíssimo (Rm 3.10-12). Então, em arrependimento sincero e em confissão, busca o que lhe é garantido por meio da Palavra de Deus: o perdão. Assim, quem experimenta o ato sincero e humilde da confissão de pecado alcança a misericórdia de Deus (Pv 28.13). Então, a alma é consolada e a vida espiritual é restaurada.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

A Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) é uma importante editora evangélica no Brasil, responsável por muitos livros e materiais que abordam temas bíblicos e teológicos. Diversos escritores associados à CPAD têm tratado o tema da confissão de pecados de forma a apoiar e esclarecer a importância deste ato na vida do crente. Aqui estão algumas opiniões e perspectivas de alguns escritores notáveis da CPAD:


1. Antônio Gilberto

  • Livro: "Manual da Escola Dominical"
    • Comentário: Antônio Gilberto aborda a importância da confissão de pecados no contexto da educação cristã, enfatizando o papel da confissão no processo de arrependimento e reconciliação com Deus.
    • Perspectiva: Em seus escritos, Antônio Gilberto enfatiza a importância da confissão como um ato essencial de arrependimento e reconciliação com Deus. Ele argumenta que a confissão não é apenas uma admissão de culpa, mas um reconhecimento profundo da necessidade de graça e transformação espiritual.
    • Citação: "Confessar os pecados é abrir a porta para a restauração espiritual. Sem confissão, não há arrependimento verdadeiro, e sem arrependimento, não há perdão."

2. Esequias Soares

  • Livro: "Doutrinas Bíblicas: Os Fundamentos da Nossa Fé"
    • Comentário: Esequias Soares destaca a base bíblica e teológica da confissão de pecados, elucidando sua importância para a vida cristã e a prática pentecostal.
    • Perspectiva: Esequias Soares destaca a base bíblica da confissão e sua importância na doutrina pentecostal. Ele enfatiza que a confissão é um ato que deve ser feito com sinceridade e humildade, reconhecendo a santidade de Deus e a nossa própria pecaminosidade.
    • Citação: "A confissão de pecados é fundamental para a vida cristã. É o caminho pelo qual o crente se reconcilia com Deus e recebe a paz que só Ele pode dar."

3. Elinaldo Renovato

  • Livro: "Ética Cristã: Confrontando as Questões Morais do Nosso Tempo"
    • Comentário: Elinaldo Renovato explora a importância da confissão de pecados dentro do contexto da ética cristã, enfatizando a necessidade de sinceridade e arrependimento genuíno.
    • Perspectiva: Elinaldo Renovato frequentemente aborda a confissão em seus comentários bíblicos e teológicos, ressaltando sua importância para a manutenção da comunhão com Deus e a igreja. Ele explica que a confissão deve ser acompanhada por um verdadeiro arrependimento e mudança de vida.
    • Citação: "A confissão não é apenas um ritual, mas uma expressão genuína de um coração arrependido. Somente através dela podemos experimentar a verdadeira libertação e restauração espiritual."

4. Severino Pedro da Silva

  • Livro: "Manual da Teologia Pentecostal"
    • Comentário: Severino Pedro da Silva aborda a prática da confissão de pecados como parte integral da vida espiritual contínua do crente, destacando a necessidade de uma prática regular e constante.
    • Perspectiva: Em suas obras, Severino Pedro da Silva enfatiza a confissão como um ato contínuo na vida do crente. Ele ensina que a confissão não deve ser vista apenas como algo a ser feito em momentos de grande falha, mas como uma prática regular que mantém o crente em constante dependência da graça de Deus.
    • Citação: "Viver em constante confissão é viver na luz da graça de Deus. É reconhecer que, sem Ele, somos incapazes de viver uma vida santa e agradável."

Conclusão

A confissão de pecados é um símbolo poderoso na fé cristã, representando o reconhecimento da nossa pecaminosidade e a necessidade da graça divina. Escritores brasileiros da CPAD, como Antônio Gilberto, Esequias Soares, Elinaldo Renovato e Severino Pedro da Silva, abordam a confissão de pecados como um ato essencial para a vida espiritual, enfatizando sua base bíblica e teológica. Eles concordam que a confissão é crucial para alcançar a misericórdia de Deus, restaurar a vida espiritual e manter a comunhão com o Altíssimo. Em resumo, a confissão é um passo vital para a cura e a renovação espiritual, trazendo consolo à alma e restaurando a vida do crente.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

A confissão de pecados é um tema crucial tanto no judaísmo quanto no cristianismo. Provérbios 28:13 ensina que “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.” Este versículo deixa claro que a confissão é essencial para receber a misericórdia de Deus.

A Epístola de João também destaca a necessidade de confessar os pecados, abandoná-los e alcançar o perdão: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9). João enfatiza que a confissão é um passo indispensável para purificação e restauração espiritual.


Vida de Aparência e Morte Espiritual

Negligenciar a confissão de pecados leva a uma vida de aparência, onde a verdadeira espiritualidade é substituída por uma fachada de religiosidade. Isso resulta em morte espiritual, pois a falta de confissão impede a verdadeira comunhão com Deus e a experiência de Seu perdão e graça.


Exemplos Bíblicos de Pecados Ocultos

  1. Adão e Eva (Gênesis 3:8)
    • Contexto: Após desobedecerem a Deus, Adão e Eva tentaram se esconder dEle. Este ato de esconder-se simboliza a tendência humana de evitar a confissão de pecados.
    • Consequência: Ao tentar ocultar seu pecado, eles perderam a comunhão direta com Deus e foram expulsos do Jardim do Éden, sofrendo as consequências do pecado.
  2. Rei Davi (2 Samuel 11-12)
    • Contexto: Davi cometeu adultério com Bate-Seba e tentou encobrir seu pecado, resultando no assassinato de Urias, o marido dela. Por um tempo, Davi tentou esconder seu pecado.
    • Consequência: A ocultação do pecado trouxe grande sofrimento e angústia a Davi. Apenas após a confrontação pelo profeta Natã e a subsequente confissão de Davi (Salmos 51), ele experimentou a restauração e o perdão de Deus.

Análise Teológica e Prática

Ocultar pecados cria uma barreira entre o indivíduo e Deus. Como destacado em 1 João 1:8-10, negar a existência do pecado é enganar a si mesmo e distanciar-se da verdade de Deus. A confissão, por outro lado, é um ato de humildade que abre caminho para o perdão e a purificação.

  • Teologia: A confissão é central na soteriologia (doutrina da salvação), pois reconhece a necessidade contínua da graça de Deus. Sem confissão, a graça não pode operar plenamente, e o crente permanece separado de Deus.
  • Prática: Na prática cristã, a confissão deve ser regular e sincera. Isso inclui não apenas a confissão privada a Deus, mas também, quando apropriado, a confissão pública ou a confissão a um irmão em Cristo (Tiago 5:16).

O perigo do pecado não confessado é real e devastador. Ele resulta em morte espiritual e uma vida de aparência, impedindo a verdadeira comunhão com Deus. Exemplos bíblicos de Adão e Eva e o Rei Davi ilustram as consequências de tentar ocultar o pecado. A confissão é essencial para a restauração espiritual e o recebimento da misericórdia de Deus, como ensinado tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Escritores da CPAD reforçam a importância dessa prática, salientando sua base bíblica e a necessidade contínua de confessar os pecados para manter uma vida espiritual saudável e frutífera.


2- As consequências do pecado de Adão e Eva
. A realidade bíblica do pecado pode ser vista no primeiro casal, Adão e Eva, quando pecou e, por isso, recebeu sentenças devidas (Gn 3.14-19). Além disso, nossos primeiros pais perderam o direito de viver no ambiente mais perfeito e belo que Deus criou (Gn 3.24). Por isso na vida de Adão e Eva há consequências trágicas do pecado, tais como: alteração da condição física de ambos; a transição da natureza imortal para mortal; diversas tensões no gênero humano e na natureza. Assim, sabemos que as consequências do pecado de nossos primeiros pais não se limitaram a eles, mas perpassaram a todo o gênero humano e natural (Rm 5.12-14).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O relato bíblico do pecado de Adão e Eva exemplifica vividamente as consequências devastadoras do pecado na história da humanidade. Quando o primeiro casal desobedeceu a Deus no Jardim do Éden, eles experimentaram uma série de consequências que afetaram não apenas suas vidas, mas também toda a criação.


Sentenças devidas a Adão e Eva (Gênesis 3:14-19)

  1. Maldições Pronunciadas: Deus pronunciou maldições sobre a serpente, Eva e Adão como resultado de sua desobediência.
  2. Dores no Parto e Submissão: Eva foi condenada a ter dores no parto e a estar sujeita ao domínio do marido.
  3. Dificuldade na Agricultura: Adão foi amaldiçoado com a dificuldade e a dor no trabalho árduo da terra para prover sustento para si e sua família.

Perda do Paraíso e Alterações na Natureza (Gênesis 3:24)

  • Expulsão do Jardim do Éden: Adão e Eva perderam o direito de viver no ambiente paradisíaco do Éden, onde desfrutavam da comunhão direta com Deus.
  • Transição da Imortalidade para a Mortalidade: A entrada do pecado resultou na mortalidade humana. Antes do pecado, Adão e Eva eram imortais, mas agora estavam sujeitos à morte física.

Consequências Além do Casal Primitivo

As consequências do pecado de Adão e Eva não se limitaram a eles mesmos, mas afetaram toda a humanidade e a criação como um todo (Romanos 5:12-14).

  1. Alteração da Condição Humana: A queda de Adão afetou a natureza humana, introduzindo o pecado e a morte como uma realidade para toda a descendência humana.
  2. Tensões na Natureza: O pecado também afetou a ordem natural das coisas, resultando em tensões e distorções na criação, como desastres naturais, doenças e sofrimento.

Reflexões Teológicas e Práticas

  • Teologia do Pecado Original: O relato de Adão e Eva ilustra a doutrina do pecado original, ensinando que a queda de nossos primeiros pais afetou toda a raça humana, tornando-a propensa ao pecado.
  • Prática da Redenção: A compreensão das consequências do pecado nos leva a valorizar ainda mais o plano de redenção de Deus em Cristo. Somente através de Jesus Cristo podemos ser libertos do poder do pecado e restaurados à comunhão com Deus.

Considerações Finais

O pecado de Adão e Eva teve repercussões monumentais que moldaram a condição humana e a criação como a conhecemos hoje. Ao refletir sobre essas consequências, somos confrontados com a gravidade do pecado e a necessidade de arrependimento e reconciliação com Deus. A história de Adão e Eva serve como um lembrete contínuo do poder redentor de Deus e Sua graça abundante, que nos oferece esperança e restauração em meio às consequências do pecado.


3- As consequências do pecado de Davi. 
O rei Davi pagou um alto preço com o seu pecado. A Bíblia mostra que, por isso, a espada não sairia da sua casa (2 Sm 12.10-12). Os capítulos 11 e 12 de 2 Samuel revelam o conflito e o senso de culpa que marcavam a vida de um homem que, por certo tempo, ocultou o seu pecado, trazendo-lhe enfermidades morais e aflição que o levavam a gemidos. O Salmo 32 mostra que, por se manter em silêncio, não confessando o seu pecado, Davi enfraqueceu cada vez mais, perdendo o vigor espiritual (Sl 32.2-4). Já o Salmo 51 mostra a confissão de pecado do rei, reconhecendo todos os seus erros a fim de que eles fossem perdoados e o salmista purificado (Sl 51.2-6).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O relato do pecado de Davi com Bate-Seba e seu subsequente encobrimento oferece uma visão contundente das consequências devastadoras do pecado, mesmo para um homem segundo o coração de Deus.

1. Pronunciamento Profético de Natã (2 Samuel 12:10-12)

  • Punição Pronunciada: Natã profetiza que a espada nunca se apartaria da casa de Davi como consequência de seu pecado.
  • Revolta e Desonra na Família: O pecado de Davi resultaria na revolta de Absalão e na desonra pública de suas esposas diante de todo o Israel.

2. Culpa e Sofrimento de Davi (2 Samuel 11-12)

  • Conflito Interno: Os capítulos 11 e 12 de 2 Samuel revelam o conflito interno e o peso da culpa que marcavam a vida de Davi após seu pecado.
  • Enfermidades Morais e Aflição: O pecado oculto trouxe enfermidades morais e aflição para Davi, levando-o a gemer sob o fardo de sua transgressão.

3. Impacto nos Salmos de Davi

  • Salmo 32: Este salmo reflete o período em que Davi manteve silêncio e não confessou seu pecado. Seu sofrimento interno e enfraquecimento espiritual são expressos, revelando os efeitos corrosivos do pecado não confessado.
  • Salmo 51: Por outro lado, o Salmo 51 retrata a confissão de pecado de Davi e seu sincero arrependimento. Davi reconhece seus erros, busca o perdão e clama pela purificação de sua alma diante de Deus.

Reflexões Teológicas e Práticas

  • Consequências do Pecado: O pecado de Davi teve ramificações profundas em sua vida pessoal, familiar e espiritual, mostrando que mesmo os crentes fiéis não estão isentos das consequências de seus pecados.
  • Importância da Confissão e Arrependimento: Os Salmos de Davi destacam a importância vital da confissão e do arrependimento genuíno. Somente ao enfrentar seu pecado e buscar a reconciliação com Deus, Davi experimentou o perdão e a restauração espiritual.

Lições para a Vida Cristã

  • Transparência e Humildade: Devemos aprender com Davi a não esconder nossos pecados, mas a confessá-los diante de Deus e dos outros crentes, buscando o perdão e a restauração.
  • Perdão e Graça de Deus: Assim como Davi, podemos confiar na misericórdia e no perdão de Deus, sabendo que Ele é gracioso para perdoar e restaurar aqueles que se arrependem sinceramente.

O pecado de Davi serve como um lembrete poderoso das consequências devastadoras do pecado e da importância da confissão e do arrependimento genuíno na vida do crente. Seja através do pronunciamento profético de Natã, dos salmos de angústia e arrependimento de Davi, ou das lições extraídas de sua história, somos lembrados da necessidade contínua de humildade, transparência e busca pelo perdão de Deus em nossas próprias vidas.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Segundo o ensino bíblico, a confissão de pecados deve ser primeiramente dirigida a Deus, por meio de Seu Filho Jesus Cristo, o único mediador entre Deus e os homens (1 Timóteo 2:5). Através da confissão, buscamos o perdão divino e a restauração espiritual.

  • Fundamentos Bíblicos: O Salmo 51, escrito por Davi após seu pecado com Bate-Seba, é um exemplo poderoso de confissão e arrependimento diante de Deus. Davi clama a Deus por misericórdia e perdão, reconhecendo sua transgressão e buscando purificação (Salmo 51:3-4). Jesus também ensinou sobre a importância da confissão de pecados, como evidenciado em Mateus 9:2,6 e Lucas 7:48.
  • Jesus como Mediador: Durante Seu ministério terreno, Jesus declarou perdão aos pecadores, demonstrando Sua autoridade divina para perdoar pecados (Lucas 7:48). Ele é nosso intercessor diante de Deus, e através Dele encontramos perdão e reconciliação com o Pai.
  • Oração do Pai-Nosso: Na oração modelo ensinada por Jesus aos discípulos, conhecida como Pai-Nosso, Ele destaca a importância do perdão mútuo entre os crentes e a necessidade de buscar o perdão de Deus (Mateus 6:12).
  • 1 João 1:7-9: O apóstolo João enfatiza a importância da confissão de pecados como parte da comunhão com Deus. Ele nos lembra que, se confessarmos nossos pecados, Deus é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar de toda injustiça.

Implicações Teológicas e Práticas

  • Prerrogativa Divina: O perdão do pecado é uma prerrogativa exclusiva de Deus, concedida por meio da obra redentora de Jesus Cristo na cruz do Calvário.
  • Arrependimento e Reconciliação: A confissão de pecados é um ato de arrependimento e humildade diante de Deus, que nos leva à reconciliação com Ele e à restauração de nossa comunhão com o Pai.
  • O Papel de Jesus: Jesus Cristo é o mediador entre Deus e os homens, e é somente por meio dEle que podemos ter acesso ao perdão e à vida eterna (João 14:6).
  • O Exemplo de Davi: O exemplo de Davi nos mostra a importância de reconhecermos nossos pecados, buscarmos o perdão de Deus e nos entregarmos à Sua graça restauradora.

Conclusão

A confissão de pecados a Deus é um passo crucial no caminho da cura espiritual e da restauração. Ao dirigirmos nossos corações a Ele em humildade e arrependimento, encontramos perdão e paz para nossas almas. Jesus Cristo, como nosso mediador e redentor, torna possível o perdão dos pecados e a restauração de nossa comunhão com o Pai celestial. Que possamos, como Davi, clamar a Deus por misericórdia e experimentar Sua graça abundante através da confissão e do arrependimento sincero.


2- Alcançando cura e restauração
. O texto áureo da presente lição nos lembra que ocultar o pecado é decidir por trilhar uma jornada de sofrimento espiritual e emocional. Mas quem deixa de lado o orgulho e a soberba para trilhar o caminho humilde da confissão de pecado vive uma vida mais leve. Não há nada mais restaurador que desfrutar das misericórdias do Senhor (Pv 28.13). Não há nada mais consolador do que confessar o pecado e deixá-lo definitivamente, pois assim encontraremos descanso para a alma. Todo esse processo de confissão e abandono de pecado revela a eficácia do ministério da reconciliação de Deus por meio de Jesus Cristo (2 Co 5.18). Quem faz assim encontra o caminho de cura e restauração, conforme lemos nas palavras do salmista: “Enquanto eu me calei, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. […] Confessei-te o meu pecado e a minha maldade não encobri; dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado” (SI 51.3,5).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O texto áureo desta lição nos lembra da importância vital de abandonar o orgulho e a soberba para trilhar o caminho humilde da confissão de pecados. Este é o caminho que leva à verdadeira cura e restauração espiritual e emocional.

  • Ocultar o Pecado versus Confessá-lo: Esconder o pecado apenas leva a uma jornada de sofrimento espiritual e emocional, enquanto a confissão leva à libertação e ao alívio do fardo da culpa (Provérbios 28:13).
  • Misericórdia do Senhor: O desfrute das misericórdias do Senhor é o resultado da confissão sincera e do abandono do pecado. É através do perdão divino que encontramos verdadeira paz e consolo para nossa alma (Salmo 32:5).
  • Eficácia do Ministério da Reconciliação: O processo de confissão e abandono do pecado demonstra a eficácia do ministério da reconciliação de Deus por meio de Jesus Cristo. Em Cristo, somos reconciliados com Deus e restaurados à comunhão com Ele (2 Coríntios 5:18).
  • Testemunho do Salmo 32: O Salmo 32, escrito por Davi, é um poderoso testemunho da experiência de confissão e perdão. Davi descreve como o silêncio sobre seu pecado o levou ao sofrimento, mas ao confessá-lo, encontrou perdão e restauração em Deus (Salmo 32:3,5).

Implicações para a Vida Cristã

  • Humildade e Confiança em Deus: A confissão de pecados requer humildade para reconhecer nossas falhas e confiança na misericórdia e perdão de Deus.
  • Libertação da Culpa: Ao confessarmos nossos pecados, podemos experimentar a libertação da culpa e o alívio do fardo espiritual que carregamos.
  • Restauração da Comunhão com Deus: A confissão e o abandono do pecado abrem o caminho para a restauração da comunhão íntima com Deus, permitindo-nos desfrutar plenamente de Sua presença e graça.
  • Testemunho para o Mundo: Nossa prática de confissão e arrependimento é um testemunho poderoso do amor e da graça de Deus para o mundo ao nosso redor.

A confissão de pecados e o abandono do orgulho são fundamentais para alcançar a cura e a restauração espiritual. Ao reconhecermos nossas transgressões e nos humilharmos diante de Deus, encontramos perdão, paz e renovação em Cristo. Que possamos seguir o exemplo do salmista Davi e experimentar a libertação e a restauração que vêm através da confissão sincera e do perdão divino.

“O Senhor restaurou a Davi a alegria da salvação, mas observa-se o seguinte respeito de sua vida:
(1) As Escrituras ensinam claramente que ceifaremos aquilo que semeamos; se semearmos no Espírito do Espírito ceifaremos a vida eterna; se semearmos na carne, da carne ceifaremos a corrupção (Gl 6.7,8). Davi, em virtude do seu pecado, sofreu consequências até o fim, na própria vida, na sua família e no seu reino (2 Sm 12.1-14).
(2) As terríveis consequências do pecado de Davi, mesmo depois da sua sincera confissão e arrependimento, devem suscitar em todos os filhos de Deus um santo temor de pecar deliberadamente em aberta rebelião contra a redenção provida para eles em Jesus Cristo” (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Rio de Janeiro: CPAD, 2022, 2003, p.856).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Na jornada da fé, somos confrontados com a realidade do pecado, uma realidade inevitável da condição humana. No entanto, a Escritura nos ensina que encobrir nossos pecados e viver uma vida espiritual de aparência não é o caminho para a cura e restauração verdadeiras. Em vez disso, é através da humilde confissão e do abandono do pecado que encontramos o caminho para a verdadeira reconciliação com Deus.


O salmista Davi, em sua experiência pessoal, nos oferece um exemplo poderoso de como a confissão e o arrependimento podem levar ao perdão e à restauração divina. Quando ele se calou sobre seu pecado, sentiu seus ossos envelhecerem, mas ao confessá-lo, encontrou perdão e paz para sua alma (Salmo 32:3,5).


Portanto, a jornada do perdão só é possível através da confissão sincera e do compromisso de abandonar o pecado de uma vez por todas. Ao fazermos isso, somos lembrados das infindáveis misericórdias de Deus, que estão sempre disponíveis para aqueles que se voltam para Ele em humildade e arrependimento.


Que possamos, como Davi, aprender a reconhecer nossos pecados diante de Deus e dos outros, buscando o perdão e a restauração que só Ele pode oferecer. Que possamos viver vidas marcadas pela sinceridade, humildade e busca constante pela presença e graça de Deus.


Em última análise, que possamos encontrar conforto e esperança nas palavras do apóstolo João: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça" (1 João 1:9). Que essa promessa nos guie em nossa jornada de fé, confiando na fidelidade e na bondade de nosso Deus que nos ama e nos restaura.


SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

📩 Receba rápido a sua revista em PDF ou adquira o acesso Vip | Saiba mais pelo Zap. 

ADQUIRA O ACESSO VIP 👆👆👆👆👆👆 Entre em contato.


Os conteúdos tem lhe abençoado? Nos abençoe também com Uma Oferta Voluntária de qualquer valor pelo PIX: E-MAIL pecadorconfesso@hotmail.com – ou, PIX:TEL (15)99798-4063 Seja Um Parceiro Desta Obra. “Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. Lucas 6:38

Clique aqui para Download das:

COMMENTS

BLOGGER

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor, blogueiro, pastor. Vivendo para o Reino de Deus. Trabalhando incansavelmente para deixar o blog sempre atualizado abençoando e evangelizando as vidas que acessam este espaço de aprendizado cristão. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras e cursos para jovens, casais, obreiros e missões urbanas | (Tecnologia WordPress).

Nos abençoe pelo PiX pecadorconfesso@hotmail.com

A Contribuição financiará os Projetos: • Mais Ferramentas para o Site. • Melhorar visual. • Manter o Site ativo e funcionando. • Ajudar nas compras de cestas básicas • Fazer parte das Missões Urbanas. • Distribuir Bíblias Grátis. • Discipular Novos Convertidos. • Adicionar Slides e Books em PDF. • Trazer mais Conteúdos para ajudar a ministrar as aulas. ••••Contribua pelo PiX•••• ||pecadorconfesso@hotmail.com || •• ou pix: •• (15) 99798-4063 (WhatsApp)

NOVOS COMENTÁRIOS$type=list-tab$com=0$c=4$src=recent-comments

Nome

#desafio42dias,6,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,10 Sites,3,1º Trimestre,121,1º Trimestre 2018,1,2023,1,2024,19,2º Trimestr,1,2º Trimestre,154,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,104,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,195,A igreja local e missões,28,A Intervenção de Cercília,1,A Mensagem,1,A multiforme sabedoria de Deus,3,A Raça Humana,12,A volta do homem sem rosto,1,Abençoa,6,Abençoadas,6,Abominações,1,Abraão,6,Absalão. EBD,6,Abuso Sexual,5,Acabe,1,Ação de Graça,6,Acazias,1,Acepção,1,Achados,2,AD em BH,2,Adão,16,Adolescente,88,Adolescentes,31,adolescer+,8,Adoração,9,Adulto,145,Aflição,2,Ageu,3,Agonia,1,Agostinho,2,Air,1,Ajuda,2,Ajuda do Alto,3,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,Alcoólica,1,alegria,2,Ali,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,11,Alto,2,Amar,14,Amasiado,2,Amém,1,Amigo,7,Amizade,14,Amnon e Tamar,2,Amor,58,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,10,Amós,1,amostra grátis,2,Ana,4,Ananias,2,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,2,Angular,1,Aniquilacionismo,1,Anjo de Luz,2,Anjos,4,Anonimo,1,Anrão,1,AntiCristo,3,Antiga,1,Antigo Testamento,6,Ao Vivo,2,Apaixonado,1,Aparece,1,Aplicativo,1,Apocalipse,24,Apologia,12,Apostasia,2,Apostolo,24,Apóstolo dos pés sangrentos,1,apóstolo Paulo,42,Apóstolos,3,App,2,Apple Store,1,apreço imenso,1,Aprendendo,3,aprender,1,APRENDER+,1,Aprendizagem,1,Aprovação,1,aprovado,1,aquecimento,1,Arca da Aliança,3,Arqueologia,2,Arrebatamento,12,Arrebatar,2,Arrependimento,11,Artesão,1,Artista,1,As 95 Teses,1,As Bases do Casamento Cristão,14,As Bodas do Cordeiro,2,Asera,1,Aserá,1,Aspectos,1,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,5,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,ASSISTIR,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Atalaia,2,Ataque,3,Ataques,3,Ateísmo,3,Atenção,1,Atender,1,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitudes,1,Atitute,1,Atividade,1,Atos,16,Atributos,17,atriz,1,Audio Book,4,Auto Escola,1,autoajuda,2,Autoridade,1,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avivado,8,Avivamento,13,Avó,1,Baal,1,Babel,13,bailarina,1,Baixar,38,Balaão,9,Balada Gospel,1,Balzac,1,Banalização,1,Bangu,1,banner,1,Barack Obama,2,Barato,1,Barnabé,2,Base Bíblica,45,Batalha Espirítual,38,Batismo,17,Batismo nas Águas,4,Batista,2,Batom Vermelho,1,Baxterismo,1,BBB,1,Beber,1,Bebês,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Bençãos,6,Benhour Lopes,1,Berçário,5,Bernhard Johnson Jr,1,best-seller,5,Bestas,1,Betânia,1,BETEL,161,Betel Adulto,96,Betel Jovem,40,Bíblia,84,Bíblia Diz,22,Bíblias,7,Bíblica,28,biblicas,4,Bíblico,5,Bíblicos,4,Bibliologia,2,Bienal do Livro,10,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,6,Bispa,1,bissexual,1,BléiaCamp,1,Blíblica,1,BLOG,7,BlogNovela,20,Boaz,2,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,Bom,6,bom-humor,6,Bombom,1,Bondade,2,Bons Sonhos,4,Borboleta,1,Brasil,2,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,2,Briga,1,Brincadeira,1,Brother Bíblia,10,Budismo,1,Bullying,1,Busca,9,C. S. Lewis,1,Cadelabro,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Cam,1,Caminho,18,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,Canaã,1,canal,1,Canção,2,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantar do Galo,1,cantares de salomão,14,Cantor,2,Cantora,1,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,capacitação,1,Capítulo 1,1,capítulo 10,1,Capítulo 2,1,capítulo 3,1,capítulo 4,1,capítulo 5,1,capítulo 6,1,capítulo 7,1,capítulo 8,1,capítulo 9,1,Caráter,7,cardapio,1,Carência,4,Carismático,7,Carne,2,carreira,1,Carta,18,Carta de Amor,14,Cartas,5,Cartaz,5,Casa,15,Casa Branca,4,Casamento,19,Casamento Misto,6,Catarina Migliorini,1,Cativeiro,3,Cautela,1,CD,1,CDHM,1,Central Gospel,28,Centurião,1,Cerebral,1,Certificados,1,Cessacionismo,1,Cesto,1,CETADEB,1,Céu,12,Céus,9,CGADB,3,Chama,1,Chamada,1,Chamado,2,Champions League,1,Charges,8,Charles Darwin,1,Chegando,1,Cheios,1,CHIPRE,1,Chuva,1,Ciência,7,ciência de dados,1,Ciência vs Bíblia,10,Cinco,2,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Circuncisão,3,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,3,Civilização,1,Clara Tannure,1,classificação,1,Cláudia,1,Cleycianne Ferreira,11,Clipe Oficial HD,2,Coach,2,Código,1,Cólera,1,Colesterol,1,Colorida,1,com Pedro Bial,1,Combater,4,Comentários,5,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,3,Como ser um missionário,12,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,6,Compreender,1,comunhão,7,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concerto,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Condição,1,Conectar,6,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confirmando,2,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,12,Conhecendo,16,Conhecer,4,CONHECER+,1,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conquista,7,Conquistas,6,Conselhos,14,Consequências,1,Conservador,1,Contra,1,Contra Mão do Mundo.,2,Contraria,1,Conversão,6,Copa America,1,Copimismo,1,Coração,6,Coragem,1,Coreografia,1,Cores,1,Coríntios,6,Corona Vírus,1,Corpo,7,Correios,1,Cortinas,1,Covid-19,1,Coxo,1,CPAD,501,CPAD Adolescentes,71,CPAD Jovem,126,Crack,1,Cracolândia,3,Crente,9,crescimento,4,Creta,1,Criação,24,Cristã,14,Cristão,29,Cristianismo,3,Cristo,38,Cronograma da Bíblia,4,Cronologia,1,Crucificação,8,Cruz,11,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,2,Cuide do Coração,5,Culto,17,Culto da Virada de Ano Novo,6,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,4,Cultura,1,Cura,10,Curado,2,Curso,5,Cuxe,1,D. A. Carson,1,Dalila,1,Dança,1,Daniel,9,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,22,Davi e Bate-Seba,9,Davi e Jônatas,9,Davi e Mical,7,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Débora,2,Decisão,1,declaração,6,dedicação,1,deep learning,1,Degeneração,1,Deidade,1,Delírios,1,demissão,2,demônio,12,Demônios,14,Denominação,1,Dentro,1,Denúncias,5,Depressão,2,Deputado Federal,1,derrotando,1,Derrubar,1,Desabamento,1,Desafiando,10,Desafio,10,Desafio Insano,7,Desafio4x4,3,Desapaixonar,3,Descobertas,2,Desculpas,1,Desejo,2,Desenho Bíblico,8,Deserto,17,Desigrejados,3,Despedida,1,Despertamento,1,Destinatários,1,Desunião,1,Deus,106,Deus é Amor,25,Deus está Morto,3,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,deuses falsos,12,Deuteronômio,1,Devaneios,3,Devocional,93,Dez Mandamentos,1,Dez passos,6,Dia,1,Dia da Independência do Brasil,1,Dia de Missões,28,Dia do Evangelista,2,Dia dos Namorados,18,Dia dos Pais,9,Diabetes,1,Diabo,3,Diáconos,12,Diante do Trono,3,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,3,Dias,2,Dicas,12,Dicionário,3,Diferente,1,Diferentes,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinâmica,10,Dinheiro,8,Discernimento,2,Discipulado,32,Discipulos,32,Discípulos,34,discussão,1,Distância,1,Diva do Senhor,1,Divina,4,Divino,4,divórcio,3,Dízimos,11,Doação,4,Doação de Bebê,2,Dobrada,1,Doença,4,doença física,7,Dom,9,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,17,Dons de Maravilhas,20,Dores,1,Doutrina,30,Doutrinas Fundamentais,41,Download,87,Download Livros e E-books,150,Doze,1,Drink de Baygon,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,DST,1,Duas,1,Duelo,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,38,EBD,755,EBF,1,Eclesiastes,15,ecológico,1,Ecumenismo,1,Éden,8,Edificados,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,editora crista evangelica,1,Educação,1,Efatá,1,Efésios,3,Egito,6,Elcana,3,Ele,1,Eleição,6,Eleita,1,Eli,2,Elias,11,Eliasibe,1,Eliseu,2,Elizabeth Gilbert,1,Elizeu,4,Ellan Miranda,6,Elogios,1,emagrecer,1,Email,2,empresa,2,Empresa.,1,Encerramento,1,Enchente,1,Enciclopédia,1,Encontrar,1,Encontro,11,Encorajamento,4,Eneias,1,ENFRAQUECIMENTO DA IDENTIDADE PENTECOSTAL,1,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensina,1,Ensinar,4,Ensino,4,Ensinos,2,Entendendo,1,entender Deus,3,Entrevista,5,Envia,1,Envio,1,Epidemiologia,1,Epístolas,20,Época de Cristo,3,Esaú,3,Esboço Pregação,5,Escala de Professores da EBD,4,Escape,1,Escatologia,40,Escavação,1,Escola,34,Escola Bíblica Dominical,950,Escola Dominical,88,Escolha,5,Escravo,1,Escritor,1,Escrituras,4,Esdras,2,Espaço,2,esperança,6,esperança. razão,1,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,2,Espírito,28,Espírito Santo,42,Espirituais,4,Espiritual,14,Espiritualidade,4,Estado de São Paulo,2,Ester,1,Estevão,2,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estrutura,1,Estuda,2,Estudo Bíblico,230,Estudos Bíblicos,526,Estupro,1,Eterna,4,Eternidade,5,Eterno,3,Ética,2,Eu,1,Eu ainda te amo,1,Eufrates,1,Eva,15,evangelho,20,EVANGÉLICA,5,Evangelico,1,Evangélicos,2,Evangelismo,3,Evento,2,Evidências,1,evolução,1,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exegese bíblica,2,Exemplar,2,Exemplo de Tensorflow,1,Exemplos,1,exílio,3,Êxodo,2,Experiência de vida,26,Expositiva,2,Expressando,1,Extra,50,Exupéry,1,Ezequias,1,Ezequiel,4,F.F Bruce,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,7,Falecimento,1,Falsos,13,Falta,1,familia,52,Família,51,Fat Family,2,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,22,Feirinha,1,Felipe,1,Feminina,7,feminista,7,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,12,Festa Junina,3,Festividade,4,Ficar,1,Fidelidade,7,Fiel,4,Filha,6,Filho de Deus,9,Filho do Homem,6,Filho Pródigo,5,Filhos,17,Filipenses,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim,2,Fim de Relacionamento,7,Fim do Mundo,14,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,3,Firme,5,firmeza,2,Firmino,1,Fletar,1,Fogo,1,Fora,1,Forma,1,Formação,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Free The Nipple,1,Friedrich Engels,1,Frutifica,6,Fundamentalismo,1,Fundamentos,1,Fúnebre,1,funk,1,futuro,1,G-JJHNKFDSCM,7,gadareno,1,Gálatas,1,Galaxy,1,Galileu,1,Galo,1,Game Of Crentes,7,Ganhe Um Livro,21,gastando pouco,1,Gay,8,Gênesis,20,Gênesis.,8,genro,1,Gentios,1,Geografia,1,Geográfica,1,Geração,2,Gestos,1,Getsemani,1,Gideões,16,Gideões Missionários da Última Hora,20,Gigante,3,Gilberto Carvalho,1,Gileade,1,Gilgal,1,Giom,1,GLBS,2,global,1,Globalismo,1,Globo,1,Glória,7,Gloriosa,1,GLOSSÁRIO,2,Glossolalia,1,Glutonaria,1,GMUH,13,Gogue,2,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Graça,5,Grande,5,Grande Tribulação,4,Grátis,3,Greta,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,3,guerra,6,Guia,2,Habacuque,4,Halloween,1,Haxixe,1,Hebraica,2,Hebreus,7,Hedonismo,4,Helena Tannure,1,Hematidrose,1,Herdeiros,1,Heresia,22,Hermenêutica,3,Hernandes,3,Hilquias,1,Hinduísmo,1,hipócrita,1,Hissopo,1,História,8,Historia Real,1,Holística,1,Holocausto,1,Homem,9,Homenagem,1,Homens,3,Homilética,3,Homofobia,15,homosexualismo,12,Homossexual,9,Honestas,1,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Horebe,1,Hubner Braz,23,Hulda,3,Humana,4,Humanas,1,Humanidade,2,Humano,12,Humanos,2,Humildade,2,Humor,11,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,Icabô,1,Identidade,2,Ideologia,1,idioma,1,Ídolos,3,Igreja,42,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,5,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Iluminação,1,ilustração bíblica,9,Imanência,1,imersos,1,Imoral,1,Imoralidade,1,ímpio,1,Importa,1,Impostor,1,Impresso Normal,1,Impressora,1,Imutabilidade,2,Incas.,1,indenização,1,Individual,1,indústria,1,Inerrancia,1,Infantil,54,Inferno,6,infiéis,1,inglês,1,Inicio,1,Início,1,inimigo,2,injustiça,1,Insano,2,Insegurança,1,Inspiração,1,Instituição,1,Instrução,3,Integral,1,inteligência artificial,1,Intercessão,1,Internação,1,Internacional,1,Interpletação,2,interpretação,1,intertestamentários,1,Intimidade,4,Introdução,1,iPad,1,iPhone,1,Ira,1,Irmã Zuleide,1,Isaias,2,Isaque,8,Islâmico,1,Islâmismo,1,Israel,11,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jardim de Infância,21,Javé,1,Jeito,1,Jejuando,1,Jejum,2,Jeroboão,1,Jerusalém,6,Jesua,1,Jesuíta,1,Jesus,56,Jesus Cristo,57,Jesus de Nazaré,10,Jezabel,1,Jó,18,João,19,João Batista. Ossada,2,Joás,1,JOEL,1,John Piper,1,John Stott,1,Jonas,2,Joquebede,2,Jornada,9,Jornal da Record,1,José,9,José Wellington,1,Josh McDowell,1,Josias,2,Josue,8,Josué,9,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,232,Jovens,194,Judá,1,Judá e Tamar,1,Judas,1,Juízes,1,Juízo,1,Juízo Final,7,Julgamento,5,Julgamento Final,2,julgar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,42,Juramento,1,Justiça,4,Justo,1,Juvenis,23,Karkom,1,Karl Marx,1,Karma,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,3,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,4,Lei,5,Léia e Jacó,7,Leilão,3,Leis,2,Leitor,1,Leitora,1,Leitura,9,LEITURA BÍBLICA,3,Lembrancinhas,1,LeNovo,1,Lepra,1,Ler a Bíblia em 42 dias,3,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Liberdade,2,Libertação,1,Libertador,1,Libertinagem,1,Libertos,2,Lição,25,Lição 5,1,Lições,1,Lições Bíblicas,11,Lições Bíblicas da BETEL,418,Lições Bíblicas da CPAD,597,Lições de Vida,28,Líder,8,Líder Adolescente,29,Líder Jovem,25,Liderança,16,Líderes,3,Lídia,1,LinkedIn,1,Lino,1,Lista,2,Litoral,1,Liverpool,1,livre,5,Livre Arbítrio,7,Livres,2,Livro,39,Livro do Trono,3,Livro em Audio,7,Livro Selado,2,Livros - Comentarios,94,Livros Evangelicos,49,livros poéticos,13,Localização,1,Logos,1,Loide,3,Loira,1,Longanimidade,1,Lopes,1,Louco,1,Louvor,10,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,14,Lucifer,1,Lutando,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,7,Luz,1,Luz do mundo,2,Lya Luft,1,MacBook Air,1,machine learning,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,8,‪Magia,1,Magogue,2,Maias,1,Mal,4,Malala,1,Malaquias,3,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,3,Manifestação em Cristo,2,Manual de missões,22,Mãos,2,Maquiagem,2,Marcador de Páginas,1,Marcas,3,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,2,Mardoqueu,1,Maria Madalena,2,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,2,Mártires Cristãos,4,Massacre,1,Masturbação,7,Materialismo,1,maternal,16,Mateus,1,Matityáhu,1,Matrimonio,7,maturidade cristã,8,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,11,Melhores Blogs,3,Melhores Sites,4,Meninos de Rua,1,Menor,1,Mensagem,5,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Messias,3,Mestre,4,Mesulão,1,metaverso,1,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Mídias Sociais,2,Milagres,15,Milênio,3,Milionário,1,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério,20,Ministério Público Federal,2,Miqueias,2,Miriã,2,Misericórdia,6,Missão,44,Missiologia,30,Missionário,28,Missões,24,Mistério,1,Mitologia,1,Mitos,1,MMA,1,Mobilização,2,Moda Bíblica,2,Moda Cristã,2,Moda Evangélica,2,Modelo,3,Modelos,1,Moisés,21,Monarquia,3,Monte,4,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,9,Mordomo,1,Morrer,2,morte,13,Mortos,2,Motim,6,Motivos,1,Movimento,1,Muda,1,Mulçumano,1,Mulher,6,Mulher de Potifar,1,Mulheres,7,multiplicação,1,Mundo,9,Muro,1,Muros,1,Musica,8,Naama,1,Nacional,2,Namorado,18,Namorar,34,Namoro,106,Não,1,Não Prometeu,1,Nascença,2,Nascimento,3,Natureza,6,Naum,1,Necessidade,2,Neemias,4,Negar,2,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,2,NetFlix,1,Nigéria,1,Ninrode,1,No Fundo Do Poço,1,Noadia,1,Noé,1,Nome,2,Nome de Bebê,1,Nomes,2,Nora,2,Normalização,3,Norte,1,Noruega,1,Nota,2,Notícia gospel,73,Notícias Gospel,221,Nova,16,Novas Lições,2,Novela,2,Novo,5,Novo Testamento,6,Novos Céus e Nova Terra,10,Novos Convertidos,14,Novos Valores,2,nutricionista,1,Nuvem,1,NX Zero,1,O adeus,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,2,O Bom Travesti,1,O casamento negro,1,O Exército de Cleycianne,1,O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA,6,O MINISTÉRIO DE PASTOR,15,O Quarto da Porta Vermelha,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obadias,1,Obede-Edom,1,Obediência,15,Obesidade,1,Obra,4,Obras,3,obreiro,2,Obstáculos,1,Odio,1,Ofertada,8,Ofertas,9,Oficial,1,Olhando para direção errada,1,Olhar,3,Onde Estiver,1,ônibus,1,Onipotente,1,Onipresente,6,Onisciente,1,Online,1,Onri,1,ONU,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oposição,1,Opressão,1,Oração,29,Orando,1,Orar,4,Orfanato,1,Organização,2,Origem,6,Os Melhores Livros,29,Os Valores do Reino de Deus,2,Oséias,5,Oséias e Gomer,5,Osiel Gomes,5,Outra Chance,3,Ovelha,8,Padrões,1,Paganismo,1,Pagãos,1,Pai,6,Paixão,3,Paixão e Cura,1,Palavra,6,Palavra de Deus,7,Palavras,1,Pandemia,5,Pânico,1,pão,2,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papai,6,Papo,1,Paquera,2,Paquistanesa,1,Paquistão,1,Para Sempre,1,Parábolas,30,Paradoxo,2,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,4,Pastor,24,Pastor Paul Mackenzie Nthenge,1,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,2,Pastores,4,Paternidade,2,Patrick Greene,1,patristicas,2,Paulo,31,Pb. Renan Pierini,1,PDF,79,Pecado,42,Pecador Confesso,14,PECC,63,Pedindo,1,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedra,1,Pedras,1,Pedro,9,peixe,1,Pelos,1,Pensamento,3,Pentateuco,6,Pentecostal,11,Pentecostes,3,Perda,3,Perdão,14,Perdidos,6,Perfeito,2,Perigo,9,Perigos,7,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,3,Perseguidor,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Perspectiva,1,Pesquisa,2,Pessoa,2,pessoas,5,Peter Moosleitner,1,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Pirralha,1,Pison,1,Planeta Terra,2,Plano de Aula,7,PLANO DE LEITURA BÍBLICA,15,Planos,6,Plantador de Igrejas,2,Play Back,1,playboy,1,Plenitude,7,Poder,4,Poema,3,Poesia,4,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,Porção,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,8,Portões,1,Posse,1,Possível,1,Posto,1,Povos,2,Pr Gilmar Santos,1,Pr Napoleão Falcão,3,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Pragas,2,Praia,1,Prática,2,Praticar,3,Pré-Adolescentes,19,Preço,1,Predestinação,4,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,14,Pregadores,4,Premier,1,Premium,1,Preocupar,1,Preparado,5,Preparativos,1,Presbíteros,1,presidente,4,Presídio,1,Prevenção,2,previdência,1,Primário,29,Primeira,2,primeiro,4,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,2,Primogênitos,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,4,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,3,Profecia,21,Professor,21,Profeta,34,Profeta Jeremias,3,Profetas,25,Profetas Menores,23,Profética,4,Profético,9,Programa de Educação Cristã Continuada,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Progressista,1,Projeto,2,Projeto Cura Gay,2,Promessa,9,Prometida,2,Promoção,5,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,4,Prosperidade,1,Prostituta,2,Proteção,1,Protesto,1,Provai,1,Provê,1,Proverbios,15,PSDB,1,Pura,1,Purifica,2,Puro,1,Pv 4.23,1,Qualidades,1,Quando Deus diz não,9,Queda,10,Quem segue a Cristo,3,Quem Sou?,1,Querer,2,Querite,1,Raça,1,Racismo,1,Rainha de Sabá,3,Rainha Ester,2,Raptare,1,Raquel,2,Realidade,8,Rebeldia,3,Rebelião,1,Receber,1,Reconciliação,2,Reconstrução,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,2,Redenção,1,Redentora,1,redes neurais,1,reflexão,21,reformado,1,regime,1,Regininha,1,Registro Módico,1,regras,1,Rei,3,Rei Xerxes,1,Reinado,15,Reino,19,Reino de Deus,18,Reino dividido,8,Reino do Messias,6,Reis,1,Rejeição,1,Relacionamento,68,Relativismo,3,Relatos,5,Relógio da Oração,4,Remida,1,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,75,Reservado,2,Resguardar,1,Resistir,1,Resplandecer,1,Responde,1,Responsabilidade,2,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,6,Restauração,3,Restauracionismo,1,Resumo,8,Retorno de Cristo,3,Retribua,1,Reuel Bernardino,1,Rev. Augustus Nicodemus,3,Revelação,5,Revelado,1,Revista,108,revolução industrial,1,Rezar e Amar,1,Richard Baxter,1,Rico,4,Rio Tigre,1,Riqueza,3,Riscos,1,Roboão,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Roupas,3,Rubem Alves,1,Ruins,1,Russel Shedd,1,Rute,5,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sabedoria,17,SABER+,1,Sacerdócio,5,Sacerdotal,5,Sacrifício,4,Sadhu Sundar Singh,1,Safira,2,Safra,1,Sal da Terra,1,Salmos,30,Salomão,12,Salvação,29,Salvador,19,Sambalate,1,Samuel,14,Samuel Mariano,1,Sangue,3,Sangue no Nariz,1,Sansão,2,Santa Ceia,4,Santidade,13,Santificação,15,Santo,4,sapienciais,1,sapiências,1,Sara,2,Sarah Sheva,1,Satanás,7,Saudações,2,Saudades,4,Saul,10,Saulo,2,Savífica,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Seguidor,1,Seguir,1,Segunda,2,Segundo,1,Segundos,1,Segurança,1,Seita,2,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Selada,1,Seleção Brasileira,1,Sem,1,Sem Garantia,1,Semeador,9,Semente,2,Sementes,2,Seminário,1,Senhor,4,Senhorio. Jesus,1,Sensibilidade,1,Sentido da Vida,6,Sentimento,2,Sentimentos,4,Separação,2,Separar,2,Ser,3,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Chá Com Professores,4,Série Dicas de Como Liderar,23,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,4,Sermão do Monte,4,Sex,2,Sexo,5,Sexual,4,Sexualidade,7,Sidney Sinai,1,SIFRÁ e PUÁ,1,Significados,4,Silas Malafaia,5,Silêncio no Céu,9,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Simples,1,Sinal,1,Sincero,1,Sistema,2,Sites,3,Slide PC,2,Slider,462,slides,7,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Soberania,1,Sofonias,3,Sofrimento,4,Sogra,3,Soldados,5,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,5,Sonhos de Valsa,1,Sono,1,Sono da Alma,10,Sorrir,3,Sorteio,2,Sou,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Sublimidade,1,Submissão,5,Subsídio,96,Sucessor,1,Sueca,1,Sujeição,1,Sul,1,Sulamita,5,suprema,2,Surface Pro 2,1,Suspenção,1,Sutiã,1,Sutileza,11,Sutilezas,1,tabela,1,Tabernáculo,4,Tabita,1,Tablet,1,Talentos Cristãos,3,Tarado,1,Tarso,1,Tatuagem,3,TCC,1,Tecido,1,Tecnologia,2,Tela Cinza,1,Telegram,1,Temas,2,Temática,2,Temor,8,Temperamento,1,Tempestade,2,Templo,3,Tempo,5,Tempo de Viver Coisas Novas,3,Tempos,2,tensorflow,1,Tentação,9,Teologia,16,Teologia da Libertação,2,Termino de Namoro,7,Término do Namoro,2,Termos,1,Terra,4,Terra Prometida,7,Terremoto,1,Testamento,1,Testemunho,21,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,3,Tigres,1,Tim Keller,1,timidez,2,Timna,1,Timóteo,13,Timothy Keller,1,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,tisbita,1,Títulos,1,Tomas de Aquino,1,Top,2,Top Blogs,4,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,3,Top5,2,Torá,1,TPM,1,Trabalho,4,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transcendência,2,Transfer,1,Transforma,2,Tratando de uma leucemia,1,treinamento,1,Trevas,1,Tribunal de Cristo,2,Tribunal de Justiça,1,Trimestre,2,Trindade,3,Trino,2,Triunfal,1,Trono Branco,2,Tudo vê,1,Túnica,1,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Ultimos Dias,1,Últimos Dias,1,um trono e um segredo,1,Uma crente,1,Uma História de Ficção,79,Unção,2,Ungido,1,Unidade,9,Universo,2,Uno,1,Urias,1,Utensilios,1,Uzá,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,4,Valores,1,Vanilda Bordieri,1,Velhice,3,Velho Testamento,1,Velório,1,Vem,2,Vencendo,2,Vencer,2,Vendedor de Droga,1,Vento,5,Ver Deus,1,Veracidade,10,Verdade,7,Verdadeira,8,Verdadeira História,1,Verdadeiro,4,verdades,1,Versículos,4,Viagem,5,Vício,1,Vida,29,VIDA CRISTÃ,2,Vida depois da morte,13,Vida Pessoal,3,Vidas,1,Vídeo,24,Vigilância,2,vinda,4,Vindouro,3,Vinho,1,Violência,2,Virá,2,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Visão,2,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Vivendo,1,Viver,5,Voca,1,vocacionados,1,Volta,2,Volta de Cristo,5,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,webdevelops,2,Yehoshua,1,Yeshua,1,YOSHÍA,1,You Tube,2,youtuber,2,Zacarias,2,Zaqueu,1,Zelo,5,
ltr
item
Pecador Confesso: Lição 08 - Confessando e Abandonando o Pecado | 2° Trimestre de 2024 | EBD ADULTOS
Lição 08 - Confessando e Abandonando o Pecado | 2° Trimestre de 2024 | EBD ADULTOS
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhw5YmWgu8L_WiFNydlr8ETadYWmnyP2eZrjNwMnJe9bvqMRgHx2GT4zgjeOJ4DQKCWk-GSGW2ey-4ZtRfDzCo_QQSaqJ1o1VViQf1vWWOLtUGyyS0wkUsWnxS0p0WcVQKkLvnh2wQJF4U2TGqPLKtudw2A58X5mbu9Q-wmVAWsMqLZpcoSHfXBVZwQF06-/w640-h360/2-trim-2024-CPAD-Adultos-Licao-08.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhw5YmWgu8L_WiFNydlr8ETadYWmnyP2eZrjNwMnJe9bvqMRgHx2GT4zgjeOJ4DQKCWk-GSGW2ey-4ZtRfDzCo_QQSaqJ1o1VViQf1vWWOLtUGyyS0wkUsWnxS0p0WcVQKkLvnh2wQJF4U2TGqPLKtudw2A58X5mbu9Q-wmVAWsMqLZpcoSHfXBVZwQF06-/s72-w640-c-h360/2-trim-2024-CPAD-Adultos-Licao-08.webp
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2024/05/licao-08-confessando-e-abandonando-o.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2024/05/licao-08-confessando-e-abandonando-o.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy