Lição 07 - O Ministério da Igreja | 1° Trimestre de 2024 | EBD – ADULTOS

  TEXTO ÁUREO “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores.” (...

 

TEXTO ÁUREO

“E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores.” (Ef 4.11)

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



Este versículo fundamental de Efésios 4:11 ressalta a diversidade de dons ministeriais concedidos por Cristo para a edificação e aperfeiçoamento da igreja. A abordagem teológica e bíblica desse versículo pode ser analisada a partir de diferentes perspectivas.

Comentário Teológico:

  • Diversidade de Dons: O versículo destaca a diversidade de dons ministeriais concedidos por Cristo. Cada função - apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e doutores - serve a uma finalidade única dentro do corpo de Cristo.
  • Chamado e Designação Divina: A expressão "e ele mesmo deu" enfatiza que esses dons não são conquistados por mérito humano, mas são outorgados por Cristo. Isso sublinha a soberania de Deus na seleção e designação dos ministros.
  • Raiz Grega:
    • Apóstolos (ἀπόστολος - apostolos): A raiz "apostolos" está relacionada ao envio e à autoridade delegada. Os apóstolos eram enviados por Cristo com uma comissão específica.
    • Profetas (προφήτης - prophetes): A raiz "prophetes" está associada à comunicação divina. Os profetas recebiam mensagens reveladoras de Deus para a comunidade.
    • Evangelistas (εὐαγγελιστής - euangelistes): A raiz "euangelistes" está ligada à proclamação das boas novas. Os evangelistas são chamados para anunciar o Evangelho.
    • Pastores (ποιμήν - poimen): A raiz "poimen" refere-se a pastores ou pastores de rebanho. Pastores têm a função de cuidar e guiar o rebanho espiritualmente.
    • Doutores (διδάσκαλος - didaskalos): A raiz "didaskalos" está relacionada ao ensino. Doutores têm a responsabilidade de instruir e ensinar a Palavra de Deus.
  • Citação de Livro:
  • Aplicação Prática:
    • A aplicação prática desse versículo envolve o reconhecimento da diversidade de dons na igreja e a colaboração harmoniosa entre esses ministérios para o crescimento e a unidade do corpo de Cristo.

Em resumo, Efésios 4:11 destaca a riqueza da graça divina expressa por meio da variedade de dons ministeriais concedidos à igreja, destacando a importância de cada função na obra de edificação e aperfeiçoamento dos santos.

VERDADE PRÁTICA

Os dons ministeriais foram dados com o objetivo de edificar a Igreja e promover a maturidade de seus membros.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A verdade prática extraída de Efésios 4:11 é que os dons ministeriais foram dados por Cristo com o propósito específico de edificar a Igreja e promover a maturidade espiritual de seus membros (Efésios 4:11). Essa declaração encerra implicações profundas para a compreensão do papel dos líderes na comunidade cristã.


Comentário Teológico:

  • Edificação da Igreja: Os dons ministeriais são ferramentas concedidas por Cristo para a construção e fortalecimento da comunidade cristã. Cada dom desempenha uma função única na obra de edificação, visando à solidez espiritual e ao crescimento saudável da igreja (1 Coríntios 12:7).
  • Promoção da Maturidade: Os líderes dotados desses dons têm a responsabilidade de conduzir os membros da igreja à maturidade espiritual. Isso envolve não apenas a transmissão de conhecimento, mas também o desenvolvimento de um caráter cristão sólido e a capacidade de discernir e aplicar a Palavra de Deus (Colossenses 1:28).
  • Colaboração e Unidade: A diversidade de dons destaca a interdependência dos membros do corpo de Cristo. Líderes com diferentes funções devem colaborar em unidade, reconhecendo que cada ministério contribui para a plenitude da igreja (1 Coríntios 12:12-27).
  • Raiz Grega:
    • Edificação (οἰκοδομή - oikodome): A raiz "oikodome" sugere a construção de uma estrutura sólida e duradoura. Os dons são dados para a edificação sólida da Igreja.
    • Maturidade (τελειότης - teleiotes): A raiz "teleiotes" refere-se à perfeição, à maturidade espiritual. Os dons visam à condução dos membros à maturidade em Cristo.
  • Citação de Livro:
    • "O Ministério e os Ministros do Novo Testamento" de T. Austin Sparks oferece uma visão abrangente sobre o papel dos ministros na edificação da igreja, enraizado nas Escrituras.

Aplicação Prática:

A aplicação prática dessa verdade reside na compreensão de que os líderes ministeriais não são apenas administradores, mas agentes ativos na formação espiritual da congregação. Eles devem buscar constantemente a edificação e maturidade espiritual dos membros, utilizando os dons concedidos por Cristo.

 

Em resumo, a verdade prática destaca que os dons ministeriais não são meramente títulos ou posições, mas ferramentas divinas para a construção sólida da igreja e para o desenvolvimento da maturidade espiritual de seus membros (Efésios 4:12).

LEITURA DIÁRIA

Segunda – 1 Tm 3.1 A excelência do chamado ministerial
Terça – 1 Pe 2.9 O sacerdócio universal de todos os crentes
Quarta – Ef 4.11 O ministério quíntuplo da Igreja
Quinta – At 6.1-7 A instituição do diaconato
Sexta – 1 Tm 3.2-7 As qualificações morais do ministério
Sábado – Tt 1.7 Qualificações de natureza social do ministério

Hinos Sugeridos 93, 115, 132 da Harpa Cristã

📥ADQUIRA O SLIDE DA AULA => CLIQUE AQUI (se quiser mais slides diferentes dessa lição, adquira o acesso vip)

EBD 1° Trimestre De 2024 | CPAD Adultos – TEMA: O CORPO DE CRISTO – Origem, Natureza e Missão da Igreja no Mundo | Escola Biblica Dominical | Lição 04: A Igreja e o Reino de Deus

DINAMICA EXTRA

Comentário de Hubner Braz



Dinâmica: "Construindo o Mosaico do Ministério"

Objetivo:

Ilustrar a diversidade de ministérios na igreja e a importância de cada membro para a edificação do corpo de Cristo.

Materiais Necessários:

  • Folhas de papel em branco.
  • Canetas coloridas ou lápis de cor.

Instruções:

  • Preparação:
    • Distribua uma folha de papel em branco para cada participante e forneça canetas coloridas ou lápis de cor.
  • Reflexão Prévia:
    • Inicie a dinâmica com uma breve reflexão sobre a diversidade de dons e ministérios na igreja, destacando a importância de cada membro para o corpo de Cristo.
  • Representação Pessoal:
    • Peça aos participantes para desenharem ou escreverem simbolicamente o tipo de ministério ou serviço que realizam na igreja. Pode ser uma palavra, um símbolo ou até mesmo uma ilustração.
  • Troca de Folhas:
    • Após todos concluírem seus desenhos ou escritos, peça para trocarem as folhas com um colega. Cada participante receberá o papel de outra pessoa.
  • Complementação do Mosaico:
    • Agora, peça que cada participante observe o desenho ou palavra recebida e adicione algo que complemente ou conecte com o que está ali. Pode ser uma adição visual, uma palavra de encorajamento ou uma representação simbólica.
  • Apresentação do Mosaico:
    • Ao final, os participantes podem compartilhar o resultado do mosaico construído, destacando como cada contribuição individual se encaixa para formar um quadro mais amplo do ministério na igreja.
  • Discussão em Grupo:
    • Facilite uma discussão sobre a experiência. Pergunte como foi a dinâmica, e destaque como a diversidade de ministérios se complementa na edificação da igreja.
  • Oração de Compromisso:
    • Encerre com uma breve oração, agradecendo a Deus pela diversidade de ministérios na igreja e pedindo Sua orientação para que cada membro continue servindo fielmente.

Conclusão:

Esta dinâmica visualiza a colaboração e complementaridade dos ministérios na igreja, enfatizando que cada contribuição, por menor que seja, é essencial para a construção do corpo de Cristo.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Efésios 4.11-16
11 – E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,
12 – querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo,
13 – até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,
14 – para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente.
15 – Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,
16 – do qual todo o corpo, bem-ajustado e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo ajusta operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



Comentário Teológico de Efésios 4:11-16:

Versículo 11: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores.”

Paulo inicia destacando os dons ministeriais dados por Cristo à igreja. Cada papel tem uma função única: apóstolos estabelecem, profetas revelam, evangelistas proclamam, pastores cuidam, e doutores ensinam. Isso enfatiza a diversidade de dons e funções necessárias para o pleno funcionamento da igreja.


Versículo 12: “querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo,”

O propósito desses dons é claro. Eles são dados para aperfeiçoar os santos, capacitá-los para o ministério e contribuir para a edificação do corpo de Cristo. Aqui, "aperfeiçoamento" implica em preparação completa para o serviço divino, destacando a importância do crescimento contínuo e da eficácia no ministério cristão.


Versículo 13: “até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,”

A visão é a unidade da fé e o conhecimento de Cristo. Isso aponta para um processo contínuo de maturidade espiritual, onde a igreja progride em direção à estatura espiritual completa de Cristo. O objetivo é alcançar a plenitude do caráter de Cristo.


Versículo 14: “para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente.”

Paulo adverte contra a imaturidade espiritual, que pode levar à instabilidade e suscetibilidade a doutrinas enganosas. Ele destaca a importância de permanecer firme na verdade, resistindo aos enganos habilmente elaborados por pessoas que buscam desviar da verdade.


Versículo 15: “Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,”

Paulo exorta a igreja a crescer na verdade, mas enfatiza que esse crescimento deve ser acompanhado pelo amor. A verdade não é um fim em si mesma, mas deve ser seguida em um contexto de amor. Cristo é a cabeça, indicando que todo crescimento deve estar em conformidade com Ele.


Versículo 16: “do qual todo o corpo, bem-ajustado e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo ajusta operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.”

Paulo utiliza a analogia do corpo para enfatizar a interdependência dos membros na igreja. O corpo cresce e se edifica quando cada parte cumpre sua função, contribuindo para o bem-estar coletivo e operando em amor. A harmonia e cooperação são fundamentais para o crescimento saudável da igreja.


Dicionário Teológico:

  • Aperfeiçoamento (καταρτισμός - katartismos): Refere-se a equipar, preparar e ajustar completamente. Aqui, denota o processo de preparar os santos para o serviço e crescimento espiritual.
  • Engano (πλάνη - planē): Envolve desvio da verdade e indução ao erro. Paulo alerta contra ser levado por doutrinas enganosas, enfatizando a importância da firmeza na verdade.

Enciclopédia:

O contexto histórico da igreja em Éfeso sugere desafios relacionados à diversidade cultural, pressões sociais e influências pagãs, destacando a necessidade de liderança sólida e ensino claro.


Raiz Grega:

  • Edificação (οἰκοδομή - oikodome): Refere-se à construção, construção sólida. A igreja é edificada sobre a verdade e o serviço dos líderes.

Este trecho ressalta a importância dos líderes equipados por Cristo na promoção da maturidade espiritual, na defesa da verdade e na construção sólida da comunidade cristã.

PLANO DE AULA

1- INTRODUÇÃO
Prezado (o) professor(a), nesta lição, veremos a natureza do ministério sacerdotal praticado entre os hebreus na Antiga Aliança, bem como do exercício ministerial na Nova Aliança. De modo geral, todo crente é chamado a exercer o sacerdócio universal conforme o propósito divino predeterminado para sua Igreja. Em contrapartida, quanto aos ofícios ministeriais, o Senhor escolheu pessoas específicas para edificar a igreja por meio dos dons ministeriais, visando o aperfeiçoamento dos santos.
2- APRESENTAÇÃO DA LIÇÃO
A) Objetivos da Lição:
I) Apresentar a doutrina bíblica do ministério sacerdotal observada na Antiga Aliança e praticada pelos crentes na Nova Aliança;
II) Elencar os cargos ministeriais instituídos na Igreja Primitiva;
III) Explicar as qualificações de natureza moral e social exigidas para o exercício ministerial.
B) Motivação: O crente foi chamado por Deus para exercer o sacerdócio real e, como nação santa, anunciar as virtudes do Reino Celestial. Como sacerdote da Nova Aliança, o crente oferece a Deus sacrifícios agradáveis, isto é, a própria vida em serviço santo e o louvor como fruto dos lábios. Além disso, o crente intercede pelos salvos e proclama a salvação aos que precisam ser alcançados.
C) Sugestão de Método: Nesta lição, a classe estudará a natureza dos dons ministeriais e suas respectivas características. Para verificar o nível de conhecimento dos seus alunos acerca dos dons ministeriais, solicite que a classe registre em uma folha de papel à parte quais são as qualificações exigidas para o exercício ministerial, conforme estão registradas nas Cartas Pastorais de Timóteo, 2 Timóteo e Tito.

📩 Receba rápido a sua revista em PDF  | ou tenha o acesso vip 1ºTRIM 2024, saiba mais: 

👆ADQUIRA O ACESSO VIP | Pelo zap ou e-mail: hubnerbraz@pecadorconfesso.com

3 – CONCLUSÃO DA LIÇÃO
A) Aplicação: A multiforme sabedoria de Deus encarregou a cada crente com qualificações específicas para o exercício de dons ministeriais e espirituais específicos. Cabe ao crente buscar o discernimento para identificar a natureza do seu chamado espiritual.
4- SUBSÍDIO AO PROFESSOR
A) Revista Ensinador Cristão. Vale a pena conhecer essa revista que traz reportagens, artigos, entrevistas e subsídios de apoio à Lições Bíblicas Adultos. Na edição 96, p. 39, você encontrará um subsídio especial para esta lição.
B) Auxílios Especiais: Ao final do tópico, você encontrará auxílios que darão suporte na preparação de sua aula:
1) O texto “‘A Geração Eleita, o Sacerdócio Real’ (1 Pe 2.9,10)”, localizado depois do primeiro tópico, aponta para a natureza do chamado sacerdotal da Igreja e sua missão como anunciadora das virtudes do Reino de Deus;
2) O texto “O chamado para o Ministério”, ao final do terceiro tópico, destaca a rica diversidade, produzida pela obra do Espírito Santo, dentro da admirável unidade do Corpo de Cristo.

EBD 1° Trimestre De 2024 | CPAD Adultos – TEMA: O CORPO DE CRISTO – Origem, Natureza e Missão da Igreja no Mundo | Escola Biblica Dominical | Lição 04: A Igreja e o Reino de Deus

INTRODUÇÃO

Nesta lição, veremos o ministério em suas diferentes funções e ofícios, bem como as qualificações que, biblicamente, são exigidas para o seu exercício. Primeiramente, mostraremos que, de modo bíblico, todo cristão exerce um ministério sacerdotal que o habilita a ministrar diante de Deus. Nesse sentido, não há diferença entre o membro e a liderança. Todos são sacerdotes de Deus. Por outro lado, as Escrituras mostram claramente que Deus escolheu determinadas pessoas para funções e ofícios específicos. Esses ministros chamados por Deus têm a função de servir à Igreja de Cristo e trabalhar no aperfeiçoamento dos santos.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A introdução destaca a dualidade do ministério cristão, onde cada crente é um sacerdote diante de Deus, mas também reconhece que Deus designa certas pessoas para funções específicas na liderança da igreja. Essa abordagem equilibrada reflete a teologia do sacerdócio universal dos crentes, onde todos têm acesso direto a Deus, enquanto ressalta a chamada divina para liderança.


Teologia do Sacerdócio Universal:

O ensino do sacerdócio universal afirma que todos os crentes têm o privilégio de se achegar a Deus sem a necessidade de intermediários humanos. Essa doutrina é fundamentada em passagens como 1 Pedro 2:9, que declara que os crentes são "uma linhagem eleita, um sacerdócio real". Portanto, cada cristão é capacitado para ministrar e servir diante de Deus, refletindo a igualdade espiritual na comunidade cristã.


Chamada Divina e Funções Específicas:

Ao mesmo tempo, a introdução reconhece que Deus escolhe certas pessoas para funções e ofícios específicos na liderança da igreja. Isso está alinhado com a prática neotestamentária de Deus chamar apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres para equipar e edificar a igreja (Efésios 4:11). Essa designação divina destaca a importância da liderança qualificada para o aperfeiçoamento dos santos.


Raiz Grega e Hebraica:

  • Sacerdote (ἱερεύς - hiereús): Na raiz grega, a palavra destaca a função de mediação entre Deus e o povo. A ênfase recai na capacidade de todos os crentes exercerem esse papel em virtude de sua fé em Cristo.
  • Chamado (קָרָא - qara' [hebraico]): Na raiz hebraica, a palavra sugere uma convocação divina. Essa convocação é percebida como um ato soberano de Deus ao designar indivíduos para propósitos específicos.

Citações e Fontes:

A abordagem bíblica do ministério, delineada na introdução, destaca a igualdade e a diversidade na comunidade cristã, onde cada membro é capacitado para ministrar, e líderes designados por Deus têm responsabilidades específicas para o aperfeiçoamento do corpo de Cristo.

Palavra-Chave: Ministério  

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



Ministério: Uma Exploração Teológica e Prática

A palavra "ministério" tem raízes profundas nas Escrituras e abrange uma riqueza de significados teológicos e práticos na vida cristã. Vamos explorar essa palavra-chave de maneira mais aprofundada:


1. Raiz Hebraica e Grega:

  • Hebraico (שָׁרַת - sharath): Essa palavra hebraica, usada no Antigo Testamento, implica servir, ministrar ou prestar serviço. Reflete a ideia de estar a serviço de Deus e dos outros.
  • Grego (διακονία - diakonia): No Novo Testamento, especialmente em passagens como Atos 6:4, essa palavra grega destaca o serviço ou ministério prático, muitas vezes associado ao cuidado das necessidades físicas.

2. Ministério Sacerdotal Universal:

  • Teologia: O ensino do sacerdócio universal destaca que todos os crentes têm acesso direto a Deus, sendo chamados a ministrar e servir em sua presença (1 Pedro 2:9). Todo serviço a Deus é considerado um ministério.

3. Ministério na Liderança:

  • Teologia: As Escrituras mostram que Deus chama indivíduos para funções específicas na liderança da igreja (Efésios 4:11). Esses ministros, como apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres, têm a responsabilidade de equipar e edificar o corpo de Cristo.
  • Prática: Líderes eclesiásticos são incumbidos de pastorear, ensinar, liderar e orientar a congregação. Suas funções específicas variam, mas todas se enquadram no âmbito do ministério.

4. Ministério Social e Compassivo:

  • Teologia: A ideia de ministério se estende à preocupação com as necessidades práticas das pessoas. Jesus exemplificou isso por meio de seus atos de compaixão e serviço.
  • Prática: Ministérios sociais, como cuidado aos necessitados, ações humanitárias e justiça social, são expressões concretas desse aspecto do ministério cristão.

5. A Dimensão Profunda do Ministério:

  • Teologia: O ministério vai além das atividades visíveis e tangíveis. Inclui a dimensão espiritual de adoração, intercessão e ensino da Palavra.
  • Prática: A oração, o aconselhamento espiritual e a proclamação da Palavra são componentes cruciais do ministério que molda a vida espiritual da comunidade cristã.

6. Ministério como Expressão de Amor:

  • Teologia: O serviço é intrinsecamente ligado ao amor, como enfatizado em passagens como Gálatas 5:13, onde somos chamados a servir uns aos outros em amor.
  • Prática: O verdadeiro ministério é motivado pelo amor genuíno, refletindo o caráter de Cristo.

7. A Qualificação para o Ministério:

  • Teologia: As qualificações para o ministério são delineadas nas Escrituras, enfatizando características como integridade, santidade e habilidade para ensinar.
  • Prática: A igreja busca líderes que atendam a essas qualificações, garantindo uma liderança responsável e comprometida.

8. O Propósito do Ministério:

  • Teologia: O propósito final do ministério é a glória de Deus e o aperfeiçoamento dos santos (Efésios 4:12).
  • Prática: Todo esforço no ministério busca edificar a igreja, fortalecer a fé dos crentes e conduzir as pessoas a uma maior maturidade espiritual.

Conclusão:

O termo "ministério" encapsula uma riqueza de significados, desde o serviço prático e compassivo até a liderança espiritual e adoração. Na essência, é uma resposta amorosa ao chamado de Deus para servir uns aos outros, buscando o aperfeiçoamento do corpo de Cristo e a glória do Senhor.

I – O MINISTÉRIO SACERDOTAL DE TODO CRENTE

1- O Sacerdócio no Antigo Testamento. A prática do sacerdócio é bem antiga entre os hebreus. Ela saiu da esfera familiar para se tornar uma complexa prática cerimonialista. Dessa forma, a evolução do sacerdócio na Antiga Aliança é como segue:
(1) no princípio, quando surgiu a necessidade de se oferecer sacrifícios, os cabeças das famílias eram seus próprios sacerdotes (Gn 4.3; Jó 1.5);
(2) Assim, na era dos patriarcas, encontramos o chefe da família exercendo essa função (Gn 12.8);
(3) Israel, como nação, foi posta como sacerdote para outros povos (Êx 19.6);
(4) no Monte Sinai, o Senhor limitou a prática sacerdotal à família de Arão e à tribo de Levi (Êx 28.1; Nm 3-5-9).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



I – O MINISTÉRIO SACERDOTAL DE TODO CRENTE

Este exame das raízes do sacerdócio, desde suas origens até sua evolução na Antiga Aliança, fornece uma base crucial para compreender o significado contemporâneo do ministério sacerdotal de todo crente.


1. O Sacerdócio Primitivo:

No início, a prática sacerdotal era intrinsecamente ligada às dinâmicas familiares, onde os líderes familiares desempenhavam o papel de sacerdotes. Essa experiência inicial é expressa nas narrativas bíblicas de sacrifícios de Abel e nas intercessões de Jó por sua família (Gênesis 4:3; Jó 1:5).

Essa compreensão primitiva do sacerdócio é profundamente pessoal para mim, destacando a conexão direta que os indivíduos mantinham com Deus. A prática do sacerdócio era um ato íntimo, uma expressão de devoção e busca por comunhão divina.


2. O Sacerdócio nos Tempos dos Patriarcas:

Ao longo da era dos patriarcas, observamos uma transição na prática sacerdotal, com os líderes familiares, como Abraão, assumindo papéis sacerdotais. Este período é marcado por rituais familiares, refletindo a fluidez e adaptabilidade do sacerdócio (Gênesis 12:8).

Aqui, a aplicação pessoal reside na compreensão da fé como uma jornada pessoal, onde a prática do sacerdócio é influenciada pelas nuances e desafios da vida familiar.


3. Israel: Uma Nação Sacerdotal:

Ao ser estabelecido como nação, Israel foi designado como um sacerdócio para outras nações. Essa mudança reflete uma compreensão mais ampla do sacerdócio, agora corporativo, onde a nação como um todo compartilha a responsabilidade de representar Deus diante das outras nações (Êxodo 19:6).

A aplicação pessoal aqui é a responsabilidade coletiva na fé. Assim como Israel foi chamado para ser uma nação sacerdotal, reconheço a responsabilidade de nossa comunidade de fé em ser um testemunho coletivo diante do mundo.


4. Limitação do Sacerdócio no Monte Sinai:

A restrição do sacerdócio à família de Arão e à tribo de Levi, no Monte Sinai, destaca a necessidade de ordem e especificidade na adoração. Isso estabeleceu alicerces para uma compreensão mais elaborada do sacerdócio (Êxodo 28:1; Números 3:5-9).

A aplicação pessoal está na compreensão da importância de ordem e propósito em nossa adoração. Assim como o sacerdócio foi designado com cuidado, reconhecemos a necessidade de ordem na expressão de nossa fé.


Comentário Teológico:

O sacerdócio inicial, centrado nas famílias e líderes, evoluiu para uma ordem mais estruturada com o estabelecimento de Israel como uma nação sacerdotal. A restrição posterior ressaltou a importância da ordem divina no serviço a Deus. Essa evolução preparou o terreno para uma compreensão mais profunda do sacerdócio na Nova Aliança, onde todos os crentes têm acesso direto a Deus.


Raiz da palavra Sacerdote:

  • Hebraico (כהן - kohen): A palavra hebraica para sacerdote, denotando um mediador entre Deus e o povo.
  • Grego (ἱερεύς - hiereús): O equivalente grego, enfatizando a função sagrada e mediadora do sacerdote.

Reflexão:

"O sacerdócio primitivo, centrado nas famílias, destaca a importância da intercessão e oferta de sacrifícios como expressões iniciais do relacionamento humano com Deus" 


Contexto Bíblico:

Ao refletirmos sobre essas fases do sacerdócio, é crucial considerar a jornada do sacerdócio até o Novo Testamento. Em 1 Pedro 2:9, somos chamados de "raça eleita, sacerdócio real", indicando uma continuidade espiritual dessa função sacerdotal para todos os crentes.


Conclusão Pessoal:

Essa jornada pelas raízes do sacerdócio é reveladora. Destaca a riqueza da experiência humana na busca por Deus, desde os rituais familiares primitivos até a designação de Israel como nação sacerdotal. Hoje, como crente, encontro uma profunda conexão com essas histórias, reconhecendo a evolução da fé e a responsabilidade compartilhada em nosso testemunho coletivo. Este estudo reforça a noção de que o sacerdócio não é uma função isolada, mas uma narrativa contínua, culminando na compreensão do sacerdócio de todos os crentes na Nova Aliança.

2- Uma doutrina bíblica confirmada no Novo Testamento. O Novo Testamento apresenta o sacerdócio da Antiga Aliança como um tipo de Cristo (Hb 8.1) que operou o derradeiro sacrifício pelos pecados do povo. Assim, não mais uma família, tribo ou nação é detentora do sistema sacerdotal. Agora, é a Igreja que constitui o sacerdócio universal de todos os crentes (1 Pe 2.5; Ap 5.10; cf. Jr 31.34). Logo, se debaixo da Antiga Aliança o sacerdote era um ministro do culto, agora, sob a Nova Aliança, como sacerdotes, oferecemos o próprio corpo em sacrifício vivo (Rm 12.1,2); ministramos o louvor como fruto de nossos lábios (Hb 13.15); intercedemos pelos outros (1 Tm 2.1; Hb 10.19,20); proclamamos as virtudes daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz (1 Pe 2.9); e mantemos comunhão direta com Deus (2 Co 13.13).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



O desenvolvimento do sacerdócio na Antiga Aliança, apresentado como um tipo de Cristo, encontra sua consumação e transformação no Novo Testamento, trazendo uma compreensão mais profunda e abrangente do papel sacerdotal dos crentes.


A. Cristo, o Sumo Sacerdote Definitivo: O Novo Testamento, em Hebreus 8:1, claramente estabelece a Antiga Aliança como uma sombra de Cristo, o verdadeiro Sumo Sacerdote. Ele não apenas representa a família, tribo ou nação, mas transcende todas as fronteiras terrenas ao operar o derradeiro sacrifício pelos pecados. Isso evidencia uma mudança fundamental no sistema sacerdotal.


B. Sacerdócio Universal da Igreja: A doutrina do sacerdócio universal dos crentes é ricamente articulada no Novo Testamento. 1 Pedro 2:5 descreve a Igreja como um sacerdócio santo, e Apocalipse 5:10 destaca a designação dos crentes como sacerdotes que reinam na terra. Essa universalidade representa a acessibilidade direta a Deus para todos os crentes, eliminando as barreiras étnicas ou sociais.


C. Atividades Sacerdotais dos Crentes: A transformação do sacerdócio é evidente nas diversas atividades sacerdotais atribuídas aos crentes na Nova Aliança:

  • Oferta do Próprio Corpo como Sacrifício Vivo (Romanos 12:1,2): A ênfase recai na dedicação completa do ser ao serviço de Deus, simbolizando uma renovação interior constante.
  • Ministração do Louvor (Hebreus 13:15): O louvor não é apenas uma ação litúrgica, mas uma expressão do coração transformado, emanando de lábios que reconhecem a graça divina.
  • Intercessão pelos Outros (1 Timóteo 2:1; Hebreus 10:19,20): O crente, como sacerdote, é chamado a interceder pelos outros, demonstrando solidariedade e amor ao próximo.
  • Proclamação das Virtudes de Deus (1 Pedro 2:9): Os crentes, como sacerdotes, são encarregados de proclamar as grandezas daquele que os chamou, compartilhando a mensagem da salvação.
  • Comunhão Direta com Deus (2 Coríntios 13:13): A barreira que separava o homem de Deus foi removida, permitindo uma comunhão direta e íntima com o Pai.

D. Comentário Teológico Profundo: A raiz grega reflete a transformação de paradigma, onde o sacerdócio agora é centrado em Cristo e compartilhado por todos os crentes. Essa doutrina, respaldada por teólogos, ressalta a mudança radical no entendimento do papel sacerdotal, evidenciando não apenas uma continuidade, mas uma superação gloriosa na Nova Aliança.

3- Uma doutrina bíblica resgatada na Reforma Protestante. No catolicismo romano, o sacerdócio é limitado à figura dos padres. Não há a função sacerdotal para os membros da igreja. Nesse caso, o Papa é considerado o vigário de Cristo na Terra. Por isso, cabe destacar aqui que o resgate da doutrina bíblica do sacerdócio universal dos crentes, tal qual se encontra no Novo Testamento, foi uma obra da Reforma Luterana do século 16. Para o reformador alemão, “qualquer cristão verdadeiro participa dos benefícios de Cristo e da Igreja”. A Reforma pregou um retorno radical às Escrituras, como bem definiu seu slogan no Sola Scriptura (somente a Escritura). Nas páginas das Escrituras Sagradas, podemos ver a grandeza dessa preciosa doutrina.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



No seio do catolicismo romano, a estrutura sacerdotal estava concentrada nos padres, e o Papa era reverenciado como o vicário de Cristo na Terra, detentor de uma autoridade espiritual suprema. Contudo, o resgate da doutrina bíblica do sacerdócio universal dos crentes, conforme delineado no Novo Testamento, emergiu como uma conquista marcante durante a Reforma Protestante do século 16.

O teólogo Martinho Lutero, figura proeminente da Reforma, sustentava a ideia de que "qualquer cristão verdadeiro participa dos benefícios de Cristo e da Igreja". Este resgate, embasado na convicção da Sola Scriptura, representou uma audaciosa reformulação da compreensão hierárquica da igreja, conferindo uma visão mais equitativa e acessível aos membros da fé.


Aspectos Teológicos Profundos:

Em sua obra "Nascido Escravo", Lutero enfatiza a liberdade proporcionada pela fé, reiterando a ideia do sacerdócio universal ao salientar que cada crente é simultaneamente servo e senhor, livre por meio da fé em Cristo. A doutrina do sacerdócio universal, assim, torna-se uma expressão prática da liberdade cristã.


Aplicação Teológica e Fontes:

O acadêmico protestante Karl Barth, em "Dogmatica Eclesiastica", aprofunda a compreensão do sacerdócio universal, relacionando-o à participação ativa de cada crente na missão da igreja. Ele destaca que, ao resgatar essa doutrina, a Reforma reafirmou o papel fundamental de cada membro na obra redentora de Deus.


Aplicação Pessoal:

Contemplar esse resgate teológico da Reforma desperta em minha jornada espiritual uma apreciação renovada pela proximidade direta e íntima com Deus. Essa compreensão ressoa como um convite para explorar mais profundamente a riqueza da graça divina, moldada pelas verdades redescobertas na Reforma.


Referências Bíblicas:

  • "Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz." (1 Pedro 2:9)
  • Raiz da palavra "sacerdócio": Originada do latim "sacerdotium", que se refere ao ofício do sacerdote na antiga Roma.

SINOPSE I

A doutrina bíblica do sacerdócio universal do crente é um fato na Nova Aliança. A Igreja constitui o sacerdócio universal de todos os crentes.

AMPLIANDO O CONHECIMENTO

SACERDÓCIO UNIVERSAL DO CRENTE

AUXÍLIO DEVOCIONAL

A GERAÇÃO ELEITA, O SACERDÓCIO REAL’ (1 PE 2.9,10)
É simplesmente correto que nós decidamos viver de acordo com os valores de Deus, pois Ele nos escolheu. No Antigo Testamento, os sacerdotes oficiavam em sacrifícios e lideravam a adoração a Deus. Na cultura romana do século I, os sacerdotes pagãos também lideravam os adoradores na oferta de sacrifícios e louvores aos deuses. Em ambos os contextos, servir como sacerdote era considerado uma grande honra. Assim, a imagem de sacerdócio real cristão era clara e poderosa. Nós, que, por causa do pecado, nem mesmo éramos um povo de Deus, fomos chamados das trevas e recebemos a posição mais elevada!

Nos tempos antigos, a pedra de esquina era a âncora do alicerce de um edifício. Os textos de Salmos 118.22 e Isaías 28.16, que se referem a pedras de esquina, foram interpretados, por rabinos de Israel, como tendo implicações messiânicas e são aplicados a Jesus nos Evangelhos (Mt 24.42; Mc 12.10; Lc 20.17), por Paulo (Rm 9.33; Ef 2.20) e por Pedro. Jesus Cristo é 0 alicerce da nossa fé, como também da igreja; nEle, os crentes são pedras vivas (1 Pe 2.4-7). É simplesmente apropriados, então, que sirvamos como sacerdotes e ‘anunciemos as virtudes’ daquele que nos chamou das trevas para a luz” (RICHARDS, Lawrence O. Comentário Devocional da Bíblia. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p.965).

EBD 1° Trimestre De 2024 | CPAD Adultos – TEMA: O CORPO DE CRISTO – Origem, Natureza e Missão da Igreja no Mundo | Escola Biblica Dominical | Lição 04: A Igreja e o Reino de Deus

II – A ESTRUTURA MINISTERIAL DO NOVO TESTAMENTO

1- O ministério quíntuplo. O texto de Efésios 4.11 diz que Deus pôs na Igreja apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres. Essa relação é descrita comumente como “ministério quíntuplo” da Igreja.
a) Apóstolo. Alguém enviado em uma missão (Mt 10.2; Lc 22.14; At 13.2). Alguns requisitos podem ser destacados para alguém ser um apóstolo: Ter estado com 0 Senhor Jesus (At 1.21,22); ter sido uma testemunha da ressurreição de Jesus (At 1.22); ter visto o Senhor (At 9.1-5); ter operado sinais e maravilhas (2 Co 12.1-5). Assim, no Novo Testamento, o apostolado pode ser visto mais como uma função do que um ofício.
b) Profeta. O profeta era alguém inspirado e autorizado para falar em nome de Deus. Nesse aspecto, ele era um porta-voz de Deus. No Novo Testamento, o profeta exortava e consolava (At 15.32) e trazia revelação do futuro (At 11.27-29). Contudo, a Escritura distingue o ministério de profeta do dom da profecia. Assim, somente alguns eram chamados para ser profetas (Ef 4.11) enquanto todos poderiam exercer o dom da profecia (1 Co 14.5,31).
c) Evangelista. É alguém cujo ministério é centrado na salvação de almas (At 8.5; 21.8).
d) Pastores e mestres. O pastor possui a função de apascentar (Jo 21.16) enquanto o mestre, a de ensinar (Rm 12.7).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



O texto de Efésios 4:11 destaca a diversidade de dons e ministérios dados por Deus à Igreja, conhecido como o "ministério quíntuplo", composto por apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres.


A. Apóstolo - Enviado com Missão:

O termo "apóstolo" deriva do grego "apostolos", significando alguém enviado em uma missão específica. No contexto neotestamentário, ser um apóstolo envolvia requisitos rigorosos, como ter estado com o Senhor Jesus, ser testemunha de Sua ressurreição e operar sinais e maravilhas. No entanto, o apostolado é mais uma função do que um título formal, destacando a ênfase na missão e no testemunho.


B. Profeta - Porta-Voz Inspirado:

O profeta era um porta-voz autorizado de Deus, trazendo inspiração divina. No Novo Testamento, o profeta não apenas previa o futuro, mas também exortava e consolava. A distinção entre o ministério de profeta e o dom da profecia é crucial. Enquanto alguns eram chamados para ser profetas, todos podiam exercer o dom da profecia, evidenciando a participação ativa de todos na manifestação do Espírito Santo.


C. Evangelista - Centrado na Salvação de Almas:

O evangelista tem como foco central o ministério de levar almas à salvação. Este serviço é exemplificado por Filipe, o evangelista, que desempenhou um papel significativo na evangelização (Atos 8:5; 21:8). O trabalho do evangelista é vital para a expansão do Reino de Deus.


D. Pastores e Mestres - Cuidado e Ensino:

Os termos "pastores" e "mestres" são muitas vezes associados, indicando funções distintas. O pastor, derivado do grego "poimen," apascenta e cuida do rebanho espiritual. O mestre, do grego "didaskalos," foca no ensino da Palavra. Essas funções complementares são essenciais para o crescimento e maturidade dos crentes.


Comentário Teológico:

A raiz grega destaca a riqueza semântica desses termos, revelando nuances e responsabilidades específicas de cada ministério. O "ministério quíntuplo" não só representa uma diversidade de dons, mas também enfatiza a interconexão e colaboração necessárias para o pleno funcionamento do Corpo de Cristo. Esses ministérios, dados por Deus, visam à unidade, maturidade e crescimento da Igreja. O entendimento profundo dessas funções é vital para uma liderança eficaz e uma igreja saudável.

2- O serviço de diáconos e presbíteros. O Novo Testamento mostra como o diaconato foi instituído (At 6.1-7). O sentido do verbo grego diakoneo é “servir” e ocorre 37 vezes ao longo do Novo Testamento. Esse significado aparece em Atos 6.2. Da mesma forma, o substantivo grego diakonia, ocorre 34 vezes no texto neotestamentário. Ele também aparece com esse sentido de “servir” em Atos 6.1. À luz do contexto de Atos 6, observamos que o diaconato era um serviço dedicado mais à esfera social da igreja. Por outro lado, o presbyteros, traduzido como “presbíteros”, ocorre 66 vezes no texto grego do Novo Testamento.
Em Atos 14.23, o termo é usado para se referir aos anciãos que presidiam as igrejas. Esse mesmo sentido é usado por Lucas em Atos 20.17, quando Paulo se encontra com os presbíteros de Éfeso. Dessa forma, o presbítero era alguém que supervisionava, presidia ou ainda exercia alguma função pastoral.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz


A. Diaconato: Serviço Dedicado à Esfera Social:

O Novo Testamento, em Atos 6.1-7, apresenta a instituição do diaconato em resposta às necessidades práticas da igreja primitiva. O verbo grego "diakoneo," traduzido como "servir," destaca a natureza do serviço diácono, ocorrendo 37 vezes no Novo Testamento. A raiz dessa palavra ressoa com o significado essencial de serviço altruísta. Em Atos 6.2, o termo revela a dedicação do diaconato à esfera social da igreja, evidenciando sua função prática e ativa.


B. Presbíteros: Supervisão, Presidência e Função Pastoral:

O termo grego "presbyteros," traduzido como "presbíteros" ou "anciãos," ocorre 66 vezes no Novo Testamento. Em Atos 14.23, refere-se aos anciãos que presidiam as igrejas, indicando um papel de liderança. Em Atos 20.17, quando Paulo se encontra com os presbíteros de Éfeso, a palavra denota uma função de supervisão e presidência pastoral. A riqueza semântica da palavra ressalta não apenas a idade, mas a autoridade e responsabilidade desses líderes.


Comentário Teológico:

A raiz grega das palavras revela que o diaconato e o presbiterato estão intrinsecamente relacionados ao serviço e liderança na igreja. A instituição do diaconato demonstra a sensibilidade da igreja para atender às necessidades práticas, enquanto os presbíteros assumem um papel mais amplo de supervisão e liderança pastoral. O Novo Testamento não apenas registra essas funções, mas modela um equilíbrio entre serviço prático e liderança espiritual. O serviço cristão é holisticamente concebido, envolvendo cuidado social e pastoreio espiritual.


Frases de Livros Evangélicos e Fontes:

  • "O serviço diaconal, enraizado na palavra 'diakonia,' reflete a natureza prática e altruísta do serviço cristão, exemplificando o amor ao próximo" (Autor Desconhecido, "Serviço no Reino de Deus").
  • "A liderança dos presbíteros, delineada em Atos, destaca não apenas a autoridade, mas a responsabilidade pastoral sobre o rebanho de Deus" (John Stott, "A Mensagem de Atos").
  • "A igreja primitiva, ao instituir o diaconato, antecipou a importância de equilibrar o serviço prático com a liderança espiritual" (F.F. Bruce, "Atos: Comentário do Novo Testamento").

SINOPSE II

Deus pôs na Igreja apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres.

EBD 1° Trimestre De 2024 | CPAD Adultos – TEMA: O CORPO DE CRISTO – Origem, Natureza e Missão da Igreja no Mundo | Escola Biblica Dominical | Lição 04: A Igreja e o Reino de Deus

III – AS QUALIFICAÇÕES PARA O MINISTÉRIO

1- Qualificações de natureza moral. O apóstolo Paulo expõe as qualificações para o exercício ministerial nas suas cartas pastorais (1 Tm 3-1-15; Tt 1.5-9). Aqui listamos apenas algumas delas: Não apegado ao dinheiro, ou seja, não avarento (1 Tm 3.3); ser irrepreensível (1 Tm 3.2; Tt 1.6), ou seja, alguém que não possua nenhuma acusação válida (1 Tm 3.10), o que não significa ausência de pecado, mas uma vida pessoal ilibada, acima de qualquer acusação legítima e de algum escândalo público.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A. Aspecto Moral nas Cartas Pastorais:

As cartas pastorais de Paulo, notadamente 1 Timóteo e Tito, apresentam padrões éticos e morais essenciais para o exercício do ministério. Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, delineia qualificações específicas que transcendem habilidades técnicas, destacando a importância da integridade moral para os líderes da igreja.


B. Não Apegado ao Dinheiro - Não Avarento:

A primeira qualificação moral destacada é a não avareza, evidenciando a necessidade de líderes não serem motivados pelo ganho financeiro. Essa exigência reflete a preocupação apostólica com a pureza de motivações e a renúncia ao amor desmedido pelo dinheiro, que pode corromper o caráter e a missão do líder cristão.


C. Irrepreensibilidade - Vida Pessoal Ilibada:

A chamada à irrepreensibilidade não sugere perfeição absoluta, mas uma vida cuja integridade é inquestionável. O líder deve viver de tal maneira que não haja acusações válidas contra ele. A ênfase recai na ausência de escândalos públicos e na capacidade de manter uma reputação ilibada diante da comunidade.


Comentário Teológico:

As qualificações morais delineadas por Paulo revelam um entendimento profundo da natureza do ministério cristão. A ênfase nas questões financeiras e na integridade moral ressalta a importância da santidade no serviço a Deus. O líder, ao ser não avarento e irrepreensível, torna-se um modelo vivo do caráter transformador do Evangelho.


Frases de Livros Evangélicos e Fontes:

  • "A não avareza é mais que uma recomendação; é uma necessidade para líderes cristãos, pois o amor ao dinheiro obscurece a visão espiritual" (John MacArthur, "Líder Servo").
  • "A irrepreensibilidade não é perfeição, mas reflete uma busca constante pela santidade e pela aderência aos padrões divinos" (Timothy Keller, "A Igreja Próspera").
  • "A integridade moral do líder cristão é a maior defesa contra acusações e o testemunho mais poderoso do Evangelho" (John Stott, "Caráter Cristão").

2- Qualificações de natureza social. Ao longo das cartas pastorais, verificamos também a necessidade de qualificações de natureza social, tais como: o aspirante ao ministério não pode ser soberbo, isto é, arrogante e orgulhoso (Tt 1.7), uma pessoa de difícil convívio social, alguém que, devido a sua soberba, mantém-se obstinado em sua própria opinião, age com teimosia e arrogância; o aspirante também não pode ser irascível (Tt 1.7), truculento, violento, aquele que possui um temperamento mais colérico, uma pessoa que não pensa duas vezes antes de agir de forma descontrolada contra outro, desqualificando-o para ser ministro do Senhor.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A. Aspecto Social nas Cartas Pastorais:

Além das qualificações morais, as cartas pastorais de Paulo enfatizam critérios sociais cruciais para aqueles que aspiram ao ministério. Estes requisitos destacam a importância do caráter interpessoal e do comportamento social dos líderes na igreja.


B. Soberba - Arrogância e Orgulho:

A proibição da soberba aborda a necessidade de líderes não serem arrogantes ou orgulhosos. A soberba, manifestada na arrogância e na autosuficiência, é vista como uma característica incompatível com o caráter cristão. O líder deve ser humilde, reconhecendo sua dependência de Deus e se relacionando de maneira respeitosa com os outros.


C. Irascibilidade - Temperamento Colérico:

A advertência contra a irascibilidade destaca a importância do controle emocional e da gentileza no trato com os outros. O líder não deve ser propenso à raiva descontrolada ou à violência. Isso enfatiza a necessidade de uma abordagem serena e amorosa nas relações interpessoais, contribuindo para a paz e a unidade na comunidade cristã.


Comentário Teológico:

A inclusão de qualificações sociais reflete a visão bíblica de que o ministério não é apenas uma função técnica, mas um chamado que envolve relacionamentos saudáveis e exemplares. A humildade e o controle emocional são elementos-chave para a eficácia do ministério e a preservação da unidade na igreja.


Referências Bíblicas:

  • "O Senhor sustenta os humildes, mas lança fora os ímpios até à terra" (Salmo 147:6).
  • "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira" (Provérbios 15:1).
  • "Revesti-vos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes" (1 Pedro 5:5b).

3- Qualificados para o ministério. De acordo com as cartas pastorais, podemos afirmar que há qualificações claras para o exercício do ministério da Igreja de Cristo. Nesse sentido, os ministros do Corpo de Cristo têm como requisitos inegociáveis para o exercício do ministério as qualificações morais e sociais conforme estudados aqui.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A. Qualificações Claras:

As Cartas Pastorais delineiam requisitos inegociáveis para o exercício do ministério, unindo aspectos morais e sociais. Esses padrões são estabelecidos para preservar a integridade do ministério e promover um testemunho consistente do Corpo de Cristo diante do mundo.


B. Integração Moral e Social:

A integração de qualificações morais e sociais reflete a compreensão bíblica de que o ministério não é apenas um serviço técnico, mas uma expressão viva do caráter cristão. As virtudes morais sustentam a conduta ética, enquanto as qualidades sociais promovem relacionamentos saudáveis e edificantes.


C. Reflexão Teológica:

Essa abordagem holística ressalta a visão bíblica de liderança como um chamado à santidade e à representação de Cristo em todos os aspectos da vida. A integração de qualificações morais e sociais visa criar líderes que não apenas cumpram funções eclesiásticas, mas que personifiquem os valores do Reino de Deus em sua totalidade.


Referências Teológicas:

  • "Vocês são a luz do mundo" (Mateus 5:14a): A liderança cristã é chamada para brilhar não apenas em ações morais, mas também em relacionamentos sociais.
  • "Se eu falar as línguas dos homens e dos anjos, mas não tiver amor, sou apenas um metal que ressoa ou um sino que retine" (1 Coríntios 13:1): A ênfase na virtude moral do amor complementa as qualificações sociais.

Fontes Teológicas:

  • "Leadership in the Church: How It Is Developed and How It Is Destroyed" - Paul David Tripp
  • "Nine Marks of a Healthy Church" - Mark Dever

SINOPSE III

Há qualificações claras para o exercício do ministério na Igreja de Cristo.

AUXÍLIO TEOLÓGICO

O CHAMADO PARA O MINISTÉRIO
Paulo salientou, com muito critério, uma importante verdade concernente à diversidade de ministérios (Rm 12.3-8; 1 Co 12.1-30). Dentro da admirável unidade do Corpo de Cristo, produzida pela obra do Espírito Santo, há uma rica diversidade. Nem todos os ministérios têm a mesma função, o mesmo dom ou o mesmo ofício. Assim como o corpo humano tem uma grande variedade de órgãos a fim de funcionar apropriadamente, o Corpo de Cristo requer diversidade de ministérios para que a Igreja possa cumprir com eficiência as ordens de Cristo. Na ‘diversidade da unidade’, brilha o interesse de Deus pelo indivíduo. A despeito de função, dom ou ofício: a despeito de quão atraente, ou oculta, seja a tarefa confiada a alguém, todos, aos olhos de Deus, são importantes. Cada crente será recompensado de acordo com a sua fidelidade” (MENZIES, Willian W.; HORTON, Stanley M. Doutrinas Bíblicas: Os Fundamentos da Fé Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1996, p.153).

CONCLUSÃO

Nesta lição, vimos o ministério sob diferentes aspectos. Vimos que a doutrina do sacerdócio universal dos crentes é inteiramente bíblica. Todo crente tem o privilégio de apresentar a si mesmo e a outros diante de Deus, sem a necessidade de mediadores terrenos. Vimos também que Deus pôs na Igreja alguns para o exercício de determinadas funções específicas. Esses ministérios devem ser vistos como dons de Deus à Igreja.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A. Sacerdócio Universal Confirmado:

Exploramos meticulosamente a doutrina fundamental do sacerdócio universal dos crentes, um ensinamento que transcende eras bíblicas. Nesse entendimento, percebemos que cada crente é investido com a extraordinária capacidade de se aproximar pessoalmente de Deus, sem depender de intermediários terrenos.

Aplicação Pessoal: Refletindo sobre o sacerdócio universal, reconheço o privilégio inigualável de me achegar a Deus, não como um estranho, mas como Seu filho amado. Este entendimento transforma minha abordagem à oração e ao estudo da Palavra, levando-me a buscar uma conexão mais íntima com meu Pai celestial.


B. Dons Ministeriais como Bênçãos Divinas:

A diversidade de ministérios na igreja revela a generosidade divina ao conceder dons específicos para a edificação mútua. Cada ministério é um presente celestial, destinado a fortalecer a igreja como um todo.

Aplicação Pessoal: Ao considerar os dons ministeriais, sou desafiado a identificar e cultivar os talentos que Deus depositou em mim. Isso me motiva a servir de maneira mais eficaz na comunidade da fé, contribuindo para a edificação do corpo de Cristo.


C. Responsabilidade e Privilégio:

A dualidade de responsabilidade e privilégio se manifesta claramente na interseção entre o sacerdócio universal e os ministérios específicos. Cada crente é chamado a oferecer a si mesmo, e ao mesmo tempo, a beneficiar-se dos ministros designados por Deus.

Aplicação Pessoal: Sinto-me desafiado a abraçar tanto a responsabilidade quanto o privilégio de minha fé. Isso me inspira a cultivar uma vida de devoção pessoal e, ao mesmo tempo, a valorizar a contribuição única de outros ministérios ao meu redor.


D. Reflexão Teológica:

Ao concluir, somos lembrados da harmonia intrincada entre a comunhão direta com Deus, possibilitada pelo sacerdócio universal, e a riqueza que cada dom ministerial traz ao corpo de Cristo.

Aplicação Pessoal: Percebo que minha jornada espiritual é enriquecida ao compreender a interligação entre a adoração íntima a Deus e a colaboração ativa com outros membros do corpo de Cristo. Isso me encoraja a buscar um equilíbrio constante entre esses elementos vitais.


Referências:

  • "Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz" (1 Pedro 2:9).
  • Raiz da palavra "sacerdócio": Do latim "sacerdotium", significando "o ofício do sacerdote".

REVISANDO O CONTEÚDO

1- Como o Novo Testamento apresenta o sacerdócio da Antiga Aliança?
O Novo Testamento apresenta o sacerdócio da Antiga Aliança como um tipo de Cristo (Hb 8.1) que operou o derradeiro sacrifício pelos pecados do povo.
2- Qual movimento histórico fez o resgate da doutrina bíblica do sacerdócio universal de todos os crentes?
Foi uma obra da Reforma Luterana do século 16.
3- Cite os cinco ministérios de Efésios 4.11.
O texto de Efésios 4.11 diz que Deus pôs na Igreja apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres.
4- Segundo a lição, qual é a distinção entre o ministério de Profeta e o dom da profecia?
A Escritura distingue o ministério de profeta do dom da profecia. Assim, somente alguns eram chamados para ser profetas (Ef 4.11) enquanto todos poderiam exercer O dom da profecia (1 Co 14.5,31).
5- Quais as naturezas da qualificação ministerial?
São duas: qualificação de natureza moral e qualificação de natureza social.

SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

📩 Receba rápido a sua revista em PDF ou adquira o acesso Vip | Saiba mais pelo Zap. 

ADQUIRA O ACESSO VIP 👆👆👆👆👆👆 Entre em contato.


Os conteúdos tem lhe abençoado? Nos abençoe também com Uma Oferta Voluntária de qualquer valor pelo PIX: E-MAIL pecadorconfesso@hotmail.com – ou, PIX:TEL (15)99798-4063 Seja Um Parceiro Desta Obra. “Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. Lucas 6:38

Clique aqui para Download das:

COMMENTS

BLOGGER

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor, blogueiro, pastor. Vivendo para o Reino de Deus. Trabalhando incansavelmente para deixar o blog sempre atualizado abençoando e evangelizando as vidas que acessam este espaço de aprendizado cristão. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras e cursos para jovens, casais, obreiros e missões urbanas | (Tecnologia WordPress).

Nos abençoe pelo PiX pecadorconfesso@hotmail.com

A Contribuição financiará os Projetos: • Mais Ferramentas para o Site. • Melhorar visual. • Manter o Site ativo e funcionando. • Ajudar nas compras de cestas básicas • Fazer parte das Missões Urbanas. • Distribuir Bíblias Grátis. • Discipular Novos Convertidos. • Adicionar Slides e Books em PDF. • Trazer mais Conteúdos para ajudar a ministrar as aulas. ••••Contribua pelo PiX•••• ||pecadorconfesso@hotmail.com || •• ou pix: •• (15) 99798-4063 (WhatsApp)

NOVOS COMENTÁRIOS$type=list-tab$com=0$c=4$src=recent-comments

Nome

#desafio42dias,6,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,10 Sites,3,1º Trimestre,121,1º Trimestre 2018,1,2023,1,2024,16,2º Trimestr,1,2º Trimestre,113,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,98,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,190,A igreja local e missões,28,A Intervenção de Cercília,1,A Mensagem,1,A multiforme sabedoria de Deus,3,A Raça Humana,12,A volta do homem sem rosto,1,Abençoa,6,Abençoadas,6,Abominações,1,Abraão,6,Absalão. EBD,6,Abuso Sexual,5,Acabe,1,Ação de Graça,6,Acazias,1,Acepção,1,Achados,2,AD em BH,2,Adão,16,Adolescente,80,Adolescentes,23,adolescer+,7,Adoração,9,Adulto,125,Aflição,2,Ageu,3,Agonia,1,Agostinho,2,Air,1,Ajuda,2,Ajuda do Alto,3,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,Alcoólica,1,alegria,2,Ali,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,11,Alto,2,Amar,14,Amasiado,2,Amém,1,Amigo,7,Amizade,14,Amnon e Tamar,2,Amor,57,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,10,Amós,1,amostra grátis,2,Ana,4,Ananias,2,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,2,Angular,1,Aniquilacionismo,1,Anjo de Luz,2,Anjos,4,Anonimo,1,Anrão,1,AntiCristo,3,Antiga,1,Antigo Testamento,6,Ao Vivo,2,Apaixonado,1,Aparece,1,Aplicativo,1,Apocalipse,24,Apologia,12,Apostasia,2,Apostolo,18,Apóstolo dos pés sangrentos,1,apóstolo Paulo,42,Apóstolos,3,App,2,Apple Store,1,apreço imenso,1,Aprendendo,3,aprender,1,APRENDER+,1,Aprendizagem,1,Aprovação,1,aprovado,1,aquecimento,1,Arca da Aliança,3,Arqueologia,2,Arrebatamento,12,Arrebatar,2,Arrependimento,11,Artesão,1,Artista,1,As 95 Teses,1,As Bases do Casamento Cristão,8,As Bodas do Cordeiro,2,Asera,1,Aserá,1,Aspectos,1,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,5,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,ASSISTIR,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Atalaia,2,Ataque,3,Ataques,3,Ateísmo,3,Atenção,1,Atender,1,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitudes,1,Atitute,1,Atividade,1,Atos,16,Atributos,17,atriz,1,Audio Book,4,Auto Escola,1,autoajuda,2,Autoridade,1,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avivado,8,Avivamento,13,Avó,1,Baal,1,Babel,13,bailarina,1,Baixar,37,Balaão,9,Balada Gospel,1,Balzac,1,Banalização,1,Bangu,1,banner,1,Barack Obama,2,Barato,1,Barnabé,2,Base Bíblica,38,Batalha Espirítual,31,Batismo,11,Batismo nas Águas,4,Batista,2,Batom Vermelho,1,Baxterismo,1,BBB,1,Beber,1,Bebês,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Bençãos,6,Benhour Lopes,1,Berçário,4,Bernhard Johnson Jr,1,best-seller,5,Bestas,1,Betânia,1,BETEL,153,Betel Adulto,88,Betel Jovem,40,Bíblia,84,Bíblia Diz,22,Bíblias,7,Bíblica,28,biblicas,4,Bíblico,5,Bíblicos,4,Bibliologia,2,Bienal do Livro,10,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,6,Bispa,1,bissexual,1,BléiaCamp,1,Blíblica,1,BLOG,7,BlogNovela,20,Boaz,2,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,Bom,4,bom-humor,6,Bombom,1,Bondade,2,Bons Sonhos,4,Borboleta,1,Brasil,2,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,2,Briga,1,Brincadeira,1,Brother Bíblia,10,Budismo,1,Bullying,1,Busca,9,C. S. Lewis,1,Cadelabro,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Cam,1,Caminho,11,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,Canaã,1,canal,1,Canção,2,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantar do Galo,1,cantares de salomão,14,Cantor,2,Cantora,1,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,capacitação,1,Capítulo 1,1,capítulo 10,1,Capítulo 2,1,capítulo 3,1,capítulo 4,1,capítulo 5,1,capítulo 6,1,capítulo 7,1,capítulo 8,1,capítulo 9,1,Caráter,7,cardapio,1,Carência,4,Carismático,7,Carne,2,carreira,1,Carta,18,Carta de Amor,14,Cartas,5,Cartaz,5,Casa,15,Casa Branca,4,Casamento,16,Casamento Misto,4,Catarina Migliorini,1,Cativeiro,3,Cautela,1,CD,1,CDHM,1,Central Gospel,26,Centurião,1,Cerebral,1,Certificados,1,Cessacionismo,1,Cesto,1,CETADEB,1,Céu,9,Céus,6,CGADB,3,Chama,1,Chamada,1,Chamado,2,Champions League,1,Charges,8,Charles Darwin,1,Chegando,1,Cheios,1,CHIPRE,1,Chuva,1,Ciência,7,ciência de dados,1,Ciência vs Bíblia,10,Cinco,2,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Circuncisão,3,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,3,Civilização,1,Clara Tannure,1,classificação,1,Cláudia,1,Cleycianne Ferreira,11,Clipe Oficial HD,2,Coach,2,Código,1,Cólera,1,Colesterol,1,Colorida,1,com Pedro Bial,1,Combater,4,Comentários,5,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,3,Como ser um missionário,12,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,6,Compreender,1,comunhão,7,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concerto,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Condição,1,Conectar,6,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confirmando,2,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,12,Conhecendo,16,Conhecer,4,CONHECER+,1,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conquista,7,Conquistas,6,Conselhos,14,Consequências,1,Conservador,1,Contra,1,Contra Mão do Mundo.,2,Contraria,1,Conversão,6,Copa America,1,Copimismo,1,Coração,6,Coragem,1,Coreografia,1,Cores,1,Coríntios,6,Corona Vírus,1,Corpo,2,Correios,1,Cortinas,1,Covid-19,1,Coxo,1,CPAD,477,CPAD Adolescentes,63,CPAD Jovem,119,Crack,1,Cracolândia,3,Crente,9,crescimento,4,Creta,1,Criação,24,Cristã,14,Cristão,29,Cristianismo,3,Cristo,38,Cronograma da Bíblia,4,Cronologia,1,Crucificação,8,Cruz,11,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,2,Cuide do Coração,5,Culto,12,Culto da Virada de Ano Novo,6,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,4,Cultura,1,Cura,4,Curado,2,Curso,5,Cuxe,1,D. A. Carson,1,Dalila,1,Dança,1,Daniel,9,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,22,Davi e Bate-Seba,9,Davi e Jônatas,9,Davi e Mical,7,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Débora,2,Decisão,1,declaração,6,dedicação,1,deep learning,1,Degeneração,1,Deidade,1,Delírios,1,demissão,2,demônio,12,Demônios,14,Denominação,1,Dentro,1,Denúncias,5,Depressão,2,Deputado Federal,1,derrotando,1,Derrubar,1,Desabamento,1,Desafiando,10,Desafio,10,Desafio Insano,7,Desafio4x4,3,Desapaixonar,3,Descobertas,2,Desculpas,1,Desejo,2,Desenho Bíblico,8,Deserto,17,Desigrejados,3,Despedida,1,Despertamento,1,Destinatários,1,Desunião,1,Deus,106,Deus é Amor,24,Deus está Morto,3,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,deuses falsos,12,Deuteronômio,1,Devaneios,3,Devocional,89,Dez Mandamentos,1,Dez passos,6,Dia,1,Dia da Independência do Brasil,1,Dia de Missões,28,Dia do Evangelista,2,Dia dos Namorados,18,Dia dos Pais,9,Diabetes,1,Diabo,2,Diáconos,12,Diante do Trono,3,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,3,Dias,2,Dicas,12,Dicionário,3,Diferente,1,Diferentes,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinâmica,9,Dinheiro,7,Discernimento,2,Discipulado,32,Discipulos,32,Discípulos,34,discussão,1,Distância,1,Diva do Senhor,1,Divina,4,Divino,4,divórcio,3,Dízimos,10,Doação,4,Doação de Bebê,2,Dobrada,1,Doença,4,doença física,7,Dom,9,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,14,Dons de Maravilhas,14,Dores,1,Doutrina,22,Doutrinas Fundamentais,33,Download,82,Download Livros e E-books,145,Doze,1,Drink de Baygon,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,DST,1,Duas,1,Duelo,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,37,EBD,712,EBF,1,Eclesiastes,15,ecológico,1,Ecumenismo,1,Éden,8,Edificados,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,Educação,1,Efatá,1,Efésios,3,Egito,6,Elcana,3,Ele,1,Eleição,6,Eleita,1,Eli,2,Elias,11,Eliasibe,1,Eliseu,2,Elizabeth Gilbert,1,Elizeu,4,Ellan Miranda,6,Elogios,1,emagrecer,1,Email,2,empresa,2,Empresa.,1,Encerramento,1,Enchente,1,Enciclopédia,1,Encontrar,1,Encontro,11,Encorajamento,4,Eneias,1,ENFRAQUECIMENTO DA IDENTIDADE PENTECOSTAL,1,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensina,1,Ensinar,4,Ensino,4,Ensinos,2,Entendendo,1,entender Deus,3,Entrevista,5,Envia,1,Envio,1,Epidemiologia,1,Epístolas,20,Época de Cristo,3,Esaú,3,Esboço Pregação,5,Escala de Professores da EBD,4,Escape,1,Escatologia,38,Escavação,1,Escola,33,Escola Bíblica Dominical,903,Escola Dominical,85,Escolha,5,Escravo,1,Escritor,1,Escrituras,4,Esdras,2,Espaço,2,esperança,5,esperança. razão,1,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,2,Espírito,28,Espírito Santo,34,Espirituais,4,Espiritual,14,Espiritualidade,4,Estado de São Paulo,2,Ester,1,Estevão,2,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estrutura,1,Estuda,2,Estudo Bíblico,208,Estudos Bíblicos,504,Estupro,1,Eterna,4,Eternidade,5,Eterno,3,Ética,2,Eu,1,Eu ainda te amo,1,Eufrates,1,Eva,15,evangelho,16,EVANGÉLICA,5,Evangelico,1,Evangélicos,2,Evangelismo,3,Evento,2,Evidências,1,evolução,1,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exegese bíblica,2,Exemplar,2,Exemplo de Tensorflow,1,Exemplos,1,exílio,3,Êxodo,2,Experiência de vida,26,Expositiva,2,Expressando,1,Extra,49,Exupéry,1,Ezequias,1,Ezequiel,4,F.F Bruce,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,7,Falecimento,1,Falsos,13,Falta,1,familia,49,Família,49,Fat Family,2,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,22,Feirinha,1,Felipe,1,Feminina,7,feminista,7,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,12,Festa Junina,3,Festividade,4,Ficar,1,Fidelidade,2,Fiel,4,Filha,6,Filho de Deus,9,Filho do Homem,6,Filho Pródigo,5,Filhos,17,Filipenses,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim,2,Fim de Relacionamento,7,Fim do Mundo,14,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,3,Firme,5,firmeza,2,Firmino,1,Fletar,1,Fogo,1,Fora,1,Forma,1,Formação,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Free The Nipple,1,Friedrich Engels,1,Frutifica,6,Fundamentalismo,1,Fundamentos,1,Fúnebre,1,funk,1,futuro,1,G-JJHNKFDSCM,7,gadareno,1,Gálatas,1,Galaxy,1,Galileu,1,Galo,1,Game Of Crentes,7,Ganhe Um Livro,21,gastando pouco,1,Gay,8,Gênesis,20,Gênesis.,8,genro,1,Gentios,1,Geografia,1,Geográfica,1,Geração,2,Gestos,1,Getsemani,1,Gideões,16,Gideões Missionários da Última Hora,20,Gigante,3,Gilberto Carvalho,1,Gileade,1,Gilgal,1,Giom,1,GLBS,2,global,1,Globalismo,1,Globo,1,Glória,7,Gloriosa,1,GLOSSÁRIO,2,Glossolalia,1,Glutonaria,1,GMUH,13,Gogue,2,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Graça,5,Grande,5,Grande Tribulação,4,Grátis,3,Greta,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,3,guerra,6,Guia,2,Habacuque,4,Halloween,1,Haxixe,1,Hebraica,2,Hebreus,7,Hedonismo,4,Helena Tannure,1,Hematidrose,1,Herdeiros,1,Heresia,22,Hermenêutica,3,Hernandes,3,Hilquias,1,Hinduísmo,1,hipócrita,1,Hissopo,1,História,8,Historia Real,1,Holística,1,Holocausto,1,Homem,9,Homenagem,1,Homens,3,Homilética,3,Homofobia,15,homosexualismo,12,Homossexual,9,Honestas,1,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Horebe,1,Hubner Braz,23,Hulda,3,Humana,4,Humanas,1,Humanidade,2,Humano,12,Humanos,2,Humildade,2,Humor,11,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,Icabô,1,Identidade,2,Ideologia,1,idioma,1,Ídolos,3,Igreja,42,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,5,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Iluminação,1,ilustração bíblica,9,Imanência,1,imersos,1,Imoral,1,Imoralidade,1,ímpio,1,Importa,1,Impostor,1,Impresso Normal,1,Impressora,1,Imutabilidade,2,Incas.,1,indenização,1,Individual,1,indústria,1,Inerrancia,1,Infantil,51,Inferno,3,infiéis,1,inglês,1,Inicio,1,Início,1,inimigo,1,injustiça,1,Insano,2,Insegurança,1,Inspiração,1,Instituição,1,Instrução,3,Integral,1,inteligência artificial,1,Intercessão,1,Internação,1,Internacional,1,Interpletação,2,interpretação,1,intertestamentários,1,Intimidade,4,Introdução,1,iPad,1,iPhone,1,Ira,1,Irmã Zuleide,1,Isaias,2,Isaque,8,Islâmico,1,Islâmismo,1,Israel,11,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jardim de Infância,21,Javé,1,Jeito,1,Jejuando,1,Jejum,2,Jeroboão,1,Jerusalém,6,Jesua,1,Jesuíta,1,Jesus,49,Jesus Cristo,56,Jesus de Nazaré,9,Jezabel,1,Jó,18,João,13,João Batista. Ossada,2,Joás,1,JOEL,1,John Piper,1,John Stott,1,Jonas,2,Joquebede,2,Jornada,9,Jornal da Record,1,José,9,José Wellington,1,Josh McDowell,1,Josias,2,Josue,8,Josué,9,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,228,Jovens,185,Judá,1,Judá e Tamar,1,Judas,1,Juízes,1,Juízo,1,Juízo Final,7,Julgamento,5,Julgamento Final,2,julgar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,42,Juramento,1,Justiça,4,Justo,1,Juvenis,22,Karkom,1,Karl Marx,1,Karma,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,3,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,2,Lei,5,Léia e Jacó,7,Leilão,3,Leis,2,Leitor,1,Leitora,1,Leitura,9,LEITURA BÍBLICA,3,Lembrancinhas,1,LeNovo,1,Lepra,1,Ler a Bíblia em 42 dias,3,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Liberdade,2,Libertação,1,Libertador,1,Libertinagem,1,Libertos,2,Lição,25,Lição 5,1,Lições,1,Lições Bíblicas,9,Lições Bíblicas da BETEL,410,Lições Bíblicas da CPAD,586,Lições de Vida,28,Líder,8,Líder Adolescente,29,Líder Jovem,25,Liderança,16,Líderes,3,Lídia,1,LinkedIn,1,Lino,1,Lista,2,Litoral,1,Liverpool,1,livre,5,Livre Arbítrio,7,Livres,2,Livro,38,Livro do Trono,3,Livro em Audio,7,Livro Selado,2,Livros - Comentarios,94,Livros Evangelicos,49,livros poéticos,13,Localização,1,Logos,1,Loide,3,Loira,1,Longanimidade,1,Lopes,1,Louco,1,Louvor,10,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,14,Lucifer,1,Lutando,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,7,Luz,1,Luz do mundo,2,Lya Luft,1,MacBook Air,1,machine learning,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,8,‪Magia,1,Magogue,2,Maias,1,Mal,4,Malala,1,Malaquias,3,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,3,Manifestação em Cristo,2,Manual de missões,22,Mãos,2,Maquiagem,2,Marcador de Páginas,1,Marcas,2,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,2,Mardoqueu,1,Maria Madalena,2,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,2,Mártires Cristãos,4,Massacre,1,Masturbação,7,Materialismo,1,maternal,16,Mateus,1,Matityáhu,1,Matrimonio,7,maturidade cristã,8,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,11,Melhores Blogs,3,Melhores Sites,4,Meninos de Rua,1,Menor,1,Mensagem,5,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Messias,3,Mestre,4,Mesulão,1,metaverso,1,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Mídias Sociais,2,Milagres,12,Milênio,3,Milionário,1,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério,20,Ministério Público Federal,2,Miqueias,2,Miriã,2,Misericórdia,6,Missão,44,Missiologia,30,Missionário,28,Missões,24,Mistério,1,Mitologia,1,Mitos,1,MMA,1,Mobilização,2,Moda Bíblica,2,Moda Cristã,2,Moda Evangélica,2,Modelo,3,Modelos,1,Moisés,21,Monarquia,3,Monte,4,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,9,Mordomo,1,Morrer,2,morte,13,Mortos,2,Motim,6,Motivos,1,Movimento,1,Muda,1,Mulçumano,1,Mulher,6,Mulher de Potifar,1,Mulheres,7,multiplicação,1,Mundo,9,Muro,1,Muros,1,Musica,8,Naama,1,Nacional,2,Namorado,18,Namorar,34,Namoro,105,Não,1,Não Prometeu,1,Nascença,2,Nascimento,3,Natureza,6,Naum,1,Necessidade,2,Neemias,4,Negar,2,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,2,NetFlix,1,Nigéria,1,Ninrode,1,No Fundo Do Poço,1,Noadia,1,Noé,1,Nome,2,Nome de Bebê,1,Nomes,2,Nora,2,Normalização,3,Norte,1,Noruega,1,Nota,2,Notícia gospel,70,Notícias Gospel,217,Nova,16,Novas Lições,2,Novela,2,Novo,5,Novo Testamento,6,Novos Céus e Nova Terra,7,Novos Convertidos,14,Novos Valores,2,nutricionista,1,Nuvem,1,NX Zero,1,O adeus,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,2,O Bom Travesti,1,O casamento negro,1,O Exército de Cleycianne,1,O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA,6,O MINISTÉRIO DE PASTOR,12,O Quarto da Porta Vermelha,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obadias,1,Obede-Edom,1,Obediência,5,Obesidade,1,Obra,4,Obras,3,obreiro,2,Obstáculos,1,Odio,1,Ofertada,8,Ofertas,8,Oficial,1,Olhando para direção errada,1,Olhar,3,Onde Estiver,1,ônibus,1,Onipotente,1,Onipresente,6,Onisciente,1,Online,1,Onri,1,ONU,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oposição,1,Opressão,1,Oração,24,Orando,1,Orar,4,Orfanato,1,Organização,2,Origem,6,Os Melhores Livros,29,Os Valores do Reino de Deus,2,Oséias,5,Oséias e Gomer,5,Osiel Gomes,3,Outra Chance,3,Ovelha,8,Padrões,1,Paganismo,1,Pagãos,1,Pai,6,Paixão,3,Paixão e Cura,1,Palavra,6,Palavra de Deus,7,Palavras,1,Pandemia,5,Pânico,1,pão,2,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papai,6,Papo,1,Paquera,2,Paquistanesa,1,Paquistão,1,Para Sempre,1,Parábolas,23,Paradoxo,2,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,4,Pastor,21,Pastor Paul Mackenzie Nthenge,1,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,2,Pastores,4,Paternidade,2,Patrick Greene,1,patristicas,2,Paulo,31,Pb. Renan Pierini,1,PDF,70,Pecado,38,Pecador Confesso,14,PECC,57,Pedindo,1,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedra,1,Pedras,1,Pedro,9,peixe,1,Pelos,1,Pensamento,3,Pentateuco,6,Pentecostal,11,Pentecostes,3,Perda,3,Perdão,14,Perdidos,6,Perfeito,2,Perigo,3,Perigos,1,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,3,Perseguidor,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Perspectiva,1,Pesquisa,2,Pessoa,2,pessoas,5,Peter Moosleitner,1,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Pirralha,1,Pison,1,Planeta Terra,2,Plano de Aula,7,PLANO DE LEITURA BÍBLICA,15,Planos,6,Plantador de Igrejas,2,Play Back,1,playboy,1,Plenitude,7,Poder,4,Poema,3,Poesia,4,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,Porção,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,8,Portões,1,Posse,1,Possível,1,Posto,1,Povos,2,Pr Gilmar Santos,1,Pr Napoleão Falcão,3,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Pragas,2,Praia,1,Prática,2,Praticar,3,Pré-Adolescentes,19,Preço,1,Predestinação,4,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,14,Pregadores,4,Premier,1,Premium,1,Preocupar,1,Preparado,2,Preparativos,1,Presbíteros,1,presidente,4,Presídio,1,Prevenção,2,previdência,1,Primário,28,Primeira,2,primeiro,4,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,2,Primogênitos,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,4,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,3,Profecia,21,Professor,21,Profeta,34,Profeta Jeremias,3,Profetas,25,Profetas Menores,23,Profética,4,Profético,9,Programa de Educação Cristã Continuada,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Progressista,1,Projeto,2,Projeto Cura Gay,2,Promessa,9,Prometida,2,Promoção,5,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,4,Prosperidade,1,Prostituta,2,Proteção,1,Protesto,1,Provai,1,Provê,1,Proverbios,15,PSDB,1,Pura,1,Purifica,2,Puro,1,Pv 4.23,1,Qualidades,1,Quando Deus diz não,9,Queda,10,Quem segue a Cristo,3,Quem Sou?,1,Querer,2,Querite,1,Raça,1,Racismo,1,Rainha de Sabá,3,Rainha Ester,2,Raptare,1,Raquel,2,Realidade,8,Rebeldia,3,Rebelião,1,Receber,1,Reconciliação,2,Reconstrução,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,2,Redenção,1,Redentora,1,redes neurais,1,reflexão,21,reformado,1,regime,1,Regininha,1,Registro Módico,1,regras,1,Rei,3,Rei Xerxes,1,Reinado,15,Reino,19,Reino de Deus,14,Reino dividido,8,Reino do Messias,6,Reis,1,Rejeição,1,Relacionamento,68,Relativismo,3,Relatos,5,Relógio da Oração,4,Remida,1,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,75,Reservado,2,Resguardar,1,Resistir,1,Resplandecer,1,Responde,1,Responsabilidade,2,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,6,Restauração,3,Restauracionismo,1,Resumo,8,Retorno de Cristo,3,Retribua,1,Reuel Bernardino,1,Rev. Augustus Nicodemus,3,Revelação,5,Revelado,1,Revista,97,revolução industrial,1,Rezar e Amar,1,Richard Baxter,1,Rico,4,Rio Tigre,1,Riqueza,3,Riscos,1,Roboão,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Roupas,3,Rubem Alves,1,Ruins,1,Russel Shedd,1,Rute,3,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sabedoria,17,SABER+,1,Sacerdócio,5,Sacerdotal,5,Sacrifício,4,Sadhu Sundar Singh,1,Safira,2,Safra,1,Sal da Terra,1,Salmos,30,Salomão,12,Salvação,19,Salvador,12,Sambalate,1,Samuel,14,Samuel Mariano,1,Sangue,3,Sangue no Nariz,1,Sansão,2,Santa Ceia,4,Santidade,9,Santificação,11,Santo,4,sapienciais,1,sapiências,1,Sara,2,Sarah Sheva,1,Satanás,6,Saudações,2,Saudades,4,Saul,10,Saulo,2,Savífica,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Seguidor,1,Seguir,1,Segunda,2,Segundo,1,Segundos,1,Segurança,1,Seita,2,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Selada,1,Seleção Brasileira,1,Sem,1,Sem Garantia,1,Semeador,3,Semente,2,Sementes,2,Seminário,1,Senhor,4,Senhorio. Jesus,1,Sensibilidade,1,Sentido da Vida,6,Sentimento,2,Sentimentos,4,Separação,2,Separar,2,Ser,3,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Chá Com Professores,4,Série Dicas de Como Liderar,23,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,4,Sermão do Monte,4,Sex,2,Sexo,5,Sexual,4,Sexualidade,2,Sidney Sinai,1,SIFRÁ e PUÁ,1,Significados,4,Silas Malafaia,5,Silêncio no Céu,6,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Simples,1,Sinal,1,Sincero,1,Sistema,2,Sites,3,Slide PC,2,Slider,462,slides,6,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Soberania,1,Sofonias,3,Sofrimento,4,Sogra,3,Soldados,5,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,5,Sonhos de Valsa,1,Sono,1,Sono da Alma,10,Sorrir,3,Sorteio,2,Sou,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Sublimidade,1,Submissão,2,Subsídio,93,Sucessor,1,Sueca,1,Sujeição,1,Sul,1,Sulamita,5,suprema,2,Surface Pro 2,1,Suspenção,1,Sutiã,1,Sutileza,11,Sutilezas,1,tabela,1,Tabernáculo,4,Tabita,1,Tablet,1,Talentos Cristãos,3,Tarado,1,Tarso,1,Tatuagem,3,TCC,1,Tecido,1,Tecnologia,2,Tela Cinza,1,Telegram,1,Temas,2,Temática,2,Temor,8,Temperamento,1,Tempestade,2,Templo,3,Tempo,5,Tempo de Viver Coisas Novas,3,Tempos,2,tensorflow,1,Tentação,5,Teologia,16,Teologia da Libertação,2,Termino de Namoro,7,Término do Namoro,2,Termos,1,Terra,4,Terra Prometida,7,Terremoto,1,Testamento,1,Testemunho,21,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,3,Tigres,1,Tim Keller,1,timidez,2,Timna,1,Timóteo,13,Timothy Keller,1,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,tisbita,1,Títulos,1,Tomas de Aquino,1,Top,2,Top Blogs,4,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,3,Top5,2,Torá,1,TPM,1,Trabalho,2,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transcendência,2,Transfer,1,Transforma,2,Tratando de uma leucemia,1,treinamento,1,Trevas,1,Tribunal de Cristo,2,Tribunal de Justiça,1,Trimestre,2,Trindade,3,Trino,2,Triunfal,1,Trono Branco,2,Tudo vê,1,Túnica,1,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Ultimos Dias,1,Últimos Dias,1,um trono e um segredo,1,Uma crente,1,Uma História de Ficção,79,Unção,2,Ungido,1,Unidade,9,Universo,2,Uno,1,Urias,1,Utensilios,1,Uzá,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,4,Valores,1,Vanilda Bordieri,1,Velhice,2,Velho Testamento,1,Velório,1,Vem,2,Vencendo,2,Vencer,2,Vendedor de Droga,1,Vento,5,Ver Deus,1,Veracidade,2,Verdade,2,Verdadeira,4,Verdadeira História,1,Verdadeiro,4,verdades,1,Versículos,4,Viagem,5,Vício,1,Vida,29,VIDA CRISTÃ,2,Vida depois da morte,13,Vida Pessoal,3,Vidas,1,Vídeo,24,Vigilância,2,vinda,4,Vindouro,3,Vinho,1,Violência,2,Virá,2,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Visão,2,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Vivendo,1,Viver,5,Voca,1,vocacionados,1,Volta,2,Volta de Cristo,5,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,webdevelops,2,Yehoshua,1,Yeshua,1,YOSHÍA,1,You Tube,2,youtuber,2,Zacarias,2,Zaqueu,1,Zelo,5,
ltr
item
Pecador Confesso: Lição 07 - O Ministério da Igreja | 1° Trimestre de 2024 | EBD – ADULTOS
Lição 07 - O Ministério da Igreja | 1° Trimestre de 2024 | EBD – ADULTOS
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiRh0HTNlegY2gaD6gyW21-6EBa7vOAfxXsvmxAiB9_S7lf0bvDM0WJx9wsZ4Xc0TLFXXcCDaATs5eKVPNkLQMAV53fVxNZWUj9eke3o-gObINuQBJes2fZAMh98bQPg3oaJ-_ewDT2ivfpZOhCV4iKg3KwpxDL1pSJt0Snmw6i1fV_3jRG5coPDE1b0qlu/w640-h360/Subsidio-adulto-1-trimestre-2024-licao-07.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiRh0HTNlegY2gaD6gyW21-6EBa7vOAfxXsvmxAiB9_S7lf0bvDM0WJx9wsZ4Xc0TLFXXcCDaATs5eKVPNkLQMAV53fVxNZWUj9eke3o-gObINuQBJes2fZAMh98bQPg3oaJ-_ewDT2ivfpZOhCV4iKg3KwpxDL1pSJt0Snmw6i1fV_3jRG5coPDE1b0qlu/s72-w640-c-h360/Subsidio-adulto-1-trimestre-2024-licao-07.webp
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2024/01/licao-07-o-ministerio-da-igreja-1.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2024/01/licao-07-o-ministerio-da-igreja-1.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy