Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior | 3° Trimestre de 2023 | EBD ADULTOS

TEXTO ÁUREO (subsídio atualizado diariamente) “Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, con...


TEXTO ÁUREO(subsídio atualizado diariamente)

“Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia.” (2 Co 4.16)

COMENTÁRIO EXTRA:

- não desfalecemos: Paulo usa um forte termo grego que se refere a urna pessoa entregar-se a uma rendição covarde. Não foi essa a maneira como Paulo respondeu aos contínuos ataques enfrentados por ele. A tarefa de ministrar a nova aliança era nobre demais para que ele pudesse desanimar (Gl 6.9; Ef 3.13). Urna vez que Deus o tinha chamado para proclamá-la, Paulo não podia abandonar o seu chamado. Ao contrário, ele confiou em Deus para fortalecê-lo (At 20.24; 1Co 9.16-17; Cl 1.23,25).
- nosso homem exterior se corrompa: Nosso corpo físico está em processo de decomposição e, por fim, morrerá. Superficialmente, Paulo estava se referindo ao processo normal de envelhecimento, mas com a ênfase de que o seu estilo de vida acelerava esse processo. Conquanto não fosse idoso, Paulo desgastou-se no ministério, tanto pelo esforço e ritmo que mantinha quanto pela quantidade de açoites e agressões que havia recebido de seus inimigos (2Co 6.4-10; 11.23-27). 
- exterior (grego. exo) homem (grego. anthropos, App-123.) Esta expressão ocorre apenas aqui. É uma das partes traseiras da natureza antiga. Compare Romanos 6:6; 1 Coríntios 2:14; Efésios 4:22; Colossenses 3:9.
- perecer = é corrompido ou destruído, diaphtheire grego . Ocorre em outro lugar, Lucas 12:33; 1 Timóteo 6:5; Apocalipse 8:9Apocalipse 11:1.
- para dentro . Grego. depois. Em Romanos 7:22; Efésios 3:16, a palavra é eso.
- homem interior: A alma de cada cristão, ou seja, a nova criatura — a parte eterna do cristão (Ef 4.24 ; Cl 3.10).
- se renova: O processo de crescimento e amadurecimento do cristão está ocorrendo constantemente. Enquanto o corpo físico está se decompondo, o ser interior do cristão continua a crescer e a amadurecer à semelhança a Cristo (Ef 3.16-20).
- renovado . Grego. anakainoo Somente aqui e Colossenses 3:10 .

VERDADE PRÁTICA

Por instrumentalidade do Espírito Santo, os salvos experimentam a renovação interior em meio às adversidades externas.

COMENTÁRIO EXTRA:

A obra do Espírito Santo na vida do crente é fundamental para a sua transformação interior, capacitando-o a enfrentar as dificuldades e desafios que surgem no mundo exterior.

A Bíblia nos ensina que, ao aceitarmos Jesus como nosso Salvador e Senhor, o Espírito Santo passa a habitar em nós (1 Coríntios 3:16). Essa presença divina em nossas vidas nos capacita a viver uma nova vida em Cristo, deixando para trás o velho homem dominado pelo pecado e experimentando a renovação interior (Efésios 4:22-24). O apóstolo Paulo ressalta essa realidade ao afirmar: "Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação; as coisas antigas já passaram, eis que tudo se fez novo" (2 Coríntios 5:17).

A renovação interior é um processo contínuo e progressivo, conduzido pelo Espírito Santo em nossas vidas. É por meio dessa obra transformadora que somos capacitados a viver uma vida santa e a enfrentar as adversidades externas de maneira fiel e perseverante. Paulo nos exorta a não nos conformarmos com os padrões deste mundo, mas a sermos transformados pela renovação da nossa mente, para que possamos discernir qual é a vontade de Deus (Romanos 12:2).

Autores cristãos ao longo da história têm abordado a obra do Espírito Santo na renovação interior dos crentes. Um exemplo é o teólogo reformador João Calvino, que enfatizou a atuação do Espírito Santo na regeneração do coração humano e na santificação do crente. Em sua obra "Institutas da Religião Cristã", Calvino explora profundamente a obra do Espírito Santo na vida do cristão.

Além disso, a literatura devocional cristã, como os escritos de A.W. Tozer, C.S. Lewis e Watchman Nee, também aborda o tema da renovação interior pelo Espírito Santo. Esses autores destacam a importância de buscar a comunhão íntima com Deus e permitir que o Espírito Santo trabalhe em nossos corações, aprofundando nossa fé e fortalecendo-nos para enfrentar as adversidades do mundo.

Em suma, a renovação interior pela atuação do Espírito Santo é uma realidade essencial na vida do cristão. É por meio dessa obra transformadora que somos capacitados a viver de acordo com os princípios e valores do Reino de Deus, superando as adversidades e testemunhando o amor e a graça de Cristo ao mundo. A busca por essa renovação deve ser constante, através da oração, meditação nas Escrituras e comunhão com Deus, para que possamos viver uma vida cristã autêntica e frutífera.
Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)


LEITURA DIÁRIA

Segunda – 2 Co 4.7 O tesouro do Evangelho guardado em vasos de barro
Terça – 2 Co 1.9,10 da fé As provações na vida de Paulo forjaram a sua confiança em Deus
Quarta – Jo 14.16,17 O Espírito Santo habilita o cristão a vencer n a adversidade
Quinta – Fp 3.13,14 A adversidade impulsiona o cristão a prosseguir na jornada da fé.
Sexta – Hb 11.1 O apelo da Escritura ao exercício da fé bíblica
Sábado – Ez 22.30 A busca do Espírito de Deus por crentes que tomam posição contra o mal

Hinos Sugeridos: 5, 186, 330 da Harpa Cristã
--------------------------------------------------------------
📥 ADQUIRA O SLIDE DA AULA => CLIQUE AQUI

Este blog foi feito com muito carinho 💝 para você. 

Ajude-nos 🙏. Não leva nem 30 segundos.

Basta clicar em qualquer ANÚNCIO e você estará colaborando para que esse blog continue trazendo conteúdo exclusivo e de edificação para a sua vida. Pode ser também uma oferta voluntária no pixpecadorconfesso@hotmail.com

--------------------------------------------------------------
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: 2º Coríntios 4.11-18

11 – E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também em nossa carne mortal.
12 – De maneira que em nós opera a morte, mas em vós, a vida.
13 – E temos, portanto, o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri; por isso, falei. Nós cremos também; por isso, também falamos,
14 – sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus e nos apresentará convosco. 
15 – Porque tudo isso é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, torne abundante a ação de graças, para glória de Deus. 
16 – Por isso, não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. 
17 – Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente, 
18 – não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não vêem ; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.

COMENTÁRIO EXTRA: Fonte: Bíblia de Estudo do Expositor

11 pois nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus (o Espírito Santo nos proporciona até à morte de Cristo, que nos garante os benefícios do Calvário [Rom. 6: 3-5]) , que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal. (Temos vitória por exercer fé na cruz, o que nos garante a vida de Cristo [Gl. 2:20 ].)
12 Assim, pois, a morte opera em nós, mas a vida em vós. (A "morte" Paulo fala aqui refere-se à morte de Cristo no Calvário, e seus benefícios como jogado fora em sua vida. Ele pregou isso para os outros, que trouxeram vida ao eles também.)
– UM MINISTÉRIO FIEL –
13 Ora, temos o mesmo Espírito (Espírito Santo) da fé (em Cristo e a Cruz), de acordo como está escrito (Sl 116:10) , eu acreditava, e por isso falei (por isso o salmista disse); também nós cremos, por isso também falamos (acredito que Cristo fez na cruz e, assim, falar essas palavras de Fé);
14 Sabendo que Ele (Deus Pai) que ressuscitou o Senhor Jesus, nos ressuscitará a nós com Jesus (a Ressurreição, se vivo ou morto), e deverá apresentar -nos com você (a grande assembléia!) .
15 Porque todas as coisas são por amor de vós (o que Jesus fez na Cruz) , que a Graça abundante pode, através da ação de graças de muitos redundará para a glória de Deus. (O preço da Cruz resultou, e resultará, em incontáveis milhões encontrar a vida eterna, que traz glória a Deus.)
16 Para que isso não desfalecemos (os riscos são muito altos); mas que o nosso homem exterior se corrompa (leva uma surra por excesso de trabalho e perseguição), mas o interior do homem é renovado dia a dia (é renovada por negar a si mesmo e tomar a cruz diária [ Lc. 9: 23-24 ]).
17 Porque a nossa leve tribulação (tendo em vista a recompensa, a pior das aflições são referidos como "light") , o que é, mas por um momento (em comparação com a eternidade), trabalha para nós cada vez mais abundantemente e eterno peso de glória (uma recompensa maior, que será recebido na Ressurreição);
18 não atentando nós nas coisas que se vêem (os ensaios e testes que atualmente suportam), mas para as coisas que não se vêem (não visto pelos olhos, mas definitivamente visto pela Fé): para as coisas que são vistas são temporais (transitória); mas as coisas que se não vêem são eternas (as coisas de Deus, e o que Ele tem preparado para nós [2 Coríntios 1: 9-10]) .

PLANO DE AULA

1- INTRODUÇÃO
As adversidades são comuns à nossa vida terrena. Por isso, nosso Senhor alertou: “no mundo tereis aflições” (Jo 16.33 ). Fica claro que as aflições são uma realidade. Entretanto, o nosso desafio é não deixar que a fé seja enfraquecida por elas. Precisamos lembrar que Jesus já venceu o mundo. Assim, a lição desta semana traz uma exortação para que a nossa vida interior, isto é, a vida espiritual, persevere diante das muitas dificuldades externas.

2- APRESENTAÇÃO DA LIÇÃO
A) Objetivos da Lição:
I) Refletir sobre as adversidades enfrentadas pelo homem interior;
II) Compreender que essas dificuldades na vida não podem ser comparadas à glória futura reservada aos cristãos;
III) Despertar os alunos para buscar o renovo espiritual e o fortalecimento do homem interior

B) Motivação: A vida do apóstolo Paulo nos mostra que os crentes fiéis e obedientes ao Senhor também passam por muitas provações e aflições. Ele nos deixou um grande exemplo de como permanecer firme em Cristo, mesmo diante do sofrimento. Como cristão precisamos amadurecer na fé. Para isso , Deus usa as adversidades para nos conduzir ao caminho do crescimento espiritual.

C) Sugestão de Método: Essa lição precisa ser desenvolvida à luz das experiências pessoais dos seus alunos. Ao apresentar o primeiro e o segundo tópico, compartilhe um testemunho pessoal que mostre o quanto uma adversidade pode nos fazer crescer na fé. Em seguida, convide seus alunos a compartilharem também. Exemplos reais irão enriquecer sua aula e edificar a fé dos ouvintes.

3- CONCLUSÃO DA LIÇÃO

A) Aplicação: Esta lição traz uma mensagem de despertamento espiritual. Convide sua classe a refletir sobre a saúde e a firmeza da fé em Cristo. Na lição foi citados dois tipos de ataques contra a fé cristã (o secularismo e o relativismo doutrinário). Entretanto, é possível que seus alunos estejam enfrentando outros tipos de provações. Ressalta que o Espírito Santo é nossa fonte de força e renovo. Encerre a aula motivando seus alunos a buscarem mais da intimidade com Deus por meio de uma vida de oração.

4- SUBSÍDIO AO PROFESSOR

A) Revista Ensinador Cristão. Vale a pena conhecer essa revista que traz reportagens, artigos, entrevistas e subsídios de apoio à Lições Bíblicas Adultos. Na edição 94, p .41, você encontrará um subsídio especial para esta lição.

📖 ENSINADOR CRISTÃO 🟰 páginas 41 - EBD CPAD 3º TRIMESTRE 2023 - LIÇÃO 10 A RENOVAÇÃO COTIDIANA DO HOMEM INTERIOR. 🙋‍♂️

✅ A paz do Senhor, amigo(a) professor(a). A Palavra de Deus ressalta que "mesmo que o nosso ser exterior se desgaste, o nosso ser interior se renova dia a dia" (2Co 4.16). Nesse sentido, a vida cristã não está condicionada às intempéries da vida. Diuturnamente, o crente é convidado pelo Espírito a viver pela fé, a suportar as tentações e a resistir firme contra as astutas ciladas do Diabo (Ef 6.11). Para tanto, precisa apropriar-se da proteção espiritual disponível ao crente mediante a tomada da armadura de Deus.

✅ Dentre as investidas de Satanás para causar o enfraquecimento da fé no crente está o convencimento de que ele não tem condições de suportar as angústias e problemas dos dias maus. A falta de confiança e convicção na provisão divina já fez muitos servos de Deus afundarem na fé, como ocorreu com Pedro ao temer a tempestade (Mt 14.30). Aos escrever a Carta aos Efésios, o apóstolo Paulo destaca o "dia mau" como uma realidade recorrente vivenciada pelo crente (Ef 6.13). Em contraste com o êxito na realização da obra ministerial, na salvação de almas e na operação de milagres e maravilhas em o nome de Cristo, estão os períodos de dor e tristeza resultantes das perseguições, preocupações, afrontas, traições e injustiças recebidas de quem menos esperamos. Tais situações são os dias nos quais o apóstolo dos gentios exorta a permanecermos firmes (Ef 6.13).

✅ Em nome de Jesus, a Obra de Deus é realizada e vidas são edificadas. De modo semelhante, em nome de Jesus, as lutas e aflições são vencidas por meio da resistência e da perseverança. Logo, o contraste entre as aflições do homem e o poder de Deus, descrito em 2 Coríntios 4.8-14, é uma marca da resiliência do cristão, apontada na Bíblia como o resultado da convicção do crente alcançada mediante o relacionamento íntimo e sincero com o seu Senhor. 

✅ O comentário da Bíblia de Estudo Pentecostal afirma: "Na sua guerra espiritual, o cristão é conclamado a suportar as aflições como bom soldado de Cristo (2Tm 2.3), sofrer em prol do Evangelho (Mt 5.10-12; Rm 8.17; 2Co 11.23; 2Tm 1.8), combater o bom combate da fé (1Tm 6.12; 2Tm 4.7), guerrear espiritualmente (2Co 10.3), perseverar (Ef 6.18), vencer (Rm 8.37), ser vitorioso (1 Co 15.57), triunfar (2Co 2.14) , defender o Evangelho (Fp 1.16), combater pela fé (Fp 1.27), não se alarmar ante os que resistem (Fp 1.28), vestir toda a armadura de Deus (Ef 6.11), ficar firme (Ef. 6.13.14) , destruir as fortalezas de Satanás (2Co 10.4), levar cativo todo pensamento (2Co 10.5) e fortalecer-se na guerra contra o mal (Hb 11.34)" (CPAD, 1995, p. 1820

(ENSINADOR CRISTÃO)

B) Auxílios Especiais: Ao final do tópico, você encontrará auxílios que darão suporte à preparação de sua aula:

1) O texto “O paradoxo dos sofrimentos de Paulo” , que ajudará aprofundar o primeiro tópico;

2) O texto “Batalha Espiritual” deve ser usado na ministração do segundo tópico, pois traz aplicações devocionais sobre o tema.

INTRODUÇÃO

As adversidades externas são uma incontestável realidade (Rm 8.22,23). Apesar disso, por meio do Espírito, o s salvos experimentam a renovação espiritual no interior de sua vida (2 Co 4.16). Não obstante, durante a nossa existência, o corpo mortal permanecerá sujeito às adversidades da vida (2 Co 5.2,4). Nesta lição, veremos o sofrimento do homem exterior, o fortalecimento do homem interior e os desafios atuais como forças externas que tentam esmagar a nossa vida espiritual. A finalidade é mostrar que o crente espiritualmente renovado pode resistir a qualquer ataque das trevas.

Palavra-Chave: RENOVAÇÃO

COMENTÁRIO EXTRA:

As adversidades externas são uma realidade inevitável na vida humana, como resultado do pecado e da queda da criação (Romanos 8:22-23). Desde a narrativa do livro de Gênesis até os relatos dos apóstolos no Novo Testamento, encontramos exemplos de pessoas que enfrentaram diversas provações e dificuldades ao longo de suas jornadas de fé. Contudo, a Bíblia também nos ensina que, por meio do Espírito Santo, os salvos experimentam uma renovação interior que os capacita a perseverar e a resistir às adversidades (2 Coríntios 4:16).

O apóstolo Paulo, em suas cartas, frequentemente aborda a importância da renovação interior e da ação do Espírito Santo na vida do crente. Em Romanos 12:2, ele exorta os crentes a não se conformarem com os padrões deste mundo, mas a serem transformados pela renovação da mente. Essa renovação é obra do Espírito Santo, que nos capacita a pensar e agir de acordo com a vontade de Deus.

Além disso, Paulo também fala sobre a fraqueza do corpo mortal sujeito às adversidades, mas ressalta que a nossa esperança está na habitação eterna no céu, onde seremos revestidos de corpos glorificados (2 Coríntios 5:2,4). Essa esperança da vida futura nos fortalece a enfrentar as dificuldades presentes com confiança e esperança no poder transformador do Espírito Santo.

Autores cristãos ao longo da história têm explorado esse tema da renovação interior e da resistência às adversidades. Um exemplo é John Bunyan, autor de "O Peregrino", que descreve a jornada do cristão em meio às lutas e tentações, mas também mostra a força interior que o Espírito Santo proporciona para perseverar na fé.

Outro autor relevante é Charles Spurgeon, conhecido como o "Príncipe dos Pregadores", que em seus sermões abordava a obra regeneradora do Espírito Santo na vida do crente e a necessidade de confiar em Deus em meio às provações. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- A prova da glória final do cristão é que ele sofre — seja por zombaria, injúrias ou perseguição - por causa do Senhor (Mt 5.1012; Jo 15.18-21; 2Co 4.17; 2Tm3.12). Nas Escrituras, o contexto das adversidades é sempre em oposição à luz, não às vicissitudes da vida, estas vêm sobre todos. 

- Paulo tinha um desejo ardente de livrar-se de seu corpo terreno e de todos os pecados, frustrações e fraquezas inexoráveis que o acompanhavam, os quais eram tão implacáveis (Rm 7.24), ele ansiava por ser revestido de nossa habitação celestial - as perfeições da imortalidade. Paulo esclarece o fato de a esperança do cristão para a vida futura não ser uma vida espiritual desencarnada, mas um corpo verdadeiro, eterno e ressurreto. 

- Diferente dos pagãos que viam a matéria como má e o espírito como bom, Paulo sabia que a morte do cristão não significaria ser confinado a uma infinidade nebulosa e espiritual. Ao contrário, significava o recebimento de um corpo glorificado, espiritual, imortal, perfeito, diferente em qualidade e, contudo, verdadeiro, assim como Jesus recebeu (1Co 15.35-44; Fp 3.20-21; 1Jo 3.2). Paulo reiterou que mal podia esperar para obter o seu corpo glorificado (Fp 1.21-23), ele queria a plenitude de tudo o que Deus havia planejado para ele na vida eterna, quando tudo o que é terrestre e humano deixará de existir. Fonte: MONERGISMO




I- O SOFRIMENTO EXTERIOR

1- A experiência de Paulo. O apóstolo Paulo é um exemplo de um homem que sofreu adversidades externas, mas não perdeu a solidez da vida espiritual. Suas epístolas relatam tribulações acima de suas forças, a ponto de ele perder a esperança da preservação da própria vida (2 Co 1.8). Ainda podemos ler menções do apóstolo a prisões, açoites, apedrejamento, perseguições, fadiga, fome, sede, frio e nudez (2 Co 11.23-27). Dessa forma, Paulo sintetiza as adversidades da nossa jornada de fé nas seguintes palavras: “E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições” (2 Tm 3.12). Por isso, o texto bíblico diz que o tesouro do Evangelho está guardado em vasos de barro (2 Co 4.6 ,7). Isso é uma declaração de que somos feitos do pó, ou seja, somos mortais, e, por isso, como seres humanos, somos frágeis (2 Co 7.5). Nesse aspecto, o homem exterior padece e sofre ataques por causa da cruz (2 Tm 2.9,10).

COMENTÁRIO EXTRA:

A experiência de Paulo é de fato um exemplo inspirador de como um cristão pode enfrentar adversidades externas sem perder a solidez de sua vida espiritual. O apóstolo Paulo passou por inúmeras tribulações em sua jornada de fé, como descrito em suas próprias epístolas. Ele enfrentou perseguições, prisões, açoites, apedrejamentos, fome, sede e outras dificuldades (2 Coríntios 11:23-27). Mesmo diante dessas adversidades, Paulo manteve sua fé inabalável e confiou na graça e no poder de Deus para sustentá-lo.

A passagem de 2 Coríntios 1:8 é um testemunho poderoso da luta de Paulo em meio às tribulações, a ponto de desesperar da própria vida. No entanto, ele reconhece que isso aconteceu para que não confiasse em si mesmo, mas no Deus que ressuscita os mortos (2 Coríntios 1:9). Essa experiência de sofrimento e dependência de Deus moldou a fé e a confiança de Paulo, tornando-o um instrumento poderoso nas mãos de Deus para a pregação do Evangelho.

A referência em 2 Timóteo 3:12 deixa claro que a vida de piedade em Cristo não está isenta de perseguições e adversidades. O próprio Jesus alertou seus discípulos de que eles enfrentariam tribulações neste mundo, mas ele encorajou-os a terem bom ânimo, pois ele venceu o mundo (João 16:33). Essa é uma verdade que permeia toda a Escritura e que foi vivida de maneira marcante na vida do apóstolo Paulo.

Quando Paulo fala sobre o tesouro do Evangelho guardado em vasos de barro (2 Coríntios 4:6-7), ele enfatiza a fragilidade humana em contraste com a glória e o poder do Evangelho. Somos feitos do pó e sujeitos a fraquezas, mas Deus escolheu habitar em nós, tornando-nos portadores do tesouro do Evangelho para manifestar o poder divino em meio à nossa fraqueza.

Autores cristãos ao longo da história também têm refletido sobre a experiência de Paulo e sua capacidade de enfrentar as adversidades com fé e coragem. Um autor relevante é John Stott, em seu livro "O Discípulo Radical", que explora a vida e o ministério de Paulo como exemplo para os cristãos contemporâneos enfrentarem desafios semelhantes.

Em conclusão, a experiência de Paulo é uma poderosa demonstração de como um cristão pode enfrentar adversidades externas e permanecer firme na fé e na confiança em Deus. Sua vida inspira os crentes a perseverarem, mesmo em meio a tribulações, e a depender do poder transformador de Deus para superar as dificuldades. A história de Paulo nos ensina que, quando somos fracos, é na força de Deus que encontramos sustento e vitória (2 Coríntios 12:9). Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- As adversidades externas relatadas pelo apóstolo são resultado de sua dedicação à causa do Evangelho. Paulo nos relata em 2Co 1.8 que também, tribulação que nos sobreveio na Ásia, isso era algo que havia acontecido há pouco tempo, talvez depois da escrita de 1Coríntios, que ocorreu em Éfeso ou ao redor dessa cidade. Os detalhes dessa situação são desconhecidos, mas levou o apóstolo a desesperarmos até da própria vida! Paulo enfrentou algo que ia além da sobrevivência humana e era extremamente desanimador porque acreditava que isso ameaçaria pôr um fim prematuro ao seu ministério. A palavra grega para "desesperar-se” significa, literalmente, "sem passagem'', a total inexistência de uma saída (2Tm 4.6). Os coríntios estavam cientes do que havia acontecido a Paulo, mas não perceberam a absoluta seriedade disso, ou o que Deus estava fazendo por meio dessas circunstâncias. A palavra para "sentença" é um termo técnico que indica a aprovação de uma resolução oficial, nesse caso a sentença de morte. Paulo estava tão certo de que morreria pelo evangelho que tinha decretado a sentença para si mesmo. O propósito último de Deus para a situação terrível de Paulo e também para nós, hoje, quando enfrentamos os mesmos ataques por causa da cruz, é para que não confiemos em nós, e sim no Deus todo Poderoso. Deus o havia levado ao ponto e que ele não poderia recorrer a nenhum recurso intelectual; físico ou emocional (2Co 12.9-10), nesse ponto, começa a agir a mão de Deus.

2- O exemplo do Apóstolo. Mesmo diante do sofrimento, o apóstolo não retrocede e tampouco nega a fé (2 Tm 4.7; Hb 10.39). Suas provações forjaram a confiança em Deus na sua vida e ministério (2 Co 1.9,10; Fp 4.12,13). Ele reconhece que suas fraquezas são instrumentos do poder divino (2 Co 2.4; 4 .11; 12.9,10). Sua vida está a serviço do Mestre, em favor dos escolhidos e para a glória de Deus (2 Co 1.12-14; 4.11,12,15). Cônscio de sua vocação, o apóstolo declara: “por isso não desfalecemos; […] ainda que o nosso homem exterior se corrompa” (2 Co 4.16a). Nesse aspecto, o legado do apóstolo é de perseverança. Em bora o homem exterior seja consumido pelas tribulações, o salvo não desanima nem recua. Acerca disso, Cristo nos assegurou: “no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo” (Jo 16.33).

COMENTÁRIO EXTRA:

As provações enfrentadas por Paulo foram muitas e intensas, como ele mesmo descreve em suas epístolas. No entanto, ao invés de serem obstáculos intransponíveis, essas dificuldades forjaram ainda mais a sua confiança em Deus e a sua dependência do poder divino. Em suas fraquezas, ele experimentou a força do Senhor operando de maneira poderosa (2 Coríntios 12:9,10). Essa experiência o levou a reconhecer que suas limitações humanas são instrumentos para a manifestação do poder de Deus em sua vida e ministério.

A vocação de Paulo era inegável, e ele estava plenamente ciente de que estava a serviço do Mestre para o cumprimento dos propósitos divinos. Ele dedicou sua vida em favor dos escolhidos de Deus e para a glória do Senhor. Essa clareza de propósito e compromisso inabalável com a missão confiada a ele são características marcantes do exemplo do apóstolo Paulo.

A declaração de Paulo em 2 Coríntios 4:16 é uma expressão profunda de sua fé resiliente. Mesmo que o homem exterior seja consumido pelas tribulações e pelo sofrimento, Paulo não desanima, pois sua confiança e esperança estão firmadas no poder de Deus que o capacita a enfrentar qualquer situação. Essa atitude de coragem e fé é um reflexo das palavras de Cristo em João 16:33, quando Ele assegura aos seus discípulos que, apesar das aflições do mundo, eles podem ter bom ânimo porque Ele venceu o mundo.

Autores cristãos ao longo da história também têm apreciado o exemplo de Paulo e o impacto de sua vida e ministério. Livros como "Paulo: Uma Biografia", de N.T. Wright, e "Paulo, o Espírito e o Povo de Deus", de Gordon D. Fee, oferecem análises acadêmicas e teológicas sobre a vida e o legado de Paulo na história da igreja. 

O exemplo do apóstolo Paulo é uma fonte de inspiração para os cristãos enfrentarem as adversidades e desafios da vida com fé, coragem e esperança em Deus. Sua vida é um lembrete poderoso de que, quando estamos firmados na dependência do Senhor e em sua graça, podemos perseverar e vencer em todas as circunstâncias. O exemplo de Paulo nos convida a confiar no poder divino que nos capacita a superar as tribulações do mundo e a permanecer firmes em nossa fé até o fim. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- Perseverança é não desistir. A Bíblia não promete uma vida de sucessos instantâneos. Muitas vezes, o caminho para alcançar a vitória é longo e difícil, mas Jesus nos ajuda a continuar fielmente. E temos esta promessa: quem persevera receberá a recompensa que Deus tem preparado. Paulo teve muito sucesso enquanto missionário, mas também passou por muito sofrimento. Em todo lugar onde pregava, Paulo fazia inimigos. Ele foi corrido para fora de muitas cidades, atacado, preso, acusado de ser falso e até sofreu tentativas de assassinato! Além disso, suas viagens eram perigosas e ele naufragou três vezes (2Co 11.24-27). Muitas pessoas acham que a pregação do evangelho não vale tanto sofrimento. Mas Paulo amava Jesus e amava seu próximo tanto que não desanimava diante dos problemas. Seu amor o ajudava a perseverar. O resultado de todo o sofrimento do apóstolo se mostra nas muitas igrejas entre vários povos, fundadas por ele e na escrita da metade dos livros do Novo Testamento. Ainda hoje a perseverança de Paulo abençoa muitas pessoas. Assim, as palavras de Tiago são encorajadoras: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança” (Tg 1.2,3). Fonte: monergismo

3- A esperança do crente. Na Escritura, o contraste entre as aflições do homem e o poder de Deus estão assim representadas:
(a) “atribulados, mas não angustiados” (2 Co 4.8a) significa que, mesmo pressionado, o crente não é esmagado;
(b) “ perplexos, mas não desanimados” (2 Co 4.8b), indica que, mesmo confuso, o crente não se desespera;
(c) “ perseguidos, mas não desamparados” (2 Co 4.9a), sinaliza que, mesmo ameaçado, o crente não é abandonado;
(d) “abatidos, mas não destruídos” (2 Co 4.9b), mostra que, mesmo derrubado, o crente não é nocauteado. O texto ensina que, embora nosso corpo esteja sujeito ao pecado e ao sofrimento, Deus sempre provê um meio de escape (1 Co 10.13). Nosso Senhor obteve êxito sobre a morte e, do mesmo modo, temos esperança da vitória e da vida eterna (2Co 4.14). Portanto, como cristãos, não podemos deixar de aguardar a bem-aventurada esperança em Cristo (Tt 2.13).


COMENTÁRIO EXTRA:

- Todos nós passamos por momentos difíceis, isso é inevitável porque estamos sendo aperfeiçoados em Cristo. Assim como nós, o apóstolo Paulo também passou momentos terríveis por causa de sua decisão de negar-se, tomar a sua cruz e seguir a Jesus. Não há como negar que o sofrimento é tema importante dos escritos paulinos. Inúmeras vezes ele trata do assunto. Paulo fala mais de sessenta vezes de angústias e do sofrimento em si. Ao fazer isso, Paulo reveza o uso dos grupos de palavras para ‘sofrimento’ (pathema, pascho, etc.) e ‘angústia’ (thlipsis, thlibo) (2Co 1.4-8 e Cl 1.24), juntamente com a categoria geral de ‘fraqueza’ (astheneia). Com certeza este tema é recorrente em suas cartas, porque ele mesmo sofria dores e angústias. Qualquer estudo sobre a vida de Paulo requer uma análise cuidadosa sobre seu sofrimento. Aqui, Paulo apresentou quatro metáforas contrastantes para mostrar que a sua fraqueza não o havia incapacitado: na verdade, ela o havia fortalecido (2Co 6.4-10; 12.7-10). Paulo enfrentou todo tipo de sofrimento possível: fome, sede, solidão, perseguição enfermidade.

- A tudo isso o apóstolo denomina de “coisas exteriores” (2Co 11.28). Paulo é tão enfático nessa questão que ele mesmo encarou todas aquelas tribulações como uma verdadeira “sentença de morte”, e brinda seu livramento delas como se fosse a sua própria ressurreição dentre os mortos, operada pelo Deus ressuscitador (2Co 1.9, 10). Paulo reconheceu a sua total incapacidade para superar toda aquela situação, e nada lhe restou senão a certeza de que iria sucumbir se Deus não lhe estendesse a mão. Ele chega à conclusão de que o propósito de tudo isso era para que ele não confiasse em si mesmo, e sim, em Deus (2Co 2.9), porque é na nossa fraqueza que o poder de Cristo é aperfeiçoado (2Co 12.9). Fonte: Monergismo

SINOPSE I

O apóstolo Paulo sofreu muitas aflições, mas se manteve fiel. Nós devemos seguir seu exemplo.

AUXÍLIO TEOLÓGICO

“O PARADOXO DOS SOFRIMENTOS DE PAULO
[Em 2 Coríntios 4.7-11] Parece que Paulo foi atingido pelo paradoxo que acabou de descrever. O ‘tesouro’ (v. 7) faz referência à ‘luz [ou iluminação] do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo’ (v. 6), conhecido e experimentado por Paulo e seus companheiros. Isto abrange a completa realidade que pertence ao novo ministério da aliança do Espírito (3.3-18). Paulo é dominado pelo contraste entre o valor insondável e duradouro deste ‘tesouro do evangelho’ e a indignidade e fragilidade humana ( ‘vasos de barro’) daqueles que agora levam-no ao mundo. Ele também percebe que este paradoxo é necessário. Deus escolheu trazer o evangelho ao mundo através da fraqueza humana [5] para que a grandeza extraordinária de seu poder de salvação possa ser vista como sua obra e não como uma ação humana. Os versículos 8,9 contêm quatro conjuntos de contrastes que ilustram tanto a fraqueza de Paulo em executar sua chamada apostólica, com o o poder de Deus para superar esta fraqueza e libertá-lo: Paulo conheceu aflições que pressionavam-no de todos os lados, porém nunca foi cercado a ponto de ser esmagado. Encontrou circunstâncias desnorteantes, mas nunca chegou a ponto de se desesperar. Seus inimigos haviam perseguido seus passos, mas Deus nunca os deixou cair em suas garras. A bateram no até o chão, porém foram impedidos de dar o golpe fatal. Em resumo, Paulo descreve estas experiências em termos físicos, identificando-as com a “morte de Jesus ou até mesmo com o que participando desta (v. 10), de forma que Deus poderia revelar seu poder de ressurreição. Este poder infunde ao corpo mortal de Paulo a vida de Jesus, e preservou-o apesar das tribulações e das ameaças contra sua vida (vv. 10-11). Estas não são somente as consequências destas tribulações, mas também o propósito de Deus” (ARRINGTON, F . L. STRONSTAD, R. Comentário Bíblico Pentecostal Novo Testamento. Vol. 2. Rio de Janeiro: CPAD, 2009, p. 287).

II – A RENOVAÇÃO INTERIOR

1- O fortalecimento diário. A Bíblia enfatiza que o Espírito Santo é o agente que habilita o cristão a manter-se firme na adversidade (Jo 14.16,17). Esse poder do Espírito atua no homem interior e capacita o crente a perseverar e a viver afastado do pecado (1 Co 2.12-16). Assim , apesar da fraqueza e do sofrimento exteriores, nosso “interior, contudo, se renova de dia em dia” (2 Co 4.16b). Isso é a operação do Espírito que qualifica o salvo a não desfalecer. Do ponto de vista das disciplinas espirituais práticas, esse renovo ocorre por meio da santificação pessoal, fidelidade, reverência, oração, jejum e temor a Deus (1 Co 7.5; Ef 5.18; Hb 12.14,28). Portanto, não podemos permitir que a aflição nos desanime, mas devemos renovar nosso compromisso em servir a Cristo e permitir que o poder do Espírito Santo nos fortaleça dia a dia (1 Co 16.13).


COMENTÁRIO EXTRA:

O texto ressalta a importância do fortalecimento diário do crente por meio do Espírito Santo para enfrentar as adversidades externas. A Bíblia é clara em ensinar que é o Espírito Santo quem habilita e capacita o cristão a viver de forma íntegra e perseverante, mesmo diante das tribulações deste mundo caído. Jesus prometeu enviar o Consolador, o Espírito Santo, para estar com os Seus discípulos e fortalecê-los (João 14:16-17).

A obra do Espírito Santo no homem interior é fundamental para a santificação pessoal do crente. É por meio dessa ação que o crente é capacitado a viver uma vida piedosa, afastado do pecado e alinhado com a vontade de Deus. Paulo enfatiza que é o Espírito Santo quem nos capacita a entender as coisas de Deus e a viver de acordo com Sua vontade (1 Coríntios 2:12-16).

O fortalecimento diário mencionado no texto é uma realidade espiritual que acontece à medida que o crente se rende ao Senhor e busca viver em obediência e reverência a Ele. As disciplinas espirituais práticas, como a oração, o jejum, a santificação pessoal e o temor a Deus, são meios pelos quais o crente pode se aproximar de Deus e experimentar o fortalecimento interior promovido pelo Espírito Santo.

O apóstolo Paulo ilustra de forma poética a relação entre as adversidades exteriores e o fortalecimento interior do crente, afirmando que, embora o corpo exterior esteja sujeito à decadência e ao sofrimento, o homem interior se renova a cada dia. Esse fortalecimento é uma obra contínua do Espírito Santo na vida do crente, proporcionando-lhe a capacidade de perseverar na fé e na obediência a Deus.

Autores cristãos ao longo da história têm explorado e enfatizado a importância do papel do Espírito Santo na vida do crente. Livros como "O Espírito Santo - Meu Companheiro", de Billy Graham, e "O Espírito Santo", de John Owen, oferecem insights valiosos sobre o tema da atuação do Espírito na vida dos cristãos.

Em conclusão, o fortalecimento diário do crente é um processo espiritual realizado pelo Espírito Santo, que capacita o crente a viver uma vida piedosa e perseverante, mesmo diante das adversidades externas. A busca por uma vida de obediência, reverência e intimidade com Deus, por meio das disciplinas espirituais, é fundamental para experimentar esse fortalecimento interior. A obra do Espírito Santo é indispensável para a vida cristã, e é por meio dele que somos capacitados a enfrentar as dificuldades do mundo e a perseverar na fé até o fim. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- A Bíblia diz que o Espírito Santo é o "paracleto", que significa "advogado" ou "consolador". Ele é um presente de Deus para os cristãos, e Ele está disponível para nos ajudar em todas as áreas de nossas vidas, incluindo a adversidade. O Espírito Santo nos dá força, coragem e esperança quando estamos passando por dificuldades. Ele nos lembra do amor de Deus e nos ajuda a perseverar. Ele também nos guia e nos ajuda a tomar as decisões certas "E da mesma maneira o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis" (Rm 8.26).

- Assim como a criação e os cristãos gemem pela restauração final, o Espírito também o faz com gemidos inexprimíveis - as expressões divinas dentre a Trindade que não podem ser expressas em palavras, mas que carregam apelos profundos pelo bem-estar de cada cristão (1Co 2.11). Essa obra do Espírito Santo compara-se à obra de intercessão sumo sacerdotal do Senhor Jesus Cristo em favor dos cristãos (Hb 2.17-18; 4.14-16; 7.24-26).

- As disciplinas espirituais práticas são atividades que os cristãos podem realizar para crescer em sua fé e relacionamento com Deus. Essas disciplinas nos ajudam a nos preparar para receber de Deus; incluem coisas como a oração, a leitura da Bíblia e o jejum. Também compartilhando o que recebemos do Senhor com os outros, em diaconia (serviço), evangelismo e a partilha de nosso testemunho. Fonte: Monergismo

Oração: A oração é uma conversa com Deus. É uma forma de nos conectarmos com Ele e compartilharmos nossos pensamentos, sentimentos e necessidades.

Leitura da Bíblia: A Bíblia é a Palavra de Deus. É uma fonte de sabedoria, orientação e conforto. Ao ler a Bíblia, aprendemos mais sobre Deus e Seu plano para nossas vidas.

Jejum: O jejum é uma forma de nos abster de comida ou outras coisas que gostamos como um meio de nos concentrar em Deus e buscar Sua vontade para nossas vidas.

Serviço: O serviço é uma forma de mostrar nosso amor a Deus e aos outros. Quando servimos, estamos compartilhando as bênçãos que recebemos de Deus com aqueles que precisam.

Evangelismo: O evangelismo é uma forma de compartilhar o evangelho com outras pessoas. Quando evangelizamos, estamos convidando outras pessoas a conhecer Jesus Cristo e a experimentar o amor de Deus.

Partilha de nosso testemunho: Nosso testemunho é nossa história pessoal de como conhecemos Jesus Cristo. Quando compartilhamos nosso testemunho, estamos inspirando outras pessoas a seguirem Jesus também.

As disciplinas espirituais práticas são uma parte importante da vida cristã. Ao praticar essas disciplinas, podemos crescer em nossa fé e relacionamento com Deus, e podemos compartilhar o amor de Deus com os outros. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

2- O eterno peso da glória. O apóstolo Paulo declara o seguinte: “a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente” (2 Co 4.17). Aqui, ele faz um contraste entre o sofrimento presente e o futuro glorioso. O apóstolo ensina que, se comparada ao peso da glória, que é eterna, a tribulação é leve e passageira. Nesse sentido, a adversidade serve com o instrumento encorajador do homem interior, impulsionando-o a prosseguir (Fp 3.13,14) e que a fé se renova à medida que o crente é capaz de suportar as tribulações (Jó 42.5; Sl 119.67). Portanto, faz-se necessário sermos sábios diante da tribulação, fugindo da murmuração e reconhecendo que as lutas, segundo 0 critério de Deus, são inevitáveis. Entretanto, as Escrituras ratificam que as aflições deste tempo não podem ser comparadas com a glória do porvir (Rm 8.18).


COMENTÁRIO EXTRA:

A linguagem poética de Paulo ao usar o contraste entre a leveza da tribulação presente e o peso da glória eterna é uma poderosa metáfora para enfatizar a supremacia do futuro glorioso que Deus preparou para Seus filhos. As tribulações que enfrentamos podem ser difíceis e dolorosas, mas, em comparação com a eternidade com Deus, elas perdem sua importância e significado.

A perspectiva de eternidade presente nas palavras de Paulo é uma fonte de encorajamento e esperança para os crentes. Saber que nossas aflições são temporárias e que estamos destinados a desfrutar da glória eterna ao lado de Deus nos motiva a perseverar e prosseguir na fé, mesmo em meio às dificuldades.

Autores cristãos têm abordado amplamente o tema da esperança da glória eterna e a relação com as tribulações presentes. Livros como "O Céu", de Randy Alcorn, e "A Glória da Graça", de Timothy Keller, oferecem uma compreensão mais profunda da esperança cristã e do significado das tribulações em nossa vida.

As Escrituras também são ricas em ensinamentos sobre a perspectiva da glória eterna. Passagens como Romanos 8:18 afirmam claramente que as aflições deste mundo não podem se comparar com a glória que nos será revelada em Cristo. Além disso, as histórias de fé e perseverança de personagens bíblicos como Jó e o salmista Davi nos ensinam a importância de confiar em Deus e Seu plano soberano mesmo diante das adversidades.

Em suma, o ensinamento do apóstolo Paulo sobre o eterno peso da glória nos lembra da esperança e certeza que temos em Cristo Jesus. Nossas tribulações são temporárias, mas a glória eterna ao lado de Deus é eterna e inigualável. Essa perspectiva de eternidade nos encoraja a enfrentar as dificuldades da vida com fé, confiança e perseverança, sabendo que o que nos espera é infinitamente maior e mais glorioso do que qualquer coisa que possamos enfrentar neste mundo. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- A palavra grega para "leve" significa "uma ninharia sem importância" e "tribulação" refere-se a uma intensa pressão. De uma perspectiva humana, o próprio testemunho de Paulo lista, aparentemente, uma insuportável litania de sofrimentos e perseguições padecidos por ele ao longo de sua vida (2Co 11.23-33), embora ele os visse com o leves e que duravam apenas por um breve momento. A palavra grega para "peso" diz respeito a uma matéria pesada. Para Paulo, a glória vindoura que ele experimentaria com o Senhor sobrepujava em muito qualquer sofrimento experimentado por ele neste mundo (Rm 8.17-18; 1Pe 1.6-7). Paulo entendia que, quanto maior o seu sofrimento, maior seria a sua glória eterna (1Pe 4.13).

- 2 Coríntios 4.17 é uma passagem da Bíblia que fala sobre o sofrimento e a esperança. O versículo diz: "Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente." Esta passagem é muitas vezes usada para confortar as pessoas que estão passando por dificuldades. Ela lembra-nos de que o nosso sofrimento é temporário, mas a glória que vem depois é eterna. O sofrimento pode ser difícil de suportar, mas é importante lembrar de que ele não é o fim. Deus está trabalhando em todas as coisas para o nosso bem, mesmo quando não podemos ver isso. Quando passamos por dificuldades, podemos confiar em Deus para nos dar a força e a coragem que precisamos para perseverar. Podemos também confiar nEle para nos dar esperança para o futuro. A glória que vem depois do sofrimento é muito maior do que o sofrimento em si. É uma glória eterna, que nunca vai acabar. Então, se você está passando por dificuldades, lembre-se de que você não está sozinho. Deus está com você, e Ele vai te ajudar a perseverar. E lembre-se também de que a glória que vem depois é eterna, e ela vai valer a pena. Fonte: Monergismo

3- A visão da eternidade. Fortalecido em Deus, tendo plena consciência da vida vindoura, o cristão é exortado a não focar “nas coisas que se veem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas” (2 Co 4.18). Contrastando as coisas visíveis com as invisíveis, as temporárias com as eternas, o apóstolo Paulo apela ao exercício da fé bíblica como uma importante motivação para o crente não desfalecer nas tribulações (cf. Hb 11.1). Nesse caso, somado à renovação diária, o crente deve viver sob a perspectiva da eternidade. Não por acaso, o apóstolo Paulo escreveu: “pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra” (Cl 3.2).


COMENTÁRIO EXTRA:



O apóstolo Paulo, em sua sabedoria espiritual, nos convida a olhar além do que é visível aos nossos olhos e a fixar nosso olhar nas coisas que são eternas. Ele nos encoraja a manter uma perspectiva celestial em meio às tribulações e desafios da vida presente. A visão da eternidade é um lembrete poderoso de que esta vida é apenas passageira e temporária em comparação com a vida futura que aguarda os crentes em Cristo.

Ao contrapor as coisas visíveis (temporais) com as invisíveis (eternas), Paulo ressalta a importância de não nos apegarmos excessivamente às coisas terrenas e transitórias. Muitas vezes, somos tentados a concentrar nossa atenção em preocupações mundanas, buscas materiais e circunstâncias presentes, perdendo de vista o que é eterno e verdadeiramente significativo.

A fé desempenha um papel fundamental nessa perspectiva da eternidade. O apóstolo dos gentios, em Hebreus 11:1, define a fé como "a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos". A fé nos capacita a enxergar além do que é tangível e a confiar nas promessas de Deus para o futuro. Essa fé bíblica nos encoraja a perseverar e a não desfalecer diante das adversidades, pois sabemos que Deus é fiel e que Sua recompensa eterna nos aguarda.

Nossa esperança está firmada nas coisas que são de cima, nos propósitos e promessas celestiais que Deus nos revelou em Sua Palavra. O livro de Colossenses nos convida a direcionar nossos pensamentos e afeições para o que é espiritual e eterno, deixando de lado as preocupações meramente terrenas. Esse foco no eterno nos ajuda a enfrentar as tribulações com coragem, paciência e confiança em Deus.

Autores cristãos têm enfatizado a importância da visão da eternidade e do foco nas coisas celestiais. Livros como "A Mente de Cristo", de Watchman Nee, e "O Céu é de Verdade", de Todd Burpo, oferecem uma abordagem prática e inspiradora sobre como manter uma perspectiva espiritual diante das circunstâncias terrenas.

Em conclusão, a visão da eternidade é uma poderosa fonte de esperança e motivação para os crentes enfrentarem as adversidades e tribulações da vida. Mantendo nossos olhos fixos nas coisas que são eternas e exercendo nossa fé bíblica, somos capacitados a viver com coragem, gratidão e confiança, sabendo que nossa recompensa está assegurada no porvir. Que possamos seguir o exemplo do apóstolo Paulo e viver sob a perspectiva da eternidade, buscando sempre as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus (Cl 3.1). Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- A perseverança baseia-se na capacidade de uma pessoa de enxergar além do físico, o espiritual; além do presente, o futuro, e além rio visível, o invisível. Os cristãos devem olhar além do que é temporário — o que está perecendo (ou seja, as coisas do mundo), e as que se não veem são eternas. A busca por Deus, por Cristo, pelo Espírito Santo e pela alma das pessoas deve consumir o cristão. Por essa razão, somos exortados a "dispormos a nossa mente" ou "termos essa disposição interior" de pensar nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra. Assim como o ponteiro de uma bússola aponta para o Norte, toda a disposição do cristão deve apontar na direção das coisas do céu. Os pensamentos celestiais podem vir somente pelo entendimento das realidades celestiais que se encontram na Escritura (Rm 8.5; 12.2; Fp 1.23; 4.8; 1Jo 2.15-17; Mt 6.33).

SINOPSE II

Precisamos buscar o renovo do homem interior constantemente, nos fortalecendo com a ajuda do Espírito Santo

AUXÍLIO BIBLIOLÓGICO

BATALHA ESPIRITUAL
“A guerra é aplicada de forma figurada à vida espiritual, particularmente pelo apóstolo Paulo. O seguidor de Cristo, como um bom soldado, suporta as dificuldades e não se envolve de forma exagerada com os assuntos desta vida (2 Tm 2.3,4). Aquele que é temente e obediente veste ‘toda a armadura de Deus’ para que possa estar firme e resistir às forças espirituais opostas que, de outro modo, 0 derrotariam (Ef 6.10-20). O cristão não trava uma guerra contra a carne e o sangue; portanto, as armas de sua luta não são materiais ou humanas, e sim divinamente poderosas para destruir fortalezas de especulações e sofisma, e tudo aquilo que se levanta de forma orgulhosa contra o conhecimento de Deus (2 Co 10.4,5). A Igreja de Jesus Cristo deve lutar contra as portas do inferno, pois estas não serão capazes de resistir (Mt 16.18)” (Dicionário Bíblico Wycliffe. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p.887).

III- OS DESAFIOS DE HOJE

1- Cultura secularista. O “espírito da Babilônia”, por meio da cultura secularista, procura esmagar a vida espiritual dos crentes (Ap 17.5). É u m sistema materialista, conforme estudamos até aqui, que nega a realidade espiritual, a existência de Deus, a verdade bíblica e todo o conjunto de valores provenientes da Palavra de Deus. Diante desse ataque, o Altíssimo continua a buscar um povo que seja renovado por dentro, resista aos ataques externos e tome posição contra o advento do mal (Ez 22.30).

COMENTÁRIO EXTRA:

A cultura secularista é um dos grandes desafios enfrentados pelos cristãos nos dias atuais. Esse sistema materialista e humanista procura negar a existência de Deus e rejeitar os valores e princípios bíblicos, afastando as pessoas da espiritualidade e da verdade absoluta. A imagem de "espírito da Babilônia" traz à mente a ideia de uma cultura global que promove a idolatria, a rebeldia contra Deus e a busca desenfreada por prazeres mundanos, assim como foi retratado na cidade de Babilônia na Bíblia.

O apóstolo Paulo já alertava sobre os perigos da mentalidade secular em sua carta aos Colossenses: "Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo" (Colossenses 2.8). A cultura secularista exalta a autonomia do ser humano, colocando-o como medida de todas as coisas, e diminui a importância da fé e da espiritualidade na vida das pessoas.

Diante desse ataque, a Palavra de Deus nos exorta a sermos renovados interiormente pelo Espírito Santo (Romanos 12.2), a resistirmos aos ataques externos (Tiago 4.7) e a tomarmos posição contra as forças do mal (Efésios 6.13). Isso significa que precisamos estar firmados na verdade da Palavra de Deus, ter uma vida de oração constante e buscar o fortalecimento da nossa fé para enfrentar os desafios da cultura secularista.

Autores cristãos ao longo da história têm abordado a questão da cultura secularista e seus impactos na vida cristã. Livros como "O Cristianismo Puro e Simples", de C.S. Lewis, e "O Evangelho Maltrapilho", de Brennan Manning, oferecem uma reflexão profunda sobre a fé em meio a uma sociedade cada vez mais secularizada.

Neste contexto, é importante que os cristãos se mantenham fiéis à sua identidade e valores cristãos, testemunhando o amor de Cristo e a verdade do Evangelho em meio à cultura secularista. É uma oportunidade para mostrar ao mundo a esperança que temos em Jesus Cristo, que é o mesmo ontem, hoje e eternamente (Hebreus 13.8).

Em conclusão, a cultura secularista representa um grande desafio para os cristãos, mas a renovação interior pelo Espírito Santo e a firmeza na Palavra de Deus nos capacitam a resistir e a permanecer fiéis em meio às pressões e influências do mundo. A história da igreja nos mostra que, em todas as épocas, os cristãos enfrentaram desafios culturais, mas sempre encontraram alicerces sólidos em sua fé para enfrentá-los. O mesmo Deus que esteve com os fiéis do passado está conosco hoje, e Nele encontramos força e coragem para prosseguir na caminhada da fé. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- Secularismo é uma ideologia que promove a ausência de qualquer obrigação relacionada à autoridade ou crença em Deus. É uma forma de ver o mundo onde se reconhece apenas o aqui e o agora, e se o mundo espiritual existe, isso não é uma preocupação para o secularismo, assim, podemos viver como se esse mundo espiritual não existisse. Outra questão é que, em contraste com o forte ateísmo de certas ideologias, como o novo ateísmo ou o comunismo, o secularismo é uma forma mais sutil de ateísmo, nem sempre exigindo que declaremos “não há Deus”. Isso implica em que, simplesmente, Deus não é relevante para a discussão – nunca. Em suas linhas ainda mais perniciosas, o secularismo implica em que Deus seria, na realidade, destrutivo para a sociedade. O secularismo tem surgido, ainda, de várias outras formas em nossa cultura. A aceitação dominante da expressão sexual extravagante, dos movimentos de “direito à morte” e da animosidade geral “em praça pública” em relação às visões cristãs ortodoxas, indica que o secularismo está em toda parte à nossa volta.

- Na verdade, Paulo nos esclarece que esse não é um movimento novo, mas, como está em 2Ts 2.7, “Com efeito, o mistério da iniquidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém”. Esse é o espírito da injustiça já predominante na sociedade (1Jo 3.4; 5.1 7), mas ainda um mistério não revelado por completo, pois o será naquele que tão abertamente se opõe a Deus a ponto de assumir, com blasfêmia, o lugar de Deus na terra, o qual o Pai reservou para Jesus Cristo, o espírito desse homem já está atuando (1Jo 2.18; 4.3). Fonte: Monergismo

2- Relativismo doutrinário. Outro ataque que procura matar a nossa vida espiritual é o processo de desconstrução dos fundamentos da fé. Não podemos tolerar a relativização doutrinária. Ora, relativizar a doutrina bíblica é enfraquecer o homem interior. Não há como renovar a nossa vida espiritual sem ter em alta conta a Palavra de Deus. Não se pode fazer uma releitura seletiva da Bíblia para agregar à Igreja os que não aceitam a sã doutrina (2 Tm 4.3). O relativismo aliado à ideologia secularista impõe o que deve ser considerado como ideal. Assim, o pecado é aceito e tolerado. Porém , o crente renovado deve reagir contra essa inversão de valores, resistir ao “espírito da Babilônia” e “batalhar pela fé que um a vez foi dada aos santos” (Jd 1.3).

COMENTÁRIO EXTRA:

O relativismo doutrinário é uma das estratégias utilizadas para atacar a vida espiritual dos crentes, buscando enfraquecer o fundamento da fé cristã. Essa abordagem procura desconstruir os princípios e verdades bíblicas, tornando a doutrina algo subjetivo e passível de interpretações diversas, o que compromete a solidez do homem interior e sua renovação espiritual.

A Bíblia nos adverte sobre os perigos daqueles que rejeitam a sã doutrina: "Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas" (2 Timóteo 4.3). O apóstolo Paulo exorta seu discípulo Timóteo a permanecer fiel à Palavra de Deus e a não ceder à pressão da relativização da doutrina.

Essa relativização, aliada à ideologia secularista, tem impactos sérios na igreja, pois leva à aceitação e tolerância do pecado, distorcendo os valores morais e espirituais. O cristão renovado, porém, não deve se conformar com essa inversão de valores, mas deve se posicionar firmemente contra ela, resistindo ao "espírito da Babilônia", que busca subverter a verdade e a retidão.

A história da igreja cristã mostra que ao longo dos séculos houve batalhas teológicas contra o relativismo doutrinário e a heresia. Teólogos, líderes e autores cristãos têm se empenhado em defender a sã doutrina e a fé transmitida uma vez por todas aos santos. A obra "Contra os Hereges", de Ireneu de Lyon, por exemplo, é um importante registro histórico do combate à heresia no início da igreja.

Além disso, revistas e periódicos cristãos também têm desempenhado um papel fundamental na abordagem de temas teológicos e apologetas, reforçando a importância da fidelidade à Palavra de Deus em meio às influências relativistas da cultura.

Em conclusão, o relativismo doutrinário é um desafio enfrentado pela igreja contemporânea, mas a firmeza na sã doutrina e o compromisso com a verdade bíblica são fundamentais para a renovação interior e a resistência ao "espírito da Babilônia". Devemos nos apegar à Palavra de Deus como nossa fonte de verdade e discernimento, e estar dispostos a batalhar pela fé, mantendo-nos firmes naquilo que nos foi entregue pelos santos ao longo dos séculos. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- Nossa sociedade está sendo embalada pelos ventos do relativismo. O relativismo filosófico ou doutrinário, deságua no relativismo moral. Diante deste quadro, precisamos ensinar e viver os absolutos da Palavra de Deus. O cristão não negocia com a verdade de Deus. Ele é o arauto de Deus que proclama as boas novas de salvação.

- Embora a salvação daqueles a quem Judas havia escrito não estivesse em perigo, os falsos mestres que pregavam e viviam na prática de um evangelho falso estavam desviando os que precisavam ouvir o verdadeiro evangelho. Judas escreveu esse chamado imperativo para que os cristãos travassem uma guerra contra o erro em todas as suas formas e lutassem vigorosamente pela verdade, como um soldado a quem foi confiada uma tarefa sagrada de proteger um tesouro santo (1Tm 6.1 2; 2Tm 4.7), que é a nossa fé, todo o corpo da verdade revelada acerca da salvação contida nas Escrituras (Gl 1.23; Ef 4.5,13; Cl 1.27; 1Tm 4.1). Aqui está um chamado para conhecer a sã doutrina (Ef 4.14; Cl 3.16; 1Pe 2.2; 1Jo 2.12-14), discernir a verdade do erro (1Ts 5.20-22) e dispor-se a confrontar e atacar o erro (2Co 10.3-5; Fp 1.7,27; 1Tm ,1. 18; 6.72; 2Tm 1.13; 4.7-8; Tt 1.3). A revelação de Deus foi entregue uma única vez como uma unidade, na conclusão da Escritura, e não deve ser editada com supressões nem adendos (Dt 4.2; 12.32; Pv 30.6; Ap 22.18-19). A Bíblia é completa, suficiente e está concluída; portanto, ela está fixada para sempre. Nada deve ser acrescentado ao corpo da Palavra inspirada (2Tm 3.16-17; 2Pe 1.19-27), porque nada mais é necessário. Os cristãos agora têm a responsabilidade de estudar a Palavra (2Tm 2.15), pregar a Palavra (2Tm 4.1) e lutar para que ela seja preservada. Fonte: Monergismo

3- Batalha espiritual. Todo salvo trava uma batalha espiritual neste mundo. A Escritura diz que Satanás é o “deus deste século” e que o mundo jaz no Maligno (2 Co 4.4; 1 Jo 5.19). Por isso, nossa Declaração de Fé realça que foi com engano que ele começou as suas atividades contra 0 homem (Gn 3.13; 2 Co 11.3). E é com essa arma que o Diabo e seus agentes ainda seduzem as pessoas neste mundo (Ap 12.9). Outrossim, os espíritos malignos têm capacidade de influenciar os que vivem na desobediência, manipulando, aprisionando e colocando pessoas contra Deus (Ef 2.2). Por isso, a Bíblia alerta que nossa luta não é contra o homem, mas contra os demônios (Ef 6.12). De certo, o crente renovado, de posse da armadura de Deus, deve posicionar-se contra as ciladas do Diabo, “orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito” (Ef 6.18).

COMENTÁRIO EXTRA:

A batalha espiritual é uma realidade inegável para todo cristão, pois estamos inseridos em um mundo caído, dominado pelo maligno, que busca constantemente nos afastar de Deus e nos seduzir com suas mentiras e enganos. O apóstolo Paulo nos alerta que Satanás é o "deus deste século" e que o mundo jaz no Maligno (2 Coríntios 4.4; 1 João 5.19). Desde o início da história humana, o inimigo tem usado de engano para desviar a humanidade do caminho de Deus, como vemos no episódio do pecado original com Adão e Eva no jardim do Éden (Gênesis 3.13; 2 Coríntios 11.3).

A atuação do Diabo e seus agentes espirituais continua até hoje, buscando seduzir as pessoas e afastá-las de Deus. A Bíblia nos alerta sobre a existência dos espíritos malignos, que têm a capacidade de influenciar os que vivem na desobediência e na incredulidade, manipulando e aprisionando as mentes para colocá-las contra Deus (Efésios 2.2). É importante notar que a nossa luta não é contra seres humanos, mas sim contra as forças espirituais do mal que operam neste mundo (Efésios 6.12).

Diante dessa batalha espiritual, o crente renovado deve estar revestido da armadura de Deus para resistir aos ataques do inimigo. Essa armadura inclui a verdade, a justiça, o evangelho da paz, a fé, a salvação e a Palavra de Deus (Efésios 6.14-17). A oração também desempenha um papel fundamental na batalha espiritual, pois nos conecta com o poder divino e nos fortalece para enfrentar as ciladas do Diabo. O apóstolo Paulo exorta os crentes a orarem em todo o tempo, com toda oração e súplica no Espírito, buscando a comunhão e a direção de Deus em todas as circunstâncias da vida (Efésios 6.18).

Além das referências bíblicas, muitos autores cristãos têm abordado o tema da batalha espiritual em suas obras. "O Peso da Glória", de C.S. Lewis, é um livro que aborda a luta contra as forças do mal e a busca pela santidade e comunhão com Deus. "A Sedução de Eva", de Steve Gallagher, é outro livro que explora a estratégia do inimigo em seduzir os cristãos e como podemos resistir a essas tentações.

A batalha espiritual é uma realidade presente na vida do cristão, mas com a armadura de Deus e a oração constante, podemos resistir aos ataques do inimigo e viver uma vida de comunhão e vitória em Cristo. A Palavra de Deus e a fé são nossas armas para enfrentar as ciladas do Diabo e permanecer firmes em meio às adversidades deste mundo caído. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- A expressão “batalha espiritual” nunca aparece na Bíblia. É um termo teológico prático para descrever o conflito da vida cristã. A batalha espiritual que estamos enfrentando é uma luta épica contra Satanás e seus anjos, contra os principados e as potestades. Ela está sendo travada diariamente onde nós vivemos – em nossos lares, nossos escritórios, nossos casamentos, nossa igreja e no íntimo do nosso coração. Quando somos convertidos, temos paz com Deus (Rm 5.1) e desfrutamos da paz de Deus (Jo 14.27). A vida cristã, porém, é uma guerra, um grande combate, uma vida de lutas e tribulações (Jo 16.33). A causa desta guerra é que vivemos numa sociedade que está em rebelião contra Deus, num mundo que jaz no maligno (Jo 16.11; 1Jo 2.15-17). O causador desta guerra é Satanás. Ele lidera ataques espirituais contra o cristão e persegue a igreja de maneira implacável (Ap 12.13-18). Paulo ensina que a guerra do cristão não é contra pessoas, mas contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Estes inimigos são poderosos (Jo 12.31), malignos (os agentes secretos do mal) e astutos ou inteligentes para enganar (2Co 11.14). A principal cilada que o diabo utiliza é fazer com que as pessoas não acreditem na sua existência. John MacArthur define batalha espiritual como “uma guerra de proporções universais contrapondo Deus e sua verdade contra Satanás e suas mentiras. É uma batalha de vontades entre Deus e Satanás. É um conflito cósmico que envolve Deus e a mais alta criatura que ele fez, e o conflito atinge cada ser humano. Satanás e seu exército de demônios estão lutando contra Cristo, seus santos anjos, a nação de Israel e os crentes. As linhas de batalha estão claramente desenhadas” John MacArthur, Standing Strong: How to Resist the Enemy of Your Soul, 2ª ed. (Colorado Springs, CO: David C. Cook, 2006), p. 21.

- Estejamos atentos, por que há possibilidade de sermos derrubados nesta guerra. O diabo e suas forças espirituais do mal intentam derrubar o cristão, prejudicar o relacionamento do crente com Deus, e ele não o faria se não houvesse, de fato, a possibilidade de sucesso. Para isso, ele arma ciladas e lança dardos inflamados para destruir o crente. As principais ciladas são: lançar dúvidas sobre o caráter e a Palavra de Deus (Gn 3); lançar dúvidas sobre a nossa filiação espiritual (Mt 4.1-11); levantar perseguição contra os crentes, principalmente, os líderes (At 12.1-8; Ap 2.10). E aqui entendemos a razão pela qual o Senhor Jesus nos advertiu: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca” (Mt 26.41). A carne ou a nossa natureza humana não tem poder suficiente para resistir ao pecado. Também Paulo exorta: “Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia” (1Co 10.12). Mas estamos num Exército vitorioso e muito bem equipado! Podemos vencer esta guerra, utilizando as armas que Deus nos proporciona: “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo”. Observe que Paulo fala de duas armas: o poder do Senhor e a armadura de Deus. Não devemos enfrentar as forças demoníacas utilizando a nossa habilidade humana, mas o poder de Deus. Este poder foi o mesmo que ressuscitou a Cristo e o exaltou (Ef 1.19). Este poder está a nossa disposição. Também devemos utilizar a roupa adequada de um guerreiro, a armadura de Deus. Fonte: Monergismo

SINOPSE III

A cultura secularista e o relativismo doutrinário combatem contra a fé cristã. Precisamos nos fortalecer para vencermos as batalhas espirituais.

CONCLUSÃO

Durante a existência do corpo mortal, nosso homem exterior estará sujeito às tribulações desta vida (2 Co 4.11). Apesar do padecimento e das aflições, nosso homem interior não deve desfalecer, mas se renovar por meio do poder do Espírito (2 Co 4.16). Assim, os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com o peso de glória eterna reservado para os fiéis (2 Co 4.17). Por isso, no tempo presente de ataques e desconstrução da fé cristã, necessitamos de renovação do nosso interior, dia a dia, para enfrentar o poder do pecado e do mal.

COMENTÁRIO EXTRA:

A conclusão nos lembra da dualidade da vida cristã: enquanto nosso homem exterior enfrenta as tribulações e adversidades deste mundo caído, nosso homem interior pode ser renovado e fortalecido pelo poder do Espírito Santo. Essa renovação interior nos capacita a perseverar diante das dificuldades e a não desfalecer, mesmo em meio aos sofrimentos e aflições que enfrentamos.

A promessa da Palavra de Deus é clara: as tribulações que enfrentamos nesta vida são temporárias e passageiras, mas a glória eterna reservada para os fiéis é incomparável e eterna (2 Coríntios 4.17). Essa perspectiva da eternidade nos encoraja a enfrentar as adversidades com esperança e confiança em Deus, sabendo que Ele está no controle de todas as coisas e que Seu poder nos sustentará.

Em tempos de ataques e desconstrução da fé cristã, é fundamental buscarmos essa renovação interior diária através da comunhão com o Espírito Santo e do estudo da Palavra de Deus. Através da oração e da meditação nas Escrituras, somos fortalecidos em nossa fé e capacitados a resistir às investidas do pecado e do mal.

Nesse contexto, é importante recorrermos também a fontes adicionais que nos ajudem a aprofundar nosso entendimento e nossa aplicação desses princípios bíblicos. Livros como "O Evangelho Segundo o Espírito Santo", de Gordon Fee, e "O Discípulo Radical", de John Stott, são exemplos de obras que tratam da obra do Espírito Santo em nossa vida e da radicalidade da vida cristã.

Em resumo, a renovação interior é essencial para enfrentarmos as adversidades da vida e permanecermos firmes na fé. Com base nas verdades bíblicas e na ação do Espírito Santo em nós, podemos resistir aos ataques do inimigo e perseverar na busca pela glória eterna que nos aguarda. Nossa esperança não está nas coisas temporais deste mundo, mas sim na promessa de Deus de que um dia estaremos com Ele na eternidade. Que possamos, portanto, buscar diariamente essa renovação interior, permitindo que o poder do Espírito nos fortaleça para vivermos uma vida fiel e comprometida com o Reino de Deus. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

- O exemplo de Paulo é encorajador para o povo de Deus de todas as épocas. O mesmo Deus que assistiu o apóstolo nas suas fraquezas ainda é o mesmo, “ontem, hoje e eternamente” (cf. Hb 13.8). Infelizmente, às vezes encaramos os relatos bíblicos como abismos intransponíveis, com mais de dois mil anos de diâmetro, como se Deus não mais socorresse aqueles que lhe pertencem. “Temores por fora e lutas por dentro” é a causa do desânimo de muitos pastores hoje em dia, desembocando por vezes até em desistência do ministério. Isso é agravado ainda mais quando os “oportunistas da fé”, muitos dos quais se autodenominam “apóstolos” e “profetas” hoje em dia, angariam sucesso, glória pessoal e prosperidade à custa de suas ovelhas, fazendo com que os números dos templos cheios (mesmo que para isso os bolsos das ovelhas se esvaziem) apontem o fracasso daqueles que teimam em permanecer fieis à Palavra e resistentes à sedução das estratégias de marketing como meio de alavancar seus ministérios. Para Paulo, tais pessoas não passam de “falsos apóstolos, obreiros fraudulentos”, que se transformam em ministros de Cristo, mas que não passam de verdadeiros emissários de Satanás (2Co 11.13–15). Fonte: Monergismo

REVISANDO O CONTEÚDO

1- Qual exemplo podemos contemplar na vida do apóstolo Paulo? Mesmo diante do sofrimento, o apóstolo não retrocedeu e tampouco negou a fé.
2- O que a Bíblia enfatiza a respeito do Espírito Santo? A Bíblia enfatiza que o Espírito Santo é o agente que habilita o cristão a manter-se firme na adversidade.
3- Que contraste o apóstolo Paulo faz para apelar ao exercício da fé bíblica? Ele contrasta as coisas visíveis com as invisíveis, as temporárias com a s eternas.
4- De acordo com a lição, o que o “espírito da Babilônia” nega? Nega a realidade espiritual, a existência de Deus, a verdade bíblica e todo o conjunto de valores provenientes da Palavra de Deus.
5- O que a Bíblia nos alerta a respeito de nossa luta? A Bíblia alerta que nossa luta não é contra o homem , mas contra o s demônios (Ef 6.12).


SAIBA MAIS SOBRE
 ESCOLA DOMINICAL:

Gostou do site? Ajude-nos a manter e melhorar ainda mais este Site: Nos abençoe com uma oferta voluntária pelo PiX/TEL (15)99798-4063 ou (pix/email) pecadorconfesso@hotmail.com – Seja um parceiro desta obra. “(Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também. Lucas 6:38 )”

SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

Clique aqui para Download das:

SUBSÍDIOS DAS REVISTAS – 3º Trimestre De 2023
| CLIQUE E ACESSE |

---------------------------------------------------------

Acesse nossos grupos, clique, entre e tenha mais conteúdo:

Muito conteúdo sem sobrecarregar seu celular.
Acesse mais Conteúdo pelo Telegram
Mais conteúdo pelo WhatsApp
Gostou do site? Ajude-nos a Manter e melhorar ainda mais este Site.
Nos abençoe Com Uma Oferta Voluntária pelo

PIX/e-mail: pecadorconfesso@hotmail.com
ou PIX/Tel: (15)99798-4063 ou PicPay: @pecadorconfesso

Seja um parceiro desta obra.
Clique também nas propagandas. Cada clique ajudará bastante.
“Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. (Lucas 6:38)

---------------------------------------------------------

SEJA UM PROFESSOR DA EBD PREPARADO NO ENSINO. LEIA OS ARTIGOS:

(1) CURSO PREPARATÓRIO PARA PROFESSOR DA EBD - ESCOLA DOMINICAL
#ACERVO DE 900 MIL LIVROS EM PDF - ENCONTRE O QUE PROCURA

---------------------------------- 

Gostou do site? Ajude-nos a manter e melhorar ainda mais este Site: Nos abençoe e incentive está obra que demanda tempo com uma oferta voluntária pelo PiX/TEL (15)99798-4063 ou (pix/email) pecadorconfesso@hotmail.com – Seja um parceiro desta obra. “(Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também. Lucas 6:38 )”

COMMENTS

BLOGGER

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor, blogueiro, pastor. Vivendo para o Reino de Deus. Trabalhando incansavelmente para deixar o blog sempre atualizado abençoando e evangelizando as vidas que acessam este espaço de aprendizado cristão. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras e cursos para jovens, casais, obreiros e missões urbanas | (Tecnologia WordPress).

Nos abençoe pelo PiX pecadorconfesso@hotmail.com

A Contribuição financiará os Projetos: • Mais Ferramentas para o Site. • Melhorar visual. • Manter o Site ativo e funcionando. • Ajudar nas compras de cestas básicas • Fazer parte das Missões Urbanas. • Distribuir Bíblias Grátis. • Discipular Novos Convertidos. • Adicionar Slides e Books em PDF. • Trazer mais Conteúdos para ajudar a ministrar as aulas. ••••Contribua pelo PiX•••• ||pecadorconfesso@hotmail.com || •• ou pix: •• (15) 99798-4063 (WhatsApp)

NOVOS COMENTÁRIOS$type=list-tab$com=0$c=4$src=recent-comments

Nome

#desafio42dias,6,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,10 Sites,3,1º Trimestre,104,1º Trimestre 2018,1,2023,1,2024,12,2º Trimestr,1,2º Trimestre,101,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,98,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,190,A igreja local e missões,28,A Intervenção de Cercília,1,A Mensagem,1,A multiforme sabedoria de Deus,3,A Raça Humana,12,A volta do homem sem rosto,1,Abençoa,6,Abençoadas,6,Abominações,1,Abraão,6,Absalão. EBD,6,Abuso Sexual,5,Acabe,1,Ação de Graça,6,Acazias,1,Acepção,1,Achados,2,AD em BH,2,Adão,16,Adolescente,73,Adolescentes,16,adolescer+,7,Adoração,9,Adulto,115,Aflição,2,Ageu,3,Agonia,1,Agostinho,2,Air,1,Ajuda,2,Ajuda do Alto,3,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,Alcoólica,1,alegria,2,Ali,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,11,Alto,2,Amar,14,Amasiado,2,Amém,1,Amigo,7,Amizade,14,Amnon e Tamar,2,Amor,53,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,10,Amós,1,amostra grátis,2,Ana,4,Ananias,2,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,2,Angular,1,Aniquilacionismo,1,Anjo de Luz,2,Anjos,4,Anonimo,1,Anrão,1,AntiCristo,3,Antiga,1,Antigo Testamento,6,Ao Vivo,2,Apaixonado,1,Aparece,1,Aplicativo,1,Apocalipse,24,Apologia,12,Apostasia,2,Apostolo,15,Apóstolo dos pés sangrentos,1,apóstolo Paulo,42,Apóstolos,3,App,2,Apple Store,1,apreço imenso,1,Aprendendo,3,aprender,1,APRENDER+,1,Aprendizagem,1,Aprovação,1,aprovado,1,aquecimento,1,Arca da Aliança,3,Arqueologia,2,Arrebatamento,12,Arrebatar,2,Arrependimento,11,Artesão,1,Artista,1,As 95 Teses,1,As Bases do Casamento Cristão,8,As Bodas do Cordeiro,1,Asera,1,Aserá,1,Aspectos,1,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,5,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,ASSISTIR,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Atalaia,2,Ataque,3,Ataques,3,Ateísmo,3,Atenção,1,Atender,1,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitudes,1,Atitute,1,Atividade,1,Atos,16,Atributos,17,atriz,1,Audio Book,4,Auto Escola,1,autoajuda,2,Autoridade,1,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avivado,8,Avivamento,13,Avó,1,Baal,1,Babel,13,bailarina,1,Baixar,37,Balaão,9,Balada Gospel,1,Balzac,1,Banalização,1,Bangu,1,banner,1,Barack Obama,2,Barato,1,Barnabé,2,Base Bíblica,36,Batalha Espirítual,31,Batismo,8,Batismo nas Águas,2,Batista,2,Batom Vermelho,1,Baxterismo,1,BBB,1,Beber,1,Bebês,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Bençãos,6,Benhour Lopes,1,Berçário,4,Bernhard Johnson Jr,1,best-seller,5,Bestas,1,Betânia,1,BETEL,145,Betel Adulto,81,Betel Jovem,40,Bíblia,82,Bíblia Diz,22,Bíblias,7,Bíblica,28,biblicas,4,Bíblico,5,Bíblicos,4,Bibliologia,2,Bienal do Livro,10,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,6,Bispa,1,bissexual,1,BléiaCamp,1,Blíblica,1,BLOG,7,BlogNovela,20,Boaz,2,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,Bom,4,bom-humor,6,Bombom,1,Bondade,2,Bons Sonhos,4,Borboleta,1,Brasil,2,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,2,Briga,1,Brincadeira,1,Brother Bíblia,10,Budismo,1,Bullying,1,Busca,9,C. S. Lewis,1,Cadelabro,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Cam,1,Caminho,7,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,Canaã,1,canal,1,Canção,2,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantar do Galo,1,cantares de salomão,11,Cantor,2,Cantora,1,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,capacitação,1,Capítulo 1,1,capítulo 10,1,Capítulo 2,1,capítulo 3,1,capítulo 4,1,capítulo 5,1,capítulo 6,1,capítulo 7,1,capítulo 8,1,capítulo 9,1,Caráter,7,cardapio,1,Carência,4,Carismático,7,Carne,2,carreira,1,Carta,18,Carta de Amor,14,Cartas,5,Cartaz,5,Casa,15,Casa Branca,4,Casamento,16,Casamento Misto,4,Catarina Migliorini,1,Cativeiro,3,Cautela,1,CD,1,CDHM,1,Central Gospel,26,Centurião,1,Cerebral,1,Certificados,1,Cessacionismo,1,Cesto,1,Céu,8,Céus,5,CGADB,3,Chama,1,Chamada,1,Chamado,2,Champions League,1,Charges,8,Charles Darwin,1,Chegando,1,Cheios,1,CHIPRE,1,Chuva,1,Ciência,7,ciência de dados,1,Ciência vs Bíblia,10,Cinco,2,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Circuncisão,3,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,3,Civilização,1,Clara Tannure,1,classificação,1,Cláudia,1,Cleycianne Ferreira,11,Clipe Oficial HD,2,Coach,2,Código,1,Cólera,1,Colesterol,1,Colorida,1,com Pedro Bial,1,Combater,4,Comentários,5,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,3,Como ser um missionário,12,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,6,Compreender,1,comunhão,7,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concerto,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Condição,1,Conectar,6,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confirmando,2,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,12,Conhecendo,16,Conhecer,4,CONHECER+,1,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conquista,7,Conquistas,6,Conselhos,14,Consequências,1,Conservador,1,Contra,1,Contra Mão do Mundo.,2,Contraria,1,Conversão,6,Copa America,1,Copimismo,1,Coração,6,Coragem,1,Coreografia,1,Cores,1,Coríntios,6,Corona Vírus,1,Corpo,2,Correios,1,Cortinas,1,Covid-19,1,Coxo,1,CPAD,467,CPAD Adolescentes,56,CPAD Jovem,113,Crack,1,Cracolândia,3,Crente,9,crescimento,4,Creta,1,Criação,24,Cristã,10,Cristão,28,Cristianismo,3,Cristo,38,Cronograma da Bíblia,4,Cronologia,1,Crucificação,4,Cruz,7,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,2,Cuide do Coração,5,Culto,8,Culto da Virada de Ano Novo,3,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,1,Cultura,1,Cura,4,Curado,2,Curso,4,Cuxe,1,D. A. Carson,1,Dalila,1,Dança,1,Daniel,9,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,22,Davi e Bate-Seba,9,Davi e Jônatas,9,Davi e Mical,7,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Débora,2,Decisão,1,declaração,6,dedicação,1,deep learning,1,Degeneração,1,Deidade,1,Delírios,1,demissão,2,demônio,12,Demônios,14,Denominação,1,Dentro,1,Denúncias,5,Depressão,2,Deputado Federal,1,derrotando,1,Derrubar,1,Desabamento,1,Desafiando,10,Desafio,10,Desafio Insano,7,Desafio4x4,3,Desapaixonar,3,Descobertas,2,Desculpas,1,Desejo,2,Desenho Bíblico,8,Deserto,17,Desigrejados,3,Despedida,1,Despertamento,1,Destinatários,1,Desunião,1,Deus,104,Deus é Amor,20,Deus está Morto,3,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,deuses falsos,9,Deuteronômio,1,Devaneios,3,Devocional,86,Dez Mandamentos,1,Dez passos,6,Dia,1,Dia da Independência do Brasil,1,Dia de Missões,28,Dia do Evangelista,2,Dia dos Namorados,18,Dia dos Pais,9,Diabetes,1,Diabo,2,Diáconos,12,Diante do Trono,2,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,3,Dias,2,Dicas,12,Dicionário,3,Diferente,1,Diferentes,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinâmica,9,Dinheiro,7,Discernimento,2,Discipulado,32,Discipulos,32,Discípulos,34,discussão,1,Distância,1,Diva do Senhor,1,Divina,4,Divino,4,divórcio,3,Dízimos,10,Doação,4,Doação de Bebê,2,Dobrada,1,Doença,4,doença física,7,Dom,9,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,14,Dons de Maravilhas,14,Dores,1,Doutrina,16,Doutrinas Fundamentais,27,Download,80,Download Livros e E-books,143,Doze,1,Drink de Baygon,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,DST,1,Duas,1,Duelo,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,36,EBD,688,EBF,1,Eclesiastes,12,ecológico,1,Ecumenismo,1,Éden,8,Edificados,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,Educação,1,Efatá,1,Efésios,3,Egito,6,Elcana,3,Ele,1,Eleição,6,Eleita,1,Eli,2,Elias,11,Eliasibe,1,Eliseu,2,Elizabeth Gilbert,1,Elizeu,4,Ellan Miranda,6,Elogios,1,emagrecer,1,Email,2,empresa,2,Empresa.,1,Encerramento,1,Enchente,1,Enciclopédia,1,Encontrar,1,Encontro,11,Encorajamento,4,Eneias,1,ENFRAQUECIMENTO DA IDENTIDADE PENTECOSTAL,1,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensina,1,Ensinar,4,Ensino,3,Ensinos,2,Entendendo,1,entender Deus,3,Entrevista,5,Envia,1,Envio,1,Epidemiologia,1,Epístolas,20,Época de Cristo,3,Esaú,3,Esboço Pregação,5,Escala de Professores da EBD,4,Escape,1,Escatologia,38,Escavação,1,Escola,33,Escola Bíblica Dominical,874,Escola Dominical,85,Escolha,5,Escravo,1,Escritor,1,Escrituras,4,Esdras,2,Espaço,2,esperança,5,esperança. razão,1,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,2,Espírito,28,Espírito Santo,34,Espirituais,4,Espiritual,14,Espiritualidade,4,Estado de São Paulo,2,Ester,1,Estevão,2,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estrutura,1,Estuda,2,Estudo Bíblico,202,Estudos Bíblicos,495,Estupro,1,Eterna,4,Eternidade,5,Eterno,3,Ética,2,Eu,1,Eu ainda te amo,1,Eufrates,1,Eva,15,evangelho,15,EVANGÉLICA,5,Evangelico,1,Evangélicos,2,Evangelismo,3,Evento,2,Evidências,1,evolução,1,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exegese bíblica,2,Exemplar,2,Exemplo de Tensorflow,1,Exemplos,1,exílio,3,Êxodo,2,Experiência de vida,26,Expositiva,2,Expressando,1,Extra,49,Exupéry,1,Ezequias,1,Ezequiel,4,F.F Bruce,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,7,Falecimento,1,Falsos,10,Falta,1,familia,46,Família,46,Fat Family,2,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,21,Feirinha,1,Felipe,1,Feminina,7,feminista,7,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,12,Festa Junina,3,Festividade,4,Ficar,1,Fidelidade,2,Fiel,4,Filha,6,Filho de Deus,9,Filho do Homem,6,Filho Pródigo,5,Filhos,17,Filipenses,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim,1,Fim de Relacionamento,7,Fim do Mundo,14,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,3,Firme,2,firmeza,2,Firmino,1,Fletar,1,Fogo,1,Fora,1,Forma,1,Formação,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Free The Nipple,1,Friedrich Engels,1,Frutifica,6,Fundamentalismo,1,Fundamentos,1,Fúnebre,1,funk,1,futuro,1,G-JJHNKFDSCM,7,gadareno,1,Gálatas,1,Galaxy,1,Galileu,1,Galo,1,Game Of Crentes,7,Ganhe Um Livro,21,gastando pouco,1,Gay,8,Gênesis,20,Gênesis.,8,genro,1,Gentios,1,Geografia,1,Geográfica,1,Geração,2,Gestos,1,Getsemani,1,Gideões,16,Gideões Missionários da Última Hora,20,Gigante,3,Gilberto Carvalho,1,Gileade,1,Gilgal,1,Giom,1,GLBS,2,global,1,Globalismo,1,Globo,1,Glória,7,Gloriosa,1,GLOSSÁRIO,2,Glossolalia,1,Glutonaria,1,GMUH,13,Gogue,2,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Graça,5,Grande,5,Grande Tribulação,4,Grátis,3,Greta,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,3,guerra,6,Guia,2,Habacuque,4,Halloween,1,Haxixe,1,Hebraica,2,Hebreus,7,Hedonismo,4,Helena Tannure,1,Hematidrose,1,Herdeiros,1,Heresia,19,Hermenêutica,3,Hernandes,1,Hilquias,1,Hinduísmo,1,hipócrita,1,Hissopo,1,História,8,Historia Real,1,Holística,1,Holocausto,1,Homem,9,Homenagem,1,Homens,3,Homilética,3,Homofobia,15,homosexualismo,12,Homossexual,9,Honestas,1,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Horebe,1,Hubner Braz,23,Hulda,3,Humana,4,Humanas,1,Humanidade,2,Humano,12,Humanos,2,Humildade,2,Humor,11,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,Icabô,1,Identidade,2,Ideologia,1,idioma,1,Ídolos,3,Igreja,39,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,5,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Iluminação,1,ilustração bíblica,9,Imanência,1,imersos,1,Imoral,1,Imoralidade,1,ímpio,1,Importa,1,Impostor,1,Impresso Normal,1,Impressora,1,Imutabilidade,2,Incas.,1,indenização,1,Individual,1,indústria,1,Inerrancia,1,Infantil,51,Inferno,3,infiéis,1,inglês,1,Inicio,1,Início,1,inimigo,1,injustiça,1,Insano,2,Insegurança,1,Inspiração,1,Instituição,1,Instrução,3,Integral,1,inteligência artificial,1,Intercessão,1,Internação,1,Internacional,1,Interpletação,2,interpretação,1,intertestamentários,1,Intimidade,4,Introdução,1,iPad,1,iPhone,1,Ira,1,Irmã Zuleide,1,Isaias,2,Isaque,8,Islâmico,1,Islâmismo,1,Israel,11,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jardim de Infância,21,Javé,1,Jeito,1,Jejuando,1,Jejum,2,Jeroboão,1,Jerusalém,6,Jesua,1,Jesuíta,1,Jesus,45,Jesus Cristo,52,Jesus de Nazaré,9,Jezabel,1,Jó,15,João,9,João Batista. Ossada,2,Joás,1,JOEL,1,John Piper,1,John Stott,1,Jonas,2,Joquebede,2,Jornada,8,Jornal da Record,1,José,9,José Wellington,1,Josh McDowell,1,Josias,2,Josue,8,Josué,9,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,227,Jovens,179,Judá,1,Judá e Tamar,1,Judas,1,Juízes,1,Juízo,1,Juízo Final,7,Julgamento,5,Julgamento Final,2,julgar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,42,Juramento,1,Justiça,4,Justo,1,Juvenis,22,Karkom,1,Karl Marx,1,Karma,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,3,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,2,Lei,5,Léia e Jacó,7,Leilão,3,Leis,2,Leitor,1,Leitora,1,Leitura,9,LEITURA BÍBLICA,3,Lembrancinhas,1,LeNovo,1,Lepra,1,Ler a Bíblia em 42 dias,3,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Liberdade,2,Libertação,1,Libertador,1,Libertinagem,1,Libertos,2,Lição,25,Lição 5,1,Lições,1,Lições Bíblicas,8,Lições Bíblicas da BETEL,399,Lições Bíblicas da CPAD,580,Lições de Vida,28,Líder,8,Líder Adolescente,28,Líder Jovem,25,Liderança,16,Líderes,3,Lídia,1,LinkedIn,1,Lino,1,Lista,2,Litoral,1,Liverpool,1,livre,5,Livre Arbítrio,7,Livres,2,Livro,37,Livro do Trono,3,Livro em Audio,7,Livro Selado,2,Livros - Comentarios,94,Livros Evangelicos,49,livros poéticos,10,Localização,1,Logos,1,Loide,3,Loira,1,Longanimidade,1,Lopes,1,Louco,1,Louvor,10,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,14,Lucifer,1,Lutando,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,7,Luz,1,Luz do mundo,2,Lya Luft,1,MacBook Air,1,machine learning,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,8,‪Magia,1,Magogue,2,Maias,1,Mal,4,Malala,1,Malaquias,3,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,3,Manifestação em Cristo,2,Manual de missões,22,Mãos,2,Maquiagem,2,Marcador de Páginas,1,Marcas,2,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,2,Mardoqueu,1,Maria Madalena,2,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,2,Mártires Cristãos,4,Massacre,1,Masturbação,7,Materialismo,1,maternal,16,Mateus,1,Matityáhu,1,Matrimonio,7,maturidade cristã,8,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,11,Melhores Blogs,3,Melhores Sites,4,Meninos de Rua,1,Menor,1,Mensagem,5,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Messias,3,Mestre,4,Mesulão,1,metaverso,1,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Mídias Sociais,2,Milagres,9,Milênio,3,Milionário,1,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério,20,Ministério Público Federal,2,Miqueias,2,Miriã,2,Misericórdia,6,Missão,44,Missiologia,30,Missionário,28,Missões,24,Mistério,1,Mitologia,1,Mitos,1,MMA,1,Mobilização,2,Moda Bíblica,2,Moda Cristã,2,Moda Evangélica,2,Modelo,3,Modelos,1,Moisés,21,Monarquia,3,Monte,4,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,9,Mordomo,1,Morrer,2,morte,13,Mortos,2,Motim,6,Motivos,1,Movimento,1,Muda,1,Mulçumano,1,Mulher,5,Mulher de Potifar,1,Mulheres,7,multiplicação,1,Mundo,9,Muro,1,Muros,1,Musica,8,Naama,1,Nacional,2,Namorado,18,Namorar,34,Namoro,105,Não,1,Não Prometeu,1,Nascença,2,Nascimento,3,Natureza,6,Naum,1,Necessidade,2,Neemias,4,Negar,2,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,2,NetFlix,1,Nigéria,1,Ninrode,1,No Fundo Do Poço,1,Noadia,1,Noé,1,Nome,2,Nome de Bebê,1,Nomes,2,Nora,2,Normalização,3,Norte,1,Noruega,1,Nota,1,Notícia gospel,67,Notícias Gospel,214,Nova,16,Novas Lições,2,Novela,2,Novo,5,Novo Testamento,6,Novos Céus e Nova Terra,6,Novos Convertidos,14,Novos Valores,2,nutricionista,1,Nuvem,1,NX Zero,1,O adeus,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,1,O Bom Travesti,1,O casamento negro,1,O Exército de Cleycianne,1,O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA,6,O MINISTÉRIO DE PASTOR,12,O Quarto da Porta Vermelha,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obadias,1,Obede-Edom,1,Obediência,5,Obesidade,1,Obra,4,Obras,3,obreiro,2,Obstáculos,1,Odio,1,Ofertada,8,Ofertas,8,Oficial,1,Olhando para direção errada,1,Olhar,3,Onde Estiver,1,ônibus,1,Onipotente,1,Onipresente,6,Onisciente,1,Online,1,Onri,1,ONU,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oposição,1,Opressão,1,Oração,24,Orando,1,Orar,4,Orfanato,1,Organização,2,Origem,6,Os Melhores Livros,29,Os Valores do Reino de Deus,2,Oséias,5,Oséias e Gomer,5,Outra Chance,3,Ovelha,8,Padrões,1,Paganismo,1,Pagãos,1,Pai,6,Paixão,3,Paixão e Cura,1,Palavra,6,Palavra de Deus,7,Palavras,1,Pandemia,5,Pânico,1,pão,2,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papai,6,Papo,1,Paquera,2,Paquistanesa,1,Paquistão,1,Para Sempre,1,Parábolas,21,Paradoxo,2,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,4,Pastor,21,Pastor Paul Mackenzie Nthenge,1,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,2,Pastores,4,Paternidade,2,Patrick Greene,1,patristicas,2,Paulo,31,Pb. Renan Pierini,1,PDF,64,Pecado,37,Pecador Confesso,14,PECC,50,Pedindo,1,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedra,1,Pedras,1,Pedro,9,peixe,1,Pelos,1,Pensamento,3,Pentateuco,6,Pentecostal,11,Pentecostes,3,Perda,3,Perdão,14,Perdidos,6,Perfeito,2,Perigo,3,Perigos,1,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,3,Perseguidor,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Perspectiva,1,Pesquisa,2,Pessoa,2,pessoas,5,Peter Moosleitner,1,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Pirralha,1,Pison,1,Planeta Terra,2,Plano de Aula,7,PLANO DE LEITURA BÍBLICA,15,Planos,6,Plantador de Igrejas,2,Play Back,1,playboy,1,Plenitude,7,Poder,4,Poema,3,Poesia,4,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,Porção,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,8,Portões,1,Posse,1,Possível,1,Posto,1,Povos,2,Pr Gilmar Santos,1,Pr Napoleão Falcão,3,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Pragas,2,Praia,1,Prática,2,Praticar,3,Pré-Adolescentes,19,Preço,1,Predestinação,4,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,14,Pregadores,4,Premier,1,Premium,1,Preocupar,1,Preparado,2,Preparativos,1,Presbíteros,1,presidente,4,Presídio,1,Prevenção,2,previdência,1,Primário,28,Primeira,2,primeiro,4,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,2,Primogênitos,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,4,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,3,Profecia,21,Professor,21,Profeta,34,Profeta Jeremias,3,Profetas,25,Profetas Menores,23,Profética,4,Profético,9,Programa de Educação Cristã Continuada,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Progressista,1,Projeto,2,Projeto Cura Gay,2,Promessa,9,Prometida,2,Promoção,5,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,4,Prosperidade,1,Prostituta,2,Proteção,1,Protesto,1,Provai,1,Provê,1,Proverbios,12,PSDB,1,Pura,1,Purifica,2,Puro,1,Pv 4.23,1,Qualidades,1,Quando Deus diz não,9,Queda,10,Quem segue a Cristo,3,Quem Sou?,1,Querer,2,Querite,1,Raça,1,Racismo,1,Rainha de Sabá,3,Rainha Ester,2,Raptare,1,Raquel,2,Realidade,5,Rebeldia,3,Rebelião,1,Receber,1,Reconciliação,2,Reconstrução,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,2,Redenção,1,Redentora,1,redes neurais,1,reflexão,21,reformado,1,regime,1,Regininha,1,Registro Módico,1,regras,1,Rei,3,Rei Xerxes,1,Reinado,15,Reino,19,Reino de Deus,14,Reino dividido,8,Reino do Messias,6,Reis,1,Rejeição,1,Relacionamento,68,Relativismo,3,Relatos,5,Relógio da Oração,4,Remida,1,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,75,Reservado,2,Resguardar,1,Resistir,1,Resplandecer,1,Responde,1,Responsabilidade,2,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,6,Restauração,3,Restauracionismo,1,Resumo,8,Retorno de Cristo,3,Retribua,1,Reuel Bernardino,1,Rev. Augustus Nicodemus,1,Revelação,5,Revelado,1,Revista,92,revolução industrial,1,Rezar e Amar,1,Richard Baxter,1,Rico,4,Rio Tigre,1,Riqueza,3,Riscos,1,Roboão,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Roupas,3,Rubem Alves,1,Ruins,1,Russel Shedd,1,Rute,3,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sabedoria,14,SABER+,1,Sacerdócio,5,Sacerdotal,5,Sacrifício,4,Sadhu Sundar Singh,1,Safira,2,Safra,1,Sal da Terra,1,Salmos,30,Salomão,12,Salvação,17,Salvador,10,Sambalate,1,Samuel,14,Samuel Mariano,1,Sangue,3,Sangue no Nariz,1,Sansão,2,Santa Ceia,4,Santidade,9,Santificação,11,Santo,4,sapienciais,1,sapiências,1,Sara,2,Sarah Sheva,1,Satanás,6,Saudações,2,Saudades,4,Saul,10,Saulo,2,Savífica,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Seguidor,1,Seguir,1,Segunda,2,Segundo,1,Segundos,1,Segurança,1,Seita,2,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Selada,1,Seleção Brasileira,1,Sem,1,Sem Garantia,1,Semeador,2,Semente,2,Sementes,2,Seminário,1,Senhor,4,Senhorio. Jesus,1,Sensibilidade,1,Sentido da Vida,6,Sentimento,2,Sentimentos,4,Separação,2,Separar,2,Ser,3,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Chá Com Professores,4,Série Dicas de Como Liderar,23,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,4,Sermão do Monte,4,Sex,2,Sexo,5,Sexual,4,Sexualidade,2,Sidney Sinai,1,SIFRÁ e PUÁ,1,Significados,4,Silas Malafaia,5,Silêncio no Céu,5,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Simples,1,Sinal,1,Sincero,1,Sistema,2,Sites,3,Slide PC,2,Slider,462,slides,6,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Soberania,1,Sofonias,3,Sofrimento,4,Sogra,3,Soldados,5,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,5,Sonhos de Valsa,1,Sono,1,Sono da Alma,10,Sorrir,3,Sorteio,2,Sou,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Sublimidade,1,Submissão,2,Subsídio,90,Sucessor,1,Sueca,1,Sujeição,1,Sul,1,Sulamita,5,suprema,2,Surface Pro 2,1,Suspenção,1,Sutiã,1,Sutileza,11,Sutilezas,1,tabela,1,Tabernáculo,4,Tabita,1,Tablet,1,Talentos Cristãos,3,Tarado,1,Tarso,1,Tatuagem,3,TCC,1,Tecido,1,Tecnologia,2,Tela Cinza,1,Telegram,1,Temas,2,Temática,2,Temor,8,Temperamento,1,Tempestade,2,Templo,3,Tempo,5,Tempo de Viver Coisas Novas,3,Tempos,2,tensorflow,1,Tentação,5,Teologia,15,Teologia da Libertação,2,Termino de Namoro,7,Término do Namoro,2,Termos,1,Terra,4,Terra Prometida,7,Terremoto,1,Testamento,1,Testemunho,21,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,3,Tigres,1,Tim Keller,1,timidez,2,Timna,1,Timóteo,13,Timothy Keller,1,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,tisbita,1,Títulos,1,Tomas de Aquino,1,Top,2,Top Blogs,4,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,3,Top5,2,Torá,1,TPM,1,Trabalho,2,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transcendência,2,Transfer,1,Transforma,2,Tratando de uma leucemia,1,treinamento,1,Trevas,1,Tribunal de Cristo,2,Tribunal de Justiça,1,Trimestre,2,Trindade,3,Trino,2,Triunfal,1,Trono Branco,2,Tudo vê,1,Túnica,1,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Ultimos Dias,1,Últimos Dias,1,um trono e um segredo,1,Uma crente,1,Uma História de Ficção,79,Unção,2,Ungido,1,Unidade,9,Universo,2,Uno,1,Urias,1,Utensilios,1,Uzá,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,4,Valores,1,Vanilda Bordieri,1,Velhice,2,Velho Testamento,1,Velório,1,Vem,2,Vencendo,2,Vencer,2,Vendedor de Droga,1,Vento,2,Ver Deus,1,Veracidade,1,Verdade,2,Verdadeira,4,Verdadeira História,1,Verdadeiro,4,verdades,1,Versículos,4,Viagem,5,Vício,1,Vida,29,VIDA CRISTÃ,2,Vida depois da morte,13,Vida Pessoal,3,Vidas,1,Vídeo,24,Vigilância,2,vinda,4,Vindouro,3,Vinho,1,Violência,2,Virá,2,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Visão,2,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Vivendo,1,Viver,5,Voca,1,vocacionados,1,Volta,2,Volta de Cristo,5,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,webdevelops,2,Yehoshua,1,Yeshua,1,YOSHÍA,1,You Tube,2,youtuber,2,Zacarias,2,Zaqueu,1,Zelo,5,
ltr
item
Pecador Confesso: Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior | 3° Trimestre de 2023 | EBD ADULTOS
Lição 10 - A renovação Cotidiana do Homem Interior | 3° Trimestre de 2023 | EBD ADULTOS
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiTeWu9zKEXjN9OEmJ6Y5_RAYEIH3ksxH7yP9ILCSAIH1GZ0FocpuvaRTp-TNJjNTE-3qFrKbmPo88o0bL0WZ0I2SvlWRXROzx5_9iL8qDCd1QQufbz_C5kRy81Y4QCfqW7Klt75d84lwN3xyr5t-wNB30pBAiYmpPaGietS62rTc5qaXNw5X-glqnpVqup/w640-h360/Lic%CC%A7a%CC%83o%2010-Subsi%CC%81dio-Adulto-3%20Trimestre-PDF-Slide.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiTeWu9zKEXjN9OEmJ6Y5_RAYEIH3ksxH7yP9ILCSAIH1GZ0FocpuvaRTp-TNJjNTE-3qFrKbmPo88o0bL0WZ0I2SvlWRXROzx5_9iL8qDCd1QQufbz_C5kRy81Y4QCfqW7Klt75d84lwN3xyr5t-wNB30pBAiYmpPaGietS62rTc5qaXNw5X-glqnpVqup/s72-w640-c-h360/Lic%CC%A7a%CC%83o%2010-Subsi%CC%81dio-Adulto-3%20Trimestre-PDF-Slide.webp
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2023/08/licao-10-renovacao-cotidiana-do-homem.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2023/08/licao-10-renovacao-cotidiana-do-homem.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy