Lição 11 - Cultivando a Convicção Cristã | 3º Trimestre 2023 | EBD ADULTOS

📚    TEXTO ÁUREO (subsídio atualizado diariamente) “Porque a nossa exortação não foi com engano, nem com imundícia, nem com fraudulência.” ...

📚  TEXTO ÁUREO(subsídio atualizado diariamente)

“Porque a nossa exortação não foi com engano, nem com imundícia, nem com fraudulência.”   (1 Ts 2.3)

Pois γάρ a nossa ἡμῶν exortação παράκλησις não οὐ procede de ἐκ engano πλάνη, nem οὐδέ de ἐκ impureza ἀκαθαρσία, nem οὔτε se baseia em ἔν dolo δόλος;



COMENTÁRIO EXTRA:


        Diante das incertezas do tempo presente e dos ataques às doutrinas bíblicas, torna-se indispensável o crente cultivar profunda convicção cristã (2 Tm 1.12-14). Não cabe ao salvo esmorecer em meio às tribulações, mas prosseguir confiante pelo prêmio da soberana vocação (2 Co 4.1; Fp 3.14). Neste capítulo, estudaremos os aspectos da convicção espiritual, moral e social de nossa fé cristã. O objetivo é despertar em cada cristão o desejo de ser um autêntico “embaixador de Cristo” em um mundo de trevas.
Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.

        "Pois nossa exortação não era de engano, nem de impureza, nem de dolo;"
Para nossa exortação – Ou seja, nossa pregação. Uma parte é colocada para o todo. 
Não é, a qualquer momento, um engano – Nós pregamos não uma mentira, mas a verdade de Deus.
Nem de impureza – Com qualquer visão profana ou egoísta. Essa expressão nem sempre é apropriada à luxúria, embora às vezes seja enfaticamente aplicada a ela.
Nem com dolo – Mas com grande clareza de expressão. Fonte: Comentário de John Wesley

        PARAKLESIS: Grego (παράκλησις). Significado: exortação, súplica, conselho urgente, um cuidado pastoral. O termo foi baseado em 1TS 2.3 e 4 ("Porque a nossa exortação não foi com engano, nem com imundícia, nem com fraudulência; Mas, como fomos aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações."). Cremos que a real teologia está além da teoria pura. Acreditamos que ela reside especialmente na prática, é a teologia fundamentada na súplica por mudança, num conselho urgente para que você se arrependa, é um incentivo para que você comece a praticar as ordenanças de nosso Senhor Jesus! Amém Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

💡  VERDADE PRÁTICA

O cultivo da convicção cristã é imperioso para a prática e a defesa da fé em tempo de adversidades.



  LEITURA DIÁRIA

Segunda - 1 Ts 1.6-10

Ministrando as Boas-Novas no poder do Espírito para salvação

Terça - 2 Pe 1.16

O Evangelho não procede de fábulas para seduzir as pessoas com mentiras

Quarta - Rm 16.17,18

As falsas palavras e lisonjas corrompem o coração dos símplices

Quinta - 1 Co 1.29-31

O salvo deve gloriar-se no Senhor e não em si próprio

Sexta - Hc 1.1-4

Os problemas sociais como resultado do pecado

Sábado - 1 Co 9.11,12

Uma consciência altruísta de não criar obstáculo ao Evangelho


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

1 Tessalonicenses 2.1-12

1 - Porque vós mesmos, irmãos, bem sabeis que a nossa entrada para convosco não foi vã;  

2 - mas, havendo primeiro padecido e sido agravados em Filipos,  como sabeis, tornamo-nos ousados em nosso Deus, para vos falar o evangelho de Deus com grande combate. 

3 - Porque a nossa exortação não  foi  com engano, nem com imundícia, nem com fraudulência; 

4 - mas, como fomos aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova o nosso coração. 

5 - Porque, como bem sabeis, nunca usamos de palavras lisonjeiras, nem houve um pretexto de avareza; Deus  é  testemunha. 

6 - E não buscamos glória dos homens, nem de vós, nem de outros, ainda que podíamos, como apóstolos de Cristo, ser-vos pesados; 

7 - antes, fomos brandos entre vós, como a ama que cria seus filhos. 

8 - Assim nós, sendo-vos tão afeiçoados, de boa vontade quiséramos comunicar-vos, não somente o evangelho de Deus, mas ainda a nossa própria alma; porquanto nos éreis  muito  queridos. 

9 - Porque bem vos lembrais, irmãos, do nosso trabalho e fadiga; pois, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós, vos pregamos o evangelho de Deus. 

10 - Vós e Deus  sois  testemunhas  de quão santa, justa e irrepreensivelmente nos houvemos para convosco, os que crestes. 

11 - Assim como bem sabeis de que modo vos exortávamos e consolávamos, a cada um de vós, como o pai a seus filhos, 

12 - para que vos conduzísseis dignamente para com Deus, que vos chama para o seu reino e glória.

 

Hinos Sugeridos: 16, 227, 355 da Harpa Cristã

PLANO DE AULA

1. INTRODUÇÃO

Falar de convicção em tempos de relativismo é um convite para andar na contramão de uma cultura intelectual pela qual tudo é relativo e que ninguém pode ter certeza de nada. A dúvida é praticamente um dogma em muitos desses setores da sociedade. Por isso, nesta lição, temos a oportunidade de refletir a respeito da convicção cristã. Sim, a fé cristã traz convicção profunda a um coração permeado de incertezas: "Eu sei em quem tenho crido" (1 Tm 1.12).

2. APRESENTAÇÃO DA LIÇÃO

A) Objetivos da Lição:

I) Estimular a convicção espiritual nos cristãos a partir da confiança em Deus;

II) Compreender a necessidade de uma vida irrepreensível de modo que glorifique a Deus;

III) Reconhecer que o amor sacrificial e o abnegado trabalho são essenciais para o crescimento do Reino.

B) Motivação: Nesta lição veremos que todo crente em Jesus  precisa cultivar uma convicção espiritual, moral e social a fim de ser capaz de dar um verdadeiro testemunho neste mundo mergulhado em trevas. 

C) Sugestão de Método: Comece a aula propondo um diálogo sobre o que é convicção. Aguarde que digam. Pergunte à sua classe: "Alguém aqui é convicto de algo? Essa convicção honra o nome do Senhor?" Na sequência, diga que, de acordo com o Dicionário Houaiss, convicção é a "crença ou opinião firme a respeito de algo, com base em provas ou razões íntimas, ou como resultado da influência ou persuasão de outrem; convencimento". Após alguns minutos de compartilhamento, inicie a exposição da lição.

3. CONCLUSÃO DA LIÇÃO

A) Aplicação: Esta lição nos convida a refletir sobre a necessidade de cada crente manter firme a sua convicção cristã em defesa dos interesses do Reino de Deus na Terra. Portanto, como cristãos, é mister que busquemos ter uma convicção espiritual resultante do poder do Espírito; uma convicção moral como reflexo do temor que temos a Deus; e uma convicção social que deve ser demonstrada pela abnegação em servir.

4. SUBSÍDIO AO PROFESSOR

A) Revista Ensinador Cristão. Vale a pena conhecer essa revista que traz reportagens, artigos, entrevistas e subsídios de apoio à Lições Bíblicas Adultos. Na edição 94, p.41, você encontrará um subsídio especial para esta lição.

*REVISTA ENSINADOR CRISTÃO *

*LIÇÃO 11 CULTIVANDO A CONVICÇÃO CRISTÃ*

👨‍🏫 *Caro(a) professor(a), a paz do Senhor.* Nesta lição, veremos que a igreja é a "coluna e firmeza da verdade" e, como tal, deve zelar pelo ensino bíblico e a integridade da verdade revelada (1Tm 4.16). O cumprimento fidedigno desse papel assegura à igreja a firmeza necessária para resistir às investidas de Satanás que, continuamente, tenta desqualificar a verdade e enfraquecer o compromisso com a ortodoxia bíblica. Questionara integridade das Escrituras é uma forma de fazer com que os indoutos não creiam na inspiração e na perfeição da Palavra de Deus. Dessa forma, fica fácil relativizar seus ensinamentos e alegar que os tais são transitórios, específicos para os crentes que viveram nas respectivas épocas em que foram produzidos.

✅ *A descaracterização da Bíblia enquanto inerrante*, infalível e inspirada Palavra de Deus tornou-se um pretexto para que a mensagem do Evangelho perdesse a autoridade e o respeito que lhe são devidos. Para alguns, a Palavra de Deus carece de atualização ou apenas uma parcela dos seus ensinamentos deve ser praticada. Obviamente, trata-se de um verdadeiro vilipêndio à Palavra de Deus. A própria Escritura afirma por meio do apóstolo Paulo que "a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para julgar os pensamentos e propósitos do coração" (Hb 4.12- NAA). O próprio Senhor Jesus atestou que as Escrituras devem ser examinadas, pois nelas é possível encontrar os testemunhos e as orientações que levam o homem a alcançar a vida eterna (Jo 5.39).

✅ *De acordo com Wilian W. Menzies, na obra Doutrinas Bíblicas*: os Fundamentos da Fé Pentecostal (CPAD, 1995), "a origem divina e a autoridade das Escrituras asseguram-nos a ser a Bíblia também infalível, ou seja: incapaz de erro, ou de orientar de maneira enganosa, ludibriadora ou desapontadora a seus leitores. Alguns eruditos estabelecem distinção entre a inerrância ('estar isenta de erro') e a infalibilidade, mas ambos os termos são sinônimos bem próximos. 'Se existe mesmo alguma diferença de significado entre ambos os termos, a inerrância enfatiza a veracidade das Escrituras, ao passo que a infalibilidade enfatiza quão dignas de confiança são as Escrituras Sagradas" (p. 22).

✅ *A igreja, portanto, deve assegurar a autoridade das Escrituras* e posicionar-se fiel à sua ortodoxia. Conforme instrui o apóstolo Paulo aos coríntios: "Destruímos raciocínios falaciosos e toda arrogância que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levamos cativo todo pensamento à obediência de Cristo" (2 Co 10.5). Esse é o compromisso da Igreja neste presente século.

(ENSINADOR CRISTÃO)

B) Auxílios Especiais: Ao final do tópico, você encontrará auxílios que darão suporte na preparação de sua aula: 1) O texto "O testemunho de Paulo", que ajudará a aprofundar o primeiro tópico, oferece uma explicação bíblica e teológica a respeito da pregação do apóstolo, deixando claro a sua posição quanto à relação entre a sabedoria humana e a pregação do evangelho; 2) O comentário da Bíblia de Estudo Cronológica de Aplicação Pessoal expande o segundo tópico, esclarecendo a mudança de vida que o cristão deve experimentar.



INTRODUÇÃO

Diante das incertezas atuais e dos ataques às doutrinas bíblicas, é indispensável ao crente cultivar uma uma profunda convicção cristã (2 Tm 1.12-14). Não cabe ao salvo esmorecer em meio às tribulações, mas prosseguir confiante pelo prêmio da soberana vocação (2 Co 4.1; Fp 3.14). Nesta lição, estudaremos os aspectos espiritual, moral e social que formam a convicção de nossa fé cristã. O objetivo é despertar em cada cristão o desejo de ser um autêntico “embaixador de Cristo” em um mundo de trevas.

COMENTÁRIO EXTRA:


    Essa introdução aborda a importância da convicção cristã em tempos de incerteza e desafios às doutrinas bíblicas. Ela ressalta a necessidade de que os crentes cultivem uma fé profunda e inabalável, seguindo o exemplo de figuras bíblicas como o apóstolo Paulo (2 Timóteo 1:12-14). O texto também incentiva os cristãos a não desanimarem diante das adversidades, mas a continuarem firmes na sua fé e vocação (2 Coríntios 4:1; Filipenses 3:14).

    A convicção cristã é uma âncora para o crente, permitindo-lhe permanecer firme e confiante, independentemente das circunstâncias. Através de uma convicção profunda, os cristãos são chamados a ser luz e sal em um mundo em dificuldades (Mateus 5:13-16). Isso envolve viver uma vida que reflita os valores do Reino de Deus e compartilhar a mensagem de Cristo com amor e compaixão.

    A necessidade de cultivar essa convicção é reforçada por figuras renomadas na história cristã. Um exemplo é o reformador Martinho Lutero, que declarou: "Aqui eu estou. Não posso fazer outra coisa. Que Deus me ajude. Amém." Essa frase, dita por Lutero diante da ameaça de renunciar às suas convicções reformistas, destaca a firmeza inabalável que a convicção cristã pode proporcionar.

    Outro exemplo é o mártir moderno Dietrich Bonhoeffer, que afirmou: "Só quem crê é obediente, e só quem é obediente crê." Essa frase enfatiza a interconexão entre fé e ação, mostrando como uma convicção profunda leva a um compromisso ativo e obediente com os princípios cristãos.

    Portanto, a introdução nos lembra que a convicção cristã não é apenas um conjunto de crenças, mas um compromisso profundo que molda nossa conduta espiritual, moral e social. Isso nos capacita a enfrentar as adversidades com esperança e a impactar positivamente o mundo ao nosso redor, como autênticos embaixadores de Cristo. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Bravz (@pecadorconfesso)

 


I – CONVICÇÃO ESPIRITUAL

1. Poder do Espírito.

Por orientação divina, o Evangelho foi proclamado na Europa. Paulo teve uma visão em que um homem lhe dizia: “passa à Macedônia e ajuda-nos” (At 16.9). A partir dessa revelação a mensagem da cruz foi anunciada em Filipos e depois em Tessalônica (At 16.10-12; 17.1).

O apóstolo deixa claro que o Evangelho não foi pregado como mero discurso racional, “mas, sobretudo, em poder, no Espírito Santo e em plena convicção” (1 Ts 1.5 - ARA). Nesse caso, o Evangelho foi ministrado com ousadia no poder do Espírito, de modo que resultou na salvação e libertação dos tessalonicenses (1 Ts 1.6-10). Assim, podemos afirmar que, na ausência de convicção espiritual, a Palavra de Deus é reduzida a mero intelectualismo humano e seu resultado é ineficaz na transformação de vidas (Mt 7.29; 1 Co 2.1-5).

COMENTÁRIO EXTRA:


    Nessa seção, somos lembrados do poder transformador do Espírito Santo na proclamação do Evangelho. O relato da visão de Paulo em que ele é chamado a passar à Macedônia é um exemplo marcante de como o Espírito Santo direciona e guia os ministros do Evangelho para lugares específicos (Atos 16:9). Isso ressalta a importância da sensibilidade ao Espírito Santo no ministério.

    A ênfase dada por Paulo ao fato de que o Evangelho foi pregado "não apenas em palavras, mas também em poder, no Espírito Santo e em plena convicção" (1 Tessalonicenses 1:5) destaca que o poder transformador do Espírito é vital para a autenticidade e eficácia da mensagem. Essa abordagem transcende a persuasão meramente intelectual e busca alcançar os corações das pessoas com o poder divino.

    Paulo também aborda a diferença entre um intelectualismo vazio e a atuação poderosa do Espírito Santo. Ele destaca isso em 1 Coríntios 2:1-5, onde enfatiza que sua pregação não se baseia em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas no poder de Deus, permitindo que a fé das pessoas repouse não na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.

    O renomado pregador Charles Spurgeon disse: "Um sermão que não inclui a verdade de Deus, o Espírito de Deus e o poder de Deus, é uma batata podre. Nada pode ser pior." Essa afirmação sublinha a importância do poder do Espírito Santo na proclamação do Evangelho e na transformação de vidas.

    Portanto, essa seção nos lembra que o Espírito Santo é o agente transformador na pregação do Evangelho. Apenas quando permitimos que o Espírito atue através de nós, com plena convicção e sensibilidade ao Seu guiar, podemos esperar uma transformação verdadeira e duradoura nas vidas daqueles a quem ministramos. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

    David J. Williams (1996, p. 307) arrazoa que: Os missionários reconheceram o sonho de Paulo como orientação divina (o verbo significa “somar parcelas”, à semelhança de nossa expressão “somando tudo”) de modo que logo depois desta visão, procuramos partir, isto é, eles “procuraram” meios de obedecer (este é o sentido do grego) – inquirindo a respeito de navios e outras coisas.

    A partir de Trôade, Paulo e os seus companheiros Silas, Timóteo e Lucas navegaram em direção à Macedônia (At 16.11,12). Chegando a Filipos, uma colônia romana, após expulsar um “espírito de adivinhação” de uma jovem pitonisa, Paulo e Silas foram severamente castigados com varas em praça pública e lançados na parte inferior da prisão municipal (At 16.16,18,22,23).

    Esses sofrimentos, contudo, não os dissuadiram, pois, cheios do poder do Espírito Santo, oravam e cantavam hinos a Deus perto da meia-noite (At 16.25). Ao milagre da graça demonstrado nas vidas dos missionários, Deus acrescentou outro de caráter natural: um grande terremoto sacudiu a prisão e soltou a cadeia de todos (At 16.26). E, naquela madrugada, o carcereiro e toda a sua casa receberam a salvação (At 16.33,34). 

    Após sofrerem tais tribulações, ainda com os vergões das varas e as marcas dos grilhões no corpo, os missionários viajaram para Tessalônica tomados de plena convicção (At 17.1-10). Mais tarde, o apóstolo atestaria que o anúncio do evangelho em Tessalônica não foi mero discurso racional, “mas, sobretudo, em poder, no Espírito Santo e em plena convicção” (1 Ts 1.5, ARA). Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.


2. Confiança em Deus.

O apóstolo declara que mesmo tendo “padecido e sido agravados em Filipos” (1 Ts 2.2a), sua fé não estava abalada. Ele se refere à perseguição sofrida antes de pregar em Tessalônica. Paulo e Silas tinham sido publicamente espancados com varas. Em seguida, lançados no cárcere interior com os pés no tronco (At 16.22-24). Todavia, apesar de feridos, perto da meia-noite, oravam e cantavam hinos a Deus (At 16.25). Após essa severa provação, não esmoreceram, mas, impelidos pelo Espírito, vieram à Tessalônica. Na cidade, em meio às suas lutas, e com ousada confiança, anunciaram a Cristo (1 Ts 2.2b). Nessa perspectiva, somos encorajados a não desfalecer na pregação do Evangelho, mas confiados em Deus, jamais recuar, mesmo diante das ameaças de prisão ou de morte (Ap 2.10).

COMENTÁRIO EXTRA:


    O registro bíblico revela que a irritação das autoridades deu-se, porque se perdera a esperança de lucro, por causa do exorcismo do espírito da pitonisa (At 16.19). A narrativa, porém, foi a de acusar os missionários de introduzir práticas ilícitas na cidade, “propagando costumes que [aos] romanos não [era] permitido aceitar nem praticar” (At. 16.21, NVI).

    O Comentário Bíblico Pentecostal (2003, p. 721) destaca que: esta acusação se refere aos missionários converterem cidadãos romanos [...] os romanos eram proibidos pela lei de se converterem [...]. Assim toda a pregação evangelística feita pelos missionários seria visto como contrário a
lei.

    Aqui, os magistrados cometeram abuso de poder. Os direitos de cidadão romano de Paulo e Silas foram violados e, arbitrariamente, sem julgamento formal, ambos foram condenados à prisão (At
16.35-40).

    Matthew Henry (2008, vol. 1. p. 77) enfatiza que: há, nesta história, um exemplo vivo da afronta e fúria dos perseguidores (que é o que podemos encontrar se formos chamados a sofrer por Cristo) e da
coragem e consolo do perseguido. Neste cenário, a convicção espiritual é o que impulsionava os missionários a prosseguir, tornando-os ousados em Deus (1 Ts 2.2b).

    O Comentário do N. T. Aplicação Pessoal (2009, vol. 2, p. 437) esclarece que: Somente esta coragem sobrenatural poderia ajudar os homens a enfrentar a perseguição com ousadia, porque a ameaça da oposição não tinha ficado para trás, em Filipos. [...] Em Tessalônica, os inimigos tinham iniciado uma
revolta contra Paulo e Silas e seus ensinos. Os líderes judeus tinham declarado que Paule e Silas eram culpados de traição contra César, porque estavam professando fidelidade a outro rei, Jesus (At 17.7).

    Em nosso atual contexto, a perseguição religiosa já é perceptível em nosso país. Cita-se, por exemplo, que a pregação contrária à homossexualidade pode ser enquadrada na lei do racismo, com punição de um a cinco anos de prisão e multas (Art. 20, Lei 7.716/1989). A condenação e a expulsão de espíritos malignos
podem ser enquadrados como racismo e preconceito religioso (Dec. 11.446/2023). Infelizmente, a “laicidade”, ou “laicismo”, tornou-se a ordem do dia, silenciando, pela simples menção, toda e qualquer tentativa de análise teológica de nossa realidade política. Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.

    Nesta seção, somos confrontados com o exemplo notável de Paulo e Silas diante da adversidade e perseguição. A passagem bíblica mencionada (Atos 16:22-25) ilustra a extraordinária confiança em Deus que eles demonstraram, mesmo após serem espancados e lançados na prisão. Em vez de ceder ao desânimo, eles escolheram orar e louvar a Deus, revelando sua profunda confiança em Sua soberania.

    A história de Paulo e Silas ecoa a mensagem de Romanos 8:31: "Se Deus é por nós, quem será contra nós?" Essa confiança em Deus fortaleceu Paulo a ponto de continuar proclamando o Evangelho, mesmo após enfrentar severa perseguição. Isso nos lembra que, mesmo diante das adversidades, nossa fé deve permanecer inabalável, confiando que Deus está no controle.

    Uma frase impactante do autor cristão A.W. Tozer destaca essa confiança: "A fé é alicerçada em Deus e, por mais tumultuada que seja a tempestade, ela não desaba, pois repousa sobre o coração infalível de Deus". Essa citação ressalta que nossa confiança deve estar enraizada na natureza inabalável de Deus, independentemente das circunstâncias.

    Além disso, o livro "Em busca de Deus", escrito por A.W. Tozer, explora profundamente o tema da busca pela presença de Deus e a confiança nEle. Essa obra pode ser uma leitura esclarecedora para aqueles que desejam aprofundar seu entendimento sobre a confiança em Deus e a busca por Sua vontade, mesmo diante das adversidades.

    Portanto, a lição nos desafia a seguir o exemplo de Paulo e Silas, mantendo uma confiança inabalável em Deus, independentemente das dificuldades que enfrentamos ao pregar o Evangelho. A confiança em Deus não apenas nos fortalece, mas também testemunha poderosamente ao mundo sobre a natureza transformadora de nossa fé. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

3. Fidelidade na pregação.

O apóstolo dos gentios assegura que o Evangelho anunciado em Tessalônica “não foi com engano, nem com imundícia, nem com fraudulência” (1 Ts 2.3a). Mostra que a doutrina cristã não procede de fábulas inventadas, condutas imorais ou de artifícios para seduzir as pessoas a crerem em mentiras (2 Pe 1.16). Ao contrário, Paulo declara que o Evangelho é de Deus, e que o próprio Deus o comissionou como arauto, “não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova o nosso coração” (1 Ts 2.4b). Dessa forma, o propósito do apóstolo não era o de satisfazer seus ouvintes com falsos discursos (Tg 1.22). Nesse sentido, somos exortados a manter fidelidade na pregação, repudiar os falsificadores da Palavra de Deus e anunciar Cristo com sinceridade (2 Co 2.17).

COMENTÁRIO EXTRA:


(1 Ts 2.3a). Nesse versículo, ele enumera três das principais acusações recebidas dos judeus. Em primeiro lugar, os seus adversários procuravam colocar o evangelho em descrédito, argumentando que a mensagem da cruz era um engano ou erro, dando a ideia de que Paulo estava iludindo as pessoas, principalmente quanto à sua identificação de Jesus como o Messias.

Em segundo lugar, os opositores questionavam a integridade moral e a motivação do apóstolo. Eles equiparavam a fé cristã com os ritos de imoralidade sexual dos cultos pagãos e difamavam o cristianismo como praticante da mesma imundície. Por fim, retratavam o apóstolo como fraudulento, que usava de artifícios para atrair e ludibriar a fé de pessoas ingênuas e incautas objetivando vantagens de ordem pessoal.

Defendendo-se, Paulo declara que o evangelho é de Deus e que foi Ele próprio que o comissionou como arauto (1 Ts 2.4a). O apóstolo demonstra total fidelidade ao evangelho que lhe fora confiado, “não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações” (1 Ts 2.4b).

Dessa forma, o propósito paulino não era o de satisfazer os seus ouvintes com falsos discursos (1 Ts 2.6; Tg 1.22).

O Comentário Bíblico Pentecostal do N.T. (2003, p. 1373) arrazoa que: As mesmas linhas de ataques e acusações podem ser identificadas em nosso século [...] infelizmente, os ministérios públicos sinceros e os
charlatões provavelmente têm sido pintados com o mesmo pincel dos céticos. Quer sejam inflamados pelo erro na pregação de alguém, sem nenhuma razão – dizendo ser a religião fora de moda que só procura o poder ou edificar um império, ou trapacear os inocentes e incautos no que se refere a dinheiro – o combustível para as fornalhas das acusações tem permanecido essencialmente o mesmo.

Nesse sentido, somos exortados a manter fidelidade na pregação bíblica. Nosso compromisso é defender a verdade do evangelho, repudiar os falsificadores da Palavra de Deus e anunciar a Cristo com sinceridade (2 Co 2.17). French Arrington (2003, p. 1373) observa que “precisamos considerar o dever de viver a pureza e uma vida reta a fim de evitar trazer reprovação ao nome de Cristo” (Tt 1.6-9; 1 Pe 3.13-17; 4.14-19). Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.

 

SINÓPSE I

Sem a ação poderosa do Espírito, a pregação é incapaz de transformar vidas.

 

AUXÍLIO TEOLÓGICO

O TESTEMUNHO DE PAULO (1 CO 2.1-5)

“Por causa da preocupação dos coríntios com a sabedoria humana, Paulo agora deixa claro sua posição quanto à relação entre a sabedoria humana e a pregação do evangelho. Cita a si mesmo como um exemplo de alguém que confiou no Espírito Santo, e não na eloquência ou na sabedoria humana, para que sua mensagem fosse efetiva. De acordo com o que disse no fim do capítulo 1, o apóstolo se gloria no Senhor.

[...] Longe de depender de seus próprios recursos ou de sua capacidade de persuasão, Paulo contava com o Espírito Santo. Sua mensagem não era transmitida por ‘palavras persuasivas de sabedoria humana’. Antes uma ‘demonstração [apodeixis] do Espírito e de poder’. [...]” (Comentário Bíblico Pentecostal: Novo Testamento. 2. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2004, p.940

 

AMPLIANDO O CONHECIMENTO

“PARA QUE VOS CONDUZÍSSEIS DIGNAMENTE PARA COM DEUS

Nós devemos viver de uma maneira que traga atenção positiva e a honra a Deus. Devemos sempre examinar a nós mesmos, para assegurar que as nossas vidas sejam dignas de nos identificar com Cristo, representar o seu caráter e transmitir a sua mensagem a outras pessoas. Só seremos capazes de fazer isto, confiando na graça e no poder de Deus.” Amplie mais o seu conhecimento, lendo a Bíblia de Estudo Pentecostal: Edição Global, Editora CPAD, p.2227.


II – CONVICÇÃO MORAL

1. Retidão nas ações.

A conversão opera a transformação moral na vida do crente salvo (2 Co 5.17). Desse modo, a Bíblia orienta, dentre outras recomendações, a deixar a mentira e falar a verdade (Ef 4.25); deixar o furto e ser honesto (Ef 4.28); não pronunciar palavras torpes e dizer apenas o que edifica (Ef 4.29). Nesse aspecto, o apóstolo Paulo reivindica a retidão das próprias ações ao afirmar: “nunca usamos de palavras lisonjeiras, nem houve um pretexto de avareza” (1 Ts 2.5). Aqui, ele enfatiza que jamais usou de falso sentimento para obtenção de favor. Ainda assevera que sua motivação era desprovida de ambição financeira. Somente o falso cristão é que busca poder e influência por meio da bajulação mentirosa (Rm 16.18). Logo, a conduta de retidão é uma virtude do crente regenerado (Cl 3.23; 1 Jo 3.18).

COMENTÁRIO EXTRA:


O Dicionário Vine (2002, p. 949) descreve “retidão” como “caráter ou qualidade de ser reto ou justo”. Acrescenta que o termo faz alusão “a tudo o que é certo ou justo em si mesmo, ao que quer que se conforme com a vontade revelada de Deus” (Mt 5.6,10,20; Jo 16.8,10). Nesse conceito, a conversão opera transformação e retidão moral na vida do crente salvo (2 Co 5.17). Desse modo, a Bíblia orienta-nos, dentre outras coisas, a deixarmos a mentira e falarmos a verdade (Ef 4.25); a deixarmos o furto e sermos honestos (Ef 4.28) e a não pronunciarmos palavras torpes e dizermos apenas o que edifica (Ef 4.29).

Nesse aspecto, na obra Igreja Eleita (2020, p. 44), enfatiza-se que: Segundo a revelação das Escrituras, o crente salvo deve pautar as suas atitudes segundo a moral bíblica, baseado na integridade, e não de acordo
com o contexto social em que se está inserido. [...] Desse modo, um crente fiel não só deve fazer a diferença, como também o seu comportamento deve  ser referencial para a sociedade. Como resultado, velhos hábitos são abandonados, condutas reprováveis são descartadas, e nítidas mudanças comportamentais são percebidas. Assim, aqueles que desenvolvem “a nova natureza de Cristo adquirem caráter que não somente perdura, como também transforma”. Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.

    Esta seção explora o tema da retidão nas ações como uma manifestação natural da transformação que ocorre na vida de um crente após sua conversão. A citação de 2 Coríntios 5:17 ressalta que a conversão resulta em uma nova criação, indicando uma mudança profunda no caráter e comportamento do indivíduo.

    A Bíblia é clara ao orientar os crentes sobre a importância da retidão nas ações. Efésios 4:25 enfatiza a necessidade de falar a verdade, Efésios 4:28 exorta a honestidade em vez de furto, e Efésios 4:29 incentiva a edificação nas palavras. Essas passagens destacam a transformação moral que deve acompanhar a conversão e a importância de refletir o caráter de Cristo em todas as áreas de nossa vida.

    A afirmação de Paulo em 1 Tessalonicenses 2:5 sobre nunca ter usado palavras lisonjeiras ou motivos de avareza demonstra a integridade com a qual ele conduziu seu ministério. Esse exemplo mostra que o verdadeiro cristão busca servir a Deus e aos outros com sinceridade, sem motivações egoístas.

    O teólogo e pastor Charles Spurgeon escreveu: "A verdadeira religião é aquela que gera uma vida reta, uma vida moral, uma vida de integridade para com Deus e para com os homens." Essa frase destaca como a fé genuína deve se traduzir em uma vida de retidão e integridade em todas as áreas.

    O livro "O Peregrino", escrito por John Bunyan, é um clássico da literatura cristã que explora temas de transformação e retidão moral. A jornada do personagem principal, Cristão, reflete o processo de mudança que ocorre quando alguém se compromete com uma vida de retidão e obediência a Deus.

    Portanto, essa seção ressalta que a retidão nas ações é uma marca distintiva dos crentes transformados. A vida moralmente íntegra é uma expressão tangível da transformação interior e do compromisso com os princípios de Deus. A convicção moral se manifesta através das escolhas cotidianas que refletem o caráter de Cristo. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

2. Reputação ilibada.

Considera-se portadora de reputação ilibada a pessoa de reconhecida idoneidade moral (At 6.3). Veja como Paulo avalia sua reputação com esta frase: “não buscamos glória dos homens, nem de vós, nem de outros” (1 Ts 2.6a). Isso indica que o apóstolo não trabalhava no Reino em busca de reconhecimento humano. Essa postura foi adotada por ele em todo o lugar, demonstrando a coerência e a integridade de seu apostolado. Ele não procurava obter “vantagens” e nem “honra” em parte alguma (1 Ts 2.5,6).

Aos coríntios, escreveu que o crente deve gloriar-se no Senhor e não em si próprio (1 Co 1.29-31). A conclusão é clara: os que aspiram fama e prestígio caem em tentação e maculam o Evangelho. Nosso viver deve glorificar a Deus. A Ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, para sempre! (Ef 3.21).

COMENTÁRIO EXTRA:


O conceito de idoneidade moral relaciona-se diretamente às virtudes de respeitabilidade, de honra,
de dignidade, de seriedade e de bons costumes.

Em virtude da relevância do termo, sendo esse um requisito para o acesso a cargos públicos, o ex-Senador da República Pedro Simon (PMDB–RS) propôs alteração na Lei de Introdução ao Código Civil.

O Projeto de Lei do Senado (PLS 401/2009) assim define os conceitos de reputação ilibada e idoneidade moral: 
I – Reputação ilibada: é a situação em que a pessoa não teve, e não tem contra si, antecedentes de processos penais transitados em julgado ou processos judiciais criminais em andamento. 
II – Idoneidade moral: é o atributo da pessoa íntegra, imaculada, incorrupta, que, no agir, não ofende
os princípios éticos vigentes em dado lugar e época.

No contexto da ética e da moral cristã, Paulo avalia ser portador de idoneidade moral e de reputação ilibada por meio do versículo: “E não buscamos glória dos homens, nem de vós, nem de outros” (1 Ts 2.6a). Somado às demais virtudes, o apóstolo ratifica que o seu interesse na proclamação do evangelho não incluía a busca de reconhecimento, exaltação, aplausos ou elogios de homens. Aos Gálatas, ele escreveu que o seu chamado não consistia em agradar aos homens, mas a Deus (Gl 1.10).

Nesse quesito, o Comentário Beacon (2006, vol. 9, p. 368) conjectura que: Se tais expressões ocorreram, poderiam ser apreciadas de passagem, sem serem aproveitadas como um fim em si mesmas. Não devemos considerar estas palavras como desaprovação de expressões amáveis de estima a quem ministra. [....] Autopromoção, vantagem egoísta, glorificação de si mesmo — como são sutis estas tentações na vida do trabalhador cristão que é inflamado com a ambição de ganhar almas para Cristo e promover o seu Reino! Mas, como atesta Paulo, “os limpos de coração” estão cientes da pureza de motivos. Paulo adotou essa conduta em todo lugar, demonstrando a coerência e a integridade do seu apostolado. Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.

 

3. Vida irrepreensível.

O adjetivo “irrepreensível” denota uma conduta que não pode ser censurada (Ef 5.27). Nesse contexto, o apóstolo invoca a Deus e a igreja em Tessalônica como testemunhas de sua postura “santa, justa e irrepreensível” (1 Ts 2.10). Essas designações implicam obediência nas questões morais, atitude de retidão exemplar e conduta sem motivo algum de reprovação (1 Co 9.16-23). Denotam o padrão de comportamento para com Deus, para com os homens e para consigo mesmo (1 Co 9.27). Ciente da influência que sua vida exercia sobre os fiéis, o apóstolo diz: “para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes” (2 Ts 3.9). Assim, o grau de comprometimento adotado pelo crente com os valores do Reino é o reflexo do nível de sua comunhão com Deus (1 Co 10.32).

COMENTÁRIO EXTRA:


Quando usado como advérbio, significa que nenhuma acusação pode ser mantida, absolutamente nenhuma acusação pode ser feita.

Nesse contexto, Paulo invoca tanto a Deus como a igreja em Tessalônica como testemunhas da sua postura “santa, e justa e irrepreensível” (1 Ts 2.10).

Essa tríade de termos empregados por Paulo pode ser assim definida: (1) santamente ou piamente, que descreve o dever da pessoa para com Deus; (2) justamente ou retamente, que indica o dever para com os homens, mas também enfatiza a vida justa perante Deus; (3) irrepreensivelmente, que denota comportamento pessoal incensurável, inculpável.

Essas designações implicam em obediência nas questões morais, atitude de retidão exemplar e conduta sem motivo algum de reprovação (1 Co 9.16-23). Denota o padrão de comportamento para com Deus, para com os homens e para consigo mesmo (1 Co 9.27). O apóstolo era ciente da influência que a sua vida exercia sobre os fiéis. A conduta acima de qualquer suspeita vivenciada diariamente por Paulo certamente
servia de aprendizado para a Igreja: “[...] para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes” (2 Ts 3.9). Nesse mister, “aqueles que transmitem a mensagem do Evangelho a outros devem não apenas proclamar a mensagem, mas também vivê-la; eles devem ser exemplos dignos de ser seguidos”.

A respeito desse dever, Mattew Henry (2008, vol. 2. p. 681) salienta que: A conduta geral e o comportamento deles deve ser de acordo com o bom exemplo que o apóstolo e aqueles que estavam com ele deram a eles: vós mesmos sabeis como convém imitar-nos (2Ts 3.7). Aqueles que plantaram a religião no meio deles tinham dado um bom exemplo diante deles; e os ministros do evangelho deveriam ser exemplos ao rebanho. O dever dos cristãos não é somente andar de acordo com as tradições dos apóstolos, e as doutrinas que pregavam, mas também de acordo como o bom exemplo que deixaram [...] O bom exemplo particular que o apóstolo menciona era diligência deles, que era tão diferente das pessoas desregradas que andavam no meio deles.

Nessa concepção, avalia-se positivamente o desprendimento de Paulo e dos seus companheiros não apenas em atender o chamamento divino, mas também o de apresentar-se como modelo de fé para a Igreja (1 Co 4.16; 11.1; 9.26,27; Fp 3.17). Do contrário, os missionários assemelhar-se-iam à hipocrisia dos escribas e
fariseus (Mt 23.15). Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.
 

SINÓPSE II

O crente regenerado possui uma conduta de retidão e uma vida irrepreensível.

 

AUXÍLIO DEVOCIONAL

“2 Co 5.13-15. Tudo o que Paulo e seus companheiros fizeram foi para honrar a Deus. Não era apenas o temor a Deus que os motivava (2 Co 5.11), mas o amor de Cristo controlava os seus atos. A palavra controlar, ou constranger, quer dizer ‘agarrar firmemente’ — em outras palavras, o amor de Cristo os forçava a determinadas ações. Eles sabiam que Jesus, por seu grande amor, deu sua vida por eles. Ele não agiu visando  seu próprio interesse, agarrando-se, de modo egoísta, à glória do céu que Ele já possuía (Fp 2.6).

Em vez disso, Jesus de bom grado morreu por nós, nós também estamos mortos para a antiga vida. Como Paulo, não podemos mais viver para agradar a nós mesmos, mas devemos passar a nossa vida agradando a Cristo” (Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal.  Rio de Janeiro: CPAD, 2015, p.1649).


III – CONVICÇÃO SOCIAL

1. Bem-estar comum.

O bem-estar comum alcança o homem em suas necessidades físicas e espirituais. Não por acaso, a Bíblia fornece instruções para o bem-estar espiritual e social dos seres humanos (2 Tm 3.16,17). O papel da igreja é o de proclamar o Evangelho (Mt 28.19) e aliviar o sofrimento promovendo o bem-estar social entre os irmãos (Tg 2.15-17). Habacuque registra que os problemas sociais de sua época resultavam do pecado, tais como: inversão de valores, violência e injustiças (Hc 1.1-4). Assim, o mal social tem origem no pecado. Ciente disso, o apóstolo Paulo escreve: “quiséramos comunicar-vos, não somente o evangelho de Deus, mas ainda as nossas próprias almas” (1 Ts 2.8).

Esse sentimento é comparado ao cuidado de uma mãe que se preocupa e protege os filhos (1 Ts 2.7), também é equiparado ao procedimento de um pai amoroso que se interessa pelos problemas dos filhos (1 Ts 2.11b). Era assim que Paulo encorajava, confortava e servia de exemplo à igreja (1 Ts 2.11a). Nessa direção, o dever cristão engloba a moral e o social. A dedicação exclusiva de uma parte em detrimento da outra não retrata o Evangelho de Cristo (Tg 4.17).

COMENTÁRIO EXTRA:


Nossa Declaração de Fé (SOARES, 2017, p. 28) ensina que a Bíblia é o manual de Deus para toda a humanidade e que as suas instruções também visam à felicidade humana e ao bem-estar espiritual e social de todos os seres humanos (2 Tm 3.16,17). O papel da Igreja é o de proclamar o evangelho (Mt 28.19) e aliviar o sofrimento promovendo bem-estar social (Tg 2.15,16).

No âmbito social, por exemplo, a Igreja pode e deve somar esforços no combate à fome, ao desemprego, à violência, à injustiça e à discriminação, dentre outros. Reitera-se que a justiça social sempre foi uma bandeira defendida pelo cristianismo (Tg 1.27; 2.15- 18). A pauta social, todavia, foi sequestrada pelo espectro secularista-ideológico e também pelo liberalismo teológico que reivindica para si a paternidade das questões sociais.

Carl Henry (2007, p. 228) analisa que: Na América do século dezenove, parece que os evangelistas e os revivalistas que viajavam até a fronteira não só pregavam o evangelho da salvação interna como também defendiam os desempregados, desprovidos, ébrios, analfabetos, a viúva, o órfão, ameríndio caçado e o negro escravizado. [...] O avivamento teológico ligado a Karl Barth havia trazido, no final das décadas de 1940 e 1950, uma forte reavaliação do idealismo social [...] não será exagero dizer que o evangelho social teria se tornado prisioneiro de interesses radicais. Faltando a correção das Escrituras e a direção do Espírito Santo, ele deixou de ser uma expressão saudável da consciência social da igreja e, muitas vezes, tornou-se refúgio para extremistas e anarquistas.

O profeta Habacuque registra que os problemas sociais da sua época eram resultado dos pecados cometidos, tais como inversão de valores; violência e injustiças (Hc 1.1-4). Assim, o mal social tem origem no pecado, por isso, deve ser denunciado e abandonado por meio da pregação do evangelho. A prática do amor cristão é antídoto para as injustiças sociais. Ciente disso, Paulo escreve: “[...] quiséramos comunicar-vos, não somente o evangelho de Deus, mas ainda a nossa própria alma” (1 Ts 2.8). Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.

2. Dedicação altruísta.

O apóstolo se dedicou com profundo altruísmo na propagação do Evangelho (At 20.24). Apesar do direito inerente ao seu apostolado, ele decidiu nada receber “ainda que podíamos, como apóstolos de Cristo, ser-vos pesados” (1 Ts 2.6b). Assim sendo, para prover o necessário sustento, o apóstolo valeu-se de seu ofício de fabricante de tendas (At 18.3). Acerca disso, recordava aos irmãos do seu “trabalho e fadiga; pois, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós” (1 Ts 2.9).

Para não se tornar um fardo para a igreja, ele se desgastou numa atividade laboral extenuante. Aqui é importante ressaltar que a Bíblia não condena a provisão financeira para os obreiros, pois o próprio apóstolo escreveu que “aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho” (1 Co 9.14) e que “digno é o obreiro do seu salário” (1 Tm 5.18). Assim, ele explica que não usou dessa justa prerrogativa porque conhecia a extrema pobreza da igreja de seu tempo (2 Co 8.1,2), que suportou as restrições financeiras para não criar obstáculo ao Evangelho (1 Co 9.11,12) e que tudo fez para ganhar o maior número possível de almas (1 Co 9.19). Nesse sentido, aprendemos que o amor sacrificial e o trabalho voluntário e despreendido são essenciais para o crescimento do Reino e devem fazer parte de uma profunda convicção cristã como contraponto claro ao “espírito da Babilônia” que é o oposto do altruísmo cristão.

COMENTÁRIO EXTRA:


    A Bíblia não condena a provisão financeira para os obreiros. O próprio Paulo escreveu: “[...] aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho” (1 Co 9.14), e ainda: “[...] Digno é o obreiro do seu salário” (1 Tm 5.18). O apóstolo explica que não usou dessa prerrogativa porque conhecia a extrema pobreza da igreja (2 Co 8.1,2), que suportou as restrições para não criar obstáculo ao evangelho (1 Co 9.11,12); que tudo fez para ganhar o maior número possível de almas (1 Co 9.19).

    Nesse contexto, French Arrington (2003, p. 1.375) enfatiza que: A história do modelo de liderança sacrificial de Paulo ressoa através dos séculos, e pode ser claramente ouvida por todos os que são chamados para as posições de liderança, quer sejam remuneradas ou não. Deve-se esperar que o ministério demande muita força de vontade, seja um trabalho árduo e exija muito daqueles que nele trabalham. Aqueles que sinceramente cuidam de pessoas e honram o chamado de Deus serão considerados imitadores da dedicação de Paulo. Fonte, livro de apoio às lições bíblicas adultos, CPAD, 3° Trimestre 2023. Pr. Douglas Baptista.

    Nesta seção, somos apresentados ao exemplo notável de altruísmo e dedicação do apóstolo Paulo na propagação do Evangelho. Seu compromisso com o ministério não apenas como um discurso, mas como uma atitude altruísta e sacrificial, destaca a profundidade de sua convicção cristã.

    O trecho de Atos 20:24, onde Paulo declara que sua vida não tem valor em comparação com o propósito de completar sua missão e o ministério que recebeu de Cristo, ressalta o grau de dedicação e sacrifício que ele estava disposto a fazer. Isso reflete o altruísmo que deve caracterizar o testemunho dos crentes, colocando o reino de Deus acima de seus próprios interesses.

    A referência de Paulo a não ser um fardo para a igreja e trabalhar como fabricante de tendas para se sustentar (1 Tessalonicenses 2:6b, 2:9) ilustra seu desejo de não criar obstáculos à propagação do Evangelho. Isso mostra a importância do amor sacrificial e da disposição para se adaptar a diferentes situações em busca do crescimento do Reino.

    Um pensamento inspirador do teólogo John Stott nos lembra: "O amor é a marca distintiva do cristão, é o único sinal válido de nossa autenticidade." Essa citação realça que o altruísmo não é apenas uma escolha opcional, mas uma manifestação essencial da fé genuína.

    O livro "O Dom da Dor", escrito por Philip Yancey, explora a ideia de que o sofrimento e a dedicação altruísta podem levar a uma compreensão mais profunda do amor de Deus. Essa obra poderia complementar o entendimento sobre o tema da dedicação sacrificial e sua relevância no contexto cristão.

    Portanto, essa seção nos desafia a considerar o altruísmo como uma expressão natural de uma convicção cristã profunda. A dedicação sacrificial no serviço a Deus e aos outros não apenas reflete o caráter de Cristo, mas também é um testemunho poderoso do amor de Deus em ação. Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

SINÓPSE III

A convicção social presente na vida de Paulo era um exemplo para a igreja.

CONCLUSÃO

Paulo foi submetido a uma série de provações durante o seu ministério (1 Ts 2.2). Não obstante, ele nos deixou exemplo de intensa convicção de nossa eleição em Cristo (1 Co 11.1). Destacam-se sua convicção espiritual resultante do poder do Espírito (1 Ts 2.4); sua convicção moral como reflexo do temor a Deus (1 Ts 2.5); e sua convicção social demonstrada pela abnegação em servir (1 Ts 2.9). Ratifica-se que, em nossos dias, carecemos dessa firme convicção em defesa dos interesses do Reino de Deus na Terra.


COMENTÁRIO EXTRA:


    Nesta conclusão, somos levados a refletir sobre o exemplo marcante de convicção que o apóstolo Paulo deixou para nós por meio de sua vida e ministério. Apesar das adversidades e provações que enfrentou, Paulo demonstrou uma convicção profunda e inabalável em sua fé, sendo um modelo a ser seguido.

    A referência a 1 Coríntios 11:1 nos lembra que Paulo exortou os crentes a serem imitadores dele, assim como ele era de Cristo. Isso destaca como sua convicção em seguir a Cristo foi central em sua vida e ministério.

    O contraste entre a convicção espiritual, moral e social de Paulo em 1 Tessalonicenses 2:4-9 ressalta a integralidade de sua abordagem. Ele não apenas pregou com poder do Espírito Santo, mas também viveu de acordo com a verdade do Evangelho e serviu com humildade e abnegação. Essa abordagem holística é essencial para um testemunho eficaz.

    Um pensamento poderoso de C.S. Lewis afirma: "A integridade é fazer a coisa certa, mesmo quando ninguém está olhando." Isso ecoa a dedicação de Paulo à retidão, mesmo em meio a provações e desafios, e ressalta como nossas convicções devem moldar nossa conduta mesmo quando não somos observados.

    O livro "Em Santidade", escrito por J.C. Ryle, explora o tema da santidade e da integridade cristã. Esse livro poderia ser uma leitura enriquecedora para aprofundar a compreensão sobre a importância das convicções sólidas na vida do crente.

    Portanto, a conclusão nos lembra da necessidade premente de cultivarmos convicções profundas e autênticas em nossas vidas. Assim como Paulo enfrentou desafios e adversidades, também somos chamados a manter uma firmeza de propósito, ancorados na fé, na moral e no serviço altruísta, para que possamos ser eficazes instrumentos na expansão do Reino de Deus na Terra.  Fonte: Comentários do Pr. Hubner Braz (@pecadorconfesso)

 

REVISANDO O CONTEÚDO

1. O que podemos afirmar a respeito da ausência da convicção espiritual?

Na ausência de convicção espiritual, a Palavra de Deus é reduzida a mero intelectualismo humano e seu resultado é ineficaz na transformação de vidas.

2. De acordo com a lição, em que somos exortados?

Somos exortados a manter fidelidade na pregação, repudiar os falsificadores da Palavra de Deus e anunciar a Cristo com sinceridade.

3. O que é a conduta de retidão?

É uma virtude do crente regenerado.

4. Quem é o portador de reputação ilibada?

A pessoa de reconhecida idoneidade moral (At 6.3).

5. O que o dever cristão engloba?

O dever cristão engloba a moral e o social. A dedicação exclusiva de uma parte em detrimento da outra não retrata o Evangelho de Cristo (Tg 4.17).

4. Que história no Antigo Testamento pode ser comparada à de Ananias e Safira?

Semelhantemente ao que aconteceu com Ananias e Safira, no Antigo Testamento, lemos a história de uma família israelita, cujo chefe era Acã.

5. O que cabe à família cristã?

Cabe estar em oração e vigilância (Mt 26.41).


SAIBA MAIS SOBRE ESCOLA DOMINICAL:

Gostou do site? Ajude-nos a manter e melhorar ainda mais este Site: Nos abençoe com uma oferta voluntária pelo PiX/TEL (15)99798-4063 ou (pix/email) pecadorconfesso@hotmail.com – Seja um parceiro desta obra. “(Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também. Lucas 6:38 )”

SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

Clique aqui para Download das:

SUBSÍDIOS DAS REVISTAS – 3º Trimestre De 2023
| CLIQUE E ACESSE |

---------------------------------------------------------

Acesse nossos grupos, clique, entre e tenha mais conteúdo:

Muito conteúdo sem sobrecarregar seu celular.
Acesse mais Conteúdo pelo Telegram
Mais conteúdo pelo WhatsApp
Gostou do site? Ajude-nos a Manter e melhorar ainda mais este Site.
Nos abençoe Com Uma Oferta Voluntária pelo

PIX/e-mail: pecadorconfesso@hotmail.com
ou PIX/Tel: (15)99798-4063 ou PicPay: @pecadorconfesso

Seja um parceiro desta obra.
Clique também nas propagandas. Cada clique ajudará bastante.
“Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. (Lucas 6:38)

---------------------------------------------------------

SEJA UM PROFESSOR DA EBD PREPARADO NO ENSINO. LEIA OS ARTIGOS:

(1) CURSO PREPARATÓRIO PARA PROFESSOR DA EBD - ESCOLA DOMINICAL
#ACERVO DE 900 MIL LIVROS EM PDF - ENCONTRE O QUE PROCURA

---------------------------------- 

Gostou do site? Ajude-nos a manter e melhorar ainda mais este Site: Nos abençoe e incentive está obra que demanda tempo com uma oferta voluntária pelo PiX/TEL (15)99798-4063 ou (pix/email) pecadorconfesso@hotmail.com – Seja um parceiro desta obra. “(Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também. Lucas 6:38 )”

COMMENTS

BLOGGER

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor, blogueiro, batista. Vivendo para o Reino de Deus. Trabalhando incansavelmente para deixar o blog sempre atualizado abençoando e evangelizando as vidas que acessam este espaço de aprendizado cristão. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras e cursos para jovens, casais, obreiros e missões urbanas | (Tecnologia WordPress).

Nos abençoe pelo PiX pecadorconfesso@hotmail.com

A Contribuição financiará os Projetos: • Mais Ferramentas para o Site. • Melhorar visual. • Manter o Site ativo e funcionando. • Ajudar nas compras de cestas básicas • Fazer parte das Missões Urbanas. • Comprar e distribuir Bíblias Impressas Grátis. • Discipular Novos Convertidos. • Adicionar Slides e Subsídios para EBD. • Trazer mais Conteúdos para ajudar a ministrar as aulas. ••••Contribua pelo PiX•••• || pecadorconfesso@hotmail.com || •• ou pix: •• (15) 99798-4063 (WhatsApp)

NOVOS COMENTÁRIOS$type=list-tab$com=0$c=4$src=recent-comments

Nome

#desafio42dias,6,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,10 Sites,3,1º Trimestre,121,1º Trimestre 2018,1,2023,1,2024,20,2º Trimestr,1,2º Trimestre,165,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,130,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,195,A igreja local e missões,29,A Intervenção de Cercília,1,A Mensagem,1,A multiforme sabedoria de Deus,3,A Raça Humana,12,A volta do homem sem rosto,1,Abençoa,6,Abençoadas,6,Abominações,1,Abraão,6,Absalão. EBD,6,Abuso Sexual,5,Acabe,1,Ação de Graça,6,Acazias,1,Acepção,1,Achados,2,AD em BH,2,Adão,16,Adolescente,92,Adolescentes,34,adolescer+,8,Adoração,11,Adulto,166,Aflição,2,Ageu,3,Agonia,1,Agostinho,2,Air,1,Ajuda,2,Ajuda do Alto,3,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,Alcoólica,1,alegria,2,Ali,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,11,Alto,2,Amar,14,Amasiado,2,Amém,1,Amigo,7,Amizade,14,Amnon e Tamar,2,Amor,61,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,10,Amós,1,amostra grátis,2,Ana,4,Ananias,2,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,2,Angular,1,Aniquilacionismo,1,Anjo de Luz,2,Anjos,4,Anonimo,1,Anrão,1,AntiCristo,3,Antiga,1,Antigo Testamento,7,Ao Vivo,2,Apaixonado,1,Aparece,1,Aplicativo,1,Apocalipse,25,Apologia,12,Apostasia,2,Apostolo,27,Apóstolo dos pés sangrentos,1,apóstolo Paulo,42,Apóstolos,3,App,2,Apple Store,1,apreço imenso,1,Aprendendo,3,aprender,1,APRENDER+,1,Aprendizagem,1,Aprovação,1,aprovado,1,aquecimento,1,Arca da Aliança,3,Arqueologia,2,Arrebatamento,13,Arrebatar,2,Arrependimento,11,Artesão,1,Artista,1,As 95 Teses,3,As Bases do Casamento Cristão,14,As Bodas do Cordeiro,2,Asera,1,Aserá,1,Aspectos,1,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,5,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,ASSISTIR,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Atalaia,2,Ataque,3,Ataques,3,Ateísmo,3,Atenção,1,Atender,1,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitudes,1,Atitute,1,Atividade,1,Atos,16,Atributos,17,atriz,1,Audio Book,8,Auto Escola,1,autoajuda,2,Autoridade,1,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avivado,8,Avivamento,13,Avó,1,Baal,1,Babel,15,bailarina,1,Baixar,38,Balaão,9,Balada Gospel,1,Balzac,1,Banalização,1,Bangu,1,banner,1,Barack Obama,2,Barato,1,Barnabé,2,Base Bíblica,66,Batalha Espirítual,38,Batismo,17,Batismo nas Águas,4,Batista,2,Batom Vermelho,1,Baxterismo,1,BBB,1,Beber,1,Bebês,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Bençãos,6,Benhour Lopes,1,Berçário,5,Bernhard Johnson Jr,1,best-seller,5,Bestas,1,Betânia,1,BETEL,167,Betel Adulto,102,Betel Jovem,40,Bíblia,91,Bíblia Diz,26,Bíblias,8,Bíblica,28,biblicas,5,Bíblico,5,Bíblicos,4,Bibliologia,3,Bienal do Livro,10,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,6,Bispa,1,bissexual,1,BléiaCamp,1,Blíblica,1,BLOG,7,BlogNovela,20,Boaz,11,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,Bom,8,bom-humor,6,Bombom,1,Bondade,2,Bons Sonhos,4,Borboleta,1,Brasil,2,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,2,Briga,1,Brincadeira,1,Brother Bíblia,10,Budismo,1,Bullying,1,Busca,9,C. S. Lewis,1,Cadelabro,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Cam,1,Caminho,18,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,Canaã,1,canal,1,Canção,2,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantar do Galo,1,cantares de salomão,14,Cantor,2,Cantora,1,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,capacitação,1,Capítulo 1,1,capítulo 10,1,Capítulo 2,1,capítulo 3,1,capítulo 4,1,capítulo 5,1,capítulo 6,1,capítulo 7,1,capítulo 8,1,capítulo 9,1,Caráter,7,cardapio,1,Carência,4,Carismático,7,Carne,2,carreira,1,Carta,18,Carta de Amor,14,Cartas,5,Cartaz,5,Casa,15,Casa Branca,4,Casamento,19,Casamento Misto,6,Catarina Migliorini,1,Cativeiro,3,Cautela,1,CD,1,CDHM,1,Central Gospel,28,Centurião,1,Cerebral,1,Certificados,1,Cessacionismo,1,Cesto,1,CETADEB,1,Céu,13,Céus,10,CGADB,3,Chama,1,Chamada,1,Chamado,2,Champions League,1,Charges,8,Charles Darwin,1,Chegando,1,Cheios,1,CHIPRE,1,Chuva,1,Ciência,7,ciência de dados,1,Ciência vs Bíblia,11,Cinco,2,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Circuncisão,3,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,3,Civilização,1,Clara Tannure,1,classificação,1,Cláudia,1,Cleycianne Ferreira,11,Clipe Oficial HD,2,Coach,2,Código,1,Cólera,1,Colesterol,1,Colorida,1,com Pedro Bial,1,Combater,4,Comentários,9,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,3,Como ser um missionário,12,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,6,Compreender,1,comunhão,7,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concerto,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Condição,1,Conectar,6,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confirmando,2,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,12,Conhecendo,16,Conhecer,4,CONHECER+,1,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conquista,7,Conquistas,6,Conselhos,14,Consequências,1,Conservador,1,Contra,1,Contra Mão do Mundo.,2,Contraria,1,Conversão,6,Copa America,1,Copimismo,1,Coração,6,Coragem,1,Coreografia,1,Cores,1,Coríntios,6,Corona Vírus,1,Corpo,10,Correios,1,Cortinas,1,Covid-19,1,Coxo,1,CPAD,523,CPAD Adolescentes,75,CPAD Jovem,137,Crack,1,Cracolândia,3,Crente,9,crescimento,4,Creta,1,Criação,24,Cristã,14,Cristão,29,Cristianismo,3,Cristo,38,Cronograma da Bíblia,4,Cronologia,1,Crucificação,8,Cruz,11,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,2,Cuide do Coração,5,Culto,20,Culto da Virada de Ano Novo,6,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,4,Cultura,4,Cura,13,Curado,2,Curso,5,Cuxe,1,D. A. Carson,1,Dalila,1,Dança,1,Daniel,16,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,22,Davi e Bate-Seba,9,Davi e Jônatas,9,Davi e Mical,7,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Débora,2,Decisão,1,declaração,6,dedicação,1,deep learning,1,Degeneração,1,Deidade,1,Delírios,1,demissão,2,demônio,12,Demônios,14,Denominação,1,Dentro,1,Denúncias,5,Depressão,2,Deputado Federal,1,derrotando,1,Derrubar,1,Desabamento,1,Desafiando,10,Desafio,10,Desafio Insano,7,Desafio4x4,3,Desapaixonar,3,Descobertas,2,Desculpas,1,Desejo,2,Desenho Bíblico,8,Deserto,17,Desigrejados,3,Despedida,1,Despertamento,1,Destinatários,1,Desunião,1,Deus,106,Deus é Amor,28,Deus está Morto,3,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,deuses falsos,12,Deuteronômio,1,Devaneios,3,Devocional,111,Dez Mandamentos,1,Dez passos,6,Dia,1,Dia da Independência do Brasil,1,Dia de Missões,28,Dia do Evangelista,2,Dia dos Namorados,18,Dia dos Pais,9,Diabetes,1,Diabo,3,Diáconos,12,Diante do Trono,3,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,3,Dias,2,Dicas,13,Dicionário,3,Diferente,1,Diferentes,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinâmica,11,Dinheiro,8,Discernimento,2,Discipulado,32,Discipulos,32,Discípulos,34,discussão,1,Distância,1,Diva do Senhor,1,Divina,5,Divino,5,divórcio,3,Dízimos,11,Doação,4,Doação de Bebê,2,Dobrada,1,Doença,4,doença física,7,Dom,9,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,17,Dons de Maravilhas,23,Dores,1,Doutrina,35,Doutrinas Fundamentais,46,Download,92,Download Livros e E-books,156,Doze,1,Drink de Baygon,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,DST,1,Duas,1,Duelo,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,39,EBD,805,EBF,1,Eclesiastes,15,ecológico,1,Ecumenismo,1,Éden,8,Edificados,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,editora crista evangelica,1,Educação,1,Efatá,1,Efésios,3,Egito,6,Elcana,3,Ele,1,Eleição,6,Eleita,1,Eli,2,Elias,11,Eliasibe,1,Eliseu,2,Elizabeth Gilbert,1,Elizeu,4,Ellan Miranda,6,Elogios,1,emagrecer,1,Email,2,empresa,2,Empresa.,1,Encerramento,1,Enchente,1,Enciclopédia,1,Encontrar,1,Encontro,11,Encorajamento,4,Eneias,1,ENFRAQUECIMENTO DA IDENTIDADE PENTECOSTAL,1,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensina,1,Ensinar,4,Ensino,4,Ensinos,2,Entendendo,1,entender Deus,3,Entrevista,5,Envia,1,Envio,1,Epidemiologia,1,Epístolas,20,Época de Cristo,3,Esaú,3,Esboço Pregação,5,Escala de Professores da EBD,5,Escape,1,Escatologia,49,Escavação,1,Escola,34,Escola Bíblica Dominical,998,Escola Dominical,90,Escolha,5,Escravo,1,Escritor,1,Escrituras,4,Esdras,2,Espaço,2,esperança,8,esperança. razão,2,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,2,Espírito,28,Espírito Santo,42,Espirituais,4,Espiritual,14,Espiritualidade,4,Estado de São Paulo,2,Ester,14,Estevão,2,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estrutura,1,Estuda,2,Estudo Bíblico,265,Estudos Bíblicos,552,Estupro,1,Eterna,4,Eternidade,5,Eterno,3,Ética,2,Eu,1,Eu ainda te amo,1,Eufrates,1,Eva,15,evangelho,26,EVANGÉLICA,5,Evangelico,1,Evangélicos,2,Evangelismo,3,Evento,2,Evidências,1,evolução,1,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exegese bíblica,2,Exemplar,2,Exemplo de Tensorflow,1,Exemplos,1,exílio,3,Êxodo,2,Experiência de vida,26,Expositiva,2,Expressando,1,Extra,67,Exupéry,1,Ezequias,1,Ezequiel,4,F.F Bruce,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,7,Falecimento,1,Falsos,13,Falta,1,familia,52,Família,51,Fat Family,2,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,22,Feirinha,1,Felipe,1,Feminina,7,feminista,7,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,12,Festa Junina,3,Festividade,4,Ficar,1,Fidelidade,9,Fiel,4,Filha,6,Filho de Deus,9,Filho do Homem,6,Filho Pródigo,5,Filhos,17,Filipenses,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim,2,Fim de Relacionamento,7,Fim do Mundo,14,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,3,Firme,5,firmeza,2,Firmino,1,Fletar,1,Fogo,1,Fora,1,Forma,1,Formação,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Free The Nipple,1,Friedrich Engels,1,Frutifica,6,Fundamentalismo,1,Fundamentos,1,Fúnebre,1,funk,1,futuro,1,G-JJHNKFDSCM,7,gadareno,1,Gálatas,1,Galaxy,1,Galileu,1,Galo,1,Game Of Crentes,7,Ganhe Um Livro,21,gastando pouco,1,Gay,8,Gênesis,20,Gênesis.,8,genro,1,Gentios,1,Geografia,1,Geográfica,1,Geração,2,Gestos,1,Getsemani,1,Gideões,17,Gideões Missionários da Última Hora,20,Gigante,3,Gilberto Carvalho,1,Gileade,1,Gilgal,1,Giom,1,GLBS,2,global,1,Globalismo,1,Globo,1,Glória,7,Gloriosa,2,GLOSSÁRIO,2,Glossolalia,1,Glutonaria,1,GMUH,13,Gogue,2,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Graça,5,Grande,5,Grande Tribulação,4,Grátis,3,Greta,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,3,guerra,6,Guia,2,Habacuque,4,Halloween,1,Haxixe,1,Hebraica,2,Hebreus,7,Hedonismo,4,Helena Tannure,1,Hematidrose,1,Herdeiros,1,Heresia,22,Hermenêutica,3,Hernandes,3,Hilquias,1,Hinduísmo,1,hipócrita,1,Hissopo,1,História,21,Historia Real,1,Holística,1,Holocausto,1,Homem,9,Homenagem,1,Homens,3,Homilética,3,Homofobia,15,homosexualismo,12,Homossexual,9,Honestas,1,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Horebe,1,Hubner Braz,23,Hulda,3,Humana,4,Humanas,1,Humanidade,2,Humano,12,Humanos,2,Humildade,2,Humor,11,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,Icabô,1,Identidade,3,Ideologia,1,idioma,1,Ídolos,3,Igreja,46,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,6,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Iluminação,1,ilustração bíblica,9,Imanência,1,imersos,1,Imoral,1,Imoralidade,1,ímpio,1,Importa,1,Impostor,1,Impresso Normal,1,Impressora,1,Imutabilidade,2,Incas.,1,indenização,1,Individual,1,indústria,1,Inerrancia,1,Infantil,55,Inferno,7,infiéis,1,inglês,1,Inicio,1,Início,1,inimigo,2,injustiça,1,Insano,2,Insegurança,1,Inspiração,1,Instituição,1,Instrução,3,Integral,1,inteligência artificial,1,Intercessão,1,Internação,1,Internacional,1,Interpletação,2,interpretação,1,intertestamentários,1,Intimidade,4,Introdução,1,iPad,1,iPhone,1,Ira,1,Irmã Zuleide,1,Isaias,2,Isaque,8,Islâmico,1,Islâmismo,1,Israel,12,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jardim de Infância,22,Javé,1,Jeito,1,Jejuando,1,Jejum,6,Jeroboão,1,Jerusalém,6,Jesua,1,Jesuíta,1,Jesus,64,Jesus Cristo,62,Jesus de Nazaré,13,Jezabel,1,Jó,18,João,22,João Batista. Ossada,2,Joás,1,JOEL,1,John Piper,1,John Stott,1,Jonas,2,Joquebede,2,Jornada,9,Jornal da Record,1,José,9,José Wellington,1,Josh McDowell,1,Josias,2,Josue,8,Josué,9,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,236,Jovens,208,Judá,1,Judá e Tamar,1,Judas,1,Juízes,3,Juízo,1,Juízo Final,7,Julgamento,5,Julgamento Final,2,julgar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,43,Juramento,1,Justiça,4,Justo,1,Juvenis,25,Karkom,1,Karl Marx,1,Karma,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,3,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,7,Lei,5,Léia e Jacó,7,Leilão,3,Leis,2,Leitor,1,Leitora,1,Leitura,9,LEITURA BÍBLICA,3,Lembrancinhas,1,LeNovo,1,Lepra,1,Ler a Bíblia em 42 dias,3,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Liberdade,2,Libertação,1,Libertador,1,Libertinagem,1,Libertos,2,Lição,25,Lição 5,1,Lições,1,Lições Bíblicas,11,Lições Bíblicas da BETEL,424,Lições Bíblicas da CPAD,610,Lições de Vida,28,Líder,8,Líder Adolescente,29,Líder Jovem,27,Liderança,16,Líderes,3,Lídia,1,LinkedIn,1,Lino,1,Lista,2,Litoral,1,Liverpool,1,livre,5,Livre Arbítrio,7,Livres,2,Livro,45,Livro do Trono,3,Livro em Audio,7,Livro Selado,2,Livros - Comentarios,99,Livros Evangelicos,49,livros poéticos,13,Localização,1,Logos,1,Loide,3,Loira,1,Longanimidade,1,Lopes,1,Louco,1,Louvor,10,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,14,Lucifer,1,Lutando,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,7,Luz,1,Luz do mundo,2,Lya Luft,1,MacBook Air,1,machine learning,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,8,‪Magia,1,Magogue,2,Maias,1,Mal,4,Malala,1,Malaquias,3,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,3,Manifestação em Cristo,2,Manual de missões,22,Mãos,2,Maquiagem,2,Marcador de Páginas,1,Marcas,3,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,2,Mardoqueu,7,Maria Madalena,2,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,2,Mártires Cristãos,4,Massacre,1,Masturbação,7,Materialismo,1,maternal,17,Mateus,2,Matityáhu,1,Matrimonio,7,maturidade cristã,8,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,11,Melhores Blogs,3,Melhores Sites,4,Meninos de Rua,1,Menor,1,Mensagem,5,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Messias,3,Mestre,4,Mesulão,1,metaverso,1,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Mídias Sociais,2,Milagres,15,Milênio,3,Milionário,1,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério,23,Ministério Público Federal,2,Miqueias,2,Miriã,2,Misericórdia,6,Missão,44,Missiologia,30,Missionário,28,Missões,24,Mistério,1,Mitologia,1,Mitos,1,MMA,1,Mobilização,2,Moda Bíblica,2,Moda Cristã,2,Moda Evangélica,2,Modelo,3,Modelos,1,Moisés,21,Monarquia,3,Monte,4,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,9,Mordomo,1,Morrer,2,morte,13,Mortos,2,Motim,6,Motivos,1,Movimento,1,Muda,1,Mulçumano,1,Mulher,19,Mulher de Potifar,1,Mulheres,20,multiplicação,1,Mundo,9,Muro,1,Muros,1,Musica,8,Naama,1,Nacional,2,Namorado,18,Namorar,34,Namoro,109,Não,1,Não Prometeu,1,Nascença,2,Nascimento,3,Natureza,6,Naum,1,Necessidade,2,Neemias,4,Negar,2,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,2,NetFlix,1,Nigéria,1,Ninrode,1,No Fundo Do Poço,1,Noadia,1,Noé,1,Nome,2,Nome de Bebê,1,Nomes,2,Nora,2,Normalização,3,Norte,1,Noruega,1,Nota,2,Notícia gospel,84,Notícias Gospel,230,Nova,16,Novas Lições,2,Novela,2,Novo,5,Novo Testamento,6,Novos Céus e Nova Terra,12,Novos Convertidos,14,Novos Valores,2,nutricionista,1,Nuvem,1,NX Zero,1,O adeus,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,2,O Bom Travesti,1,O casamento negro,1,O Exército de Cleycianne,1,O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA,6,O MINISTÉRIO DE PASTOR,18,O Quarto da Porta Vermelha,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obadias,1,Obede-Edom,1,Obediência,17,Obesidade,1,Obra,4,Obras,3,obreiro,2,Obstáculos,1,Odio,1,Ofertada,8,Ofertas,9,Oficial,1,Olhando para direção errada,1,Olhar,3,Onde Estiver,1,ônibus,1,Onipotente,1,Onipresente,6,Onisciente,1,Online,1,Onri,1,ONU,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oposição,1,Opressão,1,Oração,29,Orando,1,Orar,4,Orfanato,1,Organização,2,Origem,6,Os Melhores Livros,30,Os Valores do Reino de Deus,2,Oséias,5,Oséias e Gomer,5,Osiel Gomes,5,Outra Chance,3,Ovelha,8,Padrões,1,Paganismo,1,Pagãos,1,Pai,6,Paixão,3,Paixão e Cura,1,Palavra,6,Palavra de Deus,8,Palavras,1,Pandemia,5,Pânico,1,pão,2,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papai,6,Papo,1,Paquera,2,Paquistanesa,1,Paquistão,1,Para Sempre,1,Parábolas,33,Paradoxo,2,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,4,Pastor,27,Pastor Paul Mackenzie Nthenge,1,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,2,Pastores,4,Paternidade,2,Patrick Greene,1,patristicas,2,Paulo,31,Pb. Renan Pierini,1,PDF,84,Pecado,44,Pecador Confesso,14,PECC,69,Pedindo,1,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedra,1,Pedras,1,Pedro,9,peixe,1,Pelos,1,Pensamento,3,Pentateuco,6,Pentecostal,11,Pentecostes,3,Perda,3,Perdão,14,Perdidos,6,Perfeito,2,Perigo,9,Perigos,7,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,3,Perseguidor,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Perspectiva,1,Pesquisa,2,Pessoa,2,pessoas,5,Peter Moosleitner,1,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Pirralha,1,Pison,1,Planeta Terra,2,Plano de Aula,8,PLANO DE LEITURA BÍBLICA,15,Planos,6,Plantador de Igrejas,2,Play Back,1,playboy,1,Plenitude,7,Poder,4,Poema,3,Poesia,4,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,Porção,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,8,Portões,1,Posse,1,Possível,1,Posto,1,Povos,15,Pr Gilmar Santos,1,Pr Napoleão Falcão,3,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Pragas,2,Praia,1,Prática,2,Praticar,3,Pré-Adolescentes,20,Preço,1,Predestinação,4,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,14,Pregadores,4,Premier,1,Premium,1,Preocupar,1,Preparado,8,Preparativos,1,Presbíteros,1,presidente,4,Presídio,1,Prevenção,2,previdência,1,Primário,29,Primeira,2,primeiro,4,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,2,Primogênitos,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,4,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,3,Profecia,21,Professor,22,Profeta,35,Profeta Jeremias,3,Profetas,25,Profetas Menores,23,Profética,4,Profético,9,Programa de Educação Cristã Continuada,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Progressista,1,Projeto,2,Projeto Cura Gay,2,Promessa,9,Prometida,2,Promoção,5,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,4,Prosperidade,1,Prostituta,2,Proteção,1,Protesto,1,Provai,1,Provê,1,Proverbios,15,PSDB,1,Pura,1,Purifica,2,Puro,1,Pv 4.23,1,Qualidades,1,Quando Deus diz não,9,Queda,10,Quem segue a Cristo,3,Quem Sou?,1,Querer,2,Querite,1,Raça,1,Racismo,1,Rainha de Sabá,4,Rainha Ester,16,Raptare,1,Raquel,2,Realidade,8,Rebeldia,3,Rebelião,1,Receber,1,Reconciliação,2,Reconstrução,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,2,Redenção,1,Redentora,1,redes neurais,1,reflexão,21,reformado,1,regime,1,Regininha,1,Registro Módico,1,regras,1,Rei,3,Rei Xerxes,1,Reinado,15,Reino,19,Reino de Deus,21,Reino dividido,8,Reino do Messias,6,Reis,2,Rejeição,1,Relacionamento,71,Relativismo,3,Relatos,5,Relógio da Oração,4,Remida,1,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,76,Reservado,2,Resguardar,1,Resistir,1,Resplandecer,1,Responde,1,Responsabilidade,2,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,6,Restauração,3,Restauracionismo,1,Resumo,9,Retorno de Cristo,3,Retribua,1,Reuel Bernardino,1,Rev. Augustus Nicodemus,3,Revelação,5,Revelado,1,Revista,122,revolução industrial,1,Rezar e Amar,1,Richard Baxter,1,Rico,4,Rio Tigre,1,Riqueza,3,Riscos,1,Roboão,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Roupas,3,Rubem Alves,1,Ruins,1,Russel Shedd,1,Rute,24,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sabedoria,17,SABER+,1,Sacerdócio,5,Sacerdotal,5,Sacrifício,4,Sadhu Sundar Singh,1,Safira,2,Safra,1,Sal da Terra,1,Salmos,32,Salomão,12,Salvação,30,Salvador,23,Sambalate,1,Samuel,16,Samuel Mariano,1,Sangue,3,Sangue no Nariz,1,Sansão,3,Santa Ceia,4,Santidade,16,Santificação,17,Santo,4,sapienciais,1,sapiências,1,Sara,2,Sarah Sheva,1,Satanás,7,Saudações,2,Saudades,5,Saul,10,Saulo,2,Savífica,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Seguidor,1,Seguir,1,Segunda,2,Segundo,1,Segundos,1,Segurança,1,Seita,2,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Selada,1,Seleção Brasileira,1,Sem,1,Sem Garantia,1,Semeador,9,Semente,2,Sementes,2,Seminário,1,Senhor,4,Senhorio. Jesus,1,Sensibilidade,1,Sentido da Vida,6,Sentimento,2,Sentimentos,4,Separação,2,Separar,2,Ser,3,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Chá Com Professores,4,Série Dicas de Como Liderar,24,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,4,Sermão do Monte,4,Sex,2,Sexo,5,Sexual,4,Sexualidade,11,Sidney Sinai,1,SIFRÁ e PUÁ,1,Significados,4,Silas Malafaia,5,Silêncio no Céu,10,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Simples,1,Sinal,1,Sincero,1,Sistema,2,Sites,3,Slide PC,2,Slider,462,slides,8,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Soberania,1,Sofonias,3,Sofrimento,4,Sogra,3,Soldados,5,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,5,Sonhos de Valsa,1,Sono,1,Sono da Alma,10,Sorrir,3,Sorteio,2,Sou,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Sublimidade,1,Submissão,5,Subsídio,115,Sucessor,1,Sueca,1,Sujeição,1,Sul,1,Sulamita,5,suprema,2,Surface Pro 2,1,Suspenção,1,Sutiã,1,Sutileza,11,Sutilezas,1,tabela,1,Tabernáculo,4,Tabita,1,Tablet,1,Talentos Cristãos,4,Tarado,1,Tarso,1,Tatuagem,3,TCC,1,Teatro,1,Tecido,1,Tecnologia,2,Tela Cinza,1,Telegram,1,Temas,2,Temática,2,Temor,8,Temperamento,1,Tempestade,2,Templo,3,Tempo,5,Tempo de Viver Coisas Novas,3,Tempos,2,tensorflow,1,Tentação,10,Teologia,18,Teologia da Libertação,3,Termino de Namoro,7,Término do Namoro,2,Termos,1,Terra,4,Terra Prometida,7,Terremoto,1,Testamento,1,Testemunho,21,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,3,Tigres,1,Tim Keller,1,timidez,2,Timna,1,Timóteo,13,Timothy Keller,1,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,tisbita,1,Títulos,1,Tomas de Aquino,1,Top,2,Top Blogs,4,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,3,Top5,2,Torá,1,TPM,1,Trabalho,4,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transcendência,2,Transfer,1,Transforma,2,Tratando de uma leucemia,1,treinamento,1,Trevas,1,Tribunal de Cristo,2,Tribunal de Justiça,1,Trimestre,2,Trindade,3,Trino,2,Triunfal,1,Trono Branco,2,Tudo vê,1,Túnica,1,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Ultimos Dias,1,Últimos Dias,1,um trono e um segredo,1,Uma crente,1,Uma História de Ficção,79,Unção,2,Ungido,1,Unidade,9,Universo,2,Uno,1,Urias,1,Utensilios,1,Uzá,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,4,Valores,1,Vanilda Bordieri,1,Velhice,3,Velho Testamento,1,Velório,1,Vem,2,Vencendo,2,Vencer,2,Vendedor de Droga,1,Vento,5,Ver Deus,1,Veracidade,12,Verdade,10,Verdadeira,8,Verdadeira História,1,Verdadeiro,4,verdades,1,Versículos,4,Viagem,5,Vício,1,Vida,29,VIDA CRISTÃ,2,Vida depois da morte,13,Vida Pessoal,3,Vidas,1,Vídeo,24,Vigilância,2,vinda,4,Vindouro,3,Vinho,1,Violência,2,Virá,2,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Visão,2,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Vivendo,1,Viver,5,Voca,1,vocacionados,1,Volta,2,Volta de Cristo,5,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,webdevelops,2,Yehoshua,1,Yeshua,1,YOSHÍA,1,You Tube,2,youtuber,2,Zacarias,2,Zaqueu,1,Zelo,5,
ltr
item
Pecador Confesso: Lição 11 - Cultivando a Convicção Cristã | 3º Trimestre 2023 | EBD ADULTOS
Lição 11 - Cultivando a Convicção Cristã | 3º Trimestre 2023 | EBD ADULTOS
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhE1aFolBOI1fu0f-nIxNkqG6UOPnUBvZXhCsnLmaRkb47YA8ksxT-4bytbQ1tIqVOP80KglrSAMuuidKap4lP5whyVxRBhREpD7qFcd7c09PV3A6ghuXA8_dRqEA3e8UTUMsT3-i0VJBfL10BuxGDoktQWVSEOjsuHvRp8_I73TLiJ2tzzlpXN_9idSVU0/w640-h360/Lic%CC%A7a%CC%83o%2011-Subsi%CC%81dio-Adulto-3%20Trimestre-PDF-Slide.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhE1aFolBOI1fu0f-nIxNkqG6UOPnUBvZXhCsnLmaRkb47YA8ksxT-4bytbQ1tIqVOP80KglrSAMuuidKap4lP5whyVxRBhREpD7qFcd7c09PV3A6ghuXA8_dRqEA3e8UTUMsT3-i0VJBfL10BuxGDoktQWVSEOjsuHvRp8_I73TLiJ2tzzlpXN_9idSVU0/s72-w640-c-h360/Lic%CC%A7a%CC%83o%2011-Subsi%CC%81dio-Adulto-3%20Trimestre-PDF-Slide.webp
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2023/08/licao-11-cultivando-conviccao-crista-3.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2023/08/licao-11-cultivando-conviccao-crista-3.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy