Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã | 1° Trimestre de 2024 | EBD – ADULTOS

  TEXTO ÁUREO “Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpr...

 


TEXTO ÁUREO

“Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.” (1 Co 14.26)

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



O texto áureo citado, retirado da primeira carta aos Coríntios, capítulo 14, versículo 26, é uma passagem significativa que aborda a conduta dos cristãos durante as reuniões congregacionais, especialmente no contexto do culto. Paulo, o apóstolo, está instruindo os crentes de Corinto sobre a importância de ordenar suas reuniões de forma a promover a edificação mútua e a glorificação de Deus.

Vamos analisar mais detalhadamente:

  • "Que fareis, pois, irmãos?" - Paulo inicia sua exortação chamando a atenção dos irmãos para a importância do que está prestes a ser discutido. Ele os instiga a pensar criticamente sobre suas ações e atitudes durante as reuniões da igreja.
  • "Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação." - Aqui Paulo lista várias atividades que ocorriam nas reuniões da igreja em Corinto. Salmo refere-se à música de louvor e adoração; doutrina à instrução ou ensinamento; revelação à manifestação do Espírito Santo em profecias ou insights espirituais; língua e interpretação referem-se ao dom de falar em línguas e interpretá-las. É importante notar que Paulo está reconhecendo a diversidade de dons e ministérios na igreja, e que todos eles têm seu lugar e propósito dentro do corpo de Cristo.
  • "Faça-se tudo para edificação." - Este é o princípio fundamental que Paulo está estabelecendo. Todas as atividades durante as reuniões da igreja devem ter como objetivo principal a edificação mútua dos crentes. Nada deve ser feito por vaidade pessoal ou para causar confusão, mas tudo deve contribuir para o crescimento espiritual e fortalecimento da comunidade de fé.

Explorando a raiz grega das palavras:

  • "Salmo" (grego: ψαλμός, psalmos) - originalmente se referia a um cântico acompanhado por um instrumento de cordas. Na tradição judaica, os Salmos eram cantados como parte do culto no templo.
  • "Doutrina" (grego: διδαχή, didachē) - refere-se ao ensinamento ou instrução, especialmente no contexto da fé cristã. Implica não apenas no compartilhamento de conhecimento, mas também na aplicação prática da verdade bíblica na vida dos crentes.
  • "Revelação" (grego: ἀποκάλυψις, apokalypsis) - denota uma manifestação ou revelação divina, muitas vezes associada à comunicação direta de Deus aos seres humanos.
  • "Língua" (grego: γλῶσσα, glōssa) - refere-se ao dom espiritual de falar em línguas, que pode incluir idiomas humanos não aprendidos pelo falante ou linguagens espirituais.
  • "Interpretação" (grego: ἑρμηνεία, hermēneia) - diz respeito à habilidade de interpretar ou traduzir as mensagens transmitidas em línguas desconhecidas para a compreensão da congregação.

Referências bíblicas que ligam esse texto incluem outras passagens em 1 Coríntios, como 1 Coríntios 12, que fala sobre os dons espirituais e a diversidade no corpo de Cristo, e 1 Coríntios 10, que aborda a importância de fazer tudo para a glória de Deus. Também podemos considerar os ensinamentos de Jesus sobre a importância da unidade e do amor mútuo entre os crentes, como registrado nos evangelhos sinópticos e nas cartas de João.

VERDADE PRÁTICA

O culto é uma sublime forma de nos expressarmos em adoração, louvor, gratidão e total rendição a Deus.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A verdade prática de que o culto é uma forma sublime de expressão de adoração, louvor, gratidão e rendição a Deus está enraizada em uma compreensão bíblica profunda do relacionamento entre Deus e Seu povo, assim como na teologia da adoração cristã. Vamos explorar isso em detalhes:

  • Adoração e Louvor: Desde os tempos do Antigo Testamento até o Novo, a adoração e o louvor a Deus foram fundamentais na vida do povo de Deus. O Salmo 95:6 nos convida: "Vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou." Aqui vemos a expressão da adoração como um ato de reverência e submissão diante da majestade de Deus. No Novo Testamento, vemos Jesus ensinando sobre a verdadeira adoração em João 4:23-24, onde Ele diz: "Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores."
  • Gratidão e Rendição: A gratidão e a rendição são elementos essenciais da vida de adoração cristã. O apóstolo Paulo exorta os crentes em Romanos 12:1, dizendo: "Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional." Aqui, a gratidão pelas misericórdias de Deus leva à entrega total de si mesmo como um ato de adoração racional. A rendição também é destacada por Jesus em Mateus 16:24, quando Ele diz: "Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz, e siga-me."
  • Escritores Cristãos: Muitos escritores cristãos ao longo da história têm refletido sobre a importância do culto como uma expressão de adoração e comunhão com Deus. Agostinho de Hipona, em suas Confissões, fala sobre a busca da alma humana por Deus e a satisfação encontrada apenas em adorá-Lo. João Calvino, em suas Institutas da Religião Cristã, discute a importância da adoração ordenada e centrada em Deus na vida da igreja. Charles Spurgeon, em seus sermões, enfatiza a alegria e o privilégio de adorar a Deus em espírito e em verdade.

Em resumo, a verdade prática de que o culto é uma forma sublime de expressão de adoração, louvor, gratidão e rendição a Deus é uma realidade que permeia toda a Escritura e tem sido reconhecida e celebrada ao longo da história da igreja pelos escritores cristãos. É uma experiência transformadora que nos leva a uma comunhão mais profunda com o nosso Criador e Redentor.

LEITURA DIÁRIA

Segunda – 1 Co 11.27 A solenidade do acontecimento do culto
Terça – Ez 44.9 A sacralidade do acontecimento do culto
Quarta – Sl 48.1 Celebrando a grandeza de Deus
Quinta – 1 Co 14.26 O culto deve trazer edificação
Sexta – 1 Tm 4.13 As Escrituras como base do verdadeiro culto cristão
Sábado – Ef 5.18-20 Louvando a Deus de maneira sincera e de todo o coração

Hinos Sugeridos124, 436, 533

DINAMICA EXTRA

Comentário de Hubner Braz



Título da Dinâmica: "Explorando os Elementos do Culto"

Objetivo:

Esta dinâmica tem como objetivo proporcionar aos participantes uma reflexão sobre os elementos que compõem o culto cristão, incentivando-os a compreender a importância de cada aspecto e sua contribuição para a adoração coletiva.

Materiais Necessários:

  • Papel e canetas
  • Quadro branco ou folhas grandes de papel
  • Marcadores coloridos
  • Bíblias

Instruções:

  • Introdução:
    • Apresente brevemente o tema da lição, destacando a importância do culto na vida da igreja cristã e seu propósito de glorificar a Deus e edificar os crentes.
  • Divisão em Grupos:
    • Divida os participantes em pequenos grupos de 4 a 6 pessoas.
  • Exploração dos Elementos do Culto:
    • Distribua papel e canetas para cada grupo.
    • Peça aos grupos que identifiquem e escrevam todos os elementos que compõem o culto cristão que conseguirem lembrar. Podem incluir aspectos como louvor, oração, pregação da Palavra, comunhão, entre outros.
    • Encoraje os grupos a discutirem a importância de cada elemento e como eles contribuem para a experiência de adoração coletiva.
  • Apresentação:
    • Após alguns minutos de discussão, convide um representante de cada grupo a compartilhar os elementos que identificaram e suas reflexões sobre eles.
    • Registre os elementos identificados em um quadro branco ou folhas de papel, destacando as diferentes dimensões do culto.
  • Reflexão Bíblica:
    • Leia e discuta brevemente passagens bíblicas que enfatizam a importância do culto e seus elementos, como Salmo 100, Efésios 5:18-20 e 1 Coríntios 14:26.
    • Incentive os participantes a relacionarem as passagens bíblicas com os elementos do culto identificados anteriormente.
  • Conclusão:
    • Conclua a dinâmica destacando a diversidade e riqueza dos elementos do culto cristão e sua importância na vida da igreja.
    • Encoraje os participantes a aplicarem o que aprenderam em suas próprias experiências de adoração e a valorizarem cada aspecto do culto como uma oportunidade de se aproximar de Deus e fortalecer a comunhão com a comunidade de fé.

Esta dinâmica proporcionará aos participantes uma oportunidade de refletir sobre os elementos do culto cristão e sua relevância em sua própria experiência de adoração e comunidade de fé.


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

15 – Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,
16 – Remindo o tempo, porquanto os dias são maus.
17 – Pelo que não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.
18 – E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito,
19 – falando entre vós com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração,
20 – dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo,
21 – sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



Vamos analisar cada versículo de Efésios 5:15-21, mergulhando em seu significado bíblico e teológico, e explorando a raiz grega das palavras:

  • Versículo 15: "Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,"
    • Paulo exorta os crentes a andarem com sabedoria, sendo cuidadosos em suas ações e decisões. A palavra "prudentemente" vem do grego "ἀκριβῶς" (akribos), que significa com precisão, cuidado. É uma chamada para uma vida consciente e deliberada, em contraste com a insensatez dos que não conhecem a vontade de Deus. Isso está alinhado com a exortação de Jesus em Mateus 10:16 para ser "prudente como as serpentes e inofensivos como as pombas".
  • Versículo 16: "Remindo o tempo, porquanto os dias são maus."
    • Aqui, Paulo instrui os crentes a aproveitarem o tempo sabiamente, entendendo a urgência espiritual da época em que vivem. "Remir o tempo" vem do grego "ἐξαγοραζόμενοι" (exagorazomenoi), que implica em resgatar ou comprar de volta. Isso sugere a ideia de usar sabiamente o tempo, resgatando-o do desperdício. Essa ideia de aproveitar o tempo é também mencionada em Colossenses 4:5.
  • Versículo 17: "Pelo que não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor."
    • Paulo continua sua exortação à sabedoria espiritual, instando os crentes a entenderem a vontade de Deus em suas vidas. A palavra "insensatos" vem do grego "ἄφρονες" (aphrones), que significa tolo ou sem entendimento. A vontade de Deus é um tema central na teologia paulina (veja Romanos 12:2), e compreendê-la é crucial para uma vida cristã frutífera.
  • Versículo 18: "E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito,"
    • Aqui, Paulo contrasta o estado de embriaguez física com o ser cheio do Espírito Santo. O verbo "encher" vem do grego "πληροῦσθε" (plērousthe), que implica em ser completamente preenchido. Isso sugere uma total rendição ao controle e influência do Espírito Santo em vez de ser controlado por substâncias como o vinho. Essa ideia de ser cheio do Espírito é recorrente nos escritos de Paulo (veja Gálatas 5:22-23).
  • Versículo 19: "falando entre vós com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração,"
    • Aqui, Paulo encoraja os crentes a expressarem sua adoração a Deus através de cânticos espirituais. As palavras "salmos", "hinos" e "cânticos espirituais" sugerem uma variedade de expressões musicais na adoração. Essa prática de cantar e louvar a Deus é mencionada em muitos salmos do Antigo Testamento e também em Colossenses 3:16.
  • Versículo 20: "dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo,"
    • Aqui, Paulo enfatiza a importância da gratidão contínua a Deus, independentemente das circunstâncias. A ação de "dar graças" vem do grego "εὐχαριστοῦντες" (eucharistountes), que está relacionada com a palavra "Eucaristia" (Ceia do Senhor), destacando a conexão entre a adoração eucarística e a gratidão. Essa prática de ação de graças é instruída em muitas partes das Escrituras (veja Filipenses 4:6; Colossenses 3:17).
  • Versículo 21: "sujeitando-vos uns aos outros no temor de Deus."
    • Paulo encerra esta passagem exortando os crentes a viverem em humildade e submissão mútua, demonstrando reverência a Deus. A palavra "sujeitar" vem do grego "ὑποτασσόμενοι" (hypotassomenoi), que denota submissão voluntária e respeito pelas autoridades estabelecidas por Deus. Essa ideia de submissão mútua é central no ensino de Paulo sobre a vida na comunidade cristã (veja Romanos 12:10; Filipenses 2:3-4).

Esses versículos nos desafiam a vivermos de maneira sábia, compreendendo a vontade de Deus, sendo cheios do Espírito Santo, expressando nossa adoração através do louvor e da gratidão, e vivendo em humilde submissão uns aos outros. Esses princípios são fundamentais para uma vida cristã vibrante e frutífera.


📩 Receba rápido a sua revista em PDF  | ou tenha o acesso vip 1ºTRIM 2024, saiba mais: 

👆ADQUIRA O ACESSO VIP | Pelo zap ou e-mail: hubnerbraz@pecadorconfesso.com

PLANO DE AULA

1- INTRODUÇÃO
Nesta lição, temos o propósito de estudar os preceitos do culto cristão. Nos aprofundaremos em sua natureza, observando-o como uma forma de servir, obedecer e adorar a Deus, que requer, portanto, a reverência, ordem e santidade devidas. Através das Sagradas Escrituras, veremos que tanto o conteúdo como a maneira de cultuar são importantes, o que é evidenciado na adoração focada exclusivamente no Senhor e na edificação da Igreja. E como marca na liturgia pentecostal, veremos a adoração fervorosa e a exposição da Palavra como primazia.

2- APRESENTAÇÃO DA LIÇÃO
A) Objetivos da Lição:
I) Identificar a natureza do culto a Deus, sua forma e conteúdo;
II) Compreender o genuíno propósito do culto cristocêntrico;
III) Enfatizar a primazia das Escrituras e a importância da adoração entusiástica na liturgia pentecostal.
B) Motivação: Com o passar dos anos de caminhada cristã, à medida que, constantemente nos relacionamos com a fé, podemos incorrer no erro de praticar de modo automático as disciplinas espirituais e, até mesmo, a forma de cultuar a Deus. Um antídoto poderoso contra este mal é estudar a sua Palavra, com a postura de um genuíno discípulo, sempre disposto a se deixar nortear, confrontar, corrigir e aperfeiçoar para a glória de Deus, a fim de que o culto público seja apenas o transbordar de uma vida de adoração legítima e agradável a Ele.
C) Sugestão de Método: Propomos um exercício reflexivo, a fim de elucidar a importância que o culto tem para Deus, não apenas em sua existência, mas também quanto a sua “forma” e o seu “conteúdo”. Para tal, conduza a classe a uma reflexão, pedindo que cada um pense num presente, uma demonstração de afeto, que gostaria de ganhar do ser amado (filhos, marido, pais…). De maneira lúdica, a fim de exemplificar essa proposta, cite o seu caso – o que você mesmo gostaria de ganhar do seu cônjuge, numa celebração de aniversário de casamento, por exemplo.
Permita que alguns comentem e, logo, a seguir indague coisas do tipo: Tal presente teria o mesmo valor se você descobrisse que ele foi roubado pela pessoa amada? Ou tal demonstração seria bem recebida se viesse como uma ‘barganha’ para o outro conseguir um interesse pessoal? E se fosse um presente dado por culpa, devido a uma traição, você ainda gostaria de recebê-lo?
Conclua explicando que, se até mesmo nós, tão limitados e pecadores, temos critérios para aceitar uma demonstração de afeto, imagine o nosso Deus Santo. Você pode pedir que um voluntário leia 1 Samuel 15.22 e Salmos 51.17.


3- CONCLUSÃO DA LIÇÃO
A) Aplicação: Comumente, ao final de um culto, ouvimos comentários avaliando se ele foi bom ou ruim, como se o propósito de tal reunião fosse saciar o nosso ego ou atender aos nossos critérios. Contudo, como estudamos nesta lição, um culto precisa de fato seguir alguns princípios, mas que não são humanos, e sim divinos. Portanto, antes, durante e depois de tal momento solene perante o Senhor, cada um de nós avalie-se a si mesmo, a fim de que ofereçamos a Deus um culto racional, como fruto de uma vida genuína de adoração, santidade e serviço a Ele.
4- SUBSÍDIO AO PROFESSOR
A) Revista Ensinador Cristão. Vale a pena conhecer essa revista que traz reportagens, artigos, entrevistas e subsídios de apoio à Lições Bíblicas Adultos. Na edição 96, p.41, você encontrará um subsídio especial para esta lição.
B) Auxílios Especiais: Ao final do tópico, você encontrará auxílios que darão suporte na preparação de sua aula:
1) O texto “O culto dirigido pelo Espírito Santo”, localizado após o primeiro tópico, aprofunda a reflexão a respeito da forma necessária para o culto ser agradável ao Senhor;
2) O texto “Os Elementos do Culto”, ao final do terceiro tópico, enfatiza a importância da integridade da adoração na liturgia desde o AT.

EBD 1° Trimestre De 2024 | CPAD Adultos – TEMA: O CORPO DE CRISTO – Origem, Natureza e Missão da Igreja no Mundo | Escola Biblica Dominical Lição 11: O Culto da Igreja Cristã


INTRODUÇÃO

Nesta lição vamos estudar o culto cristão sob diferentes aspectos, pois precisamos conhecê-lo em sua natureza. Aqui, veremos que o culto é santo e, por isso, deve ser solene. Assim, também, mostraremos que a glorificação de Deus e a edificação da igreja são os propósitos sublimes do verdadeiro culto cristão. E, por último, mostraremos que todo culto também tem um ritual. No contexto da igreja cristã, destacaremos o papel da Bíblia e da adoração entusiástica na dinâmica pentecostal.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A introdução menciona aspectos fundamentais do culto cristão: sua natureza sagrada, seus propósitos de glorificar a Deus e edificar a igreja, e a presença de um ritual. Vamos abordar cada um desses pontos à luz das Escrituras e da teologia cristã:

  • Natureza Sagrada e Solene do Culto:
    • A palavra "santo" vem do grego "ἅγιος" (hagios), que significa separado, dedicado a Deus. O culto cristão é considerado santo porque é dedicado à adoração do Deus Todo-Poderoso. A solenidade do culto reflete a reverência e o respeito devido a Deus. O livro de Levítico, especialmente os capítulos que tratam das regulamentações do culto no Antigo Testamento, oferece insights sobre a santidade e solenidade do culto a Deus.
  • Propósitos Sublimes do Culto Cristão:
    • A glorificação de Deus e a edificação da igreja são os propósitos centrais do verdadeiro culto cristão. Em 1 Coríntios 10:31, Paulo escreve: "Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus." E em 1 Coríntios 14:26, ele instrui sobre a edificação da igreja durante o culto. A glorificação de Deus envolve reconhecer Sua grandeza, santidade e bondade, enquanto a edificação da igreja envolve o crescimento espiritual e fortalecimento mútuo dos crentes.
  • Papel da Bíblia e da Adoração Entusiástica:
    • A Bíblia desempenha um papel central no culto cristão, pois é a Palavra revelada de Deus. Em 2 Timóteo 3:16-17, Paulo ensina que toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, repreender, corrigir e instruir na justiça. Portanto, a leitura e a pregação da Bíblia são aspectos essenciais do culto cristão. Além disso, a adoração entusiástica, que envolve louvor fervoroso e expressões de alegria espiritual, é uma parte importante da dinâmica pentecostal. Esta adoração é inspirada pelo Espírito Santo e é descrita em passagens como Atos 2:4, onde os discípulos são cheios do Espírito Santo e começam a falar em outras línguas.

Escritores cristãos ao longo da história têm discutido amplamente sobre o culto cristão e seus aspectos. Por exemplo, John Calvin, em suas Institutas da Religião Cristã, trata extensivamente da natureza e propósito do culto cristão. Charles Spurgeon, em seus sermões, enfatiza a importância da reverência e do fervor na adoração a Deus. Além disso, os escritos de líderes pentecostais, como Smith Wigglesworth e Aimee Semple McPherson, oferecem insights sobre a adoração entusiástica e a dinâmica pentecostal no culto cristão.


PALAVRA-CHAVE: CULTO

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A palavra-chave "culto" tem suas raízes na ideia de reverência, adoração e serviço devoto prestado a uma divindade. No contexto cristão, o culto é um momento sagrado de comunhão com Deus e de expressão de louvor, gratidão e devoção. O culto na igreja pentecostal é caracterizado por uma intensa experiência espiritual, marcada pelo mover do Espírito Santo e pela expressão entusiástica da fé.


Raiz da Palavra "Culto":

A palavra "culto" tem origens no latim "cultus", que significa "cuidado", "atenção" ou "adoração". Essa raiz enfatiza a ideia de reverência, devoção e serviço dedicado prestado a uma divindade. No contexto cristão, o culto é um ato sagrado de adoração e comunhão com Deus, onde os crentes expressam sua devoção e louvor ao Senhor.


Primeiro Culto no Jardim do Éden:

O primeiro culto registrado na Bíblia ocorre no Jardim do Éden, onde Adão e Eva desfrutavam de comunhão direta com Deus. Embora não haja detalhes específicos sobre rituais ou cerimônias, a comunhão íntima entre Deus e o homem reflete a essência do culto: uma relação de amor e adoração mútua. Adão e Eva adoravam a Deus em espírito e em verdade, desfrutando da presença divina em um ambiente paradisíaco.


Primeiro Culto no Céu:

O livro de Apocalipse nos dá um vislumbre do culto celestial, onde encontramos os seres viventes, os anciãos e os anjos adorando continuamente a Deus em torno de Seu trono (Apocalipse 4-5). Este culto celestial é caracterizado pela reverência, adoração e louvor intensos, manifestados através de cânticos, proclamações e humildade diante da majestade de Deus. É um culto perfeito, sem mancha ou defeito, onde a glória de Deus resplandece em toda a sua plenitude.


Importância do Equilíbrio no Culto Pentecostal:

No contexto pentecostal, onde a experiência espiritual é enfatizada, é fundamental manter um equilíbrio entre a liberdade no Espírito e a fidelidade à Palavra de Deus. Enquanto o culto pentecostal pode ser marcado por expressões entusiásticas de louvor e manifestações dos dons espirituais, é essencial garantir que tudo esteja alinhado com a verdade bíblica e que a adoração seja dirigida exclusivamente a Deus. Evitar heresias que distorcem a verdade e comprometem a pureza da adoração é crucial para manter a integridade do culto pentecostal.


Portanto, o culto cristão, seja no Jardim do Éden, no céu ou na igreja pentecostal, é uma expressão sagrada de adoração e comunhão com Deus, caracterizada pela reverência, devoção e fidelidade à Palavra de Deus. Pastores cristãos têm alertado sobre os perigos das heresias e incentivado os crentes a se manterem firmes na verdade da Palavra de Deus durante o culto. Por exemplo, o renomado pastor Charles Spurgeon disse: "A verdade é como um leão. Você não precisa defendê-la. Deixe-a solta. Ela se defenderá sozinha." Essa frase ressalta a importância de confiar na verdade revelada na Bíblia e na capacidade do Espírito Santo de convencer os corações das pessoas.


Além disso, o pastor John MacArthur enfatizou: "O culto é uma expressão de adoração a Deus, e nossa adoração deve ser dirigida somente a Ele, conforme Ele mesmo revelou em Sua Palavra." Essa declaração destaca a necessidade de centrar o culto em Deus e em Sua Palavra, evitando qualquer forma de idolatria ou inovação que possa desviar a atenção da verdadeira adoração.


Esses exemplos nos fornecem princípios valiosos sobre o que constitui um culto aceitável aos olhos de Deus e o que não é.


Bons Cultos Aceitos por Deus:

  • O Culto de Abel (Gênesis 4:4-5): Abel ofereceu a Deus uma oferta de sua melhor criação com um coração sincero e obediente, e Deus aceitou sua oferta. Isso demonstra que Deus valoriza um coração disposto a obedecer e adorar sinceramente.
  • O Culto de Davi (2 Samuel 6:14-15): Davi dançou e adorou a Deus com grande alegria quando a arca da aliança foi trazida de volta a Jerusalém. Sua adoração genuína e entusiasmada foi bem recebida por Deus.
  • O Culto no Templo de Salomão (2 Crônicas 7:1-3): Após a dedicação do templo, a glória do Senhor encheu o lugar e o povo adorou com sacrifícios e louvores. Deus respondeu com fogo do céu, indicando Sua aceitação do culto.

Maus Cultos Não Aceitos por Deus:

  • O Culto de Caim (Gênesis 4:3-5): Caim ofereceu a Deus uma oferta de frutas de seu campo, mas seu coração não estava sincero e Deus não aceitou sua oferta. Isso mostra que Deus valoriza a sinceridade e a motivação correta por trás de nossos cultos.
  • O Culto de Nadabe e Abiú (Levítico 10:1-2): Nadabe e Abiú, filhos de Arão, ofereceram fogo estranho diante do Senhor, que Ele não tinha ordenado. Como resultado, fogo saiu da presença do Senhor e os consumiu. Isso destaca a importância de obedecer aos mandamentos de Deus em nosso culto.
  • O Culto dos Fariseus (Mateus 23:23-28): Jesus repreendeu os fariseus por seu culto hipócrita, enfatizando que eles honravam a Deus com seus lábios, mas seus corações estavam longe d'Ele. Isso nos alerta para a importância da sinceridade e da integridade em nossa adoração.

Estes exemplos bíblicos nos ensinam que Deus valoriza um coração sincero, obediente e reverente em nosso culto. Ele não apenas observa as formas externas de nossa adoração, mas também examina nossos corações e motivações. Portanto, devemos nos esforçar para adorá-Lo em espírito e em verdade, com sinceridade, humildade e obediência.


Portanto, durante o culto na igreja pentecostal, é crucial manter um equilíbrio entre a liberdade no Espírito e a fidelidade à Palavra de Deus, evitando qualquer forma de heresia que possa comprometer a pureza e a sinceridade da adoração.


I – A NATUREZA DO CULTO

1- O culto como serviço a Deus. Na Bíblia, oculto é mostrado como um serviço, isto é, uma vida entregue e consagrada a Deus (Dt 6.13). Em um primeiro plano tem a ver com a atitude com a qual se cultua o Altíssimo e, em um segundo plano, com a forma como se cultua. O culto, portanto, expressa uma combinação de obediência à Palavra de Deus e a forma ritual como essa adoração acontece. O livro de Atos dos Apóstolos, por exemplo, mostra a adoração no contexto do culto cristão (At 13.1-4). Enquanto os cristãos “serviam” Senhor, o Espírito Santo comissionou os primeiros missionários da igreja.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



Vamos analisar profundamente cada aspecto destacado no texto, à luz das Escrituras:


1. O culto como serviço a Deus:

  • O culto na Bíblia é mais do que uma mera atividade ritualística; é um serviço prestado a Deus. Esse conceito está profundamente enraizado na Palavra de Deus e reflete a essência da adoração genuína. Em Deuteronômio 6:13, o povo de Israel é instruído a temer e servir ao Senhor, evidenciando que o culto envolve uma vida entregue e consagrada a Deus.
  • A atitude do coração é fundamental no culto. Jesus enfatizou isso quando disse em João 4:24 que Deus procura adoradores que o adorem em espírito e em verdade. Isso significa que a adoração verdadeira não é apenas uma questão de rituais externos, mas também de corações sinceros e submissos.
  • No contexto do culto cristão, vemos essa ideia exemplificada em Atos 13:1-4. Os cristãos em Antioquia estavam ministrando ao Senhor e jejuando, demonstrando uma atitude de consagração e serviço a Deus. Como resultado, o Espírito Santo os comissionou para a obra missionária, mostrando que o culto verdadeiro é uma poderosa plataforma para a manifestação do poder e da vontade de Deus.

2. Obediência à Palavra de Deus e forma ritual do culto:

  • O culto verdadeiro envolve uma combinação de obediência à Palavra de Deus e a forma ritual como essa adoração acontece. Isso significa que a maneira como adoramos a Deus deve estar alinhada com os princípios e preceitos revelados em Sua Palavra.
  • No Antigo Testamento, vemos várias prescrições rituais para o culto, dadas por Deus para orientar Seu povo na adoração. Por exemplo, em Levítico e Números, encontramos detalhes sobre os sacrifícios, cerimônias e festas religiosas que o povo de Israel deveria observar.
  • No Novo Testamento, embora o aspecto ritual do culto tenha sido transformado pela obra redentora de Cristo, ainda vemos princípios de ordem e reverência no culto cristão. Por exemplo, em 1 Coríntios 14, Paulo instrui sobre a ordem e a edificação na reunião da igreja, enfatizando que tudo deve ser feito decentemente e com ordem.

Conclusão deste tópico:

  • Em suma, o culto como serviço a Deus implica em uma vida entregue e consagrada a Ele, expressando-se tanto na atitude do coração quanto na forma ritual da adoração. É uma combinação de obediência à Palavra de Deus e reverência na prática do culto. Quando os crentes se aproximam de Deus com corações sinceros e obedientes, e adoram em espírito e em verdade, o Espírito Santo os capacita e comissiona para a obra do Reino. O culto verdadeiro é, portanto, um meio pelo qual os crentes podem experimentar a manifestação do poder de Deus e serem usados para a Sua glória.




2- O culto deve ser solene
. Por “solene” nos referimos ao que traz respeito e é majestoso. Isso significa que tanto o conteúdo como a maneira de se cultuar são importantes (Ec 5.1; 1 Co 11.27). Por isso, o culto não pode ser destituído de significado nem realizado de qualquer jeito (Lv 10.1,2). Não por acaso, o apóstolo Paulo expõe princípios que regulamentaram o culto na igreja de Corinto (1 Co 12-14). Isso deixa claro que há uma ordem a ser observada na liturgia cristã. Para isso, temos na Bíblia o parâmetro para o bom ordenamento do culto. Por exemplo, aos coríntios, o apóstolo destacou o seguinte: “Mas faça-se tudo decentemente e com ordem” (1 Co 14.40). Nesse texto temos os termos gregos euschémonós, traduzido como “decentemente” e “decorosamente”; e taxis, traduzido como ordem. Isso nos leva a compreender, portanto, de acordo com a Bíblia, que o culto precisa ter decoro, decência e ordem.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A solenidade do culto, conforme descrito no texto, reflete a importância de trazer reverência e majestade à adoração a Deus. Vamos explorar mais a fundo essa questão, considerando as raízes das palavras, as diretrizes bíblicas e o ensino de líderes cristãos:


1. Raiz das Palavras:

  • A palavra "solene" deriva do latim "sollemnis", que significa "feito com solenidade, grave, majestoso". Em grego, o termo usado para "decentemente" e "decorosamente" em 1 Coríntios 14:40 é "euschémonós", que denota decoro e dignidade. O termo "ordem" vem do grego "taxis", que se refere a arranjo, ordem ou disposição correta.

2. Diretrizes Bíblicas:

  • Eclesiastes 5:1 adverte sobre a importância de guardar o coração ao se aproximar de Deus em adoração, destacando a solenidade necessária no culto. 1 Coríntios 11:27 adverte sobre a seriedade da participação na Ceia do Senhor, evidenciando a necessidade de reverência e respeito.
  • Levítico 10:1-2 relata a história de Nadabe e Abiú, que ofereceram fogo estranho perante o Senhor, resultando em punição divina. Isso destaca a importância de seguir os preceitos estabelecidos por Deus em nossa adoração, evitando a irreverência e a desobediência.

3. Documentos das Confissões de Fé:

  • Confissões de Fé, como a Confissão de Fé de Westminster e a Confissão de Fé Batista de Londres, abordam a importância da ordem e da reverência no culto. Elas afirmam que o culto deve ser conduzido de acordo com os princípios estabelecidos nas Escrituras, com decoro e respeito adequados à santidade de Deus.

4. Ensinamentos de Pastores Cristãos:

  • Charles Spurgeon afirmou: "A reverência é uma parte essencial da verdadeira religião. Não podemos venerar demais o grande e glorioso Deus". Isso ressalta a importância da solenidade e reverência na adoração a Deus.
  • John Calvin, em suas Institutas da Religião Cristã, discute a ordem e a reverência no culto, destacando a importância de seguir as Escrituras e evitar qualquer forma de inovação ou irreverência.

Conclusão deste tópico:

A solenidade do culto é vital para expressar a reverência e o respeito devidos a Deus. Isso envolve seguir as diretrizes estabelecidas nas Escrituras, adorando com decoro e ordem. A solenidade reflete a santidade de Deus e a nossa atitude de reverência diante d'Ele. Portanto, ao cultuar a Deus, devemos fazê-lo com dignidade, respeito e ordem, reconhecendo a grandeza e a majestade do nosso Senhor.


3- O culto é santo. 
A santidade de Deus é afirmada por toda a Bíblia (Lv 11.44; Is 433; 1 Pe 1.15,16). Visto que Deus é santo (Lv 20.26), o culto também deve ser santo. Dessa forma, nada que fosse profano deveria fazer parte do culto e da vida de quem o praticava no Antigo Testamento (Ez 44.9; Am 5.21-27; Is 1.13). Assim, o limite entre o santo e o profano deveria ser mantido (Ez 22.26; 44.23). Por outro lado, o Novo Testamento também põe em destaque o viver cristão na esfera do culto, isto é, de uma vida a serviço de Deus (Rm 15.5). A igreja é o espaço sacro onde o culto acontece (At 13.2). Assim como no Antigo Testamento, o culto cristão também não deve ser profanado (1 Co 11.17,18). Nesse caso, tanto a conduta como o modo de viver são levados em conta na esfera do culto (1 Co 11.22).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A santidade de Deus é um tema central nas Escrituras e influencia profundamente a natureza do culto. Vamos explorar essa questão mais a fundo, considerando as raízes das palavras, os documentos relacionados à santidade de Deus e o ensino de líderes cristãos:


1. Raiz das Palavras:

  • A palavra "santo" tem suas raízes no hebraico "qodesh" e no grego "hagios", ambas significando "separado", "consagrado" ou "santo". Essa raiz linguística destaca a ideia de que Deus é completamente separado do pecado e do mal, e Ele chama Seu povo a ser santo como Ele é santo (Levítico 11:44; 1 Pedro 1:15-16).

2. Documentos relacionados à Santidade de Deus:

  • A Confissão de Fé de Westminster, por exemplo, afirma que Deus é "santo em todos os seus conselhos, em todas as suas obras e em todos os seus mandamentos". Isso ressalta a santidade absoluta e transcendente de Deus em todas as áreas da Sua existência e atividade.

3. Ensinamentos de Pastores Cristãos:

  • A.W. Tozer disse: "O que vem à mente quando pensamos em Deus é o aspecto mais importante de nossa vida espiritual". Essa citação destaca a importância de compreender a santidade de Deus e a reverência que devemos ter ao nos aproximarmos d'Ele em adoração.
  • Charles Spurgeon afirmou: "Quando o Espírito de Deus está em um homem, ele ama a santidade e odeia o pecado". Isso ressalta a conexão entre a presença do Espírito Santo em nossas vidas e nosso desejo de viver em santidade, tanto dentro quanto fora do culto.

4. Diretrizes Bíblicas:

  • No Antigo Testamento, vemos como Deus ordenou ao Seu povo que fosse santo porque Ele é santo (Levítico 11:44). Isso se estende ao culto, onde nada profano deveria fazer parte, mantendo o limite entre o sagrado e o profano (Ezequiel 22:26; 44:23).
  • No Novo Testamento, o apóstolo Paulo exorta os cristãos a oferecerem seus corpos como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, o que é seu culto espiritual (Romanos 12:1). Isso demonstra que a santidade não se limita apenas ao culto formal, mas permeia toda a vida cristã.

Conclusão deste tópico:

A santidade de Deus permeia todos os aspectos do culto e da vida cristã. Como Seu povo, somos chamados a refletir Sua santidade em nossas vidas e em nossas práticas de adoração. Isso envolve uma separação do pecado e uma busca constante por uma vida que O glorifique em santidade. Portanto, tanto a conduta como o modo de viver são levados em conta na esfera do culto, pois o culto verdadeiro é uma expressão da nossa devoção e consagração a um Deus santo.

EBD 1° Trimestre De 2024 | CPAD Adultos – TEMA: O CORPO DE CRISTO – Origem, Natureza e Missão da Igreja no Mundo | Escola Biblica Dominical Lição 11: O Culto da Igreja Cristã

AMPLIANDO O CONHECIMENTO

EXPRESSÕES DA ADORAÇÃO NO CULTO CRISTÃO
“Dois princípios essenciais ajudam a dirigir e orientar a adoração cristã, a adoração genuína acontece em espírito e em verdade (veja Jo 4.23). Em outras palavras, a adoração não é apenas uma atividade física ou mental, mas também um exercício espiritual – uma resposta apropriada à maneira como Deus se revelou a nós, especificamente por meio do seu Filho, Jesus Cristo, (cf. Jo 14.6).” A adoração envolve a interação sincera entre o espírito humano e o Santo Espírito de Deus (1 Co 12.7-12).” Amplie mais o seu conhecimento, lendo a Bíblia de Estudo Pentecostal, editada pela CPAD, p.818.

SINOPSE I

Sendo o culto uma forma de serviço a Deus, sua prática requer reverência, ordem e santidade.

AUXÍLIO TEOLÓGICO

O CULTO DIRIGIDO PELO ESPÍRITO SANTO

Todos sabemos que o culto divino deve ser orientado pelo Espírito Santo, e consideraríamos uma temeridade se houvesse nestes escritos a pretensão de tomar para o homem prerrogativas que são exclusivas do Senhor. Cabe-nos, no entanto, dizer que o Espírito de Deus usa, para todos os atos que se praticam na igreja, o homem que se coloca à sua disposição. É maravilhoso notar que somos instrumentos do Espírito, e é do agrado do Senhor que seus servos estejam devidamente informados sobre qualquer procedimento nas atividades que a cada um têm sido conferidas.

A direção de um culto, cabe prioritariamente ao Espírito Santo, mas a participação humana é indispensável. O elemento humano na direção de um culto a Deus precisa estar primeiramente em sintonia com o Espírito Santo. Dirigir um culto requer muita responsabilidade, porque, neste ato, se está trabalhando com matéria prima do Céu, alimento do Céu, que se distribui com os famintos espirituais. A meta de quem dirige um culto nunca pode ser a de cumprir um anseio humano nem de encontrar uma oportunidade para expor os frutos do eu e da vaidade, mas, sim, fazer tudo para glorificar o nome do Senhor” (OLIVEIRA, Timóteo. Ramos. Manual de cerimônias. Rio de Janeiro: CPAD, 2005, p.16).


II- O PROPÓSITO DO CULTO

1- Glorificar a Deus. O culto é uma celebração que se faz a Deus. Celebramos a grandeza de Deus e seus poderosos feitos (SI 48.1). Assim o culto é uma celebração pelo que Deus é e pelo que Ele faz (SI 103.1-5). Nesse aspecto, o culto é sempre cristocêntrico, nunca antropocêntrico. Cristo é a esfera ou lugar onde deve acontecer o verdadeiro culto (Jo 2.18-22; Mc 14.58). Ele é o único mediador entre Deus e os homens (1 Tm 2.5) e o Eterno Sumo-Sacerdote (Hb 2.17; 5.5,10). Se Deus não é celebrado, se Ele não é glorificado, então, o culto perdeu o seu real sentido.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



1. Glorificar a Deus:

O propósito supremo do culto é glorificar a Deus. Isso significa reconhecer e proclamar Sua grandeza, santidade, poder e amor. Vamos explorar mais profundamente esse aspecto, considerando as raízes das palavras, as Escrituras relacionadas e o ensino de líderes cristãos:


- Raiz das Palavras:

  • A palavra "glorificar" tem origem no grego "doxázō", que significa "dar glória, honra, louvor, exaltar". Essa raiz reflete a ideia de exaltar a grandeza e a majestade de Deus em adoração.

- Escrituras Relacionadas:

  • Salmos como o 48 e o 103 são exemplos claros de como o culto é uma celebração da grandeza de Deus e de Seus feitos poderosos. No Salmo 48, vemos o povo de Deus exaltando a grandeza do Senhor e Seu poder sobre Sião, enquanto no Salmo 103, Davi louva a Deus por Suas bênçãos e misericórdias.
  • João 2:18-22 e Marcos 14:58 destacam Cristo como o centro do verdadeiro culto. Jesus se refere ao Seu corpo como o templo, o lugar onde a verdadeira adoração acontece. Ele é o único mediador entre Deus e os homens, conforme declarado em 1 Timóteo 2:5, e nosso Sumo Sacerdote eterno, conforme Hebreus 2:17; 5:5,10.

- Frases de Cristãos:

  • Charles Spurgeon disse: "O propósito de nossas vidas é glorificar a Deus em todos os momentos e em todas as coisas. Como podemos fazer isso? Através de uma vida de louvor e adoração, refletindo Sua glória em nossas palavras, ações e pensamentos."
  • John Piper escreveu: "O fim supremo do homem é glorificar a Deus e desfrutá-lo para sempre. O culto é uma oportunidade para experimentarmos a alegria de glorificar a Deus, encontrando nossa satisfação máxima Nele."

Conclusão do tópico:

O culto verdadeiro é uma celebração da grandeza e da glória de Deus, centrado em Cristo como nosso mediador e Sumo Sacerdote. Ao glorificarmos a Deus em nosso culto, reconhecemos Sua soberania e majestade, e encontramos nossa verdadeira alegria e satisfação Nele. Portanto, o culto que não glorifica a Deus perde seu propósito primordial e se torna vazio e infrutífero.


2- Quando não se cultua a Deus.
 De fato, há cultos que não cultuam a Deus. Paulo censurou os coríntios afirmando que: “Quando vos ajuntais num lugar, não é para comer a Ceia do Senhor” (1 Co 11.20). Era como se dissesse: “o que vocês estão celebrando não é a Ceia”. Não era um culto o que eles estavam fazendo. Não daquela maneira. Infelizmente há muitas reuniões envernizadas para se parecerem com um culto, mas, de fato, não são. Parecem reuniões profanas tanto na sua forma quanto na sua essência. Não buscam glorificar a Deus.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A advertência de Paulo aos coríntios em relação à celebração da Ceia do Senhor é um lembrete poderoso sobre a importância de cultuarmos a Deus de maneira genuína e reverente. Vamos explorar mais a fundo essa questão:


1. Raiz das Palavras:

  • A palavra "culto" tem suas raízes na ideia de reverência e adoração a uma divindade. No entanto, quando não é direcionado a Deus, perde sua essência e propósito. A palavra "profano", por outro lado, deriva do latim "profanum", que significa "fora do templo" ou "contra o sagrado". Isso nos lembra que há cultos que, embora possam parecer religiosos, estão longe de glorificar a Deus.

2. Contexto Bíblico:

  • No caso dos coríntios, Paulo os repreende por transformarem a Ceia do Senhor em uma refeição egoísta e desordenada, perdendo de vista seu propósito sagrado de lembrar e proclamar a morte de Cristo (1 Coríntios 11:20-22). Eles estavam mais preocupados com seus próprios interesses do que com a adoração a Deus.
  • Essa advertência é um lembrete para nós hoje em dia. Muitas vezes, podemos nos envolver em atividades que chamamos de "culto", mas que na realidade não estão centradas em Deus e não refletem Sua santidade e glória.

3. Aplicação Pessoal:

  • É crucial examinarmos nossas próprias práticas de culto e garantir que estejam alinhadas com os princípios bíblicos. Devemos nos perguntar se nossa adoração é verdadeira e genuína, se estamos realmente glorificando a Deus em todas as nossas atividades de culto.
  • Além disso, precisamos ter cuidado para não transformar nossos cultos em meras formalidades ou rituais vazios. É fácil cair na armadilha de realizar atividades religiosas por hábito ou tradição, sem realmente estar conectado com o coração e propósito da adoração.

Conclusão do tópico:

A advertência de Paulo aos coríntios nos lembra da importância de cultuarmos a Deus com reverência e sinceridade, evitando a transformação de nossos cultos em meras formalidades religiosas. Devemos buscar glorificar a Deus em tudo o que fazemos, lembrando-nos de que o verdadeiro culto é aquele que vem do coração e é direcionado a Ele em espírito e em verdade.


3- Edificar a igreja. 
Um dos propósitos principais do culto é trazer edificação à igreja. Assim, na esfera do culto, tudo deve buscar a edificação (1 Co 14.26). O verbo grego oikodoméo, traduzido como “edificar”, ocorre 40 vezes no Novo Testamento enquanto substantivo oikodomé, traduzido como “edificação”, ocorre 18 vezes. O sentido é de algo que está sendo construído, como na parábola da casa edificada sobre a rocha (Mt 7.24,26; Lc 6.48).
Ele é usado muitas vezes no contexto do culto. O fato mais claro de que um dos propósitos do culto é trazer edificação para a igreja está revelado no capítulo 14 de 1 Coríntios. Nesse capítulo, o apóstolo disciplina os usos dos dons na igreja pelo fato de seu uso não estar trazendo edificação à igreja. Assim, aquele que falava línguas na esfera do culto público deveria interpretar para que a igreja fosse edificada (1 Co 14.5). Todos os demais dons deveriam seguir esse critério (1 Co 14.12). Da mesma forma, os dons ministeriais (Ef 4.11) deveriam contribuir para “edificação do corpo de Cristo” (Ef 4.12).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



Edificar a igreja:

O propósito principal do culto é trazer edificação à igreja, fortalecendo-a espiritualmente e promovendo seu crescimento em Cristo. Vamos explorar mais a fundo esse aspecto, considerando as raízes das palavras, as Escrituras relevantes e o ensino de líderes cristãos:


- Raiz das Palavras:

  • O verbo grego "oikodoméo", traduzido como "edificar", tem uma conotação de construção, fortalecimento e crescimento espiritual. Essa palavra é usada frequentemente no Novo Testamento para descrever o processo de edificação da igreja.

- Escrituras Relacionadas:

  • 1 Coríntios 14:26 destaca que tudo no culto deve buscar a edificação da igreja. Isso inclui a maneira como os dons espirituais são exercidos durante o culto público, como visto nos versículos 5 e 12 deste mesmo capítulo. Paulo instrui que todos os dons devem ser usados de forma que contribuam para a edificação do corpo de Cristo.
  • Efésios 4:11-12 enfatiza o papel dos dons ministeriais na edificação da igreja. Os líderes e ministros foram dados à igreja para equipar os santos para o trabalho do ministério, visando à edificação do corpo de Cristo.

- Ensino de Pastores Brasileiros:

  • O pastor Hernandes Dias Lopes afirmou: "O propósito central do culto é edificar a igreja, fortalecendo os crentes na fé e na santidade. Devemos avaliar constantemente se o que fazemos no culto está de fato contribuindo para a edificação mútua dos membros da comunidade."
  • O pastor Silas Malafaia disse: "O culto é um tempo sagrado onde a igreja é edificada na fé e na comunhão. Cada parte do culto, desde a adoração até a pregação da Palavra, deve ser direcionada para fortalecer e equipar os crentes para a obra do ministério."

Aplicações Práticas:

  • Como membros da igreja, devemos buscar ativamente contribuir para a edificação mútua durante o culto, seja por meio da participação ativa na adoração, do compartilhamento da Palavra ou do serviço uns aos outros. Devemos também estar atentos para não buscar apenas o nosso próprio benefício durante o culto, mas também o crescimento espiritual de toda a comunidade. Ao fazermos isso, fortalecemos o corpo de Cristo e cumprimos o propósito do culto como um momento de edificação e crescimento espiritual.

EBD 1° Trimestre De 2024 | CPAD Adultos – TEMA: O CORPO DE CRISTO – Origem, Natureza e Missão da Igreja no Mundo | Escola Biblica Dominical Lição 11: O Culto da Igreja Cristã

SINOPSE II

Embora o alvo do culto seja Deus e não o ser humano, um culto legitimamente cristocêntrico edifica toda a igreja.


III- A LITURGIA DO CULTO

1- A exposição da Bíblia. O Movimento Pentecostal tem firmado seu compromisso com a autoridade da Bíblia para governar toda crença, experiência e prática. Dessa forma, os pentecostais viram a necessidade de julgar o mérito de todo ensino, manifestações espirituais e conduta à luz da Palavra objetiva e revelada de Deus, a Bíblia. Esse fato mostra que a leitura e a exposição da Bíblia devem ocupar o lugar de primazia na dinâmica da liturgia do culto. Nesse aspecto, o pastor que está à frente de uma igreja, e responsável pela liturgia do culto, deve ficar atento ao lugar que as Escrituras têm no culto. O Senhor Jesus, nosso maior exemplo, fez da exposição das Escrituras a base de seu ministério (Lc 4.16-18). Escrevendo sobre a liturgia do culto na igreja de Corinto, o apóstolo Paulo pôs a “doutrina”, “instrução” (gr. didaché) como uma das necessidades da igreja (1 Co 14.26). Encontramos esse mesmo apóstolo, juntamente com seu companheiro Barnabé, expondo e ensinando a Palavra de Deus (At 15.35). Da mesma forma, o apóstolo ficou em Corinto durante muito tempo expondo as Escrituras (At 18.11).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A Exposição da Bíblia na Liturgia do Culto:

A exposição da Bíblia desempenha um papel central na liturgia do culto pentecostal, refletindo o compromisso com a autoridade das Escrituras para orientar a fé, a prática e a experiência cristã. Vamos analisar mais profundamente esse aspecto, considerando as raízes das palavras, as Escrituras relevantes e o ensino de líderes cristãos:


- Raiz das Palavras:

  • O termo grego para "doutrina" ou "instrução" é "didaché", que denota ensino, preceito ou ensinamento. Isso ressalta a importância da transmissão fiel da Palavra de Deus na liturgia do culto.

- Escrituras Relacionadas:

  • Lucas 4:16-18 apresenta Jesus ensinando nas sinagogas, demonstrando como Ele fez da exposição das Escrituras a base de Seu ministério terreno. Isso destaca a centralidade do ensino bíblico na vida da igreja.
  • Atos 15:35 menciona Paulo e Barnabé ensinando a Palavra de Deus às multidões, mostrando a ênfase dos apóstolos na exposição das Escrituras como parte integrante da prática da igreja primitiva.
  • Atos 18:11 relata como Paulo permaneceu em Corinto por um longo tempo, expondo as Escrituras aos crentes, o que demonstra o compromisso do apóstolo com o ensino bíblico para fortalecer a fé da comunidade.

- Ensino de Pastores Brasileiros:

  • O pastor Hernandes Dias Lopes disse: "A exposição fiel da Palavra de Deus é fundamental para o crescimento espiritual da igreja. No culto, o ensino bíblico deve ocupar um lugar de destaque, alimentando e fortalecendo a fé dos crentes."
  • O pastor Silas Malafaia afirmou: "A Bíblia é a autoridade final para a fé e a prática cristã. Na liturgia do culto, a exposição das Escrituras deve ser prioritária, para que os crentes sejam edificados e equipados para viver de acordo com a vontade de Deus."

Aplicações Práticas:

  • Como líderes e participantes do culto, devemos dar prioridade à exposição fiel da Palavra de Deus, buscando entender e aplicar seus ensinamentos em nossas vidas. Devemos valorizar a leitura e a explanação das Escrituras como parte essencial da liturgia do culto, reconhecendo que é por meio dela que somos alimentados espiritualmente e fortalecidos na fé. Ao fazermos isso, construímos uma base sólida para nossa vida cristã e para a edificação da igreja como um todo.

2- A adoração entusiástica. A adoração aparece em primeiro lugar na liturgia sugerida pelo apóstolo Paulo à igreja de Corinto (1 Co 14.26). A palavra “salmo” usada nesse texto traduz o grego psalmon e é uma referência ao hinário usado pelos primeiros cristãos. É possível que o apóstolo esteja se referindo aos Salmos de Davi. Não há dúvida de que a adoração na Igreja Primitiva era entusiástica. Isso porque Paulo se refere a cristãos cheios do Espírito que se reuniam para adorar (Ef 5.18-20).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A Adoração Entusiástica na Liturgia do Culto:

A adoração entusiástica ocupa um lugar central na liturgia do culto pentecostal, refletindo a experiência de uma comunidade cheia do Espírito Santo e comprometida com a exaltação de Deus. Vamos explorar mais a fundo esse aspecto, considerando as raízes das palavras, as Escrituras relevantes e o ensino de líderes cristãos:


- Raiz das Palavras:

  • A palavra grega para "salmo", "psalmon", está ligada à ideia de cântico ou louvor musical. Essa raiz ressalta a importância da expressão musical na adoração cristã.

- Escrituras Relacionadas:

  • 1 Coríntios 14:26 menciona a palavra "salmo", indicando que o hinário usado pelos primeiros cristãos desempenhava um papel central na adoração da igreja primitiva. Isso sugere que a adoração era uma parte vital da liturgia do culto.
  • Efésios 5:18-20 exorta os crentes a serem cheios do Espírito Santo e a expressarem sua adoração por meio de cânticos, hinos e louvores a Deus. Isso demonstra que a adoração entusiástica é uma marca distintiva da vida cristã cheia do Espírito.

- Ensino de Livros Gospel e Acadêmicos:

  • Em seu livro "Worship Matters" (Assuntos de Adoração), Bob Kauflin afirma: "A adoração entusiástica não é simplesmente uma questão de emoção ou estilo musical, mas sim uma resposta fervorosa ao caráter e às obras de Deus. Ela reflete o nosso amor e devoção a Ele."
  • O teólogo litúrgico Frank C. Senn escreveu: "A adoração entusiástica é uma expressão vibrante da nossa fé e comunhão com Deus. Ela nos conecta com a história da salvação e nos lembra da grandeza e bondade do nosso Senhor."

Aplicações Práticas:

  • Como membros da igreja, devemos nos engajar ativamente na adoração entusiástica durante o culto, expressando nosso louvor e gratidão a Deus por meio de cânticos, hinos e louvores. Devemos cultivar um coração ardente de devoção e amor pelo Senhor, permitindo que nossa adoração seja uma resposta genuína à grandeza de Deus e às suas obras maravilhosas em nossas vidas. Ao fazermos isso, experimentaremos uma conexão mais profunda com Deus e fortaleceremos nossa comunhão com Ele e com a comunidade de fé.

3- O lugar da adoração no culto pentecostal. Um grande teólogo pentecostal, William W. Menzies, destaca o lugar que a adoração tem entre os pentecostais. De acordo com ele, desde o começo, os pentecostais foram conhecidos no mundo todo pelas reuniões de cultos alegres e ruidosas. Isso era visto nas reuniões de oração nas quais todos os presentes, coletiva e eloquentemente, derramavam o coração perante Deus em oração e louvor. Isso também acontece no levantar das mãos como resposta a percepção de que Deus se faz presente. Faz parte também da liturgia pentecostal louvar a Deus em alta voz e exercitar os dons espirituais durante o culto.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



O Lugar da Adoração no Culto Pentecostal:

A adoração ocupa um lugar central e distintivo na liturgia do culto pentecostal, refletindo a experiência vibrante da presença de Deus e o fervor espiritual da comunidade de crentes. Vamos examinar mais a fundo esse aspecto, considerando as raízes das palavras, as Escrituras relevantes e o ensino de líderes cristãos:


- Raiz das Palavras:

  • A palavra "adoração" deriva do latim "adoratio", que significa "dar honra" ou "prestar reverência". Essa raiz destaca a atitude de reverência e submissão que caracteriza a adoração pentecostal.

- Escrituras Relacionadas:

  • Salmo 95:6 nos exorta a adorar o Senhor com alegria e reverência, reconhecendo-O como nosso Criador e Salvador.
  • João 4:23-24, onde Jesus ensina sobre a verdadeira adoração, que é em espírito e em verdade, independentemente de lugares ou formas externas.
  • Atos 2:1-4, onde os discípulos foram cheios do Espírito Santo no dia de Pentecostes, desencadeando uma manifestação poderosa de louvor e adoração.

- Ensino de Livros Gospel e Acadêmicos:

  • O teólogo pentecostal Donald Gee escreveu: "A adoração pentecostal é marcada pela intensidade do Espírito Santo, com uma experiência tangível da presença divina. É uma resposta alegre e apaixonada ao amor e à graça de Deus."
  • Em seu livro "The Fire of God's Presence" (O Fogo da Presença de Deus), Michael L. Brown destaca: "Na tradição pentecostal, a adoração é uma expressão viva da fé, caracterizada pelo louvor entusiástico, pela oração fervorosa e pela manifestação dos dons espirituais."

Aplicações Práticas:

  • Como crentes pentecostais, devemos abraçar a adoração como uma oportunidade de nos encontrarmos com Deus de forma íntima e profunda. Devemos nos entregar a Ele com alegria e reverência, permitindo que o Espírito Santo nos guie em louvor, oração e exercício dos dons espirituais durante o culto. Ao fazermos isso, experimentaremos uma comunhão mais profunda com o Senhor e seremos capacitados para uma vida de testemunho e serviço em Seu nome.

SINOPSE III

O culto Pentecostal segue o modelo de liturgia neotestamentária, com expressão fervorosa de adoração e primazia ao ensino da Palavra.

AUXÍLIO DOUTRINÁRIO

OS ELEMENTOS DO CULTO
Havia diversos elementos na adoração nos tempos do Antigo Testamento, como oração, sacrifício, oferta, louvor e cântico. Fazia parte da liturgia judaica nas sinagogas do primeiro século d.C. a oração antífona do Shema, ‘ouve’, a confissão de fé dos judeus, a leitura bíblica e a exortação. Nossa liturgia é simples e pentecostal, conforme o modelo do Novo Testamento: ‘Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação’ (1 Co 14.26). Ela consiste em oração, louvor, leitura bíblica, exposição das Escrituras Sagradas ou testemunho e contribuição financeira, ou sejam ofertas e dízimos. Entendemos que a adoração está incompleta na falta de pelo menos um desses elementos, exceto se as circunstâncias forem desfavoráveis ou contrárias” (SOARES, Esequias. Declaração de Fé das Assembleias de Deus. Rio de Janeiro: CPAD, 2017, p. 145).

CONCLUSÃO

Nesta lição, vimos os princípios que devem reger um culto cristão. O culto não pode ser de qualquer forma, pois ele tem princípios e normas para seguir. Como Deus é um Deus de ordem, então, o culto que se presta a Ele também tem de ser ordenado. Contudo, ordenado não significa frio e sem vida. O culto deve ser um momento de celebração, alegria e dinamizado pelo Espírito Santo.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz



A reflexão sobre os princípios do culto cristão nos leva a uma compreensão mais profunda da importância de adorar a Deus com ordem, reverência e alegria. A Bíblia estabelece padrões claros para o culto, enfatizando a necessidade de seguir a vontade de Deus em todas as nossas expressões de adoração (1 Coríntios 14:40). Ao mesmo tempo, as Escrituras nos exortam a celebrar a presença e a bondade de Deus com alegria e entusiasmo, permitindo que o Espírito Santo anime nossos encontros de culto (Salmo 100:2; Efésios 5:18-20).


Nos ensinamentos dos livros, como "Worship Matters" de Bob Kauflin e "The Fire of God's Presence" de Michael L. Brown, encontramos insights valiosos sobre a importância de uma adoração que seja vibrante e cheia do Espírito Santo, enquanto ainda mantém a reverência e a ordem adequadas.


Ao concluirmos esta lição, somos desafiados a buscar um equilíbrio entre a reverência e a alegria em nosso culto a Deus. Devemos seguir os princípios estabelecidos na Palavra de Deus, permitindo que o Espírito Santo anime nossa adoração e nos conduza a uma comunhão mais profunda com o Senhor. A adoração não se limita apenas ao momento congregacional, mas é uma expressão contínua de nosso relacionamento com Deus em todas as áreas de nossa vida.


Que possamos aplicar esses princípios em nossa adoração diária e em nossas reuniões de culto, para que glorifiquemos a Deus de maneira ordenada, reverente e cheia de alegria, refletindo assim a beleza de Seu caráter e o amor transformador de Cristo em nossas vidas.

REVISANDO O CONTEÚDO

1- Como a Bíblia mostra o culto a Deus?
Na Bíblia, o culto é mostrado como um serviço, isto é, uma vida entregue e consagrada a Deus (Dt 6.13).
2- De acordo com a Bíblia, o que o culto precisa ter?
De acordo com a Bíblia, o culto precisa ter decoro, decência e ordem.
3- Quando que o culto perde o sentido?
O culto perde o sentido quando Deus não é celebrado, se ele não é glorificado.
4- Além de glorificar a Deus, qual é o outro propósito do culto de acordo com a lição?
Um dos propósitos principais do culto é trazer edificação à igreja. Assim, na esfera do culto, tudo deve buscar a edificação (1 Co 14.26).
5- Qual compromisso o Movimento Pentecostal tem firmado?
O Movimento Pentecostal tem firmado seu compromisso com a autoridade da Bíblia para governar toda crença, experiência e prática.

SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

📩 Receba rápido a sua revista em PDF ou adquira o acesso Vip | Saiba mais pelo Zap. 

ADQUIRA O ACESSO VIP 👆👆👆👆👆👆 Entre em contato.


Os conteúdos tem lhe abençoado? Nos abençoe também com Uma Oferta Voluntária de qualquer valor pelo PIX: E-MAIL pecadorconfesso@hotmail.com – ou, PIX:TEL (15)99798-4063 Seja Um Parceiro Desta Obra. “Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. Lucas 6:38

Clique aqui para Download das:

COMMENTS

BLOGGER: 2

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor, blogueiro, pastor. Vivendo para o Reino de Deus. Trabalhando incansavelmente para deixar o blog sempre atualizado abençoando e evangelizando as vidas que acessam este espaço de aprendizado cristão. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras e cursos para jovens, casais, obreiros e missões urbanas | (Tecnologia WordPress).

Nos abençoe pelo PiX pecadorconfesso@hotmail.com

A Contribuição financiará os Projetos: • Mais Ferramentas para o Site. • Melhorar visual. • Manter o Site ativo e funcionando. • Ajudar nas compras de cestas básicas • Fazer parte das Missões Urbanas. • Distribuir Bíblias Grátis. • Discipular Novos Convertidos. • Adicionar Slides e Books em PDF. • Trazer mais Conteúdos para ajudar a ministrar as aulas. ••••Contribua pelo PiX•••• ||pecadorconfesso@hotmail.com || •• ou pix: •• (15) 99798-4063 (WhatsApp)

NOVOS COMENTÁRIOS$type=list-tab$com=0$c=4$src=recent-comments

Nome

#desafio42dias,6,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,10 Sites,3,1º Trimestre,121,1º Trimestre 2018,1,2023,1,2024,19,2º Trimestr,1,2º Trimestre,145,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,100,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,195,A igreja local e missões,28,A Intervenção de Cercília,1,A Mensagem,1,A multiforme sabedoria de Deus,3,A Raça Humana,12,A volta do homem sem rosto,1,Abençoa,6,Abençoadas,6,Abominações,1,Abraão,6,Absalão. EBD,6,Abuso Sexual,5,Acabe,1,Ação de Graça,6,Acazias,1,Acepção,1,Achados,2,AD em BH,2,Adão,16,Adolescente,85,Adolescentes,28,adolescer+,8,Adoração,9,Adulto,143,Aflição,2,Ageu,3,Agonia,1,Agostinho,2,Air,1,Ajuda,2,Ajuda do Alto,3,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,Alcoólica,1,alegria,2,Ali,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,11,Alto,2,Amar,14,Amasiado,2,Amém,1,Amigo,7,Amizade,14,Amnon e Tamar,2,Amor,57,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,10,Amós,1,amostra grátis,2,Ana,4,Ananias,2,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,2,Angular,1,Aniquilacionismo,1,Anjo de Luz,2,Anjos,4,Anonimo,1,Anrão,1,AntiCristo,3,Antiga,1,Antigo Testamento,6,Ao Vivo,2,Apaixonado,1,Aparece,1,Aplicativo,1,Apocalipse,24,Apologia,12,Apostasia,2,Apostolo,22,Apóstolo dos pés sangrentos,1,apóstolo Paulo,42,Apóstolos,3,App,2,Apple Store,1,apreço imenso,1,Aprendendo,3,aprender,1,APRENDER+,1,Aprendizagem,1,Aprovação,1,aprovado,1,aquecimento,1,Arca da Aliança,3,Arqueologia,2,Arrebatamento,12,Arrebatar,2,Arrependimento,11,Artesão,1,Artista,1,As 95 Teses,1,As Bases do Casamento Cristão,13,As Bodas do Cordeiro,2,Asera,1,Aserá,1,Aspectos,1,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,5,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,ASSISTIR,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Atalaia,2,Ataque,3,Ataques,3,Ateísmo,3,Atenção,1,Atender,1,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitudes,1,Atitute,1,Atividade,1,Atos,16,Atributos,17,atriz,1,Audio Book,4,Auto Escola,1,autoajuda,2,Autoridade,1,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avivado,8,Avivamento,13,Avó,1,Baal,1,Babel,13,bailarina,1,Baixar,38,Balaão,9,Balada Gospel,1,Balzac,1,Banalização,1,Bangu,1,banner,1,Barack Obama,2,Barato,1,Barnabé,2,Base Bíblica,43,Batalha Espirítual,38,Batismo,16,Batismo nas Águas,4,Batista,2,Batom Vermelho,1,Baxterismo,1,BBB,1,Beber,1,Bebês,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Bençãos,6,Benhour Lopes,1,Berçário,4,Bernhard Johnson Jr,1,best-seller,5,Bestas,1,Betânia,1,BETEL,158,Betel Adulto,93,Betel Jovem,40,Bíblia,84,Bíblia Diz,22,Bíblias,7,Bíblica,28,biblicas,4,Bíblico,5,Bíblicos,4,Bibliologia,2,Bienal do Livro,10,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,6,Bispa,1,bissexual,1,BléiaCamp,1,Blíblica,1,BLOG,7,BlogNovela,20,Boaz,2,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,Bom,4,bom-humor,6,Bombom,1,Bondade,2,Bons Sonhos,4,Borboleta,1,Brasil,2,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,2,Briga,1,Brincadeira,1,Brother Bíblia,10,Budismo,1,Bullying,1,Busca,9,C. S. Lewis,1,Cadelabro,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Cam,1,Caminho,18,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,Canaã,1,canal,1,Canção,2,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantar do Galo,1,cantares de salomão,14,Cantor,2,Cantora,1,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,capacitação,1,Capítulo 1,1,capítulo 10,1,Capítulo 2,1,capítulo 3,1,capítulo 4,1,capítulo 5,1,capítulo 6,1,capítulo 7,1,capítulo 8,1,capítulo 9,1,Caráter,7,cardapio,1,Carência,4,Carismático,7,Carne,2,carreira,1,Carta,18,Carta de Amor,14,Cartas,5,Cartaz,5,Casa,15,Casa Branca,4,Casamento,19,Casamento Misto,6,Catarina Migliorini,1,Cativeiro,3,Cautela,1,CD,1,CDHM,1,Central Gospel,28,Centurião,1,Cerebral,1,Certificados,1,Cessacionismo,1,Cesto,1,CETADEB,1,Céu,12,Céus,9,CGADB,3,Chama,1,Chamada,1,Chamado,2,Champions League,1,Charges,8,Charles Darwin,1,Chegando,1,Cheios,1,CHIPRE,1,Chuva,1,Ciência,7,ciência de dados,1,Ciência vs Bíblia,10,Cinco,2,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Circuncisão,3,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,3,Civilização,1,Clara Tannure,1,classificação,1,Cláudia,1,Cleycianne Ferreira,11,Clipe Oficial HD,2,Coach,2,Código,1,Cólera,1,Colesterol,1,Colorida,1,com Pedro Bial,1,Combater,4,Comentários,5,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,3,Como ser um missionário,12,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,6,Compreender,1,comunhão,7,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concerto,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Condição,1,Conectar,6,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confirmando,2,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,12,Conhecendo,16,Conhecer,4,CONHECER+,1,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conquista,7,Conquistas,6,Conselhos,14,Consequências,1,Conservador,1,Contra,1,Contra Mão do Mundo.,2,Contraria,1,Conversão,6,Copa America,1,Copimismo,1,Coração,6,Coragem,1,Coreografia,1,Cores,1,Coríntios,6,Corona Vírus,1,Corpo,5,Correios,1,Cortinas,1,Covid-19,1,Coxo,1,CPAD,493,CPAD Adolescentes,68,CPAD Jovem,124,Crack,1,Cracolândia,3,Crente,9,crescimento,4,Creta,1,Criação,24,Cristã,14,Cristão,29,Cristianismo,3,Cristo,38,Cronograma da Bíblia,4,Cronologia,1,Crucificação,8,Cruz,11,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,2,Cuide do Coração,5,Culto,17,Culto da Virada de Ano Novo,6,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,4,Cultura,1,Cura,8,Curado,2,Curso,5,Cuxe,1,D. A. Carson,1,Dalila,1,Dança,1,Daniel,9,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,22,Davi e Bate-Seba,9,Davi e Jônatas,9,Davi e Mical,7,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Débora,2,Decisão,1,declaração,6,dedicação,1,deep learning,1,Degeneração,1,Deidade,1,Delírios,1,demissão,2,demônio,12,Demônios,14,Denominação,1,Dentro,1,Denúncias,5,Depressão,2,Deputado Federal,1,derrotando,1,Derrubar,1,Desabamento,1,Desafiando,10,Desafio,10,Desafio Insano,7,Desafio4x4,3,Desapaixonar,3,Descobertas,2,Desculpas,1,Desejo,2,Desenho Bíblico,8,Deserto,17,Desigrejados,3,Despedida,1,Despertamento,1,Destinatários,1,Desunião,1,Deus,106,Deus é Amor,24,Deus está Morto,3,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,deuses falsos,12,Deuteronômio,1,Devaneios,3,Devocional,89,Dez Mandamentos,1,Dez passos,6,Dia,1,Dia da Independência do Brasil,1,Dia de Missões,28,Dia do Evangelista,2,Dia dos Namorados,18,Dia dos Pais,9,Diabetes,1,Diabo,3,Diáconos,12,Diante do Trono,3,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,3,Dias,2,Dicas,12,Dicionário,3,Diferente,1,Diferentes,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinâmica,10,Dinheiro,7,Discernimento,2,Discipulado,32,Discipulos,32,Discípulos,34,discussão,1,Distância,1,Diva do Senhor,1,Divina,4,Divino,4,divórcio,3,Dízimos,10,Doação,4,Doação de Bebê,2,Dobrada,1,Doença,4,doença física,7,Dom,9,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,17,Dons de Maravilhas,18,Dores,1,Doutrina,27,Doutrinas Fundamentais,38,Download,84,Download Livros e E-books,147,Doze,1,Drink de Baygon,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,DST,1,Duas,1,Duelo,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,37,EBD,745,EBF,1,Eclesiastes,15,ecológico,1,Ecumenismo,1,Éden,8,Edificados,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,editora crista evangelica,1,Educação,1,Efatá,1,Efésios,3,Egito,6,Elcana,3,Ele,1,Eleição,6,Eleita,1,Eli,2,Elias,11,Eliasibe,1,Eliseu,2,Elizabeth Gilbert,1,Elizeu,4,Ellan Miranda,6,Elogios,1,emagrecer,1,Email,2,empresa,2,Empresa.,1,Encerramento,1,Enchente,1,Enciclopédia,1,Encontrar,1,Encontro,11,Encorajamento,4,Eneias,1,ENFRAQUECIMENTO DA IDENTIDADE PENTECOSTAL,1,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensina,1,Ensinar,4,Ensino,4,Ensinos,2,Entendendo,1,entender Deus,3,Entrevista,5,Envia,1,Envio,1,Epidemiologia,1,Epístolas,20,Época de Cristo,3,Esaú,3,Esboço Pregação,5,Escala de Professores da EBD,4,Escape,1,Escatologia,40,Escavação,1,Escola,34,Escola Bíblica Dominical,937,Escola Dominical,87,Escolha,5,Escravo,1,Escritor,1,Escrituras,4,Esdras,2,Espaço,2,esperança,6,esperança. razão,1,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,2,Espírito,28,Espírito Santo,42,Espirituais,4,Espiritual,14,Espiritualidade,4,Estado de São Paulo,2,Ester,1,Estevão,2,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estrutura,1,Estuda,2,Estudo Bíblico,221,Estudos Bíblicos,517,Estupro,1,Eterna,4,Eternidade,5,Eterno,3,Ética,2,Eu,1,Eu ainda te amo,1,Eufrates,1,Eva,15,evangelho,18,EVANGÉLICA,5,Evangelico,1,Evangélicos,2,Evangelismo,3,Evento,2,Evidências,1,evolução,1,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exegese bíblica,2,Exemplar,2,Exemplo de Tensorflow,1,Exemplos,1,exílio,3,Êxodo,2,Experiência de vida,26,Expositiva,2,Expressando,1,Extra,49,Exupéry,1,Ezequias,1,Ezequiel,4,F.F Bruce,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,7,Falecimento,1,Falsos,13,Falta,1,familia,51,Família,51,Fat Family,2,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,22,Feirinha,1,Felipe,1,Feminina,7,feminista,7,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,12,Festa Junina,3,Festividade,4,Ficar,1,Fidelidade,4,Fiel,4,Filha,6,Filho de Deus,9,Filho do Homem,6,Filho Pródigo,5,Filhos,17,Filipenses,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim,2,Fim de Relacionamento,7,Fim do Mundo,14,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,3,Firme,5,firmeza,2,Firmino,1,Fletar,1,Fogo,1,Fora,1,Forma,1,Formação,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Free The Nipple,1,Friedrich Engels,1,Frutifica,6,Fundamentalismo,1,Fundamentos,1,Fúnebre,1,funk,1,futuro,1,G-JJHNKFDSCM,7,gadareno,1,Gálatas,1,Galaxy,1,Galileu,1,Galo,1,Game Of Crentes,7,Ganhe Um Livro,21,gastando pouco,1,Gay,8,Gênesis,20,Gênesis.,8,genro,1,Gentios,1,Geografia,1,Geográfica,1,Geração,2,Gestos,1,Getsemani,1,Gideões,16,Gideões Missionários da Última Hora,20,Gigante,3,Gilberto Carvalho,1,Gileade,1,Gilgal,1,Giom,1,GLBS,2,global,1,Globalismo,1,Globo,1,Glória,7,Gloriosa,1,GLOSSÁRIO,2,Glossolalia,1,Glutonaria,1,GMUH,13,Gogue,2,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Graça,5,Grande,5,Grande Tribulação,4,Grátis,3,Greta,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,3,guerra,6,Guia,2,Habacuque,4,Halloween,1,Haxixe,1,Hebraica,2,Hebreus,7,Hedonismo,4,Helena Tannure,1,Hematidrose,1,Herdeiros,1,Heresia,22,Hermenêutica,3,Hernandes,3,Hilquias,1,Hinduísmo,1,hipócrita,1,Hissopo,1,História,8,Historia Real,1,Holística,1,Holocausto,1,Homem,9,Homenagem,1,Homens,3,Homilética,3,Homofobia,15,homosexualismo,12,Homossexual,9,Honestas,1,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Horebe,1,Hubner Braz,23,Hulda,3,Humana,4,Humanas,1,Humanidade,2,Humano,12,Humanos,2,Humildade,2,Humor,11,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,Icabô,1,Identidade,2,Ideologia,1,idioma,1,Ídolos,3,Igreja,42,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,5,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Iluminação,1,ilustração bíblica,9,Imanência,1,imersos,1,Imoral,1,Imoralidade,1,ímpio,1,Importa,1,Impostor,1,Impresso Normal,1,Impressora,1,Imutabilidade,2,Incas.,1,indenização,1,Individual,1,indústria,1,Inerrancia,1,Infantil,52,Inferno,5,infiéis,1,inglês,1,Inicio,1,Início,1,inimigo,2,injustiça,1,Insano,2,Insegurança,1,Inspiração,1,Instituição,1,Instrução,3,Integral,1,inteligência artificial,1,Intercessão,1,Internação,1,Internacional,1,Interpletação,2,interpretação,1,intertestamentários,1,Intimidade,4,Introdução,1,iPad,1,iPhone,1,Ira,1,Irmã Zuleide,1,Isaias,2,Isaque,8,Islâmico,1,Islâmismo,1,Israel,11,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jardim de Infância,21,Javé,1,Jeito,1,Jejuando,1,Jejum,2,Jeroboão,1,Jerusalém,6,Jesua,1,Jesuíta,1,Jesus,53,Jesus Cristo,56,Jesus de Nazaré,9,Jezabel,1,Jó,18,João,17,João Batista. Ossada,2,Joás,1,JOEL,1,John Piper,1,John Stott,1,Jonas,2,Joquebede,2,Jornada,9,Jornal da Record,1,José,9,José Wellington,1,Josh McDowell,1,Josias,2,Josue,8,Josué,9,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,232,Jovens,191,Judá,1,Judá e Tamar,1,Judas,1,Juízes,1,Juízo,1,Juízo Final,7,Julgamento,5,Julgamento Final,2,julgar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,42,Juramento,1,Justiça,4,Justo,1,Juvenis,22,Karkom,1,Karl Marx,1,Karma,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,3,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,2,Lei,5,Léia e Jacó,7,Leilão,3,Leis,2,Leitor,1,Leitora,1,Leitura,9,LEITURA BÍBLICA,3,Lembrancinhas,1,LeNovo,1,Lepra,1,Ler a Bíblia em 42 dias,3,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Liberdade,2,Libertação,1,Libertador,1,Libertinagem,1,Libertos,2,Lição,25,Lição 5,1,Lições,1,Lições Bíblicas,10,Lições Bíblicas da BETEL,415,Lições Bíblicas da CPAD,597,Lições de Vida,28,Líder,8,Líder Adolescente,29,Líder Jovem,25,Liderança,16,Líderes,3,Lídia,1,LinkedIn,1,Lino,1,Lista,2,Litoral,1,Liverpool,1,livre,5,Livre Arbítrio,7,Livres,2,Livro,38,Livro do Trono,3,Livro em Audio,7,Livro Selado,2,Livros - Comentarios,94,Livros Evangelicos,49,livros poéticos,13,Localização,1,Logos,1,Loide,3,Loira,1,Longanimidade,1,Lopes,1,Louco,1,Louvor,10,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,14,Lucifer,1,Lutando,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,7,Luz,1,Luz do mundo,2,Lya Luft,1,MacBook Air,1,machine learning,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,8,‪Magia,1,Magogue,2,Maias,1,Mal,4,Malala,1,Malaquias,3,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,3,Manifestação em Cristo,2,Manual de missões,22,Mãos,2,Maquiagem,2,Marcador de Páginas,1,Marcas,3,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,2,Mardoqueu,1,Maria Madalena,2,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,2,Mártires Cristãos,4,Massacre,1,Masturbação,7,Materialismo,1,maternal,16,Mateus,1,Matityáhu,1,Matrimonio,7,maturidade cristã,8,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,11,Melhores Blogs,3,Melhores Sites,4,Meninos de Rua,1,Menor,1,Mensagem,5,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Messias,3,Mestre,4,Mesulão,1,metaverso,1,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Mídias Sociais,2,Milagres,15,Milênio,3,Milionário,1,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério,20,Ministério Público Federal,2,Miqueias,2,Miriã,2,Misericórdia,6,Missão,44,Missiologia,30,Missionário,28,Missões,24,Mistério,1,Mitologia,1,Mitos,1,MMA,1,Mobilização,2,Moda Bíblica,2,Moda Cristã,2,Moda Evangélica,2,Modelo,3,Modelos,1,Moisés,21,Monarquia,3,Monte,4,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,9,Mordomo,1,Morrer,2,morte,13,Mortos,2,Motim,6,Motivos,1,Movimento,1,Muda,1,Mulçumano,1,Mulher,6,Mulher de Potifar,1,Mulheres,7,multiplicação,1,Mundo,9,Muro,1,Muros,1,Musica,8,Naama,1,Nacional,2,Namorado,18,Namorar,34,Namoro,106,Não,1,Não Prometeu,1,Nascença,2,Nascimento,3,Natureza,6,Naum,1,Necessidade,2,Neemias,4,Negar,2,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,2,NetFlix,1,Nigéria,1,Ninrode,1,No Fundo Do Poço,1,Noadia,1,Noé,1,Nome,2,Nome de Bebê,1,Nomes,2,Nora,2,Normalização,3,Norte,1,Noruega,1,Nota,2,Notícia gospel,72,Notícias Gospel,220,Nova,16,Novas Lições,2,Novela,2,Novo,5,Novo Testamento,6,Novos Céus e Nova Terra,10,Novos Convertidos,14,Novos Valores,2,nutricionista,1,Nuvem,1,NX Zero,1,O adeus,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,2,O Bom Travesti,1,O casamento negro,1,O Exército de Cleycianne,1,O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA,6,O MINISTÉRIO DE PASTOR,13,O Quarto da Porta Vermelha,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obadias,1,Obede-Edom,1,Obediência,11,Obesidade,1,Obra,4,Obras,3,obreiro,2,Obstáculos,1,Odio,1,Ofertada,8,Ofertas,8,Oficial,1,Olhando para direção errada,1,Olhar,3,Onde Estiver,1,ônibus,1,Onipotente,1,Onipresente,6,Onisciente,1,Online,1,Onri,1,ONU,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oposição,1,Opressão,1,Oração,28,Orando,1,Orar,4,Orfanato,1,Organização,2,Origem,6,Os Melhores Livros,29,Os Valores do Reino de Deus,2,Oséias,5,Oséias e Gomer,5,Osiel Gomes,5,Outra Chance,3,Ovelha,8,Padrões,1,Paganismo,1,Pagãos,1,Pai,6,Paixão,3,Paixão e Cura,1,Palavra,6,Palavra de Deus,7,Palavras,1,Pandemia,5,Pânico,1,pão,2,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papai,6,Papo,1,Paquera,2,Paquistanesa,1,Paquistão,1,Para Sempre,1,Parábolas,28,Paradoxo,2,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,4,Pastor,22,Pastor Paul Mackenzie Nthenge,1,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,2,Pastores,4,Paternidade,2,Patrick Greene,1,patristicas,2,Paulo,31,Pb. Renan Pierini,1,PDF,75,Pecado,42,Pecador Confesso,14,PECC,61,Pedindo,1,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedra,1,Pedras,1,Pedro,9,peixe,1,Pelos,1,Pensamento,3,Pentateuco,6,Pentecostal,11,Pentecostes,3,Perda,3,Perdão,14,Perdidos,6,Perfeito,2,Perigo,9,Perigos,7,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,3,Perseguidor,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Perspectiva,1,Pesquisa,2,Pessoa,2,pessoas,5,Peter Moosleitner,1,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Pirralha,1,Pison,1,Planeta Terra,2,Plano de Aula,7,PLANO DE LEITURA BÍBLICA,15,Planos,6,Plantador de Igrejas,2,Play Back,1,playboy,1,Plenitude,7,Poder,4,Poema,3,Poesia,4,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,Porção,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,8,Portões,1,Posse,1,Possível,1,Posto,1,Povos,2,Pr Gilmar Santos,1,Pr Napoleão Falcão,3,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Pragas,2,Praia,1,Prática,2,Praticar,3,Pré-Adolescentes,19,Preço,1,Predestinação,4,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,14,Pregadores,4,Premier,1,Premium,1,Preocupar,1,Preparado,3,Preparativos,1,Presbíteros,1,presidente,4,Presídio,1,Prevenção,2,previdência,1,Primário,28,Primeira,2,primeiro,4,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,2,Primogênitos,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,4,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,3,Profecia,21,Professor,21,Profeta,34,Profeta Jeremias,3,Profetas,25,Profetas Menores,23,Profética,4,Profético,9,Programa de Educação Cristã Continuada,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Progressista,1,Projeto,2,Projeto Cura Gay,2,Promessa,9,Prometida,2,Promoção,5,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,4,Prosperidade,1,Prostituta,2,Proteção,1,Protesto,1,Provai,1,Provê,1,Proverbios,15,PSDB,1,Pura,1,Purifica,2,Puro,1,Pv 4.23,1,Qualidades,1,Quando Deus diz não,9,Queda,10,Quem segue a Cristo,3,Quem Sou?,1,Querer,2,Querite,1,Raça,1,Racismo,1,Rainha de Sabá,3,Rainha Ester,2,Raptare,1,Raquel,2,Realidade,8,Rebeldia,3,Rebelião,1,Receber,1,Reconciliação,2,Reconstrução,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,2,Redenção,1,Redentora,1,redes neurais,1,reflexão,21,reformado,1,regime,1,Regininha,1,Registro Módico,1,regras,1,Rei,3,Rei Xerxes,1,Reinado,15,Reino,19,Reino de Deus,16,Reino dividido,8,Reino do Messias,6,Reis,1,Rejeição,1,Relacionamento,68,Relativismo,3,Relatos,5,Relógio da Oração,4,Remida,1,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,75,Reservado,2,Resguardar,1,Resistir,1,Resplandecer,1,Responde,1,Responsabilidade,2,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,6,Restauração,3,Restauracionismo,1,Resumo,8,Retorno de Cristo,3,Retribua,1,Reuel Bernardino,1,Rev. Augustus Nicodemus,3,Revelação,5,Revelado,1,Revista,104,revolução industrial,1,Rezar e Amar,1,Richard Baxter,1,Rico,4,Rio Tigre,1,Riqueza,3,Riscos,1,Roboão,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Roupas,3,Rubem Alves,1,Ruins,1,Russel Shedd,1,Rute,4,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sabedoria,17,SABER+,1,Sacerdócio,5,Sacerdotal,5,Sacrifício,4,Sadhu Sundar Singh,1,Safira,2,Safra,1,Sal da Terra,1,Salmos,30,Salomão,12,Salvação,29,Salvador,17,Sambalate,1,Samuel,14,Samuel Mariano,1,Sangue,3,Sangue no Nariz,1,Sansão,2,Santa Ceia,4,Santidade,10,Santificação,12,Santo,4,sapienciais,1,sapiências,1,Sara,2,Sarah Sheva,1,Satanás,7,Saudações,2,Saudades,4,Saul,10,Saulo,2,Savífica,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Seguidor,1,Seguir,1,Segunda,2,Segundo,1,Segundos,1,Segurança,1,Seita,2,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Selada,1,Seleção Brasileira,1,Sem,1,Sem Garantia,1,Semeador,8,Semente,2,Sementes,2,Seminário,1,Senhor,4,Senhorio. Jesus,1,Sensibilidade,1,Sentido da Vida,6,Sentimento,2,Sentimentos,4,Separação,2,Separar,2,Ser,3,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Chá Com Professores,4,Série Dicas de Como Liderar,23,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,4,Sermão do Monte,4,Sex,2,Sexo,5,Sexual,4,Sexualidade,5,Sidney Sinai,1,SIFRÁ e PUÁ,1,Significados,4,Silas Malafaia,5,Silêncio no Céu,9,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Simples,1,Sinal,1,Sincero,1,Sistema,2,Sites,3,Slide PC,2,Slider,462,slides,7,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Soberania,1,Sofonias,3,Sofrimento,4,Sogra,3,Soldados,5,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,5,Sonhos de Valsa,1,Sono,1,Sono da Alma,10,Sorrir,3,Sorteio,2,Sou,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Sublimidade,1,Submissão,5,Subsídio,95,Sucessor,1,Sueca,1,Sujeição,1,Sul,1,Sulamita,5,suprema,2,Surface Pro 2,1,Suspenção,1,Sutiã,1,Sutileza,11,Sutilezas,1,tabela,1,Tabernáculo,4,Tabita,1,Tablet,1,Talentos Cristãos,3,Tarado,1,Tarso,1,Tatuagem,3,TCC,1,Tecido,1,Tecnologia,2,Tela Cinza,1,Telegram,1,Temas,2,Temática,2,Temor,8,Temperamento,1,Tempestade,2,Templo,3,Tempo,5,Tempo de Viver Coisas Novas,3,Tempos,2,tensorflow,1,Tentação,9,Teologia,16,Teologia da Libertação,2,Termino de Namoro,7,Término do Namoro,2,Termos,1,Terra,4,Terra Prometida,7,Terremoto,1,Testamento,1,Testemunho,21,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,3,Tigres,1,Tim Keller,1,timidez,2,Timna,1,Timóteo,13,Timothy Keller,1,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,tisbita,1,Títulos,1,Tomas de Aquino,1,Top,2,Top Blogs,4,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,3,Top5,2,Torá,1,TPM,1,Trabalho,3,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transcendência,2,Transfer,1,Transforma,2,Tratando de uma leucemia,1,treinamento,1,Trevas,1,Tribunal de Cristo,2,Tribunal de Justiça,1,Trimestre,2,Trindade,3,Trino,2,Triunfal,1,Trono Branco,2,Tudo vê,1,Túnica,1,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Ultimos Dias,1,Últimos Dias,1,um trono e um segredo,1,Uma crente,1,Uma História de Ficção,79,Unção,2,Ungido,1,Unidade,9,Universo,2,Uno,1,Urias,1,Utensilios,1,Uzá,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,4,Valores,1,Vanilda Bordieri,1,Velhice,3,Velho Testamento,1,Velório,1,Vem,2,Vencendo,2,Vencer,2,Vendedor de Droga,1,Vento,5,Ver Deus,1,Veracidade,7,Verdade,5,Verdadeira,7,Verdadeira História,1,Verdadeiro,4,verdades,1,Versículos,4,Viagem,5,Vício,1,Vida,29,VIDA CRISTÃ,2,Vida depois da morte,13,Vida Pessoal,3,Vidas,1,Vídeo,24,Vigilância,2,vinda,4,Vindouro,3,Vinho,1,Violência,2,Virá,2,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Visão,2,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Vivendo,1,Viver,5,Voca,1,vocacionados,1,Volta,2,Volta de Cristo,5,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,webdevelops,2,Yehoshua,1,Yeshua,1,YOSHÍA,1,You Tube,2,youtuber,2,Zacarias,2,Zaqueu,1,Zelo,5,
ltr
item
Pecador Confesso: Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã | 1° Trimestre de 2024 | EBD – ADULTOS
Lição 11 - O Culto da Igreja Cristã | 1° Trimestre de 2024 | EBD – ADULTOS
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgtTWhp5jCkxkmbXeMf1V84tiKZ9T7Bsb86MeUh0akvusliOonD9hURi6yAEaMBYyuIijjRzhNgS_ihNUKb6T5Hta9Ih6Tdr_SqhVqU56v_WIPhp5OcDcvmb9v0HCFKUZirb0DOYAO_cqLVug57KHYREZCtAejJ9Q8-y4T01gHdv4cuTrOvbJYvl3XiXvGB/w640-h360/Subsidio-adulto-1-trimestre-2024-licao-11.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEgtTWhp5jCkxkmbXeMf1V84tiKZ9T7Bsb86MeUh0akvusliOonD9hURi6yAEaMBYyuIijjRzhNgS_ihNUKb6T5Hta9Ih6Tdr_SqhVqU56v_WIPhp5OcDcvmb9v0HCFKUZirb0DOYAO_cqLVug57KHYREZCtAejJ9Q8-y4T01gHdv4cuTrOvbJYvl3XiXvGB/s72-w640-c-h360/Subsidio-adulto-1-trimestre-2024-licao-11.webp
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2024/03/licao-11-o-culto-da-igreja-crista-1.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2024/03/licao-11-o-culto-da-igreja-crista-1.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy