Lição 08 - Lucas 15 e 16 – Parábolas e Ensinos Exclusivos de Lucas | 4° Trimestre de 2023 | EBD PECC

  SUPLEMENTO EXCLUSIVO DO PROFESSOR Afora o suplemento do professor, todo o conteúdo de cada lição é igual para alunos e mestres, inclusive ...

 SUPLEMENTO EXCLUSIVO DO PROFESSOR

Afora o suplemento do professor, todo o conteúdo de cada lição é igual para alunos e mestres, inclusive o número de páginas.

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Em Lucas 15 e 16 há 32 e 31 versos, respectivamente. Sugerimos começar a aula lendo, com todos os presentes, Lucas 15.8-32 (5 a 7 min.). A revista funciona com o guia d e estudo e leitura complementar, mas não substitui a leitura da Bíblia. Toda esta lição nos ensina a natureza abrangente da graça de Deus. Lucas dedica dois capítulos a parábolas que falam da chamada universal à salvação: um pastor disposto a tudo por uma ovelha; uma mulher que valoriza o que pode parecer pouco; um pai que acolhe o filho perdido. Professor(a), mostre aos irmãos o amor com que Jesus se oferece, como Salvador, a quem foi excluído pelos rigorosos costumes religiosos. 0 Senhor anunciava a dispensação da graça, pela qual ele chamaria todos a si mesmo, perdoando-os e exortando-os a não pecar mais. Quanto aos que possuem mais recursos, devem usá-los em prol da justiça a fim de não perderem o bem que realmente nos importa – a salvação.

OBJETIVOS

Reafirmar a certeza da salvação para todos os que confessam Jesus como Senhor.
Compreender que o Evangelho é um chamado ao arrependimento.
Servir aos irmãos com os recursos que Deus nos concede

--------------------------------------------------------------

📥 ADQUIRA O SLIDE DA AULA => CLIQUE AQUI

Este blog foi feito com muito carinho 💝 para você.

--------------------------------------------------------------

PARA COMEÇAR A AULA

Esta lição pode iniciar com uma breve narrativa sobre a missão que a nossa igreja realiza em Melgaço, na Ilha do Marajó, desde 2022. Quando souberam que ali havia o menor IDH do país, lá foram os missionários para recuperar ovelhas, procurar pessoas que estavam esquecidas e cuidar de suas feridas. Aleluia! Se possível, compartilhe vídeos disponíveis nas redes sociais da Assembléia de Deus.

LEITURA ADICIONAL

As parábolas dos capítulos 15 e 16 do evangelho de Lucas constituem uma unidade coesa. O convívio de Jesus com coletores de impostos e a adesão de alguns deles ao grupo de seus discípulos deram motivo para que ele contasse essas parábolas. Cada uma das três parábolas do presente capítulo 15 descreve de maneira peculiar a misericórdia de Deus que transcende qualquer imaginação humana. As parábolas de Lc 16 são proferidas ainda na presença dos fariseus (Lc 16.14), mas dirigem-se primordialmente aos discípulos (Lc 16.1).

Os seguidores abastados da classe dos publicanos são incentivados a exercer misericórdia e amor solidário para com os seres humanos, para não tornar ineficaz a misericórdia divina que experimentaram. A parábola do administrador injusto demonstra como administrar corretamente os bens terrenos em benefício do próximo. A parábola do homem rico e do pobre Lázaro revela como a indiferença e frieza para com o semelhante, apesar de advertência suficiente recebida por parte da revelação de Deus, conduzem à condenação.

Jesus visa demonstrar que apesar da santidade nas obras, o amor dos fariseus pelo mundo e pelo dinheiro não é nada melhor que o apego natural dos publicanos. A precariedade da ovelha desgarrada e a incansável paciência do pastor que a procura, o aspecto sujo da moeda extraviada e o empenho inesgotável da mulher que a procura, a miséria do filho perdido pela própria culpa e o amor esperançoso do pai que o procura são traços que só podem ser delineados por aquele que age conosco com verdadeiro amor redentor, como mostram essas parábolas.” Livro: Evangelho de Lucas: Comentário Esperança (Fritz Rienecker, Curitiba, PR: Editora Evangélica Esperança, 2005. Pág. 206).

TEXTO ÁUREO

“E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho.” Lucas 15.21

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

O Texto Áureo, extraído de Lucas 15.21, faz parte da conhecida Parábola do Filho Pródigo, uma das narrativas mais comoventes de arrependimento e reconciliação encontradas nos Evangelhos.


A Parábola do Filho Pródigo é apresentada por Jesus como resposta às críticas dos fariseus e escribas, que questionavam a companhia que Ele mantinha com pecadores e publicanos. A parábola é contada em três partes, sendo o texto áureo parte do discurso do filho pródigo ao retornar para casa após ter esbanjado sua herança.


A expressão do filho, "Pai, pequei contra o céu e diante de ti," revela uma compreensão profunda do significado do arrependimento. Ele reconhece que seu pecado não é apenas uma transgressão contra o pai terreno, mas também uma ofensa ao céu, evidenciando a verticalidade da relação entre o pecador e Deus.


A Indignidade e a Busca por Perdão:

A afirmação "já não sou digno de ser chamado teu filho" reflete não apenas o reconhecimento do erro, mas também uma profunda sensação de indignidade. O filho pródigo, ciente de sua queda, busca não mais o status de filho, mas aceitação como servo. Esse é um retrato vívido do verdadeiro arrependimento, que não busca apenas perdão, mas uma restauração humilde.


Conexão com o Antigo Testamento:

Esse ato de humildade e confissão encontra eco em diversas passagens do Antigo Testamento, onde personagens como Davi, após seu pecado com Bate-Seba, expressaram um arrependimento semelhante. A linguagem de reconhecimento do pecado "contra o céu e diante de ti" ecoa a compreensão teológica judaica da natureza vertical da transgressão.


Aplicação Prática:

O texto áureo ressoa como um convite à reflexão sobre a natureza do arrependimento genuíno. Ele destaca a importância de reconhecer não apenas a ofensa contra outros seres humanos, mas também a dimensão vertical do pecado, que afeta a relação do pecador com Deus. A humildade expressa na fala do filho pródigo serve como um modelo para todos os buscadores do perdão divino.


Lições Contemporâneas:

No contexto contemporâneo, o texto áureo permanece como um chamado à humildade, confissão sincera e busca pelo perdão de Deus. Ele ressalta a compreensão de que o arrependimento não é apenas um ato de tristeza pelo erro, mas uma transformação de mente e coração que reconhece a gravidade do pecado diante de Deus.


O episódio do filho pródigo continua a ser uma fonte rica de ensinamentos sobre a graça, o perdão e a restauração que Deus oferece àqueles que, humildemente, voltam para Ele em arrependimento..

LEITURA BÍBLICA PARA ESTUDO

Lucas 15.8-32

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

Versículos 8-10 - Parábola da Moeda Perdida:

8 - "Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas e perdendo uma delas, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la?"

Comentário:

Nesta parábola, Jesus compara a alegria no céu pelo arrependimento de um pecador ao esforço de uma mulher para encontrar uma moeda perdida. A ênfase recai sobre o valor de cada indivíduo aos olhos de Deus. A busca diligente da mulher representa o cuidado e a atenção de Deus na busca por cada pessoa perdida.


Versículos 11-12 - Parábola do Filho Pródigo:

11 - "Disse ainda: Certo homem tinha dois filhos. 12 O mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte da herança que me cabe. E ele lhes repartiu os haveres."

Comentário:

A história do filho pródigo é uma narrativa rica que explora temas como arrependimento, perdão e a graça redentora de Deus. O pedido do filho por sua parte da herança antes do tempo revela sua falta de maturidade e a busca por autonomia. A divisão dos bens destaca a liberdade de escolha dada por Deus, mesmo que algumas escolhas levem à rebelião.


Versículos 13-16:

13-16 - "Não muitos dias depois, o filho mais moço, ajuntando tudo, partiu para uma terra distante, e lá desperdiçou os seus bens, vivendo dissolutamente. Depois de ter consumido tudo, sobreveio àquele país uma grande fome, e ele começou a passar necessidade."

Comentário:

O filho pródigo, desfrutando de sua liberdade, desperdiça seus recursos em uma vida de extravagância e prazer. A fome e a necessidade que ele enfrenta simbolizam as consequências inevitáveis do pecado. A jornada descendente do filho destaca a realidade do afastamento espiritual quando buscamos uma vida distante de Deus.


Versículos 17-19:

17-19 - "Então, ele foi e se agregou a um dos cidadãos daquela terra, e este o mandou para os seus campos a guardar porcos. Ali, desejava ele fartar-se das alfarrobas que os porcos comiam; mas ninguém lhe dava nada."

Comentário:

A situação do filho pródigo atinge o ponto mais baixo, trabalhando em condições humilhantes. O desejo pelas alfarrobas dos porcos reflete sua extrema necessidade e arrependimento. Este trecho ressalta a dureza do pecado e a falência das escolhas que se afastam do propósito de Deus.


Versículos 20-24:

20-24 - "E, caindo em si, ponderou: Quantos trabalhadores de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui morro de fome! Levantar-me-ei, irei ter com meu pai e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado filho teu. Trata-me como um dos teus trabalhadores. E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e, movido de compaixão, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou."

Comentário:

Este é o ponto de virada na história, onde o filho pródigo, atingindo a miséria, decide retornar ao pai em arrependimento. A expressão "caindo em si" indica uma mudança de perspectiva. A confissão do filho revela um coração contrito e humilde. O pai, ao vê-lo de longe, representa a prontidão de Deus para perdoar e restaurar aqueles que se voltam para Ele.


Versículos 25-32:

25-32 - "Entrementes, o filho mais velho estava no campo; e, ao voltar, quando chegou perto de casa, ouviu a música e as danças. Chamou um dos criados e perguntou-lhe que era aquilo. Respondeu-lhe este: Chegou teu irmão; teu pai matou o novilho cevado, porque o recuperou com saúde."

Comentário:

O filho mais velho, representando os fariseus e escribas, manifesta ciúmes e ressentimento pela recepção calorosa ao irmão pródigo. A reação do pai destaca a natureza graciosa de Deus, que celebra a restauração do perdido. O conflito entre os irmãos destaca as diferentes atitudes em relação à graça divina.

 

A Parábola do Filho Pródigo é uma expressão vívida do amor incondicional e da graça de Deus, que busca e restaura os que se afastam. Ela destaca a importância do arrependimento genuíno, a prontidão do Pai para perdoar e a necessidade de superar o orgulho e a inveja ao testemunhar a restauração dos outros.

VERDADE PRÁTICA

Devemos usar todos o s recursos possíveis para tornar acessível o verdadeiro Evangelho.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

A verdade prática de tornar o verdadeiro Evangelho acessível é fundamental para a missão da igreja de comunicar a mensagem de salvação a todos. Essa abordagem reflete o mandato de Jesus em Mateus 28:19-20, conhecido como a Grande Comissão, onde Ele instrui seus discípulos a fazerem discípulos de todas as nações. Vamos explorar alguns aspectos dessa verdade prática:


A Necessidade de Compreensibilidade:

  • Referências Bíblicas:
    • Em 1 Coríntios 14:9, Paulo destaca a importância da clareza na comunicação, afirmando que, se as palavras não forem compreensíveis, como as pessoas entenderão a mensagem?
    • Em Marcos 16:15, Jesus instrui a pregar o Evangelho a toda criatura, sublinhando a universalidade da mensagem.
  • Contexto Histórico:
    • No contexto do Novo Testamento, os apóstolos enfrentaram o desafio de comunicar a mensagem cristã em diferentes contextos culturais, desde o mundo judaico até o gentio.
    • A tradução da Bíblia para diferentes línguas ao longo da história reflete a preocupação de tornar as Escrituras acessíveis a diversas comunidades.

A Importância da Contextualização:

  • Referências Bíblicas:
    • Paulo, em 1 Coríntios 9:22, fala sobre se tornar tudo para com todos, buscando acomodar-se ao contexto para ganhar alguns para Cristo.
    • Em Atos 17:22-31, ao falar com os gregos em Atenas, Paulo contextualiza a mensagem, conectando-a à compreensão deles.
  • Contexto Histórico:
    • Os missionários ao longo dos séculos aprenderam a contextualizar o Evangelho para diferentes culturas, usando elementos familiares para transmitir a verdade cristã.
    • Adaptações culturais nas práticas da igreja, música, e abordagens evangelísticas refletem o esforço contínuo de contextualizar a mensagem de Cristo.

Raiz Grega e Hebraica:

  • Raiz Grega:
    • O termo "Evangelho" deriva do grego "euangelion", que significa "boa notícia" ou "boas novas". Essa raiz destaca a natureza positiva e transformadora da mensagem cristã.
    • Em Mateus 13:52, a palavra grega "parabole" é usada, referindo-se a parábolas, uma forma de comunicação acessível, empregada por Jesus para transmitir verdades espirituais de maneira compreensível.
  • Raiz Hebraica:
    • A palavra "salvação" em hebraico é "yeshua", uma raiz etimológica relacionada ao nome Jesus. Essa conexão destaca que a salvação é encontrada em Jesus, a encarnação do Evangelho.
    • A prática judaica de contar histórias, como visto nas escrituras hebraicas, influenciou o estilo narrativo presente nos Evangelhos, tornando a mensagem mais acessível.

Envolvimento de Livros Cristãos:

    • O livro "Cristianismo Puro e Simples" de C.S. Lewis explora a simplicidade e a profundidade da mensagem cristã, enfatizando a necessidade de torná-la compreensível para todos.
    • "A Arte de Pregar" de Charles Spurgeon destaca a importância de se comunicar o Evangelho de maneira clara e envolvente.

Em suma, a verdade prática de tornar o Evangelho acessível é respaldada por princípios bíblicos, adaptando-se aos contextos culturais, e reconhecendo a importância da comunicação clara e contextualizada da mensagem de Cristo. Essa abordagem reflete a compaixão de Deus, que deseja que todos cheguem ao arrependimento (2 Pedro 3:9)..

INTRODUÇÃO
I- ENSINANDO POR PARÁBOLAS Lc 15.1-10
1- O público de Jesus Lc 15.1-2
2- A parábola da ovelha perdida Lc 15.3-7
3- A parábola da dracma perdida Lc 15.8-10
II- O FILHO PRÓDIGO Lc 15.11-32
1- O pecador arrependido recebe a bênção Lc 5.11-19
2- O pai Lc 15.20-24
3- O que se considera justo perde a bênção Lc 15.25-32
III- O RICO E LÁZARO Lc 16
1- Instruções aos discípulos Lc 16.1-16
2- Duas mortes Lc 16.22
3- Dois destinos Lc 16.23
APLICAÇÃO PESSOAL

DEVOCIONAL DIÁRIO

Segunda – Lc 15.7
Terça – Lc 15.18
Quarta – Lc 15.32
Quinta – Lc 16.10
Sexta – Lc 16.15
Sábado – Lc 16,28
Hinos da Harpa: 36 – 156

INTRODUÇÃO

Nos capítulos 15 e 16, Lucas menciona cinco parábolas, sendo quatro delas exclusivas de seu evangelho, que, não à toa, é conhecido como o Evangelho das Parábolas.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

A introdução aos capítulos 15 e 16 do Evangelho de Lucas revela a ênfase singular dada por Lucas às parábolas, que são narrativas alegóricas usadas por Jesus para transmitir verdades espirituais. Vamos explorar esse contexto e a importância das parábolas nesses capítulos:

Enfoque em Parábolas:

  • Referências Bíblicas:
    • Em Lucas 15:1-2, vemos que os publicanos e pecadores se aproximam de Jesus para ouvir suas palavras. Isso leva Jesus a compartilhar parábolas notáveis sobre a graça e o valor daqueles que se desviam.
    • As parábolas têm uma função única, pois, como Jesus explica em Lucas 8:10, são utilizadas para revelar verdades aos que buscam sinceramente, enquanto permanecem enigmáticas para os que rejeitam.
  • Contexto Histórico:
    • No contexto cultural e histórico, as parábolas de Jesus eram uma forma comum de ensino, empregada para transmitir princípios éticos e espirituais. Elas eram acessíveis ao público em geral.
    • Lucas, sendo médico e historiador, enfatiza elementos que ressaltam a compaixão e a inclusão de grupos marginalizados na sociedade, uma característica marcante em suas parábolas.
  • Raiz Grega:
    • O termo "parábola" em grego é "parabolē", significando uma comparação ou ilustração. Essa raiz destaca a natureza ilustrativa e didática das parábolas de Jesus.
    • Em Lucas 15:3, Jesus inicia uma sequência de parábolas com a frase "disse-lhes também", indicando uma continuidade nas histórias que se seguem.
  • Termo Hebraico:
    • A tradição judaica também faz uso frequente de parábolas, como visto nos escritos rabínicos e nos Salmos. O próprio Jesus, sendo judeu, se encaixa nessa tradição ao utilizar parábolas em seu ensino.
    • Lucas, ao destacar parábolas exclusivas, como a do filho pródigo, ressalta o caráter inclusivo e restaurador da mensagem de Jesus, refletindo a ênfase judaica na redenção.

Envolvimento de Livros Cristãos:

    • "As Parábolas de Jesus" de Joachim Jeremias oferece uma análise profunda das parábolas, abordando sua importância cultural, histórica e teológica.
    • "Parábolas de Jesus" de Craig L. Blomberg explora a relevância contínua das parábolas para os cristãos modernos, destacando seu impacto atemporal.

Significado Teológico:

    • Inclusão e Redenção:
    • As parábolas de Lucas 15, incluindo as do filho pródigo e a ovelha perdida, destacam a compaixão divina, enfatizando a inclusão daqueles que se desviaram e a alegria na restauração.
    • A ênfase de Lucas nas parábolas alinha-se à sua narrativa teológica de que o Evangelho é para todos, independentemente de status social ou passado pecaminoso.

Em conclusão, a introdução aos capítulos 15 e 16 de Lucas ressalta a importância singular das parábolas de Jesus. Essas narrativas não apenas comunicam verdades espirituais de maneira acessível, mas também destacam a compaixão, inclusão e redenção oferecidas por Deus por meio de Cristo..

Este blog foi feito com muito carinho 💝 para você.

I- ENSINANDO POR PARÁBOLAS (Lc 15.1-10)

1- O público de Jesus (Lc 15.1-2) Aproximavam-se de Jesus todos os publicanos e pecadores para o ouvir (15.1).

Note o público que era atraído a Jesus. Os “perdidos”, a escória da sociedade dizia: “quero ouvir o que este Jesus tem a dizer”. Este interesse dos perdidos em relação a Jesus resultava em murmuração por parte dos escribas e fariseus (v. 2). Há um padrão nos discursos de Jesus, nos quais podemos distinguir três diferentes motivações entre seus interlocutores:
1) Da multidão: é atraída a Jesus e ouve atentamente Suas palavras. A condição deles está expressa no texto: pecadores. Ninguém os queria, os religiosos os desprezavam;
2) Dos escribas e fariseus: Reclamando de Jesus por dar atenção a pecadores. Com o coração endurecido, não discerniam o amor de Deus aos perdidos (Jo 3.16);
3) Do Cristo: movido de compaixão em salvar os perdidos. Não era interesse Dele afugentar os pecadores. Jesus falava a verdade, não se envolvia nos pecados destas pessoas, mas as recebia com compaixão. Muitos viam estes pecadores como um inconveniente; Jesus os via como uma oportunidade. No capítulo 15, Ele nos conta três parábolas que respondem à murmuração dos fariseus.

2- A parábola da ovelha perdida (Lc 15.3-7) Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la? (15.4).

Ovelhas são conhecidas por serem animais desprovidos de esperteza, por isto precisam de pastores, mas este não é o foco da parábola. Não é a parábola da ovelha sem percepção, mas o foco está no maravilhoso pastor e o ato de resgate que traz de volta a ovelha perdida. No mundo dos negócios, uma ovelha de cem representaria uma perda de 1%. “Faz parte do risco do negócio: ovelhas se perdem, vida que segue”, alguns diriam. Mas aqui estão as boas novas: Jesus não está disposto a perder ninguém. Se você se sente perdido, Jesus está à sua procura! Ele sabe o seu nome, e a Sua prioridade é resgatar pessoas perdidas. Por isso Ele declara: “haverá maior júbilo no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento” (v. 7).

Os fariseus tinham um mote: “Há alegria no céu quando um pecador é destruído”. Por esta razão o verso 7 é tão emblemático. Eis par­te da razão de Jesus falar com pecadores. O que alegra o céu também precisa ser a nossa alegria: encontrar ovelhas perdidas. No texto o pastor, seus vizinhos e amigos se alegram (v. 6), então os fariseus também deveriam se alegrar, o que não era o caso. Consequentemente, não eram amigos do bom pastor.

3- A parábola da dracma perdida (Lc 15.8-10) Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la?(15.8).

Jesus aborda a importância de se buscar o perdido, em vários patamares de valor. Pode ser mais caro, ou mais barato; uma ovelha ou uma dracma, porém todos têm valor e quando são encontrados, não importa o contexto, geram uma grande festa. Jesus nos ensina a irmos em busca do que está perdido, seja fora ou dentro de casa. Sua persistência em salvar a humanidade equivale a alguém que perdeu um tesouro particular, mas está disposto a procurá-lo até encontrar.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

I- ENSINANDO POR PARÁBOLAS (Lc 15.1-10)

  • O Público de Jesus (Lc 15.1-2):
    • O interesse dos publicanos e pecadores em ouvir Jesus destaca a atração exercida por Suas palavras sobre aqueles marginalizados pela sociedade. A murmuração dos escribas e fariseus revela uma falta de compreensão da compaixão de Jesus pelos perdidos.
    • Três motivações distintas entre os interlocutores de Jesus: a multidão, atraída por Suas palavras; os escribas e fariseus, murmurando contra Jesus; Jesus, movido por compaixão para salvar os perdidos.
  • A Parábola da Ovelha Perdida (Lc 15.3-7):
    • A parábola destaca o pastor que deixa as noventa e nove ovelhas para buscar a que se perdeu. Contrariando a lógica de perda aceitável nos negócios, Jesus ressalta que Ele não está disposto a perder ninguém.
    • A ênfase está no pastor maravilhoso e no ato de resgate. Jesus procura pessoalmente aqueles que se sentem perdidos. A alegria no céu por um pecador que se arrepende contrasta com a indiferença dos fariseus.
  • A Parábola da Dracma Perdida (Lc 15.8-10):
    • Uma dracma perdida leva a mulher a uma busca diligente. A narrativa destaca a importância de procurar o que está perdido, independentemente de seu valor.
    • Jesus ensina que devemos buscar o perdido em vários contextos. Sua persistência em salvar a humanidade é comparada à busca por um tesouro perdido. A festa no encontro reflete a alegria celestial.
  • Valor Intrínseco:
    • A parábola da ovelha destaca que, para Jesus, cada indivíduo tem valor intrínseco. Ele não aceita a perda de ninguém. A comparação com o comportamento dos fariseus destaca sua falta de compreensão sobre a alegria celestial.
  • Compromisso de Busca:
    • A atitude do pastor reflete o compromisso de Jesus em buscar ativamente aqueles que se desviaram. A ênfase na alegria celestial por um pecador arrependido desafia a mentalidade farisaica.
  • Busca Diligente:
    • A parábola da dracma destaca a busca diligente da mulher, ressaltando que o valor do perdido não é determinado apenas por seu custo. Jesus nos chama a buscar ativamente todos os perdidos, independentemente de seu status.
  • Alegria na Restauração:
    • A celebração no céu por cada pecador que se arrepende destaca a alegria divina na restauração. O contraste com a falta de alegria dos fariseus ressalta sua desconexão do coração compassivo de Deus.
  • Aplicação Atual:
    • Essas parábolas desafiam os crentes a compartilhar do coração de Jesus, buscando ativamente os perdidos em suas esferas de influência. A celebração celestial deve ser replicada em nossa alegria pela restauração de vidas.

Referências:

  • Comentários Bíblicos:
    • "Comentário do Novo Testamento - Aplicação Pessoal" de Chuck Swindoll oferece insights práticos sobre as parábolas de Lucas.
    • "Parábolas de Jesus" de Joachim Jeremias proporciona uma análise profunda do contexto cultural e significado teológico das parábolas.
  • Fontes Cristãs:
    • Citações de "Cristianismo Puro e Simples" de C.S. Lewis e "O Evangelho Maltrapilho" de Brennan Manning podem ampliar a compreensão sobre a compaixão de Jesus pelos perdidos.

Essas parábolas destacam não apenas a busca ativa de Jesus pelos perdidos, mas também desafiam os crentes a compartilhar dessa paixão, buscando aqueles que se sentem perdidos e celebrando a restauração em união com a alegria celestial.

II- O FILHO PRÓDIGO (Lc 15.11-32)

Perder um filho dói bem mais do que um prejuízo financeiro ou a fuga de um animal. Jesus enaltece um pai que tem dois filhos perdidos: um dentro de casa e um fora.

1- O pecador arrependido recebe a bênção (Lc 15.11-19) O mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me cabe. E ele lhes repartiu os haveres. (15.12).

O filho mais novo é caracterizado como aquele que se revolta contra o pai e deixa claro, ao pedir sua herança, que quer viver longe dele. Tal ação é assustadora pois, naquele contexto, pedir herança ao pai significava pedir a própria morte de seu genitor, já que herança se ganha após a morte. Percebamos a diferença das três parábolas até aqui: a ovelha, um ser irracional, simplesmente saiu do redil; a dracma, é inanimada e foi perdida por alguém; o filho pródigo decidiu deixar o lar. Jesus amplifica o significado de “perdido”.

Esse filho recebe sua parte, vai morar em outro lugar, gastando de forma irresponsável tudo o que tinha (15.13) e, se já não bastasse, uma crise assola o local de sua habitação, submetendo-o a grandes privações e ao trabalho entre porcos (Lc 15.14) – condição vergonhosa para um judeu pelo fato de tal animal ser considerado impuro (Lv 11.7).

É perceptível que tamanha humilhação vivida ocorre por causa de suas escolhas erradas. “Então, caindo em si” (v. 17). Aqui está a grande atitude, isto é chave. A pessoa precisa “cair em si”, pois não somos obrigados a nada. Um dia as pessoas caem em si. Ele planeja ir ao encontro do pai com três passos essenciais:
a) reconhecer seus pecados;
b) aceitar sua condição de indigno;
c) concordar com a menor atitude de benevolência que seu pai puder oferecer.

2- O Pai (Lc 15.20-24) E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou. (15.20).

O pai era a figura central da família judaica, a ponto de receber o máximo respeito. Por isso, tal história é chocante para os judeus, já que o pai, embora pudesse punir severamente o filho insolente, decide dar a ele a herança que lhe cabia (Lc 15.12). A bondade e o amor do pai pelo filho ganham maior relevância quando o filho que saiu resolve voltar e o pai sai correndo ao seu encontro, coisa incomum para a época.

O pai evidência o que Jesus fez por nós: “a si mesmo se humilhou” para nos resgatar (F12.8). O pai o abraça, beija, e no meio do discurso do filho maltrapilho, interrompe-o e manda colocar nele alguns acessórios:
a) “melhor roupa”, símbolo de distinção;
b) anel, símbolo de autoridade e tradição da família (Gn 41.42);
c) sandália, símbolo de filiação, pois escravos andavam descalços. Além disso, o pai manda preparar um animal que foi cuidado por anos para uma ocasião memorável (Lc 15.23).

3- O que se considera justo perde a bênção (Lc 15.25-32) Ora, o filho mais velho estivera no campo; e, quando voltava, ao aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças (15.25).

O outro irmão ficou incomodado com a alegria que encontrou na casa devido ao retorno do filho que estava perdido. Ele decidiu não entrar para se alegrar, então o pai saiu também ao seu encontro. Esta atitude do filho que ficou é emblematicamente similar à dos fariseus. Ele trata o pai com ingratidão e desrespeito. Argumenta com o pai, porque o filho pecador se arrependeu, olhando somente para seus erros e passado (v. 30), sem perceber a verdade maior de que o filho que estava morto, agora reviveu (v. 32). Ele não se alegrou com o que trazia alegria ao coração do pai. A parábola termina com o pai convidando o filho mais velho a participar da festa da salvação, mas não sabemos o que esse filho fez, pois a parábola termina em aberto. E nós? Festejamos por Deus alcançar pessoas com características distintas da nossa?

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

II- O FILHO PRÓDIGO (Lc 15.11-32)

  • O Pecador Arrependido Recebe a Bênção (Lc 15.11-19):
    • O pedido do filho mais novo por sua parte da herança é uma afronta ao pai, indicando uma rebelião e desejo de viver longe dele. A parábola destaca a escolha consciente de se afastar e os resultados desastrosos dessa decisão.
    • A crise e humilhação que o filho enfrenta revelam as consequências das más escolhas. Sua "queda em si" marca o início do arrependimento, evidenciando reconhecimento do pecado, aceitação de sua condição e disposição para aceitar até a menor benevolência do pai.
  • O Pai (Lc 15.20-24):
    • O comportamento do pai, ao dar a herança ao filho e depois correr ao seu encontro, representa uma quebra das normas culturais da época. Sua compaixão e amor extravagante destacam a natureza graciosa de Deus.
    • A restauração do filho é simbolizada por elementos como a melhor roupa, anel e sandália. O pai não apenas aceita o filho de volta, mas o restaura a uma posição de honra e autoridade na família.
  • O Que se Considera Justo Perde a Bênção (Lc 15.25-32):
    • O filho mais velho, ao se recusar a participar da celebração, revela sua atitude semelhante à dos fariseus, ressentindo-se da graça estendida ao pecador arrependido.
    • O diálogo entre o pai e o filho mais velho destaca a perspectiva equivocada deste último, que se preocupa mais com a justiça merecida do que com a alegria da restauração. A parábola termina de forma aberta, convidando à reflexão sobre a atitude do filho mais velho.
  • Arrependimento e Restauração:
    • A narrativa do filho pródigo ilustra a necessidade do arrependimento genuíno e a disposição de aceitar a graça restauradora de Deus. O pai não apenas perdoa, mas restaura completamente o filho, exemplificando a reconciliação divina.
  • Amor Incondicional do Pai:
    • O pai na parábola personifica o amor incondicional de Deus, disposto a receber de volta aqueles que se afastaram. Sua atitude desafia as expectativas culturais, ressaltando a natureza compassiva do Pai celestial.
  • Atitude do Filho Mais Velho e Lições aos Fariseus:
    • O comportamento do filho mais velho reflete a atitude dos fariseus, enfatizando a justiça merecida em vez da graça. A parábola adverte contra a autossuficiência e destaca que a celebração no céu é pela restauração de vidas.
  • Desafio à Celebração:
    • O convite final do pai ao filho mais velho é um desafio à celebração da graça. A parábola deixa aberta a resposta do filho mais velho, instigando os ouvintes a considerar sua própria atitude diante da restauração de pecadores.

Referências:

  • Comentários Bíblicos:
    • "Parábolas de Jesus" de João Calvino e "Comentário Bíblico Beacon: Lucas" oferecem insights sobre o contexto cultural e teológico dessa parábola.
    • "A Arte de Pregar e Ensinar" de Albert N. Martin fornece orientações práticas sobre a aplicação pastoral de parábolas.
  • Livros Cristãos:
    • "O Evangelho Maltrapilho" de Brennan Manning pode enriquecer a compreensão da graça e restauração divina apresentadas na parábola.
    • "A Cruz de Cristo" de John Stott oferece uma análise teológica profunda sobre a reconciliação proporcionada pela cruz, alinhando-se com a mensagem central da parábola.

III- O RICO E LÁZARO (Lc 16)

1- Instruções aos discípulos (Lc 16.1-16) Porque os filhos do mundo são mais hábeis na sua própria geração do que os filhos da luz (16.8b).

A caminho de Jerusalém (como veremos na próxima lição) Jesus instrui os seus discípulos sobre o que irá acontecer. Jesus seria preso, morto, ressurreto e após isto retornaria ao céu Ele começa aqui a prepará-los para o ministério futuro. Ele inicia com a parábola do administrador infiel (v.1-13). Certo homem rico contratou um administrador. É uma história sobre um patrão mundano que contrata outro mundano para ser seu administrador, e ambos utilizam a sabedoria do mundo para fazer negócios.

Tudo indica que o administrador aumentava o preço dos produtos para ganhar algo para si. Jesus usa isto para fazer um contraste junto aos seus discípulos, argumentando que os “do mundo” com paixão e entusiasmo fazem todo o mal para alcançar seus objetivos; quanto mais os da luz devem fazer todo o bem para alcançar seus objetivos. Como tem a ver com dinheiro, e os fariseus eram avarentos (v.14), estes se aproximam, sem serem chamados, para ouvir o que Jesus tem a dizer e Jesus conta outra parábola acerca de um outro “rico” e Lázaro.

2- Duas mortes (Lc 16.22) Aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico e foi sepultado.

Jesus conta uma história interessante sobre duas vidas, duas mortes e dois destinos. A primeira morte diz respeito a um homem rico. Quando Jesus mencionou “rico” novamente os ouvidos dos fariseus se conectaram ao que ele dizia. Este se vestia de púrpura e linho fino, e se regalava esplendidamente (v. 19). A segunda morte é de um certo Lázaro (não se refere ao amigo de Jesus) que tinha o corpo coberto de chagas e mendigava migalhas junto a mesa do rico. Embora ambos vivessem contextos completamente diferentes, mesmo acontecimento encontra os dois, a morte.

3- Dois destinos (Lc 16.23) No inferno, estando em tormentos, levantou os olhos e viu ao longe Abraão e Lázaro no seu seio.

Após a morte os destinos são completamente diferentes. O destino de Lázaro, foi o seio e o consolo de Abraão, levado pelos anjos (v. 22). O destino do homem rico foi o inferno. Em meio a tormentos ele levantou os olhos e viu Lázaro no seio de Abraão. Existem várias aplicações desta passagem, algumas são:

1) Acerca da eternidade: É inexorável e existe um grande abismo entre os dois destinos (v. 26) que não se pode atravessar de um lado para outro e nem se comunicar com aqueles que ainda estão em vida (v. 28), ou seja, o destino é definitivo. A vida não acaba na sepultura, a narrativa mostra que na eternidade a situação dos dois personagens sofre uma grande inversão.
2) Acerca das pessoas: ajude sempre que estiver ao seu alcance. Agora o homem rico, que nunca precisou pedir nenhuma ajuda, experimenta o que significa mendigar, clamando até mesmo por umas gotas de água (v. 24). Entretanto, mesmo em tal situação, o rico avarento ainda se achava na posição de que Lázaro poderia servi-lo.
3) Acerca das riquezas e dos fariseus: os fariseus amavam as riquezas. Para eles, a riqueza era um sinal da bênção de Deus. Por outro lado, a falta dela era vista como um sinal de maldição.

De acordo com essa mentalidade, era inconcebível qualquer destino diferente do céu para este homem, porque assim acreditavam que seria com eles. Riqueza não é passaporte para o céu, assim como pobreza também não garante a vida eterna. Os fariseus não percebiam que eles próprios também estavam perdidos em seu legalismo e apego material. Se Jesus não conseguia convencê-los, nem mesmo Abraão, Moisés e os Profetas o fariam (v. 30-31).

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

III- O RICO E LÁZARO (Lc 16)

  • Instruções aos Discípulos (Lc 16.1-16):
    • Jesus, a caminho de Jerusalém, usa a parábola do administrador infiel para destacar a diferença entre a sabedoria do mundo e a dos filhos da luz. Ele ensina que os filhos da luz devem utilizar recursos materiais com sabedoria, sendo fiéis a Deus em meio às riquezas.
    • A parábola prepara os discípulos para as lições seguintes, abordando o tema das riquezas e a verdadeira fidelidade, indicando que a fidelidade nas pequenas coisas é crucial.
  • Duas Mortes (Lc 16.22):
    • A narrativa apresenta duas mortes contrastantes: a do homem rico, que desfrutava de luxo e opulência, e a de Lázaro, um mendigo coberto de chagas. Ambos, independentemente de sua situação terrena, enfrentam a inevitabilidade da morte.
    • A escolha de nomes familiares, como Lázaro e Abraão, pode apontar para a identificação do público com os personagens, destacando a mensagem central sobre destino após a morte.
  • Dois Destinos (Lc 16.23):
    • A parábola revela dois destinos após a morte: o seio de Abraão para Lázaro e o tormento no inferno para o homem rico. Isso ressalta a realidade da vida após a morte e a clara distinção entre o justo e o injusto.
    • A impossibilidade de comunicação entre os dois lugares e a ênfase na fixidez dos destinos sublinham a seriedade das escolhas feitas durante a vida terrena.
  • Lição sobre Uso de Recursos Materiais:
    • A parábola do administrador infiel destaca a importância de usar recursos terrenos com sabedoria, visando um propósito eterno. Jesus chama a atenção para a fidelidade, indicando que a administração adequada das riquezas reflete a verdadeira espiritualidade.
  • Contraste entre Riqueza e Pobreza:
    • O contraste entre o homem rico e Lázaro ressalta não apenas as disparidades sociais, mas a inversão de papéis na eternidade. A condição terrena não determina o destino eterno, e a parábola alerta contra a confiança nas riquezas.
  • Eternidade e Escolhas Terrenas:
    • A parábola evidencia a realidade da eternidade e a consequência das escolhas feitas durante a vida. A impossibilidade de cruzar entre os destinos destaca a irreversibilidade dessas decisões após a morte.
  • Desafio à Compreensão Farisaica:
    • A narrativa desafia a mentalidade farisaica, que associava riqueza à bênção divina. Jesus aponta para uma compreensão mais profunda, indicando que a verdadeira bênção é a fidelidade a Deus, independentemente da posição social ou riqueza material.

Referências:

  • Comentários Bíblicos:
    • "Comentário do Novo Testamento - Aplicação Pessoal" de Chuck Swindoll oferece insights práticos sobre a aplicação da parábola do rico e Lázaro na vida cotidiana.
    • "The Gospel According to Luke" de Leon Morris fornece análises exegéticas e teológicas mais aprofundadas sobre o Evangelho de Lucas.
  • Livros Cristãos:
    • "Vivendo Além da Morte" de John Piper explora o tema da vida após a morte à luz das Escrituras, complementando a reflexão sobre o destino eterno na parábola.

APLICAÇÃO PESSOAL

Sejamos gratos a Deus pela salvação que nos trouxe e esforcemo-nos para manifestar as obras da fé em Jesus.

COMENTÁRIO EXTRA

Comentário de Hubner Braz

APLICAÇÃO PESSOAL: Gratidão e Manifestação da Fé

Ao refletirmos sobre as profundas verdades reveladas nas parábolas de Jesus, especialmente na narrativa do rico e Lázaro, somos confrontados com princípios essenciais para nossa jornada de fé e vida cristã.

  • Gratidão pela Salvação:
    • A parábola destaca a importância da eternidade e das escolhas que fazemos nesta vida. Agradecer a Deus pela salvação que Ele nos proporcionou por meio de Jesus Cristo é o ponto de partida. A compreensão da realidade eterna deve gerar em nós um profundo senso de gratidão.
    • Referências Bíblicas: Efésios 2.8-9; Tito 3.5; Romanos 6.23.
  • Manifestação das Obras da Fé:
    • A gratidão genuína se expressa através das obras da fé. Diante das realidades da eternidade, somos chamados a viver uma vida que reflita nossa fé em ações concretas. Isso inclui amor ao próximo, generosidade, compaixão e fidelidade a Deus em todas as áreas da vida.
    • Referências Bíblicas: Tiago 2.14-17; Mateus 25.34-40; Gálatas 5.22-23.
  • Compreensão da Verdadeira Bênção:
    • A parábola desafia conceitos equivocados sobre bênção e prosperidade. Entender que a verdadeira bênção não está apenas nas circunstâncias materiais, mas na fidelidade a Deus, direciona nossa busca por significado e propósito.
    • Referências Bíblicas: Mateus 6.33; Filipenses 4.11-13; Provérbios 10.22.
  • Conscientização sobre as Escolhas Eternas:
    • A narrativa do rico e Lázaro ressalta a seriedade de nossas escolhas terrenas. A consciência da eternidade deve influenciar nossas decisões diárias, priorizando o reino de Deus e buscando a salvação de outros.
    • Referências Bíblicas: Colossenses 3.1-2; Filipenses 3.20-21; 2 Coríntios 4.18.

Ao nos esforçarmos para manifestar as obras da fé, estamos respondendo ao chamado de Deus para vivermos de maneira que glorifique Seu nome e testemunhe Seu amor ao mundo. A gratidão pela salvação é o impulso, e a manifestação da fé é a resposta transformadora que impacta tanto a nossa vida quanto a daqueles ao nosso redor. Que cada ação nossa seja permeada pela consciência da eternidade e pelo desejo de honrar a Deus em tudo o que fazemos.

Gostou do site? Deixe seu comentário e seja parceiro da Obra!

RESPONDA

Identifique a resposta apropriada a cada questão e relacione-a abaixo no parêntese correspondente.

1) Os perdidos e a escória da sociedade. (B)
2) Se revoltou contra o pai e pediu a sua herança. (C)
3) O seu destino foi o consolo e o seio de Abraão. (A)

a) Lázaro. b) O público de Jesus. c) O filho pródigo.

SAIBA MAIS SOBRE ESCOLA DOMINICAL:

Gostou do site? Ajude-nos a manter e melhorar ainda mais este Site: Nos abençoe com uma oferta voluntária pelo PiX/TEL (15)99798-4063 ou (pix/email) pecadorconfesso@hotmail.com – Seja um parceiro desta obra. “(Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também. Lucas 6:38 )”

SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

Clique aqui para Download das:

SUBSÍDIOS DAS REVISTAS – 4º Trimestre De 2023
| CLIQUE E ACESSE |

---------------------------------------------------------

ESSES ARTIGOS VÃO TE AJUDAR MUITO NA EBD:

(1) ESCALA DE PROFESSORES EM PDF - ESCOLA DOMINICAL

Acesse nossos grupos, clique, entre e tenha mais conteúdo:

Muito conteúdo sem sobrecarregar seu celular.
Acesse mais Conteúdo pelo Telegram
Mais conteúdo pelo WhatsApp
Gostou do site? Ajude-nos a Manter e melhorar ainda mais este Site.
Nos abençoe Com Uma Oferta Voluntária pelo

PIX/e-mail: pecadorconfesso@hotmail.com
ou PIX/Tel: (15)99798-4063 ou PicPay: @pecadorconfesso

Seja um parceiro desta obra.

“Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. (Lucas 6:38)

---------------------------------------------------------

SEJA UM PROFESSOR DA EBD PREPARADO NO ENSINO. LEIA OS ARTIGOS:

(1) CURSO PREPARATÓRIO PARA PROFESSOR DA EBD - ESCOLA DOMINICAL
#ACERVO DE 900 MIL LIVROS EM PDF - ENCONTRE O QUE PROCURA

---------------------------------- 

Gostou do site? Ajude-nos a manter e melhorar ainda mais este Site: Nos abençoe e incentive está obra que demanda tempo com uma oferta voluntária pelo PiX/TEL (15)99798-4063 ou (pix/email) pecadorconfesso@hotmail.com – Seja um parceiro desta obra. “(Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também. Lucas 6:38 )”


COMMENTS

BLOGGER

Sobre o Autor:
Ev. Hubner BrazÉ escritor, professor, blogueiro, pastor. Vivendo para o Reino de Deus. Trabalhando incansavelmente para deixar o blog sempre atualizado abençoando e evangelizando as vidas que acessam este espaço de aprendizado cristão. Criador do projeto Pecador Confesso e tem se destacado em palestras e cursos para jovens, casais, obreiros e missões urbanas | (Tecnologia WordPress).

Nos abençoe pelo PiX pecadorconfesso@hotmail.com

A Contribuição financiará os Projetos: • Mais Ferramentas para o Site. • Melhorar visual. • Manter o Site ativo e funcionando. • Ajudar nas compras de cestas básicas • Fazer parte das Missões Urbanas. • Distribuir Bíblias Grátis. • Discipular Novos Convertidos. • Adicionar Slides e Books em PDF. • Trazer mais Conteúdos para ajudar a ministrar as aulas. ••••Contribua pelo PiX•••• ||pecadorconfesso@hotmail.com || •• ou pix: •• (15) 99798-4063 (WhatsApp)

NOVOS COMENTÁRIOS$type=list-tab$com=0$c=4$src=recent-comments

Nome

#desafio42dias,6,1° Trimestre de 2020,2,10 Coisas,14,10 Sites,3,1º Trimestre,121,1º Trimestre 2018,1,2023,1,2024,16,2º Trimestr,1,2º Trimestre,113,36 Dias De Pureza Sexual,37,3º Trimestre,98,4° TRIMESTRE 2018,1,4º TRIMESTRE,190,A igreja local e missões,28,A Intervenção de Cercília,1,A Mensagem,1,A multiforme sabedoria de Deus,3,A Raça Humana,12,A volta do homem sem rosto,1,Abençoa,6,Abençoadas,6,Abominações,1,Abraão,6,Absalão. EBD,6,Abuso Sexual,5,Acabe,1,Ação de Graça,6,Acazias,1,Acepção,1,Achados,2,AD em BH,2,Adão,16,Adolescente,80,Adolescentes,23,adolescer+,7,Adoração,9,Adulto,125,Aflição,2,Ageu,3,Agonia,1,Agostinho,2,Air,1,Ajuda,2,Ajuda do Alto,3,Ajudando Vítimas das Chuvas,1,ajudar,1,Alcoólica,1,alegria,2,Ali,1,Aline Barros,1,Alisson,1,Alma,11,Alto,2,Amar,14,Amasiado,2,Amém,1,Amigo,7,Amizade,14,Amnon e Tamar,2,Amor,57,Amor de irmãos,4,Amor Perdido,8,Amor Proibido,10,Amós,1,amostra grátis,2,Ana,4,Ananias,2,Andreza Urach,1,Anfetamina,1,Angelologia,2,Angular,1,Aniquilacionismo,1,Anjo de Luz,2,Anjos,4,Anonimo,1,Anrão,1,AntiCristo,3,Antiga,1,Antigo Testamento,6,Ao Vivo,2,Apaixonado,1,Aparece,1,Aplicativo,1,Apocalipse,24,Apologia,12,Apostasia,2,Apostolo,18,Apóstolo dos pés sangrentos,1,apóstolo Paulo,42,Apóstolos,3,App,2,Apple Store,1,apreço imenso,1,Aprendendo,3,aprender,1,APRENDER+,1,Aprendizagem,1,Aprovação,1,aprovado,1,aquecimento,1,Arca da Aliança,3,Arqueologia,2,Arrebatamento,12,Arrebatar,2,Arrependimento,11,Artesão,1,Artista,1,As 95 Teses,1,As Bases do Casamento Cristão,8,As Bodas do Cordeiro,2,Asera,1,Aserá,1,Aspectos,1,Assalto,1,Assassinato,2,Assedio,1,Assembleia de Deus,5,Assista,1,Assista ao trailer oficial do projeto divulgado pela Hillsong.,1,ASSISTIR,1,Assustar,1,Astecas,1,Atacante,1,Atalaia,2,Ataque,3,Ataques,3,Ateísmo,3,Atenção,1,Atender,1,Atentado,1,Ateu,3,Atitude,1,Atitudes,1,Atitute,1,Atividade,1,Atos,16,Atributos,17,atriz,1,Audio Book,4,Auto Escola,1,autoajuda,2,Autoridade,1,Avareza do Amor,1,Avenida Brasil,1,Aviso da Anatel foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta. Mudança começa no dia 29 de julho; haverá um período de adaptação. App's para iphone.,1,Avivado,8,Avivamento,13,Avó,1,Baal,1,Babel,13,bailarina,1,Baixar,37,Balaão,9,Balada Gospel,1,Balzac,1,Banalização,1,Bangu,1,banner,1,Barack Obama,2,Barato,1,Barnabé,2,Base Bíblica,38,Batalha Espirítual,31,Batismo,11,Batismo nas Águas,4,Batista,2,Batom Vermelho,1,Baxterismo,1,BBB,1,Beber,1,Bebês,1,Beijo na Bíblia,1,Beijo Perfeito,3,Bençãos,6,Benhour Lopes,1,Berçário,4,Bernhard Johnson Jr,1,best-seller,5,Bestas,1,Betânia,1,BETEL,153,Betel Adulto,88,Betel Jovem,40,Bíblia,84,Bíblia Diz,22,Bíblias,7,Bíblica,28,biblicas,4,Bíblico,5,Bíblicos,4,Bibliologia,2,Bienal do Livro,10,Bigamia,1,Bilhete,1,Biografia,6,Bispa,1,bissexual,1,BléiaCamp,1,Blíblica,1,BLOG,7,BlogNovela,20,Boaz,2,Bob Marley,1,Boletim,2,Bolsonaro,1,Bom,4,bom-humor,6,Bombom,1,Bondade,2,Bons Sonhos,4,Borboleta,1,Brasil,2,Brasília,1,Brenda Danese,1,Brennan Manning,2,Briga,1,Brincadeira,1,Brother Bíblia,10,Budismo,1,Bullying,1,Busca,9,C. S. Lewis,1,Cadelabro,1,Café da Manhã,1,Calendário,1,Cam,1,Caminho,11,Caminhoneiro,1,Camisa,1,Camisetaria,1,Camisetas,1,Campanha,10,Canaã,1,canal,1,Canção,2,cançasso,1,Cancêr,1,Candidato,2,Cansei,1,canseira,1,Cantada,3,Cantar do Galo,1,cantares de salomão,14,Cantor,2,Cantora,1,Cantora Jayane,1,Cantores,3,capa,1,capacitação,1,Capítulo 1,1,capítulo 10,1,Capítulo 2,1,capítulo 3,1,capítulo 4,1,capítulo 5,1,capítulo 6,1,capítulo 7,1,capítulo 8,1,capítulo 9,1,Caráter,7,cardapio,1,Carência,4,Carismático,7,Carne,2,carreira,1,Carta,18,Carta de Amor,14,Cartas,5,Cartaz,5,Casa,15,Casa Branca,4,Casamento,16,Casamento Misto,4,Catarina Migliorini,1,Cativeiro,3,Cautela,1,CD,1,CDHM,1,Central Gospel,26,Centurião,1,Cerebral,1,Certificados,1,Cessacionismo,1,Cesto,1,CETADEB,1,Céu,9,Céus,6,CGADB,3,Chama,1,Chamada,1,Chamado,2,Champions League,1,Charges,8,Charles Darwin,1,Chegando,1,Cheios,1,CHIPRE,1,Chuva,1,Ciência,7,ciência de dados,1,Ciência vs Bíblia,10,Cinco,2,Cinco momentos mais felizes da minha vida - Série Confissões,1,Circuncisão,3,Ciro Sanches Zibordi,3,Ciúme,3,Civilização,1,Clara Tannure,1,classificação,1,Cláudia,1,Cleycianne Ferreira,11,Clipe Oficial HD,2,Coach,2,Código,1,Cólera,1,Colesterol,1,Colorida,1,com Pedro Bial,1,Combater,4,Comentários,5,Comer,1,Comer Rezar Amar,1,comigo,1,como instalar e usar,3,Como ser um missionário,12,Compartilhe,2,Completo,2,Comportamento,6,Compreender,1,comunhão,7,Comunidade Cidade de Refúgio,1,Concerto,1,Concubinas,1,Concurso Cultural,2,Condição,1,Conectar,6,Confecção,1,Conferência,2,Confession,1,Confirmando,2,Confissões,91,Confrito,3,Congresso,12,Conhecendo,16,Conhecer,4,CONHECER+,1,Conhecereis a verdade,1,Conhecimento,1,Conquista,7,Conquistas,6,Conselhos,14,Consequências,1,Conservador,1,Contra,1,Contra Mão do Mundo.,2,Contraria,1,Conversão,6,Copa America,1,Copimismo,1,Coração,6,Coragem,1,Coreografia,1,Cores,1,Coríntios,6,Corona Vírus,1,Corpo,2,Correios,1,Cortinas,1,Covid-19,1,Coxo,1,CPAD,477,CPAD Adolescentes,63,CPAD Jovem,119,Crack,1,Cracolândia,3,Crente,9,crescimento,4,Creta,1,Criação,24,Cristã,14,Cristão,29,Cristianismo,3,Cristo,38,Cronograma da Bíblia,4,Cronologia,1,Crucificação,8,Cruz,11,Ctrl C + Ctrl V,1,Cuidado,2,Cuide do Coração,5,Culto,12,Culto da Virada de Ano Novo,6,Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico,4,Cultura,1,Cura,4,Curado,2,Curso,5,Cuxe,1,D. A. Carson,1,Dalila,1,Dança,1,Daniel,9,Daniel Berg,1,Daniela Mercury,1,Danilo Gentili,1,Dave Hunt,1,Davi,22,Davi e Bate-Seba,9,Davi e Jônatas,9,Davi e Mical,7,de apenas três anos pode ser transferida para SP,1,debate,1,Débora,2,Decisão,1,declaração,6,dedicação,1,deep learning,1,Degeneração,1,Deidade,1,Delírios,1,demissão,2,demônio,12,Demônios,14,Denominação,1,Dentro,1,Denúncias,5,Depressão,2,Deputado Federal,1,derrotando,1,Derrubar,1,Desabamento,1,Desafiando,10,Desafio,10,Desafio Insano,7,Desafio4x4,3,Desapaixonar,3,Descobertas,2,Desculpas,1,Desejo,2,Desenho Bíblico,8,Deserto,17,Desigrejados,3,Despedida,1,Despertamento,1,Destinatários,1,Desunião,1,Deus,106,Deus é Amor,24,Deus está Morto,3,Deus Negro,1,Deus quer te usar,1,deuses falsos,12,Deuteronômio,1,Devaneios,3,Devocional,89,Dez Mandamentos,1,Dez passos,6,Dia,1,Dia da Independência do Brasil,1,Dia de Missões,28,Dia do Evangelista,2,Dia dos Namorados,18,Dia dos Pais,9,Diabetes,1,Diabo,2,Diáconos,12,Diante do Trono,3,Diante do Trono; Lagoinha Solidária,1,Diário,3,Dias,2,Dicas,12,Dicionário,3,Diferente,1,Diferentes,1,Dilma,1,Dilma fala Contra o Aborto,1,Dinâmica,9,Dinheiro,7,Discernimento,2,Discipulado,32,Discipulos,32,Discípulos,34,discussão,1,Distância,1,Diva do Senhor,1,Divina,4,Divino,4,divórcio,3,Dízimos,10,Doação,4,Doação de Bebê,2,Dobrada,1,Doença,4,doença física,7,Dom,9,Domingo Espetacular,1,Dominical,29,Dons de Curas,14,Dons de Maravilhas,14,Dores,1,Doutrina,22,Doutrinas Fundamentais,33,Download,82,Download Livros e E-books,145,Doze,1,Drink de Baygon,1,Drogas,2,Drogas Alucinógenas,2,Drogas Estimulantes,1,DST,1,Duas,1,Duelo,1,e usa nos Smartphones,1,E-Book,37,EBD,712,EBF,1,Eclesiastes,15,ecológico,1,Ecumenismo,1,Éden,8,Edificados,1,Edir Macedo,2,Editar Foto,1,Educação,1,Efatá,1,Efésios,3,Egito,6,Elcana,3,Ele,1,Eleição,6,Eleita,1,Eli,2,Elias,11,Eliasibe,1,Eliseu,2,Elizabeth Gilbert,1,Elizeu,4,Ellan Miranda,6,Elogios,1,emagrecer,1,Email,2,empresa,2,Empresa.,1,Encerramento,1,Enchente,1,Enciclopédia,1,Encontrar,1,Encontro,11,Encorajamento,4,Eneias,1,ENFRAQUECIMENTO DA IDENTIDADE PENTECOSTAL,1,Enquete,1,Ensaio Sensual,1,Ensina,1,Ensinar,4,Ensino,4,Ensinos,2,Entendendo,1,entender Deus,3,Entrevista,5,Envia,1,Envio,1,Epidemiologia,1,Epístolas,20,Época de Cristo,3,Esaú,3,Esboço Pregação,5,Escala de Professores da EBD,4,Escape,1,Escatologia,38,Escavação,1,Escola,33,Escola Bíblica Dominical,903,Escola Dominical,85,Escolha,5,Escravo,1,Escritor,1,Escrituras,4,Esdras,2,Espaço,2,esperança,5,esperança. razão,1,Espinhas no rosto,1,espinho na carne,2,Espírito,28,Espírito Santo,34,Espirituais,4,Espiritual,14,Espiritualidade,4,Estado de São Paulo,2,Ester,1,Estevão,2,Estrangeiro,1,Estranho,1,Estratagema de Deus,1,Estrutura,1,Estuda,2,Estudo Bíblico,208,Estudos Bíblicos,504,Estupro,1,Eterna,4,Eternidade,5,Eterno,3,Ética,2,Eu,1,Eu ainda te amo,1,Eufrates,1,Eva,15,evangelho,16,EVANGÉLICA,5,Evangelico,1,Evangélicos,2,Evangelismo,3,Evento,2,Evidências,1,evolução,1,ex-atriz pornô,2,Ex-BBB,1,executado,1,exegese bíblica,2,Exemplar,2,Exemplo de Tensorflow,1,Exemplos,1,exílio,3,Êxodo,2,Experiência de vida,26,Expositiva,2,Expressando,1,Extra,49,Exupéry,1,Ezequias,1,Ezequiel,4,F.F Bruce,1,Facada,1,Face de Deus,1,Facebook,1,fala,7,Falecimento,1,Falsos,13,Falta,1,familia,49,Família,49,Fat Family,2,Fazer,1,Fazer Ligação Gratuita com o App Viber é bem melhor que o Skyper,1,Fé,22,Feirinha,1,Felipe,1,Feminina,7,feminista,7,Férias,2,Ferramentas para Blogger/Twitter/Facebook,12,Festa Junina,3,Festividade,4,Ficar,1,Fidelidade,2,Fiel,4,Filha,6,Filho de Deus,9,Filho do Homem,6,Filho Pródigo,5,Filhos,17,Filipenses,1,Filisteu,1,Filme,3,Filmes,1,Fim,2,Fim de Relacionamento,7,Fim do Mundo,14,Fina Estampa,1,Final,1,Finanças,3,Firme,5,firmeza,2,Firmino,1,Fletar,1,Fogo,1,Fora,1,Forma,1,Formação,1,François Mauriac,1,Frase,5,Frases Sobre Amor,2,Frases Sobre Deus.,1,Free The Nipple,1,Friedrich Engels,1,Frutifica,6,Fundamentalismo,1,Fundamentos,1,Fúnebre,1,funk,1,futuro,1,G-JJHNKFDSCM,7,gadareno,1,Gálatas,1,Galaxy,1,Galileu,1,Galo,1,Game Of Crentes,7,Ganhe Um Livro,21,gastando pouco,1,Gay,8,Gênesis,20,Gênesis.,8,genro,1,Gentios,1,Geografia,1,Geográfica,1,Geração,2,Gestos,1,Getsemani,1,Gideões,16,Gideões Missionários da Última Hora,20,Gigante,3,Gilberto Carvalho,1,Gileade,1,Gilgal,1,Giom,1,GLBS,2,global,1,Globalismo,1,Globo,1,Glória,7,Gloriosa,1,GLOSSÁRIO,2,Glossolalia,1,Glutonaria,1,GMUH,13,Gogue,2,Goleiro,1,Golpe,1,Gômer,1,Gospel,6,Governo,4,Graça,5,Grande,5,Grande Tribulação,4,Grátis,3,Greta,1,Greve,1,grevista,1,grupos religiosos,1,Guardar,1,Guarde o Coração,3,guerra,6,Guia,2,Habacuque,4,Halloween,1,Haxixe,1,Hebraica,2,Hebreus,7,Hedonismo,4,Helena Tannure,1,Hematidrose,1,Herdeiros,1,Heresia,22,Hermenêutica,3,Hernandes,3,Hilquias,1,Hinduísmo,1,hipócrita,1,Hissopo,1,História,8,Historia Real,1,Holística,1,Holocausto,1,Homem,9,Homenagem,1,Homens,3,Homilética,3,Homofobia,15,homosexualismo,12,Homossexual,9,Honestas,1,Hóquei no Gelo,1,Hora,1,Horebe,1,Hubner Braz,23,Hulda,3,Humana,4,Humanas,1,Humanidade,2,Humano,12,Humanos,2,Humildade,2,Humor,11,I.E.Q,1,I.M.P.D.,1,Icabô,1,Identidade,2,Ideologia,1,idioma,1,Ídolos,3,Igreja,42,Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias,1,Igreja Bola de Neve,1,Igreja Local,5,Igreja Mundial do Poder de Deus,3,Igreja Universal Do Reino de Deus,3,Ilha de Patmos,1,Iluminação,1,ilustração bíblica,9,Imanência,1,imersos,1,Imoral,1,Imoralidade,1,ímpio,1,Importa,1,Impostor,1,Impresso Normal,1,Impressora,1,Imutabilidade,2,Incas.,1,indenização,1,Individual,1,indústria,1,Inerrancia,1,Infantil,51,Inferno,3,infiéis,1,inglês,1,Inicio,1,Início,1,inimigo,1,injustiça,1,Insano,2,Insegurança,1,Inspiração,1,Instituição,1,Instrução,3,Integral,1,inteligência artificial,1,Intercessão,1,Internação,1,Internacional,1,Interpletação,2,interpretação,1,intertestamentários,1,Intimidade,4,Introdução,1,iPad,1,iPhone,1,Ira,1,Irmã Zuleide,1,Isaias,2,Isaque,8,Islâmico,1,Islâmismo,1,Israel,11,IURD,2,Jair Bolsonaro,1,Jair Messias Bolsonaro,1,Jardim de Infância,21,Javé,1,Jeito,1,Jejuando,1,Jejum,2,Jeroboão,1,Jerusalém,6,Jesua,1,Jesuíta,1,Jesus,49,Jesus Cristo,56,Jesus de Nazaré,9,Jezabel,1,Jó,18,João,13,João Batista. Ossada,2,Joás,1,JOEL,1,John Piper,1,John Stott,1,Jonas,2,Joquebede,2,Jornada,9,Jornal da Record,1,José,9,José Wellington,1,Josh McDowell,1,Josias,2,Josue,8,Josué,9,Jotta A,1,Jotta A lança 1º CD em culto evangélico,1,Jovem,228,Jovens,185,Judá,1,Judá e Tamar,1,Judas,1,Juízes,1,Juízo,1,Juízo Final,7,Julgamento,5,Julgamento Final,2,julgar,1,Julio de Sorocaba,1,Julio Severo,1,Juniores,42,Juramento,1,Justiça,4,Justo,1,Juvenis,22,Karkom,1,Karl Marx,1,Karma,1,Katy Perry,1,Kelly Medeiros,1,Kenneth E. Hagin,1,Kopimism,1,Lançamento,3,Lanna Holder,2,Layssa Kelly,1,Lázaro,2,Lei,5,Léia e Jacó,7,Leilão,3,Leis,2,Leitor,1,Leitora,1,Leitura,9,LEITURA BÍBLICA,3,Lembrancinhas,1,LeNovo,1,Lepra,1,Ler a Bíblia em 42 dias,3,Lésbica,1,leva Mr Catra e Sarah Sheeva para falar sobre infidelidade: “Para Deus pode tudo”. Assista ao vídeo,1,Levítico,1,Liberdade,2,Libertação,1,Libertador,1,Libertinagem,1,Libertos,2,Lição,25,Lição 5,1,Lições,1,Lições Bíblicas,9,Lições Bíblicas da BETEL,410,Lições Bíblicas da CPAD,586,Lições de Vida,28,Líder,8,Líder Adolescente,29,Líder Jovem,25,Liderança,16,Líderes,3,Lídia,1,LinkedIn,1,Lino,1,Lista,2,Litoral,1,Liverpool,1,livre,5,Livre Arbítrio,7,Livres,2,Livro,38,Livro do Trono,3,Livro em Audio,7,Livro Selado,2,Livros - Comentarios,94,Livros Evangelicos,49,livros poéticos,13,Localização,1,Logos,1,Loide,3,Loira,1,Longanimidade,1,Lopes,1,Louco,1,Louvor,10,LSD,1,Lua Nova,1,Lucas,14,Lucifer,1,Lutando,1,Lutas Marciais Mistas,1,Luto,7,Luz,1,Luz do mundo,2,Lya Luft,1,MacBook Air,1,machine learning,1,Maçonaria,1,Maconha,1,Madame de Stael,1,Mãe de Moises,8,‪Magia,1,Magogue,2,Maias,1,Mal,4,Malala,1,Malaquias,3,Manancial,1,Mandamento,1,Manifestação,3,Manifestação em Cristo,2,Manual de missões,22,Mãos,2,Maquiagem,2,Marcador de Páginas,1,Marcas,2,Marcha Para Jesus,2,Marco Pereira,1,Marcos Pereira,2,Mardoqueu,1,Maria Madalena,2,Mário Quintana,2,Martinho Lutero,1,Mártir,2,Mártires Cristãos,4,Massacre,1,Masturbação,7,Materialismo,1,maternal,16,Mateus,1,Matityáhu,1,Matrimonio,7,maturidade cristã,8,Max Lucado,2,Meditação,1,Mega Sena da Virada com Fé,1,Melhor Bíblia de Estudo,11,Melhores Blogs,3,Melhores Sites,4,Meninos de Rua,1,Menor,1,Mensagem,5,MENSAGENS,2,Mensagens para SMS,12,Mensagens SMS,2,Mensal,2,Messias,3,Mestre,4,Mesulão,1,metaverso,1,Meteoro,1,Metusalém,1,Michelle Bolsonaro,1,Mídias Sociais,2,Milagres,12,Milênio,3,Milionário,1,Millôr Fernandes,1,Milton,1,Minas,1,Ministério,20,Ministério Público Federal,2,Miqueias,2,Miriã,2,Misericórdia,6,Missão,44,Missiologia,30,Missionário,28,Missões,24,Mistério,1,Mitologia,1,Mitos,1,MMA,1,Mobilização,2,Moda Bíblica,2,Moda Cristã,2,Moda Evangélica,2,Modelo,3,Modelos,1,Moisés,21,Monarquia,3,Monte,4,Monte Tabor,1,Moralismo,1,Mordomia,9,Mordomo,1,Morrer,2,morte,13,Mortos,2,Motim,6,Motivos,1,Movimento,1,Muda,1,Mulçumano,1,Mulher,6,Mulher de Potifar,1,Mulheres,7,multiplicação,1,Mundo,9,Muro,1,Muros,1,Musica,8,Naama,1,Nacional,2,Namorado,18,Namorar,34,Namoro,105,Não,1,Não Prometeu,1,Nascença,2,Nascimento,3,Natureza,6,Naum,1,Necessidade,2,Neemias,4,Negar,2,Neimar de Barros,5,nem Cristo a Derrotaria,1,Neopentecostal,2,NetFlix,1,Nigéria,1,Ninrode,1,No Fundo Do Poço,1,Noadia,1,Noé,1,Nome,2,Nome de Bebê,1,Nomes,2,Nora,2,Normalização,3,Norte,1,Noruega,1,Nota,2,Notícia gospel,70,Notícias Gospel,217,Nova,16,Novas Lições,2,Novela,2,Novo,5,Novo Testamento,6,Novos Céus e Nova Terra,7,Novos Convertidos,14,Novos Valores,2,nutricionista,1,Nuvem,1,NX Zero,1,O adeus,1,O beijo de Vancouver,1,O Bom Samaritano,2,O Bom Travesti,1,O casamento negro,1,O Exército de Cleycianne,1,O MINISTÉRIO DE EVANGELISTA,6,O MINISTÉRIO DE PASTOR,12,O Quarto da Porta Vermelha,1,O que é visível e apenas o avesso da Realidade,1,Obadias,1,Obede-Edom,1,Obediência,5,Obesidade,1,Obra,4,Obras,3,obreiro,2,Obstáculos,1,Odio,1,Ofertada,8,Ofertas,8,Oficial,1,Olhando para direção errada,1,Olhar,3,Onde Estiver,1,ônibus,1,Onipotente,1,Onipresente,6,Onisciente,1,Online,1,Onri,1,ONU,1,Opinião,1,Opinião dos Outros,2,Oposição,1,Opressão,1,Oração,24,Orando,1,Orar,4,Orfanato,1,Organização,2,Origem,6,Os Melhores Livros,29,Os Valores do Reino de Deus,2,Oséias,5,Oséias e Gomer,5,Osiel Gomes,3,Outra Chance,3,Ovelha,8,Padrões,1,Paganismo,1,Pagãos,1,Pai,6,Paixão,3,Paixão e Cura,1,Palavra,6,Palavra de Deus,7,Palavras,1,Pandemia,5,Pânico,1,pão,2,Papa,1,Papa Francisco I,1,Papai,6,Papo,1,Paquera,2,Paquistanesa,1,Paquistão,1,Para Sempre,1,Parábolas,23,Paradoxo,2,Paródia Gospel,2,Paródia Gospel da música Kuduro com Jonathan Nemer #RiLitros,1,Participe,1,Partido Trabalhista PT,1,Páscoa,4,Pastor,21,Pastor Paul Mackenzie Nthenge,1,Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular,1,Pastor que cheirou a Bíblia como droga diz que essa foi a menor loucura que já fez por ela: “Eu já comi a minha Bíblia”. Assista ao vídeo,1,Pastora,2,Pastores,4,Paternidade,2,Patrick Greene,1,patristicas,2,Paulo,31,Pb. Renan Pierini,1,PDF,70,Pecado,38,Pecador Confesso,14,PECC,57,Pedindo,1,Pedofilia,2,Pedofilo,1,Pedra,1,Pedras,1,Pedro,9,peixe,1,Pelos,1,Pensamento,3,Pentateuco,6,Pentecostal,11,Pentecostes,3,Perda,3,Perdão,14,Perdidos,6,Perfeito,2,Perigo,3,Perigos,1,Perlla,1,Permanecer,1,Permitir,1,Perseguição Religiosa,3,Perseguidor,2,Personalizadas,1,Personalizar Foto,1,Perspectiva,1,Pesquisa,2,Pessoa,2,pessoas,5,Peter Moosleitner,1,Philip Yancey,8,Piada,1,Piercing,2,Pinguins,1,pintar unhas,1,Pira,1,Pirataria,1,Pirralha,1,Pison,1,Planeta Terra,2,Plano de Aula,7,PLANO DE LEITURA BÍBLICA,15,Planos,6,Plantador de Igrejas,2,Play Back,1,playboy,1,Plenitude,7,Poder,4,Poema,3,Poesia,4,Polêmica,4,Poligamia,2,Politica,1,Política,1,Pop Gospel,1,Porção,1,pornô,1,Porque caímos sempre nos mesmos pecados?,8,Portões,1,Posse,1,Possível,1,Posto,1,Povos,2,Pr Gilmar Santos,1,Pr Napoleão Falcão,3,Pr. Alexandre Marinho,1,Pr. Caio Fábio,2,Pr. Carvalho Junior,1,Pr. Ciro Sanches Zibordi,3,Pr. Claudionor de Andrade,1,Pr. Jaime Rosa,1,Pr. Jeremias Albuquerque Rocha,1,Pr. Marcelo Cintra,5,Pr. Marco Feliciano,8,Pr. Mário de Oliveira,1,Pr. Silas Malafaia,12,Pr. Yossef Akiva,1,Pragas,2,Praia,1,Prática,2,Praticar,3,Pré-Adolescentes,19,Preço,1,Predestinação,4,PrefiroBeijarABíblia,1,Pregação,14,Pregadores,4,Premier,1,Premium,1,Preocupar,1,Preparado,2,Preparativos,1,Presbíteros,1,presidente,4,Presídio,1,Prevenção,2,previdência,1,Primário,28,Primeira,2,primeiro,4,Primeiro Amor,18,Primeiro Beijo,5,Primícias,2,Primogênitos,1,Princípios,1,Prioridades,2,Prisão,4,Prisioneiro da Paixão,4,privada,1,Problemas,3,Profecia,21,Professor,21,Profeta,34,Profeta Jeremias,3,Profetas,25,Profetas Menores,23,Profética,4,Profético,9,Programa de Educação Cristã Continuada,1,Programa Na Moral,1,Programa Superpop,1,Progressista,1,Projeto,2,Projeto Cura Gay,2,Promessa,9,Prometida,2,Promoção,5,Promoção Blogosfera Apaixonada,2,Propósito,4,Prosperidade,1,Prostituta,2,Proteção,1,Protesto,1,Provai,1,Provê,1,Proverbios,15,PSDB,1,Pura,1,Purifica,2,Puro,1,Pv 4.23,1,Qualidades,1,Quando Deus diz não,9,Queda,10,Quem segue a Cristo,3,Quem Sou?,1,Querer,2,Querite,1,Raça,1,Racismo,1,Rainha de Sabá,3,Rainha Ester,2,Raptare,1,Raquel,2,Realidade,8,Rebeldia,3,Rebelião,1,Receber,1,Reconciliação,2,Reconstrução,1,Recuperação,1,Rede Globo,2,Rede Insana,2,Redenção,1,Redentora,1,redes neurais,1,reflexão,21,reformado,1,regime,1,Regininha,1,Registro Módico,1,regras,1,Rei,3,Rei Xerxes,1,Reinado,15,Reino,19,Reino de Deus,14,Reino dividido,8,Reino do Messias,6,Reis,1,Rejeição,1,Relacionamento,68,Relativismo,3,Relatos,5,Relógio da Oração,4,Remida,1,Renato Aragão esclarece polêmica sobre seu próximo filme sobre o “segundo filho de Deus” que gerou polêmica nas redes sociais.,1,Renuncia,1,Renúncia,1,Reportagem,2,Resenha,75,Reservado,2,Resguardar,1,Resistir,1,Resplandecer,1,Responde,1,Responsabilidade,2,Resposta,1,resposta bíblica,1,Ressurreição,6,Restauração,3,Restauracionismo,1,Resumo,8,Retorno de Cristo,3,Retribua,1,Reuel Bernardino,1,Rev. Augustus Nicodemus,3,Revelação,5,Revelado,1,Revista,97,revolução industrial,1,Rezar e Amar,1,Richard Baxter,1,Rico,4,Rio Tigre,1,Riqueza,3,Riscos,1,Roboão,1,Rock Gospel,1,Rodolfo Abrantes,1,Roupas,3,Rubem Alves,1,Ruins,1,Russel Shedd,1,Rute,3,Sá de Barros,3,Sábado,1,Sabedoria,17,SABER+,1,Sacerdócio,5,Sacerdotal,5,Sacrifício,4,Sadhu Sundar Singh,1,Safira,2,Safra,1,Sal da Terra,1,Salmos,30,Salomão,12,Salvação,19,Salvador,12,Sambalate,1,Samuel,14,Samuel Mariano,1,Sangue,3,Sangue no Nariz,1,Sansão,2,Santa Ceia,4,Santidade,9,Santificação,11,Santo,4,sapienciais,1,sapiências,1,Sara,2,Sarah Sheva,1,Satanás,6,Saudações,2,Saudades,4,Saul,10,Saulo,2,Savífica,1,Secrets by OneRepublic,1,Segredo,1,Seguidor,1,Seguir,1,Segunda,2,Segundo,1,Segundos,1,Segurança,1,Seita,2,Seja um empreendedor Polishop e ganhe dinheiro sem sair de casa,1,Selada,1,Seleção Brasileira,1,Sem,1,Sem Garantia,1,Semeador,3,Semente,2,Sementes,2,Seminário,1,Senhor,4,Senhorio. Jesus,1,Sensibilidade,1,Sentido da Vida,6,Sentimento,2,Sentimentos,4,Separação,2,Separar,2,Ser,3,será que é pago?,2,Serenata de Amor,1,Série Chá Com Professores,4,Série Dicas de Como Liderar,23,Série Mensagem Subliminar,1,Série Versículos Mal Interpretados,5,Sermão,4,Sermão do Monte,4,Sex,2,Sexo,5,Sexual,4,Sexualidade,2,Sidney Sinai,1,SIFRÁ e PUÁ,1,Significados,4,Silas Malafaia,5,Silêncio no Céu,6,Silk,1,Silk Digital,1,Símbolos,1,Simples,1,Sinal,1,Sincero,1,Sistema,2,Sites,3,Slide PC,2,Slider,462,slides,6,Smartphone começa a ser vendido por operadoras nesta quarta-feira (6). Galaxy S3 é o principal rival do iPhone 4S. Compare os dois modelos,1,SMS Gratuito com WhatsApp para seu Smartphone,1,Soberania,1,Sofonias,3,Sofrimento,4,Sogra,3,Soldados,5,Solidão,2,Solidariedade,1,Solução,1,Sonhos,5,Sonhos de Valsa,1,Sono,1,Sono da Alma,10,Sorrir,3,Sorteio,2,Sou,1,Subjugação,1,Sublimação,1,Sublimidade,1,Submissão,2,Subsídio,93,Sucessor,1,Sueca,1,Sujeição,1,Sul,1,Sulamita,5,suprema,2,Surface Pro 2,1,Suspenção,1,Sutiã,1,Sutileza,11,Sutilezas,1,tabela,1,Tabernáculo,4,Tabita,1,Tablet,1,Talentos Cristãos,3,Tarado,1,Tarso,1,Tatuagem,3,TCC,1,Tecido,1,Tecnologia,2,Tela Cinza,1,Telegram,1,Temas,2,Temática,2,Temor,8,Temperamento,1,Tempestade,2,Templo,3,Tempo,5,Tempo de Viver Coisas Novas,3,Tempos,2,tensorflow,1,Tentação,5,Teologia,16,Teologia da Libertação,2,Termino de Namoro,7,Término do Namoro,2,Termos,1,Terra,4,Terra Prometida,7,Terremoto,1,Testamento,1,Testemunho,21,Thalles Roberto,3,Thalles Roberto comenta da repercussão de música cantada por Ivete Sangalo,1,The Best,1,The Noite,1,Theotônio Freire,1,Tiago,3,Tigres,1,Tim Keller,1,timidez,2,Timna,1,Timóteo,13,Timothy Keller,1,Tipos,1,Tiras,1,Tirinha,4,Tirinhas Gospel,13,Tiro,1,tisbita,1,Títulos,1,Tomas de Aquino,1,Top,2,Top Blogs,4,TOP Canais,1,Top Sites Fotos,3,Top5,2,Torá,1,TPM,1,Trabalho,2,Tragedias no Rio de Janeiro,1,Traição,2,Transcendência,2,Transfer,1,Transforma,2,Tratando de uma leucemia,1,treinamento,1,Trevas,1,Tribunal de Cristo,2,Tribunal de Justiça,1,Trimestre,2,Trindade,3,Trino,2,Triunfal,1,Trono Branco,2,Tudo vê,1,Túnica,1,Tutelar,1,TV,1,TV Band,2,TV Record,3,Twitter,5,UFC,1,Ultimos Dias,1,Últimos Dias,1,um trono e um segredo,1,Uma crente,1,Uma História de Ficção,79,Unção,2,Ungido,1,Unidade,9,Universo,2,Uno,1,Urias,1,Utensilios,1,Uzá,1,Vagabundo Confesso,29,Valdemiro Santiago,4,Valores,1,Vanilda Bordieri,1,Velhice,2,Velho Testamento,1,Velório,1,Vem,2,Vencendo,2,Vencer,2,Vendedor de Droga,1,Vento,5,Ver Deus,1,Veracidade,2,Verdade,2,Verdadeira,4,Verdadeira História,1,Verdadeiro,4,verdades,1,Versículos,4,Viagem,5,Vício,1,Vida,29,VIDA CRISTÃ,2,Vida depois da morte,13,Vida Pessoal,3,Vidas,1,Vídeo,24,Vigilância,2,vinda,4,Vindouro,3,Vinho,1,Violência,2,Virá,2,Virgem,3,Virgindade,3,Virtude,1,Visão,2,Vitor Hugo,1,Vitória em Cristo,1,Vivendo,1,Viver,5,Voca,1,vocacionados,1,Volta,2,Volta de Cristo,5,Votação,1,Wanda Freire da Costa,1,webdevelops,2,Yehoshua,1,Yeshua,1,YOSHÍA,1,You Tube,2,youtuber,2,Zacarias,2,Zaqueu,1,Zelo,5,
ltr
item
Pecador Confesso: Lição 08 - Lucas 15 e 16 – Parábolas e Ensinos Exclusivos de Lucas | 4° Trimestre de 2023 | EBD PECC
Lição 08 - Lucas 15 e 16 – Parábolas e Ensinos Exclusivos de Lucas | 4° Trimestre de 2023 | EBD PECC
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEjGQzvShI3uN_Y8Q56vTPRiQU_pMLMk5ARldaRil3mrGRLSu1r5vjh6eaW1dOda3FQy8_d7zPvyQkVuAIdSq8TNFv5ye1g1Fbzc-WkhU4RLCM2rTlIaxUw_49rFK_JJVNBBf0T-n2Le_JGZTb7juqqB_TvjnxhjYp5mub7qPnuDZAD3eiEFVGuFQJegU_Q/w640-h356/REVISTA-PECC-LICAO-08-LUCAS-PDF.webp
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEjGQzvShI3uN_Y8Q56vTPRiQU_pMLMk5ARldaRil3mrGRLSu1r5vjh6eaW1dOda3FQy8_d7zPvyQkVuAIdSq8TNFv5ye1g1Fbzc-WkhU4RLCM2rTlIaxUw_49rFK_JJVNBBf0T-n2Le_JGZTb7juqqB_TvjnxhjYp5mub7qPnuDZAD3eiEFVGuFQJegU_Q/s72-w640-c-h356/REVISTA-PECC-LICAO-08-LUCAS-PDF.webp
Pecador Confesso
https://www.pecadorconfesso.com/2023/11/licao-08-lucas-15-e-16-parabolas-e.html
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/
https://www.pecadorconfesso.com/2023/11/licao-08-lucas-15-e-16-parabolas-e.html
true
4561833377599058991
UTF-8
Loaded All Posts Mais Posts Clique Aqui Repetir Cancele a repetição Delete Por Home PAGES POSTS Mais Posts Eu Te Recomendo LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy